segunda-feira, 31 de maio de 2010

Em meio a piadas, bola da Copa é vendida em supermercado

Jabulanis no supermercado

Jabulanis no supermercado

Até agora os jogadores da Seleção Brasileira foram unânimes em odiar a bola da Copa do Mundo. O primeiro a bater mais forte na coitada foi o goleiro Júlio César. Disse que é “bola de supermercado”. A piada do goleiro tem muito mais do que um fundinho de verdade.

Em um supermercado de Sandton, área dos ricos da cidade de Johannesburgo, lá está ela. Na gôndola, por 149,99 rands (quase R$ 40). A foto serve como prova, não podem dizer que Júlio César não tinha razão.

Felipe Melo já aumentou o repertório de piadas com a bola. Disse que outras bolas são como mulher de malandro. Quanto mais você chuta, mais ela quer ficar pertinho. “(A Jabulani) é igual a uma patricinha. Não quer ser chutada”.

Tudo mundo dando de bico na bola…

Mexicano fica fora da Copa e se aposenta da seleção aos 20 anos

  Foto: Getty Images

Depois do corte, Jonathan dos Santos anunciou sua aposentadoria da Seleção

Aos 20 anos, o meio campista Jonathan dos Santos anunciou, por meio de seu pai, o brasileiro Geraldo dos Santos, que não atuará mais pelo México. A decisão foi tomada por causa do corte do jogador, que não vai mais disputar a Copa do Mundo.

O anúncio do corte foi feito pelo gestor de seleções do México, Néstor de la Torre. O dirigente anunciou que gostaria que Jonathan tivesse uma sequência na seleção após o Mundial, disputando outras competições, pois ainda era jovem e não era possível levar mais de 23 jogadores à Copa.

Mesmo com o cuidado que teve De la Torre com suas palavras, o jovem atleta não gostou da notícia. E nem seu pai. "Jona não vai voltar a jogar pelo México. Adoro este país, que adotei como meu, mesmo sendo brasileiro. Minha tristeza é com a seleção mexicana e meu filho não vai a defender mais", garantiu Geraldo, mais conhecido como Zizinho, que também foi jogador profissional no México.

Apesar do corte e da revolta de Jonathan, o irmão do jogador do Barcelona, Giovanni dos Santos está na lista e vai disputar a Copa pelo México

Bellucci resiste, mas cai diante de Nadal e deixa Roland Garros

Thomaz Bellucci entrou em quadra nesta manhã de segunda-feira e não resistiu ao intenso jogo do espanhol Rafael Nadal. O brasileiro lutou bravamente, porém, foi derrotado pelo espanhol por 3 sets a 0 , com parciais de 6/2, 7/5 e 6/4. Eliminado nas oitavas de final, Bellucci deixa o torneio de Roland Garros com a melhor campanha de sua carreira. Agora, Nadal enfrenta seu compatriota Nicolas Almagro, que venceu o número 7 do mundo, Fernando Verdasco, por 3 a 1, com parciais de 6/1,4/6, 6/1 e 6/4.

No primeiro set da partida, o espanhol já mostrou suas intenções logo no primeiro game, quebrando o saque do brasileiro. Quando Nadal vencia por 2 a 1, Bellucci reagiu e devolveu a quebra de serviço, igualando em 2 a 2. Mas, sem dar tempo para o brasileiro crescer no jogo, o tenista espanhol venceu o quinto game no saque de Bellucci. Na sequência, Nadal aumentou o ritmo e fechou a primeira parcial em 6/2. Apesar de cometer 11 erros não forçados contra sete de Bellucci, Nadal foi superior em bolas vencedoras (7 a 1)

A segunda parcial começou bastante equilibrada com os tenistas confirmando seus primeiros dois serviços. No quinto game, Nadal conseguiu quebrar o saque de Bellucci e abriu 3 a 2. Entretanto, o brasileiro se impôs no game seguinte e igualou o set em 3 a 3. Os dois jogadores fizeram seus serviços seguintes e a partida ficou empata em 4 a 4. No nono game, o espanhol obteve mais uma quebra, fez 5 a 4 e sacou para fechar. Mas, o brasileiro não desistiu e empatou novamente (5 a 5). Em seguida, o número 2 do mundo entrou concentrado quebrou novamente o saque de Bellucci, abriu vantagem e sacou para fechar o set em 7/5. Nadal finalizou esta parcial com 20 erros contra 25 de Bellucci e 21 golpes vencedores contra 13.

Mesmo com desvantagem de 2 a 0 em sets, Bellucci se manteve confiante e atuando em alto nível. No entanto, do outro lado da quadra havia um Nadal, jogando seu melhor tênis. Após duas quebras nos primeiros dois games, os jogadores fizeram seus serviços seguintes e a partida ficou em 2 a 2. No quinto game, Nadal conseguiu a quebra decisiva, fez 3 a 2, e confirmou sua vitória por 6/4, já que não houve mais nenhuma quebra. O tenista espanhol fechou o jogo com 27 erros não forçados contra 40. Além disso, foram 29 jogadas ganhadoras contra 20 do brasileiro.

"Carrapato", Ralf destaca marcação especial sobre Ganso

Neymar teve atuação apagada e deixou o campo irritado para a entrada de Madson Foto: Raphael Falavigna/Terra

Ralf (camisa 5) foi o principal responsável pela marcação dos Meninos da Vila

Autor do terceiro gol do Corinthians na vitória por 4 a 2 sobre o Santos no último domingo, o volante Ralf teve a responsabilidade de marcar o meia Paulo Henrique Ganso, um dos destaques do futebol brasileiro neste primeiro semestre. No entanto, apesar da complicada missão, o meio campista do time de Parque São Jorge conseguiu anular o camisa 10 santista.

"Tivemos um tratamento especial na marcação sobre o Paulo Henrique. Sabia que seria muito difícil, dada a qualidade dele. Mas o Santos não é só o Ganso, tem o Neymar, o Wesley e outros grandes jogadores. Pensamos em anular todo o time deles, especialmente o Ganso", afirmou Ralf, em entrevista concedida nesta segunda-feira na Fazendinha.

Oriundo do antigo Barueri, atual Grêmio Prudente, o volante tem se destacado nesta temporada e suprido a lacuna deixada por Cristian na última temporada. Marcador e responsável por proteger o setor defensivo corintiano, Ralf enfatizou sua qualidade ofensiva depois do clássico no Pacaembu.

"Foi um momento especial marcar em um clássico. A partida tava muito difícil e estávamos sofrendo uma grande pressão. O Mano Menezes sempre me deu a liberdade para atacar e muita confiança para avançar. Consegui marcar e vi o quanto é diferente marcar em um jogo como este", disse o volante corintiano.

Apesar de ter como principal característica o combate aos jogadores adversários, Ralf assumiu a artilharia do Corinthians no Campeonato Brasileiro com o gol anotado sobre o Santos. Com dois tentos assinalados na competição, o meio campista ocupa o posto ao lado do atacante Souza e do meia Bruno César, que também balançou as redes diante da equipe da Baixada Santista

Com vuvuzelas e "Tropa de Elite", taça da Copa passa por Pretória

A tão desejada taça da Copa do Mundo chegou a cidade de Pretória, vizinha de Johannesburgo, nesta segunda-feira. A festa promovida por uma marca de refrigerantes e pela Fifa contou com a presença de mais de mil pessoas, que encararam uma longa fila para ver o troféu.

Sempre acompanhados de suas vuvuzelas, os espectadores se divertiram em uma festa em frente à prefeitura de Pretória, onde estava o objeto. Com quatro dançarinos animando a multidão, a grande diversão foi um concurso de dança com a música Rap das Armas, que ficou conhecida com o filme Tropa de Elite.

Ao som de versos como "Morro do Dendê é ruim de invadir. Nós, com os Alemão, vamo se divertir", o público fazia uns passos diferentes, batendo as mãos nos pés e pulando para um lado e para o outro, balançando algumas bandeirinhas vermelhas.

Depois de mais de uma hora e meia de espera, enfim, os primeiros da fila puderam seguir rumo ao encontro da taça na parte interna da prefeitura.

Protegido por dois seguranças, o troféu, que será erguido por um novo campeão mundial no dia 11 de julho, estava dentro de um vidro e próximo a dois telões que ficavam passando imagens de jogadores que ergueram a taça, como o técnico brasileiro Dunga, capitão da Seleção em 1994.

Os espectadores puderam apenas passar em frente e tirar no máximo uma foto ou fazer 10 segundos de imagens. "Não pode passar mais do que isso, por favor sigam andando", diziam as pessoas do staff. Mesmo com o pouco tempo em frente ao objeto, os sul-africanos festejaram o rápido contato.

Com uma camisa da seleção e uma bandeira sul-africana, Cassius Momgwe, 27 anos, fez até uma previsão otimista da equipe comandada por Carlos Alberto Parreira.

"No dia 11 de julho, a África do Sul vai estar lá no Soccer City, levantando este troféu. Tenho certeza disso", afirmou o torcedor, que só conseguiu ingresso para ver Gana x Sérvia durante a Copa do Mundo.

Depois de fazer um tour mundial, o troféu, que está bem próximo de chegar em Johannesburgo, cidade-sede da final da Copa, passa por 35 locais dentro da África do Sul. A espera maior é para a chegada do objeto a histórica região de Soweto, no próximo dia 4 de junho.

domingo, 30 de maio de 2010

Após vitória no clássico, corintianos lembram 7 a 1 na arquibancada

Torcedores relembram o placar da partida realizada em 2005 na arquibancada do Pacaembu Foto: Samir Carvalho/Terra

Torcedores relembram placar de partida realizada em 2005

A torcida do Corinthians respondeu as provocações do atacante Neymar após o término do jogo, vencido pela equipe de Parque São Jorge por 4 a 2 neste domingo no Pacaembu. Depois dos torcedores deixarem o setor de arquibancada, onde costumam ficar as organizadas, alguns corintianos deixaram faixas no local, que formavam o placar de 7 a 1, referindo-se a goleada aplicada pelo Corinthians diante do Santos no Brasileiro de 2005.

Com o estádio vazio, era fácil ouvir cerca de 20 torcedores do Corinthians gritando: "É 7 a 1". Diferente das arquibancadas, o zagueiro Chicão preferiu não polemizar sobre as provocações de Neymar antes do jogo. O atacante santista chegou a dizer durante semana, que poderia repetir o chapéu aplicado no defensor com o jogo parado durante o Paulista deste ano, na Vila Belmiro.

"Ele vai aprender muito com o futebol. É um menino, mas é um grande jogador, eu já tinha esquecido isso (chapéu com o jogo parado no Campeonato Paulista), ele que lembrou. Eu já tinha superado", disse o zagueiro, que comemorou o gol que tirou de Neymar no primeiro tempo.

Ainda tivemos:

Guarani 0x0 São Paulo
Atlético MG 1x3 Fluminense
Ceará 1x0 Cruzeiro
Botafogo 1x1Vasco
Internacional 4x1 Atlético PR
Atlético GO 1x3 Goiás

No sábado:

Flamengo 1x1 Grêmio
Palmeiras 0x0 Grêmio Prudente
Avaí 0x0 Vitória

Dupla da Red Bull bate e Vettel chama Webber de "louco"

  Foto: Getty Images

Vettel faz sinal de louco para o companheiro de equipe depois da batida

A Red Bull desperdiçou uma chance de ouro de aumentar ainda mais a sua hegemonia na temporada 2010 da Fórmula 1. Neste domingo, no GP da Turquia, Mark Webber e Sebastian Vettel bateram um no outro na 40ª volta enquanto disputavam a liderança da prova e o alemão levou a pior: saiu da corrida e ainda fez um sinal dizendo que o companheiro foi "louco" durante a manobra.

