segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Palco da patinação é eleito o "mais sexy" de Vancouver 2010

O ginásio Richmond Olympic Oval foi eleito o mais "sexy" das Olimpíadas de Inverno, que será realizada em Vancouver, no Canadá. Essa votação foi realizada pela revista Omega Lifestyle, onde clientes da loja Omega tiveram o direito de optar pelo local mais atraente dos jogos.

O artigo contou sobre a diferença em gastar milhões por uma bela arquitetura ou fazer algo politicamente correto, como é o caso da construção do ginásio que não usou madeira de desmatamento e conseguiu, da mesma maneira, ser arquitetônico.

A revista Omega tem distribuição de 135 mil exemplares para clientes das lojas ou dos outlets no mundo inteiro.

Ainda segundo a publicação, os arquitetos responsáveis pela obra esperam que possam ajudar da diminuição do desmatamento e retardar o aquecimento global.

O Richmond Oval, que abrigará as disputadas de patinação, custou 178 milhões de dólares. A arquitetura do ginásio já ganhou alguns prêmios internacionais. Ele tem sido chamado de "coroa de joias" dos jogos de 2010.

Denver de Nenê perde em casa e recupera Wolves

O Pepsi Center foi o palco da grande surpresa da rodada de domingo da NBA. Após 15 derrotas consecutivas, o Minnesota Timberwolves venceu os donos da casa, o Denver Nuggets, do brasileiro Nenê, por 106 a 100.

O grande herói do Timberwolves, a equipe com a segunda pior campanha da liga com apenas duas vitórias, foi o ala Ryan Gomes, com 27 pontos, a melhor marca conseguida por qualquer jogador da equipe na temporada.

Nenê teve bom desempenho e marcou um double-double, marcando dez pontos e pegando dez rebotes para a equipe anfitriã, que vinha de uma série de quatro triunfos consecutivos.

Já o San Antonio Spurs teve melhor sorte e derrotou pelo placar de 97 a 89 o Philadelphia Sixers, sua quinta vitória seguida, pela temporada regular da NBA.

O destaque do Spurs foi o pivô Tim Duncan com 22 pontos, enquanto o ala-armador Andre Iguodala, com 21 pontos, foi o cestinha do Sixers, que perdeu a sexta partida consecutiva.

Em outra partida da rodada, o Houston Rockets bateu fora de casa o Oklahoma City Thunder por 100 a 91, com destaque para o armador Aaron Brooks, com 21 pontos, e o ala Kevin Durant com 25 pontos e nove rebotes para o Thunder.

Sem Sauber, FIA anuncia 12 equipes inscritas na F1

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) publicou nesta segunda-feira em seu site oficial a lista de equipes e pilotos inscritos para a temporada 2010. Foram 12 escuderias e 15 pilotos confirmados.

A principal ausência é da equipe Sauber, que deseja entrar no lugar da Toyota, que já anunciou que não irá participar. A FIA diz que a equipe japonesa ainda está formalmente ligada ao Pacto da Concórdia e que espera um comunicado oficial para depois anunciar o que será feito com relação à 13ª vaga.

A equipe Mercedes ainda aparece com o nome de Brawn GP, entretanto há uma observação dizendo que a escuderia indicou a possibilidade de alterar seu nome para a temporada 2010. Já Red Bull (RBR) irá usar motores Renault, assim como ocorreu em 2009. A equipe havia cogitado a possibilidade de trabalhar em conjunto com a Mercedes.

Entre os pilotos, o brasileiro Bruno Senna, que acertou com a Campos Meta, foi inscrito com o número 21. Felipe Massa, da Ferrari, será o 7 e Rubens Barrichello, da Williams, o 9. Já Jaime Alguersuari, da Toro Rosso, não aparece na lista, apesar do chefe de sua equipe, Franz Tost, ter confirmado a continuidade do espanhol.


Confira as equipes e pilotos para a temporada 2010 de Fórmula 1:

McLaren / Mercedes
1. Jenson Button (GBR)
2. Lewis Hamilton (GBR)

Brawn GP* / Mercedes
3. Nico Rosberg (ALE)
4. Não definido

Red Bull Racing / Renault
5. Sebastian Vettel (ALE)
6. Mark Webber (AUS)

Ferrari / Ferrari
7. Felipe Massa (BRA)
8. Fernando Alonso (ESP)

Williams / Cosworth
9. Rubens Barrichello (BRA)
10. Nico Hulkenberg (ALE)

Renault / Renault
11. Robert Kubica (POL)
12. Não definido

Force India / Mercedes
14. Adrian Sutil (ALE)
15. Vitantonio Liuzzi (ITA)

Toro Rosso / Ferrari
16. Sebastian Buemi (SUI)
17. Não definido

Lotus / Cosworth
18. Não definido
19. Não definido

Campos Meta / Campos Dellara
20. Não definido
21. Bruno Senna (BRA)

US F1 / Cosworth
22. Não definido
23. Não definido

Manor / Cosworth
24. Timo Glock (ALE)
25. Não definido

* A Brawn GP irá deverá se chamar Mercedes

África do Sul "esconde" festa do sorteio da Copa

O Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2010 promete uma grande festa para sexta-feira, dia do sorteio dos grupos do maior evento do futebol mundial. Os sul-africanos acertam os últimos detalhes no Centro Internacional de Convenções, na Cidade do Cabo.

Durante a tarde de segunda-feira, a movimentação foi intensa nos corredores que dão acesso ao palco principal do local, onde serão sorteadas as bolinhas com os nomes dos 32 países que vão ser divididos em oito grupos.

O Terra foi liberado por um dos seguranças para acompanhar parte do ensaio geral, mas não pôde registrar imagens. Centenas de jovens sul-africanos faziam danças típicas ao som de muita música nativa. Dois minutos depois, o mesmo rapaz pediu a saída da reportagem da área restrita, já que todos os ensaios são fechados.

O sorteio, que começa às 15h (de Brasília), terá ainda a participação do Coral Gospel de Soweto, vencedor do Grammy em 2007, que se apresentará ao lado de Johnny Clegg, um dos maiores nomes da música sul-africana e símbolo da luta contra o apartheid - regime de segregação racial - no país.

O evento será transmitido para um recorde de 200 países. Para fazer uma comparação, em 2005, seis meses antes do Mundial da Alemanha, 137 países acompanharam a definição dos grupos do torneio que seria conquistado pela Itália.

A Cidade do Cabo já respira a Copa do Mundo. No aeroporto e nas ruas, bandeiras dos países e cartazes com o logotipo do evento chamam a atenção dos visitantes. A "Cidade Mãe", principal destino turístico sul-africano, quer fazer bonito e deixar uma boa impressão para 2010.

domingo, 29 de novembro de 2009

Ibrahimovic sai do banco e dá vitória ao Barcelona sobre Real

Inicialmente poupado pelo técnico Josep Guardiola, o atacante Zlatan Ibrahimovic saiu do banco para decidir o clássico entre Barcelona e Real Madrid. Com gol do sueco, o time catalão venceu por 1 a 0 no Camp Nou e tomou a liderança do Campeonato Espanhol do arquirrival.

Com o resultado, o atual campeão chega a 30 pontos, dois de vantagem para a equipe madrilena, que ainda amarga a terceira derrota consecutiva para o adversário.

O primeiro tempo do aguardado clássico foi tenso e equilibrado. Com a torcida contra, o Real tomava menos iniciativa e apostava em contra-ataques. Em um deles, aos 19, Kaká serviu Cristiano Ronaldo, que bateu cruzado e parou em bela defesa de Valdés.

Já o Barcelona, com Lionel Messi discreto, tinha dificuldades para furar a defesa merengue. A melhor chance do time catalão no primeiro tempo veio aos 39. Iniesta recebeu lindo passe de Xavi e chutou, mas Casillas segurou firme.

Insatisfeito com a produção ofensiva, o técnico Josep Guardiola trocou Henry por Ibrahimovic no início da etapa complementar. E, cinco minutos depois de entrar, o sueco inaugurou o marcador aos 11: O brasileiro Daniel Alves cruzou e o sueco pegou de primeira.

Mais seis minutos e a festa da torcida azul-grená se transformou em preocupação. Busquets tocou a bola com a mão e, como já tinha amarelo, foi mais cedo para os vestiários. Logo em seguida, Cristiano Ronaldo desviou cruzamento de cabeça e por pouco não empatou.

Pouco depois, Manuel Pellegrini sacou o astro português e colocou Benzema. Mas quem quase marcou foi o Barcelona, em cabeçada de Piqué. Nos minutos finais ainda deu tempo para Messi perder gol feito e o volante do Real Diarra ser expulso.

Davydenko vence Del Potro e conquista ATP Finals

Em uma campanha com apenas uma derrota, na estreia contra o sérvio Novak Djokovic, o russo Nikolay Davydenko conquistou o título mais importante de sua carreira ao vencer, neste domingo, o argentino Juan Martin Del Potro na final da ATP Finals, disputada em Londres.

O tenista, que entrou no torneio como sétimo melhor do ano, dominou a decisão contra o argentino, campeão do Aberto dos Estados Unidos, e venceu por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4.

A disputa, que reuniu os oito melhores tenistas da temporada, será inesquecível para o russo. Depois da derrota para Djokovic, Davydenko deixou o algoz de fora da semifinal ao derrotar Robin Soderling na última rodada da primeira fase, e também bateu Rafael Nadal.

Na smeifinal, bateu o número um do mundo Roger Federer, para quem tinha perdido as 12 outras partidas do confronto diante do suíço.

Davydenko mostrou grande forma física neste domingo diante de Del Potro. Consistente no saque, foram sete aces e 87% de pontos vencidos no primeiro serviço.

Além disto, o russo também foi frio nos momentos decisivos: no sexto game do segundo set, por exemplo, ele salvou dois break points e ganhou a força necessária para superar o serviço do rival no nono game e caminhar para a vitória.

Frio, Nikolay só se permitiu expressar emoções quando Del Potro atacou a última bola da partida na rede. Somente aí, ele sentiu-se à vontade para abrir um sorriso e ir à arquibancada comemorar com a esposa.

A conquista do russo não deixa de ser uma surpresa, visto que o sétimo colocado no ranking mundial não havia conquistado sequer um Masters na temporada.

Inter vence Sport e terá que torcer pelo Grêmio

O Inter sofreu, mas bateu o rebaixado Sport por 2 a 1 de virada na Ilha do Retiro e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro a apenas uma rodada do fim do torneio. Agora, a equipe terá que torcer pelo arquirrival Grêmio no próximo domingo.

Com o triunfo na capital pernambucana, o time colorado chega a 62 pontos, a dois do novo líder Flamengo, que encara a equipe tricolor na rodada derradeira, e mesmo número de Palmeiras e São Paulo, que levam desvantagem no número de vitórias.


Na próxima rodada, o Internacional recebe o Santo André, adversário que continua na briga para fugir da zona de rebaixamento. Lanterna com 31 pontos, o Sport joga no Morumbi diante do São Paulo, candidato ao título.

Mesmo com dez desfalques, o Sport surpreendeu pela determinação demonstrada em campo. No primeiro tempo, foi a equipe da casa quem mais chegou com perigo à meta adversária, com o atacante Wilson e também os jovens das categorias de base que foram escalados pelo técnico Levi Gomes.

Aos 40 minutos, a equipe rubro-negra inaugurou o marcador. Após falta cobrada por Zé Ântônio, Vandinho aproveitou bobeada da defesa e completou para o gol. Logo em seguida, o atacante teve outra boa chance para ampliar, mas parou em Lauro na primeira tentativa e errou o rebote na sequência.

No retorno do intervalo, o Sport voltou com o mesmo empenho, mas foi o Internacional quem melhor soube aproveitar suas oportunidades. Aos 23 minutos do segundo tempo, o lateral esquerdo Kleber tabelou com o meia-atacante Giuliano na entrada da área, tocou na saída de Magrão e empatou.

O Inter ganhou novo ânimo para tentar a virada. Cinco minutos depois, Andrezinho cruzou para a área, e o atacante Alecsandro cabeceou na trave. O time insistiu e conseguiu o segundo gol. Andrezinho, em cobrança de falta aos 38 minutos da segunda etapa, colocou os gaúchos à frente e definiu o triunfo.

FICHA TÉCNICA

Sport 1 x 2 Inter

Gols
Sport: Vandinho aos 40min do primeiro tempo
Internacional: Kleber, aos 23, e Andrezinho, aos 38min do segundo tempo

Ponto Forte do Sport
Mostrou disposição, mesmo rebaixado com antecedência e desfalcado

Ponto Forte do Inter


Com as alterações de Mário Sérgio, o time atacou mais e conseguiu a virada no segundo tempo

Ponto Fraco do Sport
Bobeou na marcação, principalmente no meio-campo, e permitiu a virada

Ponto Fraco do Inter
Entrou apático em campo e deixou ser dominado no primeiro tempo

Personagem do jogo
Andrezinho: entrou no segundo tempo e marcou o gol da vitória

Lances polêmicos
- Vandinho estava em posição duvidosa no gol do Sport
- No fim do primeiro tempo, o mesmo Vandinho foi empurrado na área, mas o árbitro não deu pênalti

Esquema Tático do Sport
3-5-2
Magrão; Igor, César e Durval; Freire, Fabiano (Isael), Zé Antônio, Fininho (Igor Maranhão) e Dutra; Wilson e Vandinho (Eduardo Silva); Técnico: Levi Gomes

Esquema Tático do Inter
4-4-2
Lauro; Danilo Silva (Glaydson), Índio, Bolívar e Kléber; Sandro, Guiñazu, Giuliano e D'Alessandro (Andrezinho); Marquinhos (Edu) e Alecsandro; Técnico: Mário Sérgio

Cartões Amarelos
Sport: Igor Maranhão
Inter: Glaydson, Sandro e Guiñazu

Árbitro
Paulo César Oliveira (Fifa-SP)

Local
Ilha do Retiro, em Recife (PE)

Informação

Nossos especiais de aniversário do blog já acabaram e retomamos nossas atividades normais, com as notícias que sempre estão em primeira aqui, mas queremos também dizer que o blog não tirará férias em Dezembro, tento todos os dias novas notícias para vocês!!

