terça-feira, 30 de novembro de 2010

Inglaterra manda Beckham e até príncipe para salvar candidatura

 . Foto: AP

Jogador do Los Angeles Galaxy foi até o Príncipe William para salvar a candidatura inglesa

A Inglaterra mandou uma delegação que tem até um herdeiro da família real para tentar salvar a candidatura do país à Copa do Mundo de 2018. William, filho mais velho da Princesa Diana e do Príncipe Charles, chegou nesta terça-feira a Zurique, ao lado do primeiro-ministro David Cameron e do jogador David Beckham, na tentativa de, com lobby, levar o Mundial para o país depois de 52 anos.

A presença dos astros e do primeiro-ministro, de uma certa forma, serve de alento pelo descrédito que tomou conta da candidatura por parte da imprensa inglesa. Tudo por conta da reportagem publicada pela BBC na última segunda, na qual três membros do comitê executivo, entre eles o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, são acusados de terem recebido propina da empresa ISL. A empresa em questão faliu em 2001 em meio a polêmicas sobre subornos pagos em contratos de TV.

Antes disso, em outubro, o jornal inglês Daily Mail também denunciou um suposto esquema de troca de votos entre Espanha/Portugal, candidata a 2018, e Catar, na briga por 2022. Também partiu da imprensa inglesa a gravação de pedido de suborno que resultou nas quedas do nigeriano Amos Adamu e do taitiano Reynald Temarii, dois membros do comitê executivo que tinham direito a voto na escolha das sedes.

Tamanho acúmulo de denúncias partindo do país é visto nos bastidores como um tiro contra a candidatura. São pouco mais de 20 votos em disputa - o número exato não foi fornecido depois do afastamento de dois membros - e a voracidade da imprensa inglesa contra a entidade pode afastar quem está em dúvida.

O chefe da candidatura inglesa, Andy Anson, manifestou ao The Sun sua preocupação. "É claro que eu estou desapontado com tudo isso. É um pequeno grupo de 22 ou 23 eleitores. Se você fere um, isso pode ter impacto nos outros, isso é inevitável. Isso não nos faz ganhar votos".

Para piorar, os três votos da América do Sul já foram declarados para a candidatura de Portugal e Espanha. A tomada antecipada de posição de Ricardo Teixeira, Julio Grondona (presidente da Associação de Futebol Argentina) e Nicolás Leoz (presidente da Confederação Sul-Americana) também é vista como prejudicial à Inglaterra e pode ser interpretada até como motivação para o ataque da imprensa inglesa contra os sul-americanos.

Lobby

Para combater o quadro desfavorável, a Inglaterra aposta no poder de persuasão de cabos eleitorais que embarcaram nesta terça em um voo fretado da British Airways. Publicamente, os defensores da candidatura tentam passar confiança.

"Eu estou extremamente orgulhoso de voar para Zurique com representantes da candidatura da Inglaterra 2018, e de estar viajando com a esperança da nação neste avião", disse Beckham, referindo-se às mensagens escritas por ingleses no avião.

Sem perder tempo, o jogador já participou de uma clínica com garotos da escola Sekundarschule Liguster. Na quarta de manhã, deve manter a sua participação ativa antes da apresentação oficial da candidatura.

O escolhido para a sede da Copa 2018 será anunciado na tarde de quinta e, além de Portugal/Espanha, Rússia e Holanda/Bélgica também estão na briga.

Para Totti, Barcelona é o melhor time de todos os tempos

Xavi toca por cima de Casillas para abrir o placar no Camp Nou. Foto: AFP

Futebol do Barcelona impressionou meia italiano

Ídolo e capitão da Roma, o meia italiano Totti foi mais um a rasgar elogios ao Barcelona após a goleada catalã sobre o Real Madrid por 5 a 0, nesta segunda-feira. Segundo Totti, não havia jeito de o Real vencer o clássico espanhol.

"Foi um dos maiores jogos do mundo. Foi um espetáculo de futebol, é sempre legal ver um jogo assim. O Barcelona é o time mais forte de todos os tempos, têm um grande treinador e grandes jogadores", disse o jogador da Roma ao Roma Channel.

"Penso que mesmo se três times tivessem jogado contra o Barcelona, eles não perderiam. O time foi simplesmente devastador. Correram menos, mas fizeram a bola fazer o trabalho", explicou.

Filas marcam venda de ingressos para Vitória x Atlético-GO

Torcedores chegam ao Barradão para a final da Copa do Brasil. Foto: Agência Lance

Estádio do Barradão deverá lotar no confronto deste final de semana

Mesmo com a chuva em Salvador na manhã desta terça-feira, a torcida do Vitória provocou longas filas na busca por ingressos para a partida decisiva do próximo domingo, contra o Atlético-GO, válida pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A maior concentração está nas bilheterias localizadas no estádio do clube rubro-negro, local em que alguns torcedores chegaram por volta das 5h para garantir sua entrada no jogo que decide se o clube baiano permanecerá, ou não, na Série A.

A venda começou às 9h, nos cinco postos aptos para sua comercialização: lojas do clube no Shopping Capemi e Center Lapa; loja Estação Rubro-Negra, no Shopping Paralela; loja Bahia Mulher, no bairro de Brotas; e bilheterias do Barradão.

O torcedor que quiser adquirir um ingresso para o setor das cadeiras, que é exclusivo para a torcida do Vitória, poderá comprar apenas na quinta-feira, por R$ 80 (inteira), e R$ 40 (meia). Para a arquibancada, o preço é de R$ 10 (meia), sem a necessidade da apresentação de documentação.

Vice de futebol assegura permanência de Muricy em 2011

Muricy Ramalho orienta time do Fluminense na Arena Barueri. Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

Treinador deve renovar contrato com o Fluminense por mais duas temporadas

Depois de chegar às Laranjeiras para votar nas eleições do Fluminense, o vice presidente de futebol do clube, Alcides Antunes, disse que o técnico Muricy Ramalho permanecerá para a próxima temporada, mesmo com o contrato encerrando-se no final de dezembro. Segundo o dirigente, um acordo verbal já foi feito para a renovação do vínculo.

"A partir de janeiro, o Muricy renovará o contrato com o clube até dezembro de 2012. Ele tem um acordo verbal com o clube e vai ficar. Já mostrou que é um homem de palavra", comentou Antunes.

Sobre a sua possível saída do clube, Alcides mostrou-se chateado, mas assegurou que está focado na partida de domingo, diante do Guarani, que pode dar ao Fluminense o segundo título do Campeonato Brasileiro.

"Ainda não fui procurado por nenhum dos candidatos para saber sobre meu futuro. Mas isso acontece devido a um acordo que foi feito. A vida política do clube não interfere no futebol. Aliás, tenho que agradecer os candidatos (Peter Siemsen e Julio Bueno), que não se meteram no futebol do clube. O meu foco nesse momento é o jogo contra o Guarani, que precisamos ganhar".

Questionado sobre a venda de ingressos para o duelo, Alcides afirmou que infelizmente não haverá lugar para todos os torcedores e disse que quem está tomando conta disso é o financeiro do clube, não a parte de futebol.

"Infelizmente vai ter torcedor que vai ficar de fora, até porque a capacidade do Engenhão é metade da do Maracanã. Se tivesse 300 mil lugares, com certeza seriam vendidos os 300 mil ingressos. Não adianta o torcedor que não conseguir ingresso ficar revoltado, infelizmente nem todos estarão na festa", argumentou.

Sem B. Senna e Di Grassi, FIA divulga lista provisória de 2011

Vettel e Webber formarão a primeira fila no GP da Coreia do Sul. Foto: Getty Images

Mark Webber e Sebastian Vettel seguem como a dupla da campeã Red Bull

Nesta terça-feira, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) divulgou a lista provisória de equipes e pilotos para a próxima temporada da Fórmula 1. Felipe Massa e Rubens Barrichello têm seus lugares garantidos em seus respectivos times (Ferrari e Williams); já Bruno Senna e Lucas Di Grassi não figuram na relação.

No entanto, os brasileiros ainda têm chances, uma vez que nem todas as equipes confirmaram seus pilotos para o próximo ano - casos de Hispania e Virgin. Piloto da Hispania neste ano, Bruno esteve negociando com a Lotus, mas a equipe malaia decidiu manter a dupla deste ano: Jarno Trulli e Heikki Kovalainen.

Depois de vender a maior parte de suas ações para uma empresa russa, a Virgin, que teve Di Grassi nesta temporada, ainda não confirmou seus pilotos para 2011.

Nas escuderias grandes, sem surpresas. A campeã Red Bull mantém a dupla Sebastian Vettel e Mark Webber, assim como Ferrari, McLaren e Mercedes, que terão os mesmos pilotos correndo em 2011. A Toro Rosso aparece com as vagas vazias na lista, apesar de ter contrato fechado com Sebastien Buemi e Jaime Alguersueri para 2011.

Confira a lista de pilotos para a temporada 2011 da F1

Red Bull Racing
1. Sebastian Vettel
2. Mark Webber

McLaren Mercedes
3. Jenson Button
4. Lewis Hamilton

Ferrari
5. Fernando Alonso
6. Felipe Massa

Mercedes GP
7. Michael Schumacher
8. Nico Rosberg

Renault
9. Robert Kubica
10. A definir

Williams
11. Rubens Barrichello
12. A definir

Force India
14. A definir
15. A definir

Sauber
16. Kamui Kobayashi
17. Sergio Perez

Toro Rosso
18. A definir
19. A definir

Lotus
20. Jarno Trulli
21. Heikki Kovalainen

Hispania
22. A definir
23. A definir

Marussia Virgin
24. A definir
25. A definir

Com Neymar e Coutinho, Ney Franco anuncia pré-lista do Sub-20

Neymar comemora após marcar o segundo gol do Santos no jogo válido pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Foto: Antonio Carlos Mafalda/Mafalda Press/Gazeta Press

Neymar será a estrela da Seleção que tentará buscar a vaga olímpica para o Brasil

O técnico Ney Franco divulgou nesta terça-feira, pelo Twitter oficial da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), uma pré-lista com 25 jogadores convocados para o Sul-Americano Sub-20, que será disputado nos meses de janeiro e fevereiro de 2011, no Peru. O torneio dá duas vagas para a Olimpíada de Londres em 2012 e quatro para o Mundial da categoria, que será disputado em julho do ano que vem, na Colômbia.