Depois do acidente, o australiano foi para os boxes e retornou apenas na terceira colocação, onde não conseguiu se recuperar e acabou a prova na mesma posição, que ao menos deu a ele o consolo de beliscar um lugar no pódio.

O infortúnio foi excelente para os ingleses da McLaren. Lewis Hamilton, que terminou na primeira posição, e Jenson Button, que ficou na segunda colocação no final da prova da Turquia. Os dois levaram pontos preciosos na disputa pelo título Mundial da categoria e evitaram o distanciamento da dupla da Red Bull na classificação geral.

Sebastian Vettel saiu da pista transtornado com o companheiro de equipe depois da lambança. Após a batida, o alemão se dirigiu enfurecido ao motorhome da escuderia, não quis dar declarações à imprensa e nem falar com ninguém sobre o ocorrido.

John: Louco foi ele!!! Ele joga o carro em cima do companheiro e ainda chama ele de louco? Louco foi ele de fazer essa trapalhada.

Análise Campeonato Brasileiro – parte 4

Flamengo 1x1 Grêmio

John: Um jogo agitado, cheio de chances, que os dois times não souberam aproveitar, dando esse placar magro ao jogo. O Flamengo não soube aproveitar a chance da vitória, cedendo a pressão do Grêmio.

Palmeiras 0x0 Grêmio Prudente

Rogério: Acho que foi um dos piores jogos que já assisti desses dois times. O futebol não rendeu, visto no placar do jogo, e a crise palmeirense ainda continua.

Avaí 0x0 Vitória

Jonathan: Sendo a sensação do começo do campeonato, o Avaí mostrou que precisa melhorar e muito ainda seu futebol. Até teve boas chances de marcar, mas não foram bem aproveitadas. O Vitória jogou por jogar.

Análise total do “Blog do Esporte”

Jogos bem calmos nesse sábado, dando a impressão de que os times não estão animados para continuar o campeonato antes da Copa. Mas teremos grandes emoções na pós-Copa, pelo que pode vir a acontecer com o aperfeiçoamento dos times nesse intervalo no brasileiro.

Em busca do bi, Lakers vencem e reencontram Celtics na final

Jogando no US Airways Center, no Arizona, neste sábado, o Los Angeles Lakers fez valer a sua tradição na NBA e alcançou sua terceira final consecutiva na competição, ao bater o Phoenix Suns, do armador brasileiro Leandrinho, por 111 a 103 e fechou a série melhor de sete na final da Conferência Leste por 4 a 2.

Com isso, a equipe de Kobe Bryant e Pau Gasol vai reencontrar o Boston Celtics na grande final da NBA, com a possibilidade de vingança. Nas onze decisões anteriores da NBA entre as duas franquias, a equipe de Boston levou a melhor por nove vezes - a última delas em 2008.

Ainda não será desta vez que o armador Leandrinho disputará uma final de NBA. O brasileiro começou no banco de reservas, jogou 18 minutos, fez sete pontos e deu duas assistências.

Para chegar à vitória, os Lakers não puderam contar nos minutos iniciais com Kobe Bryant, que machucou o dedo anelar da mão esquerda. O ala Ron Artest supriu bem a ausência do astro e converteu 25 pontos na partida - Bryant retornou à quadra depois e anotou 37.

Ron Artest sabia que estava inspirado, que os Suns estavam abalados e que depois da façanha da cesta milagrosa do quinto jogo, Bryant, o líder da equipe, deu a ele toda sua confiança para que fosse seu braço direito, em vez do ala-pivô espanhol Pau Gasol. Tudo acabou sendo perfeito para o Lakers, que viu como Bryant dominava totalmente a defesa adversária e Artest se mostrava seguro nos arremessos.

Os Lakers tinha o domínio no garrafão e pouco a pouco foi impondo seu melhor jogo e consistência no ataque para ir para o intervalo da partida com a vantagem parcial de 62 a 53 - que seria decisiva no confronto.

Com uma desvantagem de 12 pontos no primeiro tempo, o Phoenix Suns só conseguiu reagir no último quarto. A diferença chegou a cair para três pontos, mas os Lakers conseguiram impôr seu melhor jogo novamente, sacramentando o título da Conferência.

Pelo lado dos Suns, o ala-pivô Amare Stoudemire fez 27 pontos e quatro rebotes, que não serviram para conseguir a vitória e forçar o sétimo jogo.

As finais da NBA começam na próxima quinta-feira, com o primeiro jogo no Staples Center, em Los Angeles.

Nadal aposta em Espanha na Copa e caçoa da Suíça de Federer

  Foto: Getty Images

"Nós somos melhores", diz Nadal sobre duelo entre Espanha e Suíça na Copa

Rafael Nadal deixou Roland Garros de lado para falar de outra paixão esportiva: o futebol. Confiante com as chances da Espanha na Copa do Mundo, o número 2 do mundo apostou em mais um triunfo sobre Roger Federer, líder do ranking mundial. Não nas quadras, mas sim na primeira fase do Mundial, pelo encontro entre os comandados de Vicente del Bosque com a Suíça na África do Sul.

"Amo futebol e sei que ganhamos por 3 a 2 hoje (sábado)", disse Nadal após bater o australiano Lleyton Hewitt e passar às oitavas de final de Roland Garros, referindo-se ao triunfo suado da Espanha no amistoso com a Arábia Saudita.

Quanto ao embate entre espanhóis e suíços na primeira fase do Grupo H, Nadal mostrou bom humor e alfinetou o rival Federer. "Nós somos melhores. Não no tênis, pois não há comparações", disse o tenista, que afirmou ser praticamente impossível alcançar os feitos do atual líder do ranking, campeão de 16 Grand Slams na carreira. "Eu tenho apenas seis", lembrou.

Nadal disse ver a Espanha como favorita na Copa, mas não se alongou no assunto. "Os brasileiros apostam no Brasil; os argentinos, na Argentina. O futebol é assim, não? É difícil dizer algo, mas acho que temos o melhor time. Em competições assim, porém, tudo é decidido em apenas uma partida e as coisas podem mudar em pequenos detalhes", destacou.

O tenista também se arriscou a falar da nova contratação de seu time de coração, o Real Madrid. Sobrinho de Miguel Ángel Nadal, ex-zagueiro do Barcelona, o tetra de Roland Garros elogiou o técnico português José Mourinho.

"Como um treinador ele sempre foi muito bem, sempre fez bons trabalhos. Vamos ver", resumiu Rafael Nadal ao falar do comandante duas vezes vencedor da Liga dos Campeões da Europa. Mourinho, antes de levar a Inter de Milão ao título este ano, havia sido campeão com o Porto em 2004.

Espanha e Suíça abrem o Grupo H do Mundial da África do Sul às 11h (de Brasília) do dia 16 de junho. Ainda completam a chave as seleções de Chile e Honduras

Por pontos, Evans bate Rampage e é campeão do UFC 114

Evans e Rampage Jackson se enfrentam no UFC 114 Foto: AP

Em luta muito esperada, Evans (de costas) superou o rival e ficou com o título

Depois de muita espera e ansiedade, dois ex-campeões do Ultimate Fighting Championship finalmente se enfrentaram neste sábado, na Arena MGM Grand Garden, em Las Vegas, nos Estados Unidos, no UFC 114. O embate foi entre os rivais "Suga" Rashad Evans e Quinton "Rampage" Jackson, com vitória do primeiro, por pontos, em uma decisão unânime dos juízes.

A rivalidade entre os lutadores começou depois que ambos participaram do reality show "The Ultimate Fighter", no ano passado, quando faziam o papel de treinadores (o vencedor do programa foi Roy Nelson, treinado por Evans). Desde então, passaram a trocar insultos e provocações pela mídia.

Das três notas dos árbitros do combate, "Suga" Evans venceu dois assaltos por 30 a 27 e um por 29 a 28. Ele chamou a vitória de um "grande alívio". Seu adversário admitiu a superioridade do campeão. "Ele é duro, e mais rápido do que eu previa. Ele foi 'o homem' hoje", disse Jackson.

Assim que soou o sinal do início da luta, "Rampage" Jackson cruzou o octogonal para golpear o rival, mas Evans foi mais rápido e deu o primeiro golpe, deixando o adversário um pouco atordoado.

Apesar de nenhum dos lutadores mostrarem grande domínio, Evans conseguiu aproveitar melhor os embates travados no chão, e golpeou Jackson com mais precisão.

O segundo round seguiu como o inicial. Sabendo da desvantagem, "Rampage" partiu para a definição na terceira e último parcial da luta, e conseguiu derrubar Evans logo no início.

Jackson desferiu uma série de golpes, sem dar muitas chances de contra-ataque para o rival. A luta parecia perto de chegar a um final, mas Evans conseguiu se recuperar e ficar de pé. Com isso evitou a derrota por nocaute. Mesmo com essa sequência de golpes sofrida, Evans venceu a parcial por um ponto.

"Eu estava um pouco machucado, mas isso acontece de vez em quando. Mas eu não vou desistir, não importa o que aconteça", afirmou o campeão do UFC 114. O derrotado explicou a estratégia no último assalto.

"Eu fiquei muito surpreso que ele se recuperou daqueles ataques. Eu coloquei todas as minhas fichas no último round", disse Jackson

"Será difícil bater Castroneves", diz líder do Mundial da Indy

Will Power é o líder da temporada, largará na segunda colocação para as 500 Milhas de Indianápolis e mesmo assim ainda está distante de ser o centro das atenções. Discreto, o piloto visa superar os chamados figurões da corrida. No grid de largada, o australiano terá apenas o brasileiro Helio Castroneves à frente.

"Ele é muito rápido quando corre aqui. Honestamente, vai ser difícil derrotá-lo, mas vamos ver o que acontece", disse o companheiro de Penske do brasileiro, que não esconde a empolgação ao falar da possibilidade de vitória. "Não consigo imaginar como seria vencer essa corrida, não adianta ficar pensando, tenho que deixar acontecer".

Vencedor da São Paulo 300 em março, Power elogiou a circuito de rua do Anhembi. "Acho que é uma pista incrível, fantástica. O carro pula um pouco, ainda são necessário alguns ajustes, mas é assim que um circuito de rua deve ser. Há vários pontos de ultrapassagem, muita ação e muita diversão".

O Terra, empresa de internet e mídia digital líder na América Latina, transmitirá ao vivo, a partir das 13h (de Brasília) deste domingo, as 500 Milhas de Indianápolis, a mais tradicional prova do automobilismo mundial.

Pela Seleção Brasileira eu faço tudo, afirma Luís Fabiano

Artilheiro da Seleção na era Dunga, Luís Fabiano acredita que bonito é conquistar o título, perguntado sobre o estilo de jogar da Seleção Foto: Reinaldo Marques/Terra

Luís Fabiano é o artilheiro da Seleção sob o comando de Dunga

Luís Fabiano não esconde a ansiedade de entrar em campo com a camisa do Brasil na Copa do Mundo da África do Sul. O atacante do Sevilla está disposto a fazer o que for possível para ajudar a Seleção a conquistar o hexacampeonato.

"Pela Seleção eu faço tudo. Se tiver que marcar, eu marco. Se tiver que dar carrinho, eu dou carrinho. Depende da opção tática do treinador, mas estou aí para qualquer coisa", afirmou o camisa 9.

Luís Fabiano disse ainda estar totalmente recuperado da lesão muscular na coxa que o tirou da decisão da Copa do Rei, há dez dias. "Não sinto dor, estou bem. Não sinto nenhum problema, me considero pronto para jogar uma partida".

Apesar de garantir estar 100% fisicamente, Luís Fabiano segue com uma planinha de treinamentos diferente dos outros companheiros. Na manhã deste domingo, por exemplo, ele e Kaká, que também terminou a temporada lesionado, fizeram um trabalho específico na concentração brasileira em Johannesburgo.

