quinta-feira, 31 de março de 2011

McLaren melhorou porque nos copiou, diz projetista da Red Bull

15 - O projetista de carros da Red Bull, Adrian Newey, é o autor do F1 mais veloz da atualidade. Mas o engenheiro também ganhou destaque após sofrer .... Foto: Getty Images

Adrian Newey disse que se sente "lisonjeado, mas dolorido"

O projetista da Red Bull, Adrian Newey, disse que parte do progresso da McLaren visto na etapa da abertura da temporada 2011 da Fórmula 1, em Melbourne, se deve ao fato de a equipe de Woking ter "copiado" o sistema de escape dos atuais campeõs mundiais de Construtores.

Depois de resultados decepcionantes nos testes de pré-temporada, a McLaren abriu mão de um sistema mais complexo e foi a equipe que mais se aproximou da Red Bull no Grande Prêmio da Austrália. Newey disse que se sente lisonjeado, mas ao mesmo tempo chateado pelo fato de a arma agora poder ser utilizada contra a sua equipe.

Na tentativa de evitar mais polêmica, o projetista fez questão de dizer em mais de um momento da entrevista, divulgada pelo site ESPNF1, que os rivais deram um "enorme salto para frente" não só por conta da suposta "cópia".

Newey ainda confirmou que a Red Bull tem intenção de utilizar o Kers na próxima etapa da Fórmula 1, marcada para o dia 10 de abril, na Malásia, mas que tem até a próxima sexta-feira para tomar a decisão. A Red Bull abriu mão do sistema de recuperação de energia cinética na primeira corrida do ano.

São Paulo terá abertura, semi e mais 4 jogos da Copa, diz jornal

Governador de São Paulo, Alberto Goldman, e prefeito Gilberto Kassab levantam mapa que exibe a localização do futuro estádio do Corinthians, nesta .... Foto: Reinaldo Marques/Terra

Arena corintiana em Itaquera será segundo local com maior número de jogos da Copa, de acordo com jornal

Apesar da crítica recente aos preparativos de Rio de Janeiro e São Paulo para a Copa do Mundo de 2014, a Fifa já definiu o melhor do torneio para as duas cidades, de acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo. Segundo a publicação divulga nesta quinta-feira, a entidade escolheu a capital paulista para ser palco da abertura, de uma das duas semifinais e outros quatro jogos do Mundial; já os cariocas poderão assistir a decisão e outras seis partidas.

De acordo com o jornal, São Paulo venceu a "batalha" com Salvador e Belo Horizonte para receber a inauguração da competição, que terá como local o futuro estádio do Corinthians em Itaquera, alvo de críticas da Fifa por não ter "saído do chão" ainda. Assim, cada um dos seis duelos que receberá sairá pelo custo de R$ 100 milhões por partida. Já no Maracanã, recordista de jogos da Copa, cada partida sairá por aproximadamente R$ 150 milhões, isso devido a reforma que se estende desde o ano passado e que teve a conta inflada em quase 50%.

Revoltados com Cruyff, dirigentes do Ajax pedem demissão

Cruyff dirige a seleção da Catalunha. Foto: AP

Conselheiro do Ajax, Cruyff colabora com o clube em questões técnicas

O ex-jogador Johan Cruyff, conselheiro do Ajax, tornou-se pivô da crise que provocou a demissão dos principais dirigentes do clube holandês, que se negaram a aceitar as diretrizes técnicas que o ídolo queria impor ao clube.

As demissões ocorreram em plena temporada do Campeonato Holandês, em que o Ajax ocupa a terceira posição. Os torcedores temem agora que a crise afete o rendimento da equipe, tal como indica a imprensa local nesta quinta-feira.

Além de não concordar com as ideias de Cruyff, vários dirigentes do Ajax desistiram de permanecer no cargo porque não toleravam mais o que chamaram de "linguagem ameaçadora" do conselheiro do clube.

Cruyff, que está colaborando com o Ajax em questões técnicas, negou à imprensa ter usado esse tipo de linguagem e descartou a ambição de chegar à direção do clube.

Os atritos no Ajax começaram em setembro de 2010, quando Cruyff fez as primeiras críticas à comissão técnica do clube de Amsterdã em sua coluna semanal do jornal De Telegraaf.

Adriano veste a camisa do Corinthians e encerra "trama de novela"

 . Foto: Fernando Borges/Terra

Atacante é apresentado como novo reforço do Corinthians

Adriano já vestiu oficialmente a camisa 10 do Corinthians. No início da tarde desta quinta-feira, em cerimônia discreta e restrita apenas à imprensa, o atacante, 29 anos, foi apresentado no Centro de Treinamento Joaquim Grava, em São Paulo. Sem badalação, ele posou para fotos ao lado de familiares no gramado e até se negou a fazer embaixadas com uma bola.

Adriano tem contrato assinado com o Corinthians até junho de 2012. Seu salário será de R$ 300 mil, segundo o próprio presidente corintiano Andrés Sanchez, mas pode ficar perto de R$ 500 mil por bônus em caso de títulos e artilharias, por exemplo. O reforço chega com o maior ordenado do elenco e em meio a um temor de que possa quebrar a escrita de um grupo marcado pelo bom comportamento e disciplina.

"Estou muito feliz de fazer parte desta família do Corinthians. É um sonho para mim estar aqui e espero fazer tudo o que os torcedores querem", afirmou Adriano, em suas primeiras palavras como jogador do Corinthians.

"A nação corintiana está de braços abertos para dar a ele (Adriano) tudo isso que ele necessita e que possa jogar bola, que é o que ele sabe fazer", disse o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez.

Todas as idas e vindas da contratação de Adriano

A contratação, motivada principalmente por Ronaldo, aumentou sensivelmente a dose de estresse de Andrés Sanchez nos últimos tempos. Pessoas próximas ao presidente e vários conselheiros eram contrários à presença de Adriano no Corinthians. Em ano eleitoral, Andrés, que tentará eleger Mário Gobbi, seu ex-vice de futebol, ponderou por um bom tempo se deveria assinar com Adriano, mas chegou à conclusão de que era a melhor solução para tentar manter o clube - com o caixa baixo para assumir grandes despesas - em evidência na mídia.

Em entrevista exclusiva ao Terra na última segunda, Andrés confirmou ainda cláusula contratual sugerida pelo próprio Adriano: "se ele faltar em tantos treinos, o clube pode romper o contrato unilateralmente. Foi exigência dele mesmo para mostrar que está querendo", disse. "O Corinthians não é clínica de recuperação. Problema todo jogador tem, chega atrasado, morre vó, tio e papagaio", acrescentou.

A contratação também provocou o rompimento entre o jogador e seu agente Gilmar Rinaldi, que o acompanhava desde o começo da carreira. Na última segunda, o empresário convocou a imprensa para confirmar o fim da parceria, fazendo duras acusações a Ronaldo. "De forma irresponsável e inconsequente, vem e conversa com o Adriano, diz que talvez não seja melhor fazer o contrato via Gilmar, ou deixa o Gilmar de lado", afirmou.

Foi também na segunda-feira que o Corinthians, oficialmente, anunciou o acerto com Adriano. Desde dezembro, quando ele ainda estava na Roma, o clube tentava a contratação. De acordo com Gilmar Rinaldi, nove clubes telefonaram atrás do jogador: Sporting de Portugal, New England Revolution, dos Estados Unidos, além de Botafogo, Vasco, Fluminense, Cruzeiro, Atlético-MG, Grêmio e Palmeiras. O Flamengo, com o qual Adriano sonhava trabalhar pela terceira vez, não o procurou por uma "incompatibilidade com o projeto", segundo o treinador Vanderlei Luxemburgo.

O último senão a respeito de Adriano ocorreu em relação à apresentação. Chegou a se espalhar o boato de que o Corinthians poderia apresentá-lo na terça-feira, mesmo dia marcado pelo São Paulo para a chegada de Luís Fabiano. Na segunda, Andrés Sanchez descartou a possibilidade, e membros do departamento de marketing se empenharam em mostrar o reforço no Museu do Ipiranga - mas a organização não liberou o local.

Por isso, a decisão foi de expor Adriano no Centro de Treinamento Joaquim Grava, no Parque Ecológico do Tietê, em São Paulo. Em ambos os casos, a presença da torcida seria vetada, por conta do temor de que a contratação pudesse ser criticada pelos torcedores. Nesta quinta, poucos simpatizantes se deslocaram até o local, protegido pela presença de duas viaturas da Polícia Militar.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Após 1ª vitória em 2011, Red Bull volta a gerar suspeitas

Sebastian Vettel comemora vitória no Grande Prêmio da Austrália; alemão dominou primeira etapa da temporada da Fórmula 1 em 2011. Foto: Getty Images

Vettel venceu com folga a corrida de abertura da temporada

Bastou a primeira vitória em 2011 para a Red Bull voltar a gerar suspeitas nos paddocks da Fórmula 1. O Kers e a asa dianteira do carro da equipe, que seria flexível (o que é proibido pelo regulamento), geraram discussões entre os rivais, a exemplo do que aconteceu na temporada passada.

Em relação ao sistema de recuperação de energia cinética, a própria Red Bull deu margem para os questionamentos. Enquanto o projetista Adrian Newey disse que a equipe abriu mão de instalá-lo na Austrália, Sebastian Vettel, ganhador da prova, afirmou que contava com o Kers no carro, mas não o utilizou.

Já quanto à suposta asa dianteira flexível dos carros da equipe austríaca, Lewis Hamilton, da McLaren, afirmou ao jornal alemão Bild que "ou se acerta esta lacuna no regulamento, ou todos vamos copiar". Helmut Marko, consultor da Red Bull, rebateu prontamente: "é a mesma história do ano passado".

Em 2010, os atuais campeões dos Mundiais de Pilotos e Construtores foram criticados por conta do então inovador difusor dos carros criado por Newey. A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) não viu irregularidade, e as principais rivais copiaram a peça na metade da temporada.

Federer atropela Rochus e avança às quartas em Miami

 . Foto: Getty Images

Em menos de uma hora de partida, o suíço despachou o belga Olivier Rochus

O suíço Roger Federer mostrou que, mesmo perdendo o segundo lugar no ranking mundial da ATP, ainda pode ser implacável. O tenista fechou a rodada desta quarta-feira no Masters 1000 de Miami, e não quis perder tempo na partida contra o belga Olivier Rochus, tanto que venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1, finalizando o jogo em apenas 52 minutos.

Federer esteve bastante efetivo nos saques e realizou sua primeira quebra de serviço no rival na disputa do quarto game para fazer 3/1. Em seguida, ambos confirmaram seus saques e o suíço finalizou o set em 6/3. Na segunda parcial, mostrou-se um tanto impaciente e jogou de forma bastante agressiva para acabar logo com a partida, com duas quebras que finalizaram o jogo em 6/1.

A vitória é a de número 764 na carreira de Federer, deixando-o mais próximo de se tornar um dos maiores tenistas da história ao ultrapassar o lendário Pete Sampras (sétimo maior vencedor) no quesito. O sexto colocado, o sueco Stefan Edberg, tem 806 triunfos. O recorde já garantido do número 3 do mundo é em vitórias em torneios Masters, 231.

Na fase quartas de final, Roger Federer irá enfrentar o francês Gilles Simon, que venceu o sérvio Janko Tipsarevic por 2 sets a 1 de virada, em parciais de 4/6, 7/6 (3) e 6/2. No confronto entre os dois quadrifinalistas, surpreendentemente a vantagem é do francês, que tem duas vitórias e uma derrota.

Durant marca 39 pontos e Thunder vence Warriors na prorrogação

Mesmo com a partida entre o Miami Heat de LeBron James e o Cleveland Cavaliers, equipe por onde o astro passou e se tornou persona non grata, o principal jogo da rodada da NBA colocou frente à frente o Oklahoma City Thunder e o Golden State Warriors. Em confronto bastante disputado, as duas equipes levaram a disputa para a prorrogação, onde Kevin Durant teve grande atuação e garantiu a vitória para o time de Oklahoma, em 115 a 114.