Os destaques da relação são o atacante Neymar, do Santos, e o meia Philippe Coutinho, da Inter de Milão, que já contam com convocações para a Seleção principal. Cinco jogadores serão cortados da lista após um período de observação, para que o grupo de 20 atletas seja fechado para o Sul-Americano.

Coutinho, aliás, está lesionado e nem foi relacionado pela Inter para a disputa do Mundial de Clubes, em Abu Dhabi, entre 8 e 18 de dezembro. Porém, Ney Franco confia na recuperação do ex-vascaíno.

"O Coutinho é um jogador que está fazendo ressonância, teve lesão muscular. Mas o doutor (José Luis) Runco (médico da Seleção) está em contato com departamento médico da Inter de Milão. O jogador se apresenta no dia 13", disse o técnico.

Os jogadores se reunirão no dia 13 de dezembro e treinarão até o dia 22, quando haverá uma pausa para o Natal. Depois, as atividades acontecem entre os dias 26 a 30, quando haverá novo descanso, desta vez para o ano novo. A última parte de treinos ocorre entre 3 e 13 de janeiro - dia em que a Seleção embarca para o Peru. A estreia é no dia 17, contra o Paraguai.

Confira os 25 pré-convocados para o Sul-Americano Sub-20

Goleiros
Aleksander - Avaí
Gabriel - Cruzeiro
Milton - Botafogo

Zagueiros
Alan - Vitória
Bruno Uvini - São Paulo
Juan - Internacional
Romário - Internacional
Saimon - Grêmio

Laterais
Danilo - Santos
Rafael Galhardo - Flamengo
Alex Sandro - Santos
Gabriel Silva - Palmeiras

Meio-campistas
Alan Patrick - Santos
Lucas - São Paulo
Oscar - Internacional
Philippe Coutinho - Inter de Milão (ITA)
Casemiro - São Paulo
Fernando - Grêmio
João Pedro - Palermo (ITA)
José Eduardo - Parma (ITA)

Atacantes
Diego Maurício - Flamengo
Henrique - Vitória
Lucas Gaúcho - São Paulo
Neymar - Santos
Willian - Grêmio Prudente

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Homem morre após cair de sacada de estádio em jogo da NFL

A polícia de Chicago confirmou nesta segunda-feira a morte de um homem que, no domingo, caiu de uma sacada a mais de seis metros de altura no Estádio Soldier Field, durante a partida entre Chicago Bears e Philadelphia Eagles, pela NFL.

Segundo as autoridades locais, o homem, cerca de 30 anos, recebeu assistência médica no estádio, mas morreu em um hospital da região.

O chefe do Corpo de Bombeiros, Joe Roccasalva, explicou que o torcedor caiu sobre um pequeno telhado fora do estádio.

A morte no Soldier Field, que recebeu jogos da Copa do Mundo de 1994, é a segunda ocorrida em um centro esportivo dos Estados Unidos em apenas uma semana. No dia 21 de novembro, uma criança de dois anos caiu de um camarote do Ginásio Staples Center, logo após o fim da partida entre o Los Angeles Lakers e o Golden State Warriors, pela NBA.

Árbitro cita na súmula copos arremessados por torcida do Palmeiras

 . Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

Torcida do Palmeiras pressionou sua equipe para perder

O árbitro Wilton Pereira Sampaio, do Distrito Federal, não deixou passar o mau comportamento da torcida do Palmeiras na partida contra o Fluminense, pela 37ª rodada do Brasileiro de 2010. Na súmula apresentada à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta segunda-feira, o apitador descreveu os copos de água atirados pelos palmeirenses no gramado da Arena Barueri.

"Aos 15 minutos do 1º tempo, a partida foi paralisada em virtude da torcida do Palmeiras, localizada atrás da meta defendida pelo goleiro do Palmeiras, ter arremessado alguns copos de água mineral para dentro do campo de jogo (área penal), no momento da cobrança de um tiro de canto a favor da equipe do Fluminense. Sendo solicitada a presença do policiamento para providências necessárias, tal atitude não se repetiu. Vale ressaltar que os copos arremessados não atingiram nenhum atleta e estes foram retirados pelos atletas", descreveu Wilton Pereira Sampaio.

Curiosamente, a torcida do Palmeiras queria acertar o goleiro da própria equipe. Inspirado, Deola vinha fazendo uma grande atuação diante do poderoso ataque do Fluminense comandado por Conca, Emerson e Fred.

Aos palmeirenses, a vitória do time carioca era uma obrigação para prejudicar o Corinthians na briga pelo título nacional. O Fluminense ganhou por 2 a 1 e manteve um ponto de vantagem na ponta. Portanto, depende apenas de suas forças na última rodada para assegurar o título nacional.

Agora, fica a expectativa da análise do STJD (Superior Tribunal de Justiça) em relação ao caso. O Palmeiras já tem um efeito suspensivo em vigor em relação aos incidentes de seus torcedores no clássico contra o Corinthians, no mês passado. Na ocasião, foram arremessados objetos perigosos (ralos e lixeiras de ferro) no estacionamento do Pacaembu.

No primeiro julgamento no STJD, o Palmeiras acabou punido com a perda de dois mandos no Campeonato Brasileiro. Depois de cumprir metade da pena, o Verdão obteve o efeito suspensivo para enfrentar o Fluminense em Barueri.

Santos tem prioridade e destaque da Portuguesa pode pintar em 2011

A Portuguesa novamente ficou no quase. A equipe paulista venceu o Sport por 2 a 1, em plena Ilha do Retiro, mas não retornou à elite do futebol .... Foto: Antonio Carneiro Costa/Gazeta Press

Portuguesa brigou até a última rodada, mas não conseguiu o sonhado acesso à Série A

O lateral esquerdo Fabrício, da Portuguesa, pode ser um dos nomes a pintar no Santos em 2011. O jogador, 23 anos, é um dos destaques da equipe que deixou escapar a chance de acesso à Série A na última rodada, e seria um reforço interessante à equipe da Vila Belmiro - o clube pretende montar um elenco forte para disputar e ganhar todas as competições na próxima temporada.

Conforme apurou o Terra, o time alvinegro tem prioridade na aquisição do atleta e pode ir atrás dele assim que o Campeonato Brasileiro acabar. O lateral, que tem exercido a função de volante na Portuguesa, é meia de origem e foi um dos pilares da Portuguesa na segunda divisão nacional.

"O Santos tem prioridade na compra dele. Sou muito amigo do Fernando (Silva, consultor e assessor do presidente Luis Álvaro de Oliveria Ribeiro) e tinha combinado isso com ele. Vamos conversar sobre isso assim que o campeonato (Brasileiro) acabar, após a última jornada que ocorre esse domingo", afirmou ao Terra o vice-presidente de futebol da Portuguesa, Luis Iauca.

Fontes ligadas ao Santos confirmaram que uma eventual negociação poderia acontecer graças ao zagueiro Domingos, que pertence ao clube alvinegro e está emprestado ao time do Canindé. A extensão de seu contrato foi crucial para o comprometimento da Portuguesa com uma futura venda dos direitos federativos de Fabrício ao clube da Vila Belmiro.

O volante atuou nas categorias de base do Corinthians e já disputou 63 jogos com a camisa da Portuguesa. Balançou as redes sete vezes, sendo cinco em 2010. Muito bom nas laterais do campo, o atleta se caracteriza por sua velocidade e habilidade. Na Série B deste ano, o ala deu seis assistências e driblou 52 vezes, em 31 partidas disputadas.

Confira números de Fabrício na Série B de 2010, de acordo com o Footstats:

Jogos: 31
Assistências: 6
Gols: 3
Passes: 990
Desarmes: 62
Cruzamentos: 33
Dribles: 52
Lançamentos: 38
Cartões: 6 amarelos e 3 vermelhos
Faltas: 48 cometidas e 56 recebidas

Liverpool pode tirar Kleber do Palmeiras

Kleber tenta drible para cima de dois marcadores tricolores. Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

Kleber estaria na mira do tradicional clube inglês

O atacante brasileiro Kleber, do Palmeiras, está na mira do Liverpool, da Inglaterra, segundo noticia o jornal inglês Daily Mail nesta segunda-feira.

De acordo com a publicação, o treinador do clube inglês, Roy Hodgson, está atrás de um atacante para tirar a pressão do espanhol Fernando Torres.

O Daily Mail ainda afirma que, após a eliminação para o Goiás na Copa Sul-Americana, na última quarta, em pleno Pacaembu, o Palmeiras estaria disposto a vender o jogador por um preço menor.

O jornal, que lembra que o brasileiro esteve na mira do Everton na última temporada, ainda tem uma suposta declaração de Kleber após o mesmo ter falado com o diretor de futebol do Palmeiras, Wlademir Pescarmona: "ele me disse que, se eu quiser sair, eu posso".

Massa voltará a ser o homem que vimos em 2008, diz Ferrari

Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari, divaga no pitlane nos treinos livres do final de semana. Foto: AP

Luca di Montezemolo elogia brasileiro, mas destaca atuação de Fernando Alonso

Primeiro foi o chefe da Ferrari, Stefano Domenicali. Agora, é a vez do presidente da escuderia, Luca di Montezemolo, fazer uma cobrança pública ao brasileiro Felipe Massa, que teve um fraco desempenho na temporada 2010 da Fórmula 1.

"Espero muito de Felipe no próximo ano", comentou o dirigente, que, no entanto, preferiu usar palavras de motivação ao invés de ameaças. "Estou certo que ele voltará a ser o homem que vimos em 2008", emendou.

Há dois anos, Massa perdeu o título por um ponto de diferença, conquistado na última curva da última prova do ano por Lewis Hamilton. Em 2010, porém, ele foi apenas o sexto colocado e "entregou" sua única clara chance de vitória a Fernando Alonso no GP da Alemanha.