Luís Fabiano é o artilheiro da Seleção desde que Dunga assumiu o comando da equipe, após a Copa do Mundo da Alemanha. O atacante marcou 19 gols em 24 jogos e teve importância fundamental na conquista da Copa das Confederações, ano passado, com cinco gols em cinco partidas.

Mourinho pode oferecer Kaká ao Chelsea para ter Lampard e A. Cole

Kaká faz careta - atm e interna Foto: Reinaldo Marques/Terra

Kaká poderia ser negociado por Mourinho


Disposto a contar com o meia Frank Lampard e com o lateral esquerdo Ashley Cole no Real Madrid, o técnico José Mourinho poderia se desfazer de uma das estrelas do time espanhol. Segundo o jornal Daily Mail, o português poderia ceder o brasileiro Kaká aos londrinos em troca da dupla inglesa.

De acordo com o periódico, o agente de Mourinho, Jorge Mendes, planeja viajar para Londres nos próximos dias para convencer a diretoria do Chelsea a negociar os dois astros. O magnata russo Roman Abramovich, porém, renovou o contrato de Lampard e Cole por quatro temporadas em 2008 e 2009, respectivamente.

O que poderia ajudar na negociação seria a ida de Kaká, que trabalhou com o técnico Carlo Ancelotti no Milan antes de se tranferir para o Real na última temporada por 65 milhões de euros. O atacante argentino Gonzalo Higuaín também poderia ser incluído no negócio, mas o comandante italiano do clube inglês tende a dificultar a saída de Lampard e Cole.

Entretanto, os dois atletas estariam dispostos a deixar o Chelsea. Lampard, que fará 32 anos no mês que vem, poderia ter a última oportunidade de realizar o desejo de conhecer um novo centro de futebol fora da Inglaterra. Já Cole aceitaria uma mudança de país após se divorciar da pop star Cheryl.

A dupla do Chelsea entra para a lista de especulações dos pedidos de Mourinho para reforçar o Real Madrid. Antes de Lampard e Cole, o lateral direito Maicon, da Inter de Milão, teria sido pedido pelo comandante português, além do atacante Wayne Rooney, do Manchester United. O argentino Ángel Di María, do Benfica, e o lateral Aleksander Kolovov, da Lazio, também tiveram seus nomes envolvidos em boatos de transferências para o Santiago Bernabéu.

sábado, 29 de maio de 2010

Com recepção calorosa, Argentina chega à África do Sul

  Foto: AP

Elenco argentino é recepcionado com festa, mas foge de contato com torcedores

Uma das delegações mais esperadas por torcedores finalmente desembarcou na África do Sul nas primeiras horas deste sábado. A seleção da Argentina chegou ao país-sede da Copa do Mundo na parte da manhã e foi recebida com festa na entrada do High Performance Century, localizado dentro da Universidade de Pretória, onde ficará hospedada nos próximos dias.

Os argentinos, integrantes do Grupo B do Mundial, ao lado de Nigéria, Coreia do Sul e Grécia, chegaram à concentração em dois ônibus, que foram escoltados por diversos policiais desde o aeroporto. Na entrada, cerca de 50 crianças esperavam a chegada do elenco, fazendo bastante barulho e balançando bandeiras da Argentina e da África do Sul.

A forte escolta policial na descida dos jogadores no ônibus não só impediu o contato dos torcedores com os ídolos, mas também barrou a entrada de diversos jornalistas, na maioria argentinos e brasileiros. A Associaçao Argentina de Futebol divulgou comunicado que deve restringir a presença da mídia em alguns locais, assim como já faz a Seleção Brasileira desde que iniciou a preparação para a Copa do Mundo.

A exemplo do que faz a delegação verde e amarela em território sul-africano, a Argentina deve preservar os jogadores no hotel e apenas abrir contato com a imprensa em treinos e entrevistas coletivas. Com tanta privacidade, a única "declaração" que se pôde ter na chegada veio do técnico Maradona, que expressou sua felicidade de chegar ao país em sua página no Twitter. "Estou animado por estar aqui. Eu amo a África do Sul e estou ansioso para a Copa do Mundo", afirmou o ex-camisa 10

Celtics conquistam Leste e alcançam 21ª final na NBA

Paul Pierce comemora vitória sobre o Orlando Magic; Celtics fecharam a série em 4 a 2 e estão na final da NBA Foto: Reuters

Paul Pierce comemora vitória dos Celtics; equipe de Boston fechou a série contra o Magic por 4 a 2

O Boston Celtics mais uma vez está na decisão da NBA, liga americana de basquete. Na noite desta sexta-feira, a equipe - que já soma 18 títulos do torneio - garantiu presença em sua 21ª final na história ao derrotar de novo o Orlando Magic, desta vez por 96 a 84, no sexto jogo da série que decidiu o título da Conferência Leste.

A franquia de Boston, maior vencedora da NBA, tentará seu segundo título em três anos, após a vitória em 2008. Agora, resta esperar o adversário na briga pelo troféu, que sai do duelo entre Phoenix Suns e Los Angeles Lakers. A equipe de Kobe Bryant lidera o confronto por 3 a 2.

Após abrir 3 a 0 na série, o Celtics parecia ter "cochilado" e permitiu que o Magic encostasse, vencendo as duas últimas partidas antes do confronto desta sexta. Porém, o time de Boston não vacilou e, comandado pelo ala Paul Pierce, fechou o confronto. Pierce conseguiu um double-double, com 31 pontos (cestinha do jogo) e 13 rebotes. Ele ainda entregou cinco assistências a seus companheiros. Os armadores Ray Allen (com 20 pontos) e Rajon Rondo (14 pontos) foram outras peças importantes na vitória dos Celtics, que não deu chance ao adversário e dominou o placar durante todo o jogo.

O pivô Dwight Howard, estrela do Magic, bem que tentou reverter a situação, mas o double-double de 28 pontos e 12 rebotes não foi suficiente para levar o time à vitória, que forçaria a sétima partida. O Magic, que brigava para ser a primeira equipe a virar uma série decisiva da NBA após sair perdendo por 3 a 0, contou ainda com boa atuação do experiente ala-armador Vince Carter, que fez 17 pontos

Portuguesa vence Bragantino sem sustos e está no G4

  Foto: Léo Pinheiro/Futura Press

Jogadores da Portuguesa comemoram um dos gols da vitória contra o Bragantino

A Portuguesa segue perto dos líderes do Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta sexta-feira, recebeu o Bragantino e venceu por 2 a 0, pela quinta rodada, no Canindé. A equipe chegou aos dez pontos e dorme no G4, enquanto o Bragantino fica no meio da tabela, com seis.

O jogo foi em casa e a Portuguesa entrou na rodada mais bem posicionada que o Bragantino. O favoritismo pré-jogo foi confirmado com a bola rolando. Comandando as ações da partida, o time paulista foi mais ao ataque e o Bragantino parou boa parte das investidas com falta.

Kempes, Héverton e Fabrício abriam espaço na defesa bragantina, que terminou o primeiro tempo com três jogadores com cartão amarelo(Ronaldo, Everaldo e Murilo). Apesar da pressão ofensiva, o gol saiu de um jogador que veio da defesa. Em escanteio cobrado por Athirson, Maurício subiu mais alto e tocou de cabeça para fazer 1 a 0.

O Bragantino voltou para o segundo tempo disposto a atacar mais do que no primeiro, mas ficou só na disposição. A Portuguesa continuou controlando as ações do jogo e teve duas chances claras de aumentar a vantagem, as duas vezes com Kempes.

Os visitantes chegaram a balançar a rede com André Astorga, mas o lance foi paralisado pelo assistente, que deu impedimento do zagueiro na hora em que subiu para cabecear cruzamento de Danilo Bueno.

O lance pareceu que faria a Portuguesa recuar, mas foi só imprensão. Minutos depois, Marcos Paulo, que acabara de entrar, soltou um chute forte da entrada da área e acertou o ângulo de Gilvan para fazer 2 a 0.

A partir daí, o time rubro-verde apenas administrou o resultado, que o coloca de novo no G4 da Série B.

A Portuguesa volta a campo dia 1º de junho, também no Canindé, para enfrentar o América-MG. Já o Bragantino recebe o Brasiliense no mesmo dia, em Bragança Paulista.

Webber mantém "reinado" da Red Bull e larga em 1º na Turquia

  Foto: Getty Images

Webber foi novamente soberano no treino e largará em primeiro na Turquia

O australiano Mark Webber conquistou sua terceira pole position consecutiva na temporada: neste sábado, no GP da Turquia, o piloto manteve a hegemonia da Red Bull em 2010. Em sete provas, a escuderia largou em todas na primeira posição.

Pela primeira ocasião na temporada, com Lewis Hamilton, a McLaren colocou um carro na primeira fila. Sebastian Vettel também colocou a Red Bull do lado esquerdo da segunda fila e larga em terceiro, enquanto Jenson Button será o quarto, atrás do companheiro Hamilton.

A Mercedes teve bom desempenho e Michael Schumacher conseguiu sua melhor posição de largada no retorno para a Fórmula 1. O alemão sai na quinta colocação na Turquia, ao lado do companheiro de equipe e também germânico Nico Rosberg.

Felipe Massa não foi bem e largará em oitavo, ao lado do polonês Robert Kubica. O brasileiro, três vezes vencedor no GP da Turquia, ao menos superou o companheiro Fernando Alonso, que ficou no Q2 e vai largar apenas em 12º.

O Q1 ainda se completou com o russo Vitaly Petrov e com o japonês Kamui Kobayashi

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Análise Campeonato Brasileiro – parte 3

Grêmio Prudente 2x2 Corinthians

John: O time do Corinthians precisa colocarna cabeça que o futebol não é brincadeira. Quando se está em uma competição de pontos corridos, a flata de pontos num jogo pode ser decisivo na reta final. Ou o Corinthians resolver os problemas em campo, ou mais uma vez fica sem ganhar nada no ano. E só uma explicação: o centenário do Corinthians ainda não começou.

Análise do “Blog do Esporte”
Com um futebol de chorar, o Corinthians é líder do brasileiro porque os outro times não conseguem os pontos decisivos na rodada, e o time paulista se aproveita disso. Mas isso será colocado em prova no decorrer do Campeonato.

São Paulo 1x0 Palmeiras

Rogério: Um jogo para se esquecer. Pode ter sido com times populares, mas o jogo chegou a ser quase de várzea. Espero que isso não aconteça nos próximos clássicos desses dois times.

Análise do “Blog do Esporte”
Com um jogo de poucas emoções, o São Paulo tirou proveito da crise palmeirense e conseguiu uma vitória magra no clássico. Boa sorte aos dois no brasileiro!

Santos 3x1 Guarani

Jonathan: Até mesmo sem a “estrela” Robinho, o time do Santos mostra competência. Mas o placar do jogo ainda mostra que o time mudou e muito depois do fim do Campeonato Paulista.

Análise do “Blog do Esporte”
O time do Santos está começando a engatar no time do Santos. Com mais paciência e melhorar o futebol – que decaiu um pouco – o time pode vir a ser um time “problema” do campenato. Chances de título.

Cruzeiro 1x0 Botafogo

Rosana: Jogo com poucas emoções, mas uma bela vitória do Cruzeiro para melhorar no campeonato.

Análise do “Blog do Esporte”
Mesmo sendo um jogo fraco, teve lá suas emoções. Melhor pro Cruzeiro, que saiu com uma vitória boa e que pode levá-lo e remuneração grande no brasileiro.