Cursor de Natal no Blog (quem quizer que eu tire, é só pedir)

Agradecimento,
Nicholas C. de Araujo

Rodadas finais têm "pagamento de dívidas" e desconfortos

Ainda há uma semana de futebol brasileiro na temporada 2009, mas muita coisa já está definida para o próximo ano e não pode ser anunciada. Também há "dívidas" em jogo, como a vitória do São Paulo que livrou o Corinthians do rebaixamento do Campeonato Paulista em 2004.

Nas linhas abaixo, o Terra traz quatro das polêmicas que estarão em campo nas duas rodadas finais. Curiosamente, já aconteceu no confronto entre Internacional e Santos, quando Vanderlei Luxemburgo enfrentava seu possível próximo clube - e teve até o nome gritado pela torcida colorada. Ou, ainda, quando o mesmo Inter visitou o Barueri, de Thiago Humberto, seu provável reforço em 2010.

Veja quatro polêmicas das rodadas finais:

Corinthians, São Paulo e a dívida Grafite

No Campeonato Paulista de 2004, o Corinthians perdeu dentro do Pacaembu para a Portuguesa Santista. Não fosse dois gols de Grafite pelo São Paulo contra o Juventus, o rebaixamento teria sido inevitável para os corintianos. Cinco anos depois, os são-paulinos esperam que os corintianos paguem a dívida.

Uma vitória corintiana contra o Flamengo praticamente reduz de forma drástica as chances de o rival tirar o tetracampeonato brasileiro das mãos são-paulinas. "Espero um Corinthians forte, com vontade de vencer o Flamengo, assim como o São Paulo já fez outras vezes para A ou B, e mesmo para o Corinthians, quando o Grafite fez dois gols. O esporte é bom por isso", afirmou Marco Aurélio Cunha, superintendente do São Paulo.

Goiás, Inter e a dívida 2007

Terceiro lugar da Série A, o Internacional depende de tropeços do São Paulo e do Flamengo para sonhar com o título brasileiro. Em 2007, o Goiás venceu o Internacional na última rodada, rebaixando o Corinthians para a Série B.

Segundo Marcos Figueiredo, diretor do clube goiano, é a hora de o Goiás retribuir o favor que o Inter fez há dois anos, e bater o São Paulo no domingo. A declaração revoltou o presidente colorado Vitório Piffero.

"O Goiás não tem que agradecer nada, porque isso não faz sentido. O Internacional saiu na frente e o Clemer até defendeu um pênalti, em duas cobranças. Lutamos até o fim pela vitória, que só não conseguimos porque o Goiás foi mais competente", respondeu Piffero.

Pedro Ken ajuda o Cruzeiro ou o Coritiba?

Entre as partes, já está certo que Pedro Ken, graças ao auxílio da Traffic, será jogador do Cruzeiro em 2010. No entanto, antes, o clube mineiro pega o Coritiba no Mineirão, em confronto vital para a pretensão dos dois times.

Brigando contra o rebaixamento, o Coritiba precisa desesperadamente dos três pontos, até por enfrentar o Fluminense na última rodada. Já o Cruzeiro, em sexto, briga para crescer na tabela e jogar a Libertadores em 2010. Qual time Pedro Ken vai ajudar no domingo?

"O momento do anúncio ficou meio ruim para mim, mas faz parte. O profissionalismo vem acima. Temos um jogo importante e estou vestindo a camisa do Coritiba. Nós precisamos sair dessa situação", disse o jogador à Rádio Itatiaia. Para evitar outro constrangimento, o Cruzeiro vetou a escalação do atacante Rômulo, emprestado ao Coritiba.

Corinthians e Grêmio: titulares ou reservas?

Na última rodada, sem pretensões, o Corinthians visita o Atlético-MG, enquanto o Grêmio vai ao Rio de Janeiro pegar o Flamengo. É bem possível que os dois clubes escalem os reservas, mas a polêmica é que as duas partidas interessam diretamente aos rivais São Paulo, Palmeiras e Internacional.

Ambos jogarão com força máxima para defender a lisura do Brasileiro ou priorizarão apenas os próprios interesses? No Corinthians, o assunto ainda não foi abordado publicamente. Enquanto isso, no Grêmio, já foi publicamente confirmado que reservas devem ir ao Rio de Janeiro.

Luizomar prevê evolução do Sollys/Osasco na decisão

Apesar da felicidade em ter assegurado uma vaga na final do Campeonato Paulista de vôlei feminino, o técnico Luizomar de Moura, do Sollys/Osasco, acredita que o time ainda precisará evoluir a fim de derrotar o Pinheiros/Mackenzie na decisão.

"Tenho certeza que a nossa equipe vai evoluir na final", comentou o técnico, após a vitória sobre o Blausiegel/São Caetano. "As duas equipes tiveram altos e baixos dentro da partida. Sobrou emoção", analisou.

Maior pontuadora da partida, com 21 acertos, Natália apontou o que foi decisivo para o êxito. "Estávamos mais tranquilas e erramos menos que no segundo jogo. Tambpem estivemos bem no saque e no passe, fundamentos que foram decisivos para conquista desta vitória", comentou.

A série melhor de três da final começa na próxima quarta-feira.

Com Varejão inspirado, Cavs batem Mavericks pela NBA

O Cleveland Cavaliers, do brasileiro Anderson Varejão, venceu na noite deste sábado o Dallas Mavericks por 111 a 95, pela temporada regular da NBA.

Varejão esteve perto de um double-double ao marcar 15 pontos, 13 deles no segundo tempo da partida, e pegar nove rebotes.

O brasileiro jogou 32 minutos e converteu 7 de 7 arremessos de quadra, 1 de 1 lance livre e deu duas assistências.

O ala LeBron James e o armador Mo Williams foram os cestinhas do Cavaliers (12-5), primeiro da Divisão Central, com 25 pontos cada um.

O Dallas - que perdeu pela terceira vez nos últimos 10 jogos - foi comandado pelo ala alemão Dirk Nowitzki com 27 pontos e nove rebotes.

Jade Barbosa fica com o título brasileiro no solo

Jade Barbosa conquistou seu primeiro título após a Olimpíadas de Pequim neste sábado, quando triunfou na prova de solo do Campeonato Brasileiro, em Porto Alegre. Anteriormente, ela havia sido a sexta no individual geral e a quarta no salto, sua outra especialidade.

"Eu estava desacreditada, no início do ano pensei que nunca mais ia conseguir competir bem e acabei recebendo todo esse carinho do público. Estou muito feliz e emocionada com tudo o que aconteceu aqui. Foi um grande recomeço", comentou a atleta, que estava afastada das competições por conta de uma grave lesão no punho direito.

A ginasta falou também sobre a competição e as expectativas para o futuro.

"Consegui fazer bem o solo, mas no salto e nas paralelas ainda tenho algumas dificuldades. Estou satisfeita de um modo geral, mas é importante um atleta ser exigente com ele próprio para que possa evoluir cada vez mais. E, depois do Brasileiro, estou ainda mais motivada para continuar treinando e buscar bons resultados no futuro", garantiu.

Kaká aparece entre os finalistas do prêmio Bola de Ouro

O meia Kaká, que trocou o Milan pelo Real Madrid no meio do ano, é o único brasileiro na lista dos dez finalistas do prêmio Bola de Ouro 2009 anunciada neste domingo no site da revista France Football e no programa Téléfoot do canal TF1.

O favorito ao prêmio que será divulgado em dezembro é o argentino Lionel Messi, que liderou o Barcelona na conquista da Liga dos Campeões.

O Barcelona é o time com mais finalistas. Além de Messi, aparecem o sueco Zlatan Ibrahimovic e os espanhóis Andrés Iniesta e Xavi Hernández.

O Real Madrid, além de Kaká, tem o vencedor do prêmio no ano passado, o português Cristiano Ronaldo.

Também aparece entre os finalistas o camaronês Samuel Eto'o, que trocou o Barcelona pela Inter de Milão, caminho inverso de Ibrahimovic.

Veja a lista dos 10 finalistas:

Didier Drogba (Costa do Marfim, Chelsea)
Samuel Eto'o (Camarões, Barcelona e Inter de Milão)
Steven Gerrard (Inglaterra, Liverpool)
Zlatan Ibrahimovic (Suécia, Inter de Milão e Barcelona)
Andrés Iniesta (Espanha, Barcelona)
Kaká (Brasil, Milan e Real Madrid)
Lionel Messi (Argentina, Barcelona)
Cristiano Ronaldo (Portugal, Manchester United e Real Madrid)
Wayne Rooney (Inglaterra, Manchester United)
Xavi (Espanha, Barcelona)

sábado, 28 de novembro de 2009

O Domingo será assim...




Na volta de Robinho, City empata pela sétima vez seguida

Com o reforço de Robinho, que começou atuando entre os titulares após quase três meses afastado por lesão no tornozelo, o Manchester City conseguiu mais um resultado regular no Campeonato Inglês: ficou no 1 a 1 com o Hull City em casa, somando seu sétimo empate consecutivo. Com o resultado, o City manteve os 22 pontos, ficando na sexta colocação. O adversário, por sua vez, aparece em 14º, com 16 pontos.

Apesar da boa atuação que lhe rendeu aplausos no momento de sua substituição por Bellamy, aos 30 minutos do segundo tempo, Robinho não marcou nenhum gol. Neste caso, a missão de balançar as redes ficou para Wright-Phillips, que fez aos 45 minutos do primeiro tempo. Bullard, aos 45 do segundo, decretou o empate.

Já o outro time de Manchester, o United, foi muito mais eficaz ao bater o Portsmouth por 4 a 1 fora de casa, resultado que o colocou na vice-liderança, com 31 pontos, dois a menos que o líder Chelsea, que jogará neste domingo contra o Arsenal. Em campo, o grande destaque foi Rooney, que marcou três vezes - Giggs completou para o Manchester e Boateng descontou para o Portsmouth, que ainda é o lanterna isolado, com apenas sete pontos.

O West Ham, por sua vez, segue tentando fugir das últimas colocações. Neste sábado, não tomou conhecimento do Burnley e aplicou 5 a 3, com gols de Jack Collison, Junior Stanislas, Carlton Cole, Guillermo Franco e Luis Jiménez. Já Steven Fletcher (2) e Eagles descontaram para o time derrotado.

Por fim, o Fulham empatou com o Bolton por 1 a 1, gols de Damien Duff e Ivan Klasnic, enquanto o Blackburn ficou no 0 a 0 com o Stoke City e o Wigan passou pelo Sunderland por 1 a 0, gol solitário do atacante colombiano Hugo Rodallega.

Beckham fuma charutos escondido, diz jornal

O jogador britânico David Beckham tem um vício secreto: fumar charutos no jardim de sua casa em Los Angeles, segundo o jornal The Sun.

A esposa do jogador, a ex-Spice Girl Victoria, lhe proibiu de acender charutos dentro de casa, por isso ele tem que fumar do lado de fora.

"Ele gosta do sabor (do charuto). E acho que também da imagem que projeta. Muitas estrelas de Hollywood fumam", disse ao jornal um amigo do casal.

"Naturalmente, fuma os melhores, normalmente Cohibas, que custam US$ 50 cada", disse o amigo, segundo o qual este é o único vício do jogador.

Beckham foi fotografado na semana passada enquanto usava um inalador para aliviar os sintomas da asma. O jogador teria dito aos amigos que a asma não tem nada a ver com os bons charutos.

Os charutos são proibidos nos Estados Unidos devido ao embargo do governo americano contra Cuba, lembra o Sun, acrescentando que, por isso, são uma espécie de "prazer proibido nas festas mais luxuosas".

O porta-voz do jogador minimizou a importância da notícia e disse que Beckham não pode ser descrito como fumante, mas pode "ter dado alguma baforada no passado para festejar algo".

No adeus a Dorival e à Série B, Vasco perde e Ipatinga se salva

A despedida do técnico Dorival Júnior de sua vitoriosa passagem pelo Vasco não foi da maneira que o torcedor esperava. No fechamento da campanha do título da Série B e que marcou o retorno do clube à elite do Campeonato Brasileiro, o time carioca encerrou o ano com uma derrota por 2 a 0 para o Ipatinga, que comemorou a permanência na segunda divisão nacional e pôde festejar ao lado de seus torcedores no Estádio Ipatingão, em Minas Gerais, na tarde deste sábado.

Sem acordo financeiro para permanecer no comando em 2010, Dorival anunciou seu desligamento do clube nesta sexta-feira, um dia antes da despedida oficial. Na mira do Grêmio, o treinador só não esperava dar adeus com um resultado negativo, apenas o sexto em 38 jogos. Assim, o campeão fecha a Série B com 76 pontos e especula as chegadas de Ney Franco (Coritiba), Silas (ex-Avaí), Tite (ex-Internacional) e PC Gusmão (Ceará).

Já do outro lado da tabela, o Ipatinga pôde respirar aliviado após quase sete meses de angústia. Agora com 48 pontos, graças aos gols de Amilton e Thiago Matias, a equipe mineira se segura na segunda divisão na última rodada. Antes, era ameaçada apenas pelo Juventude, que teve a queda confirmada com a derrota por 2 a 1 para o Guarani, também neste sábado. Assim, fecha o grupo dos rebaixados à terceira divisão com Fortaleza, Campinense e o lanterna ABC.

Apesar da necessidade do Ipatinga de fazer a sua parte para não depender das forças do Guarani, que assim como o Vasco também festejava o acesso e a despedida da Série B, os gols salvadores só saíram no segundo tempo, graças à velocidade de Amilton e as falhas da defesa do time cruzmaltino, que optou por uma formação mista entre titulares e reservas.

Aos 12min, o atacante que substitui Márcio Diogo no primeiro minuto após o reinício aproveitou bobeira de Rafael Morisco na saída de bola, invadiu a área pelo lado direito e bateu forte para estufar as redes pela primeira vez na tarde. Já aos 24min, o mesmo Amílton foi deslocado por Magno e teve a reclamação atendida com a marcação de pênalti, bastante contestado pelos vascaínos. Na cobrança, Thiago Matias bateu no meio do gol, mas mesmo assim venceu Tiago e encerrou a angústia da torcida mineira.

