sábado, 30 de abril de 2011

Candidato à presidência da Fifa pode financiar estádio corintiano

 . Foto: Comitê Organizador Local/Divulgação

Bin Hammam estaria interessado em comprar o nome do estádio do Corinthians

O candidato à presidência da Fifa Mohamed Bin Hammam pode financiar a construção do estádio do Corinthians, o Itaquerão. Segundo reportagem deste sábado do jornal O Estado de S. Paulo, o milionário dirigente do futebol catariano estaria interessado em comprar o nome da arena corintiana. Além disso, Bin Hammam bancaria parte das obras para conquistar o voto do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, na eleição da Fifa, agendada para 1 de junho, em que o catariano tentará desbancar o atual mandatário, Joseph Blatter.

Bin Hammam chegou a São Paulo na noite da última sexta-feira e, neste sábado, participa de uma reunião da Conmebol, no Paraguai, na tentativa de conquistar votos de dirigentes sul-americanos. Para agradar Ricardo Teixeira, o catariano promete amenizar as críticas da Fifa à organização brasileira para a Copa de 2014, além de financiar a construção do Itaquerão. Hábil negociador, o dirigente árabe carrega em seu currículo o feito de ter convencido o Barcelona a estampar um patrocínio (o do Catar) em sua camisa pela primeira vez em 112 anos de história, por 170 milhões de euros. Além disso, conseguiu levar a Copa de 2022 para seu país.

Distância a Chapecó vira dor de cabeça para Avaí em decisão

Fazendo boa campanha comandando o Avaí, o técnico  Silas  foi sondado para dirigir o San Lorenzo, da Argentina. Foto: Getty Images

Avaí, de Silas, enfrentará a Chapecoense fora de casa neste domingo

Não é só a obrigação de vencer a disputa contra a Chapecoense, equipe de melhor desempenho no campeonato catarinense, que está preocupando a diretoria do Avaí. Viabilizar a presença de um bom número de torcedores de Florianópolis na Arena Condá se transformou em um dos grandes problemas para o próximo final de semana.

O maior empecilho é a distância até Chapecó: 500 km. Como o jogo é realizado no feriado do Dia do Trabalho, a diretoria não conseguiu ônibus para levar torcedores.

Em nota oficial, o Avaí informou que ainda tentou fretar um avião para levar trocedores, mas não obteve sucesso devido à falta de aeronaves na região durante o feriado. O clube ainda informou que duas companhias aéreas dispunham de poucas vagas nos dois voos diários destinados ao oeste do estado.

Uma promoção pelo site do Avaí premiou 30 integrantes da torcida com uma viagem até Chapecó . A saída ocorrerá na noite de sábado e os avaianos passarão a madrugada na estrada. Até a tarde desta sexta-feira, 150 dos 500 ingressos destinados ao clube haviam sido vendidos.

Segundo o clube, cinco ônibuis devem percorrer oito horas de viagem levando torcedores para a final do returno. A Chapecoense, além de jogar em seus domínios, precisa de apenas um empate para chegar à final.

Randolph decide, Memphis elimina Spurs e encara Thunder

Splitter marcado, 301 e 195. Foto: AP

Splitter entrou bem na partida, mas não conseguiu evitar a eliminação dos Spurs

O Memphis Grizzlies conseguiu, na noite desta sexta-feira, conter o embalo do San Antonio Spurs - que venceu, de forma épica, a última partida da série na prorrogação - e ganhou, em casa, por 99 a 91, em uma grande atuação coletiva dos Grizzlies, que lideraram durante quase toda a partida.

Com o resultado, a franquia do Tenesse encerrou a série melhor de sete por 4 a 2. Assim como nas outras vitórias do Memphis, o ala-pivô Zach Randolph foi o destaque, chamando a responsabilidade nos últimos minutos e decidindo a vitória, com 17 pontos no quarto final da partida.

Na semifinal dos playoffs da Conferência Oeste, os Grizzlies terão pela frente o Oklahoma City Thunder, algoz do Denver Nuggets, do brasileiro Nenê.

Jogando em seus domínios, o Memphis Grizzlies ditou o ritmo dos 12 minutos iniciais e levou a melhor por 24 a 16. No quarto seguinte, porém, o técnico dos Spurs, Gregg Popovich, apostou no pivô brasileiro Tiago Splitter e não se decepcionou. O jogador deixou a equipe visitante mais consistente e diminuiu a vantagem, após o triunfo no segundo período por 27 a 22.

O terceiro quarto foi pautado no equilíbrio. Enquanto o Memphis tentava manter a gordurinha de poucos pontos, o San Antonio buscava deixar o placar igualado. Sendo assim, quem levou a melhor e foi para os minutos à frente foram os anfitriões: 70 a 66.

No quarto final, os Spurs voltaram a lutar bastante, chegaram a virar o placar, mas não conseguiram fazer o suficiente para parar Randolph, que marcou 17 pontos no último período, selando a vitória, com boa vantagem: 99 a 91 para os donos da casa.

Grande destaque, Zach Randolph terminou a partida com 31 pontos e 11 rebotes, anotando um double-double, além de ter sido, de novo, o escape da equipe nos minutos finais, chamando a responsabilidade. O pivô espanhol Marc Gasol também foi bem novamente, com 12 pontos e 13 rebotes.

Pelos Spurs, os destaques foram os três principais jogadores da equipe: Tim Duncan (12 pontos e dez rebotes), Manu Ginobili (16 pontos) e o principal deles, Tony Parker, que conseguiu 23 tentos.

Com a vitória do time de Memphis, todas as semifinais da NBA foram definidas:

Los Angeles Lakers x Dallas Mavericks
Oklahoma City Thunder x Memphis Grizzlies
Chicago Bulls x Atlanta Hawks
Boston Celtics x Miami Heat

TV americana coloca Cruzeiro como 8º melhor time do mundo

Com gols de Wallyson e Ortigoza, o Cruzeiro derrotou o Once Caldas por 2 a 1 pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, em Manizales. Foto: AP

Equipe mineira é a única fora da Europa a figurar na lista dos dez primeiros da rede CNN

O canal de TV americano CNN, em seu ranking de clubes, elegeu o Cruzeiro uma das melhores equipes de futebol do mundo. A equipe mineira é a única não europeia da lista, elaborada pelos jornalistas da emissora, que possui 23 agências pelo mundo.

Na última atualização do ranking da CNN, que é semanal, o Cruzeiro aparece na oitava posição. O primeiro lugar da lista é do Barcelona, seguido por outros tradicionais campeões europeus como o Real Madrid, em segundo, Manchester United e Milan, terceiro e quarto colocados, respectivamente.

Confira a lista dos melhores clubes do mundo, elaborada pela CNN:

1º Barcelona
2º Real Madrid
3º Manchester United
4º Milan
5º Porto
6º Chelsea
7º Borussia Dortmund
8º Cruzeiro
9º Inter de Milão
10º Olympique de Marseille

Santos pode levar "decisões" da Libertadores para o Pacaembu

Caso passe pelo América-MEX, o Santos pode mandar todas as partidas restantes da Copa Libertadores no Estádio do Pacaembu. Segundo a edição deste sábado do jornal Folha de São Paulo, o clube alvinegro está interessado na renda gerada nos jogos em São Paulo, que têm sido maiores do que a arrecadação dos duelos na Vila Belmiro.

A alegação de integrantes da diretoria santista faz sentido, visto que a equipe detém o recorde de público do Pacaembu em 2011: na vitória por 3 a 1 sobre o Deportivo Táchira-VEN, em que o Santos garantiu a classificação para a segunda fase da Libertadores, foram contabilizados 36 mil pagantes, gerando uma renda de R$ 1,31 milhão. Já no confronto da última quarta-feira, contra o América-MEX, na Vila Belmiro, a arrecadação foi de R$ 474 mil.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Dallas bate Portland fora de casa e se classifica para semi

Torcida do Dallas Mavericks cumprimenta jogadores da equipe após a vitória por 103 a 96 sobre o Portland Trail Blazers . Foto: AP

Destaque da partida, Dirk Nowitzky é cumprimentado pela torcida após a vitória do Dallas

Liderado pelo ala alemão Dirk Nowitzki, o Dallas Mavericks venceu o Portland Trail Blazers fora de casa nesta quinta-feira por 103 a 96, assegurando sua vaga nas semifinais dos playoffs da Conferência Oeste. Com o triufo, o Dallas fez 4 a 2 na série, disputada em melhor de sete partidas.

Jogando em casa, o Portland começou com tudo e abriu oito pontos logo no primeiro quarto. Com atuação soberba na segunda parcial, o Dallas se recuperou, marcou 33 a 16 e foi para o intervalo com vantagem de nove pontos. Depois de abrir mais quatro pontos no terceiro quarto, restou ao Dallas segurar a reação do Portland no fim para garantir a vaga.

Como sempre, o melhor dos Mavericks foi Dirk Nowitzki, que alcançou o double-double (dois dígitos em dois fundamentos) de 33 pontos e 11 rebotes. Destaque ainda para o armador reserva Jason Terry, com 22 pontos, e o ala Shawn Marion, com 16.

Pelo Portland, os alas Gerald Wallace e LaMarcus Aldridge roubaram a cena, ambos com double-doubles. Wallace marcou 32 pontos e pegou 12 rebotes, enquanto Aldridge anotou 24 pontos e pegou 10 rebotes.

O adversário dos Mavericks na semifinal da Conferência Oeste será o Los Angeles Lakers, que eliminou o New Orleans Hornets.

Rubinho diz que "aprenderia e lutaria" com Senna como parceiro

Rubens Barrichello tira fotos com seu celular. Foto: AP

Ao site da Fórmula 1, piloto brasileiro diz que contrataria Hamilton e Kubica

O piloto brasileiro Rubens Barrichello, da Willians, disse que gostaria de ter sido parceiro de equipe do compatriota Ayrton Senna na Fórmula 1 - o tricampeão mundial morreu em acidente em 1994.

A declaração foi dada pelo veterano, 38 anos, em uma entrevista ao site oficial da categoria. Ele teve que responder a várias perguntas hipotéticas, uma delas sobre qual campeão mundial escolheria para ser seu companheiro.

"Ayrton Senna. Adoraria trabalhar com ele. Seria um aprendizado e uma luta - porque você nunca aprende sem disputar. Nunca ficaria feliz de terminar atrás dele, então seria uma constante busca pelo limite. E ele era fantástico em buscar o seu limite", relembrou o piloto.