Após problemas, Fifa vende 60 mil ingressos na África do Sul

Problemas técnicos na venda de ingressos para o Mundial força torcedores a fazerem fila para comprar as 90 mil entradas adicionais disponibilizadas ... Foto: AFP

Torcida acampou em frente aos postos de venda, mas enfrentou problemas com computadores

Depois de uma série de problemas na manhã desta sexta-feira, a Fifa anunciou a venda de 60 mil ingressos na África do Sul para a Copa do Mundo. De acordo com a entidade máxima do futebol, já não há mais entradas para as partidas da África do Sul na primeira fase e para a final do torneio, graças ao novo lote disponibilizado pela organização.

A própria Fifa havia anunciado na quinta-feira que colocaria à venda uma carga adicional de 90 mil ingressos. Houve tumulto, congestionamentos em Johannesburgo e troca de empurrões, e o sistema de comercialização entrou em pane assim que foi iniciado. Mesmo assim, o secretário geral da Fifa, Jérôme Valcke, se mostrou satisfeito com a procura dos sul-africanos pelas bilheterias.

"Estamos muito impressionados com o entusiasmo mostrado hoje pela torcida, e especialmente por aqueles na África do Sul. Vimos uma imensa demanda por ingressos dos fãs, no verdadeiro espírito deste 'futebol de final de semana'", comentou Valcke, que não deixou de lembrar os problemas enfrentados no país anfitrião da Copa do Mundo ao longo do dia.

"Somos gratos pela paciência mostrada pelos torcedores, e mais uma vez queremos nos desculpar a todos que foram afetados pelos problemas no sistema de venda de entradas hoje", completou o dirigente.

As entradas para as partidas foram colocadas à disposição em supermercados, agências bancárias e balcões especiais - todos dependendo do sistema de computadores da Fifa. Desde a noite de quinta-feira, filas imensas de torcedores já se formavam nos locais. Um deles, em Sandton, foi visitado na quinta por Valcke, que se disse "comovido" com a dedicação dos sul-africanos

Bellucci vence e "estreia" na 3ª rodada de Roland Garros

Depois de ter sua partida contra o espanhol Pablo Andujar interrompida por conta da chuva, na última quinta-feira, Thomaz Bellucci voltou a encarar o rival europeu nesta sexta, já com sol, e se garantiu pela primeira vez em uma terceira rodada de Roland Garros. O brasileiro, porém, sofreu para avançar no saibro parisiense: sua vitória só foi confirmada depois de cinco sets, com parciais de 1/6, 6/3, 2/6, 6/4 e 6/2.

Bellucci começou a partida desconcentrado e foi presa fácil para Andujar no primeiro set. O brasileiro se recuperou na segunda parcial e igualou o confronto. No terceiro set, Bellucci vacilou novamente e ficou em desvantagem. No quarto e no quinto sets, o tenista voltou a ser agressivo e se impôs perante ao rival com 63 golpes ganhadores contra 35. Além disso, Bellucci também esteve muito bem no saque, fazendo 17 aces contra dois do espanhol

Debutando na terceira rodada de Roland Garros, Bellucci terá pela frente o croata Iva Ljubicic, 14º no ranking da ATP. Em jogo de cinco sets, Ljubicic sofreu para conseguir vencer o americano Mardy Fish, por 3 sets a 2, com parciais de 6/2, 6/7 (8-10), 4/6, 6/2 e 10/8 .

Para Button, Red Bull está "escondendo o jogo" na Turquia

Jenson Button, da McLaren, fez o melhor tempo dos treinos livres na Turquia, apenas 20 centésimos na frente de Mark Webber da Red Bull Foto: Getty Images

Para Button, a Red Bull, dos pilotos Vettel (foto) e Webber segue sendo o carro a ser batido

Jenson Button fez o melhor tempo no segundo treino livre desta sexta-feira. O piloto da McLaren, no entanto, não se empolga com a supremacia da equipe, que também teve Lewis Hamilton com a melhor marca da primeira sessão. Para o atual campeão do mundo, o carro a ser batido no GP da Turquia segue sendo a Red Bull. Em entrevista ao site Autosport, Button disse que a equipe dos pilotos Sebastian Vettel e Mark Webber "escondeu o jogo" nos dois treinos realizados.

Na classificação do segundo e último treino do dia, Webber e Vettel apareceram logo atrás de Button, na segunda e terceira colocações, respectivamente. De acordo com Button, as Red Bulls são mais rápidas do que demonstraram. O inglês espera que a McLaren consiga andar mais próxima da equipe rival. O campeão da temporada de 2009 acredita também que a Ferrari andará forte no treino classificatório. Além da equipe italiana, Button cita Mercedes e Renault entre as escuderias que estarão entre as primeiras colocações

Infraero investirá R$ 4,5 bi em aeroportos para 2014

Modelos Infraero Foto: Ivan Pacheco/Terra

Em evento, Infraero divulga recursos para Congonhas

Com objetivo de melhorar a estrutura aeroportuária do País para a Copa do Mundo 2014, a Infraero investirá mais R$ 4,5 bilhões entre 2011 e 2014 nos aeroportos relacionados ao evento, segundo afirmou nesta sexta-feira o presidente Murilo Marques Baroza.

Ao participar da abertura da Feira Nacional de Aviação em São Paulo, Baroza disse que nos últimos cinco anos foram investidos cerca de R$ 400 milhões nos aeroportos paulistas de Guarulhos, Congonhas e Viracopos.

Dos R$ 4,5 bilhões que a Infraero deve investir até 2014, quase R$ 1 bilhão será destinado a Guarulhos. "O aeroporto de Guarulhos vai ser a porta do Brasil para receber a Copa do Mundo", afirmou.

Os investimentos vão possibilitar que o aeroporto atenda 35 milhões de passageiros ao ano. Segundo o presidente, os recursos "são frutos da economia interna aquecida, que acelerou o acesso de pessoas de classe de poder aquisitivo menor a viagens de avião. É por isso que o setor aéreo está em expansão", afirmou

Júlio César critica bola de "supermercado" do Mundial

Júlio César não poupou críticas ao falar da bola que será utilizada durante a Copa do Mundo da África do Sul. No final da entrevista desta sexta-feira na concentração da Seleção, em Johannesburgo, o camisa 1 detonou a escolha feita pela Fifa e batizada de Jabulani (celebração).

"A bola é horrível, horrorosa. Parece aquelas bolas que você compra no supermercado", disparou o goleiro da Inter de Milão, que já teve contato com as bolas no treino desta sexta-feira na Hoerskool, escola que receberá as atividades brasileiras.

Reclamações sobre a bola já tinham sido feitas pelo lateral Daniel Alves, durante a preparação da equipe em Curitiba. O jogador do Barcelona disse que o material é diferente, mais leve, mas vai dar tempo de se adaptar antes do Mundial.

Júlio César não participou do exaustivo treino até o final. Como disputou a decisão da Liga dos Campeões da Europa no último sábado, ele foi poupado na parte final do treinamento.

O titular absoluto de Dunga fez exercícios ao lado de Doni e Gomes com o preparador de goleiros Wendell Ramalho. O trio foi acompanhado por Taffarel, que será observador da Seleção durante o Mundial.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Fora da Copa, Del Piero diz que Itália tem boas chances de bi

  Foto: Getty Images

Importante no título do Mundial de 2006, Del Piero não foi convocado por Lippi desta vez

Alessandro Del Piero assistiu pela televisão à comemoração do meio-campista Marco Tardelli depois do gol que marcou contra a Alemanha Ocidental na final da Copa do Mundo de 1982. "Lembro-me de ter assistido àquela imagem, quando era menino", disse Del Piero na semana passada em entrevista por telefone. "É algo com que um jogador de futebol sonha".

Ou, se você tiver a oportunidade de defender a Itália como atacante, coisa que Del Piero já fez, é um gesto que você poderia repetir passados 24 anos. Como Tardelli e Paolo Rossi, que lideraram a Itália na conquista do título da Copa de 1982, na Espanha, Del Piero e seus companheiros de equipe derrotaram a seleção alemã na semifinal da Copa do Mundo de 2006, a caminho de erguer o troféu da Copa pela quarta vez.

"Qualquer jogador que marque um gol realmente decisivo em uma semifinal contra a Alemanha e depois marque um gol de pênalti na final contra a França sabe que essa sensação é algo de especial", disse Del Piero, falando com a ajuda de um intérprete. "É difícil explicar a alegria que você sente quando a bola atravessa a linha do gol e atinge a rede - alegria, delírio, mas também um relaxamento de toda a tensão".

Del Piero marcou o segundo dos dois gols que eliminaram a seleção anfitriã na prorrogação, no lotado Westfalen Stadium, em Dortmund. Os torcedores sentiam o calor e a umidade nas arquibancadas de concreto, e a tensão era palpável. Quando Fabio Grosso marcou, aos 14min do segundo tempo da prorrogação, foi como se todo o ar do estádio escapasse. E quando Del Piero selou a vitória italiana, dois minutos mais tarde, todo o peso que sentia carregar desapareceu. "Você se sente libertado", disse. "Fica fora de si, maluco".

Del Piero acalenta essa lembrança da Copa do Mundo de 2006 e, embora não tenha sido convocado para a seleção italiana que tentará repetir o título na África do Sul, dentro de duas semanas, está otimista quanto às chances italianas.

"A fim de conquistar o sucesso em uma Copa do Mundo, é preciso tratar a competição com a cabeça limpa", disse o capitão da Juventus de Turim. "Em termos físicos, o jogador precisa estar em sua melhor forma, mas também precisa deixar de lado seus pensamentos pessoais e se concentrar naquele evento incrível".

Ele está confiante em que seus compatriotas, sob a liderança do técnico Marcelo Lippi, serão capazes de repetir a façanha. "A Itália sempre tem boas chances na Copa do Mundo", afirmou

Chefe da Ferrari diz que Massa permanece na equipe

Felipe Massa conseguiu em sua melhor volta o tempo de 1min14s283 Foto: AP

O contrato do piloto com a equipe italiana se encerra no final desta temporada

Nesta quinta-feira, o chefe da equipe Ferrari, Stefano Domenicali, declarou que a escuderia italiana está decidida em manter Felipe Massa. O contrato do brasileiro se encerra no final desta temporada e rumores apontavam para a saída do piloto. No entanto, em entrevista à BBC, Domenicali disse que é quase certo que haja uma extensão contratual por mais um ano.

O dirigente da Ferrari foi questionado se tinha certeza da manutenção do piloto e a resposta foi positiva. Massa iniciou sua trajetória na escuderia italiana na temporada de 2001. Depois de um período como piloto de testes, o brasileiro assumiu o posto de piloto titular em 2006 na vaga de Rubens Barrichello. O australiano Mark Webber e o polonês Robert Kubica são os nomes especulados para o lugar do brasileiro.

Além de falar de Massa, Domenicali voltou a expressar apoio ao espanhol Fernando Alonso. O diretor da Ferrari afirmou estar satisfeito com o desempenho do piloto e que o mesmo ingressou na equipe de uma forma fantástica. O chefe da escuderia italiana disse que não tem dúvidas quanto a força e capacidade de Alonso

Indy 500: americano compara morte de Senna com a do próprio pai

A realização da tradicional 500 Milhas de Indianápolis, reúne naturalmente milhares de pessoas, que já estão na cidade para acompanhar a prova que acontece no domingo. A história centenária da corrida se mistura com a própria história americana, mas entre tantos fãs de automobilismo, que fazem questão de mostrar seu patriotismo, um ídolo brasileiro é lembrado mesmo após 16 anos de sua morte: Ayrton Senna.

"Sou um grande fã de Ayrton Senna. Ele era o meu herói. Sempre acompanhei as corridas dele. Admirava como ele conseguia ser tão rápido e inteligente nas decisões", afirma Kent Lewis, que é vendedor em uma loja de esporte a motor e sempre sonhou ser um piloto.