FICHA TÉCNICA

Ipatinga 2 x 0 Vasco

Gols
Ipatinga: Amilton, aos 13min, e Thiago Matias aos 26min do 2º tempo

Ponto Forte do Ipatinga
- Crescimento no segundo tempo e aproveitamento das poucas chances criadas

Ponto Forte do Vasco
- Elton, que mostrou boa movimentação e levou perigo à defesa mineira

Ponto Fraco do Ipatinga
- Início nervoso de partida, sendo dominado pelos vascaínos

Ponto Fraco do Vasco
- Falta de criatividade de seus armadores e poucas oportunidades de gol

Personagem do jogo
Amilton, que entrou no início do segundo tempo, marcou o seu gol e sofreu um pênalti em seguida

Esquema Tático do Ipatinga
3-5-2
João Carlos; Alessandro Lopes, Max e Thiago Matias; Alex Silva, Fernando Miguel (Luciano Sorriso), Max Carrasco, Reina (Evandro) e Marinho Donizete; Márcio Diogo (Amilton) e Diego Silva; técnico: Flávio Lopes

Esquema Tático do Vasco
4-4-2
Tiago; Fagner, Dedé, Morisco e Pará; Nilton, Mateus (Magno), Fumagalli (Jeferson) e Alex Teixeira; Adriano (Robinho) e Élton; técnico: Dorival Júnior

Cartões Amarelos
Ipatinga: Max e Fernando Miguel
Vasco: Dedé, Mateus e Élton

Árbitro
Rodrigo Martins Cintra (SP)

Local
Estádio Ipatingão, em Ipatinga (MG)

Davydenko encerra tabu contra Federer e vai à final

Nikolay Davydenko venceu o número um do mundo Roger Federer pela primeira vez na carreira neste sábado e avançou à decisão do ATP Finals. Em um duelo emocionante, o russo superou o suíço por 2 sets a 1, parciais 6/2, 4/6 e 7/5.

Até então, Davydenko tinha perdido os 12 jogos que fez contra Federer. O adversário do russo sairá do confronto entre o sueco Robin Soderling e o argentino Juan Martin del Potro, que duelam ainda neste sábado, a partir das 18h45 (de Brasília).


Após deixar Rafael Nadal e Novak Djokovic de fora das semifinais do ATP Finals, Davydenko foi o responsável por mais uma surpresa em Londres. A decisão do torneio será neste domingo.


Contudo, o russo precisou suar muito para conseguir a vitória inédita, especialmente no terceiro set. No último game, da partida ele, inclusive, chegou a salvar um break point após estar vencendo por 30 a 0. Entretanto, foi buscar o placar e, em uma bola na rede do rival, fechou a partida.

Assim como havia ocorrido em todos os jogos de Federer até então, o suíço perdeu o primeiro set, etapa na qual cedeu nada menos de 12 pontos em erros não forçados para o russo. Mas aos poucos o número um do mundo foi crescendo e, na última etapa, chegou a presentear o público, devolvendo um smash do adversário com outro smash, este sim vitorioso.

Faltou, porém, a capacidade de decidir o duelo a favor de si, o que custou a Roger a tranquilidade de assegurar a ponta do ranking mundial até março de 2010.

Schumacher vence primeira bateria do Desafio das Estrelas

O veterano piloto Michael Schumacher venceu a primeira das duas provas do Desafio das Estrelas de Kart. Em um lance de esperteza, o alemão aproveitou-se de falha dos carros à sua frente para assumir a liderança e assim manteve a posição até a bandeirada final.

Quase no encerramento da bateria, o alemão viu os líderes Vitor Meira e Vitantonio Liuzzi se atrapalharem sozinhos em uma curva e, com o carro número 1 com as cores da Itália, assumiu a primeira colocação, saudando a torcida após o lance.

Liuzzi fez ótima prova, superando três adversários e chegando na segunda posição. O brasileiro Felipe Massa, que tinha ido muito mal na etapa classificatória, fez uma bela prova de recuperação e conseguiu chegar em terceiro. Lucas di Grassi perdeu uma posição em relação ao grid original, chegando em quarto, e Vitor Meira, em quinto, perdendo mais posições após o toque no segundo colocado.

Nelsinho Piquet não confirmou o bom prognóstico da sua pole position e perdeu várias posições durante o percurso, chegando em nono. Rubens Barrichello ganhou uma posição apenas, e foi o sexto. Tony Kanaan foi apenas o sétimo, e Antonio Pizzonia, pole position da etapa de domingo, o oitavo. Duda Pamplona, da Stock Car, ficou com a décima posição.

A segunda corrida do Desafio das Estrelas acontece no domingo, às 11h da manhã, em Florianópolis.

Brasileiro dá vitória ao Partizan em clássico tumultuado

O atacante brasileiro Cléo, ex-Atlético-PR, garantiu ao Partizan a vitória por 2 a 1 sobre o Estrela Vermelha no maior clássico do futebol sérvio. Mesmo com a vitória no estádio do time adversário, a torcida do Partizan queimou cadeiras do local e a polícia precisou intervir com jatos de água para acalmar a situação.

O senegalês Lamine Diarra abriu o placar para o Partizan logo aos quatro minutos, mas Knezevic, contra, estabeleceu o 1 a 1 antes do intervalo.

Cléo, 23 anos, marcou o segundo aos 16min do segundo tempo. No Brasil, ele defendeu também o Figueirense.

O curioso é que ele já defendeu o Estrela Vermelha, outro grande clube de Belgrado, e chegou a ser ameaçado de morte quando a transferência para o rival foi confirmada. Nenhum jogador tinha feito isso desde 1988.

A vitória deixa o Partizan em segundo lugar no Campeonato Sérvio com 13 rodadas disputadas - a liderança ainda é do Estrela Vermelha, um ponto à frente.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Sob olhar de Tevez, Del Potro bate Federer - Fotos






















"Só a parte técnica não é suficiente", diz Lucio Flavio

Em menos de 15 dias, o Botafogo teve duas atuações totalmente distintas no Brasileiro. Da apatia contra o Barueri para a raça diante do São Paulo. Na reta final do Brasileiro, o Botafogo sabe que a última impressão é a que fica. Por isso, domingo, frente ao Atlético-PR, em Curitiba, mesmo se o time estiver novamente em uma tarde infeliz, disposição não vai faltar.

Lucio Flavio esteve em campo nos dois jogos. E sabe que o time alvinegro só venceu o São Paulo porque lutou até o fim: "só a parte técnica não é suficiente. Temos que confiar no trabalho, nos companheiros e ter empenho".

Ele afirma que derrota para o Barueri ligou o alerta no elenco. "Por causa daquela goleada, nos preparamos mais para pegar o São Paulo", completou.

Assim como o Botafogo, o Atlético-PR também luta desesperadamente pela vitórias. As duas equipes somam 44 pontos, mas o rival está na frente na tabela porque tem mais vitórias (12 a 10): "todos vivem um certo momento de pressão. Não podemos nos dar mais ao luxo de errar", disse o apoiador, que com a ausência de Juninho, expulso contra o São Paulo, será o capitão.

O substituto do zagueiro será Emerson, que está confiante em fazer uma boa atuação. "É uma grande responsabilidade. No mínimo, tenho que fazer o que ele tem feito", comentou.

O jogador, que perdeu espaço no time para Wellington, não sente-se desprestigiado. "Tenho que esperar a oportunidade. Os dois encaixaram. Sou profissional e tenho que estar preparado quando surgir a chance".

Torcida contra o Flu A derrota de 5 a 1 sofrida pelo Fluminense para a LDU, no primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, foi bem recebida pelos jogadores do Botafogo. Os alvinegros acham que o resultado pode abalar o time tricolor, que também luta contra o rebaixamento no Brasileiro. "É um baque perder de cinco, o atleta sente. Eles fazem a mesma coisa que a gente, torcem contra também", disse Lucio.

Maradona pode ir ao sorteio da Copa como turista ou comentarista

Suspenso pela Fifa por dois meses, o técnico da seleção argentina, Diego Maradona, não poderá acompanhar in loco o sorteio que definirá os grupos da Copa do Mundo da África do Sul. Mas isso não quer dizer que ele não estará no país, no dia 4 de dezembro, quando as bolinhas começarem a ser retiradas dos potes.

Segundo a imprensa argentina, a AFA, sigla para a federação de futebol local, estuda maneiras de tentar "burlar" a sanção da Fifa. Maradona não comparecerá ao evento como técnico da Argentina. Aliás, nenhum membro da comissão técnica estará presente em solidariedade ao treinador. Apenas Julio Grondona, presidente da AFA, e Eduardo Deluca, membro da Conmebol serão os argentinos no sorteio.

Mas Maradona poderá estar presente na África do Sul como um "turista" ou então como comentarista de algum canal de televisão. O certo é que o treinador aproveitará a viagem a África do Sul para definir e conhecer as instalações do local em que seu time ficará concentrado na África do Sul.

A AFA esperava que a sanção imposta pela Fifa, motivada pelas declarações cheias de raiva e insultos a jornalistas argentinos, passasse a valer apenas em janeiro de 2010 para que Maradona pudesse estar no sorteio dos grupos e também no banco de reservas para dirigir a Argentina no amistoso contra a Catalunha. Com a negativa, Maradona não só está impedido de ir ao sorteio como também não irá nem fazer o reconhecimento de Camp Nou, estádio que receberá a partida. O time, convocado por Maradona, deverá ser dirigido por Héctor Enrique, da seleção sub-15.

Massa diz estar "muito ansioso" por sua volta às pistas

O piloto Felipe Massa disse estar muito ansioso para voltar a competir após o acidente ocorrido nos treinos do GP da Hungria, em julho passado.

Massa participa do Desafio Internacional de Kart, neste final de semana, em Florianópolis. Durante coletiva realizada na manhã desta sexta-feira, ele destacou que vem treinando pelo menos duas vezes na semana, mas que a volta a uma disputa tem um significado todo especial. "Estou retornando numa pista de kart, com pessoas que gosto e grandes nomes das Fórmula 1, como Michael Schumacher e Rubens Barrichello".

Além do retorno às pistas, o piloto brasileiro disse estar vivendo um momento muito especial. O primeiro filho, Felipinho, pode nascer a qualquer instante. "Existe a possibilidade de que eu seja pai neste final de semana. Aí deixo a corrida e vou vê-lo, sei lá o que faço", destacou. "O importante é que a Rafaella e Felipe estejam bem".

Massa chegou a comentar o acidente que o deixou fora das pistas por três meses. Ao falar sobre o mola que atingiu seu rosto, ele brincou e chegou a se afastar de Rubens Barrichello. "Melhor me precaver", brincou. "Falando sério, o Barrichello não tem culpa nenhuma. Se alguém tivesse culpa seria um mecânico, o que não é o caso. Fui atingido pela mola e acordei três dias depois sem saber o que havia acontecido".

Disputa com Greene me levou ao doping, diz Montgomery

Ex-recordista mundial dos 100m, o corredor Tim Montgomery foi condenado por envolvimento com tráfico de drogas. Só agora, porém, revelou alguns detalhes de sua nova vida após doping, inclusive aqueles que o fizeram perder a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Sidney de 2000 e anularam suas marcas históricas.

Em entrevista ao jornal inglês The Times, Montgomery contou que a busca pela superação do rival Maurice Greene foi o principal fator que o motivou a usar substancias proibidas. "Eu daria tudo para ser o homem mais rápido do mundo", declarou ele, que está preso por duas sentenças: uso de cheques falsificados e venda de heroína.

"Não queria deixar nada entrar em meu caminho, mas se eu achava que conseguia ser frio, Marion era ainda mais fria. Ela não se importava com nada", explicou o ex-atleta, citando sua relação com Marion Jones, também punida por doping. Segundo ele, o uso de doping por eles era tão comum que os produtos eram guardados na própria geladeira, onde disputavam espaço com os alimentos.

Além da revelação sobre o doping, Montgomery também narrou episódios de sua passagem pela prisão. "Eu não consigo expressar o quanto isto é ruim", analisa o ex-atleta, que conta também ter enfrentado brigas e tumultos entre gangues nas penitenciárias que passou nos últimos 18 meses. Mas, por outro lado, disse que seu talento para o atletismo tem sido sua salvação dentro da prisão.

Sobre a antiga profissão, Tim Montgomery deixou claro que está buscando a melhor forma em treinamentos numa pista de concreto dentro da prisão. Correndo com tênis, o ex-recordista diz estar fazendo 100m em 10.3s. "Me dêem três meses de treinamento e eu provavelmente posso diminuir a casa dos 10s", desafiou Montgomery, que, por enquanto, disse ter conquistado apenas uma coisa com sua habilidade no atletismo: o respeito dos outros presos.

Saiba mais sobre os craques que podem levar seu time ao título

Eles se mostraram decisivos durante todo o Campeonato Brasileiro e na reta final não será diferente. O jogo está complicado, bola para Hernanes, Adriano, D’Alessandro ou Diego Souza. Quatro equipes que lideram as chances de título, São Paulo, Flamengo, Internacional e Palmeiras dependem de seus craques para se consagrarem, como mostra o levantamento feito pelo Terra. Confira:

Hernanes, o ambidestro

Hernanes possui um diferencial em relação aos outros craques do Campeonato Brasileiro: é ambidestro. Nascido no Recife, agradece o pai até hoje por aconselhá-lo a treinar chutes e controle de bola com as duas pernas. Criou exercícios próprios para praticar sozinho, contra uma parede, depois dos treinamentos, os fundamentos que o deixaram eficaz tanto com a esquerda quanto com a perna direita. Nada por sorte divina ou talento nato. Consequência apenas da percepção e do treinamento exaustivo em busca da diferenciação.
Talvez por conta desta particularidade, Hernanes já povoou quase todos os setores do campo. Quando

foi lançado no time principal por Paulo Autuori, em 2005, o jogador era o famigerado polivalente, atuando tanto no meio de campo como na lateral direita. Emprestado para o Santo André em 2006, jogou de meia, quase atacante, e foi devolvido no final de ano desacreditado por uma temporada irregular.