Barrichello ainda respondeu o que faria logo depois de conquistar um título mundial. "Voltaria ao Brasil o mais rápido possível e iria para uma churrascaria. Reuniria todos os meus amigos, uns 300. Seria a melhor forma de fazer a festa".

Já quando questionado sobre qual dupla contrataria se fosse dono de uma equipe, o brasileiro afirmou que ficaria com o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, de quem se disse fã, e o polonês Robert Kubica, da Lotus Renault, que está longe das pistas se recuperando de grave acidente.

Entre outros assuntos, Barrichello disse ainda que adoraria correr em um circuito de rua nos Estados Unidos e que, se pudesse voltar no tempo, escolheria disputar a Fórmula 1 na década de 1980.

Bia, Tony e Hélio trocam problemas por piadas em coletiva

Pilotos posam para fotos com o troféu da prova. Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

Em meio a assuntos sérios, pilotos provocaram risadas em sabatina de perguntas

Hélio Castroneves é apenas o 14º colocado, com 54 pontos após três corridas. Tony Kanaan se recupera de uma virose. Bia Figueiredo sofre com as dores no punho direito, imobilizado após uma fratura sofrida na primeira corrida do ano. E mesmo assim, os três esbanjaram bom humor nesta quinta-feira, na primeira coletiva conjunta dos pilotos brasileiros antes da etapa de São Paulo da Fórmula Indy.

A começar por Bia. Última a se apresentar ao palco do evento, que contou também com Vitor Meira e Raphael Matos, a dona do carro número 24 da Dreyer & Reinbold provocou risadas ao justificar o atraso do início da sabatina de perguntas. "Estava passando batom", contou ela, com uma proteção sobre sua fratura.

Com Hélio Castroneves, ela fez Tony Kanaan passar por maus bocados ao contar de sua virose. Mesmo em melhores condições, o piloto da KV Racing fez questão de brincar também com a situação enfrentada nos últimos dias. "Li um comentário de um fã meu no Facebook dizendo: 'quando o médico não sabe o que é, diz que é virose e manda pra casa'", contou o baiano.

Sentado ao lado de Castroneves, Kanaan ainda participou da piada de Bia, que tentou assustar Castroneves ao dizer que a virose do amigo era transmissível simplesmente por via aérea. O piloto da Penske tentou remediar a situação, mas o ex-piloto da Andretti entrou no jogo e provocou ainda mais risadas entre os jornalistas presentes à sessão de perguntas.

"Se fosse o médico, não ia gostar que você estivesse aqui", disse o paulista. "Quer que eu vá embora?", retrucou o baiano. "Não, não precisa... Opa, toquei em você", completou Castroneves, resvalando no braço do compatriota.

Ao longo da entrevista coletiva, os cinco pilotos comentaram também de assuntos sérios: a recuperação de Bia, a mudança de equipe de Tony, o mau início de temporada de Hélio, a preocupação de Raphael Matos com a largada na São Paulo Indy 300... Até que Vitor Meira foi comentar a respeito da adaptação de seu carro para o circuito misto do Anhembi e das diferenças que teria para a próxima prova, as 500 Milhas de Indianápolis, corrida seguinte, em circuito em oval.

"Cada equipe tem seu esquema. Não é muito grande, porque o equipamento que a gente traz para cá - o carro - é completamente diferente de Indianápolis. O carro que a gente traz para cá, a gente não vai usar pelo próximo um mês e pouco", disse Meira, então interrompido por Kanaan.

"Fale por você", disse o baiano, brincando com as limitações financeiras de sua nova equipe. "Falaram até para eu não bater", completou, em meio a mais risadas. Só depois da observação, Vitor Meira pôde prosseguir.

Castroneves também comentou, mas só após o aval de Kanaan. "A maioria das equipes...", disse o piloto da Penske. "Ah, bom", completou o campeão da temporada 2004. "Logisticamente, para os mecânicos, é mais fácil - ou menos difícil - de fazer essa conversão", resumiu, em um dos momentos sérios do fim da entrevista.

Dispensa de Carlos Alberto foi iniciativa da direção, diz R. Gaúcho

 . Foto: Cristiano Leonardo S. da Silva Jornalismo - Especial para o Terra

Carlos Alberto se despediu dos colegas de equipe e dos funcionários do Grêmio

O meia Carlos Alberto esteve nesta sexta-feira pela manhã no Estádio Olímpico, se despedindo dos seus ex-colegas de time tricolor. O meia evitou conversar com a imprensa. Enquanto Carlos Alberto estava no vestiário, o técnico Renato Gaúcho concedia entrevista. O treinador, que indicou a contratação do meia Carlos Alberto, fez questão de deixar claro que a dispensa foi iniciativa da direção gremista.

"Quem pode falar sobre este assunto é a diretoria, a direção resolveu tomar esta decisão e quem pode falar sobre isto é a direção. Todo mundo sabe o carinho que eu tenho pelo Carlos Alberto, jogador que eu lancei no Fluminense com 17 anos, sempre me ajudou bastante e infelizmente aqui no Grêmio ele teve alguns problemas de lesões, onde ele não deu sequência no trabalho e depois teve a dispensa para resolver alguns problemas no Rio de Janeiro. São coisas que acontecem no futebol", disse o técnico gremista.

Mesmo com uma passagem apagada pelo Grêmio, o meia Carlos Alberto não decepcionou o técnico gremista. "O Carlos Alberto nunca me decepcionou, nós procuramos ajudá-lo de todas as formas nestes três meses de Grêmio, infelizmente ele não conseguiu dar sequência no trabalho, entre outras coisas a diretoria resolveu tomar esta decisão, é aquela decisão do custo beneficio, é um jogador caro que não conseguiu dar sequência no futebol dele", completou o técnico Renato Gaúcho.

Enquanto saia do vestiário, o meia Carlos Alberto ouviu manifestações de alguns torcedores que circulavam pelo pátio do estádio. Alguns gritaram: "Volta para o Rio, Carlos Alberto". O jogador acenou para os torcedores e saiu dirigindo o seu carro, acompanhado do seu assessor de imprensa.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

"Sucessoras" das Spice Girls podem fazer show de abertura de Londres 2012

 . Foto: Getty Images

Girls Aloud podem pintar no palco de show de abertura

Depois do sucesso das Spice Girls nos anos 90, é a vez do Girls Aloud marcar presença nos principais palcos do mundo. O nova girl band está sendo cogitada até mesmo para fazer o show de abertura dos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Além das novas garotas, Coldplay e as próprias Spice Girls podem se apresentar na cerimônia de abertura.

De acordo com a imprensa inglesa, a notícia surge em um ótimo momento para o grupo, que passará por uma reformulação no ano que vem e irá comemorar seu décimo aniversário no ano da Olimpíada britânica.

"Elas são o maior grupo de meninas britânicas dos últimos anos. É a melhor maneira para comemorar seu décimo aniversário", afirma a imprensa inglesa.

Real Madrid tenta manter escrita contra "freguês" Barcelona

Messi tenta escapar da forte marcação do Real Madrid. Foto: Getty Images

Real Madrid e Barcelona voltam a se enfrentar nesta quarta-feira

Em vantagem nos dois primeiros clássicos da série de quatro em 18 dias (ganhou a Copa do Rei e buscou o empate pelo Campeonato Espanhol com um jogador a menos), o Real Madrid entra em campo nesta quarta-feira contra o Barcelona para manter a escrita: sempre que enfrentou o rival pela fase semifinal da Liga dos Campeões venceu e depois conquistou o título.

Este será o quarto confronto ida e volta entre as equipes nesta fase da principal competição europeia, e o time madrileno leva grande vantagem: venceu três partidas, perdeu uma e empatou duas vezes, tendo avançado de fase duas das três oportunidades. O artilheiro dos confrontos é o húngaro Puskas, com três gols marcados.

Uma curiosidade que marca triunfos do Real sobre o arquirrival na Liga dos Campeões é a configuração da semifinal. Além da equipe de Madri e do Barcelona, sempre estão do outro lado da chave um time britânico (Rangers em 1960 e Manchester United em 2002) e outro alemão (Eintracht Frankfurt em 1960 e Bayer Leverkusen em 2002). Sempre com vantagem para os germânicos.

Nas duas vezes em que passou pelo Barcelona, o Real Madrid conquistou a competição, com duas finais do Hampden Park, em Glasgow. A final deste ano acontecerá no Estádio de Wembley, também na Grã-Bretanha.

O primeiro clássico pela Liga dos Campeões aconteceu pela semifinal da temporada 1959/1960. O Real Madrid, então vencedor das quatro primeiras edições da competição, teria pela frente o rival Barcelona pela primeira vez desde a contratação de Di Stéfano.

As duas equipes, que estavam disputando o título espanhol ponto a ponto, entraram no campo do Santiago Bernabéu no dia 21 de abril de 1960 para a primeira disputa da semifinal. Com dois gols de Di Stéfano e um de Puskas, o Real ganhou por 3 a 1. Martinez descontou para o Barcelona.

No jogo de volta, que aconteceu no dia 27 de abril do mesmo ano, o Real Madrid não se importou com a torcida rival no Camp Nou e abriu três gols de vantagem, com Puskas (duas vezes) e Gento. No final, Kocsis descontou, mas não evitou a derrota por 3 a 1 e a eliminação do Barcelona. Porém, no campeonato nacional o time catalão levou a melhor e conquistou o título sobre os madrilenos no saldo de gols, após as equipe terem empatado com 46 pontos.

O Real Madrid se classificou para a decisão para encarar o Eintracht Frankfurt, que eliminou o Rangers na semifinal. O clube conquistou o pentacampeonato consecutivo ao golear o time alemão por 7 a 3 no dia 18 de maio, no Hampden Park, na cidade de Glasgow, com quatro tentos de Puskas e três de Di Stéfano.

A vingança do Barcelona aconteceu menos de sete meses depois. Atual campeão, o Real Madrid teve o direito de entrar nas oitavas de final da Liga dos Campeões. De cara, a equipe teve que enfrentar logo o Barcelona. O primeiro jogo foi disputado no Santiago Bernabéu, no dia 9 de novembro de 1960. Os donos da casa estiveram por duas vezes no comando do marcador, com gols de Mateos e Gento, mas os catalães buscaram a reação com dois tentos de Luis Suárez, e o confronto terminou empatado em 2 a 2.