"Depois da morte do meu pai não houve nada tão trágico na minha vida quanto isso", diz Lewis, sem esconder o "nó" na garganta, pouco antes de descrever com detalhes o GP de Mônaco de Fórmula 1 em 1992, em que Senna barrou a fúria de Nigel Mansell numa verdadeira batalha épica e cruzou a linha de chegada na primeira colocação.

Como parte da tradição da Indy, esta quarta-feira foi reservada pela organização das 500 Milhas para a comunidade poder interagir com a competição. Foram expostos modelos antigos da categoria, os pilotos realizaram sessões de autógrafos e ficaram mais próximos dos fãs. Com disposição, foi possível até mesmo dar uma volta no traçado a bordo do próprio carro, sem pagar nada, após encarar uma longa fila de espera. E os mais descontraídos também marcaram presença.

Vestido com um "macacão" quadriculado, barba tingida de azul e cheio de apetrechos dourados, Michael Robinson se diz o "super fã" das 500 Milhas. Apesar de brincalhão, ele também mostrou admiração ao falar do brasileiro. "Já assisti a muitos vídeos antigos dele. Era uma lenda do esporte", disse.

Até quem não vê problema nenhum em dizer que acompanha as corridas como mera opção de lazer fez questão de comentar sobre o tricampeão de Fórmula 1. "Claro que sei quem é Ayrton Senna, ele é bem famoso aqui", explicou Daniel Donavan, que trabalha no setor de informática.

Magnano convoca Nenê, Varejão e Leandrinho para Mundial

  Foto: AP

Nenê está de volta à Seleção Brasileira

Em sua primeira convocação como técnico da Seleção Brasileira, o técnico Ruben Magnano relacionou Anderson Varejão (Cleveland Cavaliers), Leandrinho (Phoenix Suns) e Nenê (Denver Nuggets) para o Mundial da Turquia. O trio da NBA não atua junto pela equipe nacional desde o Pré-Olímpico de Porto Rico-2003.

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) divulgou duas listas em seu site oficial na manhã desta quinta-feira. O primeiro grupo tem 24 nomes e apresentação marcada para 24 de junho. Já o segundo grupo é formado por nove atletas e dois convidados, com apresentação prevista para 19 de julho.

Os membros da primeira lista participarão de uma fase prévia de treinamento e do Sul-Americano, que será realizado entre os dias 26 e 31 de julho. No segundo grupo, que inclui as estrelas da NBA, estão os jogadores que devem jogar o Mundial da Turquia, com início previsto para 28 de agosto.

Como 12 atletas serão levados para o Mundial, teoricamente existem três vagas em aberto. A partir do próximo dia 1º de junho, a CBB disponibiliza um período de pré-apresentação no Esporte Clube Pinheiros. O técnico Rubén Magnano destaca que a lista ainda não está fechada.

"Mesclamos jovens com experientes nesta convocação, mas ela não está totalmente fechada ainda. Qualquer jogador pode ser convocado ainda, dependendo das nossas necessidades. Estamos com um excelente grupo, vamos fazer uma grande preparação e um grande trabalho", declarou.

Vanderlei Mazzuchini, diretor de seleções masculinas da CBB, também comentou a convocação. "Após atenta observação, o técnico Rubén Magnano convocou grandes jogadores que, com certeza, farão um excelente trabalho na seleção. Além de atletas experientes, poderemos observar quem vem mostrando potencial para defender a camisa do Brasil", disse

Seleção estreia campo de treinamento só na sexta-feira

Da esquerda para a direita, Gilberto, Grafite, Elano e Robinho, carregam suas malas na chegada em Johannesburgo Foto: Reuters

Após chegada à África do Sul, brasileiros fazem primeiros trabalhos nesta quinta

O primeiro contato da Seleção Brasileira com a bola na África do Sul vai acontecer nesta sexta-feira, data dos primeiros trabalhos do time de Dunga na Hoerskool Randburg, escola que receberá os treinamentos da equipe em Johannesburgo. O treinador e o auxiliar Jorginho, inclusive, visitaram o local antes do almoço.

Nesta quinta-feira acontece o primeiro trabalho do grupo no país da Copa do Mundo. Mas os jogadores vão utilizar apenas a sala de musculação e a piscina do Hotel Fairway, onde estão concentrados para o Mundial. As atividades serão comandadas pelos preparadores Paulo Paixão e Fábio Marseredjian.

A Seleção desembarcou na África do Sul na manhã desta quinta-feira para iniciar a segunda etapa dos treinos - a primeira, que deu ênfase aos testes físicos e exames médicos, aconteceu em Curitiba, no Paraná.

Os brasileiros farão ainda dois amistosos antes da estreia no Mundial contra a Coreia do Norte. Dia 7 de junho, a equipe encara a Tanzânia. Cinco dias antes, a CBF está agendando um amistoso contra o Zimbábue

quarta-feira, 26 de maio de 2010

“Extra, Extra, Extra!!”

Com o Campeonato Brasileiro “correndo” para encerrar suas atividades antes da Copa Mundo, traz especialmente dois clássicos nessa quarta-feira.

No primeiro clássico do dia, o São Paulo, celebre time que “voltou” a jogar a futebol que o tornou campeão 3 vezes do brasileiro, enfrenta o Palmeiras, que está num momento delicado e passando por troca de técnico. Como o Zago não deu certo, tiveram de procurar outro.

Um clássico para qualquer um ver. Se fosse no começo do ano, podíamos dizer que o São Paulo daria um baile no Palmeiras, mas depois do último jogo do verdão, essa estatística pode não ser tão válida agora.

Para todos os males, tem sempre um solução.

No outro lado dessa bandeja tem o Flamengo “desmanchado” enfrentando o Fluminense “mais equilibrado” num jogo que pode decidir o ano para os dois times. O jogo para o Flamengo pode ser meio perigoso, pois tem 5 desfalques para o jogo. O Flu, tem todos os jogadores, mas o estrela Fred ainda não sabe se vai jogar.

Que vença o melhor!!!

Maradona promete "ficar nu" em caso de título da Argentina

Equipe de Diego Maradona está no Grupo B da Copa do Mundo, ao lado de Nigéria, Coreia do Sul e Grécia Foto: AP

Título mundial da Argentina pode deixar Maradona sem roupas na África do Sul

Conhecido pelas frases polêmicas desde o início de sua carreira, Diego Maradona disse nesta quarta-feira ao diário Olé que ficará "nu em frente ao Obelisco" caso a Argentina seja campeã mundial na África do Sul. Citado pelo treinador, o Obelisco é um marco localizado em uma das principais avenidas de Buenos Aires, a 9 de julho.

A promessa foi, inclusive, apoiada por alguns torcedores argentinos. Segundo o Olé, os argentinos "não ligariam" de ver Maradona assim para comemorar a conquista do tricampeonato mundial. O país amarga o jejum de 24 anos sem títulos (foi campeão em 1978 e 86).

A Argentina chegará à África do Sul no dia 30 de maio, para iniciar os preparativos para a Copa do Mundo. Cabeça de chave do Grupo B, o time de Messi estreia no dia 12 de junho, às 8h30 (de Brasília), contra a Nigéria

Federer sofre em um set, mas embala e despacha colombiano

Roger Federer esteve muito próximo de perder um set pela primeira vez na atual edição de Roland Garros nesta quarta-feira. Após ver Alejandro Falla sacar para fechar a primeira parcial, porém, o suíço reagiu, impediu a vitória do colombiano e embalou, eliminando o rival com parciais de 7/6 (7-4), 6/2 e 6/4.

No equilibrado primeiro set, que durou 48 minutos, Falla sempre esteve mais perto de vencer. Ele desperdiçou quatro break points até finalmente obter a quebra de serviço, conseguindo a vantagem de 6/5. Nesse momento, no entanto, cometeu dois erros não forçados e permitiu o troco de Federer. O tie-break se manteve empatado até 4-4, momento no qual o suíço começou a sobressair.

Depois do susto, o número um do mundo encontrou mais tranquilidade para avançar à terceira rodada, embora na segunda parcial tenha sido obrigado a salvar um 0-40 quando sacava em 4/1. Ao final, ele confirmou o êxito em 1h59.

Esse tempo não leva em consideração as duas paralisações do jogo devido à chuva. No quarto game do segundo set e no segundo do terceiro, os jogadores precisaram deixar a quadra, que foi coberta com uma lona para não ficar encharcada. Desse modo, os atletas começaram o confronto antes das 8h (de Brasília) e o terminaram somente por volta das 11h25.

Superado o 70º colocado do ranking, Federer chega à terceira rodada, em que novamente não encara um tenista muito expressivo. Seu próximo adversário sai do confronto entre o belga Olivier Rochus e o alemão Julian Reister.

Estádio em Pirituba "é especulação", diz ministro do Esporte

Presença constante em eventos esportivos, o ministro Orlando Silva também apareceu Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

O ministro reafirma o Morumbi como o estádio de São Paulo para a Copa de 2014

O ministro dos Esportes, Orlando Silva, afirmou nesta quarta-feira que a construção de um estádio para receber o jogo de abertura da Copa do Mundo de 2014 em Pirituba, no interior paulista, não passa de "especulação". Ele reafirmou que o estádio paulista para a Copa é o Morumbi e que o País não pode se dar ao luxo de construir um novo estádio apenas para abrigar um jogo da Copa.

"Não sei de onde surgiu essa história de Pirituba. O Morumbi é o estádio de São Paulo na Copa do Mundo. Pirituba, até onde eu sei, é uma especulação. Eu, pessoalmente, ignoro qualquer projeto de construção de um estádio naquela região e qualquer manifestação da Fifa quanto a esse estádio".

O ministro disse que viabilizar economicamente um estádio de futebol é algo "muito difícil" e por isso é contrário à construção de um novo local. "São Paulo não tem necessidade de um novo estádio. Já tem o estádio do Palmeiras, o Corinthians tem o Pacaembu, o São Paulo tem o seu (estádio) e não haveria mandante para jogos em um novo estádio. O Brasil não pode ter o privilégio de construir um estádio apenas para fazer um jogo, apenas para a abertura da Copa. Seria um desperdício de recurso e imagino que o investidor privado não teria interesse em construir um equipamento que não tem viabilidade financeira".

Orlando Silva também defendeu apoio do governo e da prefeitura para as obras no Morumbi. "A Fifa aprovou o projeto e agora cabe ao São Paulo Futebol Clube, que é o dono do estádio, viabilizar o financiamento. Eu imagino que a cidade e o Estado de São Paulo também devem dar um apoio ao São Paulo, porque o Morumbi não é um problema do clube, mas do estado de São Paulo. Eu imagino que o estado e a cidade devem apoiar a viabilização desse estádio".

Tanzânia espera que jogo com Brasil motive turismo e futebol

Segundo José Luiz Runco, médico da Seleção, retorno do meia foi dentro do previsto Foto: Reinaldo Marques/Terra

Kaká será a principal estrela em campo no amistoso entre Brasil e Tanzânia

A Tanzânia será um dos adversários do Brasil antes da Copa do Mundo. Empolgado pelo amistoso e por "seduzir" a "melhor seleção do planeta", o presidente da Federação de Futebol local, Leodegar Tenga, disse ao site Goal que confia no talento dos brasileiros como estratégia de motivação ao turismo e também ao futebol local.

De acordo com Tenga, "será excitante assistir a melhor seleção do planeta contra a seleção nacional". Para o presidente, a visita dos melhores jogadores do mundo impulsionará o turismo local, além de ajudar no desenvolvimento do futebol.