Ressurgiu depois de uma excursão do São Paulo pela Índia, no início de 2007, e com a saída de Josué firmou-se como volante do técnico Muricy Ramalho ao lado de Richarlyson, sendo apontado como principal jogador da conquista do pentacampeonato nacional. Em 2008, jogou mais avançado em algumas partidas, ganhou chances na Seleção Brasileira e foi eleito o “Craque do Brasileirão”.

Hoje, é difícil definir a posição do jogador no meio-campo são-paulino. Ganhou a camisa 10 e, com mais liberdade do que nos outros anos, chegou a ser sacado por Muricy tamanha a má fase no primeiro semestre.

Recuperou-se com a chegada de Ricardo Gomes e é considerado o termômetro do time: se joga bem, a equipe vai no embalo; se não está inspirado, o sofrimento é certo.

Adriano, o tanque

Forte, matador e com uma canhota indefensável. Essas são as principais características do ídolo flamenguista Adriano, artilheiro do time rubro-negro e do Campeonato Brasileiro com 19 gols. Depois de brilhar nos gramados europeus com a camisa da Inter de Milão, o carioca voltou ao clube que o revelou para o futebol e, como um verdadeiro tanque nos gramados, levou o Flamengo a ser um dos candidatos ao título brasileiro

Depois de iniciar a carreira na Gávea e só atuar em 16 jogos com a camisa do Flamengo entre 2000 e 2001, Adriano foi vendido à Inter de Milão com apenas 18 anos. Novo e sem experiência, a equipe
o emprestou à Fiorentina e depois ao Parma. Mais maduro e com muito mais massa muscular, sua principal característica, Adriano voltou ao time de Milão para se tornar ídolo e ganhar o apelido de “Imperador”. Depois da morte de seu pai, em 2006, teve início a queda do império do carioca na Itália. A depressão por conta da morte do pai influenciou o desempenho do craque dentro de campo e gerou problemas com o alcoolismo.

As críticas da imprensa esportiva só pioraram a situação e Adriano foi afastado pelo técnico da Inter na época, Roberto Mancini. Sem oportunidades na Itália, o atacante foi emprestado ao São Paulo, voltando ao Brasil para iniciar um período de reabilitação física e psicológica. Depois de uma boa passagem pelo time tricolor paulista, marcando 17 gols em 28 jogos, o astro retornou à Itália para mais uma tentativa na Inter.

Mas Adriano não conseguiu repetir o desempenho de sua primeira passagem pelo clube e chegou a anunciar o abandono ao futebol por tempo indeterminado porque havia “perdido a alegria de jogar”. De volta ao Rio de Janeiro para se reencontrar com a alegria, Adriano teve seu contrato rescindido com a Inter e foi anunciado no Flamengo em maio.

D'Alessandro, o gringo

Se Andrés D’Alessandro resolver jogar tudo o que sabe, dificilmente os adversários terão chances de derrotar o Inter. Muito habilidoso e rápido, o argentino da equipe colorada é preciso nos passes e coloca os seus companheiros na cara do gol. Não é um goleador, mas um legítimo camisa 10. Inteligente e polêmico, D’Alessandro tem boa visão de jogo e pode decidir uma partida apenas com um toque na bola.

O argentino iniciou sua carreira no River Plate, em 1998, mas só foi se tornar conhecido pela torcida brasileira em 2003, quando, ainda no time argentino, acabou como o principal responsável pela eliminação do Corinthians na Copa Libertadores daquele ano. Do River foi direto para o futebol europeu, sendo contratado pelo Wolfsburg por 9 milhões de euros. Na temporada 2005/2006 foi mais valorizado. O Portsmouth comprou o jogador por 16 milhões de euros. Emprestado ao San Lorenzo em 2008, o meia argentino jogou a Libertadores e, ao término do empréstimo, foi adquirido pelo Inter por 5 milhões de euros.

Depois de uma ótima primeira temporada com a camisa do time gaúcho, D’Alessandro caiu de rendimento no início deste ano, amargou alguns jogos na reserva e chegou a ser afastado por conta da suspensão imposta pelo STJD, que deixou o jogador de fora do Campeonato Brasileiro por cinco jogos. O motivo foi a tentativa de agressão ao zagueiro corintiano William, na final da Copa do Brasil, conquistada pelo time alvinegro.

As polêmicas e os lapsos de craque tornaram D’Alessandro um dos ídolos do Inter. O carinho da torcida pelo meio-campista e do próprio argentino com os fãs colorados é tanto que o camisa 10 chegou a desenhar um símbolo do time gaúcho na parte de trás da cabeça no início do ano.

Diego Souza, o chapa-quente

Principal jogador do Palmeiras, Diego Souza consegue aliar habilidade, rapidez e ótimo desempenho utilizando o corpo para proteger a bola. Como atacante ou meia-armador, o camisa 7 da equipe do Palestra Itália dita o ritmo da partida. Quando pega na bola, levanta a cabeça, tranquiliza o time ou dá velocidade com as suas arrancadas.

Diego Souza iniciou a carreira no Fluminense e tornou-se profissional em 2003, ficando por dois anos no clube das Laranjeiras. O bom momento fez o jogador ser vendido para o Benfica, em maio de 2005. Mesmo sem jogar na equipe portuguesa, acabou emprestado ao Flamengo, gerando polêmica por ter sido criado no rival Flu. Com o término do contrato com o time rubro-negro, foi emprestado ao Grêmio. Lá, chegou à final da Copa Libertadores de 2007. O ótimo futebol abriu os olhos da Traffic, parceira do Palmeiras, que comprou os direitos federativos do carioca e o colocou no elenco alviverde em 2008.

No entanto, quando chegou ao Palmeiras, Diego Souza não conseguiu mostrar o futebol da época de Grêmio. Mesmo assim, as atuações brilhantes do camisa 7 em 2009 o colocaram como o principal favorito para ganhar o prêmio “Craque do Brasileirão”, entregue anualmente pela CBF ao principal jogador da competição.

Mas o carinho da torcida alviverde só foi confirmado no dia 18 de abril, na semifinal do Campeonato Paulista. Na ocasião, se desentendeu com o zagueiro Domingos. Diego Souza foi expulso, voltou a campo e deu uma rasteira no santista, para delírio da torcida no Palestra Itália. Depois disso, recebeu elogios e críticas, inclusive sendo comparado ao ídolo Edmundo, que também era conhecido pelo seu comportamento explosivo nas quatro linhas. A fama é tanta que o camisa 7 entra em campo e ouve da torcida: “sai, sai da frente. Sai que o Diego é chapa-quente”.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Soderling derrota Djokovic e garante vaga na semifinal

O sueco Robin Soderling se classificou para a semifinal do ATP Finals na tarde desta quarta-feira. Depois de estrear com vitória diante do espanhol Rafael Nadal, ele venceu pela primeira vez o sérvio Novak Djokovic, atual campeão do torneio que reúne os oito melhores da temporada, em Londres.

Soderling aplicou 10 aces e não cometeu duplas faltas. Com 67% de aproveitamento no primeiro serviço, ele converteu 32 dos 40 pontos depois de encaixar o saque inicial. O sueco se defendeu com sucesso nas duas vezes em que teve seu saque ameaçado e aproveitou três das oito chances para quebrar o rival.

Substituto do lesionado norte-americano Andy Roddick no ATP Finals, Robin Soderling, nono colocado no ranking da ATP, aplicou 31 winners, 18 a mais que seu rival. Estreante no torneio, o sueco venceu por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-5) e 6/1.

A vitória no torneio disputado na capital britânica é a primeira de Soderling sobre Djokovic em seis jogos. Atual terceiro colocado no ranking da ATP, o sérvio venceu os primeiros cinco duelos contra o sueco, dois deles nesta temporada: na semi de Pequim e nas quartas do Masters 1000 de Paris.

Em mais um confronto válido pelo Grupo B do ATP Finals, Rafael Nadal enfrenta o russo Nikolay Davydenko ainda nesta quarta-feira. A partida é importante para definir as chances de Novak Djokovic no torneio. Com as duas vitórias, Soderling já garantiu, pelo menos, o segundo lugar da chave

Audi compra 9% das ações do Bayern de Munique

A montadora Audi adquiriu 9,09% das ações do Bayern de Munique, informou nesta quinta-feira a própria equipe, que está em sétimo lugar no Campeonato Alemão e luta para avançar às oitavas de final da Liga dos Campeões.

O presidente do clube, o ex-jogador Karl-Heinz Rummenigge, disse por meio de um comunicado que "o novo sócio abrirá muitas novas oportunidades para o Bayern em nível mundial", mas não especificou o valor do negócio.

A montadora alemã já tinha um contrato publicitário com o time até 2019, e passa a ser o segundo maior acionista do Bayern, depois da fabricante de roupas e equipamentos esportivos Adidas.

Marta e Cristiane disparam média de gols da Copa do Brasil

A presença de duas jogadoras de classe mundial fez decolar a média de gols da Copa do Brasil de futebol feminino de 2009. Com Marta e Cristiane em campo, o Santos já marcou um caminhão de gols na competição, que atualmente está na fase semifinal.

As duas jogadoras são as principais responsáveis pelo crescimento na média de gols do torneio: em 2007, o índice foi de 3,62 gols por jogo, subindo para 3,68 no ano seguinte. Em 2009, com ambas em campo pelo Santos, o número já está em 4,74 gol por jogo.

Sozinhas, Marta (15) e Cristiane (10) foram responsáveis por 25 dos 38 gols marcados pelas santistas em cinco jogos, com vitórias por 5 a 1 sobre o Cresspom, 12 a 0 e 11 a 0 sobre o Mixto, e 4 a 0 e 7 a 0 sobre o Novo Mundo.

No ano passado, por exemplo, a artilharia da Copa do Brasil de futebol feminino ficou com Suzana, também do Santos, que marcou sete gols.

Santos e Pinheirense se enfrentam nesta quinta-feira, às 21hrs (de Brasília) em Bauru, no Estádio Alfredo Castilho. No mesmo local, na sexta, o Botucatu pega o São Francisco, para definição dos finalistas. A decisão será na próxima terça-feira, no Pacaembu.

Em duas edições do torneio, os títulos ficaram com Mato Grosso do Sul/Saad, em 2007, e com o Santos, em 2008.

África do Sul prepara palco para sorteio da Copa de 2010

Faltando uma semana para o sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2010, os organizadores do Mundial da África do Sul já preparam o palco da cerimônia do próximo dia 4. O evento será na Cidade do Cabo, uma das cidades escolhidas para receber os jogos da competição.

Depois de definidas as 32 vagas à Copa, a Fifa anunciará no próximo dia 2, dois dias antes do sorteio dos grupos do Mundial, os oito cabeças de chave da competição. As nações classificadas serão divididas em quatro potes, que definirão os oito grupos do Mundial. A decisão ficará sob responsabilidade do Comitê Organizador.

Para definir os "oito favoritos", a Fifa considerará a posição no ranking mensal da entidade. Em relação aos outros três potes, a federação também levará em conta a posição geográfica das 24 nações restantes.

Nesta edição do Mundial, os sete países campeões da Copa estarão presentes, como ocorrera em 2002, no Japão e Coreia do Sul. Dentre os vencedores, apenas o Uruguai não deverá ser um cabeça de chave, pelo fato de não repetir boas campanhas nos últimos anos.

Perto dos 40ºC, Inter treina para decisão contra o Sport

Na manhã desta quinta-feira, o Internacional fez o último treino antes de viajar para o Recife, onde enfrentará o Sport, domingo, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe colorada sofreu com o forte calor de Porto Alegre. Segundo a assessoria de imprensa, a sensação térmica no Beira-Rio beirava os 40ºC.

O técnico Mário Sérgio dividiu o campo em dois. De um lado, o treinador comandou um treino de finalizações contra os goleiros Lauro e Michel Alves. Enquanto isso, do outro lado do campo, o técnico insistiu nas jogadas ofensivas de bolas aéreas.

Aos poucos o calor foi diminuindo e o tempo foi fechando em Porto Alegre. Mas o treino já chegava ao fim.

Na lista de relacionados para a partida contra o Sport, Mário Sérgio colocou algumas novidades. Marinho e Talles Cunha aparecerão e ficam à disposição do treinador para o duelo decisivo.

Confira a lista de relacionados:

Lauro, Kléber, Índio, Guiñazu, Glaydson, Giuliano, Fabiano Eller, Edu, Danilo, Daniel, D'Alessandro, Andrezinho, Alecsandro, Alan Kardec, Talles Cunha, Taison, Sandro, Michel Alves, Marquinhos, Marinho.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Polícia austríaca divulga causa da morte de jogador brasileiro

A polícia austríaca informou nesta quarta-feira que o jogador brasileiro Marcelo da Silva Moço, 30 anos, se suicidou no domingo em casa, na localidade Parndorf, ao leste da capital Viena, por razões desconhecidas.

Marcelo jogava desde janeiro de 2007 no clube da segunda divisão austríaca Parndorf, e em meados do ano foi transferido ao ASK Bruck-Leitha.

A imprensa local informou que, no sábado passado, Marcelo foi detido em um controle de trânsito pela polícia quando dirigia embriagado, e perdeu a licença para dirigir.

Aparentemente, o brasileiro - que tinha se divorciado e tinha uma filha de 8 anos no Brasil - estava com saudade de seu país e queria ver a menina, e deveria viajar para casa em 6 de dezembro.

Antes de se enforcar no porão de casa, o meia tinha se reunido no sábado com a equipe para comemorar a vitória por 6 a 0 contra o Wilfeinsdorf, um time local.

Johann Schneider, dirigente do Parndorf, disse a um jornal local a namorada do brasileiro informou à Polícia sobre o ocorrido.

A morte do jogador ocorre a menos de duas semanas do suicídio do goleiro da seleção alemã Robert Enke, que sofria de depressão, em meio a rumores de que o brasileiro pudesse ter o mesmo problema.