O Thunder chegou a estar na frente com uma boa vantagem ainda no último quarto, quando esteve com 100 a 90 a menos de quatro minutos do fim, mas cedeu o empate aos Warriors na subida de produção do ala reserva Reggie Williams e do armador titular Monta Ellis, que empataram o jogo em 106 a 106.

Na prorrogação, as já cansadas equipes erraram bastante, e cometeram algumas faltas em momentos cruciais - como quando o Golden State vencia por 111 a 109, mas o ala-pivô David Lee cometeu falta em Kevin Durant, que chutou três lances livres e converteu todos, virando o placar para 112 a 111.

Monta Ellis chegou a colocar sua equipe novamente na frente do marcador com uma cesta de três pontos, mas Durant empatou o jogo e, convertendo apenas um de dois lances livres que teve, o armador Russell Westbrook fez 115 a 114 a apenas 11 segundos do final do tempo extra. Ellis ainda teve a chance de chutar para virar o jogo outra vez, mas perdeu o arremesso e garantiu a vitória do time da casa.

Se apareceu pouco no último quarto, Durant foi o cestinha do jogo com incríveis 39 pontos, uma das melhores marcas da carreira do jovem ala de 22 anos. O ala-pivô Serge Ibaka anotou 19 pontos, e Westbrook contribuiu com outros 15 tentos. O pivô Kendrick Perkins pegou 13 rebotes, mas não marcou nenhum ponto em 31 minutos dentro de quadra.

Nos Warriors, o armador Stephen Curry anotou 35 pontos. Monta Ellis contribuiu com um double-double de 20 pontos e 11 assistências, e David Lee também teve dois dígitos em dois fundamentos, com 24 pontos e 15 rebotes. Reggie Williams anotou outros dez pontos.

A vitória mantém o Oklahoma City Thunder na quarta colocação da Conferência Oeste, com 49 triunfos e 24 derrotas, garantidos nos playoffs. Mesmo com os bons nomes da partida mantendo a regularidade durante toda a temporada, o Golden State Warriors já não tem mais chances de classificação, com 32 vitórias e 43 derrotas.

Corinthians tenta última cartada para apresentar Adriano em museu

Adriano, site do Corinthians, land. Foto: Reprodução

Corinthians quer apresentação de Adriano no Museu do Ipiranga

Funcionários do departamento de marketing corintiano tentam, o que parece improvável, ainda nesta quarta-feira: apresentar Adriano, apelidado de Imperador, no tradicional Museu do Ipiranga. Falta espaço na agenda do local e, principalmente, garantias de segurança ao acervo do Museu. Por isso, a tendência mais provável é que o Corinthians faça o reforço vestir a nova camisa no Centro de Treinamento Joaquim Grava, na quinta, às 16h (de Brasília).

A cerimônia deve ser muito mais discreta que a realizada pelo São Paulo para Luís Fabiano, na terça, no Morumbi. O Corinthians não pretende também abrir a apresentação de Adriano para torcedores, seja no Museu do Ipiranga ou em seu Centro de Treinamento, a fim de evitar algum tipo de manisfetação contrária à contratação. O jogador apenas faria uma exposição em campo, para agradar patrocinadores, antes de atender à imprensa pela primeira vez como jogador do clube. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, ele poderia utilizar trajes de Imperador.

Mesmo sendo apresentado na quinta, Adriano só poderá jogar oficialmente pelo Corinthians em praticamente dois meses: com o encerramento do prazo de inscrições do Campeonato Paulista, ele atuaria pela primeira vez, provavelmente, em 22 de maio. É a data da estreia corintiana no Campeonato Brasileiro, contra o Grêmio, em Porto Alegre.

terça-feira, 29 de março de 2011

Ex-mulher acusa Bonds de doping e diz que astro ficou impotente

 . Foto: Getty Images

Recordista em home runs, Barry Bonds está de volta aos tribunais por mentir sobre o uso de esteróides

Sob julgamento pelo uso de esteróides, que acusariam doping nos tempos de atleta, o ex-jogador de beisebol Barry Bonds se complicou nesta terça-feira no tribunal. Sua ex-mulher, Kimberly Bell, prestou depoimento afirmando que o corpo do jogador se transformou e o relacionamento dos dois mudou bastante, em evidências do que a acusação está chamando de abuso de substâncias ilícitas. As informações são do jornal inglês Daily Mail.

Em depoimento bastante explícito, na cidade de San Francisco (EUA), Bell disse que os testículos de seu antigo marido ganharam uma forma diferente. Além disso, Bonds teria sofrido de impotência, perda de cabelo e acne, todos os sintomas atrelados ao uso exagerado de esteróides.

O relato da ex-mulher tomou um tom ainda mais grave quando ela deixou claro que foi ameaçada pro Bonds caso divulgasse algumas dessas informações. Cortar sua cabeça fora e retirar seus implantes de silicone nos seios, pagos por ele, foram algumas das ameaças feitas pelo ex-jogador, segundo sua ex-mulher.

A corte também ouviu o depoimento de Bell confirmando que Bonds teria assumido para ela o uso de esteróides. A manifestação teria acontecido após o atleta ser indagado sobre uma contusão no cotovelo. O uso de esteróides teria desenvolvido de forma muito rápida os músculos e tendões, sem que a articulação suportasse, de acordo com o ex-atleta.

Bell foi convocada como testemunha pelos promotores, no julgamento em que Bonds se defende de ter prestado depoimentos mentirosos em 2003, sobre a mesma acusação de doping. Bonds se aposentou em 2007, tendo cravado, entre outros feitos, o maior número de home runs em uma temporada: 73, no ano de 2001. O relacionamento do ex-jogador com Bell, que já foi capa da Playboy em 2007, durou nove anos.

Japão vence duelo beneficiente em prol das vítimas do terremoto

 . Foto: Reuters

Atletas da seleção e do campeonato japonês entraram em campo para ajudar o país

A Federação Japonesa de Futebol realizou um amistoso beneficente entre a sua seleção e um combinado formado pelas estrelas da J-League, em Osaka, nesta terça-feira. A intenção da partida foi levantar doações para as vítimas do terremoto que atingiu a região noroeste do país no último dia 11 de março, o maior já registrado na história do país.

Diante do público que compareceu em peso ao estádio, a seleção japonesa, comandada pelo italiano Alberto Zaccheroni, logo impôs seu ritmo dentro de campo diante do time das estrelas do Campeonato Japonês.

Aos 7min da etapa inicial, Endo abriu o placar para o Japão. Já na marca dos 14min, Shinji Okazaki, que defende o Stuttgart, da Alemanha, ampliou a vantagem para 2 a 0.

Já no segundo tempo, o combinado das estrelas japonesas esboçou uma reação e fez 2 a 1 com Kazu, aos 37min, dando números finais ao embate.

Com fraca campanha, Porto Alegre é rebaixado no Gaúcho

Na terceira rodada do Estadual, o Inter recebe o Santa Cruz, às 17h do próximo domingo. Foto: Vipcomm/Divulgação

Com uma das piores campanhas dos últimos anos no RS, clube de Assis pode fechar as portas

Faltando duas rodadas para o término da fase de grupos do segundo turno do Campeonato Gaúcho, um dos dois clubes que disputarão a segunda Divisão em 2012 está definido. Após empatar por 2 a 2 com o Santa Cruz, em casa, o Porto Alegre viu o rebaixamento como um destino inescapável.

O time da família Assis Moreira, do empresário Roberto e do jogador Ronaldinho, tem somente cinco pontos na soma das duas partes do torneio. O primeiro fora da zona de rebaixamento é o Pelotas, com 13 pontos. Porém, o clube pode fechar as portas e nem mesmo disputar o acesso na próxima temporada.

Apesar da fraquíssima campanha, o Porto Alegre não tem o pior desempenho dos últimos anos. Em 2008, 15 de Novembro e Guarany de Bagé tiveram uma performance risível. A equipe de Campo Bom somou quatro pontos em 14 jogos, enquanto os bageenses somaram só três, com 13 derrotas e uma vitória.

Além do Pelotas, o Inter de Santa Maria, com seis pontos, é o outro clube que disputa para não cair. O clube possui três jogos a disputar e por isso não está matematicamente rebaixado.

O Santa Cruz foi aos 11 pontos, ocupando a liderança do Grupo 2, dois pontos a frente do Cruzeiro e do Grêmio.

Ingleses voltam a colocar Neymar na mira do Chelsea; atacante nega

Depois dos dois gols na vitória da Seleção Brasileira por 2 a 0 sobre a Escócia, no Emirates Stadium, em Londres, Neymar ganhou um dia de folga e ficou na Inglaterra para "ampliar a exposição de sua imagem", segundo a diretoria santista. Este processo de divulgação da sua marca está cada vez melhor, visto que nesta terça-feira futebol do atacante foi amplamente analisado em artigos nos principais jornais do Reino Unido. Segundo a imprensa britânica, o Chelsea estaria disposto a desembolsar 30 milhões de libras (R$ 80 mi) em uma nova investida para contar com o craque.

De acordo com o diário The Sun, Neymar, 19 anos, iria ao Chelsea para substituir o experiente marfinense Didier Drogba, 33 anos, que já tem sua forma física e faro de gols colocados em xeque. O jornal diz que o santista é considerado um "assassino da grande área" por Roman Abramovich, dono do clube londrino, por conta dos 59 gols em 119 jogos pelo Santos.

Já o The Guardian conta sobre a primeira investida de Abramovich pelo atleta, em julho de 2010, quando o Santos teria recusado uma proposta de quase R$ 60 milhões, e cita a entrevista que Neymar deu após o jogo. "Eu quero jogar em um clube de ponta da Europa, é um sonho que se tornaria realidade. Mas não sei quando. Depende da decisão do Santos", comentou o jogador.

Ainda segundo o Guardian, o maior problema para Neymar assinar com o Chelsea seria o fato de o Santos ter vendido 5% dos valores de uma possível transferência futura a uma companhia de investimento, acordo banido pela Federação Inglesa de Futebol (FA). Como ponto positivo para a compra do jogador, o clube londrino tem a vontade do zagueiro brasileiro David Luiz, que elogiou bastante o atacante à imprensa britânica.

O apelo de David Luiz, por sinal, é a manchete do Daily Mail. "David Luiz pede ao Chelsea para trazer última garoto-maravilha do Brasil", diz o jornal, que também coloca o jogador na mira de Milan e Inter de Milão e faz um perfil detalhado do jogador, contando local de nascimento, altura, peso, conquistas pelo Santos e números na Seleção Brasileira.

O Mail faz o orçamento mais valioso dos três jornais. De acordo com o diário, Neymar, que valeria 39 milhões de libras (R$ 104 mi), é chamado de "O Novo Rei do Brasil". Porém, as críticas à "propensão de ir para o chão ao menor sinal de contato físico" não foram poupadas. A publicação também levanta dúvidas sobre se o atleta teria "a força física ou mental" para participar do Campeonato Inglês.

Atacante nega conversa

De volta ao Brasil o atacante negou qualquer contato com agentes do Chelsea no período em que esteve na capital britânica. Há alguns meses, a diretoria da equipe londrina fez uma proposta oficial ao santista, que recusou e renovou com o time paulista até 2015.

"Não fui ao Chelsea e não tive nenhum contato com ninguém de lá", afirmou o craque do Santos ao desembarcar em território brasileiro.

O empresário de Neymar, Vágner Ribeiro, também afirmou que o jogador não sairá do Santos tão cedo, e garantiu que o atacante ficará na Vila Belmiro independente de ser campeão da Copa Libertadores. O torneio continental termina em julho.

"O Neymar não sai do Santos, porque é uma vontade dele e é por isso que renovou até 2015. Independendete de ganhar libertadores ou não, o Neymar fica no Santos", completou.