Quatorze dias depois, no Camp Nou, o Barcelona se vingou dos insucessos recentes contra o rival e conquistou a única vitória sobre o Real em jogos da Liga dos Campeões. Com gols de Verges e do brasileiro Evaristo de Macedo, que aconteceu aos 36min do segundo tempo, o clube azul-grená derrotou o time de Madri por 2 a 1. Canario descontou para os visitantes.

Pela primeira vez na história da Liga dos Campeões, até então, o Real Madrid não foi o campeão. Porém, no Campeonato Espanhol, a equipe quebrou o tabu de dois títulos consecutivos do rival e ganhou a competição com 20 pontos de vantagem para os catalães. Na Europa, o Barcelona passou por Hradec Kralove, da Checoslováquia, e Hamburgo até chegar a decisão com o Benfica. Em Berna, o clube português foi superior e levantou a taça após ganhar por 3 a 2.

As equipes demoraram 31 temporadas para voltarem a se cruzar pela Liga dos Campeões, mais uma vez pela fase semifinal e do outro lado da chave com uma equipe alemã (Bayer Leverkusen) e outra britânica (Manchester United). O primeiro jogo da série aconteceu no dia 23 de abril de 2002 no Camp Nou.

Em contra-ataque, Zidane recebeu passe de Raúl e abriu o marcador com um golaço por cobertura no argentino Bonano, aos 10min dos segundo tempo. Já nos acréscimos, Makelele tocou para o livre McMananam na entrada da área tocar na saída do arqueiro rival e colocar números finais ao jogo: 2 a 0.

A partida de volta aconteceu uma semana depois no Santiago Bernabéu. Com um golaço do atacante Raúl, no final do primeiro tempo, o Real Madrid ficou mais próximo da vaga na final. No começo da etapa final, o Barcelona ainda descontou com um gol contra do zagueiro Helguera, mas o jogo terminou empatado em 1 a 1 e o time da capital espanhola avançou à decisão.

Na final, que aconteceu no Hampden Park, assim como na temporada 1959/1960, o Real Madrid conquistou o título com um triunfo sobre os alemães do Bayer Leverkusen por 2 a 1, através de Raúl e de um golaço antológico de Zidane. No Campeonato Espanhol, não deu nem o time branco nem o Barcelona. O Valencia venceu a competição, com o La Coruña na segunda posição.

Em 2011, Barcelona e Real Madrid voltam a se enfrentar pela semifinal, com Manchester United (Grã-Bretanha) e Schalke (Alemanha) decidindo a outra vaga na decisão que acontecerá em terras britânicas.

Jornal: contrato com RedeTV! impede que clubes dissolvam C13

Botafogo, Vasco, Flamengo, Coritiba, Cruzeiro, Bahia, Vitória, Grêmio, Guarani, Sport e Internacional são os clubes apontados pelo C13 como os que .... Foto: Fernando Borges/Terra

Entidade presidida por Fábio Koff perdeu apoio de vários clubes

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o contrato firmado entre Clube dos 13 e RedeTV!pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro contém uma cláusula que proíbe os clubes de participarem de atos que conduzam à dissolução da entidade presidida por Fábio Koff. Além disso, outro item afirma que o fim do C13 não implica na rescisão do vínculo com a emissora.

Segundo a publicação, dirigentes dos clubes dissidentes estariam insatisfeitos com as cláusulas no contrato. Os cartolas planejam argumentar que o vínculo entre Clube dos 13 e RedeTV! é inválido porque desrespeita itens previstos no edital de licitação dos direitos do Brasileiro, criado pelo próprio C13. Alguns exemplos são a data do pagamento de luvas e a obrigatoriedade de caução bancário.

Vasco confirma volta de Juninho Pernambucano ao clube

O Vasco, através do presidente Roberto Dinamite, já oficializou que o ídolo do clube,  Juninho Pernambucano , reforçará a equipe de São Januário na .... Foto: Twitter/Reprodução

Meia, que defendeu o clube carioca por seis anos, acertou retorno com o presidente Roberto Dinamite

O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, viajou ao Catar e finalizou nesta quarta-feira a negociação para o retorno de Juninho Pernambucano, 36 anos, que estava no Al-Gharafa. Por meio do site oficial do clube carioca, o mandatário e o meio-campo selaram o acordo, com o atleta postando em seu Twitter o ato em que recebeu a camisa das mãos de Dinamite.

"Volto sem ação de marketing alguma. Eu e o Vasco somos parceiros, na alegria e na tristeza. Eu volto para ganhar um salário mínimo, porque preciso ser justo com o torcedor. Tenho que dar resultado e se acontecer, sou premiado. Me preparo nestes dois meses restantes antes do Brasileiro e volto em agosto firme e forte, sabendo que não sou mais o Juninho de dez anos atrás, mas posso ainda contribuir muito. O torcedor pode confiar na entrega e no espírito guerreiro que vou levar aos meus novos companheiros e daqui vou torcer muito, já a partir deste domingo, como venho fazendo desde que sai do Brasil. Acompanho tudo e sou Vasco. Estou muito ansioso para chegar ao Rio de Janeiro e sentir este calor.", declarou o jogador ao site oficial.

Em sua primeira passagem pelo clube carioca, entre 1995 e 2001, Juninho conquistou dois títulos brasileiros (1997 e 2000), uma Copa Mercosul (2000), um Torneio Rio-São Paulo (1999), um Campeonato Carioca (1998) e Libertadores (1998). Foram 295 jogos e 55 gols com a camisa vascaína.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Pressionado, Buemi alfineta Alguersuari e se vê em melhor forma

A surpresa do dia foi a presença de Sebastien Buemi com a Toro Rosso na segunda colocação, cinco décimos acima de Vettel. Foto: Reuters

Suíço pode perder lugar na Toro Rosso para piloto de testes da equipe, o australiano Daniel Ricciardo

Mesmo com as especulações sobre a possível substituição de Sebastien Buemi, da Toro Rosso, pelo piloto de testes de sua equipe, o australiano Daniel Ricciardo, o suiço mostra-se tranquilo e afastado de qualquer preocupação de perder sua vaga na Fórmula 1.

"Estou tranquilo, porque, independentemente dos resultados, sempre dei o meu máximo, e em relação ao meu companheiro de equipe (o espanhol Jaime Alguersuari), eu nunca tive desempenho pior que o dele", avaliou Buemi em entrevista à revista italiana Autosprint.

Porém, segundo o site Autosport, os chefes da Toro Rosso não escondem que tanto Buemi, quanto Alguersuari devem melhorar seu desempenho na temporada, caso queiram continuar na escuderia italiana - enquanto Ricciardo seria o substituto imediato, caso um dos dois pilotos venha a deixar o time.

"É claro que no final da temporada passada, eu tive alguns problemas e não estava satisfeito com meu trabalho. Mas eu trabalhei duro durante o inverno e em 2011, comecei bem", justifica o suíço.

O chefe de equipe da Toro Rosso, o austríaco Franz Tost, já havia dito que sua dupla de pilotos não deveria se sentir ameaçada em perder os postos, mas em ver esta possibilidade como uma chance de progredir - especula-se que um dos pilotos da escuderia italiana pode substituir Mark Webber na Red Bull em 2012, caso o australiano opte em deixar a equipe austríaca.

Buemi está ciente de tal possibilidade, mas é reticente quando perguntado se espera esse desfecho para seu futuro na Fórmula 1. "Não cabe a mim saber se Webber continuará ou não. Do meu ponto de vista, sei que devo fazer o máximo para conseguir resultados importantes. Então meu valor vai aumentar e posso ter uma chance. Me foco nisso. O resto é fofoca", afirmou.

Na classificação do Mundial de pilotos, Buemi é o 12º, com quatro pontos marcados. Ja seu companheiro, Alguersuari, ainda não pontuou em 2011.

Bia Figueiredo vai correr prova da Indy em SP no sacrifício

Bia Figueiredo fechou a lista com a 25ª colocação. Foto: Getty Images

Contusão na mão ainda limita fisicamente a piloto brasileira

Mesmo sem estar 100% fisicamente, a brasileira Bia Figueiredo vai para o sacrifício e disputará a etapa brasileira da Fórmula Indy, em São Paulo, neste domingo. A piloto da equipe Dreyer & Reinbold Racing ainda não se recuperou totalmente de uma fratura do osso escafóide da mão direita, fruto de um acidente na primeira corrida do ano, em São Petersburgo, nos Estados Unidos.

No dia 27 de março, durante a quarta volta da prova de estreia da temporada 2011, Bia se chocou com o carro de Graham Rahal e quebrou o osso. Mesmo assim, ela completou a corrida. Porém, na etapa seguinte, em Barber (EUA), a piloto não teve condições de competir e teve que se ausentar da corrida.

Para corrigir o problema, a brasileira de 26 anos passou por uma cirurgia no local, onde colocou um pino. Em São Paulo, ela terá de correr com uma proteção de carbono na mão por exigência médica da organização da Indy, além de ter que fazer fisioterapia e aplicação de gelo para avançar no tratamento.

"Ainda não estou 100%, tenho dores no local. Na corrida em Long Beach, senti muitas dores e demorei alguns dias para me recuperar", disse Bia Figueiredo.

A corrida que ela se refere foi a última disputada da categoria, no último dia 17. Segundo a piloto, que diz ter corrido a prova apenas com 50% de sua capacidade física, o incômodo a impediu de ter um resultado melhor do que o 19º lugar.

"Foi um pouco frustrante, pois tive de tirar o pé. Em Long Beach há zebras que você tem de atacar para ganhar tempo. Na décima volta comecei a sentir muita dor, aí tive de evitar as zebras. Só na trigésima volta teve uma bandeira amarela, pensei até em desistir da corrida", explicou a competidora, que entrou para a história do automobilismo brasileiro ao ser a primeira mulher a correr na Indy.

Com tudo isso, Bia deseja dias melhores na categoria. Até o momento, ela obteve 28 pontos e ocupa a 26ª posição na classificação geral. "É difícil imaginar que só fiz quatro voltas saudáveis até agora no campeonato, pois fraturei o osso logo no começo da corrida em São Petersburgo. Preciso pensar positivo para que as coisas melhorem ao longo do ano", lamentou a piloto, 13ª colocada na prova paulista disputada em 2010 - seu melhor resultado na categoria até o momento.