Roth vê 2ª indicação a prêmio como "prova de competência"

Criticado por boa parte da imprensa e odiado por muitos torcedores do Atlético-MG, o técnico Celso Roth comemora o fato de ter sido indicado, pela segunda vez consecutiva, como um dos melhores técnicos do Campeonato Brasileiro. Para ele, isso só demonstra a qualidade de seu trabalho.

"A gente se sente envaidecido de ter o trabalho reconhecido. Não é fácil. O Brasileiro é muito difícil, muito longo e a gente ter essa oportunidade duas vezes seguidas mostra, no mínimo, competência", destacou. Ano passado, quando dirigia o Grêmio, Roth perdeu o prêmio para Muricy Ramalho, campeão com o São Paulo.

Para o treinador, o Atlético - que não era cotado como candidato ao título - surpreendeu ao queimar etapas nesta temporada, já que o plano do presidente Alexandre Kalil era de iniciar um processo de restruturação, pensando em colher os bons resultados em 2010.

"O trabalho de reconstrução ficou em segundo plano, porque o resultado fala mais alto que qualquer coisa. A gente só fica um pouco frustrado porque, em determinado momento, tínhamos certeza que esse time chegaria na disputa do título, mas, infelizmente, não conseguimos", concluiu.

Das 36 rodadas disputadas no Brasileirão, o time de Celso Roth esteve entre os quatro primeiros em 24, tendo sido o líder da competição em oito delas. Agora, em 5º lugar, com 56 pontos, luta para garantir ao menos a vaga na Libertadores de 2010.

Pane em avião "divide" campeões da Seleção de vôlei

Vencedora da Copa dos Campeões, no Japão, a Seleção Brasileira masculina de vôlei desembarcou desfalcada no país nesta quarta-feira. Devido a uma pane no voo que traria oito jogadores e a comissão técnica de volta para casa, apenas os atletas da Cimed conseguiram desembarcar em território nacional.

Por terem disputado o Mundial de clubes no Catar antes da disputa da Copa dos Campeões, o levantador Bruno, os centrais Lucão e Éder, o ponteiro Thiago Alves e o líbero Mario Jr. tinham passagem de volta garantida desde Londres pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB). Exceção feita a Leandro Vissotto, que mora na Itália, os outros atletas completariam a viagem com escala em Paris, mas o Boeing 777/200 utilizado pela Air France teve problemas técnicos e precisou retornar à capital francesa.

"O que faz dessa equipe vencedora é que a galera está muito unida. Só assim mesmo para dividir esse grupo", comentou o levantador Bruno, que também é filho do técnico Bernardinho. "O meu pai me mandou uma mensagem perguntando se a gente tinha chegado e avisando (do problema). Eles acabaram ficando por lá. Um azar, mas de qualquer forma eles vão poder dar uma passeada por Paris", sorriu.

O grupo parado na França é composto por Giba, Marlon, Murilo, Rodrigão, Sergio Escadinha, Sidão, Théo e Thiago Barth, além da comissão encabeçada pelo técnico Bernardinho. Com dificuldades em conseguir tantos assentos em outro voo, o restante do time ainda não tem previsão de chegar ao Brasil.

O título da Liga dos Campeões foi o terceiro em três torneios disputados pelo Brasil em 2009. Durante toda a temporada, o grupo perdeu apenas uma partida.

Em comunicado, a Air France confirmou o o incidente e deu explicações sobre os problemas. Veja a nota na íntegra:

A Air France confirma que o voo 454 de 24 novembro 2009, operado por um Boeing 777-200, ligando Paris a São Paulo retornou devido a razões técnicas, para Paris. Os 252 passageiros foram assistidos em Paris e lhes foi proposta hospedagem ou re-encaminhamento em outros voos comerciais, ou no voo AF 454A, que partirá nesta quarta-feira dia 25 de novembro, do aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, às 22h30 e chegará em São Paulo dia 26 de novembro às 7h10, horário local.

Da mesma forma, o voo de retorno, o AF 455A, seguirá novo horário: partirá do aeroporto de São Paulo Guarulhos às 09h10 de 26 de novembro, com chegada prevista em Paris para 23h20, hora local. Os passageiros do voo AF 455A também receberam a devida assistência.

A Air France apresenta desculpas pelos inconvenientes ocasionados e suas equipes comerciais farão o necessário para atender seus clientes.

Hamilton deixa Button e Alonso para trás em bolsas de apostas

Jenson Button é o atual campeão mundial, Fernando Alonso acumula duas conquistas e está prestes a estrear pela Ferrari, mas quem lidera mesmo as apostas para a próxima temporada da Fórmula 1 é Lewis Hamilton. Faltando 106 dias para o início do Mundial de 2010, as casas de apostas pagam 3,50 euros a cada 1 investido no título do novo companheiro de Button na McLaren.

Mesmo com um desempenho irregular em 2009, assim como Hamilton, Alonso é o segundo da lista, com 4 euros pagos a cada 1 investido. O que o fez alçar a essa condição foi sua ida para a Ferrari, anunciada oficialmente antes mesmo de a atual temporada terminar.

Apesar de ter feito a alegria de quem apostou em sua conquista em 2009, Button não figura entre os favoritos ao título para 2010 - é o quarto na lista, com 9 euros pagos a cada 1 investido. À frente dele, além de Hamilton e Alonso, está Sebastian Vettel, da Red Bull, que ficou com o vice nesta temporada.

Felipe Massa aparece na quinta colocação entre os favoritos nas casas de apostas depois de se recuperar do grave acidente no GP da Hungria deste ano, que o deixou de fora do restante da temporada. O estreante Bruno Senna tem poucos apostadores e alguns pilotos sem equipe, como Jarno Trulli, podem render a um apostador 151 euros a cada 1 investido em sua conquista.

Torcida do Barcelona usa Ronaldo para provocar astro do Real

Recuperado de lesão, Cristiano Ronaldo deverá enfrentar o Barcelona no clássico do próximo domingo, pelo Campeonato Espanhol, e terá que suportar as provocações dos torcedores rivais. Isso porque uma torcida organizada do time catalão promete ironizar o camisa 9 do Real utilizando uma faixa em homenagem ao atual atacante do Corinthians, Ronaldo.

O brasileiro, eleito como melhor do mundo pela Fifa em 1996, 1997 e 2002, defendeu Barcelona e Real Madrid, mas foi pelo clube catalão que Ronaldo viveu seu auge em meados da década passada.

Segundo o site Goal.com, a Boixos Nois, torcida organizada do Barcelona, levará ao clássico uma bandeira no formato da camisa do time catalão com o número nove e o nome Ronaldo. Além disso, os fãs prometem entoar o canto: "só há um Ronaldo e ele não é português".

Por coincidência, no início deste ano, a loja virtual do Manchester United, então clube do português Cristiano Ronaldo, vendia uma camisa com os dizeres: "There's only one Ronaldo" (há apenas um Ronaldo, em português).

O Corinthians, que havia acabado de contratar o brasileiro, sentiu-se provocado e respondeu também com uma camisa na qual havia a incrição.

"Só existe um Ronaldo que: marcou 3 gols contra o Manchester United em pleno Old Trafford, foi eleito 3 vezes o melhor jogador do mundo pela Fifa, conquistou 2 Copas do Mundo, é o maior artilheiro em Copas e por 3 vezes deu a volta por cima".

Torcida do Flu faz fila para decisão da Sul-Americana

A torcida do Fluminense formou filas gigantes na porta do Estádio do Maracanã para comprar ingressos para dois jogos decisivos da equipe no ano. A diretoria já colocou à venda os bilhetes para a partida de volta da final da Copa Sul-Americana, dia 2 de dezembro, contra a LDU, e para o duelo deste domingo contra o Vitória, pelo Campeonato Brasileiro.

A primeira partida da decisão da Sul-Americana será realizada nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), em Quito, no Equador.

A comercialização dos ingressos começou conforme o horário pré-estabelecido (9h), e funcionários da Ferj organizaram a fila desde a madrugada, colocando grades e fiscalizando os chamados "furões". Nesta manhã, a Polícia Militar também esteve presente e ajudou na organização.

Ao todo há 12 guichês vendendo os ingressos na bilheteria 5, sendo que três são destinados às cadeiras azuis. A bilheteria 7 vende somente entrada inteira.


Pontos de venda e preços dos ingressos:

Fluminense x Vitória - 29 de novembro

Pontos de venda: Bilheterias 5 (venda de meia-entrada e inteira) e 7 (apenas inteira) do Maracanã , Terra Encantada (Barra da Tijuca), Sede do Vasco da Gama (São Januário) e Tijuca Tênis Clube (Bilheteria da Rua Desembargador Isidro).

Preços: arquibancadas verde, amarela e branca, além das cadeiras azuis, custarão R$ 15.

Fluminense x LDU (EQU) - 2 de dezembro

Pontos de venda: Bilheterias 5 (venda de meia-entrada e inteira) e 7 (apenas inteira) do Maracanã , Terra Encantada (Barra da Tijuca), Sede do Vasco da Gama (São Januário) e Tijuca Tênis Clube (Bilheteria da Rua Desembargador Isidro).

Preços: R$ 40 (arquibancada branca), R$ 30 (arquibancada verde/amarela), R$ 20 (cadeira inferior) e R$ 120 (cadeira especial).

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Cristiano Ronaldo volta ao Real Madrid após 55 dias

Após 55 dias afastado por lesão, o atacante Cristiano Ronaldo voltou a ser relacionado pelo técnico Manuel Pellegrini para uma partida e estará, pelo menos no banco, no confronto desta quarta entre Real Madrid e Zurique pela Liga dos Campeões.

"Cristiano Ronaldo entra na relação. Esteve bastante solto nos últimos dias de treino e veremos quanto tempo joga amanhã (quarta)", assegurou Manuel Pellegrini.

A presença do atacante português, que em princípio jogará apenas 30 minutos, é a grande novidade da convocação do Real. A única ausência por lesão será a do meio-campo Guti.

Com seu astro de volta, o time espanhol tenta seguir na zona de classificação às oitavas de final da Copa dos Campeões. O Real inicia a rodada como segundo colocado do Grupo C, com sete pontos, mesmo número que o Milan e um de vantagem para o Olympique de Marselha.

Fifa pode adotar dois árbitros assistentes na Copa 2010

Diante de recentes episódios controversos nos campos de futebol ao redor do mundo, o presidente da Fifa decidiu convocar o comitê executivo da entidade para uma reunião de emergência, que será realizada no começo de dezembro. Segundo o jornal inglês Daily Mail, Joseph Blatter estaria disposto até a analisar a viabilidade de acrescentar dois árbitros assistentes já nos jogos do próximo Mundial, em 2010.

Os dois árbitros assistentes se juntariam ao árbitro do jogo e aos dois assistentes laterais, posicionando-se atrás da linha de gol e tendo como missão observar tudo o que se passa na grande área, principalmente faltas e condutas anti-esportivas. A proposta é defendida inclusive pelo presidente da Uefa, o francês Michel Platini.

De acordo com o periódico, o gol polêmico marcado por Thierry Henry contra a Irlanda do Norte, em partida que classificou a França para a Copa do Mundo 2010, teria feito Sepp Blatter mudar de ideia com relação a utilização de mais dois assistentes em campo. O jogo, aliás, seria o principal ponto da reunião.

"Não tenho dúvidas que Platini vai usar este incidente para defender sua proposta e fazer com que eles digam a IFAB (International Football Association Board, responsáveis pelas regras do jogo) que a querem na Copa do Mundo", opinou Gordon Smith, dirigente da federação escocesa e membro do conselho de arbitragem.

O único empecilho para a viabilização da proposta de Platini já na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, é que o IFAB se reúne apenas em março do ano que vem e, normalmente, só adota as mudanças que sejam aprovadas com mais de 75% dos votos do conselho na temporada seguinte. O Mundial da África do Sul tem início em 11 de junho de 2010.

Além disso, a reunião de emergência deve abordar outros dois assuntos recentes: a violência entre torcedores no confronto Egito x Argélia, pelas Eliminatórias da Copa 2010, e os recentes casos de corrupção de resultados no futebol europeu. A reunião deve acontecer no dia 2 de dezembro, um dia antes do encontro do ExCo (Conselho Executivo da Fifa), na Cidade do Cabo, África do Sul.

Jogadores do Paraná ameaçam fazer greve e não treinam

Uma situação inusitada chamou a atenção nesta terça-feira na Vila Capanema. Os jogadores do Paraná se recusaram a fazer o treinamento desta manhã, sob alegação de atraso em pagamentos que seriam de direitos de imagem.

O grupo esperava pelo presidente Aurival Correia, mas teve que se contentar com uma conversa com o diretor de futebol, Paulo Wetel, e com o gerente do departamento, Beto Amorin. O mandatário não apareceu no clube.

Apesar da conversa com os dois dirigentes não houve acordo e os jogadores boicotaram o treinamento.

À tarde, uma nova atividade está programada para as 16h (de Brasília), mas ainda não há garantia de participação do elenco. O presidente Aurival, desta vez, deve comparecer à Vila.

E ainda que não treinem durante a semana, os jogadores devem participar do jogo com o Fortaleza, na próxima sexta-feira, na rodada final da Série B.

No grupo mais embolado, Barcelona joga a vida contra Inter

O Barcelona recebe a líder Inter de Milão, a partir das 17h30 (de Brasília) desta terça-feira, precisando de uma vitória para manter as chances de classificação no embolado Grupo F da Liga dos Campeões. Uma derrota pode custar a eliminação precoce da equipe já nesta rodada.

Para cumprir o objetivo em casa e não depender de um tropeço do segundo colocado, Rubin Kazan, o time do técnico Josep Guardiola deve deixar de lado o clássico local com o Real Madrid no próximo domingo, no mesmo Camp Nou. A importância do jogo desta terça pode ser medida pelas declarações do presidente do clube, Joan Laporta, que aposta na força da torcida azul-grená para chegar ao triunfo.