O dirigente, aliás, elogiou bastante o espanhol. "Alonso foi incrível, tanto dentro como fora da pista, decidido e cheio de confiança em si mesmo, um verdadeiro motor", descreveu.

Montezemolo ainda negou grandes mudanças no time, apesar do erro de estratégia que tirou o título de Alonso em Abu Dhabi.

"Não é nossa filosofia, porque, por anos, adotamos uma política baseada na estabilidade. São possíveis pequenos ajustes, mas nada de grande importância", assegurou.

Zé Roberto mandou dar título para o Corinthians, diz juiz

Zé Roberto e Ralf disputam bola no Pacaembu. Foto: Ivan Pacheco/Terra

Zé Roberto foi expulso na partida com o Corinthians

O meia Zé Roberto, do Vasco, foi citado na súmula do árbitro Márcio Chagas da Silva após a expulsão no segundo tempo da derrota diante do Corinthians. Segundo o relato do juiz, o jogador o xingou de diversos nomes e o mandou "dar o título" para o time paulista.

"Vai tomar no c.., seu filho da p.... Vai se f..., dá o título para eles de uma vez, c...", disse Zé Roberto, segundo a súmula do árbitro.

O vascaíno agora corre o risco de ser punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e desfalcar o time carioca nas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro de 2011.

Pergunta de são-paulino a Teixeira sobre estádio irrita Sanchez

Apresentação do projeto do novo estádio do Corinthians, que será em Itaquera

. Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

Projeto de estádio do Corinthians ainda provoca polêmica

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira, participou de um almoço com empresários em São Paulo nesta segunda-feira. Durante o evento, o dirigente respondeu a algumas perguntas enviadas pela plateia sobre a Copa do Mundo de 2014, entre elas uma que irritou Andrés Sanchez, mandatário do Corinthians.

As perguntas dos convidados, escritas em pedaços de papel, eram selecionadas e transmitidas a Teixeira pelo empresário João Dória Junior, mediador do evento. José Carlos Ferreira Alves, vice-presidente do Conselho Deliberativo do São Paulo, questionou a escolha do futuro estádio do Corinthians como palco da abertura do Mundial.

Sentado na mesma mesa de Luis Álvaro Ribeiro, presidente do Santos, Andrés Sanchez fez cara feia assim que ouviu a pergunta de Ferreira Alves e balançou a cabeça negativamente. Em seguida, dirigiu-se à mesa que abrigava parte da imprensa e afirmou: "o Juvenal mandou perguntar isso".

"Talvez ele (Ferreira Alves) saiba melhor do que todos nós como funciona, tanto que o Morumbi passou por um processo demorado e foi até o quinto projeto para ser aprovado. O Corinthians mandou o projeto para o Comitê Organizador Local, que vai comunicar sobre eventuais mudanças. Depois de saber exatamente o projeto, vamos pedir as garantias financeiras", disse Teixeira.

O Morumbi surgiu como principal candidato a receber a abertura do Mundial. No entanto, foi descartado em detrimento do futuro estádio do Corinthians, que ainda depende de um aumento em sua capacidade para preencher os requisitos da Fifa e abrigar o primeiro jogo da Copa de 2014.

Juvenal Juvêncio, presidente do São Paulo, foi convidado para o evento desta segunda-feira, mas não compareceu. O mandatário não tem boa relação com Ricardo Teixeira e Marco Polo Del Nero, presidente da Federação Paulista de Futebol, sentado ao lado do mandatário da CBF no evento.

Questionado sobre o que falta para a capital paulista receber o primeiro jogo da Copa do Mundo, Teixeira foi taxativo. "Falta estádio. São Paulo está preparada para sediar a abertura, que é de uma importância enorme e tem que ser vista com mais cuidado. Tão logo tenha o estádio, a cidade estará adaptada", declarou.

Com Oscar e sem Edu, Inter divulga relacionados do Mundial

Técnico Celso Roth escalou a equipe que deve ser titular no Mundial de Clubes. Foto: Lucas Uebel/Vipcomm/Divulgação

Celso Roth divulga o nome de seus escolhidos para viagem a Abu Dhabi

O técnico do Internacional, Celso Roth, divulgou no final da tarde desta segunda-feira a lista dos 23 jogadores que irão disputar o Mundial de Clubes da Fifa, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, em dezembro.

A maior surpresa da relação é a ausência do atacante Edu, que vinha seguidamente sendo utilizado por Roth no segundo tempo dos jogos do Campeonato Brasileiro. Já o jovem meia Oscar, que ganhou chances neste final de ano, conseguiu sua vaga e viaja com a delegação.

Outros que ficaram de fora em relação à lista prévia de 30 nomes enviada pela diretoria colorada à Fifa foram o zagueiro uruguaio Sorondo e o atacante Ilan, que se machucou e só deve voltar aos gramados em fevereiro.

Se a numeração dos jogadores (que também foi divulgada nesta tarde) for indicativo de titularidade, Renan deve ser o dono da meta do Inter no Mundial.

Mesmo tendo destaque no rodízio de goleiros, o garoto Muriel ficou de fora. Além de Renan, Pato Abbondanzieri e Lauro irão aos Emirados Árabes como opções para o gol. O garotos Marquinhos e Sasha, do time sub-23, também sobraram e ficam em Porto Alegre.

"É um momento difícil para todos. De alegria para quem está e difícil para quem fica de fora pela expectativa criada. Todo mundo trabalha para estar na lista", comentou Renan, que foi reserva de Clemer na conquista do Mundial de 2006.

"Sempre se tem o peso por ser titular do gol do Inter. Volto a 2006 quando o Clemer era titular no returno no Brasileiro e foi contestado quando eu entrei. Depois ele voltou e foi o goleiro que mais conquistou títulos no clube. Estou me preparando para chegar no ápice no Mundial. Quero repetir a história de 2006 e chegar no topo do mundo", completou.

Para o vice-presidente de futebol do Inter, Fernando Carvalho, o grupo escolhido por Roth tem total condição de garantir o bi. "São dois grupos de qualidade ambivalentes. O de 2006 tem a vantagem de ter sido campeão. O atual pode variar taticamente durante um jogo sem alterar jogadores", afirmou.

O Inter viaja para os Emirados Árabes no próximo dia 8 e estreia na competição seis dias depois, contra o vencedor do duelo entre Pachuca, do México, e Mazembe, do Congo. A decisão do Mundial será no dia 18.

Confira os escolhidos de Roth e a numeração do Inter:

1. Renan
2. Bolívar
3. Índio
4. Nei
5. Guiñazu
6. Kleber
7. Tinga
8. Giuliano
9. Alecsandro
10. D'Alessandro
11. Rafael Sobis
12. Derley
13. Rodrigo
14. Ronaldo
15. Glaydson
16. Juan
17. Andrezinho
18. Oscar
19. Leandro Damião
20. Wilson Matias
21. Daniel
22. Pato Abbondanzieri
23. Lauro

Marcas de um Campeonato – Especial

Há quem diga que o brasileiro desse ano repercutiu muito em todos os torcedores, de fato foi, porque um campeonato tão equilibrado como esse, tem de ser apreciado e admirado por todos.

Na briga de cima, Corinthians, Fluminense e Cruzeiro sonham em poder colocar a mão na taça, precisando ou não de uma ajudinha de algum rival:

 

P

J

V

E

D

GP

GC

S

%

1Fluminense

68

37

19

11

7

61

36

25

61

2Corinthians

67

37

19

10

8

64

40

24

60

3Cruzeiro

66

37

19

9

9

51

37

14

59

Corinthians

Precisa vencer seu confronto (Goiás x Corinthians, no Serra Dourada) e torcer para que o Fluminense não vença o Guarani, time já rebaixado.

Fluminense

Só precisa de uma vitória simples contra o Guarani para ser campeão.

Cruzeiro

Precisa vencer o Palmeiras e torcer para que Fluminense e Corinthians percam seus jogos.

Rebaixamento

16Atlético-GO

41

37

11

8

18

51

57

-6

36

                   

17Vitória

41

37

9

14

14

42

48

-6

36

18Guarani

37

37

8

13

16

33

52

-19

33

19Goiás

32

37

8

8

21

40

67

-27

28

20Grêmio Prudente

28

37

7

10

20

39

61

-22

25

Na parte debaixo da tabela, Guarani, Goiás e Prudente já foram rebaixados, mas na questão do Vitória, o time precisa fazer algum tipo de milagre para escapar da degola. O time do Flamengo, não colocado em nossa lista, não é ameaçado, pois Vitória e Atlético-GO farão confronto direto.

15Flamengo

43

37

9

16

12

41

44

-3

38

16Atlético-GO

41

37

11

8

18

51

57

-6

36

17Vitória

41

37

9

14

14

42

48

-6

36

Zona da Sul-Americana

5Botafogo

59

37

14

17

6

54

39

15

53

6Atlético-PR

57

37

16

9

12

42

45

-3

51

7Santos

55

37

15

10

12

63

50

13

49

8Internacional

55

37

15

10

12

45

41

4

49

9São Paulo

52

37

14

10

13

50

54

-4

46

10Palmeiras

50

37

12

14

11

41

41

0

45

11Ceará

47

37

10

17

10

35

42

-7

42

12Vasco

46

37

10

16

11

41

45

-4

41

13Atlético-MG

45

37

13

6

18

52

60

-8

40

14Avaí

43

37

11

10

16

49

57

-8

38

Esse ano a zona da sul-americana é extensa por ter dois times que já irão disputar direto a Libertadores (Santos, pela Copa do Brasil, e Internacional, por ser campeão da Taça). Tirando os dois, sobram os outros times, que farão a disputa nacional ano que vem. Botafogo e Atlético-PR sonham em poder roubar a vaga do Grêmio e irem direto a Libertadores, mas será uma tarefa difícil.