ONU acusa Brasil de desalojar pessoas à força por Copa e Olimpíada

 . Foto: Eduardo Lopes/Especial para Terra

Projeto Água Espraiada, feito pela Prefeitura de São Paulo, é criticado pela ONU

A relatora especial da ONU para a Moradia Adequada, Raquel Rolnik, acusou nesta terça-feira as autoridades de várias cidades-sede da Copa do Mundo e do Rio de Janeiro, que receberá a Olimpíada de 2016, de praticar desalojamentos e deslocamentos forçados que poderiam constituir violações dos direitos humanos.

"Estou particularmente preocupada com o que parece ser um padrão de atuação, de falta de transparência e de consulta, de falta de diálogo, de falta de negociação justa e de participação das comunidades afetadas em processos de desalojamentos executados ou planejados em conexão com a Copa e os Jogos Olímpicos", avaliou.

Raquel destacou que os casos denunciados se produziram em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Natal e Fortaleza.

A relatora explicou que já foram feitos múltiplos despejos de inquilinos sem que se tenha dado às famílias tempo para propor e discutir alternativas.

"Foi dada insuficiente atenção ao acesso às infraestruturas, serviços e meios de subsistência nos lugares onde essas pessoas foram realojadas", afirmou Raquel.

"Também estou muito preocupada com a pouca compensação oferecida às comunidades afetadas, o que é ainda mais grave dado o aumento do valor dos terrenos nos lugares onde se construirá para estes eventos", acrescentou a relatora.

Raquel citou vários exemplos, como o de São Paulo, onde "milhares de famílias já foram evacuadas por conta do projeto conhecido como 'Água Espraiada', onde outras 10 mil estão enfrentando o mesmo destino".

"Com a atual falta de diálogo, negociação e participação genuína na elaboração e implementação dos projetos para a Copa e as Olimpíadas, as autoridades de todos os níveis deveriam parar os desalojamentos planejados até que o diálogo e a negociação possam ser assegurados".

Além disso, a relatora solicitou ao Governo Federal que adote um "Plano de Legado" para garantir que os eventos esportivos tenham um impacto social e ambiental positivo e que sejam evitadas as violações dos direitos humanos, incluindo o direito a um alojamento digno.

"Isto é um requerimento fundamental para garantir que estes dois megaeventos promovam o respeito pelos direitos humanos e deixam um legado positivo no Brasil", finalizou.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Kobe Bryant dá susto, Hornets vencem Lakers e empatam série

O armador Chris Paul brilhou nos playoffs da Conferência Oeste da NBA ao conseguir um triple-double monumental que permitiu ao New Orleans Hornets vencer por 93 a 88 o Los Angeles Lakers no quarto jogo da série melhor de sete, na noite deste domingo, em jogo realizado no New Orleans Arena. Do outro lado da quadra, após uma apresentação apagada, o ala-armador Kobe Bryant sofreu uma torção no tornozelo e deixou o ginásio amparado por muletas.

Paul marcou 27 pontos, deu 15 assistências e pegou 13 rebotes para ser o grande destaque dos Hornets e da partida - que deixou a sua equipe com a segunda vitória da eliminatória, empatada agora por 2 a 2.

Embora os Lakers tenham recuperado a vantagem de campo, agora disputarão pelo menos seis partidas, e a quinta será no Staples Center, de Los Angeles, na próxima terça-feira.

Paul não parou durante toda a partida, embora sua equipe não tenha começado bem, ficando atrás do placar. Mas seu trabalho e o do resto da equipe, especialmente do ala de origem dominicana Trevor Ariza, ex-jogador dos Lakers, permitiu ao time da casa recuperar o controle do placar e do jogo.

No quarto quarto, os Hornets começaram a superar a defesa dos Lakers e abriram oito pontos de vantagem (79 a 71), a sete minutos do final do jogo.

Os Lakers reagiram com o ala-armador Kobe Bryant e, a dois minutos para o final, os bicampeões da competição já estavam apenas três pontos abaixo (83 a 80).

A 39 segundos do final, o ala-pivô Lamar Odom, nos lances livres, conseguiu dois pontos que deixaram o placar em 88 a 86. Tudo estava pronto para que os Lakers conseguissem o ataque final para virar o placar e conseguir a vitória.

Nada disso aconteceu porque o armador reserva Jarrett Jack, nos últimos 33 segundos, marcou cinco winners para os Hornets, os únicos que apresentou em todo o jogo. Antes, Paul também tinha anotado 14 de seus 27 pontos no quarto período, enquanto Ariza conseguiu 19 para ser o segundo cestinha da equipe, além de pegar seis rebotes e dar duas assistências.

O ala-pivô Carl Landry os apoiou com 16 pontos, capturou sete rebotes e também ajudou a equipe de Nova Orleans a dominar no quesito com 39 bolas capturadas no garrafão contra 32 dos Lakers.

Bryant desta vez não conseguiu comandar os Lakers e seus 17 pontos estiveram muito abaixo do que a equipe necessita de sua contribuição para conseguir ganhar os jogos que estão igualados no placar.

O camisa 24 dos Lakers, antes de se lesionar, converteu cinco de 18 arremessos de quadra, errou três tentativas de cestas de três, acertou sete de nove lances livres, deu oito assistências e pegou seis rebotes.

Kobe Bryant será será submetido a uma ressonância magnética para diagnosticar a gravidade da lesão e é dúvida para a próxima partida, na terça-feira.

Se Bryant não foi a estrela dominante, o ala-pivô espanhol Pau Gasol também não apareceu muito no jogo do garrafão - embora tenha feito 16 pontos, no final seus quatro rebotes não foram fator decisivo.

O pivô Andrew Bynum marcou 11 pontos e pegou nove rebotes, deu três tocos e conseguiu uma roubada de bola, que também não foi suficiente para evitar a derrota de sua equipe.

Lesionado, Berbatov desfalca Manchester United em semifinal

O Manchester United deu um importante passo para conquistar o Campeonato Inglês ao vencer o Fulham por 2 a 0. Artilheiro, Berbatov abriu o caminho .... Foto: Reuters

Artilheiro do Inglês, Berbatov sentiu lesão na virilha

O atacante búlgaro Dimitar Berbatov, do Manchester United, não vai enfrentar o Schalke 04, nesta terça-feira, pela semifinal da Copa dos Campeões da Europa, em Gelsenkirchen, na Alemanha. O jogador de 30 anos contundiu a virilha, ficou fora do duelo com o Everton, no sábado, pelo Campeonato Inglês, e permanecerá na Inglaterra junto com os meias Darren Fletcher e Owen Hargreaves, outros desfalques do técnico Alex Ferguson.

Apesar de ser artilheiro do Campeonato Inglês, com 21 gols, Berbatov começou jogando em apenas três partidas das últimas 13 do Manchester United. Com apenas mais um ano de contrato, Ferguson não deve se esforçar para mantê-lo em Old Trafford.

Em seu lugar, joga o mexicano Javier "Chicharito" Hernández, autor do gol salvador da vitória por 1 a 0 contra o Everton. A última partida de Berbatov como titular da camisa vermelha foi no final de semana passado, pela semifinal da Copa da Inglaterra, na derrota por 1 a 0 para o Manchester City. Ele foi, inclusive, substituído por Hernández.

Bellucci perde pontos, mas sobe no ranking; Nadal e Wozniacki lideram

Em 2009, Bellucci também perdeu na primeira rodada, para o alemão Philipp Kohlschreiber. Foto: AFP

Bellucci acabou beneficiado por rivais que também fracassaram

A atualização dos rankings do tênis desta semana não trouxe muitas mudanças na ATP e na WTA. Os líderes permanecem os mesmos, Rafael Nadal (vencedor em Barcelona) e Caroline Wozniacki (derrotada na final em Stuttgart). O Top 20 também não trouxe importantes alterações, enquanto que o brasileiro Thomaz Bellucci teve um péssimo desempenho na Catalunha, mas contou com a "ajuda" dos rivais e acabou ganhando uma posição.

O tenista brasileiro caiu logo na estreia do torneio ATP 500 de Barcelona, a exemplo da semana anterior, em Monte Carlo, mas desta vez não caiu na tabela. Ele contou com a queda do letão Ernests Gulbis, que perdeu duas posições, e voltou a ser o número 31 do mundo, com 1.160 pontos.

A pontuação é, ainda, menos de 10% do total obtido por Nadal. O tenista espanhol obteve sucesso mais uma vez na defesa dos pontos conquistados em 2010, ao garantir a vitória na Espanha - depois de fazer o mesmo em Mônaco. Ele manteve os 12.970 pontos, contra 9.640 do sérvio Novak Djokovic (SER) e 8.550 de Roger Fererer (SUI).

A primeira mudança do Top 20 é a subida de Nicolás Almagro (ESP), que avançou uma posição ao chegar até as semifinais em Barcelona, onde perdeu apenas para o compatriota David Ferrer, sexto. Almagro foi da 11ª para a 10ª colocação, ultrapassando o norte-americano Mardy Fish. Fernando Verdasco, outro espanhol, caiu três posições e está no 15º lugar.

Dentre as mulheres, Wozniacki segue soberana na liderança, com boa vantagem sobre a lesionada tenista belga Kim Clijsters (9.970 contra 8.115). A russa Vera Zvonareva continha na terceira posição, com 7.615 pontos. Samantha Stosur (AUS) recuperou a sexta posição passando a chinesa Na Li (4.336 pontos, contra 4.300).

A alemã Andrea Petkovic manteve a boa fase ao ir bem em casa, no torneio de Stuttgart. Ela subiu quatro degraus e foi da 19ª para a 15ª colocação. Sua compatriota, Julia Goerges, foi ainda melhor: campeã, ela ganhou cinco posições, e passou da 32ª para a 27ª posição. Simona Halep (ROM), vice-campeã em Fés, avançou 13 posições e é a nova número 52 do mundo. Alberta Brianti, campeã, do 94º para o 67º lugar.

Dentre as brasileiras, Ana Clara Duarte segue sendo a melhor colocada, com a 232ª posição (241 pontos). Roxane Vaisemberg subiu 35 degraus e avançou à segunda posição do Brasil, no 282º lugar.

Jornal: Hypólito inova e usa urina para evitar lesões nas mãos

Daniele Hypólito, outro destaque da Seleção feminina, foi a 13ª do sábado, com 55,132 pontos. Foto: AP

Danielle Hypólito inova para evitar lesões

A ginasta Danielle Hypólito usa um método um tanto quanto curioso para evitar lesões nas mãos ao fazer exercícios nas barras. De acordo com o jornal carioca O Globo, a brasileira passa urina nas mãos antes de tomar banho. Segundo a atleta, a técnica vem dando certo.