"Não estou pensando ainda no clássico. Estou concentrado na Inter", disse o mandatário, ao pedir concentração do grupo apenas no adversário italiano. "Estamos obrigados a vencer. Se não o fizermos, estaremos praticamente fora. Não podemos ficar dependentes do Kiev. Em casa, diante da nossa torcida, apresentaremos um time para ganhar a partida", acrescentou o otimista dirigente espanhol.

A principal dúvida para a partida é o meia-atacante argentino Lionel Messi, que sentiu uma lesão no músculo da coxa esquerda no final de semana e preocupa a comissão técnica. Quem está garantido por Guardiola é o atacante sueco Ibrahimovic, que defendia justamente a Inter na temporada passada - o reencontro já ocorreu, no empate sem gols entre os dois times, em setembro.

Outro que volta a enfrentar o ex-time é Eto'o. O atacante camaronês da Inter retorna ao Camp Nou, onde conquistou diversos títulos pelo Barcelona, para tentar manter a liderança de seu novo time na chave. O técnico da Inter, José Mourinho, prega respeito ao adversário, já que este jogará na condição de mandante, e também faz mistério quanto à escalação titular para o jogo.

"Maicon, Lúcio, Samuel e Chivu, os de sempre", disse o treinador português, revelando somente o sistema defensivo, que conta ainda com o goleiro brasileiro Júlio César. A principal dúvida do time italiano em Barcelona é o atacante Sneijder, e Mourinho garante ainda que a confirmação de Messi ou não na partida em nada afetará a formação que tem pensado para levar a campo nesta terça.

No outro jogo do grupo, a sensação Rubin Kazan - que já tirou pontos importantes do Barcelona no torneio - joga em casa diante do Dínamo de Kiev. Com os mesmos cinco pontos que o concorrente espanhol e um a menos que a líder Inter de Milão, o time russo pode sacramentar sua vaga nas oitavas de final de maneira antecipada.

Carro da Campos é homologado pela FIA

Bruno Senna pode comemorar: o chassi de seu carro da Campos já foi homologado pela FIA. No último dia 18 de novembro, a entidade máxima do automobilismo realizou rigorosos testes em Dallara, na Itália.
Os resultados foram todos considerados satisfatórios. Assim, a escuderia pode continuar a desenvolver o carro que será guiado pelo sobrinho do tricampeão mundial Ayrton Senna na próxima temporada da Fórmula 1.

"É uma grande satisfação receber essa homologação. Isso mostra a qualidade técnica dos nossos parceiros e fornecedores, que nos ajudarão muito na nossa estreia na F1", disse o dono da equipe, Adrian Campos

Dunga brinca com Romário e mantém suspense sobre Ronaldo

O técnico Dunga manteve nesta terça-feira o suspense em relação ao retorno do atacante Ronaldo à Seleção, mas "convocou" outro ídolo da torcida brasileira: Romário, atualmente dirigente do América-RJ.

"O Romário vai jogar amanhã (quarta) hein? Está na lista (dos prováveis convocados)", brincou Dunga, lembrando que o ex-atacante estará em campo no duelo contra o Artsul, que pode dar o título da segunda divisão estadual ao time carioca.

Ainda descontraído, Dunga elogiou o trabalho de Romário na nova função. "Visitamos o Romário e vimos o seu comprometimento no América-RJ. Está até acordando cedo", gargalhou. "O time subiu e foi por méritos. Nada é por acaso".

Já sobre Ronaldo, o técnico da Seleção foi vago. Disse que, da mesma forma que o artilheiro do Corinthians, muitos outros jogadores ainda sonham com um lugar no grupo que tentará buscar o hexa na África do Sul.

"Assim como tem o Ronaldo, Ronaldinho, Pato, todos que estão fora querem a Seleção. E quem está na Seleção não quer ficar fora. Então o treinador tem que ouvir tudo e ir pelas suas análises", finalizou Dunga.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Phelps garante: derrotas recentes o "acenderam" para 2010

A viagem de Michael Phelps à Europa para participar de duas etapas da Copa do Mundo de natação em piscina curta renderam "provas horrorosas e muito lentas" para ele, conforme sua própria avaliação. Porém, o nadador garante que as derrotas também o "acenderam" visando 2010, quando treinará duro novamente.

Antes mesmo de ir a Moscou e Estocolmo há duas semanas, Phelps já havia adiantado que não estava em boa forma e assim não esperava grandes resultados - na verdade, ele não utilizou, ao contrário da concorrência, os supermaiôs que serão banidos a partir do ano que vem, já treinando com o equipamento antigo que voltará obrigatoriamente a ser utilizado.

Mesmo assim, o americano admite nunca ser bom perder, ainda mais para um homem que soma 14 medalhas de ouro olímpicas. "Foram provas horrorosas e muito lentas", avaliou ele, que na Copa do Mundo faturou somente uma prata, nos 200 metros medley, e um bronze, nos 100 m da mesma modalidade. O atleta não foi nem sequer finalista em provas de 200 m livre e 100 m borboleta, nas quais é especialista.

De volta aos Estados Unidos, Phelps disse que teve pela primeira vez em muito tempo uma semana verdadeira de treinos, já que as derrotas na Europa o motivaram na busca por retomar o brilho. "Eu sabia que não estava preparado e estou bem com isso. De certa forma até fiquei feliz, pois isso acende um pouco mais o fogo. É alto que vai me empolgar ainda mais".

Antes de encerrar a temporada, ele compete ainda em uma prova entre 18 e 19 de dezembro em Manchester. Depois, iniciará a preparação para os campeonatos mais importantes do próximo ano - a seletiva americana para o Mundial de 2011 e o Pan-Pacífico, ambos marcados para agosto.

"Os grandes eventos não acontecem em outubro ou novembro", ressaltou Phelps, que já sai na frente dos rivais em termos de adaptação com os maiôs antigos. "Será diferente nadar com eles. Provavelmente terei de treinar de uma forma diferente porque você tem de estar em uma forma melhor para utilizá-los".

Itália detém presidente de clube e mais 8 por apostas ilegais

A Polícia da Itália deteve nesta segunda-feira nove pessoas, entre elas o presidente do Potenza, clube de uma divisão inferior no país, por envolvimento em uma rede de apostas ilegais relativas a várias partidas.

Entre os detidos, além do presidente Giuseppe Postiglione e vários de seus colaboradores no Potenza, está Luca Evangelista, dirigente esportivo da equipe Pro Vastese, e Antonio Cossidente, considerado pelos investigadores membro do crime organizado.

Todos eles são acusados de fraude esportiva e apostas ilegais. Ainda há outras 20 pessoas sendo investigadas.

As partidas incluídas na investigação por supostas fraudes são oito: uma da série B (segunda divisão) e sete da série C1 (terceira) das temporadas 2007-2008 e 2008-2009.

Mercedes confirma tendência e anuncia Rosberg para 2010

Antes mesmo da conferência de imprensa marcada para começar às 10h (de Brasília) desta segunda-feira, a Mercedes-Benz confirmou a contratação de Nico Rosberg. Aos 24 anos, Rosberg já garante ao menos um piloto alemão no quorum da equipe que fará sua reestreia na Fórmula 1 em 2010.

Curiosamente, o anúncio realizado pela Mercedes GP, que deveria apenas vir na entrevista coletiva, veio à tona antes no site da antiga Brawn GP. Desde que encerrou a parceria com a McLaren para comprar 75,1% das ações dos atuais campeões mundiais de construtores, a montadora ainda não criou um site proprio visando à Fórmula 1.

Com a novidade, o desejo da marca em ter um alemão como titular enfim se concretiza - isso acabou não acontecendo nos 14 anos em que tinha poder nas decisões da McLaren.

No comunicado oficial divulgado nesta segunda, a companhia lembra que seu programa de desenvolvimento de pilotos teve como participante exatamente Rosberg entre 1997 e 2000.

"Estou muito feliz por fazer parte do relançamento do 'Silver Arrows' em 2010 como piloto da Mercedes. Tenho muito orgulho de agora conduzir na equipe Mercedes e trabalhar com Ross Brawn. Estou mais motivado que nunca, e mal posso esperar para começar os testes com o novo carro e para a primeira corrida da nova temporada no Bahrein, em 14 de março de 2010", afirmou Rosberg, em entrevista ao site da antiga Brawn GP.

Para ser o companheiro de Rosberg, a Mercedes estuda duas possibilidades: Nick Heidfeld, também alemão, ou Kimi Raikkonen, finlandês que está sem equipe desde a chegada de Fernando Alonso à Ferrari.

Vencedor da Copa dos Campeões, Brasil ganha tudo em 2009

Nesta segunda-feira, a Seleção brasileira masculina de vôlei poderia até perder e ainda assim garantir o título da Copa dos Campeões. Entretanto, a equipe fez questão de manter-se como a única invicta na competição, depois da vitória por 3 sets a 0, com parciais de 25/12, 26/24 e 25/22, sobre o Japão.

Com quatro vitórias nas rodadas passadas da Copa dos Campeões, o Brasil chegou à última rodada com uma grande vantagem sobre os concorrentes. Depois que Cuba aplicou 25/14, 25/22, 15/25 e 25/12 sobre o Irã, o plantel também chegou ao quarto êxito, porém levava a pior no primeiro critério de desempate - tinha 1,129 no point average, contra 1,192 do Brasil.

Essa classificação fazia com que somente uma derrota fácil para o Japão pudesse mudar a história do torneio. A chance de isso acontecer era quase nula e o Brasil já dava vistas que não aconteceria, já que no primeiro set os donos da casa foram derrotados por impiedosos 25/12. No set seguinte, eles até reagiram e, por causa de três grandes saques (incluindo um ace) de Yusuke Ishijima, salvaram um triplo set point, mas falharam na sequência.

No terceiro set, o domínio brasileiro voltou a ser evidente, e na segunda parada técnica a marcador já era de 16 a 11. Embora essa vantagem tenha chegado a diminuir, os japoneses não foram capazes de construir uma virada e acabaram derrotados.

Com o resultado, o time garante a conquista de todos os eventos disputados em 2009, após a Liga Mundial e o Campeonato Sul-Americano. Na Copa dos Campeões, os comandados por Bernardinho já somam três títulos.

Mano Menezes pede dois árbitros em campo

O terceiro gol do Náutico na partida do último sábado contra o Corinthians, que saiu de um pênalti supostamente mal marcado pelo árbitro Alício Pena Júnior, acabou com a paciência do técnico Mano Menezes e levou o treinador do time paulista a pedir que os jogos de futebol sejam realizados com dois apitadores em campo.

"Há bastante tempo que eu venho falando sobre isso. Precisamos ter dois juízes. O futebol atual está muito rápido, dinâmico. Em São Paulo, isso já foi utilizado durante um período (Campeonato Paulista de 2000). No basquete, temos dois árbitros. O mesmo no futsal e a coisa funcionou", afirmou o treinador do Corinthians.


A equipe pernambucana saiu vencedora da partida com o placar de 3 a 2. O gol originado do pênalti marcado por Alício Pena Júnior decidiu o jogo já nos acréscimos do segundo tempo.

Domingo rubro-negro no Maracanã tem mosaico, festa e frustração

A torcida do Flamengo preparou uma festa completa para o domingo de futebol, mas não foi correspondida em campo. A superlotação do estádio, o mosaico gigante nas arquibancadas e a vitória do Botafogo sobre o São Paulo perderam muito da graça com o empate por 0 a 0 com o Goiás.

A festa rubro-negra começou com as notícias vindas do Engenhão. Com os torcedores chegando para a partida das 19h30, o Maracanã ficava na expectativa do que acontecia no jogo de seu rival, que com uma vitória ou empate daria ao Flamengo a chance de liderar o Brasileiro.

A cada gol do São Paulo, silêncio. Nos gols alvinegros, festa, que foi completa por volta das 19h, quando os radinhos de pilha anteciparam o placar eletrônico e confirmaram a vitória botafoguense por 3 a 2 sobre o concorrente rubro-negro ao título.

Foi a deixa para a torcida exibir o seu mosaico gigante. Os torcedores receberam na chegada ao estádio placas em preto e vermelho e, antes da entrada dos jogadores, formaram a frase "A maior torcida do mundo faz a diferença" ao redor de todo o Maracanã, já com um número de presentes próximo aos 83.489 anunciados ao fim do jogo.

Mas toda a preparação não teve efeito em campo. O Flamengo não marcou gols, somou apenas um ponto e termina mais uma rodada na vice-liderança, agora um ponto atrás do São Paulo. Os rubro-negros tiveram uma tarde inesquecível no Maracanã, mas sem o final que seria perfeito.

domingo, 22 de novembro de 2009

Fred marca, Fluminense bate Sport mas segue na zona da degola

O Fluminense não para de ganhar no Campeonato Brasileiro: neste domingo, visitou o já rebaixado Sport, na Ilha do Retiro, e levou três pontos valiosos para o Rio de Janeiro. Com direito a mais um de Fred, o Flu venceu por 2 a 0 e já respira mais aliviado ao fim desta 36ª rodada.

Apesar do resultado conquistado em Pernambuco, o Fluminense, que subiu para 42 pontos, segue entre os quatro últimos. Já o Sport, com a queda decretada, permanece com 31 pontos, na lanterna.

Na Ilha do Retiro, o primeiro tempo teve poucas emoções. As duas melhores chances foram do Fluminense, com Dieguinho. Na primeira, o lateral finalizou e foi contido pelo goleiro Cléber. Na segunda, bateu para fora, livre, mas estava impedido.

Após o intervalo, o Fluminense voltou disposto a reagir. Já com 1min, Maurício, que pintou na equipe no lugar do suspenso Diguinho, chutou forte, mas parou em Cléber. No rebote, Conca perdeu.

O primeiro gol veio aos 21min: Fred teve grande chance, mas Cléber realizou um milagre. No escanteio, Zé Antônio cabeceou para as próprias redes e marcou contra.

Impossível no jogo, o Fluminense ampliou aos 28min. Conca atravessou o campo em contra-ataque, carregou a bola e serviu Fred, que só empurrou para o gol vazio.

Nesta altura, o público da Ilha do Retiro já deixava o estádio, mas o Fluminense encontrou tempo para marcar o terceiro: aos 41min, Kieza passou para Conca, que entrou na área e chutou forte, sem chances para o goleiro Cléber.