O amistoso entre Tanzânia e Brasil acontecerá em 7 de junho, no Estádio Nacional, com capacidade para 60 mil torcedores. A seleção da Tanzânia está em 108º lugar no ranking da Fifa. Primeira adversária do Brasil na Copa do Mundo, a Coreia do Norte está em 105º lugar no ranking

terça-feira, 25 de maio de 2010

"Sem querer", musa da natação homenageia Itália em tatuagem

  Foto: Getty Images

Pellegrini escolheu os tons da tatuagem sem perceber que as cores faziam parte da bandeira italiana

A nadadora Federeica Pellegrini homenageou seu país ao fazer uma tatuagem em seu corpo com as cores da bandeira italiana, ainda que "sem querer". O desenho das três rosas desenhadas na região lateral do tronco da musa foi exibido pela atleta pela primeira vez nesta terça-feira, em seu site oficial.

"Eu mesma escolhi as cores da tatuagem", disse Pellegrini, que inicialmente não havia percebido que o verde, o branco e o vermelho também estão na bandeira de sua pátria. "Meu irmão, que me acompanhou ao estúdio, me fez perceber que essas eram as três cores da Itália", acrescentou.

Este é o sétimo desenho que Pellegrini faz em seu corpo, o primeiro colorido. A nadadora, 21 anos, passou três horas com seu tatuador durante a confecção das imagens das rosas. "Avançamos a inscrição um pouco para o lado, pois não queria que se misturasse ao tribal que tenho na minha região lombar. Desmaiei duas vezes, mas o que não se faz por uma tatuagem?", questionou a musa.

Pellegrini também explicou o significado de sua nova tatuagem. "De profunda amante das flores que sou, queria um símbolo branco da pureza e do amor incondicional e ouutro vermelho como a paixão pela vida e pelas coisas que faço", comentou.

Pellegrini, campeã olímpica nos 200 m livre, também tem em seu currículo dois títulos Mundiais, nos 200 m e nos 400 m livre, obtidos em Roma no ano passado. Dona do tempo de 3min59s15 nos 400 m, ela foi a primeira mulher a nadar a distância abaixo da casa dos quatro minutos

Meia fica sem graça ao ter de comparar Joel e Parreira

  Foto: Celso Paiva/Terra

Modise e Parreira terão México, França e Uruguai pela frente no Grupo A da Copa

Depois de ser o nome do jogo contra a Bulgária e conseguir a importante marca de 50 partidas com a camisa da seleção sul-africana, o meia Teko Modise passou por uma situação embaraçosa na entrevista que concedeu sobre o amistoso por 1 a 1, no Orlando Stadium, em Soweto.

Após o assessor da seleção pedir para Modise comentar sobre o seu feito com a seleção, Parreira interrompeu e fez uma brincadeira. "Fala para eles que quer agradecer o primeiro treinador que te deu oportunidade na equipe", brincou o treinador se referindo a ele mesmo.

Um jornalista aproveitou a deixa da brincadeira entre Modise e Parreira para pedir uma comparação que deixou o meia sem graça. "Quem é melhor treinador: Joel Santana ou Parreira?". Modise começou a dar risada e Parreira o salvou da saia-justa. "Não acho que temos que falar quem é melhor ou pior treinador. É questão de ajuste da equipe, é diferente".

O treinador aproveitou para elogiar o grande desempenho de Modise e de Tshabalala, outro meio-campista da equipe, nas duas partidas que fizeram como preparação para a Copa. "Precisamos de garotos como eles em nosso jogo. Todo time precisa de jogadores que sabem criar jogadas diferentes e fazer truques. São eles que podem fazer algumas coisas no terceiro quarto do campo. Então preciso deles no time".

Bem-humorado e feliz com o desempenho da sua equipe no empate com os búlgaros, Parreira ainda brincou mais uma vez durante a entrevista ao comentar sobre a participação do goleiro Khune nos últimos jogos da seleção sul-africana. "Meu goleiro nunca vence o melhor da partida e consegue ganhar o cheque (prêmio dado ao melhor jogador da partida). isso é bom para mim. Fico feliz com isso, infelizmente ele não pode ganhar o dinheiro, mas para o desempenho do time tem sido ótimo. Mostra que estamos bem".

Atual vice-campeã, Safina dá vexame contra rival de 39 anos

Vice-campeã de Roland Garros em 2008 e 2009, Dinara Safina deu um verdadeiro vexame nesta terça-feira. A número nove do mundo teve todas as chances possíveis para vencer a japonesa Kimiko Date Krumm, 39 anos, que mesmo mancando conseguiu ganhar uma maratona por 3/6, 6/4 e 7/5.

Nascida em 28 de setembro de 1970, Krumm é de longe a tenista mais velha integrante do top 100 do ranking feminino. Também por isso, ela passou a sentir fortes dores na perna a partir do sexto game do terceiro set, quando começou a pedir atendimento médico constantemente na quadra. Nesse momento, ela perdia por 4/1 e o saque era de Safina, 24 anos, que não conseguiu fechar a partida.

Com os nervos à flor da pele, a russa ainda chegou a ter 0-30 quando a japonesa serviu no 11º game, porém desperdiçou a chance. Quando foi sacar de novo, a favorita se mostrou irreconhecível e rapidamente cometeu três erros não forçados que deram a vitória à oriental.

Krumm, vitoriosa após 2h34, já havia ficado muito perto da derrota no segundo set, em que perdia por 2/4 antes de obter a virada. Mas a reação na qual ela quase não acreditou veio mesmo na parte final do jogo.

Apenas a 72ª colocada do ranking, a japonesa só havia disputado um torneio no saibro neste ano - sendo eliminada na segunda rodada em Estoril - antes de provocar uma grande surpresa em Roland Garros.

A tenista que foi a quarta melhor do planeta em novembro de 1995 chegou à semifinal do Aberto da França exatamente naquela temporada. Depois disso, porém, ela anunciou a aposentadoria e não participava da competição desde 1996. De volta à quadras em abril de 2008, ela tenta avançar na atual edição do Grand Slam contra a australiana Jarmila Groth, que venceu Yung-Jan Chan, de Taipei, por 6/3 e 6/2.

Liverpool tem interesse em Tardelli, diz imprensa inglesa

Diego Tardelli Martins, 25 anos, foi preterido na primeira lista de Dunga; atualmente no Atlético-MG, atacante já jogou no São Paulo, Real Betis, São ... Foto: AFP

Atacante brasileiro custaria R$ 13,6 milhões

Um dos poucos jogadores que atuam no Brasil a ser levado em consideração pelo técnico da Seleção Dunga, Diego Tardelli pode estar de saída do Atlético-MG. Segundo informações da imprensa inglesa, o Liverpool tem interesse em contratar o atacante.

Nesta terça-feira, dois dos diários mais vendidos da Inglaterra, o tradicional jornal The Daily Telegraph e o tablóide The Daily Mail noticiaram que o Liverpool teria entrado em uma corrida com o West Ham para contratar Tardelli. A segunda publicação estabeleceu até um preço pelo qual seria avaliado o jogador: 5 milhões de libras (R$ 13,6 milhões).

O Telegraph lembrou que o atacante, 25 anos, passou por Real Betis e PSV antes de "impressionar" no Atlético Mineiro nesta temporada. Apenas o sétimo colocado do último Campeonato Inglês, o Liverpool pretende realizar contratações para apagar essa decepção. Recentemente, o clube fechou acordo com dois jovens: os meia-atacantes Raheem Sterling (ex-Queen Park Rangers), 15 anos, e Jonjo Shelvey (ex-Charlton), 18

Gomes confirma: Rodrigo Souto desfalca São Paulo em clássico

Rodrigo Souto (esq) protege a bola da marcação do jovem Everton, novidade do Inter no lugar de Alecsandro Foto: Jefferson Bernardes/Vipcomm/Divulgação

Rodrigo Souto é desfalque são-paulino para o clássico; Jean será o substituto

O técnico Ricardo Gomes confirmou nesta terça-feira a ausência do volante Rodrigo Souto. Com uma lesão na panturrilha, o camisa 18 será desfalque no clássico contra o Palmeiras, nesta quarta-feira, no Morumbi, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Em seu lugar, jogará Jean, bastante elogiado pelo treinador.

"O desfalque do Rodrigo Souto é muito importante, mas temos jogadores que foram titulares. O Jean tem jogado jogos importantes", afirmou o treinador à TV Bandeirantes.

Ricardo Gomes confirmou também a presença do zagueiro Xandão entre os titulares, na vaga de Miranda. O camisa 5 ficará afastado dos gramados por duas semanas e só deve voltar aos treinos durante a Copa do Mundo

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Brasil deve enfrentar Zimbábue e Tanzânia antes da Copa

O técnico Dunga comandou apenas o segundo treino da Seleção desde que chegou em Curitiba Foto: Reinaldo Marques/Terra

Durante congresso da Fifa em fevereiro, Dunga já havia manifestado o interesse de realizar dois amistosos antes da Copa

Zimbábue e Tanzânia devem ser os últimos adversários da Seleção antes da Copa do Mundo. A Confederação Brasileira de Futebol aguarda documentos das confederações dos países para confirmar os dois amistosos preparativos para o torneio já em solo africano.

No dia 2 de junho, a equipe de Dunga iria ao Zimbábue para enfrentar a seleção da casa. Cinco dias depois, a Tanzânia receberia os brasileiros, que estreiam no Mundial contra a Coreia do Norte, em Johannesburgo, no dia 15.

"Esses amistosos servem muito para colocar o time em ritmo de jogo, é ruim ficar muitos dias sem jogar. É para pegar o ritmo de jogo. Os adversários que tínhamos que jogar, nós já jogamos. Só não pegamos a Espanha. Não tem muito mais do que testar. É concentrar, trabalhar bem e pegar ritmo, porque vamos precisar na estréia", disse o zagueiro Juan.

As duas seleções são inexpressivas no futebol mundial. Zimbábue ocupa a 113ª posição no Ranking da Fifa. Tanzânia é a 108ª colocada, duas posições atrás da Coreia do Norte.

Em fevereiro, durante congresso da Fifa em Rustenburgo, na África do Sul, Dunga manifestou a vontade de realizar dois amistosos durante o período preparatório da Copa. Esse ano, a Seleção foi a campo apenas uma vez, na vitória por 2 a 0 contra a Irlanda em Londres, também em fevereiro.

A comissão técnica brasileira já havia deixado claro que não tinha a intenção de enfrentar seleções tradicionais antes da Copa do Mundo. A CBF recusou um convite para duelar com a anfitriã África do Sul, que é treinada por Carlos Alberto Parreira.

Na terra da moda, Venus inova com vestido de forro "invisível"

Os fotógrafos que estavam à beira da quadra para capturar imagens da partida entre a Venus Williams e Patty Schnyder em Roland Garros neste domingo se surpreenderam quando a ex-número 1 do mundo começou a sacar e rebater. A curta saia do vestido de renda da americana se levantava e parecia deixar as partes íntimas da atleta descobertas. Mas, na verdade, tudo não passava de impressão: era apenas o novo modelito usado por ela em Paris que sugeria essa ousadia.

O curto vestido preto com detalhes em vermelho de Venus, que mais lembrava um corsete, era revestido internamente por um tecido de um tom semelhante à cor da pele da tenista. A atual número 2 do mundo, depois de vencer Schnyder por duplo 6/3, explicou que a roupa tinha como tema a "ilusão", escolhido para esta temporada.

Esta não é a primeira vez que a mais velha das irmãs Williams surpreende na roupa com a qual entra em quadra. No Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam de 2010, ela havia usado um modelito amarelo que passava a mesma impressão.

Muito antes de Venus, outra tenista gostava de surpreender com os vestidos que usava em quadra. A brasileira Maria Esther Bueno, que na carreira conquistou 19 títulos de Grand Slam (sete deles em simples), desafiou o costume de Wimbledon nas semifinais de 1962. Na ocasião, ela usou um vestido branco revestido de um forro rosa-choque, que espantava a plateia londrina a cada saque da paulista. A peça fora confeccionada pelo renomado estilista inglês Ted Tinling.