Domingo é o grande dia para sabermos que se consagrará campeão de 2010!!!

domingo, 28 de novembro de 2010

Tartá salva, Flu vira sobre Palmeiras e fica perto do título

Uma vitória no Engenhão contra o agora já rebaixado Guarani é o que separa o Fluminense do segundo título do Campeonato Brasileiro de sua história. Neste domingo, os tricolores foram maioria na Arena Barueri e, com uma atuação razoavelmente segura, venceram o Palmeiras, de virada, por 2 a 1. Dinei assustou o Flu e os próprios palmeirenses, que clamavam por uma derrota, ao abrir o marcador já com 4min. Com paciência e perdendo muitas oportunidades, o Fluminense remontou graças a Carlinhos e Tartá, que marcaria o gol salvador.

Quase 12 mil torcedores, e boa parte tricolores, foram até Barueri para acompanhar o jogo que poderia dar até o título para o Fluminense. O Palmeiras teve competência defensiva, sobretudo Deola, mas pareceu assustado com a pressão para não vencer que vinha de sua própria arquibancada. Mesmo sem 100% de sua inspiração, o Flu teve força e o protagonismo das ações, aproximando Muricy Ramalho de seu quarto título do Brasileiro.

A uma rodada do fim, o Fluminense é o líder isolado da Série A com 68 pontos. De nada adiantou o Corinthians bater o Vasco e chegar até 67. Nem o Cruzeiro virar diante do Flamengo e ir até 66 pontos. O Flu depende apenas de suas próprias forças para ficar com o título. Derrotado pelos tricolores, o Palmeiras é o décimo com 50 pontos e pegará os cruzeirenses, fora de casa, no próximo domingo.

Tartá, que já havia marcado contra o Vasco, reapareceu na Arena Barueri. Foi a campo graças a mais uma lesão de Deco e salvou a pátria. Fred e Emerson se cansaram de perder gols, Conca finalizou pouco, mas coube a ele aproximar o Flu do título.

Primeiro tempo: Palmeiras contra Palmeiras

Na entrada ao gramado, Luiz Felipe Scolari pediu seriedade diante dos microfones. Para ele, jogador que sentisse a pressão das torcidas era cafajeste. O que, ainda de acordo com Felipão, não existe no Palmeiras. Sem nada a ver com isso, o Fluminense teve o apoio maciço dos tricolores, que preencheram cerca de 70% do espaço a eles designado em uma dividida Arena Barueri.

Antes mesmo de as equipes mostrarem quais seriam suas estratégias, a rede balançou, o que condicionaria toda a primeira etapa. Já com 4min, uma bola longa chutada pela defesa palmeirense encontrou Leandro Euzébio. Ao tentar recuar, um dos melhores zagueiros do Brasileiro deu uma sonora pixotada, superdimensionada graças a Dinei. O atacante alviverde, assim chamado em homenagem a um ídolo do Corinthians, recolheu e soltou um foguete na gaveta de Ricardo Berna. Marcou mas não comemorou. Era o Palmeiras fazendo a alegria de seu maior rival.

As arquibancadas preenchidas por palmeirenses protestaram, especialmente atrás do goleiro Deola. Trabalhando contra o próprio time, a torcida alviverde veria o Fluminense tomar as rédeas durante boa parte da primeira etapa. Conca, aos 8min, tentou em finalização defendida pelo goleiro do Palmeiras. Depois, o argentino cobraria falta para Emerson acertar o travessão. No rebote, Gum espanou e o Flu viu ir embora sua primeira grande chance.

Aos 16min, Fred teve nova oportunidade, mas Deola impediu a cabeçada do centroavante. Dois minutos depois, o Fluminense tirou seu zero do placar. Conca abriu o jogo para Carlinhos. Livre na esquerda, ele avançou diante de um impassível Márcio Araújo, cortou o marcador e bateu de direita por cima do goleiro palmeirense. Era o gol para dar mais tranquilidade ao Flu.

Mau posicionado no gol do Fluminense, Deola se transformou no grande personagem da primeira etapa fazendo pelo menos três defesas importantes: primeiro, impedindo que bola perigosa chegasse na cabeça de Gum. Depois, rebatendo finalização de Fred em jogada ensaiada após bola rolada por Conca em cobrança de falta. Naquela que seria a melhor chegada do Flu em 45 minutos, Emerson recebeu em velocidade e soltou uma bomba para o goleiro palmeirense botar para fora com a ponta dos dedos.

Nessa altura, por volta dos 25 minutos, o gol do Fluminense parecia certo. Conca teve a chance em finalização, mas Deola pegou com os pés. Aí, o Flu sofreu um baque. Deco foi sacado, por lesão, aos 31min. Com Tartá em campo, coincidência ou não, a produção caiu na última parte. O Palmeiras voltou a ocupar o campo de ataque e teve até uma chance criada por Gabriel Silva, que passou por dois tricolores e, na frente de Ricardo Berna, chutou muito fraco.

Segundo tempo: Fluminense arranca a vitória

O Palmeiras voltou do intervalo sem o jogador mais disperso durante os primeiros 45 minutos. Felipão lançou mão do garoto Fernando no lugar de Marcos Assunção, que não atuava bem.

No reinício, Fred desperdiçou duas incríveis chances de colocar o Fluminense na frente. Já com 4min, Mariano avançou pela direita, passou para Emerson, que deixou passar. O camisa 9 bateu de canela e perdeu. Em seguida, foi Conca quem conduziu pelo meio e passou para Fred, entre os zagueiros, receber livre e bater para longe.

Depois de assustar em mais duas jogadas pelo alto, o Fluminense conseguiu o gol que precisava. Emerson desceu pela esquerda, cortou para dentro e chutou. No rebote de Deola, Tartá pegou a bola solta, teve espaço e muita calma. De esquerda, bateu no cantinho. Era o Flu à frente aos 13min.

O Palmeiras teve de volta o ex-tricolor Lenny, que não jogava desde 24 de março, dia em que enfrentou o Rio Branco pelo Campeonato Paulista. Com Kléber pouco afim, ele sem ritmo e os outros jogadores aparentemente assustados pela pressão de sua própria torcida, a equipe de Felipão demonstrava pouca força para fazer um gol que poderia aproximar o Corinthians do título. A torcida do Flu pedia mais um.

O jogo, com temperatura morna, só seria agitado com mais uma chance perdida pelo Fluminense. Aos 30min, Emerson entrou na área, Fred fez o pivô e rolou, mas ele bateu por cima. A última oportunidade viria com Gum, de cabeça após escanteio, mas também passou sobre o gol. Sem problemas para o Flu, que teve um trabalho mínimo para controlar o Palmeiras e assegurar a vantagem.

Corinthians bate Vasco e secará Fluminense na última rodada

Ficou para a última rodada a decisão do título do Campeonato Brasileiro de 2010. Neste domingo, em jogo pela 37ª e penúltima rodada da competição, o Corinthians fez sua parte e derrotou o Vasco por 2 a 0 no Estádio do Pacaembu, com gols de Bruno César e Danilo. Porém, se manteve na vice-liderança da competição, atrás do Fluminense e com o Cruzeiro ainda em seus calcanhares, já que os três times venceram.

O Fluminense saiu atrás, mas fez 2 a 1 no Palmeiras - agora, com 68 pontos e 19 vitórias, depende apenas de si para ser campeão. O Corinthians, por sua vez, tem um ponto a menos e o mesmo número de vitórias, podendo ser campeão se os cariocas não vencerem. E o Cruzeiro, que tem 66 e as mesmas 19 vitórias, torce por derrota tricolor e no máximo por um empate alvinegro para poder pensar em conquistar seu segundo título.

O jogo teve grande atuação dos laterais Alessandro e Roberto Carlos, além de uma homenagem especial ao zagueiro William - o capitão corintiano anunciou sua aposentadoria neste domingo e fez aquele que deve ser seu último jogo no Pacaembu. Em compensação, o Vasco (que permaneceu com 46 pontos) fez um jogo pouco ofensivo, dependendo muito das bolas que chegavam a Carlos Alberto.

Mesmo cumprindo tabela e jogando fora de casa, o Vasco começou procurando jogo, especialmente com o camisa 19. Mesmo assim, foi a torcida corintiana quem fez festa primeiro, aos 6min do primeiro tempo, em lance no qual Danilo perdeu a bola - mas justamente no momento em que chegava a notícia do gol do Palmeiras sobre o Fluminense em Barueri, marcado por Dinei. De quebra, a festa quase fica completa aos 7min, em falta que Bruno César cobrou pela esquerda - na área, Dentinho e Jucilei não alcançaram.

O time cresceu junto com a torcida, e a arquibancada explodiu de novo aos 9min, quando Diego Maurício fez Flamengo 1 a 0 Cruzeiro. E enfim, aos 11min, o time do técnico Tite chegou o mais perto até então de fazer sua parte na comemoração: Roberto Carlos avançou pela esquerda e chutou forte da entrada da área; Fernando Prass deu rebote para a frente, mas Bruno César enfeitou no rebote e chutou em cima de Dedé. O lateral ainda teve a chance na bola parada aos 15min, mas mandou na barreira.

Aos 20min em São Paulo, Roberto Carlos arriscava sem perigo de longe, ao mesmo tempo em que o Fluminense empatava - a torcida nem ligou e seguiu apoiando. Foi com o camisa 6 também que os paulistas arriscaram aos 26min, após passe de Bruno César. Aos 28min, Dentinho chegou pela esquerda, mas seu cruzamento parou em Dedé. Resposta, o Vasco só tentou aos 31min, em bobeada da zaga corintiana que Zé Roberto tentou chegar antes de Júlio César. Sem sucesso.

Os cariocas tentaram de novo aos 33min, em cruzamento de Ramón pela esquerda para Carlos Alberto, mas Alessandro interceptou e saiu bonito, armando o contra-ataque com Bruno César e recebendo na direita - mesmo no sufoco, a zaga vascaína afastou com Douglas. E da defesa, os visitantes chegaram à frente aos 37min, em contra-ataque de Fágner e Carlos Alberto que chegaria aos pés de Zé Roberto, mas que foi providencialmente cortado por William.