Após o jogo, os atletas do Fluminense aguardavam o resultado de Botafogo e São Paulo, que poderia lhes tirar da zona do rebaixamento. No entanto, o gol de Jóbson no Engenhão frustrou as chances do time de Cuca, que permanece em 16º.

Nas últimas duas rodadas, o Fluminense recebe o Vitória no Maracanã e, por fim, vai até o Paraná enfrentar o Coritiba, em jogo que pode ser vital para a permanência. O Sport atua novamente na Ilha do Retiro contra o Internacional e, na última rodada, participa do jogo que pode definir o Brasileiro: visita o São Paulo, em partida com mando de campo ainda indefinido.

Nilmar faz dois e Villarreal reinicia recuperação no Espanhol

Depois de um início ruim no Campeonato Espanhol, quando chegou a ocupar a lanterna da competição, o Villarreal, do atacante Nilmar e do volante Marcos Senna, iniciou uma recuperação na competição e venceu duas partidas seguidas, sofreu uma "recaída" e sucumbiu diante do Sevilla, mas recuperou-se novamente e voltou a vencer.

Graças ao talento e oportunismo do ex-atacante de Corinthians e Internacional, o Villarreal venceu novamente. Fez 3 a 1 no Valladolid e reiniciou sua caminhada para longe da zona de rebaixamento na tabela.

Agora, o Villarreal soma 12 pontos e sobe da 16ª para a 13ª posição, à frente do Tenerife e do próprio Valladolid, com três vitórias, três empates e cinco derrotas na competição e saldo de dois gols positivos.

Autor dos dois primeiros gols da vitória no El Madrigal, Nilmar chegou a três no campeonato e comprovou a fase iluminada que vem mostrando com a camisa 11 da Seleção brasileira sob o comando do técnico Dunga.

Outras três partidas também já acabaram pela 11ª rodada do Espanhol. Fora de casa, o Getafe surpreendeu o Espanyol e venceu por 2 a 0. O Almeria não teve a mesma sorte e foi derrotado pelo Mallorca longe de seus domínios: 3 a 1, com dois gols do uruguaio Gonzalo Castro. O lanterna Xerez segurou o ímpeto do Sporting Gijón e ficou no 0 a 0 com o time que ocupa a oitava posição no campeonato.

Brasil é tetracampeão mundial de futebol de areia

A Seleção Brasileira de futebol de areia provou que é a melhor do mundo mais uma vez. Neste domingo, a equipe do técnico Alexandre Soares goleou a Suíça por 10 a 5 na decisão da Copa do Mundo, em Dubai, nos Emirados Árabes, e se sagrou tetracampeã mundial, marcando 47 gols na competição.

A coletividade brasileira, marca registrada do time, mais uma vez fez a diferença. Buru, Benjamim e companhia abusaram dos toques rápidos e envolveram o adversário.

Do outro lado, a Suíça sofria por depender quase que exclusivamente do artilheiro Stankovic, figura totalmente apagada na partida.

Os gols brasileiros foram marcados por André, Betinho e Buru (todos com dois cada), Daniel, Benjamim, Sidney e Bueno. A Suíça descontou com Jaeggy, Meier, Rodrigues, Shirinzi e Stankovic.

Na decisão do terceiro lugar, Portugal goleou o Uruguai por 14 a 7, com sete gols de Madjer. O atacante português terminou na vice-liderança da competição, com 13 gols.

Botafogo marca no fim, respira e ameaça líder São Paulo

Foi suado, sofrido, mas o Botafogo conseguiu derrotar o líder São Paulo e se manter fora da zona de rebaixamento nesta antepenúltima rodada do Canpeonato Brasileiro. Com um gol de Jóbson, marcado nos instantes finais de jogo, o time alvinegro venceu o duelo por 3 a 2 e ameaçou a condição de líder do adversário - o Flamengo ainda joga na rodada e pode ultrapassá-lo.

Com a vitória, o Botafogo passou a somar 44 pontos e se manteve a dois do Fluminense, que também venceu na rodada. Já o São Paulo parou nos 62 e pode perder a liderança para o Flamengo se o time da Gávea derrotar o Goiás neste domingo, no Maracanã.

O jogo

O Botafogo começou a partida com gás total, foi para cima do São Paulo e, de forma merecida, abriu o placar do jogo. E com estilo. Aos 14min do primeiro tempo, Jóbson avançou com a bola dominada, driblou Renato Silva e acertou o ângulo esquerdo de Rogério Ceni. Um golaço.

A pressão botafoguense, porém, não continuou depois do gol de Jóbson, o que permitiu ao São Paulo se lançar ao ataque e buscar o empate. Poucos chutes foram disparados em direção à meta de Jeferson, mas o time paulista atingiu seu objetivo aos 50min, com Washington, escorando de cabeça um cruzamento da esquerda.

O segundo tempo, aliás, foi tão eletrizante quanto o primeiro. O São Paulo foi esperto em uma cobrança de lateral e fez o segundo com Jorge Wagner, aos 11min, após passe de Washington. O Botafogo, porém, não demorou a empatar novamente o confronto: aos 13min, Renato cabeceou embaixo da trave e deixou tudo igual.

Com as expulsões de Richarlyson, aos 25min, e Juninho, aos 39min, o jogo ficou mais aberto e quem aproveitou os espaços foi o Botafogo: aos 44min, Jóbson dominou a bola na área, se livrou de Miranda e superou Rogério Ceni: 3 a 2. O atacante, aliás, foi expulso depois de tirar a camisa - mesmo destino de Rodrigo Dantas, que cometeu falta dura em Zé Luís.

No próximo domingo, o Botafogo tem um duelo direto na luta contra o rebaixamento à Série B: a equipe carioca enfrenta o Atlético-PR, às 17h (de Brasília), na Arena da Baixada. Já o São Paulo voltará a jogar fora de casa, desta vez contra o Goiás, no mesmo dia e horário.

Evra ironiza e sugere repetição de jogo "no Playstation"

Para Thierry Henry, protagonista do lance que eliminou a Irlanda da Copa do Mundo de 2010, a partida entre franceses e irlandeses deveria ser anulada e remarcada. Já seu compatriota Patrice Evra também é a favor de um novo duelo. No videogame.

Irritado em relação às perguntas sobre o gol de mão de Henry, o lateral do Manchester United não escondeu o sarcasmo. "Eles querem jogar a partida de novo? Eu o farei quando isso acontecer num Playstation", ironizou Evra.

"No futebol, injustiças acontecem o tempo todo. Deixem Thierry em paz, ele não merece isso", acrescentou Evra, que não poupou elogios ao atacante do Barcelona. "Se vocês estão discutindo a atitude de Henry, deveriam mesmo é construir uma estátua para ele", concluiu o lateral da França.

Com atuação fraca, Brasil vence o Egito na Copa dos Campeões

Apesar de ter vencido jogo contra o Egito na madrugada desse domingo (horário de Brasília), a Seleção Brasileira de Vôlei teve sua pior atuação desde o começo da Copa dos Campeões, disputada no Japão. Os brasileiros venceram a partida com parciais de 25/21, 25/22 e 25/22.

No primeiro set o Brasil errou muito nos ataques, o que permitiu que a equipe africana ficasse perto no placar. Mesmo com momentos de descontrole, o Brasil fechou o set em 25/21 com um ace de Giba.

No segundo set, o Egito ficou pela primeira vez na frente do placar. O destaque do set do lado brasileiro foi o levantador Bruno, que ajudava a equipe no bloqueio.

Com Giba atacando, o Brasil fez três pontos importantes para abrir vantagem. Mesmo assim o set foi difícil, e a seleção só conseguiu ganhar após uma sequencia de erros do Egito, quando abriu para 24 a 19, e fechando em 25 a 22.

Apesar da superioridade brasileira, o nervosismo atrapalhava jogadas básicas. O terceiro set começou com o Egito abrindo 5 a 1, momento em que o técnico Bernardinho parou o jogo para acertar a equipe.

Mas o Brasil conseguiu se acertar e se aproximar de novo do placar, em 6 a 5, virando apenas em 12 a 11, com um set bastante equilibrado e o mais difícil para a seleção, fechado em 25 a 22.

O próximo jogo do Brasil é na manhã desta segunda-feira, às 8h, contra o Japão. O time de Bernardinho precisa da vitória sobre os donos da casa para se sagrar campeão do torneio.

A Copa dos Campeões é disputada de quatro em quatro anos e reúne o país anfitrião, uma seleção convidada pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB) e os campeões de América do Sul, Norceca (América do Norte, Central e Caribe), Europa e Ásia.

Em boa exibição de Nenê, Nuggets se recuperam na NBA

O Denver Nuggets, do pivô brasileiro Nenê Hilário, venceu o Chicago Bulls pelo placar de 112 a 93, pela temporada regular da NBA. Nenê marcou 10 pontos (3 de 6 arremessos de quadra e 4 de 7 lances livres), jogou 32 minutos e quase conseguiu um novo double-double, após pegar nove rebotes e dar duas assistências.

O destaque dos Nuggets foi o ala Carmelo Anthony que conseguiu seu segundo double-double na temporada com 30 pontos e 11 rebotes.

A vitória foi a 15ª consecutiva que os Nuggets (9-4) conseguem em sua casa, incluídas as últimas dez na temporada passada, e se mantém como líder da Divisão Noroeste, empatado com o Portland Trail Blazers (10-5), que esta noite ganhou por 106 a 78 do Minnesota Timberwolves.

Os Bulls (6-6) não puderam evitar a segunda derrota consecutiva, apesar de o armador Derrick Rose ter recuperado sua efetividade no ataque com 28 pontos e seis rebotes.

Em outro jogo da noite, o Utah Jazz venceu o Detroit Pistons pelo placar de 100 a 97, na prorrogação. Os destaques foram o ala Carlos Boozer para o Jazz, com 22 pontos, enquanto Ben Gordon converteu 25 pontos e foi o cestinha dos Pistons.

Antes da volta de Romário, América-RJ sobe para 1ª divisão

O sofrido torcedor do América viveu ontem um sábado inesquecível, de alegrias como nos velhos tempos de glórias. Com gol de pênalti do artilheiro Alexandro, o time rubro venceu o Nova Iguaçu por 1 a 0, fora de casa, e garantiu seu retorno à primeira divisão do Campeonato Carioca com duas rodadas de antecedência.

Para completar a festa da torcida americana, Romário anunciou que vai vestir a camisa do clube no jogo contra o Artsul, quarta-feira, às 20h, em Edson Passos, pela penúltima rodada do octogonal final da Segundona.

Com 35 pontos, o América assumiu a liderança e não pode mais ser alcançado pelos concorrentes diretos, como o Goytacaz, que ontem empatou com o Sendas por 2 a 2 e chegou aos 29 pontos. Só os dois primeiros colocados vão disputar a Série A em 2010.

Romário, que assumiu função de diretor nesta luta para devolver o clube à elite do futebol carioca, conseguiu cumprir a promessa de erguer o nome do América.

Agora, o jogador prestará homenagem ao pai, Seu Edevair ¿ que era torcedor fanático e morreu em maio do ano passado ¿ e vai disputar uma partida oficial com a camisa do Amética-RJ. O técnico Lira ainda não decidiu se o atacante será titular quarta-feira.

Olaria perde, mas está vivo

O Olaria, que havia começado a rodada na liderança, perdeu para o Quissamã por 1 a 0 ontem e desperdiçou a chance de garantir o acesso por antecipação. Mas a equipe segue na zona de classificação à Série A, em segundo lugar, com 33 pontos.

Federação Chilena descarta arcar com gastos de Maldonado

A Associação de Futebol Chileno ignorou as reclamações do Flamengo e descartou, neste sábado, arcar com os custos do tratamento da lesão do volante Maldonado, que não poderá mais atuar pelo time no Campeonato Brasileiro. O jogador se lesionou enquanto estava a serviço da Seleção nacional, durante amistoso com a Eslováquia, na última terça-feira.

"Existem normas para essas situações como, por exemplo, os seguros. O que o Flamengo solicita não está no regulamento. Não entraremos em algo que não nos corresponde", disse Harold Mayne-Nicholls, presidente da entidade chilena.

Assim, o time carioca terá de levar a questão às últimas consequência e acionar a Fifa, como havia dito que faria, se necessário. "Vamos em busca dos nossos direitos. O jogador se machucou a serviço da seleção e eles que devem pagar os salários e os custos do tratamento. Se for o caso, vamos à Fifa", disse o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, durante a semana.

Maldonado é titular e peça importante do esquema do Flamengo, que luta pelo título do Campeonato Brasileiro. O Flamengo não queria liberar o atleta para o amistoso, no qual acabou rompendo o ligamento colateral do joelho. Será operado pelo médico José Luiz Runco neste domingo e a previsão de recuperação é de seis meses.

Auxerre bate Monaco e assume liderança na França

As surpresas no Campeonato Francês começaram no início da tarde, com a derrota do Bordeaux para o Valenciennes e o empate do Lyon contra o lanterna Grenoble. E seguiram na partida que encerrou o dia, entre Auxerre e Monaco.

Atuando no Stade de l'Abbé Deschamps, o Auxerre contou com o apoio de seu torcedor e, com um gol marcado pelo malinês Adama Coulibaly aos 44min do primeiro tempo, e outro do francês Ndinga, a dois minutos do fim, bateu o Monaco por 2 a 0 e assumiu a liderança da competição, com 26 pontos, um à frente dos dois últimos campeões nacionais.

A ponta da tabela ficará garantida ao Auxerre ao menos até o próximo final de semana, já que nenhum dos seis envolvidos nos três duelos deste domingo (Saint-Etienne x Lorient, Nice x Toulouse e Montpellier x Lille) têm condições de roubar a liderança da equipe.

O Auxerre volta a campo no próximo sábado, para encarar o Paris Saint-Germain, no Parque dos Príncipes. Já o Monaco, que neste sábado jogou sem o artilheiro Nenê, receberá o caçula Montpellier, no Louis II.