Com poucas palavras, no desembarque, o craque santista fez questão de lembrar do amigo e companheiro de equipe Paulo Henrique Ganso, que não foi convocado por Mano Menezes para a partida de domingo.

"O Ganso faz falta na Seleção e em qualquer time do mundo", concluiu Neymar.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Em 2011, R. Ceni iguala melhor média da carreira aos 38 anos

Com camisa comemorativa, Rogério Ceni agradeceu à torcida são-paulina na Arena Barueri. Foto: Fernando Borges/Terra

Rogério Ceni agradece: em 2011, iguala melhor média de gols da carreira

Cinco gols nos primeiros 17 jogos do ano: em 2011, temporada em que marcou pela centésima vez, Rogério Ceni, 38 anos, também já igualou a melhor média de sua carreira como artilheiro. Apenas em 2005, lembrado como o principal em sua trajetória, Ceni teve uma convivência tão assídua com as redes.

Na temporada 2005, Rogério Ceni atingiu o quinto gol após sua 16ª partida, cobrando falta diante do Marília. Neste ano, a quinta vez em que foi às redes foi contra o Corinthians, no último domingo, o 17º jogo de 2011. Em nenhum outro ano da carreira, Ceni marcou tanto e em tão pouco tempo.

Em 2011, o goleiro são-paulino só fica aquém de 2005 em relação às cobranças de falta: naquele ano, quatro dos cinco primeiros gols de Ceni foram batendo falta - neste, são três de falta e dois de pênalti. Rogério, aliás, desperdiçou uma cobrança contra o Bragantino, em 19 de fevereiro.

A temporada 2005, como um todo, também é aquela em que Rogério Ceni fez mais gols - ao todo, foram 21. Em pouco mais de dois meses, 2011 já supera a maioria dos outros anos da carreira de Ceni. O goleiro marcou mais de cinco vezes só em 2010 (oito gols), 2007 (10), 2006 (16) e 2000 (7).

Red Bull já admite utilizar o Kers no GP da Malásia

Massa, que largara em oitavo, ganhava posições, enquanto seu companheiro Fernando Alonso caía de quinto para nono; Vitaly Petrov herdava postos e .... Foto: Reuters

Sebastian Vettel, da Red Bull, dominou final de semana na Austrália

Depois de surpreender ao afirmar que a equipe abriu mão de utilizar o Kers no Grande Prêmio da Austrália, o chefe da Red Bull Christian Horner já admite adotar o sistema de recuperação de energia cinética na próxima etapa do Mundial 2011 da Fórmula 1, marcada para 10 de abril, na Malásia.

Horner disse ao jornal inglês The Guardian que crê que os carros da equipe poderão ser ainda mais rápidos em relação à etapa do último domingo - vencida pelo atual campeão mundial Sebastian Vettel - e que o Kers pode ser uma interessante arma pelo fato de o circuito malaio ter uma longa reta.

A Red Bull disse que retirou o Kers de seus carros durante o final de semana na Austrália e ainda assim conseguiu a pole no sábado e o triunfo no domingo com o jovem piloto alemão. Para Vettel, aliás, o sistema será "fundamental" nesta temporada, embora o considere "caro e complicado".

"Bola de neve" cresce e Neymar deve ter dia de astro agitado

Após fazer o primeiro gol, no primeiro tempo, Neymar sofreu pênalti na segunda etapa do amistoso. Foto: AP

Neymar fala de "clima de racismo" contra a Escócia

A polêmica em torno do suposto ato racista ocorrido na partida entre Brasil e Escócia atingiu Neymar em cheio e o jogador deve ter um dia agitado em Londres nesta segunda-feira. O curioso é que o atacante teve a estadia prolongada para viver um dia de astro internacional, mas provavelmente terá que responder perguntas sobre a declaração feita após o duelo de domingo.

Em entrevista ao Sportv, Neymar disse, ao ser questionado sobre as vaias dos escoceses e sobre a banana retirada de campo, que "o clima de racismo é totalmente triste". "A gente sai do nosso país e acontece essas coisas. É triste. Vamos procurar nem tocar no assunto para não criar uma bola de neve", completou o atacante, em uma frase com um sentido mais forte se analisada sem o contexto da pergunta.

Mas a bola de neve temida por Neymar foi formada e ganhou volume. A expressão "clima de racismo" é repercutida na manhã desta segunda-feira em todos os principais jornais ingleses e escoceses com grande destaque. Os canais de televisão também dão bastante espaço para a polêmica.

Um dos mais respeitados jornais da Inglaterra, o The Guardian diz que o "incidente ofuscou a excelente partida do jogador que marcou dois gols". O único jornal a dar mais destaque ao desempenho de Neymar é o The Independent, que classifica o atacante e o meio-campista Lucas como os futuros do Brasil e apenas citam o episódio.

Com um posicionamento mais crítico, o jornal escocês Daily Record contesta a declaração de "clima de racismo" e ressalta que as vaias dirigidas a Neymar tiveram origem com uma queda em que jogador demorou a se levantar. Um representante da torcida escocesa utilizou exatamente o mesmo argumento e foi enfático na resposta. "Qualquer sugestão e manifestação de racismo entre nossos torcedores é tratada como uma tolice"

O outro ponto de polêmica é a banana retirada de campo no segundo tempo pelo volante brasileiro Lucas. A imagem da Sportv mostra a fruta no chão em um momento em que Neymar avança com a bola pela esquerda em direção ao gol escocês. Mas não existem imagens da hora do arremesso, o que gera duas dúvidas impossíveis de serem solucionadas até o momento.

Não é possível saber se a banana foi arremessada em direção ao jogador, já que o alimento já está no chão quando a câmera enquadra a área escocesa. Porém, como era o atacante mais próximo da jogada e o mais famoso brasileiro em campo, Neymar recebeu mais perguntas e com respostas pouco conclusivas não conseguiu afastar a polêmica de ligação com seu nome.

Além disso, não é possível afirmar quem foi o autor do arremesso. Na área mais próxima ao local em que a banana foi jogada havia mais torcedores brasileiros do que escoceses, fato que é repetido à exaustão pelos jornais que repercutem o caso.

Neste clima, Neymar se prepara para um dia agitado em Londres. Aproveitando a atuação elogiada em sua primeira partida na Europa por jornais de todo o continente e até pelo zagueiro do Manchester United Ferdnand no Twitter, a sua viagem de volta ao Brasil foi adiada em dia. Em nota oficial, o Santos anunciou uma série de entrevistas que ajudariam na sua consolidação da sua imagem no exterior que iria no embalo do grande interesse demonstrado pelos ingleses no jogador.

Menos de um ano depois de recusar uma oferta tentadora do Chelsea, a passagem de Neymar pela Inglaterra gerou muitas especulações, assédio de empresários e adiantou o processo de "internacionalização" da imagem do atacante, que veio com staff completo. Além dos pais Neymar e Nadine, o empresário do jogador, Wagner Ribeiro, e o gerente de novos negócios do Santos, Eduardo Musa, acompanham a viagem do jovem.

A intenção era fazer com que Neymar fosse apresentado ao mundo. O Santos anunciou os compromissos como parte do plano de carreira para que ele fosse o primeiro jogador atuando na América do Sul a ser indicado a melhor da temporada. Porém, o assunto que interessa no momento aos ingleses é outro.

Revelação do Flamengo, Negueba volta aos juniores

Negueba sorri durante treino do Flamengo. Foto: Maurício Val/Vipcomm/Divulgação

Negueba volta ao time de juniores do Flamengo

Negueba foi cortado do jogo do Flamengo deste domingo e não figurou no banco de reservas. A vaga da revelação rubro-negra foi ocupada pelo meia Marquinhos. O técnico Vanderlei Luxemburgo explicou que deu uma oportunidade ao jogador pelo bom desempenho nos treinos durante a semana no Ninho do Urubu.

Negueba, agora, retornará ao time júnior. Esse processo, porém, já havia sido comunicado por Luxemburgo aos garotos do Flamengo no trabalho de integração da base com o profissional.

O jogador havia sido titular do time rubro-negro nos dois jogos anteriores contra Cabofriense e Fluminense. Negueba, porém, não jogou bem.

Adriano assina contrato de um ano e é oficialmente do Corinthians

 . Foto: Getty Images

Contrato de Adriano com o Corinthians termina em junho de 2012

O Corinthians anunciou em seu site oficial a contratação do atacante Adriano, nesta segunda-feira. O vínculo terá duração até junho de 2012 e o jogador só poderá entrar em campo a partir de maio deste ano, quando terá início o Campeonato Brasileiro.

Adriano chega ao Corinthians após ter seu contrato com a Roma, da Itália, rescindido por conta dos diversos atos de indisciplina. Gilmar Rinaldi, seu ex-representante, foi deixado de lado nas negociações com o time alvinegro.

Antes de acertar com o clube alvinegro, o jogador manifestou sua vontade de jogar novamente pelo Flamengo, clube no qual foi campeão brasileiro de 2009 em sua segunda passagem.

Além do time rubro-negro e da Roma, o jogador de 29 anos soma passagens por Inter de Milão, Fiorentina, Parma (todos da Itália) e São Paulo.

domingo, 27 de março de 2011

Sharapova atropela alemã em Miami e chega às quartas de final

 . Foto: AP

Sharapova não deu chances a Lisicki

A russa Maria Sharapova atropelou a alemã Sabine Lisicki, em apenas 58 minutos, e alcançou as quartas de final do Premier de Miami. Com parciais de 6/2 e 6/0, ela ganhou o direito de disputar uma vaga entre as quatro melhores tenistas do torneio contra a australiana Samantha Stosur, quinta do mundo.

Sharapova já chegou duas vezes na final de Miami, mas perdeu ambas: em 2005 para a belga Kim Clijsters, e no ano seguinte para a russa Svetlana Kuznetsova. Contra Stosur, que superou a checa Lucia Safarova (6/0 e 7/6), a 13ª do ranking leva muita vantagem: venceu todos os seis confrontos até agora.

Kuznetsova, inclusive, foi eliminada pela chinesa Shuai Peng, em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/1. Na próxima rodada, a asiática enfrenta a romena Alexandra Dulgheru, superior à sueca Johanna Larsson após dois sets: 6/2 e 6/1.

Na outra chave, a sérvia Jelena Jankovic, sétima do ranking, passou pela checa Klara Zakopalova por 2 a 0 (7/5 e 6/1) e mede forças com a espanhola Anabel Medina Garrigues. Ela venceu a russa Elena Vesnina (6/3 e 6/3).

Mais tarde, Caroline Wozniacki enfrenta Daniela Hantuchova e Andrea Petkovic joga contra Iveta Benesova para definir outro confronto de quartas de final.

Garoto de 18 anos marca e EUA arrancam empate com Argentina

 . Foto: Reuters

Dois dos mais rodados jogador dos EUA, Maurice Edu e Jozy Altdore comemoram gol do jovem Agudelo

A principal atração antes do amistoso entre Estados Unidos e Argentina deste sábado, em Nova Jersey, era o meia-atacante Lionel Messi. Entretanto, pelo menos para a torcida americana, o grande astro do confronto foi o jovem Juan Sebastián Agudelo, 18 anos. Oportunista, o atacante do New York Red Bulls balançou as redes adversárias e sacramentou o empate por 1 a 1 diante da badalada seleção sul-americana.

Nascido em Manizales, na Colômbia, o jovem foi para os Estados Unidos e passou pelas academias de base da equipe nova-iorquina. Aos poucos, ganhou espaço no país e tornou-se presença constante nas seleções Sub-17. Na primeira convocação, na partida contra a África do Sul, em novembro do ano passado, já deixou a sua marca e causou boa impressão.