Mas antes do intervalo, o Corinthians contribuiu com a torcida e abriu o placar aos 40min: acionado, Bruno César recebeu na direita, cortou para dentro e chutou de perna esquerda - a bola ainda desviou em Dedé antes de enganar Fernando Prass.

Após o intervalo, o Vasco tentou a entrada de Fumagalli na vaga de Allan para se aproximar mais do gol, mas continuo dependendo de Zé Roberto e - principalmente - Carlos Alberto. Foi o camisa 19 quem ameaçou falta da intermediária aos 10min, que passou por cima.

Mas antes que qualquer reação pudesse acontecer, o Corinthians fez seu segundo gol. Aos 11min, Roberto Carlos recebeu de Jucilei pela esquerda e cruzou para a área; Fernando Prass saiu mal, e Danilo ganhou da marcação na segunda trave para ampliar. Festa no Pacaembu, que só perdeu algum fôlego dois minutos depois com a confirmação do gol da virada do Fluminense em Barueri: 2 a 1. Já em Volta Redonda, o Cruzeiro se mantinha vivo com Thiago Ribeiro, que fazia o gol da virada mineira também por 2 a 1.

Veio uma chance vascaína com Éder Luís pela direita aos 19min, mas que Júlio César barrou. E quando o jogo passou a ficar truncado no meio de campo, o Vasco levou a pior: Zé Roberto cometeu falta boba e levou o segundo amarelo. Era a expulsão do camisa 10.

Com o jogo prematuramente resolvido, os dois times passaram a criar poucas chances. Tanto que a torcida só se levantou de novo para aplaudir aos 39min, em chute de Danilo da entrada da área que Fernando Prass se esticou para tirar. Pouco depois, Bruno César saiu para dar lugar a Defederico. Mas aí, a torcida já fazia festa e cantava o nome de William.

A decisão agora fica para a última rodada, na qual todos os jogos acontecem domingo, às 17h. O Fluminense recebe o Guarani no Estádio do Engenhão, enquanto o Corinthians visita o rebaixado Goiás no Serra Dourada. Em Sete Lagoas (MG), o Cruzeiro hospeda o Palmeiras, enquanto o Vasco encerra o ano de 2010 enfrentando o Ceará em um "quase amistoso" no Estádio de São Januário.

"Supersatisfeito", Vettel admite sonho por Ferrari ou Mercedes

Com bandeira alemã, Vettel desfila e é saudado pelo público após título mundial da Fórmula 1. Foto: AFP

Campeão mais jovem da história da F1, Vettel diz que "objetivo" é chegar à Ferrari ou Mercedes

O alemão Sebastian Vettel, que levantou a taça de campeão mundial da Fórmula 1 há duas semanas, admitiu neste domingo à imprensa de seu país que sua ambição é correr pelas escuderias Ferrari ou Mercedes, mas destacou que está "supersatisfeito" na Red Bull.

"É evidente que meu desejo, meu objetivo, é um dia pilotar para a Ferrari. Posso dizer isto. Ou para a Mercedes, outra marca mítica", explicou o jovem piloto, de 23 anos, em entrevista à revista Bild.

"Mas neste momento estou supersatisfeito na Red Bull. Ainda me restam dois anos de contrato e temos muitos projetos", afirmou Vettel, que se tornou o piloto mais jovem da história a se tornar campeão mundial da Fórmula 1.

Marfinense perde gol incrível, Alex falha e Chelsea fica sem liderança

Salomon Kalou fez o gol do empate do Chelsea, mas já no final da partida perdeu chance incrível de garantir a vitória de sua equipe. Foto: Reuters

Aos 36min do segundo tempo, Kalou teve a chance de desempatar a partida, mas perdeu gol de forma inacreditável

Jogando fora de casa, o Chelsea não saiu do empate por 1 a 1 com o Newcastle e perdeu a liderança do Campeonato Inglês. Com o resultado, o time de Londres completou sua terceira partida sem vitória na competição e, com 29 pontos, caiu para a segunda posição da tabela, dois pontos atrás do agora líder Manchester United, que, no sábado, goleou o Blackburn por 7 a 1.

Com desfalques importantes, o Chelsea não conseguiu apresentar um bom futebol, tendo dificuldades para ultrapassar a forte defesa da equipe da casa, que soube se segurar e levar perigo nos contragolpes, dando bastante dinamismo à partida.

O Chelsea tomou um susto logo no primeiro minuto. Depois de cobrança de escanteio e de uma cabeçada forte, Petr Cech fez grande defesa, mas a bola sobrou nos pés de Ameobi, que soltou a bomba, balançando a rede pelo lado de fora.

O placar foi aberto logo aos 6min. Depois de um erro de passe na defesa do Chelsea, o Newcastle roubou a bola e foi para o ataque. A bola foi passada em profundidade para Carroll, mas Alex se antecipou ao atacante e parecia ter a jogada sob controle. Entretanto, o brasileiro tentou passar para Cech, que saía do gol, e a bola passou pelo arqueiro, sobrando para Carroll, que, esperto, aproveitou para mandar para as redes: 1 a 0 para o Newcastle, em uma jogada ridícula do zagueiro brasileiro.

Perdendo, o Chelsea tentou ir para cima, mas não conseguia penetrar com facilidade a defesa do Newcastle, que estava bem postada. O time da casa, por outro lado, aproveitava os contragolpes para levar perigo à meta de Cech.

Aos 25min, o zagueiro Alex quase se redimiu de sua falha no início do jogo. Ele aproveitou uma cobrança de escanteio para cabecear firme, no canto, mas o argentino José Enrique salvou o gol de empate em cima da linha.

Mesmo sem jogar muito bem, o Chelsea chegou ao empate no final do primeiro tempo. Aos 44min, Kalou fez grande jogada com Malouda e Drogba, que devolveu de calcanhar para Kalou. O atacante driblou Sol Campbell e bateu para o gol. A bola desviou no zagueiro e morreu no fundo do gol: 1 a 1.

No segundo tempo, as duas equipes voltaram buscando o campo de ataque, mas a primeira grande chance foi apenas aos 15min. O goleiro Cech saiu mal do gol e afastou errado um cruzamento. A bola sobrou para Routledge, que bateu firme, mas Ashley Cole salvou em cima da linha.

Aos 26min, Drogba chegou a marcar, mas não valeu. O atacante dominou no braço antes de virar e fazer um bonito gol, mas o árbitro viu o toque e não validou o tento. No lance seguinte, o mesmo Kalou do primeir gol teve a chance de garantir a vitória dos visitantes, mas perdeu chance inacreditável: ele finalizou para defesa do goleiro do Newcastle, pegou o rebote e, de dentro da pequena área e com o gol livre, chutou pra fora. O gol perdido selou o empate, um péssimo resultado para o Chelsea, na 15ª rodada do Campeonato Inglês.

Tottenham marca no fim e bate Liverpool de virada em casa

 . Foto: Reuters

Croata Modric fez a jogada que resultou no gol contra do zagueiro Skrtel

No clássico que encerrou a 15ª rodada do Campeonato Inglês, o Tottenham saiu em desvantagem, perdeu um pênalti, mas buscou a virada por 2 a 1 contra o Liverpool com um gol no fim, garantindo a festa de sua torcida no Estádio White Hart Lane.

Um dos personagens da partida foi o zagueiro Skrtel. O eslovaco abriu o placar para os visitantes aos 42min do primeiro tempo, aproveitando sobra da defesa, mas marcou contra aos 20min da etapa final, ao tentar cortar cruzamento de Modric.

Pouco antes disso, Bale cobrou falta e N'Gog tirou com a mão. O árbitro deu pênalti para o Tottenham, mas Defoe mandou para fora. Nos minutos finais, a partida ficou aberta e, em jogada de velocidade, os londrinos, através de Lennon, marcaram o gol da virada aos 46min.

O Liverpool contou com dois brasileiros em campo no duelo: o volante Lucas foi titular, enquanto o lateral Fábio Aurélio entrou no segundo tempo. Pelo lado londrino, o goleiro Gomes saiu jogando e o volante Sandro saiu do banco já nos acréscimos da partida.

Com o resultado de 2 a 1, o Tottenham termina o final de semana na quinta colocação do Inglês, com 25 pontos, a seis do novo líder, Manchester United. Já o Liverpool, que vê sua ascensão no campeonato interrompida, aparece no décimo lugar, com 19 tentos.

Khodair é 6º e fica com vice na Itaipava GT; GTBR4 define título

Wagner Ebrahim vence prova em Interlagos. Foto: Ivan Pacheco/Terra

Com título já definido, Wagner Ebrahim vence etapa paulista da Itaipava GT Brasil

Em corrida vencida por Wagner Ebrahim neste domingo, a última da temporada da Itaipava GT Brasil em 2010, quem fez a festa mesmo foi a dupla Allam Khodair e Marcelo Hahn. Donos da sexta posição no Autódromo de Interlagos, os pilotos da equipe Blau Full Time asseguraram o vice-campeonato da GTBR3, em disputa com Daniel Serra e Chico Longo na categoria vencida por antecipação por Matheus Stumpf e Valdeno Brito.

Com os resultados deste domingo, na segunda corrida da oitava e última etapa do calendário, Khodair e Hahn chegaram a 177 pontos - porém, com o descarte do nono lugar na quinta etapa do ano, também em Interlagos, ficam com 170 e garantem-se à frente de Daniel Serra e Chico Longo. A dupla da Cimed Lamborghini abandonou a prova de sábado (descartada) e chegou aos 167 pontos com o sétimo posto do domingo.

De quebra, a GTBR4 também definiu seu campeão: Valter Rossete, da equipe Greco. Rossete já tinha 21 pontos de vantagem sobre Renan Guerra, e mesmo que o rival não pudesse tirar a diferença com os 20 pontos de uma eventual vitória, o primeiro colocado da categoria dependia de um resultado válido para que pudesse descartar - desqualificações não podem ser eliminadas. Como seu companheiro Fábio Greco conseguiu o nono lugar, Rossete selou o título. A vitória da prova foi de Guto Negrão, que correu com Cristiano Federico.