Danielle aprendeu esse método com seu ex-treinador, o cubano Casimiro Suarez, e, apesar de não treinar mais com ele segue utilizando seus métodos diferenciados.

Tirone: "não considero Pacaembu o estádio do Corinthians"

O empresário Arnaldo Tirone foi eleito novo presidente do Palmeiras para o biênio 2011/12. A escolha foi feita na Academia de Futebol e o candidato da .... Foto: Fernando Borges/Especial para Terra

Presidente do Palmeiras também admite levar jogo contra Corinthians para Morumbi

Após se classificar para as semifinais do Campeonato Paulista, o Palmeiras terá a vantagem do mando de campo, mas ainda não decidiu em qual palco irá receber o arquirrival Corinthians. Diante da possibilidade de jogar no Estádio Paulo Machado de Carvalho, o presidente alviverde Arnaldo Tirone afirmou que não considera o Pacaembu como estádio do Corinthians.

"É um estádio de São Paulo. Jogamos bem sempre que jogamos lá, até mesmo contra o Corinthians, na primeira fase. Não considero o Pacaembu o estádio do Corinthians. Se tivermos de jogar lá, jogaremos sem problemas", comentou Tirone em entrevista ao BandSports. Além do estádio municipal, outro possível local para o clássico é a casa do São Paulo. "O Morumbi é uma das opções, mas ainda não está confirmado. Vamos decidir isso na reunião desta segunda-feira, às 14h, na sede da Federação Paulista de Futebol", completou.

domingo, 24 de abril de 2011

XV de Piracicaba, Comercial e Guarani voltam à elite do Pauslitão

A última das quatro vagas será definida entre Catanduvense, Atlético Sorocaba e Monte Azul na rodada do próximo fim de semana

Márcio Fernandes Guarani (Foto: Ag. Estado)

Márcio Fernandes, técnico do Comercial, é carregado
durante comemoração do acesso (Agência Estado)

A rodada deste fim de semana da Série A2 do Campeonato Paulista definiu três dos quatro times que integrarão a elite do futebol de São Paulo em 2012. O XV de Piracicaba, que goleou o Monte Azul, foi o primeiro a se garantir. O Guarani carimbou o passaporte ao vencer o Rio Preto e, consequentemente, ajudou o Comercial. Faltando uma rodada, a última vaga para a A1 está entre Cataduvense, Atlético Sorocaba e Monte Azul e será decidida no sábado.

O XV, que não disputa a primeira divisão do Paulistão desde 1995, retornará no ano que vem. Ao ganhar do Monte Azul, neste domingo, por 4 a 1, o Nhô Quim foi a nove pontos e não pode mais ser alcançado. Os outros três do seu grupo ainda estão na briga. Na próxima rodada, o Catanduvense, que tem oito, receberá o Monte Azul, que tem cinco, jogando por um empate. Com os mesmos cinco pontos, o Atlético Sorocaba visitará o XV de Piracicaba.

Na outra chave, Guarani e Comercial já liquidaram a fatura por antecipação. O time de Ribeirão Preto ganhou do São José no sábado, por 1 a 0, e torcia por um triunfo do Bugre no domingo para subir. E a equipe de Campinas colaborou. Ao bater o Rio Preto por 4 a 2, o Guarani foi a 11 pontos e subiu, levando junto o Comercial, com nove. São José, quatro, e Rio Preto, três, estão eliminados.

Os quatro rebaixados da A1 para a A2 foram Santo André, São Bernardo, Noroeste e Prudente.

OS JOGOS DO FIM DE SEMANA
23/4 – Atlético Sorocaba 3 x 2 Catanduvense
23/4 – Comercial 1 x 0 São José
24/4 – Monte Azul 1 x 4 XV de Piracicaba
24/4 – Guarani 4 x 2 Rio Preto
PRÓXIMA RODADA
30/4 (19h) – Catanduvense x Monte Azul
30/4 (19h) – XV de Piracicaba x Atlético Sorocaba
1/5 (10h) – Rio Preto x Comercial
1/5 (10h) – São José x Guarani

Sesi é campeão da super liga masculina de vôlei

Num jogo para lá de nervoso, o Sesi/São Paulo é campeão da super liga masculina de vôlei pra cima do Cruzeiro, em Belo Horizonte.

Kaká volta às manchetes e vira arma contra o Barcelona

Após balançar as redes na vitória do Real sobre o Valencia por 6 a 3, Kaká homenageia sua mulher, que está grávida do segundo filho do casal. Foto: AFP

Kaká homenageou sua filha Isabella na partida contra o Valencia neste último sábado

Os dois gols e duas assistências anotados por Kaká na goleada do Real Madrid por 6 a 3 sobre o Valencia neste sábado, pelo Campeonato Espanhol, renovaram a imagem de Kaká na Europa. A desconfiança por suas constantes lesões deu lugar a uma empolgação pela grande atuação. O jogador voltou às manchetes e já é visto como arma para os jogos contra o Barcelona, pela Liga dos Campeões.

"Eu precisava de um jogo como esse. Foi muito importante para ganhar confiança e tenho que agradecer aos companheiros, que sempre me ajudaram. Dedico os gols à minha filha", disse o jogador, completamente recuperado dos problemas no púbis e no menisco que o atrapalhavam desde o início do ano passado.

A filha a que ele se refere nasceu horas depois de sua grande partida no Estádio Mestalla. Em São Paulo, Caroline Celico deu a luz ao segundo filho do casal, algo que deixa o Kaká ainda mais animado. A mudança da imagem do brasileiro, que chegou a ser muito contestado pela torcida madrilena, fez o jogador ganhar elogios do técnico José Mourinho.

"Ele jogou em uma posição que eu gosto e foi absolutamente fantástico. Isso foi muito bom para sua confiança, ainda mais porque teremos seis ou sete jogos em que precisaremos dele nas melhores condições", declarou o treinador. Assim, Kaká já é tido como uma arma especial do Real Madrid para a final da Liga dos Campeões.

O adversário pela final continental será o arquirrival Barcelona, e o primeiro duelo está marcado para quarta-feira, no Estádio Santiago Bernabéu, em Madri. José Mourinho, por outro lado, tem pensando a longo prazo. "O que ele fizer nesta temporada servirá para vermos o melhor Kaká na temporada seguinte", afirmou.

Kubica deixa hospital e volta às pistas deve ser definida em agosto

 . Foto: AFP

Kubica vai descansar em Mônaco antes de reiniciar a recuperação

Onze semanas depois de sofrer grave acidente em prova de rali em 6 de fevereiro, na Itália, Robert Kubica deixa o hospital. O piloto finlandês recebeu alta neste domingo, segundo boletim médico divulgado pelo site local IVG.it e vai completar sua recuperação ainda sob os cuidados dos médicos do Hospital Santa Corona.

"Robert Kubica não está mais no Hospital Santa Corona, em Pietra Ligure. Suas condições são boas e o piloto estará apto a iniciar uma fase nova da reabilitação fora do hospital. Ele continuará sendo monitorado pelos médicos que cuidaram dele em consultadas agendadas", diz o comunicado. A expectativa dos médicos é de que em agosto ele possa definir um retorno às pistas.

Piloto da Lotus Renault, Kubica sofreu grave acidente ao bater no muro de uma igreja durante prova de rali. Um guard-rail acabou destruindo seu carro, causando múltiplas fraturas no finlandês, a mais grave delas na mão direita. Os médicos chegaram a cogitar amputar o membro. Com a alta, ele afirmou que vai voltar para casa e descansar antes de focar a recuperação.

"Assim que eu deixar o hospital, vou para minha casa em Mônaco para um curto período de descanso. Então vou me mudar para as instalações do Dr. Ricardo Ceccarelli, na Itália, onde vou começar um profundo programa de reabilitação e um leve programa de treinamentos preliminares", afirmou o piloto.

Flamengo x Fluminense tem história marcada por "chocolates"

Em duelos entre Flamengo e Fluminense, os dois têm história para contar e já sentiram o gostinho de dar um "chocolate" no rival. Com a camisa tricolor, o ex-volante Marcão até chegou a enfrentar o ex-meia rubro-negro Zinho num desses clássicos com direito a goleada, na vitória de 4 a 1 do Fluminense sobre o Flamengo, na decisão da Taça Rio de 2005. Em clima de Páscoa, os dois tiveram um encontro descontraído, na Praia da Barra, já no clima do clássico deste domingo, marcado para as 16h (de Brasília), no Engenhão, pelas semifinais do segundo turno do Estadual. Cada um na sua, eles até abriram mão de um placar elástico ao falar da partida decisiva, deixando claro que o que importa mesmo é a vitória.

"Ganhar de vários gols é uma satisfação. Num clássico, geralmente, ninguém aposta em 4 a 0 ou 5 a 0. Ganhar um jogo desses já deixa o time com moral lá em cima e já vem a brincadeira do torcedor. Nem precisa ser Páscoa para começarem a dizer que foi um chocolate. Mas um placar de 1 a 0 no clássico já é goleada", defende Zinho, que esteve presente nas goleadas de 4 a 0 e 5 a 0 do Flamengo sobre o Fluminense, ambas pelo Estadual de 1989.

Já Marcão participou de três "chocolates" do Fluminense sobre a equipe rubro-negra: em 2005 (4 a 1), 2003 (4 a 0) e 2002 (4 a 1), todas pelo Estadual. "Falando de clássico, meio a zero já vale", brinca Marcão, que deu trabalho a Zinho ao marcá-lo num jogo contra o Grêmio, alguns anos antes. "Ele marcava bem, não dava espaços", elogia Zinho. "Me pediam para marcar os craques e eu marcava", diverte-se Marcão, que, neste Estadual, passou de jogador a técnico do Bangu.

Um clássico entre Flamengo e Fluminense que Zinho lembra bem, embora não tenha sido uma goleada, foi o da final do Estadual de 1991, vencida pelo Flamengo por 4 a 2, com direito a um gol dele. "Eu e o Júnior formávamos o meio-campo. Depois de um lançamento do Paulo Nunes, o Nélio escorou e eu marquei de fora da área. E eu ainda participei diretamente do gol do Júnior. Lembro até hoje da nossa comemoração, parecíamos duas crianças", recordou Zinho.