Como passou por Schnyder, suíça número 61 do ranking da WTA, a tenista americana número 2 do mundo avançou no domingo para a segunda rodada e ganhou o direito de desfilar um novo vestido nas quadras de saibro de Roland Garros. A americana desafiará a espanhola Arantxa Parra Santonja, que eliminou a japonesa Kurumi Nara por 2 sets a 0, com duplo 6/2.

Agente de Mourinho se reúne com dirigentes do Real Madrid

Inter de Milão chega a Madri para o confronto com o Bayern de Munique, sábado, na decisão da Liga dos Campeões da Europa Foto: AP

Pela Inter de Milão, Mourinho conquistou o Italiano, a Copa da Itália e a Liga dos Campeões

O acerto entre José Mourinho e Real Madrid está próximo. Segundo o jornal espanhol As, Jorge Mendes, agente do treinador português, esteve reunido pela primeira vez com dirigentes do clube espanhol para definir os detalhes sobre o contrato, que teria duração de quatro anos.

Ainda de acordo com a publicação, Mendes chegou ao Santiago Bernabéu às 12h(7h de Brasília) e teria levado uma proposta de 10 milhões de euros (R$ 23 milhões) por temporada. O teor da reunião não foi divulgado, mas a expectativa é que o acerto aconteça rapidamente e que Mourinho se apresente ao Real Madrid na próxima semana

Maradona garante: "Messi é melhor do que eu na Copa de 86"

Lionel Messi Foto: Getty Images

Maradona acredita que Messi está melhor do que ele na Copa de 1986

Grande ídolo da história do futebol argentino, Diego Armando Maradona é sempre comparado a Pelé e outros grandes craques do futebol mundial. Para muitos, ele foi o maior de todos. Entretanto, para o próprio Maradona, Lionel Messi já o ultrapassou. Para o ídolo argentino, o jovem do Barcelona é melhor do que ele era em 1986, quando, em seu auge, liderou a Argentina para o seu segundo título de Copa do Mundo.

"Messi é melhor do que eu era na Copa do Mundo de 86. Ele é, atualmente, o melhor jogador do mundo e com uma distância muito grande para os outros", disse o atual treinador da seleção argentina, que vai comandar Lionel em busca de mais um Mundial.

O técnico garante que está tentando ensinar Messi todas as coisas que ele fez em 86 e que levaram a equipe ao título. "No México, eu liderei a equipe com a bola. Eu cresci e meus companheiros só vieram atrás. E é isso que eu estou falando para o Lionel fazer. Ele entendeu o que tem que fazer na África do Sul", garantiu Maradona.

Para Maradona, os argentinos são sortudos por ter os dois trabalhando em conjunto para tentar vencer a Copa. "Temos sorte de o Leo ter nascido na Argentina e que eu possa treiná-lo", afirmou o técnico, antes de reclamar de quem critica seu trabalho. "Quem não quiser entender isso, o problema é deles", alfinetou

Corinthians analisa propostas para financiar estádio, diz jornal

Pacaembu, antes da grande final do Paulista Foto: Fernando Souza/Terra

Nos últimos anos, o Corinthians tem utilizado o Estádio do Pacaembu em jogos como mandante

O Corinthians segue com o projeto para construir seu próprio estádio. Na noite desta segunda-feira, o Conselho Deliberativo do clube vai analisar duas propostas de financiamento para viabilizar a construção do estádio. Conforme informou a coluna Painel FC da Folha de S.Paulo, uma proposta é a do Banif, enquanto a outra é do Bradesco.

Segundo a publicação, os bancos irão oferecer financiamentos para aquisição de terreno e início das obras. O Banif ainda oferece para gerir um Fundo de Investimento e Participações de R$ 200 milhões. O Bradesco não apresentou valores, mas enviou uma carta com o endereço do local em que pretende construir a nova casa do Corinthians. O clube tem até 10 de agosto para responder às propostas

Luís Fabiano é a novidade no treino da Seleção

Luís Fabiano Foto: Reinaldo Marques/Terra

Luís Fabiano se apresentou machucado e realizou nesta segunda seu primeiro treino no campo

A grande surpresa do treino físico da Seleção Brasileira na manhã desta segunda-feira foi a presença do atacante Luís Fabiano. O camisa 9 do time de Dunga subiu ao campo e aparentou estar bem fisicamente durante os 40 minutos de seu primeiro treinamento físico com os demais companheiros.

No domingo, Luís Fabiano e Kaká, os dois atletas que ainda se recuperam de lesões, fizeram trabalhos específicos enquanto os demais jogadores realizaram o primeiro treinamento físico no gramado visando à Copa do Mundo.

Kaká continua sem treinar com o grupo. De acordo com a assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Futebol, o craque do Real Madrid deve se juntar aos outros atletas apenas na terça-feira, quando estiver se sentindo "firme" para fazê-lo.

Diferentemente do treino da tarde de domingo, quando os torcedores fizeram festa e protestos contra Dunga do lado de fora, apenas alguns curiosos foram ao portão principal do CT do Caju tentar algum registro da Seleção.

O grupo, que treina até terça-feira em Curitiba, ficará completo apenas na quinta-feira, já em Johannesburgo, na África do Sul, com a chegada de Julio Cesar, Maicon e Lucio, trio campeão europeu com a Inter de Milão no último sábado.

domingo, 23 de maio de 2010

Análise Campeonato Brasileiro – parte 2

Internacional 0x2 São Paulo

John: Foi um jogo que não decide Libertadores, pois com a parada dos times para a Copa do Mundo, há possibilidades de mudanças nos times. Agora como será essas mudanças, só quando tivermos o primeiro jogo de volta é que vamos saber.

Análise do “Blog do Esporte”
Tudo indica uma grande semifinal entre esses dois times na Libertadores. Esse jogo deixou um gosto de que vem coisa boa por aí. Um time grande como os dois tem tudo para conseguirem a vaga. É esperar para ver.

Corinthians 1x0 Fluminense

Rogério: Ainda não me convenci com esse times de 2010 do Corinthians. Tem todas as características de passar sufoco esse ano. Atualmente líder do campeonato, não indica que possa ser ótimo durante todos o campeonato. Esse jogo mostrou que o Mano terá muitas dificuldades pela frente.

Análise do “Blog do Esporte”
Tem tudo para não se dar bem no brasileirão. É um time desorganizado, sem meio-campo e precisa procurar colocar os jogadores em posições que eles saibam jogar, porque foi mostrado hoje um time improvisado, com jogadores, por exemplo o Elias, que não jogaram em suas posições quando contratados pelo time paulista.

Ceará 1x0 Vitória

Jonathan: Esse time do Ceará tem tudo para ser bom demais no campeonato. Deu para sentir o esforço do time nesse jogo.

Análise do “Blog do Esporte”
Um jogo de muita emoção, com um gol que deixa qualquer torcedor enlouquecido. Um time como o Ceará, que pode dar trabalho. Exemplo disso foi o jogo contra o Santos em plena Vila Belmiro.

Cipullo desiste de Felipão: "ele não quer voltar"

O terceiro posto é do brasileiro Luiz Felipe Scolari, que recebe R$ 22,8 milhões por ano no Bunyodkor, do Uzbequistão Foto: Getty Images

Felipão comandando time do Uzbequistão, antes de negar volta ao Brasil

Se o diretor de futebol Seraphim Del Grande falava em insistir nos contatos com Luiz Felipe Scolari, o vice de futebol Gilberto Cipullo traz uma notícia ruim aos palmeirenses. Segundo o dirigente, o técnico descarta retornar ao Brasil na temporada 2010.

"O Luiz Felipe não quer voltar ao Brasil, no momento não há chance. Conversamos várias vezes. Ele tem um filho que está entrando na faculdade em Portugal. A esposa dele quer ficar na Europa", afirmou Cipullo na noite deste sábado.

Agora, a diretoria promete discutir outros nomes. A falta de opções no mercado preocupa o clube de Palestra Itália. Desta forma, o interino Jorge Parraga terá mais dias para mostrar o seu trabalho.

"Até quarta-feira, não teremos o novo técnico do Palmeiras. O Parraga vai dirigir a equipe contra o São Paulo. Vamos pensar com calma no assunto", avisou Gilberto Cipullo

Chelsea pode oferecer R$ 105 milhões para tirar Kaká do Real

Brasileiro salva Real após 45 dias afastado por lesão Foto: AFP

Time inglês teria interesse em Kaká, mas não investiria o mesmo montante pago pelo Real ao Milan em 2009

O jornal espanhol As informou neste domingo que o presidente do Chelsea, Roman Abramovich, estaria disposto a oferecer 45 milhões de euros (cerca de R$ 105 milhões) ao Real Madrid para contar com Kaká na próxima temporada.

O veículo, que citou informações publicadas no diário inglês News of the World, divulgou que esse seria o valor limite que o magnata russo investiria no jogador, que em 2009 foi contratado pelo clube espanhol, junto ao Milan, por 65 milhões de euros (cerca de R$ 150 milhões).

De acordo com o As, o Real não tem planos de negociar o meia brasileiro, mas o clube espanhol poderia mudar de ideia caso uma boa proposta fosse apresentada.

Campeão, Mourinho acerta com o Real Madrid e vai levar Maicon

José Mourinho será técnico do Real Madrid a partir da próxima temporada. O português, campeão europeu pela Internazionale de Milão neste sábado, acertou na noite de sexta, véspera da decisão, sua ida para o clube da capital espanhola.

A notícia foi revelada pelo jornalista Duncan Castles, do inglês "Sunday Times". Castles é muito próximo a pessoas que trabalham no staff de Mourinho e fez uma longa entrevista com o técnico português dez dias atrás.
"Nada estava certo até sexta, quando Florentino Pérez foi até Mourinho e o convenceu de acertar tudo antes da decisão. Ele comunicou o presidente (Massimo) Moratti depois da partida contra o Bayern", contou o jornalista ao ESPN.com.br.

Após o jogo, Mourinho já teria dito que quer ser o primeiro treinador da história a ganhar a Champions League por três clubes diferentes - antes do título com a Inter, havia levantado a taça pelo Porto, em 2004. Enquanto o time voltou imediatamente depois da final para a Itália, o técnico ficou em Madri com amigos e familiares.

O capitão Zanetti confirmou a ida de José Mourinho para o clube merengue. "Mourinho fez um trabalho excelente. Foi uma escolha pessoal e acho que ele está cansado da Itália, fez muitos inimigos. É um grande homem que nos deixa e um grande treinador", disse Zanetti.

Pelo contrato de Mourinho com a Inter, o clube teria de receber uma quantia de R$ 40 milhões para liberar o treinador, o que se tornaria na maior "transferência" de técnico da história. Moratti, no entanto, estaria disposto a abrir mão de parte do valor como agradecimento a Mourinho, que levou o clube à primeira tríplice coroa de sua história.

O português vai receber o maior salário de todos os tempos pago a um treinador, 12 milhões de euros por temporada (aproximadamente 27 milhões de reais) - já descontados os impostos. O contrato com o Real Madrid será assinado para um período de quatro anos e ele recebeu a promessa de Florentino Pérez de poder controlar o clube e as contratações como quiser.

O primeiro a chegar será o lateral brasileiro Maicon, campeão europeu com Mourinho na Inter. Apesar de dizer, após a final em Madri, que "quer cumprir seu contrato" com o clube italiano, Maicon vai ao Real junto com Mourinho por aproximadamente 23 milhões de euros.