O topo do pódio na classificação geral da corrida em Interlagos, no entanto, ficou com o paranaense Wagner Ebrahim, com a Dodge Viper da Ebrahim Motorsport. O piloto voltou à correr na Itaipava GT Brasil apenas na sétima das oito etapas, no Autódromo Internacional de Curitiba, mas foi o dono do melhor desempenho nas quatro corridas em que participou no ano: ao todo, foram três vitórias, contando também o primeiro lugar na prova deste sábado em Interlagos.

Na largada, Wagner Ebrahim conseguiu defender a liderança do ataque de Andreas Mattheis, mas o veterano piloto carioca não resistiu à pressão de Rafael Derani e caiu para a terceira colocação. Lá atrás, na briga pelo vice-campeonato, Marcelo Hahn era o nono, enquanto Chico Longo ocupava a 11ª posição.

A corrida foi tranquila nos primeiros 20 minutos, até que os boxes se abriram para as trocas de pilotos. Nas passagens dos carros para substituições dos pilotos, quem se deu bem foi Juliano Moro, que ocupou a vaga de Paulo Bonifácio e voltou na frente. Lá atrás, Daniel Serra pressionava para tomar a 11ª posição de Antônio Pizzonia, o que só conseguiu após uma manobra no início da 15ª volta.

Na liderança ao fim dos 10 minutos das trocas, o surpreendente Fernando Poeta se segurava como podia antes de passar pelos boxes. No entanto, o gaúcho não conseguiu se manter em primeiro por muito tempo, e logo despencou: Wagner Ebrahim voltou ao primeiro lugar, seguido de Claudio Ricci, Xandy Negrão, Juliano Moro e Pedro Queirolo. Allam Khodair era sétimo, com Daniel Serra em nono.

Em oitavo, vinha o paraibano Valdeno Brito, que ocupava o posto de Matheus Stumpf no Ford GT da AH-BMG Racing. Porém, o campeão da temporada não resistiu ao forte calor e aos problemas nos freios e acabou furando o pneu traseiro direito na 17ª volta.

Na volta 21, disputando a quinta posição, Pedro Queirolo e Cléber Faria - que correu no carro do irmão, Vanuê - se tocaram e se complicaram: o primeiro rodou e furou um dos pneus, enquanto o segundo quebrou a roda dianteira direita. A Lamborghini de Cleber ainda tentou ir para os boxes com o pneu em chamas, e a equipe correu para apagar o princípio de incêndio. Fim de prova para o carro 105.

Mas não foi só: de volta à pista, Queirolo quase se chocou com Fábio Greco, que dependia do resultado para dar o título a seu companheiro Valter Rossete na GTBR4. Nos boxes, Cleber Faria não escondia a irritação com sua saída prematura. Queirolo, mais tarde, abandonou.

Mas a troca de farpas lá atrás não atrapalhou o desempenho de Ebrahim na frente. O paranaense completou os 50 minutos de corrida com 9s515 de vantagem para o segundo colocado, Claudio Ricci. Atrás deles, vieram Xandy Negrão, Juliano Moro e Antônio Pizzonia, que conquistou o posto no fim ao ultrapassar o agora vice-campeão Allam Khodair.

Confira o resultado final da segunda corrida em São Paulo:

GTBR3
1. Wagner Ebrahim (PR/Ebrahim Motorsports Dodge): 50min04s861
2. Rafael Derani/Claudio Ricci (SP/RS/Crystal CRT Ferrari): +9s515
3. Andreas Mattheis/XandyNegrão (RJ/SP/A. Mattheis Ford): +13s817
4. Juliano Moro/Paulo Bonifacio (RS/SP/AH-BMG Racing Ford): +24s427
5. Walter Derani/Antônio Pizzonia (SP/AM/CRT Brasil Ferrari): +38S220
6. Marcelo Hahn/Allam Khodair (SP/SP/Blau Full Time Lamborghini): +43s428
7. Chico Longo/Daniel Serra (SP/SP/Cimed Lamborghini): +43s959
8. Chico Serra/João Adibe (SP/SP/Cimed Lamborghini): +46s456
9. Bruno Garfinkel/Ricardo Mauricio (SP/SP/Scuderia 111 Lamborghini): +46s819
10. Pipo Derani/Josué Pimenta (SP/SP/WB Motorsports Porsche): +1 volta

GTBR4 (respeitadas as colocações finais na classificação geral)
12. Cristiano Federico/Guto Negrão (SP/SP/Itaipava ATW Ferrari): +2 voltas
13. Sérgio Laganá/Alan Hellmeister (FC , SP/SP): +2 voltas
14. Renan Guerra (SP/Crystal Dejauto Maserati): +2 voltas
15. Carlos Burza/Leonardo Burti (SP/SP/TNT Ginetta): +2 voltas
16. Otavio Mesquita (SP/Itaipava CRT Ferrari): +2 voltas

Federer bate "algoz" Nadal e vence o ATP Finals de Londres

Maior vencedor da história dos Grand Slams, com 16 conquistas, o suíço Roger Federer conseguiu mais um título neste domingo. Na competição que marcou o encerramento da temporada, o ATP Finals, de Londres, o número 2 do mundo venceu Rafael Nadal por 2 sets a 1, parciais de 6/3, 3/6 e 6/1, e obteve a 66º taça na carreira, quinto neste torneio.

Este triunfo acaba selando a oitava vitória de Roger Federer sobre Nadal na carreira. Apesar do resultado positivo, o suíço ainda tem uma grande desvantagem em confronto diretos contra o ibérico. O líder do ranking venceu 14 duelos contra o rival.

Diante do maior algoz da carreira, Roger Federer começou a partida cometendo poucos erros. Da mesma forma que o suíço, Nadal mostrou o melhor nível de tênis possível. A grande categoria dos dois fez o duelo permanecer equilibrado até o oitavo game, quando o vice-líder do ranking da ATP obteve a vantagem para vencer o set.

Aproveitando um único erro de Nadal, Federer conseguiu a quebra necessária para fechar o primeiro set. Em seguida, o suíço sacou para fazer 6/3 e obter a vantagem no duelo.

A derrota na parcial inicial não abateu Nadal, pelo contrário. Mais agressivo, o espanhol conseguiu quebrar o saque de Federer logo no quarto game, sustentando a diferença até o final do set. Sem ter a vantagem ameaçada, o primeiro colocado da classificação mundial sacramentou o empate no duelo ao anotar 6/3 no marcador.

No terceiro set, Federer dominou completamente. Com duas quebras de saque, em sequência, o suíço obteve a vantagem necessária para ganhar o jogo com tranquilidade: 6/1 e mais um título para o suíço.

Márcio Araújo define nesta semana se continuará no comando do Bahia

A torcida do Bahia deu show e lotou o Estádio Pituaçu no sábado, data em que o clube retornou à Série A do Brasileiro ao bater a Portuguesa por 3 a 0.. Foto: Eduardo Martins/Futura Press

Técnico comandou o time baiano na campanha do acesso à Série A

A torcida do Bahia deve saber nesta semana se o técnico Márcio Araújo continuará no clube na próxima temporada. Com duas propostas para deixar a equipe nordestina, que voltou à Série A do Campeonato Brasileiro, ele ainda adota um tom de mistério ao falar sobre o seu futuro.

"Vou ficar em São Paulo nesta semana e resolver esta situação. Quero conversar com os meus familiares ainda", afirmou Márcio Araújo, logo depois de comandar o Bahia na despedida da Série B, na derrota por 2 a 0 para o Bragantino.

De contrato renovado, o gestor de futebol Paulo Angioni já estipulou a manutenção de Márcio Araújo no Bahia como uma de suas metas para 2011. A diretoria ficou satisfeita com a obtenção do acesso para a Série A com antecedência e já negocia a prorrogação do vínculo do treinador.

sábado, 27 de novembro de 2010

Com cinco gols de Berbatov, Manchester humilha Blackburn

Com show de Berbatov, o Manchester United atropelou o Blackburn, em Old Trafford, com um humilhante 7 a 1. Foto: Reuters

Atacante búlgaro comemora um de seus cinco gols na vitória em Old Trafford

Com show do búlgaro Berbatov, o Manchester United atropelou o Blackburn, por 7 a 1, em Old Trafford, em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Inglês, na tarde deste sábado. Com a goleada, o time foi a 31 pontos e assumiu a liderança do torneio - pelo menos até a partida do Chelsea, que entra em campo neste domingo contra o Newcastle.

Ajudado por falhas do goleiro Robinson e do lateral esquerdo Chimbonda, o Manchester abriu 3 a 0 com 27 minutos de jogo. Logo aos 2min de, Berbatov fez o primeiro para os donos da casa. Aos 23min, o sul-coreano Park ampliou, e Berbatov, aos 27min, voltou a marcar.

Enganou-se redondamente quem acreditava que o Manchester tiraria o pé do freio da segunda etapa. Em um campeonato em que o saldo de gols conta como critério de desempate, e em que o Chelsea também tem o costume de aplicar goleadas, o time anfitrião voltou a campo no segundo tempo determinado a humilhar o Blackburn.

Berbatov, aos 2min, fez o quarto do Manchester, e, um minuto depois, Nani ampliou. Aos 17min e aos 25min, Berbatov marcou mais duas vezes e anotou seu quinto gol na partida. Faltando oito minutos para o fim do jogo, Samba marcou o gol de honra do Blackburn.

No domingo, o Chelsea precisa vencer o Newcastle, às 11h30, para voltar à liderança do campeonato.