Torcida presta apoio em faixa, mas mantém "pé atrás" com Adriano

 . Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Grupo de corintianos deseja "força" ao jogador após grave lesão

A torcida do Corinthians prestou uma homenagem a Adriano neste sábado, na partida contra o Oeste. Sensibilizados com a lesão que o atacante sofreu (rompimento do tendão, que o afastará dos gramados por mais cinco meses), torcedores estenderam em frente ao tobogã do Pacaembu uma faixa com os dizeres "Força Adriano. O Timão é superação".

A frase, no entanto, está longe de significar a opinião geral dos corintianos. Muitos torcedores ouvidos pelo Terra durante a partida válida pelas quartas de final do Campeonato Paulista e vencida pelos donos da casa por 2 a 1 adotaram um tom de cobrança quando questionados sobre a expectativa em relação ao jogador após a grave lesão.

"Ele tem que colocar a cabeça no lugar e trabalhar para retomar a carreira. Tenho dois pés atrás com o Adriano, ele não tem nenhuma identificação com a torcida. Vai ter que bater a cabeça na trave para conquistar essa torcida", disse o corintiano Fabrício, 32 anos. "Ele teve várias chances e desperdiçou. Precisa tomar um rumo".

Outro torcedor, que até pediu para não se identificar, foi além: classificou o atacante como "um mau exemplo para as crianças" e afirmou que, por ele, o jogador ficaria machucado por "mais cinco ou seis meses".

Por outro lado, Valdir, 42 anos, é só otimismo com o badalado reforço corintiano, o que comprova a "divisão" na torcida. "A expectativa é a melhor possível. Ele quer jogar a Copa do Mundo de 2014 e vai voltar com tudo", apostou.

Operado na última quarta-feira, Adriano já recebeu alta hospitalar e terá um longo caminho até estrear com a camisa alvinegra. Antes previsto para 22 de maio, data de abertura do Campeonato Brasileiro, o primeiro jogo do atacante pelo novo clube deve ficar para o final de setembro.

sábado, 23 de abril de 2011

Dupla Alison/Emanuel cai em decisão contra americanos

Se na decisão da etapa feminina do Circuito Mundial de vôlei de praia o Brasil brilhou com Juliana e Larissa, a sorte não foi a mesma na chave masculina da competição. Na final disputada na manhã deste sábado em Brasília, os brasileiros Alison e Emanuel saíram derrotados diante dos americanos Rogers e Dalhauser.

Sob uma temperatura extremamente desgastante, os brasileiros não conseguiram superar a força dos adversários. Regulares durante os dois sets, Rogers e Dalhauser venceram por 21/18 e 21/13.

Apostando na habilidade, Alison e Emanuel conseguiram equilibrar o primeiro set até o 15º ponto. Depois, foram dominados pelo bloqueio adversário e amargaram uma desvantagem de três pontos.

Na segunda parcial, Rogers e Dalhauser abriram desde o início uma margem confortável. Depois de sofrerem 5 a 1, Alison e Emanuel pediram um tempo e ameaçaram uma reação, porém logo foram dominados outra vez e perderam o set com desvantagem de oito pontos.

Campeões em Brasília, Rogers e Dalhauser chegam a 29 partidas de invencibilidade no Circuito Mundial. Na semifinal, eles já haviam derrubado outra dupla brasileira, Márcio e Ricardo, também em dois sets.

Na decisão do terceiro lugar, o Brasil amargou outra derrota neste sábado no Circuito Mundial de vôlei de praia. A dupla Ricardo e Márcio acabou superada pelos chineses Xu e Wu por 2 sets a 1, parciais de 21/17, 16/21 e 15/10, em 48 minutos de disputa.

Davi é liberado e reforça o Coritiba no Atletiba

Davi abre o marcador para o Coritiba em triunfo no clássico paranaense. Foto: Heuler Andrey/Gazeta Press

Atacante Davi é o artilheiro do Campeonato paranaense com 12 gols

Única dúvida do técnico do Coritiba, Marcelo Oliveira, para o clássico decisivo deste domingo, diante do Atlético-PR, podendo valer o título antecipado do Campeonato Paranaense 2011, o meia Davi foi liberado pelo departamento médico. O atleta foi poupado na última rodada, mas está de volta ao time, prometendo respeito ao rival.

"O Atlético-PR vem de uma goleada e a gente sabe que é uma grande equipe, independente do que eles passaram no começo do campeonato. Nós os respeitamos muito, mas vamos fazer nosso trabalho em busca de uma conquista. E vamos procurar fazer nosso melhor", disse o jogador, ciente da importância de não falhar.

"Nossa equipe está focada para não cometer erros, esperamos fazer um jogo perfeito para ser campeão", avaliou Davi.

Artilheiro do Estadual, com 12 gols, Davi garante não estar preocupado com essa marca, e espera comemorar o título. Se for o goleador, que seja naturalmente.

"O que importa para mim é ser um campeão, não fazer um gol. Esse é o objetivo maior. Nos preocupamos com nosso trabalho, com o que a gente vem fazendo. O Coritiba está focado no grupo", finalizou.

O confronto entre Coritiba e Atlético-PR está marcado para este próximo domingo, às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada.

Com Júlio César expulso, Inter vence de virada e recupera vice-liderança

 . Foto:  /AFP

Júlio César cometeu pênalti e foi expulso aos 20min do primeiro tempo

O abatimento após perder clássico para o Milan e ser eliminada na Liga dos Campeões, aparentemente, deixou de existir na Inter de Milão. Neste sábado, o time foi buscar a virada por 2 a 1 sobre a Lazio mesmo atuando com um homem a menos durante a maior parte da partida, após a expulsão do goleiro brasileiro Júlio Cesar. Desta forma, a equipe retoma a vice-liderança do Campeonato Italiano.

A retomada da segunda colocação só foi possível porque o Napoli acabou surpreendido fora de casa pelo Palermo e perdeu por 2 a 1, permanecendo com 65 pontos. Com a vitória, a Inter chegou aos 66, ainda cinco pontos atrás do Milan, líder isolado e que entra em campo neste sábado para enfrentar o Brescia. Já a Lazio é quarta colocada, com 60 pontos, cinco atrás do Napoli.

O time comandado por Leonardo deu indícios de que obteria outro resultado negativo aos 20min de jogo, quando Júlio César saiu mal do gol para desarmar Zárate e acabou fazendo pênalti. Pela falta, o camisa 1 recebeu o cartão vermelho. O treinador brasileiro sacou o atacante Diego Milito para colocar em campo o reserva Castelazzi, que não conseguiu defende a cobrança de Zárate.

Apesar da desvantagem, a Inter manteve atuação estável e chegou ao empate aos 39min, em cobrança de falta perfeita de Sneijder. No início do segundo tempo surgiu a virada, facilitada por falha da zaga da Lazio. Eto¿o recebeu lançamento, aproveitou escorregão de Biava ao tentar fazer a cobertura, driblou Muslera e decretou a virada da equipe de Milão. O revés deixou os jogadores do time visitante irritados.

Aos 20min, Mauri dividiu rispidamente com Nagotomo e acabou expulso, igualando o número de jogadores. Com o fim da vantagem, a Inter se preocupou em segurar o resultado, mas ainda levou sustos. O maior deles aconteceu aos 30min, quando Kozac tabelou com Zárate dentro de da área e bateu com força, acertando o travessão. O time no qual jogam os brasileiros Hernanes e André Dias tentou evitar a derrota, sem sucesso.

Corinthians pega Oeste para evitar férias forçadas e novo pesadelo

Dentinho cumprimenta Bruno César, que será titular na partida decisiva deste sábado, contra o Oeste. Foto: Fernando Borges/Terra

Dentinho (à esq.) e Bruno César serão titulares no confronto contra o Oeste

O Corinthians teve quase três meses para se recuperar do vexame de ser eliminado pelo Tolima, na Copa Libertadores. Desde o início de fevereiro, o time disputa apenas o Campeonato Paulista, que agora também chega a uma fase eliminatória. Para tentar evitar outra queda precoce em mata-mata, desta vez no Estadual, o elenco adotou discurso de respeito ao Oeste.

"É uma situação diferente daquela com o Tolima, e é um jogo só. Tem que ter atenção, porque o time do Oeste é muito organizado. Não adianta ficar remoendo o que aconteceu com o Tolima. Temos é que ter cuidado para não vacilar do jeito que a gente vacilou", diz o goleiro Júlio César.

Nesta sexta-feira, o técnico Tite ficou irritado com a comparação. Disse que não precisava ser lembrado da eliminação no torneio continental, pois sabe qual é sua realidade. A realidade é que se não passar pelo Oeste, o Corinthians não terá compromissos oficiais até 22 de maio, quando estreia no Campeonato Brasileiro, diante do Grêmio, e certamente será cobrado pela torcida.

"Não seria pior do que com o Tolima, que foi muito complicado pelos acontecimentos (protestos violentos) depois. Mas não seria agradável", diz o meio-campista Bruno César, confirmado pelo treinador no time titular - com Jorge Henrique e Dentinho abertos - e defenderá o Benfica, de Portugal, ao final da competição estadual.

Esperando um adversário que jogará fechado e apostando nos contragolpes, Tite deu ênfase a trabalhos com os laterais e lances de bola parada nessa semana. Além disso, o elenco todo fez diversos treinos de cobranças de pênalti, que serão úteis caso haja empate no tempo regulamentar.

O técnico do Oeste, entretanto, nega que armará uma retranca no Pacaembu. "O pensamento é de fazer uma partida consciente do que podemos alcançar, mas nada de jogar para empatar. Vamos jogar o que sabemos", prevê Luis Carlos Martins.

Sexto colocado na fase de classificação, o time de Itápolis não tem nenhuma baixa para o confronto. A única dúvida era Anselmo Ramon, que estava entregue ao departamento médico, mas o atacante tem feito tratamento e deve ser titular.

"Estou com muita vontade de participar. É um jogo do qual ninguém quer ficar fora. Mas só vou (a campo) se estiver 100%, para não prejudicar a equipe. Mas tenho fé que estarei em condições", destacou o jogador, que tem sete gols, dois a menos do que Fábio Santos, artilheiro do Oeste e terceiro maior goleador do campeonato, atrás do corintiano Liedson e do santista Elano.