Na semana passada, após entrevista ao repórter João Castelo Branco, dos canais ESPN, Maicon havia comentado que estava de malas prontas para ir junto com Mourinho para o Real Madrid.

Celtics batem Magic com facilidade e se aproximam da final

Kevin Garnett vibra em vitória contra Orlando em jogo da final de Conferência Foto: AP

Kevin Garnett vibra em vitória dos Celtics contra os Magic

O Boston Celtics venceu o Orlando Magic por fáceis 94 a 71 e abriu 3 a 0 na série final da Conferência Leste da NBA. Agora, o Boston só precisa de mais uma vitória para disputar a decisão contra Phoenix Suns ou Los Angeles Lakers, que disputam a final da Conferência Oeste. A vaga pode ser definida na segunda-feira, quando as equipes voltam a se enfrentar em Boston.

Curiosamente, os jogadores mais experientes do Boston souberam distribuir o jogo com maestria e consagraram os coadjuvantes neste sábado. O cestinha em quadra foi o reserva Glen Davis, com 17 pontos (além de seis rebotes). Paul Pierce anotou 15, enquanto Ray Allen fez 14.

No Orlando, os astros novamente decepcionaram. Dwight Howard encerrou os 48 minutos de confronto com somente sete pontos e oito rebotes. Os melhores foram Jameer Nelson e Vince Carter, ambos com 15 pontos

Mais uma vez, a defesa dos Celtics sufocou o rival vindo da Flórida. Logo no primeiro período, a equipe do técnico Doc Rivers diminuiu o espaço das principais peças do adversário. Nos 12 minutos iniciais, os donos da casa abriram 27 a 12 no marcador.

A partir daí, o Boston começou a administrar com maestria a sua vantagem. Mesmo com os reservas em quadra, o ritmo forte era mantido. O ala-pivô Glen Davis estava inspirado: contribuía tanto na defesa como na pontuação. No intervalo, placar de 51 a 34 em favor dos Celtics.

Para o segundo tempo, a parte emocional do Orlando ficou claramente abalada. Mesmo nos raros momentos de liberdade, os grandes arremessadores da equipe não conseguiam acertar. Para completar, a principal estrela dos visitantes - o pivô Dwight Howard - passou um período inteiro sem pontuar ou pegar um rebote. Resultado: 75 a 47 para o Boston na terceira parcial.

Nos 12 minutos finais, a partida ficou arrastada. Do lado dos Celtics, a ordem foi poupar as principais estrelas. Já o Orlando estava batido e mostrou-se desinteressado em buscar uma reação. Final: vitória do Boston por 94 a 71

Massa pode dar lugar a Webber na Ferrari, diz jornal

Webber venceu e assumiu a primeira colocação no Mundial Foto: AP

Webber pode sair da Red Bull quando seu contrato acabar

Felipe Massa pode sair da Ferrari quando seu contrato acabar no fim de 2010 e se isso acontecer seu substituto deve ser o atual líder do Mundial, o australiano Mark Webber, segundo o jornal The Mail on Sunday.

Em entrevista, o piloto da Red Bull disse que não descarta uma mudança para uma equipe diferente quando o seu contrato expirar ao final da temporada. O corredor venceu as duas últimas corridas e é o atual líder do Mundial.

Embora admita que esteja feliz na sua atual escuderia Webber deixou aberta a possibilidade de se transferir para a Ferrari em 2011. Segundo o periódico, o contrato de Felipe Massa também termina neste ano e por isso ele pode sair e dar lugar ao australiano.

O corredor da Austrália afirmou que espera que seu futuro seja decidido até o GP da Inglaterra, que acontece em julho. No entanto, ressaltou que só pensa na prova da Turquia, que é a que vem a seguir no calendário.

O australiano está na ponta da tabela com 78 pontos, enquanto o brasileiro está em quinto, com 61. Massa ainda não venceu em 2010 e terá a próxima tentativa no Grande Prêmio turco, que acontece no próximo domingo, dia 30.

John: Esses jornais internacionais que ficam fazendo suspeitas de que um vai sair de um lugar e ir para outro é pura falta do que fazer. Vamos deixar que os acontecimentos vão se desenrolando e depois damos uma resposta concreta.

Antes da Libertadores, Inter e São Paulo fazem prévia no Brasileiro

Fernandão se prepara para jogo contra Cruzeiro Foto: Wander Roberto/Vipcomm/Divulgação

Um dos maiores ídolos da torcida do Inter, Fernandão retorna ao Beira-Rio como adversário

O ritmo é de Libertadores. O clima é de Libertadores. Os times são semifinalistas do torneio continental, mas Internacional e São Paulo se enfrentam, no Beira-Rio, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo. As equipes duelam a partir das 16h (de Brasília), em uma prévia do que pode acontecer na fase decisiva da outra competição.

O time paulista subiu de produção nas últimas rodadas. O Inter mantém o seu nível, precisando conquistar seus avanços na base da superação. É o contraste do momento dos dois clubes brasileiros ainda vivos no principal torneio das Américas. Um dos motivos para o crescimento do São Paulo fará a torcida presente no Beira-Rio pensar no passado.

A tarde dominical será de reencontro. Mais um Inter x São Paulo. Na memória dos gaúchos, há os dois confrontos que deram o título da Libertadores de 2006. Uma das tantas imagens daqueles dois jogos remete a Fernandão, ídolo na conquista. Será o segundo encontro desde que o jogador saiu do clube. O primeiro, no ano passado, durou somente dez minutos, tempo que o atacante demorou para ser expulso vestindo a camisa do Goiás.

Desta vez, o badalado reforço são-paulino garante estar pronto para o jogo e encara o compromisso como um aperitivo do que os clubes farão na semifinal da Libertadores, que só será realizada depois da Copa do Mundo.

"Teremos uma prévia neste domingo. Mas o torcedor é passional. Joguei uma vez lá com o Goiás e tive aplausos, mas houve recepção hostil em alguns momentos. Sou bem tranquilo em relação a isso. Sei a paixão que o torcedor tem pelo Inter", afirmou o jogador.

E não é só o São Paulo que está com o pensamento no futuro. No lado gaúcho, os jogadores também querem aproveitar a partida como aprendizado. "É uma prévia. Por ser um clássico, é bom entrar com força máxima para ter mais confiança ainda. Não podemos deixar o Brasileiro de lado", declarou o meia Andrezinho.

Com a pausa da Libertadores, Jorge Fossati escalará o máximo possível de titulares. Somente os que estiverem com alguma dor mais aguda ou algum problema físico ficarão de fora.

Do outro lado, Ricardo Gomes também promete força máxima em campo, pela primeira vez neste campeonato. Mesmo ciente de que o duelo servirá para estudar o adversário, o treinador adverte que o São Paulo necessita do resultado positivo, já que acumula um empate (Flamengo) e uma derrota (Botafogo) na competição.

"Será uma boa preparação para a semifinal, mas vale três pontos. Pelo espaço entre os jogos, vamos deixar a Libertadores para depois", declarou o treinador são-paulino.

sábado, 22 de maio de 2010

Argentino brilha, Inter quebra jejum e leva inédita tríplice coroa

Milito deitado Foto: AP

Diego Milito comemora seu primeiro gol na decisão

Com gols do argentino Diego Milito, a Inter de Milão bateu o Bayern de Munique por 2 a 0 neste sábado, no Santiago Bernabéu, em Madri, e conquistou a Liga dos Campeões da Europa após 45 anos de jejum. Este é o terceiro título do time italiano no mais nobre interclubes do Velho Continente.

Além de encerrar o incômodo tabu, a equipe comandada pelo técnico José Mourinho fez história ao garantir uma inédita tríplice coroa em seu país. Antes de triunfar na Liga, a Inter já havia levantado os troféus do Campeonato Italiano e da Copa da Itália. O Bayern, aliás, conseguiria o mesmo feito caso levasse a melhor nesta tarde.

Em um duelo tenso disputado no Bernabéu, que pode ser a "casa" de Mourinho a partir da próxima temporada (o treinador estaria na mira do Real Madrid), Milito abriu o placar com gol marcado aos 34min do primeiro tempo e definiu o resultado aos 25min da etapa final.

Conforme adiantado pelo técnico português, a Inter jogou a maior parte da final defensivamente. E o time, a exemplo do duelo da semi contra o Barcelona, novamente mostrou a consistência do setor, formado por três titulares da Seleção Brasileira (Júlio César, Maicon e Lúcio). Tanto que o Bayern terminou o primeiro tempo com mais de 60% de posse de bola, mas não conseguiu oferecer muito perigo. Na melhor chance, Robben cruzou rasteiro e Olic desviou para fora.

Já a Inter explorou bem os contra-ataques e abriu vantagem antes do intervalo. Aos 34min, Diego Milito tocou de cabeça para Sneijder e partiu para a área. O holandês devolveu para o argentino, que bateu com estilo. Pouco depois, em jogada rápida, Sneijder teve a chance de ampliar, mas parou no goleiro Butt.

O segundo tempo começou mais movimentado. Muller recebeu de Altintop e bateu para grande defesa de Júlio César no primeiro minuto. A resposta foi imediata: Pandev chutou com categoria após passe de Milito e Butt salvou. A partir daí, o panorama do jogo voltou a ficar similar ao da etapa inicial, com o Bayern com mais posse, tentando pressionar a Inter.

O time alemão, que não contou com Ribéry, suspenso, teve duas boas chances de empatar, mas parou em Júlio César, que defendeu chutes de Altintop e Robben. A Inter, porém, acabou com as pretensões dos bávaros em mais um contra-ataque fatal: Eto'o deu lindo passe para Milito, que cortou o zagueiro Van Buyten antes de estufar as redes aos 25min.

O Bayern partiu para cima nos minutos finais, mas não evitou o vice e adiou seu quinto título continental. Melhor para a Inter, que não disputava a final da Liga desde 1972 (perdeu do Ajax), para Milito, que foi ovacionado ao ser substituído nos acréscimos, para Mourinho, que triunfa na Europa pela segunda vez (foi campeão com o Porto em 2004), e para a torcida italiana, que fez grande festa nas arquibancadas na Espanha

Washington e Cleber Santana não treinam e devem deixar o São Paulo

Poupando titulares para o jogo contra o Cruzeiro, pela Libertadores, o São Paulo escalou um time misto, com Marcelinho Paraíba e Washington (foto) no ... Foto: Gaspar Nóbrega/Vipcomm/Divulgação

Washington interessa a duas equipes e deve sair do clube nos próximos dias

Na manhã deste sábado, o São Paulo encerrou a preparação para a partida de domingo contra o Internacional, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, com três desfalques. Não compareceram ao CT da Barra Funda o zagueiro André Luís, negociado com o Fluminense, além do atacante Washington e do volante Cléber Santana, que também devem deixar o clube.

De acordo com o diretor de futebol do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes, os três pediram dispensa por não terem sido relacionados para o duelo no Beira-Rio, em Porto Alegre. "Esses jogadores solicitaram permissão ao Ricardo (Gomes) para tratarem de problemas particulares", disse o dirigente, antes de garantir que não há negociação para a saída de Washington e Cléber Santana.

"Quero deixar claro que não há nenhuma negociação em andamento, apenas manifestações de interesse. Sabemos que os jogadores estão negociando com os clubes", afirmou o dirigente. Cleber Santana deve seguir o mesmo caminho do zagueiro Andre Luis e reforçar o plantel de Muricy Ramalho no Fluminense. Já Washington interesse ao Atlético-PR e Flamengo.

"O jogador tem de escolher o clube pelo qual quer jogar. O São Paulo, pelas declarações dele, dizendo que está desmotivado, não vai dificultar a rescisão de seu contrato", afirmou João Paulo de Jesus Lopes, demonstrando o incômodo da diretoria com as constantes reclamações de Washington