Confira todas as partidas da 15ª rodada do Campeonato Inglês:

Sábado, 27/11
Aston Villa 2 x 4 Arsenal
Manchester United 7 x 1 Blackburn
Stoke City 0 x 1 Manchester City
Bolton 2 x 2 Blackpool
Wolverhampton 3 x 2 Sunderland
Everton 1 x 4 West Bromwich
Fulham 1 x 1 Birmingham
West Ham 3 x 1 Wigan

Domingo, 28/11
11h30 - Newcastle x Chelsea
14h - Tottenham x Liverpool

Robinho marca, mas líder Milan cede empate à Sampdoria

 . Foto: AFP

Robinho foi titular no ataque do Milan, jogou bem e deixou sua marca

O Milan vacilou neste sábado, mas não corre o risco de perder a liderança do Campeonato Italiano imediatamente. Na abertura da 14ª rodada, a equipe rubro-negra contou com um gol de Robinho para sair na frente da Sampdoria, fora de casa, mas cedeu o empate por 1 a 1 no segundo tempo e deixou escapar um excelente resultado.

A igualdade levou o time de Milão a 30 pontos - quatro a mais que a vice-líder Lazio, que enfrenta o Catania neste domingo. Já a Sampdoria chegou aos 20 pontos e se manteve na briga por uma vaga nas competições europeias da próxima temporada.

Com Ronaldinho novamente deixado no banco de reservas pelo técnico Massimiliano Allegri, os visitantes saíram na frente com Robinho, aos 43min. O brasileiro acionou Ibrahimovic na direita, recebeu de volta na área e emendou de primeira para estufar as redes do goleiro Curci.

A vantagem, porém, durou apenas até os 14min da segunda etapa. Após bola levantada na área em cobrança de escanteio, o zagueiro Gastaldello desviou e o artilheiro Pazzini aproveitou a desatenção de seu marcador, Thiago Silva, para bater de primeira e empatar o jogo.

Ronaldinho veio a campo no lugar do holandês Seedorf aos 45min da segunda etapa, mas pouco pôde fazer para mudar o panorama do jogo. O Milan tentou pressionar nos minutos finais - Robinho quase fez seu segundo gol em um chute cruzado - mas o confronto terminou mesmo empatado por 1 a 1.

Campeão, Vettel agradece fãs com exibição em Berlim

Campeão mundial de Fórmula 1 em 2010, alemão Sebastian Vettel se exibe com a Red Bull pelas ruas de Berlim. Foto: Reuters

Alemão se exibe para o público e faz sair fumaça do pneu da Red Bull

Mais jovem campeão da história da Fórmula 1, o alemão Sebastian Vettel fez uma exibição com sua Red Bull pelas ruas de Berlim neste sábado, como forma de agradecimento aos torcedores. O cenário foi ao Portão de Brandemburgo, um dos cartões postais da cidade.

Apesar de curto, com cerca de 500 metros, o trajeto foi acompanhado por milhares de pessoas, que encararam o frio somente para ver o piloto. Solícito, Vettel distribuiu autógrafos e posou para fotos.

"Isto é muito especial. Não é sempre que você tem a oportunidade de dirigir em frente ao Portão de Brandemburgo", comentou o vencedor da temporada 2010. "Há duas semanas que não durmo muito, mas quero aproveitar ao máximo esta fase", confessou.

Após a exibição na capital alemã, Vettel partiu para a cidade de Dusseldorf, onde, neste final de semana, participa da Race of Champions, evento em que competirá com Michael Schumacher e Alain Prost, entre outros.

Cuca critica STJD e dispara contra indicação de juiz de polêmica

Cuca demonstra preocupação durante derrota cruzeirense. Foto: Douglas Magno/Vipcomm/Divulgação

Treinador foi punido pelo STJD e não comanda mais o Cruzeiro no Campeonato Brasileiro

Após saber da suspensão de dois jogos que o impede de comandar o Cruzeiro contra Flamengo e Palmeiras, Cuca veio a público para contestar os critérios do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Na noite desta sexta-feira, o técnico rebateu o argumento utilizado pelo relator Paulo Salomão para puni-lo e disparou contra a indicação de Sandro Meira Ricci, que apitou a partida contra o Corinthians, a melhor árbitro do Brasileiro.

O auditor disse em seu voto que Cuca compareceria "duas vezes ao ano" no STJD, sugerindo que o treinador era reincidente de longa data. O técnico alega, contudo, que pisou pela última vez no tribunal há mais de quatro anos.

"Não existe coerência, existe sim uma desinformação muito grande por parte do procurador, senhor Paulo Salomão, pessoa que eu não conheço. Mas eu acompanhei o julgamento e ele citou que eu compareço ao tribunal duas vezes por ano. É uma pessoa desinformada, porque a última vez que eu compareci foi em 1º de setembro de 2006. Ele iniciou a votação, dando dois jogos, e os demais seguiram com ele, à exceção de um, que me absolveu", disse o treinador ao site oficial do Cruzeiro.

Cuca lembrou ainda que não dirigiu palavra ao árbitro Sandro Meira Ricci antes de ser expulso nos minutos finais do jogo contra o Corinthians. Ele foi incurso no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por assumir conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva, o mesmo do meia Gilberto, que acabou absolvido.

"Eu não abri a boca, não xinguei o juiz, apenas saí fazendo 'não' com o dedo e fui embora. Estive no artigo 258, o mesmo do Gilberto, que foi absolvido, e eu peguei dois jogos", comparou.

Cuca recebeu a punição com a mesma revolta que reagiu à arbitragem de Sandro Meira Ricci no jogo contra o Corinthians. "Fico fora dos dois jogos, provavelmente sem poder ir ao vestiário, ao estádio. Falei no Pacaembu que tem coisas que desanimam a gente como aquela arbitragem do Sandro, candidato a melhor árbitro, e esse tipo de atitude como hoje (sexta-feira) vem dar mais força ainda ao que eu falei. Veio uma suspensão de duas partidas, faltam duas, então é a mesma coisa que dar 30, 60 dias de suspensão, e a gente tem que acatar. A gente se sente impotente diante das pessoas que comandam o futebol", disparou.

O técnico ainda não sabe quem o substituirá no túnel do Estádio Raulino de Oliveira neste domingo, quando o Cruzeiro enfrenta o Flamengo.

"Vou pensar, dar uma discutida. Foi agora que ficamos sabendo dessa punição. O tribunal, eu acho que se sente ofendido porque a gente não está presente e eu não podia abrir mão do treino para colocar uma gravata e ir ao tribunal e alegrar A, B ou C. Dei o treino, não me arrependo, faria igual. A gurizada vai correr, lutar pela cor do Cruzeiro e vamos seguir em frente, mesmo diante dessa dificuldade", disse.

Pinheiros supera Osasco e faz final contra o Vôlei Futuro

Um elenco com seis jogadoras da Seleção Brasileira feminina de vôlei não foi suficiente para fazer o Sollys/Osasco chegar à final do Campeonato Paulista. Neste sábado, as atuais campeãs brasileiras foram derrotadas pelo Pinheiros/Mackenzie por 3 sets a 1, com parciais de 23/25, 25/17, 25/18 e 25/17, e estão eliminadas da competição.

Após vencer dois dos três jogos na série, o time da capital agora se prepara para defender o título contra o Vôlei Futuro, que despachou o BMG São Bernardo na noite desta sexta. Por ter feito melhor campanha na fase classificatória, o Pinheiros poderá jogar duas vezes em casa e definir a ordem dos confrontos.

A vitória em sets diretos no segundo jogo fez o Osasco entrar com tudo, mas os problemas começaram com poucos minutos em quadra, após a contusão da levantadora titular Carol Albuquerque. Ana Tiemi então foi chamada pelo técnico, mas, apesar da vitória na etapa, sentiu a falta de entrosamento com as companheiras de equipe, que tiveram pouco tempo para treinar no clube após o Mundial.

Bastou ao Pinheiros acertar o saque para impor dificuldades: somente no segundo set, o Osasco cedeu 11 pontos às adversárias, em erros. Desta forma, não houve como evitar o empate no placar.

Quase silenciosa, a torcida da equipe laranja seguiu acompanhando o domínio da equipe da casa, comandada pela levantadora titular da Seleção, Fabíola. Após acertar a marcação sobre os ataques de Soninha, o Osasco esboçou uma reação na etapa, mas logo voltou a jogar mal e tomou a virada.

Com a classificação próxima, o Pinheiros seguiu com o ritmo intenso na quarta etapa e só foi ameaçado em um momento, com uma sequência de três acertos na metade da parcial, que diminuiu a vantagem rival de sete para quatro pontos. Abatidas, as jogadoras de Osasco não conseguiram a quase milagrosa reação em um bloqueio sobre Natália.

Sob pressão, Palmeiras relaciona nove titulares para pegar o Flu

Torcedores do Palmeiras lamentam gol do Goiás, enquanto jogadores da equipe do Centro-Oeste vibram. Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

Cerca de 30 torcedores da organizada do clube protestaram contra a eliminação na Sul-Americana

A eliminação na Copa Sul-Americana fez Luiz Felipe Scolari mudar os planos do Palmeiras para a partida contra o Fluminense. Como está fora do torneio continental, o treinador parece ter desistido de escalar um time reserva para o confronto deste domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

De acordo com a lista divulgada neste sábado, o comandante optou por convocar nove titulares para o confronto diante do líder da competição, poupando apenas o volante Edinho, com lesão no joelho esquerdo, e o meia Lincoln, com dores na coxa direita.

Apesar de ter relacionado nove titulares, Felipão ainda pode mesclar mais a equipe para o duelo, já que Danilo está concentrado para o jogo, mas deixou o treino deste sábado reclamando de dores musculares na coxa esquerda.

"Ele fica em tratamento intensivo e vai para a concentração. Diante da evolução, vamos avaliar amanhã (sábado) se vai ter condições de participar do jogo ou não", explicou o médico do clube, Rubens Sampaio.

A partida diante do Fluminense não tem valor para o Palmeiras, mas é decisiva na briga do título do Brasileiro. O clube carioca é o líder e precisa da vitória para não correr o risco de perder a ponta para o Corinthians.

Em função do interesse do clube de Parque São Jorge pelo jogo, torcedores do Palmeiras compareceram à Academia de Futebol neste sábado e protestaram contra a campanha do time, exigindo também que os atletas "entreguem" a partida para o Fluminense.

Os outros desfalques de Felipão já eram esperados. Valdivia se recupera de lesão na coxa esquerda, enquanto os zagueiros Fabrício e Gualberto e o meia Patrik cumprirão suspensão.