Diante da Argentina, Agudelo mostrou ótimo senso de posicionamento e aproveitou uma bola mal espalmada pelo goleiro Andújar para decretar o empate. Logo aos 14min do segundo tempo, após o camisa 1 argentino defender uma cabeçada de Jozy Altidore, o colombiano mostrou oportunismo e marcou o segundo gol em apenas três jogos com a camisa da seleção.

Pelo lado argentino, Messi novamente foi um dos destaques. Jogando com uma maior liberdade sob o comando de Sergio Baptista, o meia-atacante foi o responsável, junto a Dí Maria, pelas principais jogadas de gol. Aos 42min, a parceria, com o apoio de Lavezzi, deu certo, e Cambiasso, dentro da pequena área, abriu o placar.

Agora, os Estados Unidos encaram mais um país da América do Sul, o Paraguai, em Nashville, enquanto a Argentina enfrenta a Costa Rica, na casa do adversário. Ambos os confrontos serão realizados na próxima terça-feira.

O jogo

Após uma primeira etapa sem grandes chances, mas com muita técnica sendo mostrada pela seleção visitante, veio o gol. Depois de pecar no preciosismo e no excesso de passes, o trio ofensivo formado por Lavezzi, Messi e Dí Maria finalmente conseguiu balançar as redes, só que com a ajuda de um quarto elemento.

Messi e Lavezzi tabelaram e o melhor do mundo achou o atacante livre na área, contudo, o jogador do Napoli chutou fraco. Howard rebateu e Cambiasso veio de trás e acertou uma bomba para fazer o primeiro tento argentino.

Mais habilidosos, os sul-americanos seguraram o resultado até o intervalo. No retorno para o segundo tempo, porém, um representante do mesmo continente atrapalharia o selecionado de Sergio Batista.

O jovem Juan Agudelo, de 18 anos, colombiano naturalizado americano, entrou e colocou fogo no jogo. Assim, aos 14min, aproveitou rebote de Andújar após cabeçada de Bocanegra.

Nem Agudelo, nem Messi, porém, foram capazes de tirar a igualdade do placar. A Argentina, inclusive, buscou pressionar no final, mas parou na eficiente marcação americana.

Coritiba vence Iraty e segue imbatível na temporada 2011

 . Foto: Henry Milleo/Gazeta do Povo//Futura Press

Anderson Aquino e Davi marcaram os gols do Coritiba na vitória

O Coritiba não tomou conhecimento do Iraty, neste sábado, fora de casa, e passeou com uma vitória por 4 a 2, pela sexta rodada da segunda fase do Campeonato Parananese. Com o resultado o time alviverde segue sem ser derrotado no ano (sendo 17 jogos pelo Paranaense e três pela Copa do Brasil).

Anderson Aquino e Davi (artilheiro do Paranaense ao lado de Paulo Baier, com dez gols) marcaram dois gols cada um pelo lado do time visitante e abriram 4 a 0. Perto do final da partida, William e Paraíba descontaram para o Iraty.

O time da capital começou mandando na partida. O primeiro gol saiu logo aos 17s de partida, com o atacante Anderson Aquino, que ainda fez o segundo aos 11min, abrindo uma boa vantagem na primeira etapa.

No retorno do intervalo, mesmo com o placar favorável, o time visitante não quis saber de segurar o resultado e continuou atacando. Davi então garantiu os seus dois, aos 4min e 17min, e sacramentou os quatro do Coritiba.

O jogo esfriou depois dos 30min da segunda etapa e o time da casa aproveitou. Aos 33min, Bruno cobrou escanteio na cabeça de Willian, que mandou para o fundo das redes. Seis minutos depois, Neto aproveitou a rebatida do goleiro Edson Bastos e marcou o segundo.

O capitão Jeci saiu de campo contundido e, como o técnico Marcelo de Oliveira já havia feito as três alterações, o Cortiba ficou com um jogador a menos nos últimos minutos da partida.

O Coritiba segue líder da segunda fase do Paranaense, agora com 18 pontos. O próximo compromisso do clube pelo Estadual será sábado, às 18h30, em casa, contra o Rio Branco. No mesmo dia, o Iraty pega o Corinthians-PR, às 15h30, fora de casa.

Zagueiro faz dois, Palmeiras bate Bragantino e se classifica

O Palmeiras carimbou sua vaga nas quartas de final do Campeonato Paulista neste sábado. Com dois gols do zagueiro Thiago Heleno - um de falta e um de cabeça - e um do volante João Vítor, a equipe de Luiz Felipe Scolari bateu o Bragantino por 3 a 0, no Estádio do Canindé, e assegurou com três rodadas de antecedência uma vaga entre os oito melhores da primeira fase.

Agora, o time do Palestra Itália soma 35 pontos e não pode mais ser alcançado pela nona colocada Portuguesa, que tem 22. Além disso, o Palmeiras assume a liderança com um ponto a mais que o Corinthians, que enfrenta neste domingo o São Paulo (terceiro, com 31 pontos) em clássico na Arena Barueri. Já o Bragantino parou nos 19 pontos e ficou mais longe de um lugar nas quartas.

Nenhuma das equipes teve boa atuação no Canindé, com muitos erros de passe, mas o Palmeiras começou melhor a partida e teve o confronto sob controle após o primeiro gol de Thiago Heleno, logo aos 2min. Após ampliar a contagem no segundo tempo, novamente na bola parada, a equipe da capital definiu a vitória no final com um gol de João Vítor, em contra-ataque veloz.

O jogo

Sem o lesionado Valdivia, Felipão voltou a apostar em Lincoln como o jogador mais avançado do meio de campo. Completaram o setor os volantes Márcio Araújo e Marcos Assunção e o meia Patrik, que voltava para marcar pela esquerda quando o time perdia a bola. Do lado do Bragantino, o técnico Marcelo Veiga armou um esquema com três zagueiros para tentar frear a equipe alviverde.

O time da capital, porém, saiu na frente logo em sua primeira chegada. Em cobrança de falta aos 2min, o zagueiro Thiago Heleno bateu forte de longa distância, a barreira abriu e a bola entrou no canto do goleiro Gilvan, que nada pôde fazer além de reclamar com os companheiros de time.

O Palmeiras seguiu ameaçando na bola parada, e Leandro Amaro quase ampliou após desviar de cabeça um escanteio de Patrik aos 5min. Acuado, o Bragantino não conseguia passar do meio de campo e apelava para faltas - principalmente o zagueiro Everaldo, que já tinha cartão amarelo e cometia infração em praticamente todos os lances em que se envolvia.

Marcelo Veiga trocou um zagueiro por outro aos 22min, sacando Everaldo para entrar Júnior Lopes. A equipe do interior só assustou Deola aos 28min, também na bola parada: Cristian, ex-meia do próprio Palmeiras, cobrou falta com efeito e obrigou o goleiro alviverde a colocar para escanteio.

Sem conseguir fazer a bola chegar aos atacantes com qualidade, o Palmeiras foi deixando o Bragantino equilibrar a partida. Aos 33min, Murilo lançou Léo Jaime, o atacante cortou para dentro e bateu cruzado para fora. A última chance do fraco primeiro tempo foi um chute de longe de Chico, aos 40min, que desviou no meio do caminho e exigiu ótima defesa de Gilvan.

Os dois times voltaram sem alterações para a segunda etapa e o jogo continuou com o mesmo panorama: ritmo lento e muitos erros de passe. O Palmeiras tentava usar as descidas de Rivaldo e Patrik pela esquerda, mas os dois não acertavam a última bola. Felipão tentou melhorar a equipe aos 12min, com a entrada de Luan no lugar do apagado Adriano.

Revelado pelo Corinthians, o atacante Marcelinho conseguiu bom chute da entrada da área aos 14min, mas Deola fez bela defesa. Sem criatividade, o time alviverde respondeu com Luan pela esquerda, que cruzou para Kleber; o atacante desviou rente à trave, mas o lance já estava parado por impedimento.

A partida ficou truncada e repleta de faltas no meio de campo, e de uma delas nasceu o segundo gol palmeirense. Lincoln ergueu a bola na área aos 35min e Thiago Heleno deu um leve desvio de cabeça para tirar o goleiro Gilvan da jogada e anotar seu segundo gol na partida.

O Bragantino colocou em campo o centroavante Fabrício Carvalho e se lançou à frente nos minutos finais, mas o Palmeiras aproveitou os espaços deixados pelo adversário para definir o confronto aos 42min, em ótimo contra-ataque. Patrik recebeu em velocidade e deixou na medida para João Vítor, que escolheu o canto e bateu firme de pé direito para vencer Gilvan.

Vettel abre temporada da Fórmula 1 com vitória na Austrália

Sebastian Vettel comemora vitória no Grande Prêmio da Austrália; alemão dominou primeira etapa da temporada da Fórmula 1 em 2011. Foto: Getty Images

Pole position, alemão da Red Bull foi pouco ameaçado ao longo de toda a prova

Com uma prova bastante tranquila, o alemão Sebastian Vettel venceu neste domingo o Grande Prêmio da Austrália, primeira etapa da temporada 2011 da Fórmula 1. O alemão da Red Bull, que saiu da pole position, abriu vantagem para os rivais já na largada, e só teve sua primeira colocação posta em dúvida no Albert Park quando parou nos boxes.

Com isso, o campeonato de 2011 começa como terminou o de 2010: com Vettel na frente. O atual campeão do mundo soma seus primeiros 25 pontos e fica à frente de Lewis Hamilton, segundo na corrida e no campeonato com 18. Vitaly Petrov, em terceiro, soma 15 pontos, à frente de Fernando Alonso (12) e Mark Webber (10).

Para os brasileiros, a corrida teve um balanço positivo, ao contrário do que aconteceu no treino classificatório de sábado. Felipe Massa, que saiu do oitavo lugar, teve uma prova competitiva, mas com dificuldades, e completou em nono. Já Rubens Barrichello, que largou em 17º e chegou a estar em último na primeira volta, buscou sua recuperação e chegou a andar na zona de pontuação. Com problemas, porém, abandonou a seis voltas do fim.

De quebra, a corrida ainda teve bons desempenhos de Sérgio Pérez e Vitaly Petrov. O mexicano da Sauber, em sua estreia, contou com um carro confiável, com uma boa estratégia (parou apenas uma vez) e se manteve quase sempre na zona de pontuação, demonstrando uma postura arrojada que lhe valeu os seis pontos do sétimo lugar.

Já Petrov, regular desde a largada, manteve-se quase sempre entre os líderes, conquistando seu primeiro pódio desde a estreia em 2010. Até então, o melhor resultado do russo havia sido o quinto lugar no GP da Bélgica do ano passado.

Na largada da prova deste domingo, Vettel segurou a primeira colocação com tranquilidade. Em terceiro, Webber atacou Hamilton, mas não conquistou o segundo lugar. Button, que vinha em quarto, caiu para o sexto lugar - melhor para Petrov, que aproveitou a breve escapada de Alonso e subiu do sexto para o quarto posto.

Alonso, que largava em quinto, caiu para o nono lugar, enquanto Massa, que saíra em oitavo, subia para o quinto posto. O espanhol não demorou muito e passou a atacar, tomando rapidamente o oitavo posto de Kamui Kobayashi. E Button, em busca de recuperação, passou a atacar Massa, que se defendia com regularidade.

Para Rubens Barrichello, a largada foi amarga. O brasileiro, que saía do 17º lugar, escapara logo no início e caiu para último com sua Williams. Enquanto isso, Michael Schumacher e Jaime Alguersuari passavam prematuramente pelos boxes, respectivamente com um pneu traseiro furado e uma quebra no bico.

Sem conseguir superar a Ferrari de Felipe Massa, Button permitiu a aproximação de Fernando Alonso, em plena recuperação. E de tanto pressionar, Button conseguiu a ultrapassagem sobre o brasileiro na volta 12, cortando caminho de forma duvidosa. Pouco tempo depois, Button acabou pelos comissários da corrida punido com um drive-through.