Ficha Técnica:

Corinthians x Oeste

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 22 de abril de 2011, sábado

Horário: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes Filho

Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Anderson José de Moraes Coelho

Assistentes adicionais: Robério Pereira Pires e Raphael Claus

CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Bruno César e Jorge Henrique; Dentinho e Liedson. Técnico: Tite

OESTE: Fábio; Adriano, Cris e Paulo Miranda; Dedê, Dionísio, Márcio Passos, Roger e Fernandinho; Fábio Santos e Anselmo Ramon. Técnico: Luis Carlos Martins

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Silvana Lima dá show

A cearense Silvana Lima deu show no Rip Curl Women's Pro nesta sexta-feira, ao vencer de maneira emocionante sua bateria do terceiro round nos últimos minutos e ainda fazer a melhor atuação do dia entre as meninas.

As direitas do pico apresentavam formação prejudicada e nem todas séries eram boas. Silvana estava atrás da australiana Chelsea Hedges, que também viu a onda boa mas descreditou do potencial, para alegria da brasileira, que não perdoou e agrediu o lip diversas vezes de frontside, em todos momentos que a parede armou.

Pela atuação, a brasileira foi premiada com nota 9.00, que somou com outro 7.00 que já tinha na manga do começo da bateria, para obter a melhor somatória do dia (16.00) e faturar o prêmio de AUD$ 5 mil oferecido pela Telstra, uma das patrocinadoras do evento.

"Eu estava pensando comigo mesma que Deus iria me mandar a onda que eu precisava. Ainda bem que a Chelsea não acreditou no potencial da onda. Quem é profissional tem que tentar de tudo até os instantes finais. Dei tudo de mim ali, minhas pernas estão até doendo", revela Silvana Lima.
"Muito obrigado a todos que estão torcendo por mim, estou com muita vontade de quebrar neste campeonato. Nunca desisto, pois a bateria só acaba quando toca a sirene. Não estou nem aí para o frio que está fazendo aqui, eu vou sempre quente para dentro da água", brinca cearense.

A australiana Stephanie Gilmore, defensora do título da etapa, também fez bonito e avançou direto às quartas-de-final, ao vencer a compatriota Tyler Wright e a francesa Pauline Ado.

Uma nova chamada para possível reinício da prova acontece neste sábado.

Terceira fase do Rip Curl Women's Pro

1 Silvana Lima (Bra) 16.00, Chelsea Hedges (Aus) 12.33 e Melanie Bartels (Haw) 5.77
2 Carissa Moore (Haw) 14.84, Courtney Conlogue (EUA) 11.33 e Sofia Mulanovich (Per) 6.54
3 Stephanie Gilmore (Aus) 13.57, Tyler Wright (Aus) 10.76 e Pauline Ado (Fra) 9.56
4 Coco Ho (Haw) 10.83, Sally Fitzgibbons (Aus) 9.47 e Jessi Miley-Dyer (Aus) 8.77

Ceará marca no fim e leva vantagem para Prudente

O Ceará sofreu, mas conseguiu vencer em casa a partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Nesta quinta-feira, a equipe alvinegra suou para conquistar o placar de 2 a 1 contra o Grêmio Prudente na cidade de Horizonte, mas agora pode atuar por um empate no duelo de volta para avançar à fase dos oito melhores do torneio nacional.

Sem poder atuar no Castelão, em Fortaleza, que passa por reformas para receber partidas da Copa do Mundo de 2014, o Ceará contou com uma penalidade máxima para abrir o marcador contra o Prudente. Aos 11min do segundo tempo, o atacante Marcelo Nicácio foi derrubado na área por Rafael Tesser e o árbitro Cláudio Mercante assinalou pênalti. Na cobrança, Geraldo deslocou o goleiro Leandro e colocou os mandantes em vantagem.

Entretanto, aos 38min do segundo tempo, o Prudente alcançou o gol de empate. Em um lance confuso, Saldanha cobrou falta na área de Ceará, Douglas desviou e o ex-palmeirense Alceu desviou para o fundo das redes e igualou o marcador.

Quando o duelo se encaminhava para um empate por 1 a 1, o Ceará deu um alívio para sua torcida aos 45min do segundo tempo. Osvaldo, que havia entrado no segundo tempo, cruzou na cabeça do atacante Washington, que também atuou pelo Palmeiras, finalizou de cabeça e definiu o placar.

Agora, o Ceará pode jogar por um empate em Presidente Prudente na partida de volta para seguir adiante na competição. Já o Prudente joga por um triunfo por 1 a 0 ou, então, por dois gols de diferença para assegurar a vaga.

Jason Terry brilha, mas Mavericks perdem 1ª para os Blazers

O ala-armador Jason Terry mostrou nesta quinta-feira precisão ao acertar cinco das sete tentativas de cestas de três, o que o ajudou a ser cestinha do terceiro confronto do Dallas Mavericks com o Portland Trail Blazers, com 29 pontos, o que, no entanto, não foi suficiente para evitar uma derrota por 97 a 92.

Com o triunfo, o Portland, que pela primeira vez jogou em casa nos playoffs, diminuiu a vantagem do adversário na série melhor-de-sete para 2 a 1, e terá a chance de empatar neste sábado, quando voltará a atuar como mandante, no Rose Garden.

Quem se classificar pegará nas semifinais da Conferência Oeste o vencedor da série entre Los Angeles Lakers e New Orleans Hornets, que está empatada por 1 a 1.

Além de Terry, outro que voltou a jogar bem pelos Mavericks foi o alemão Dirk Nowitzki, que anotou 25 pontos. No entanto, os dois não foram capazes de frear o ímpeto dos alas-armadores Wesley Matthews e Brandon Roy, que fizeram 25 e 20 pontos, respectivamente.

Outro que se destacou e contribuiu para o primeiro triunfo dos Trail Blazers foi armador Andre Miller, que fez 16 pontos e deu sete assistências.

Manchester pode oferecer R$ 65 milhões por Sneijder

Com um gol de cabeça do meia Sneijder, a Holanda garantiu o avanço às semifinais e eliminou o Brasil. Foto: Reinaldo Marques/Terra

meia holandês foi o algoz do Brasil na Copa do Mundo de 2010

O Manchester United tentará contratar para próxima temporada o meia holandês Wesley Sneijder, da Inter Milão e algoz do Brasil na Copa do Mundo da África do Sul, assinala nesta sexta-feira o tablóide britânico Daily Mail.

O clube estaria disposto a pagar 25 milhões de libras (o equivalente a quase R$ 65 milhões) pelo jogador, 26 anos, que é um sonho do técnico da equipe, o escocês Alex Ferguson.

A prioridade também é contar com um atacante para consolidar o "meio-campo de energia", acrescenta a publicação.

Aparentemente, a oferta será apresentada à Inter e ao presidente do clube italiano, Massimo Moratti, quer dar o sinal verde à saída do jogador holandês.

O Daily Mail ressalta que Sneijder, que passou duas temporadas no Real Madrid antes de unir-se a Inter em 2009, está disposto a ter um "novo recomeço" em sua carreira.

Projetista da Red Bull reclama de suspeitas sobre o carro

Resultado levou Vettel a 50 pontos, contra 26 do vice-líder Jenson Button. Foto: Getty Images

Adrian Newey diz que comentários sobre a asa da Red Bull são "chatos"

O projetista da Red Bull, Adrian Newey, disse que considera "um pouco chato" o fato de o carro da escuderia ter voltado a gerar suspeitas das outras equipes neste início da temporada 2011 da Fórmula 1.

Os atuais campeões do Mundial de Construtores se tornaram centro dos comentários por conta da asa dianteira do RB7 - que parece funcionar muito mais próxima do solo do que dos times rivais.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA), no entanto, não viu qualquer irregularidade na peça, e agora as demais escuderias já perseguem seus conceitos para introduzir mudanças nas asas ainda neste ano.

Incomodado, Newey lembrou que a Red Bull já foi alvo de suspeitas na temporada passada e disse que a insistência parece ser obra de uma única equipe, que estaria disposta a ver uma mudança no regulamento e a consequente punição a Red Bull.

O projetista não deu nome ao adversário, mas é provável que seja a McLaren - os dois pilotos do time de Woking questionaram o carro da Red Bull desde o início do ano.

Sobre a McLaren, aliás, Newey voltou a declarar que a equipe conseguiu evoluir nas três primeiras corridas da temporada por ter copiado o modelo de difusor da Red Bull. Ele disse se sentir ao mesmo tempo chateado e lisonjeado com o fato.

Show do U2 provoca alteração em jogo entre América-MEX e Santos

Bono vibra junto com a plateia em show de despedida de São Paulo. Foto: Ivan Pacheco/Terra

A banda do vocalista Bono Vox impedirá que o Estádio Azteca receba o duelo entre América-MEX e Santos

A Conmebol divulgou na tarde desta quinta-feira a tabela com as datas, horários e locais das partidas válidas pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América. O Santos recebe o América-MEX, na próxima quarta, às 21h50 (horário de Brasília), na Vila Belmiro e o jogo de volta, marcado para o dia 3 de maio, não será mais realizado na Cidade do México.

O estádio Azteca, onde o time mexicano exerce normalmente o seu mando de campo, será utilizado para o show da banda de rock irlandesa U2. Desta forma, o América teve que escolher outro local para mandar a partida.

E a cidade escolhida foi Querétaro, a 221 km ao norte da Cidade do México. O horário do confronto segue inalterado: às 22h45 (horário de Brasília).

O vencedor do duelo entre Santos e América enfrenta o ganhador de Cruzeiro e Once Caldas (Colômbia) nas quartas de final da Libertadores.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Lakers dão o troco nos Hornets em casa e empatam série

Depois de perder em casa para o New Orleans Hornets na primeira partida dos playoffs da Conferência Oeste, o Los Angeles Lakers deu o troco nesta quarta-feira, também no Staples Center, com uma vitória por 87 a 78. Com o resultado, a série, disputada em melhor de sete partidas, está 1 a 1.

Mesmo sem ter uma atuação exuberante e contra um adversário perigoso, os Lakers souberam fazer valer a força de seu conjunto e construíram a vitória aos poucos. Depois de abrirem seis pontos de vantagem na primeira metade do jogo, os atuais bicampeões passaram a administrar o marcador no restante do confronto.

O destaque dos Lakers foi o pivô Andrew Bynum, que alcançou double-double de 17 pontos e 11 rebotes. Os alas Lamar Odom e Ron Artest contribuíram com 16 e 15 pontos, respectivamente. Já o ala-armador Kobe Bryant teve atuação tímida nesta quarta-feira, com apenas 11 pontos, três rebotes e duas assistências.