Confira os relacionados:

Goleiros: Deola e Bruno

Laterais: Vitor, Luis Felipe e Gabriel Silva

Zagueiros: Leandro Amaro, Maurício Ramos, Danilo e Maiko

Volantes: Marcos Assunção, Márcio Araújo, Pierre, Rivaldo e Fernando

Meias: Tinga e Bruno Oliveira

Atacantes: Lenny, Kleber, Luan, Julio Cesar, Dinei e Vinicius

Nadal cala torcida londrina, bate Murray e vai à decisão

número 1 do mundo estará na decisão do ATP Finals de Londres. Neste sábado, o espanhol Rafael Nadal acabou se classificando à final da última competição da temporada. O canhoto calou a torcida londrina e bateu o britânico Andy Murray por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7-5), 3/6 e 7/6 (8-6).

Foi uma verdadeira batalha com mais de três horas de duração. No fim, porém, valeu a força do número um do mundo, que chega à decisão do ATP Finals pela primeira vez.

Com um saque extremamente potente, Murray entrou em quadra disposto a encerrar o sonho do ibérico, que visa acabar com a grande ausência em seu currículo recheado. Marcou 22 aces, salvou quatro dos cinco break points que teve contra e foi valente, mas outra vez falhou em um momento decisivo.

Ainda cercado por desconfianças no mundo do tênis, Murray deu a impressão que finalmente conseguiria se impor após defender um match point e superar o serviço do rival, que sacava para a vitória na terceira etapa. Chegou a abrir 3 a 0 no tie-break, mas permitiu a virada.

Não por acaso, o britânico chegou a chorar ao sair de quadra, enquanto Nadal comemorava a vitória. Agora, o espanhol aguarda o vencedor do jogo entre Roger Federer e Novak Djokovic para saber quem será seu último adversário em Londres.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Artilheiro do Brasileiro recebe sondagens para deixar Grêmio

Jonas vibra com gol no passeio do Grêmio contra o Ceará: 5 a 1. Foto: Edu Andrade/Gazeta Press

O atacante Jonas tem 21 gols na competição, faltando dois jogos para o fim do Brasileiro

O atacante do Grêmio, Jonas, marcou 41 gols na temporada. Logo que terminar o Brasileiro e receber o prêmio de goleador da competição (hoje são 21 gols, número que dá folga em relação aos vice-goleadores), o camisa 7 do Grêmio vai sofrer com o assédio do exterior. Na verdade, já sofre.

A Ucrânia, centro recente de contratação de vários brasileiros, está de olho no atacante. O presidente Duda Kroeff descarta ainda uma proposta oficial, mas admite as sondagens. "Não tem nada em papel, são apenas sondagens", diz o dirigente.

Entretanto, há cerca de 30 dias uma negociação para levar o jogador para a Europa está em desenvolvimento. Publicamente a direção diz não aceitar vender o artilheiro por menos de 10 milhões de euros, porém, caso algum clube pague algo em torno de 7 milhões, é bem provável que Jonas deixe Porto Alegre.

Hoje, contratualmente, ele tem vínculo com o Grêmio até o fim de 2011, mas uma cláusula atribui um valor (mantido em sigilo) para que ele saia em caso de aparecer um comprador que assine um nos moldes do acordado.

Jonas não quis comentar o interesse ucraniano, apenas confirmou, via assessoria de imprensa, o desejo de permanecer no Grêmio.

"Se o Grêmio está negociando, eu não estou sabendo. Para mim não chegou nada. O Jonas vai ouvir o Grêmio, mas posso dizer que Ucrânia e Rússia são hoje destaque no cenário do futebol europeu", admite Thiago Gonçalves, irmão e empresário de Jonas.

Jonas deve terminar o ano super valorizado. Além de ser o artilheiro do Campeonato Brasileiro, está indicado entre os melhores atacantes da competição. Isso sem contar a possibilidade do Grêmio classificar-se para a Libertadores 2011.

COB divulga candidatos a esportistas do ano; veja quem são

Com o tempo de 45s87, Cielo garantiu o ouro na prova dos 100 m livre, pelo Troféu José Finkel. Foto: Satiro Sodré/CBDA/Divulgação

Cesar Cielo é um dos indicados do COB a troféu

O nadador Cesar Cielo, o judoca Leandro Guilheiros e o ponteiro Murilo Enfres, da Seleção Brasileira masculina de vôlei, são os três candidatos ao troféu de melhor esportista do ano no masculino. No feminino a disputa será entre Ana Marcela Cunha (maratonas aquáticas), Fabiana Murer (atletismo) e a dupla Juliana e Larissa (vôlei de praia). Os concorrentes foram anunciados pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) nesta sexta-feira.

Torcedores poderão votar a partir da próxima terça-feira no site oficial do COB (www.cob.com.br) para escolherem o campeão nas duas eleições. O anúncio dos vencedores acontecerá no dia 20 de dezembro, durante a cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico, no Teatro do MAM, no Rio de Janeiro.

Um júri composto por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte foi encarregado de apontar os três melhores do feminino e do masculino. O mesmo grupo já apontou os vencedores a melhor do ano de cada uma das 47 modalidades esportivas (veja lista abaixo). Estes votos terão peso de 50% na eleição final após computados os votos dos internautas.

Em 2010, além de atletas individuais, passaram a concorrer ao melhor da modalidade e ao melhor do ano equipes, times, técnicos, duplas, trincas ou quadras, como revezamentos do atletismo e da natação. Esse novo critério permitiu que a dupla Juliana e Larissa vencesse na modalidade e concorresse ao troféu.

Confira os melhores de cada modalidade

Atletismo - Fabiana Murer
Badminton - Daniel Paiola
Basquete - Tiago Spliter
Boliche - Roberta Rodrigues
Boxe - Roseli Feitosa
Canoagem Slalom - Silvia Gnadt
Canoagem Velocidade - Nivalter Santos
Ciclismo BMX - Mayara Perez
Ciclismo Estrada - Rafael de Matos Andriato
Ciclismo Moutain Bike - Rubens Donizete de Valeriano
Ciclismo Pista - Janildes Fernandes
Desportos na Neve - Mirlene Picin
Desportos no Gelo - Fabiana Alves dos Santos
Esgrima - Cleia Guilhon
Esqui Aquático - Marcelo Giardi
Futebol - Paulo Henrique Ganso
Futsal - Alessandro Rosa Vieira (Falcão)
Ginástica Artística - Jade Barbosa
Ginástica Trampolim - Daienne Lima
Ginástica Rítmica - Angélica Kvieczynski
Handebol - Alexandra Nascimento
Hipismo Adestramento - Luiza Almeida
Hipismo CCE - Ruy Fonseca
Hipismo Saltos - Rodrigo Pessoa
Hóquei sobre Grama - Daniel Tatara
Judô - Mayra Aguiar
Karatê - Douglas Brose
Levantamento de Peso - Fernando Reis
Luta - Joice Silva
Maratona Aquática - Ana Marcela Cunha
Natação - Cesar Cielo
Natação Sincronizada - Equipe de natação sincronizada
Patinação Artística - Juliana Almeida
Pentatlo Moderno - Yane Marques
Pólo Aquático - Luiza Carvalho
Remo - Fabiana Beltrame
Saltos Ornamentais - César Castro
Squash - Rafael Alarcon
Taekwondo - Marcio Wenceslau
Tênis - Thomaz Bellucci
Tênis de Mesa - Gustavo Tsuboi
Tiro com Arco - Bernardo Oliveira
Tiro Esportivo - Felipe Wu
Triatlo - Reinaldo Colucci
Vela - Bruno Prada e Robert Scheidt (Classe Star)
Vôlei de Praia - Juliana e Larissa
Vôlei - Seleção adulta masculina de vôlei

Rubinho elogia Hulkenberg: "ele será um grande campeão"

Em clima descontraído, Barrichello e Hulkenberg conversam em chegada da Williams. Foto: AP

Mantido na Williams, brasileiro aconselha ex-companheiro: "a chance dele vai chegar"

A Williams anunciou em 15 de novembro que iria manter Rubens Barrichello entre seus titulares na temporada 2011 da Fórmula 1. Porém, ao mesmo tempo, a escuderia de Frank Williams confirmou que Nico Hulkenberg, companheiro do brasileiro ao longo de 2010, estava de saída.

A decisão pegou parte do circo da Fórmula 1 de surpresa, uma vez que foi anunciada menos de dez dias depois da pole position conquistada por Hulkenberg no GP do Brasil. E para Barrichello, a decisão foi ainda mais surpreendente, dado ao talento atestado por seu agora ex-colega de time.

Em entrevista exclusiva ao Terra nesta sexta-feira, durante evento de divulgação das 500 Milhas da Granja Viana na cidade de Cotia, Barrichello cobriu Hulkenberg de elogios. Segundo ele, o agora desempregado alemão pode até se tornar um campeão do mundo, desde que não perca o foco.

"Fiquei surpreso. Não tenha dúvida de que é um dos melhores novos talentos de todos os tempos, então fiquei surpreso. Mas acima de tudo, a gente tem que valorizar esse alemão. Ele será um grande campeão do mundo no futuro, então só tem que ter a cabeça e os pés no chão, que a chance dele vai chegar", disse.

Confirmada a demissão de Nico Hulkenberg, o provável companheiro de Rubens Barrichello em 2011 será o venezuelano Pastor Maldonado. Uma vez que a escuderia perdeu boa parte de seus patrocinadores, Maldonado chegaria com o investimento da petrolífera PDVSA, que deve lhe garantir um assento. O anúncio, segundo o próprio venezuelano, deveria sair nesta semana.

O brasileiro assegura que o ambiente com Hulkenberg na Williams "era tranquilo". Mas mantido em 2011, mesmo elogiando o desempenho do time nos testes pós-temporada, ainda evita fazer previsões de desempenho da Williams. "Se eu soubesse, já estava lá, dormindo dentro do carro. Trabalho para poder ganhar, não tenha dúvida", encerrou.