Na volta 14, começaram as trocas, com Mark Webber inaugurando as substituições de pneus. Mais tarde, Felipe Massa e Rubens Barrichello também passaram pelos boxes. Na volta 15, foi a vez de Sebastian Vettel, deixando Hamilton em primeiro e Petrov em segundo. Terminadas as trocas, porém, o alemão da Red Bull voltou ao primeiro lugar, à frente do rival da McLaren.

No meio do pelotão, Rubens Barrichello vinha em ascensão, ganhando posições após o problema na largada. Porém, depois de ultrapassar Sérgio Pérez e assumir o nono lugar, o brasileiro forçou para tomar o oitavo lugar de Nico Rosberg e atingiu a Mercedes do alemão - ambos rodaram. Rubinho perdeu posições, e Rosberg abandonou pouco depois.

O brasileiro acabou punido com um drive through e permaneceu fora da zona de pontuação. E lá na frente, os líderes aproveitaram para uma nova troca de pneus. Desta forma, Vettel, Hamilton e Petrov pararam em busca de novos compostos. O alemão, com ampla vantagem, se assegurou em primeiro, com Hamilton em segundo.

O russo caiu para quinto, mas conseguiu se recuperar em virtude dos erros dos rivais - principalmente de Mark Webber, que sofria com pneus. Assim, Petrov voltou ao terceiro lugar, seguido de Alonso, Webber, Button, Perez, Kobayashi e Buemi. Massa vinha em décimo, enquanto Rubens Barrichello era o 15º.

Rubinho acabou abandonando na volta 52, em seu quinto pit stop. Com dificuldades, ele alegou problemas de câmbio. Enquanto isso, Massa apertou Buemi e conquistou o nono lugar na 54ª volta. Vettel, tranquilo, cruzou em primeiro, enquanto seu companheiro Webber estacionava na saída dos boxes após completar em um discreto quinto lugar.

Confira o resultado final do GP da Austrália:

1.Sebastian Vettel (ALE/Red Bull Renault)
2. Lewis Hamilton (GBR/McLaren Mercedes): +22s2
3. Vitaly Petrov (RUS/Lotus Renault GP): +30s5
4. Fernando Alonso (ESP/Ferrari): +31s7
5. Mark Webber (AUS/Red Bull Renault): +38s1
6. Jenson Button (GBR/McLaren Mercedes): +54S3
7. Sergio Perez (MEX/Sauber Ferrari): +1min05s8
8. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber Ferrari): +1min16s8
9. Felipe Massa (BRA/Ferrari): +1min25s1
10. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso Ferrari): +1 volta
11. Adrian Sutil (ALE/Force India Mercedes): +1 volta
12. Paul di Resta (GBR/Force India Mercedes): +1 volta
13. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso Ferrari): +1 volta
14. Nick Heidfeld (ALE/Lotus Renault GP): +1 volta
15. Jarno Trulli (ITA/Team Lotus Renault): +2 voltas
16. Jérôme d'Ambrosio (BEL/Virgin Cosworth): + 4 voltas

Abandonaram
Timo Glock (ALE/Virgin Cosworth)
Rubens Barrichello (BRA/Williams Cosworth)
Nico Rosberg (ALE/Mercedes GP)
Heikki Kovalainen (FIN/Team Lotus Renault)
Michael Schumacher (ALE/Mercedes GP)
Pastor Maldonado (VEN/Williams Cosworth)

sábado, 26 de março de 2011

Os Novos Pelos Velhos

Virou rotina brasileira: cria os jogadores, então eles vão para o exterior, a coisa fica preta, eles voltam para o Brasil, fazem sua reviravolta aqui e volta de novo para o exterior.

Ciclo vicioso isso, mas em certas partes, as escolhas que os times fazem não são lá aquelas coisas. No Corinthians, por exemplo, duas notícias mexeram com o humor e ânimo dos torcedores: a saída de Bruno César e a chegada do “imperador” Adriano.

clip_image002

Bruno César foi um caso, digamos, complicado no Corinthians. Chegou super animado, fez um trabalho impecável nos brasileiro do ano passado, mas depois acabou tendo contusões e perdeu um pouco do futebol-arte que vinha mostrando.

Chegou 2011 com o paulista, e Bruno começou a caminhar  novamente ao seu antigo futebol. Mas o pequeno aproveitamento dos jogadores pelos técnicos (Adilson e Tite) deu ao jogador banco de reversas ou nem isso.

Resultado: o jogador foi vendido ao exterior em uma venda repentina, no maior estilo “vai tarde”, sendo que o jogador tem um grande potencial em sua posição como atacante.

clip_image004

Pois bem, o time contrata, em ajuda do Ronaldo, que de fenômeno deixou de ter, o queridinho Adriano. Bem, sua fase na Roma estava um descaso geral, pois o jogador às vezes nem no banco ficava, e quando jogava, passava em branco. Agora, será que no timão a situação será diferente, ou alguém ai vai virar e dizer “eu me arrependo profundamente disso”? É esperar o brasileiro para saber.

Rosana: Estou indignada com essa escolha do Corinthians, mas se eles acham que vai dar certo, espero que dê grandes frutos essa contratação.

"O Palmeiras não corre risco", diz diretor de empreiteira

Projeto da Arena Palestra Itália, que deve ficar pronta no segundo semestre de 2012. Foto: WTorre/Divulgação

Arena Palestra está prevista para ser entregue pela WTorre em 2013

O Palmeiras está em ebulição política, por conta de controvérsias sobre construção da nova arena Palestra Itália. Mesmo assim, a construção da nova casa Palmeirense não deve implicar em riscos ao clube, segundo o empresário Walter Torre, da WTorre, que está a cargo do projeto. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo , o Torre disse que por exigência do ex-presidente Afonso Della Monica, o contrato teria sido feito de maneira a não oferecer riscos ao Palmeiras, garantindo que, caso a obra não dê lucro, o ônus ficará todo a cargo da empresa. Sobre a cláusula de utilização, uma das maiores polêmicas no atual contrato, Torre esclareceu que, embora haja uma regra impedindo o Palmeiras de treinar no Palestra em determinadas datas, isso só ocorrerá quando houver conflito de interesses (por exemplo no caso de um treino em dia de show).

Mesmo assim, dentro do Palmeiras, a obra estaria sendo motivo de contestações, que iriam desde possíveis restrições de uso do estádio pelo clube ao prazo (30 anos) de concessão da nova casa palmeirense à construtora. Conselheiros do clube estariam pressionando o presidente do clube Arnaldo Tirone para que este lute por uma revisão do contrato.

No duelo de Los Angeles, Lakers levam a melhor sobre Clippers

Kobe Bryant marca 37 pontos e garante vitória do Los Angeles Lakers em duelo contra Los Angeles Clippers por 112 a 104. Foto: AP

Kobe Bryant marca 37 pontos e garante vitória do Los Angeles Lakers em duelo contra Los Angeles Clippers por 112 a 104

Em partida que pôs frente a frente as duas equipes de Los Angeles, os Lakers levaram a melhor sobre os Clippers por 112 a 104 nesta sexta-feira, no Staples Center.

O resultado dá sequência à ótima fase dos atuais bicampeões da NBA, que venceram suas seis últimas partidas. Dos 15 últimos jogos, os Lakers venceram 14.

Nesta sexta-feira, o destaque da equipe foi o ala-armador Kobe Bryant, que marcou nada menos que 37 pontos, 11 mais que o pivô espanhol Pau Gasol. Já o pivô Andrew Bynum contribuiu com double-double de 11 pontos e 12 rebotes.

Pelos Clippers, o armador Mo Williams foi o cestinha ao anotar 30 pontos, oito mais que o ala Blake Griffin.

Os Lakers (52 vitórias e 20 derrotas) figuram em segundo na Conferência Oeste e já têm vaga assegurada nos playoffs. Já os Clippers (28 vitórias e 45 derrotas) são 13º e não têm mais chances de classificação.

Confira os outros resultados da rodada:

Indiana Pacers 93 x 110 Sacramento Kings
Orlando Magic 95 x 85 New Jersey Nets
Boston Celtics 81 x 83 Charlotte Bobcats
Cleveland Cavaliers 97 x 91 Detroit Pistons
Oklahoma City Thunder 111 x 103 Minnesota Timberwolves
Chicago Bulls 99 x 96 Memphis Grizzlies
Miami Heat 111 x 99 Philadelphia 76ers
New York Knicks 96 x 102 Milwaukee Bucks
Denver Nuggets 114 x 94 Washington Wizards
Phoenix Suns 100 x 104 New Orleans Hornets
Portland Trail Blazers 96 x 98 San Antonio Spurs
Golden State Warriors 138 x 101 Toronto Raptors

Vettel é pole e brasileiros têm posições discretas; veja grid

Alemão da Red Bull marcou primeiro lugar com volta em 1min23s529; Lewis Hamilton, o segundo, fez 1min24s307 em sua melhor tentativa no Q3. Foto: Getty Images

Alemão confirmou favoritismo e superou rivais Lewis Hamilton e Mark Webber

Sebastian Vettel largará na pole position do Grande Prêmio da Austrália de 2011. O atual campeão mundial da Fórmula 1 deu show nos treinos deste sábado e garantiu a primeira colocação do grid de largada ao marcar o tempo de 1min23s529 no qualificatório, quase 1s à frente do segundo colocado Lewis Hamilton, da McLaren.

Vettel já havia liderado com folga o último treino livre em Melbourne, neste sábado, e tomado conta da primeira colocação nas duas primeiras etapas do qualifying. Pior para Lewis Hamilton e Mark Webber, que disputaram entre si o segundo lugar na primeira fila.

Os pilotos brasileiros tiveram desempenhos discretos: Felipe Massa, com um fim de semana irregular, é apenas o oitavo, enquanto Rubens Barrichello, que errou no Q2, sai em 17º. No fim da fila estaria a Hispania, mas os dois carros da equipe foram cortados em virtude da regra dos 107% do tempo.

A largada do GP da Austrália está marcada para as 3h (de Brasília) deste domingo. A prova terá acompanhamento minuto a minuto do Terra.

Confira o grid de largada para o GP da Austrália:

1. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull Renault): 1min23s529
2. Lewis Hamilton (GBR/McLaren Mercedes): 1min24s307
3. Mark Webber (AUS/Red Bull Renault): 1min24s395
4. Jenson Button (GBR/McLaren Mercedes): 1min24s779
5. Fernando Alonso (ESP/Ferrari): 1min24s974
6. Vitaly Petrov (RUS/Lotus Renault GP): 1min25s247
7. Nico Rosberg (ALE/Mercedes GP): 1min25s421
8. Felipe Massa (BRA/Ferrari): 1min25s599
9. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber Ferrari): 1min25s626
10. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso Ferrari): 1min27s066

11. Michael Schumacher (ALE/Mercedes GP): 1min25s971
12. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso Ferrari): 1min26s103
13. Sergio Perez (MEX/Sauber Ferrari): 1min26s108
14. Paul di Resta (GBR/Force India Mercedes): 1min26s739
15. Pastor Maldonado (VEN/Williams Cosworth): 1min26s768
16. Adrian Sutil (ALE/Force India Mercedes): 1min31s407
17. Rubens Barrichello (BRA/Williams Cosworth): sem tempo

18. Nick Heidfeld (ALE/Lotus Renault GP): 1min27s239
19. Heikki Kovalainen (FIN/Team Lotus Renault): 1min29s254
20. Jarno Trulli (ITA/Team Lotus Renault): 1min29s342
21. Timo Glock (ALE/Virgin Cosworth): 1min29s858
22. Jérôme d'Ambrosio (BEL/Virgin Cosworth): 1min30s822
23. Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania Cosworth): 1min32s978
24. Narain Karthikeyan (IND/Hispania Cosworth): 1min34s293

Nadador Leonardo de Deus opta por Cielo e rompe com Pinheiros

Por meio de seu blog pessoal, o nadador Leonardo de Deus anunciou nesta sexta-feira sua saída do Esporte Clube Pinheiros, clube o qual ele estava em litígio desde que aceitou fazer parte do PRO 16 (Projeto Rumo ao Ouro 2016), que é tocado por Cesar Cielo e o ex-técnico principal do Pinheiros, Alberto Silva, o Albertinho.