Barrichello doa macacão para atender vítimas de enchente em SC

Macacão, luvas e um par de tênis utilizados por Rubens Barrichello serão leiloados por uma fundação beneficente de Santa Catarina. O valor arrecadado com a venda do material será destinado ao atendimento de vítimas da enchente e vendavais ocorridos no Estado.

O macacão doado foi usado pelo piloto brasileiro quando ele corria pela equipe Honda, entre 2006 e 2008. Branco e com alguns detalhes em verde, ele ainda conta com um autógrafo de Barrichello.

O kit está exposto desde o início da semana no hall de entrada do Centro Administrativo, sede do governo de Santa Catarina. A estrutura montada para exibir o kit tem atraído dezenas de curiosos e fãs de Barrichello, terceiro colocado no Mundial de Pilotos deste ano correndo pela Brawn GP.

A Fundação Nova Vida, presidida pela primeira dama de Santa Catarina Ivete Appel da Silveira, estará promovendo a venda do kit usado por Barrichello em seu site. Os interessados devem se cadastrar previamente e apresentar os lances no próximo dia 3 de dezembro, a partir das 17 horas.

De acordo com a entidade, serão apenas dez minutos de disputa e o lance mínimo estipulado é de R$ 30 mil.

Após confusão no gramado, Vasco recebe taça de campeão

Apesar da derrota por 1 a 0 para a Portuguesa, a festa do Vasco no Maracanã não parou. Após o apito final, estava marcada a realização da cerimônia oficial da CBF para entrega de medalhas, faixas e do troféu de campeão da Série B do Campeonato Brasileiro. Todo o elenco queria participar. Porém, o impedimento da entrada de alguns atletas gerou confusão no gramado.

Atletas poupados, suspensos, lesionados e não relacionados foram ao vestiário cruzmaltino ao fim do jogo e esperavam para entrar no gramado para integrar da festa, mas foram impedidos. Sem os companheiros, os titulares no clássico lusitano se recusaram a subir no palco montado especialmente para a comemoração no Maracanã.

"Não foram só 18 ou 19 que jogaram. Foram os 36 que lutaram o tempo todo. Mesmo com poucos jogos, estavam nos treinos se empenhando. Não vamos para lá enquanto não entrarem. É uma palhaçada isso, porque todo mundo é campeão", reclamou o lateral esquerdo Ramon, indignado, à Rádio Globo.

"Isso tem que ser olhado com mais carinho, com mais respeito. São jogadores que querem participar da comemoração", reclamou o presidente Roberto Dinamite. Enquanto isso, os demais jogadores permaneciam trancados no túnel de acesso ao gramado. Com muito custo e a intervenção do diretor de competições da CBF, Virgílio Elísio, a entrada foi permitida.

Atletas como Fernando Prass, Rodrigo Pimpão e Alex Teixeira, que participaram ativamente da campanha de acesso, puderam se unir ao elenco que perdeu para a Portuguesa. De medalha no peito, o capitão Carlos Alberto ergueu a taça e se uniu à torcida no grito de "é campeão". O nome de Dinamite também foi entoado, junto com o refrão "Fica Dorival", em referência ao técnico.

Especial - Ginástica Rítmica

A Ginástica Rítmica também conhecida como GRD - Ginástica Rítmica Desportiva, é uma atividade desportiva de infinitas possibilidades de movimentos corporais, que combina elementos de ballet, ginástica e dança teatral, realizados fluentemente em harmonia com a música e coordenados com o manejo dos aparelhos próprios desta modalidade olímpica, que são a corda, o arco, a bola, as maças e a fita. Praticada apenas por mulheres em nível de competição, pode ser iniciada em média aos seis anos e não há idade limite para finalizar a prática deste desporto, onde encontramos competições individuais ou em conjunto (cinco ginastas ao mesmo tempo).

A Ginástica Rítmica desenvolve graça e beleza em movimentos criativos que são traduzidos através de expressões pessoais e possui uma forma artística que proporciona prazer e satisfação estética aos que a assistem. As exigências de rendimento são altas desde as categorias menores e há um elevado grau de exatidão na realização de elementos complexos, o que obriga a ginasta a treinamentos intensos e diários.

As competições internacionais são divididas entre júnior (meninas até 15) e sênior (meninas de 16 ou mais). As ginastas geralmente começam a treinar muito jovens e têm seu auge no fim da adolescência e início dos vinte anos. Os maiores eventos da GRD são os Jogos Olímpicos, o Campeonato Mundial, o Campeonato Europeu e o Torneio Internacional de Corbeil-Essonnes.

A Ginástica Rítmica começou como variação da Ginástica Artística. Durante a II Guerra Mundial, houve um período conhecido como Bloqueio Ginástico, devido à proibição alemã da prática do esporte. Justamente após este período, começaram a surgir na Europa os primeiros esboços da Ginástica Rítmica em si, como um modo de aliar ritmo e expressividade aos movimentos da Ginástica tradicional. Na década de 1930, o músico e professor de Educação Física Heinrich Medau introduziu a bola, o arco e as maças no esporte enfatizando seu uso e a interação dos aparelhos com o corpo. Na tentativa de suavizar os movimentos bruscos e suntuosos praticados pelos homens na Ginástica Artística, aos poucos foi-se introduzindo música e novos aparelhos para exaltar a feminilidade das ginastas. Nesta época, vários países inovavam os exercícios tradicionais da Ginástica Artística de acordo com seus costumes e folclore.

Em 1946 surgiu na antiga União Soviética o termo “rítmica” e é realizado no país uma competição. No mesmo ano, o esporte atrela-se a Ginástica Artística durante as Olimpíadas de Londres onde cada país que tivesse uma equipe artística teria que a participar de duas provas rítmicas de conjunto. Nos Jogos Olímpicos seguintes, em Helsinque, em 1950, trocou-se o conjunto por provas com arco. Nesse mesmo ano foi fundada, em Frankfurt, a Liga Internacional de Ginástica Moderna (LIGIM) para divulgar o esporte. Em 1961, vários países do Leste Europeu organizaram o primeiro campeonato internacional da modalidade, mas somente a partir de 1963 os campeonatos internacionais começaram a ser promovidos sob a jurisdição da FIG.

A partir de 1975, através de decisão tomada em Assembléia Técnica do 53º Congresso da FIG, passou a ser chamada oficialmente de Ginástica Rítmica Desportiva. Em 1980, o esporte foi reconhecido pelo Comitê Olímpico Internacional integrando os Jogos de Moscou daquele ano como esporte de apresentação e deixando de ser um desporto, então mudou-se o nome para Ginástica Rítmica apenas.

Na Olimpíada seguinte, em 1984, em Los Angeles, o esporte passou a valer medalhas com competições individuais. A partir dos Jogos de Atlanta, em 1996, a GR passou a ser disputada em provas de conjunto.


No Brasil


No Brasil, a atual Ginástica Rítmica, teve várias denominações diferentes, primeiramente denominada de Ginástica Moderna, Ginástica Rítmica Moderna, e sendo praticada essencialmente por mulheres, passou a ser chamada de Ginástica Feminina Moderna. E a seguir, por decisão da Federação Internacional de Ginástica, passou a denominação de Ginástica Rítmica Desportiva, e hoje, finalmente Ginástica Rítmica.


Modalidade masculina I 


Prioritariamente um esporte feminino, a ginástica rítmica ganhou uma versão masculina desenvolvida no Japão. Enquanto a versão feminina prima pela beleza da graciosidade e sutileza dos movimentos, a modalidade masculina exalta força e resistência combinando a ginástica tradicional feminina com a arte marcial wushu. Os homens podem competir em grupos de 6 atletas sem aparelhos e apresentação se assemelha ao aparelho solo da Ginástica Artística masculina. Entre os elementos estão equilíbrio, saltos verticais e formação de correntes. Individualmente o ginasta manuseia quatro aparelhos: dois arcos menores (no lugar de um grande para o feminino), dois bastões longos, duas maças e a corda. O uniforme é geralmente composto de camiseta colant com calças ou short.

Nos últimos vinte anos as competições se espalharam por alguns outros países além do criador Japão, e hoje o esporte é praticado também na Austrália, no Canadá, na Coréia do Sul, nos Estados Unidos, na Malásia, no México e na Rússia.

Em 2003 aconteceu o primeiro campeonato internacional com cinco países participantes. Em 2005, o número aumentou para sete.
Por ser um esporte ainda novo, as competições são realizadas sob a autoridade da FIG, mas ainda sem o aval da mesma. O Japão pleiteia ante à entidade pelo reconhecimento do esporte.



A Competição


Formato
O programa das ginastas individuais normalmente é composto por 4 exercícios, usando 4 dos 5 aparelhos. A ciclo olímpico, um aparelho fica de fora. 

A duração de cada exercício individual pode variar entre 1’15” e 1’30”. Para o conjunto, a composição é de dois exercícios. A duração é de no mínimo 2’15” e de no máximo 2’30”. As músicas executadas são de livre escolha dos técnicos de acordo com a rotina que desejam executar, mas há a ressalva de que não pode haver voz humana cantada em forma de palavras.O cronômetro é acionado no momento em que a ginasta (ou a primeira ginasta do conjunto) começa seu movimento e é parado no momento em que a ginasta (ou a última ginasta do conjunto) estiver completamente imóvel sobre o chão.

Um comitê técnico dentro da Federação composto pelas chamadas “Madames” detecta erros e potenciais a serem desenvolvidos dentro da Ginástica Rítmica. Nesse sentido, até 1984, a ênfase dos movimentos era dada aos aparelhos. Após as Olimpíadas de Barcelona, em 1992, a ênfase passou a ser a flexibilidade do corpo das ginastas.

O júri é composto por 4 árbitros, que analisam o Valor da Dificuldade Corporal (D1), Valor da Dificuldade do Aparelho (D2), Valor Artístico das séries; e Júri de Execução, que analisa as faltas técnicas.

O uniforme feminino é composto por maiô sem mangas ou de mangas longas, podendo ou não ser usado um pequeno saiote por cima.



Aparatos

• Tablado - É a área de competição que deve ter as dimensões de 13x13m, onde as ginastas devem realizar suas séries. A penalidade para a ginasta que termina sua apresentação fora do tablado ou sair dele durante a série é de 0,50 ponto. A mesma penalidade vale para a ginasta que praticar aquecimento dentro da área de competição.

• Corda - Pode ser feita de cânhamo ou qualquer material sintético, desde que seja leve e flexível. Seu tamanho é proporcional à altura da ginasta. Esse aparelho possui também nós nas extremidades, não podendo apresentar empunhaduras de madeira. As extremidades da corda podem ser recobertas com material anti-derrapante de cor neutra. Ela pode ser uniforme ou ser gradualmente mais espessa na parte central. Os elementos podem ser realizados com a corda aberta ou dobrada, presa em uma ou nas duas mãos, em direções diferentes, sobre diferentes planos, com ou sem deslocamento, com apoio sobre um ou os dois pés ou sobre uma outra parte do corpo. As ginastas lançam e recuperam a corda executando saltos, giros, ondulações e equilíbrio. Os principais elementos corporais da corda são os saltos.

• Arco - O arco é feito de madeira ou plástico, desde que não deforme durante o movimento. Possui entre 80 e 90 cm de diâmetro interno e pesa pelo menos 300mg. Deve ser rígido, sem se dobrar. O arco define um espaço. Esse espaço é usado plenamente pela ginasta, que deve mover-se de acordo com o círculo formado. São requeridas nesse aparelho freqüentes trocas de mãos, e a principal exigência é a boa coordenação de movimentos. O formato do arco favorece rolamentos, passagens, rotações, saltos e pontes. Os elementos corporais principais do arco são os saltos, flex, pivotes e equilíbrios .

• Bola - Feita de plástico ou de borracha, deve ter um diâmetro entre 18 e 20 cm e pesar pelo menos 400mg. Único aparelho que não é permitido segurar, a bola deve estar em permanente movimento pelo corpo ou em equilíbrio. Jogadas com controle e recuperações com precisão são elementos dinâmicos que valorizam a série da ginasta. Os elementos corporais devem ser executados sobre o apoio de um ou dois pés ou qualquer outra parte do corpo e devem ter forma fixa, ampla e bem definida. Flexibilidade e ondas são os elementos corporais principais deste aparelho.

• Maças - Semelhante a balizas, as maças são feitas de madeira ou plástico e devem ter entre 40 e 50 cm de comprimento e pesam pelo menos 150mg cada. A parte mais grossa é chamada de corpo, a parte mais afilada, de pescoço e a parte formada por uma esfera de 3 cm de diâmetro é denominada cabeça. Delicadeza das mãos é fundamental para se trabalhar bem com esse aparelho. A ginasta usa as maças para executar rolamentos, círculos, curvas e formar o número máximo possível de figuras assimétricas, combinando-as com várias figuras formadas apenas pelo corpo. Exercícios com as maças requerem alto grau de ritmo, coordenação e precisão para boas recuperações. É um aparelho que exige o bom uso de ambos os lados do corpo. O elemento corporal Equilíbrio deve ser executado sobre a meia-ponta ou sobre um joelho, ser visivelmente mantido, ter forma ampla, fixa e bem definida e ser coordenado com um ou os dois aparelhos em movimento sendo os equilíbrios os principais elementos de dificuldade corporal nesse aparelho.

• Fita - O aparelho mais plástico e característico da ginástica rítmica é composto por duas partes. O estilete, uma vareta que segura a fita e que pode ser feito de madeira, bambu, plástico ou fibra de vidro e deve medir 0.5cm de diâmetro e entre 50 e 60 cm de comprimento. Sua forma pode ser cilíndrica, cônica ou uma combinação das duas formas. A fita é de cetim ou outro material semelhante, desde que não engomado. Seu peso não deve ultrapassar 35mg e deve ter no máximo 4 e 6 cm de largura e 6 metros de comprimento para ginastas de nível adulto. Longa, pode ser lançada em qualquer direção para criar desenhos no espaço, formando imagens e formatos de todo o tipo. Serpentinas, espirais e arremessos exigem da ginasta coordenação, leveza, agilidade e plasticidade. O elemento corporal da fita são os pivotes.