Leonardo, juntamente com Tales Cerdeira e Henrique Rodrigues, foi convidado a integrar o grupo formado por Cielo e mais seis nadadores, tendo em vista a formação de uma tropa de elite para treinarem juntos. O Pinheiros não aceitou dividir os atletas com o projeto.

Em seu blog, Leonardo explica que tentou resolver a situação de forma pacífica, mas que não foi atendido pelo clube. Assim, rompeu seu contrato com o Pinheiros e já acertou seu novo clube: o Flamengo. Léo de Deus se junta a Cesar Cielo, Nicholas Santos e André Schultz, que também fazem parte do PRO 16 e competem pelo clube da Gávea.

Confira o comunicado completo do nadador em seu blog:

Ao longo dos últimos dois meses algumas, coisas mudaram em minha vida. Porém, eu continuo o mesmo, treinando forte, me dedicando à minha família, aos amigos e ao esporte.

Como é de conhecimento público, em fevereiro fui convidado a treinar também, sempre que possível, com os atletas do PRO 16.

Desde o início, com o devido respeito, procurei esclarecer aos diretores do ECP (Esporte Clube Pinheiros) de como poderíamos administrar esta nova situação para mim e que é usual e costumeira para o clube.

Por questões particulares o clube disse não. Respeito tal decisão e entendi que era o fim da linha.

Saibam que no início de janeiro de 2011, tive propostas de outros clubes, entretanto optei seguir junto com o glorioso ECP.

Quanto às minhas responsabilidades contratuais que tenho firmado com o clube, digo que cumpri com todas as cláusulas por mim assumidas, e insistentemente tenho buscado o entendimento de forma consensual ao que tínhamos firmado.

Como até 23 de março de 2011 o clube não se dignou a me responder as várias correspondências que lhes enviei, nesta mesma data protocolei ao Ilmo. Sr. Presidente do ECP a minha carta e que apresento partes do seu último trecho:

São Paulo, 23 de março de 2011

Ao Ilmo Sr. __ ? Presidente do ECP

"Considerando o seu silêncio e tudo que foi por mim exposto... e sendo assim 'declaro' a V. Sa. que o contrato está encerrado."

Atenciosamente ...

.... assina meu procurador

Leonardo de Deus"

Adriano diz que Ronaldo o convenceu a fechar com Corinthians

Corinthians não é clínica de recuperação, dizia a faixa levada pelos torcedores, em alusão aos problemas extracampo do atacante. Foto: Léo Pinheiro/Especial para Terra

Adriano terá que conquistar torcedores, que ontem já protestaram no CT Joaquim Grava

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o atacante Adriano afirmou que a ida para o Corinthians se deve ao ex-companheiro de Seleção Brasileira Ronaldo. Segundo o periódico, a relação entre os dois estreitou mais nos últimos dias, com o artilheiro deixando de trabalhar com o agente Gilmar Rinaldi para fechar com a 9ine, empresa de Ronaldo.

Ainda faltando assinar com o clube do Parque São Jorge, ele crê que estará apto para jogar em cerca de dois meses e prometeu ser guerreiro na nova equipe.O ex-jogador da Roma disse ainda que ficou chateado com a atitude do Flamengo de não o procurar e que a chegada ao clube paulista o aproxima de um retorno à Seleção Brasileira.

Confira os principais trechos da entrevista do jogador ao jornal Folha de S. Paulo:

Prazo de retorno aos gramados
"Ainda não estou bem. Demora mais um mês e 20 dias para ficar legal".

Conversa com Ronaldo
"Teve três, quatro clubes que me procuraram. Mas o Ronaldo me deu essa informação, do carinho que ele tem pelo Corinthians, que os torcedores têm por ele, e eu abri a porta mais para o Corinthians, porque eu quero fazer parte dessa família".

Flamengo
"Eles poderiam muito bem ao menos conversar comigo, para ver o que eu queria, mas infelizmente não foi possível. Tenho que seguir minha vida, que é jogar futebol. Espero ser feliz no Corinthians".

Multas no contrato
"Não me incomodo, de maneira nenhuma. As pessoas estão muito mal informadas sobre o que acontece. Eu saí da Roma sem arrumar confusão lá. Simplesmente vi que não tinha mais por que continuar, me machuquei três vezes, não dei sequência nos jogos, achei que era um sinal para voltar ao Brasil. Sempre dei a volta por cima. Conheço minha capacidade. Agora é esperar, trabalhar, treinar e recuperar a forma".

Volta à Seleção
"O Corinthians é um clube forte, muito importante. Só depende de mim mesmo, de me dedicar, ter vontade de fazer gols de novo".

Permanência no Corinthians
"Eu quero ficar direto, até a Copa do Mundo (de 2014)".

Retorno à Europa
"Não, não. Não quero mais sair do Brasil".

Promessas à torcida corintiana
"O Corinthians não vai se arrepender, sou um jogador guerreiro. Não estou indo para criar problema, mas para fazer gols. O que as pessoas dizem a gente não escuta, para não atrapalhar".

sexta-feira, 25 de março de 2011

Massa admite preocupação especial com pneus nos treinos

Felipe Massa fechou o dia com sétimo tempo da segunda sessão, contabilizando evolução e escapadas. Foto: Reuters

Massa fica apenas com o sétimo tempo na Austrália

Felipe Massa não teve o melhor dos desempenhos durante o primeiro dia de treinos livres para o Grande Prêmio da Austrália, etapa de abertura da temporada 2011 da Fórmula 1. Terminando apenas na sétima colocação, o piloto brasileiro afirmou que os pneus foram o principal fator da movimentação de sua Ferrari, dando alguma dor de cabeça na discreta direção que teve no circuito de Albert Park.

"Testamos muitas coisas nestes dois treinos livres, dividindo a demanda com o meu companheiro de time para explorar diferentes maneiras de preparar o carro para o resto do final de semana. Esperava fazer um treino mais rápido, até porque os pneus macios não estavam bem até a quarta volta. Com os duros também não consegui ir muito bem, visto que alguns pingos de chuva complicaram a situação", explicou Massa.

O piloto brasileiro mostrou ter sido surpreendido pelo desempenho dos pneus Pirelli no circuito de Melbourne, o que teria lhe causado alguns erros na pilotagem nesta sexta-feira.

"Daquilo que vimos, os pneus macios apresentaram menor degradação do que o esperado, mas precisamos ver se isso irá se repetir durante a corrida. A pista definitivamente é menos dura com esses pneus do que é o circuito de Barcelona, onde testamos muito. Este ano será importante estudar o desempenho deles cuidadosamente, corrida a corrida", afirmou.

Por fim, Felipe voltou a afirmar que a temporada deverá ser mais disputada que o habitual, colocando mais equipes além do trio de ferro (Ferrari, Red Bull e McLaren) na briga.

"McLaren e a Red Bull aparentemente estão muito fortes, mas há outros carros que também podem estar com um bom ritmo", analisou.

Jornal: Record faz oferta a quarteto do C13 e pode pagar até R$ 70 mi

 . Foto: Fernando Borges/Terra

Presidente Alexandre Kalil pede R$ 70 milhões para Atlético-MG e deve ser atendido pela cúpula da Record

Cada vez mais distante de vencer a "batalha" nos bastidores pelos direitos de transmissão dos próximos Campeonatos Brasileiros na TV aberta, a Record decidiu investir pesado nas negociações contra os clubes e oficializou as propostas a aliados do Clube dos 13, associação que já está fechada com a RedeTV!, vencedora da licitação da entidade por ser candidata única. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a emissora fez ofertas a Atlético-MG, Atlético-PR, Internacional e São Paulo.

Segundo a publicação, a primeira proposta da Recorda Atlético-MG e Internacional é de R$ 60 milhões anuais. No entanto, os mineiros pedem R$ 70 milhões e devem ser atendidos pela emissora, o que representaria 50% a mais que Cruzeiro e Grêmio obtiveram nos contratos firmados com a Globo (R$ 47 milhões). Antes, a Record emitiu comunicado em que ofereceu R$ 100 milhões à dupla Flamengo e Corinthians - o último já anunciou acerto com a Globo.

Promessa deixa o Santos e pede desculpas à torcida

Jean Chera comandou o Santos nas finais do sub-15, marcando os primeiros tentos das duas partidas da semi - foram duas vitórias convincentes sobre o .... Foto: Divulgação

Uma das grandes promessas do futebol, Chera deixa o Santos

Promessa do futebol desde que era criança, Jean Carlos Chera anunciou sua saída do Santos na manhã desta sexta-feira, por meio de seu Twitter. O garoto, 15 anos, afirmou que não foi valorizado pela diretoria alvinegra e pediu desculpas à torcida santista por deixar o clube.

"Peço desculpas à nação santista, a qual aprendi a amar, pela minha saída. Infelizmente a diretoria da base não valoriza o atleta que tem", afirmou Chera, na rede social.

"Meu pai, que é meu representante, não chegou a um acordo sobre meu contrato profissional com a diretoria do Santos", completou.

O jogador não divulgou qual será seu destino. No entanto, o garoto deve transferir-se para o futebol europeu, onde alguns clubes já haviam demonstrado interesse.

"Há 60 dias que tentam buscar um acordo, mas a família classificou a proposta do clube como irrisória, pois o Santos ofereceu vencimentos bem menores do que os que o Jean já recebe no amador", informou a assessoria de imprensa do atleta.

O pai de Jean, Celso Chera, embarca neste sábado para a Europa e ouvirá proposta de um grande clube do continente. O atleta também tem propostas de outros times do Brasil, mas as chances de atuar por uma agremiação do exterior são maiores.

O meio-campista tinha remuneração de R$ 25 mil na base e pretendia duplicar o valor com a renovação. Além disso, o pai do atleta exigia um aumento progressivo no salário a cada temporada do novo vínculo, que teria três anos - dessa maneira, os números poderiam atingir R$ 100 mil no terceiro ano de contrato. O Santos rejeitou a ideia e ofereceu valores menores aos que ele já recebe, o que desagradou os representantes de Jean.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Nuggets vencem, e Nenê leva a melhor em duelo com Splitter

No encontro dos pivôs brasileiros Nenê e Tiago Splitter, o Denver Nuggets venceu, em casa, o San Antonio Spurs por 105 a 102 nesta quarta-feira. Foto: AP

Nenê marcou 10 pontos em vitória de Denver

No encontro dos pivôs brasileiros Nenê Hilário e Tiago Splitter, o Denver Nuggets venceu em casa o San Antonio Spurs por 105 a 102, nesta quarta-feira.

Nenhum dos dois jogadores brasileiros se destacou, ainda que Nenê tenha sido melhor. O pivô do Denver marcou oito pontos e pegou 10 rebotes em seus 33 minutos em quadra. Já Splitter, que foi titular, anotou quatro pontos e pegou sete rebotes em 17 minutos de participação.</P,>

Com 27 pontos, o ala reserva Al Harrington foi o cestinha do Denver. Já o armador Raymond Felton e o ala-armador J.R. Smith marcaram 18 pontos cada um.

Do lado dos Spurs, o armador Gary Neal foi o cestinha ao anotar 25 pontos, cinco a mais que o armador argentino Manu Ginobili. O ala-pivô Antonio McDyess, por sua vez, chegou ao double-double de 13 pontos e 12 rebotes.

Os Spurs (57 vitórias e 14 derrotas) lideram a Conferência Oeste e já têm classificação garantida para os playoffs. O Denver (43 vitórias e 29 derrotas), por sua vez, é o quinto e ainda está em busca da vaga.

Ex-Inter faz 2, mas Once Caldas cede empate no fim ao Libertad

O ex-atacante do Inter Wason Rentería marcou os dois gols do Once Caldas-COL nesta terça-feira, mas sua equipe, jogando fora, empatou por 2 a 2 com o .... Foto: AP

Wason Rentería festeja um de seus gols no empate do Once Caldas

O Once Caldas-COL vencia o Libertad-PAR em pleno Defensores del Chaco até os 48min do segundo tempo, quando Pavlovich deixou tudo igual: 2 a 2. O resultado mantém a invencibilidade dos paraguaios no Grupo 1 da Copa Libertadores da América e praticamente elimina os colombianos.

Com 11 pontos, o Libertad já está garantido nas oitavas de final do torneio. Já o Once Caldas está na terceira posição, com quatro pontos, dois a menos que o peruano San Luís, que ainda entrará em campo por esta quinta rodada, em casa, contra o San Martín.

A situação poderia ser diferente se a equipe visitante mantivesse o bom ritmo que apresentou durante alguns momentos em toda a partida. Depois de ser salvo por uma curiosa defesa do goleiro Martinez, de "peixinho", o Once Caldas abriu o placar com ex-atacante do Inter Rentería, que aproveitou a sobra após Dayro Moreno brigar com a zaga, aos 11min do primeiro tempo.

No entanto, a equipe recuou e viu Pavlocich deixar tudo igual em um lance polêmico e confuso aos 16min: o atacante aproveitou uma furada da defesa, dividiu com o goleiro, chegou a tocar a mão na bola e, caído, empurrou para o fundo das redes. No início do lance, ainda havia impedimento.

Sem se abater, o Once Caldas voltou a ficar em vantagem um minuto depois, novamente com Rentería, em lindo chute após outra boa trama com Moreno. Mas o time voltou a priorizar a defesa e foi pressionado durante todo o segundo tempo. Depois de perder chances incríveis, o time da casa conseguiu furar o bloqueio rival e, de cabeça, Pavlovich definiu a igualdade.

O Once Caldas encerra sua participação na primeira fase no dia 19 de abril, no Peru, contra o San Martín. No mesmo dia, o Libertad recebe o San Luís, no Paraguai.

Bale é dúvida no Tottenham para duelo contra o Real Madrid

Gareth Bale lamenta: Tottenham também desperdiça oportunidade ao não bater o West Ham. Foto: Reuters

Gareth Bale é dúvida para duelo com o Real

O lateral esquerdo do Tottenham, Gareth Bale, está fora do jogo de País de Gales contra a Inglaterra, disputado neste sábado e válido pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2012, devido a uma lesão muscular. Bale ainda é dúvida para a partida contra o Real Madrid, marcada para o dia 5 de abril, na Espanha, no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões.

Voltando de uma lesão nas costas após quase um mês e meio, Bale chegou aos treinamentos com a seleção de País de Gales ainda sentindo dores musculares. O jogador começou a sentir o desconforto na coxa logo após a partida diante do West Brom, encerrada com um empate sem gols no Campeonato Inglês.

Ciente da lesão de Bale, o Tottenham busca prever a recuperação do jogador visando a partida contra o Real Madrid, em pleno Santiago Bernabéu. Inicialmente os médicos do clube acreditaram que as dores se tratassem apenas de uma sobrecarga do ritmo de jogo forte imposto ao lateral logo após seu retorno.

Entretanto, com novos exames, uma lesão foi constatada e o clube dará início a um novo tratamento médico ao galês. Nesta quinta-feira o Tottenham irá reavaliar o jogador para ter certeza se poderá contar com seu futebol diante da equipe merengue em abril.

Elogiado por Dorival, Bernard comemora boa estreia na lateral

Dorival Júnior acompanha empate do Atlético-MG com o Uberaba. Foto: Lucas Prates/Hoje em Dia/Futura Press

Dorival elogia lateral Bernard no Atlético-MG

Com um problema crônico nas laterais do Atlético-MG, o técnico Dorival Júnior foi obrigado a improvisar jogadores de outros setores na partida contra o Uberaba pelo Campeonato Mineiro. No lado direito, o jovem meia Bernard foi deslocado para o setor. Pela esquerda, o comandante alvinegro optou pelo volante Richarlyson.

Após a partida, Bernard, que fez seu primeiro jogo oficial com a camisa principal do Atlético-MG, saiu de campo satisfeito pelo rendimento apresentado. Segundo ele, a maior dificuldade encontrada foi na marcação, mas o garoto garante que vai se esforçar para aprimorar o fundamento.

"A dificuldade é a marcação, mas como nunca atuei na lateral direita a gente vai pegando a marcação a cada dia mais", disse o atleta, que avaliou como positiva sua participação no empate contra o Uberaba em 1 a 1. Bernard afirmou ainda que, sempre que entrar em campo, independente da posição, vai sempre se dedicar para ajudar o clube alvinegro.

"O técnico Dorival Júnior me deu oportunidade na ala direita e mesmo não sendo minha posição tenho que dar meu máximo e ter determinação para sair bem. Vou procurar a cada dia me adaptar na lateral direita e se essa for a chance que ele for me dar, terei que me aperfeiçoar cada dia mais", comentou o meia.

Dorival Júnior também aprovou a estreia de Bernard e comentou que o desempenho do garoto foi acima do esperado. "Ele foi acima do que esperávamos. É um garoto que promete muito e que, mesmo fora de posição, mostrou que pode render e produzir independente do setor de campo que esteja atuando. Ele foi muito bem e até me surpreendeu positivamente", analisou.

Liedson exalta Adriano e diz que Corinthians está de braços abertos

O atacante Liedson novamente deixou a sua marca e chegou à artilharia do Campeonato Paulista com dez gols, mesmo número de Elano, do Santos.. Foto: Léo Pinheiro/Especial para Terra

Liedson tem 10 gols em nove jogos na volta ao Corinthians

Liedson apoia a presença de Adriano no Corinthians. Apesar da média superior a um gol por partida no retorno ao clube, o atual dono da camisa 9 não refuta a possibilidade de ganhar um companheiro na frente. Ele disse até que todos estão de "braços abertos" caso se confirme a contratação do centroavante, possibilidade cada vez mais iminente no Parque São Jorge.

"Se vier, ele será bem vindo, será aceito por todos nós. É um grande jogador. Nós estamos de braços abertos se isso se confirmar. O torcedor tem todo o direito de sonhar com o que quer seja, mas trabalhamos com a realidade", afirmou Liedson na saída do gramado após a vitória por 3 a 0 diante do Oeste.

Tite, por sua vez, seguiu a estratégia de evitar o assunto. Em entrevista coletiva na noite de quarta, respondeu a primeira pergunta sobre Adriano e disse que não falaria mais. Ao ouvir mais duas questões, chegou a falar rapidamente a respeito mais uma vez. E só.

"Todos que vêm ao Corinthians, converso com a direção. Estamos em sintonia. Inclusive sobre o Adriano", respondeu rapidamente Tite. "Com o presidente, concordo tudo. O que ele falar, assino embaixo (risos)", disse o treinador.

Ao ser questionado se já havia trabalhado com jogadores contratados exclusivamente pela direção ao longo da carreira, Tite reforçou seu papel de treinador. "O técnico não é dono do clube, está à mercê da filosofia da direção. O técnico tem que trabalhar com o que tem e sei do meu posto. É claro que tenho que ter espaço de dizer a necessidade que tenho, de qual função e qual característica".

quarta-feira, 23 de março de 2011

Depois de 3 prorrogações, Lakers batem Phoenix Suns em casa

Mesmo jogando no Staples Center, o Los Angeles Lakers precisou suar muito e, depois de três prorrogações, confirmou a vitória sobre o Phoenix Suns por 139 a 137 nesta terça-feira. O resultado dá sequência à boa fase dos atuais bicampeões da NBA, que venceram suas últimas cinco partidas.

O melhor dos Lakers foi o ala-armador Kobe Bryant, que deu show. Kobe ficou muito perto do triple-double: 42 pontos, 12 rebotes e nove assistências.

O ala Lamar Odom, com 29 pontos e 16 rebotes, e o pivô espanhol Pau Gasol, com 24 pontos e 13 rebotes, também alcançaram dois dígitos em dois fundamentos.

Pelo Phoenix, o ala-pivô Channing Frye foi o melhor ao anotar 32 pontos e pegar 14 rebotes. Destaque também para o ala-pivô polonês Marcin Gortat (24 pontos e 16 rebotes) e o armador Steve Nash (19 pontos e 20 assistências).

Os Lakers (51 vitórias e 20 derrotas) estão na vice-liderança da Conferência Oeste e já têm vaga assegurada nos playoffs. O Phoenix (35 vitórias e 34 derrotas), por sua vez, figura em décimo.

Webber critica asas móveis e diz que Red Bull é o time a ser batido

A apresentação faz parte da divulgação do GP da Austrália, a primeira prova da temporada 2011 da Fórmula 1. Foto: AFP

Australiano diz que terá "melhor chance" de vencer em casa neste domingo

Após Sebastian Vettel citar que os pilotos poderiam até entrar em greve caso não tenham as medidas de segurança necessárias, Mark Webber, seu companheiro de equipe na Red Bull, engrossou o coro. O australiano também está receoso em alguns aspectos do novo regulamento e não vê motivo para se usar a asa móvel durante os treinos.

"Eu não entendo muito bem porque nós temos que usar a asa móvel na qualificação. Ela é uma distração e um trabalho que nós realmente não precisamos. Não está ajudando o show. É uma sessão em que você quer fazer um tempo da volta forte, mas todos têm as mesmas ferramentas para obter esse tempo, então, por que sobrecarregar o piloto? Não há nenhum ganho real para isso", disse o australiano.

Webber admitiu que ficou devendo uma "grande volta" nos testes de pré-temporada e mostrou ansiedade para o início da temporada, marcado justamente para o seu país natal, no circuito de Melbourne, no próximo domingo. "Trabalhamos duro desde janeiro e precisamos ir para as pistas para sabermos o nível de cada um", afirmou.

O australiano crê que terá neste domingo a "maior chance" de vencer a corrida em casa e acrescentou que a Red Bull será a equipe a ser batida em 2011. "Agora nós somos as presas. obviamente, Ferrari, McLaren, Mercedes e Renault vão fazer de tudo para dar a volta por cima da gente".

Globo reduz presença do São Paulo em 37% na TV aberta, diz jornal

 . Foto: Wander Roberto/VIPCOMM/Divulgação

Opositor da negociação entre clubes e TVs, clube terá apenas 5 jogos transmitidos no primeiro turno

Principal opositor da negociação individual entre clubes e emissoras de TV aberta pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro, o São Paulo é a equipe que mais sofreu queda no número de partidas que serão exibidas pela Globo na edição de 2011. Segundo publicado nesta quarta-feira pelo jornal Folha de S. Paulo, com a definição da emissora sobre o calendário deste ano, o time do Morumbi terá 37,5% a menos de jogos no canal em relação ao ano passado, além também de ver diminuir sua presença no horário nobre do futebol nacional.

No Brasileiro deste ano, de acordo com a publicação, o São Paulo terá apenas cinco jogos transmitidos pela TV aberta no primeiro turno, sendo dois deles clássicos (Palmeiras e Santos) - no ano passado foram oito partidas. A redução também ocorre nos jogos às 16h de domingo, horário de maior exposição e audiência - serão quatro na primeira metade do torneio, contra sete de 2010, fato que já preocupa a direção tricolor. O vice de marketing Júlio Casares afirmou após a divulgação que "é pouco e preocupante" e destacou a necessidade de "compensar a exposição de outra forma".

Impasse de Ganso com o Santos continua; relembre rusgas da renovação

Ganso participou nesta quarta-feira de jogo-treino e marcou dois gols sobre a equipe sub-20 do clube. Foto: Santos FC/Divulgação

"Novela" envolvendo futuro do meia já dura sete meses

A rusga envolvendo a renovação do meia Paulo Henrique Ganso com o Santos ganhou mais um capítulo na última terça-feira. Em reunião no CT Rei Pelé, o camisa 10 manifestou desejo de jogar no futebol europeu e ouviu a diretoria dizer "não" ao seu pedido de redução da multa rescisória. O episódio foi apenas mais um capítulo do imbróglio que completará sete meses nesta semana.

Em meio à polêmica entre o jogador e o clube e a falta de entendimento mútuo entre as partes, o Terra listou um cronograma passo a passo de todos os acontecimentos que culminaram no atrito, que tem ocupado as paginas dos jornais nos últimos meses.

Confira abaixo:

Primeira renovação: no início de março de 2010, o atleta firmou novo vínculo com o clube que duraria até 28 de fevereiro de 2015. Seu salário foi aumentado para R$ 130 mil mensais e a multa rescisória acabou mantida em 50 milhões de euros (cerca de R$ 120 milhões) para clubes do exterior.

Pós Copa do Mundo: o assédio ao jogador aumentou consideravelmente nesse período. O atleta vivia uma excelente fase, com a conquista do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil pelo Santos. Depois de o time alvinegro conseguir rejeitar o investimento do Chelsea e manter Neymar, foi a vez de segurar Paulo Henrique. Uma reunião para discutir o plano de carreira foi marcada para o dia 26 de agosto.

Grave lesão: em 25 de agosto, durante embate contra o Grêmio, no Olímpico, o meia sofreu uma grave lesão no joelho esquerdo que o afastaria dos gramados por quase sete meses. O incidente, segundo já disse o atleta publicamente algumas vezes, pode ter sido crucial no futuro "recuo" do Santos nas negociações.

Primeira reunião: no dia seguinte à partida, a diretoria santista reuniu-se com ro staff do atleta para apresentar o mesmo projeto de carreira acertado com Neymar. Coincidentemente, foi também em 26 de agosto que o atleta descobriu que poderia ficar até oito meses afastado dos campos de futebol por ser constatada uma ruptura total dos ligamentos do joelho. Uma cirurgia foi realizada dois dias depois.

Recusa de Ganso: o meio-campista recusou o projeto pela primeira vez no meio do mês de outubro. Após quatro reuniões, em que estiveram presentes dirigentes do clube e representantes da DIS, que possui 45% dos direitos econômicos do atleta (o Santos tem outros 45% e o meia 10%), Paulo Henrique disse ao Santos que não aceitava vender parte de seu percentual de imagem, a exemplo do que fez Neymar, e rejeitou o acordo.

Polêmica DIS x Santos: o clima começou a esquentar entre a DIS e o clube em novembro. A empresa do Grupo Sonda foi à Justiça cobrar o Santos o pagamento de 2,5 milhões de euros referentes à venda de Wesley ao Werder Bremen, já que o grupo possuia 25% do passe do jogador. A diretoria atual alega que a DIS pagou pouco por diversos atletas na gestão Marcelo Teixeira, entre eles Ganso. A rusga se tornaria crucial na renovação.

"Abandono" do Santos: após a recusa inicial, o clube não procurou mais o meio-campista para tratar de renovação. Nos meses de novembro e dezembro, ninguém do Santos foi atrás dos representantes do atleta e deixou o projeto de carreira esquecido. O desdém santista magoava o jogador, que se sentia abandonado e via seu salário estacionar nos R$ 130 mil (Neymar já ganhava R$ 500 mil). Posteriormente, Ganso diria que a lesão foi crucial para o desleixo santista.

Ganso torna insatisfação pública: no dia 11 de janeiro, o camisa 10 veio a público e não mediu palavras para descrever seu descontentamento. Afirmou estar "triste e chateado", e ironizou o Santos com o suposto interesse da Inter de Milão. "A última campeã mundial e da Europa está interessada no meu futebol mesmo com a contusão e o Santos praticamente não me valorizou", disparou na ocasião.

Recuo santista: o desabafo de Ganso pegou o Santos de surpresa. Pessoas ligadas ao atleta confirmaram que no mesmo dia o presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro entrou em contato com o irmão do meia, Papito Lima, e com seus representantes para agendar um novo encontro para a semana seguinte. Horas depois da entrevista do camisa 10, o clube emitiu nota oficial colocando panos quentes no assunto.

Suposta ida ao Corinthians: a rusga entre DIS e Santos seria crucial nesse impasse. Rumores na imprensa sugeriam que o grupo havia oferecido Ganso ao arquirrival Corinthians mediante pagamento de multa rescisória, que era de R$ 66 milhões ao mercado nacional. Posteriormente, a informação acabaria confirmada por membros do grupo e também pelo presidente Luis Alvaro, que declarou que Andrés Sanches, mandatário corintiano, ligou para ele e confirmou a informação.

Insatisfação de Ganso Parte II: às vésperas de retornar aos gramados, o camisa 10 deu entrevista a algumas emissoras de TV e disse ao Sportv que continuava magoado com o Santos, principalmente pela demora com sua renovação contratual. As declarações não caíram bem no clube.

Retorno de Ganso: o meia voltou aos campos em grande estilo ao entrar no intervalo do jogo contra o Botafogo-SP, na Vila Belmiro, e dar um show particular. Com dribles, gol e jogada genial que culminou em outro gol, a atuação do camisa 10 foi crucial para a vitória por 2 a 1. Curiosamente, o Santos - receoso por novas investidas negativas do jogador - não colocou o meia para dar entrevistas após a partida.

Ganso diz que quer jogar na Europa: após outras duas reuniões, o meia decide participar de encontro agendado para a última terça-feira no CT Rei Pelé - foi a primeira vez que ele marcou presença nas negociações. O jogador manifestou à diretoria desejo de jogar no futebol europeu e pediu a redução da multa rescisória de 50 milhões de euros para algo em torno de 30 e 25 milhões de euros.

O Santos, por sua vez, considera inviável diminuir o valor e não aceita negociar. Contudo, fez proposta salarial de cerca de R$ 400 mil mensais, abriu mão de receber os 30% dos direitos de imagem do atleta e tentou seduzi-lo com um "salário europeu" atuando no Brasil. Só que Ganso e a DIS mostram-se irredutíveis.

O atleta sofre com o assédio de times italianos, como o Milan e a Inter de Milão, do técnico Leonardo, que conversa frequentemente com o meia por telefone. Ao menos por enquanto, o que circula nos bastidores é que o meio-campista deve atuar na Europa até o final do ano. O presidente Luis Alvaro, inclusive, admitiu pela primeira vez que já pode estudar propostas para liberar o meia por um valor abaixo da multa. Agora, resta saber que fim levará o impasse.

terça-feira, 22 de março de 2011

"Intocável", zaga são-paulina atinge marca inédita desde 2007

Rogério Ceni e Miranda sobem juntos para tentar cortar cruzamento. Foto: Fernando Borges/Terra

Miranda e Ceni são dois remanescentes da equipe de 2007

Contra o Grêmio Prudente, o São Paulo chegou à quarta partida consecutiva sem sofrer gols, sequência que não alcançava desde 2007, ano em que a defesa se destacou como a melhor do Campeonato Brasileiro.

Pelo torneio nacional, foram duas sequências superiores à atual. A primeira de cinco jogos sem ser vazada e a segunda, de nove partidas.

A zaga daquele ano, formada por Breno, que vem pedindo para retornar ao clube, Alex Silva, Miranda e, algumas vezes, André Dias, teve o melhor desempenho da história dos pontos corridos. Foram apenas 19 gols sofridos em 38 partidas, média de 0,5 por jogo.

A atual fase da zaga faz com que Carpegiani não pense em modificar seu sistema defensivo e, mesmo com a chegada de Luis Fabiano, nenhum zagueiro deve perder vaga no time.

Candidato único, Platini é reeleito presidente da Uefa

 . Foto: AFP

Platini é presidente da Uefa desde 2007

Michel Platini foi reeleito nesta terça-feira presidente da Uefa no 35º Congresso da entidade, realizado em Paris. Único candidato à sucessão, o ex-jogador francês dirigirá a organização até 2015.

Visivelmente emocionado, Platini agradeceu a reeleição às federações nacionais, aos membros do Comitê Executivo e aos "heróis da vida cotidiana, sem os quais não haveria Beckenbauer, Cruyff, Zidane e Messi", em referência aos jogadores que qualificou de "educadores voluntários que trabalham com paixão e amor pelo futebol".

Platini, 55 anos, foi reeleito com um programa de gestão que basicamente dá sequência aos pontos que o levaram ao comando da Uefa quatro anos atrás.

A aplicação do chamado "fair play financeiro", que a partir da temporada 2014/2015 permitirá excluir das competições europeias todo clube que não tenha equilíbrio financeiro, aparece como um dos pontos de seu programa.

Defensor da arbitragem por vídeo, Platini também pretende introduzir cinco colegiados em todas as competições, fórmula que será testada na Eurocopa de 2012 (Polônia e Ucrânia) e na Copa do Mundo de 2014 (Brasil).

Outro ponto importante será a promoção das seleções nacionais, cuja influência foi se degradando em benefício dos clubes, favorecidos pela importância da Liga dos Campeões.

A luta contra a corrupção no futebol será outro desafio que o ex-jogador terá de enfrentar durante os próximos quatro anos na Uefa, com especial atenção à escalada das apostas ilegais.

O ex-jogador francês foi eleito pela primeira vez em 26 de janeiro de 2007, no congresso de Düsseldorf (Alemanha), derrotando o então presidente da Uefa, o sueco Lennart Johansson.

Ferrari espera que Massa "siga o ritmo" de Alonso em 2011

Ao lado de Massa, Fernando Alonso prestigia segundo dia de testes da Ferrari. Além dos pilotos da escuderia italiana, Giancarlo Fisichella, Jules .... Foto: EFE

Aldo Costa promete igualdade de condições aos dois pilotos da escuderia

O diretor técnico da Ferrari, Aldo Costa, disse em entrevista ao jornal italiano Corriere dello Sport que, com os novos pneus Pirelli, espera que Felipe Massa "siga o ritmo" do companheiro de equipe Fernando Alonso na temporada 2011 da Fórmula 1.

No ano passado, o brasileiro alegou problemas com os pneus para justificar seu fraco desempenho - terminou o Mundial em sexto, com 144 pontos, enquanto o espanhol brigou pelo título até a última corrida e somou 252.

Apesar da diferença, Costa negou que a escuderia já tenha uma preferência pelo bicampeão mundial e que a vontade é ter "dois piloto fortes". Ele destacou o desempenho nos testes de pré-temporada, mas ressaltou que só com as corridas saberá o nível competitivo da Ferrari.

O dirigente ainda admitiu que o novo F150º Italia é mais lento que o F10, modelo utilizado da temporada passada. No entanto, adiantou que este fato se estenderá a todas as equipes em 2011.

Para Aldo Costa, a proibição dos difusores duplos será a principal causa para os carros renderem menos. A perda será parcialmente compensada com o uso livre da asa traseira móvel, mas, em geral, os tempos serão maiores tanto na classificação como nas corridas, segundo ele.

A temporada 2011 da Fórmula 1 será inaugurada na madrugada do próximo domingo (horário de Brasília), com o GP da Austrália.

BNDES "adota" canoagem e fará investimento de R$ 10 mi, diz jornal

A canoagem brasileira vai receber apoio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) em iniciativa inédita da entidade, que passa a atuar como patrocinadora esportiva. O montante investido, ainda neste ano, pode chegar a R$ 10 mi, pouco mais do triplo que a modalidade possuía no ano passado. As informações são da Folha de São Paulo.

O Banco levou um ano para decidir o esporte, chegando à canoagem pelos quesitos potencial do esporte, possibilidade de retorno (resultados e imagem) e organização da confederação, segundo o jornal. O acordo deve seguir até a Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro. Os recursos entrarão por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, na medida em que projetos forem aprovados.