Pelos Hornets, o ala Trevor Ariza foi o cestinha ao anotar 22 pontos, dois mais que o armador Chris Paul. A próxima partida, com mando de quadra dos Hornets, será disputada na sexta-feira.

Imprensa de Madri destaca "volta de reinado" do Real

 . Foto: AFP

Jornais da capital espanhola falam em fim de maldição e lembram equilíbrio de clássico

Os jornais de Madri comemoram nesta quarta-feira a conquista do Real Madrid na Copa do Rei. No mesmo dia, a equipe comandada por José Mourinho derrotou o rival Barcelona na decisão por 1 a 0 e encerrou um jejum que já durava 18 anos - o último título madridista na competição havia sido conquistado em 1993.

Na versão digital do jornal Marca, a manchete dá destaque para o feito. "O Real Madrid volta a reinar", aponta o site da publicação, que ainda fala em fim de "maldição".

"O Real Madrid tomou a Copa do Rei do Barcelona graças ao gol de cabeça de Cristiano Ronaldo no minuto 102 (12min do primeiro tempo da prorrogação). Di María centrou da esquerda, e o português subiu para marcar o tento histórico. Dezoito anos depois, o Real acaba com a maldição", completa.

Seu principal concorrente nas bancas da capital espanhola, o As é mais sucinto na manchete, mas não menos efusivo. "Campeões!", destaca o periódico esportivo em seu site, lembrando ainda do gol de Cristiano Ronaldo, do equilíbrio do clássico e das atuações dos goleiros José Pinto, do Barcelona, e Iker Casillas, do Real Madrid.

"O Real Madrid consegue sua 18ª Copa do Rei depois de se impor em Valência ao Barcelona graças a um gol de Cristiano (Ronaldo) na primeira parte da prorrogação. O primeiro tempo foi branco, e o segundo, azul-grená. Partidaça de Pinto e Casillas. Foi a primeira final perdida por Guardiola como treinador e o primeiro título para Mourinho no banco branco", resume.

Vaiado, Flamengo apenas empata com surpreendente Horizonte

Depois do pênalti perdido no último domingo contra o Macaé, que valeu ao Flamengo a liderança na Taça Rio, Ronaldinho voltou a decepcionar nesta quarta-feira. No jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o jogador foi discreto e saiu de campo vaiado do Engenhão junto com o time após empatar por 1 a 1 com o surpreendente Horizonte, do Ceará. Wanderley e Elanardo marcaram os gols da partida.

Para evitar uma eliminação vexatória, o Flamengo precisa vencer ou empatar acima de dois gols no jogo de volta que acontecerá na próxima quarta-feira, na cidade de Horizonte. O time cearense avança com um empate sem gols. Quem passar do confronto enfrenta Ceará ou Grêmio Prudente nas quartas de final.

Antes do jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, as equipes voltam a campo por seus respectivos estaduais. No domingo, o Fla encara o Fluminense pela semifinal da Taça Rio, às 16h (de Brasília), no Engenhão. Já o Horizonte vai enfrentar o Tiradentes em busca de se firmar no G-4 do segundo turno.

O jogo

Insatisfeito com Rodrigo Alvim e Egídio, o técnico Vanderlei Luxemburgo voltou a escalar o meia Renato na lateral esquerda para o jogo contra o Horizonte. Como abriu um lugar no meio-campo da equipe, o treinador decidiu atender os pedidos da torcida e deu uma chance para o jovem Negueba.

Sem dificuldades, o Flamengo aproveitou bem a movimentação dos atacantes, que caíram sempre pelo lado direito do ataque. Logo no primeiro minuto, Thiago Neves recebeu passe de Willians dentro da área, ajeitou e finalizou. A bola passou por cima do gol adversário. Dois minutos depois, Ronaldinho cobrou falta na área, David Braz escorou na segunda trave, a bola passou pelo goleiro, mas a zaga afastou o lance.

O Horizonte não se fechou no campo de defesa, mas como não conseguia chegar com perigo no ataque, deixou espaços abertos para a movimentação do trio Negueba, Ronaldinho e Thiago Neves, que transitavam no campo de ataque sem ser incomodados pelos marcadores. Aos 11min, Negueba recebeu passe na entrada da área, mas chutou fraco para defesa do goleiro Alex.

O time carioca voltou a ameaçar pelo lado direito de ataque. Aos 13min, Wanderley recebeu passe dentro da área, ajeitou para o pé esquerdo e arriscou. A bola bateu na rede pelo lado de fora e parte da torcida no Engenhão gritou gol. A pressão flamenguista aumentava e o Fla acertou o travessão adversário aos 16min. Em cobrança de falta, Ronaldinho rolou a bola para o lado e Léo Moura arrematou. A bola explodiu na trave.

Depois de tanto pressionar, o Flamengo abriu o marcador no Engenhão aos 17min. Wanderley recebeu passe na marca do pênalti, girou para cima do marcador e finalizou. A bola acertou o ângulo direito do gol defendido por Alex. Em vantagem, o time carioca passou a tocar a bola no campo de ataque para esperar um descuido do Horizonte.

Os espaços no campo adversário eram tantos que até Willians apareceu com perigo na área adversária. Aos 28min, o volante recebeu passe, tirou o marcador ajeitando para finalizar. O goleiro Alex quase não conseguiu segurar, desviou na bola que parou na trave. Três minutos depois, Wanderley escapou pelo lado esquerdo e tocou para Ronaldinho na área, mas o camisa 10 se jogou e recebeu cartão amarelo do árbitro Wagner Reway, para revolta da torcida no Engenhão.

Com o Flamengo no campo de ataque, o Horizonte passou a aproveitar os contra-ataques. Aos 33min, Ederson arriscou de longa distância e quase surpreendeu o goleiro Felipe, que defendeu. No minuto seguinte, o time cearense voltou a ameaçar de fora da área. Na entrada da área, Siloé recebeu passe a ajeitou para Júnior Cearense chutar forte. O arqueiro do Flamengo se esticou e espalmou para o lado.

Depois de tanto aproveitar os espaços, o time visitante surpreende e chegou ao gol de empate aos 38min. Em rápido contra-ataque, Siloé avançou até a área com a marcação de David Braz, tentou cortar o zagueiro com uma finta e foi atropelado pelo defensor flamenguista com o árbitro apontando para a marca do cal sem exitar. O volante Elanardo bateu o pênalti forte no meio do gol e fez o gol do Horizonte.

Após Ronaldinho cobrar falta em cima da barreira, aos 41min, a torcida começou a vaiar a atuação do Flamengo, que ainda chegou bem três minutos depois. O camisa 10 cruzou e Wanderley desviou. O goleiro Alex se esticou e fez boa defesa no canto.

No intervalo, Luxemburgo sacou o volante chileno Maldonado e colocou Rodrigo Alvim em campo, desfazendo a alteração antes da partida, com Renato sendo puxado para o meio. O Flamengo passou a jogar pelos lados e chegou com menos de cinco minutos três vezes pelas laterais. Mas os cruzamentos pararam na zaga do time cearense.

O Flamengo passou a abusar dos cruzamentos na área e bolas paradas. Aos 7min, Renato cobrou falta da meia direita com muita violência. A bola vai no canto e Alex se esticou para fazer boa defesa e espalmar para o escanteio.

Com o time da casa partindo para a pressão, o Horizonte soube aproveitar bem os contra-ataques para assustar a frágil defesa do Flamengo. Principalmente com Siloé, que causou pânico para David Braz e Welinton. Os cearenses quase ampliaram aos 13min. Elanardo cobrou escanteio fechado e quase que a bola encobriu Felipe, entrando direto para o gol.

Pressionado pela torcida, o Flamengo se enervou em campo e não conseguiu chegar com perigo ao gol defendido por Alex. Já o Horizonte, passou a se defender para manter o bom placar. Novamente em cobrança de falta, Renato arriscou aos 40min, mas o chute passou por cima do gol.

No minuto seguinte, Ronaldinho perdeu duas oportunidades de gol na pequena área. Fierro, que entrou no lugar de Willians, fez jogada pela direita e cruzou para o camisa 10, com a zaga afastando. O chileno aproveitou o rebote e tocou novamente para Ronaldinho, que finalizou por cima do gol.

Ainda sobrou tempo para Régis, que entrou na etapa final, ser expulso após cometer falta em Diego Maurício e receber o segundo amarelo. Insatisfeita, a pouca torcida vaiou a equipe no final do jogo.

Pancadaria após classificação deixa seis feridos no Fluminense

O zagueiro Gum foi um dos mais irritados pela reação dos argentinos após a derrota.. Foto: AFP

O zagueiro Gum se mostrou um dos mais irritados com a reação dos argentinos

Após o apito final e a consolidação da vitória por 4 a 2 do Fluminense sobre o Argentinos Juniors, que assegurou para o time brasileiro um lugar nas oitavas de final da Copa Libertadores, uma batalha campal tomou conta do gramado do estádio Diego Armando Maradona. O resultado prejudicou o clube tricolor e quatro jogadores sofreram escoriações.

O volante Diguinho foi quem teve o maior prejuízo, com um corte na cabeça e um inchaço no olho devido a um golpe sofrido na briga. Já o zagueiro Gum, o meia Conca e o atacante Fred tiveram apenas ferimentos leves.

Outros dois seguranças do clube também acabaram atingidos. Um deles teve sangramentos na cabeça, enquanto o outro teve o olho ferido.

Na saída do vestiário, o técnico Enderson Moreira lamentou o incidente. "Viemos para cá jogar futebol. Isso não cabe mais. Estamos lá com jogadores, seguranças machucados. Nossa integridade física foi ameaçada. Isso nos deixa muito triste", comentou o técnico tricolor.

Nenhum dos feridos, porém, será encaminhado a hospitais de Buenos Aires.

Libertadores pode ter inédito Gre-Nal nas quartas; clubes focam oitavas

Como de costume, o clássico foi quente. Foto: Lucas Uebel/VIPCOMM/Divulgação

Grêmio enfrentará Universidad Católica, enquanto Inter mede forças com Peñarol

Internacional e Grêmio podem se enfrentar nas quartas de final da Libertadores da América de 2011. Para isso, basta "apenas" que vençam seus duelos pelas oitavas de final da competição - respectivamente contra Peñarol (URU) e Universidad Católica (CHI). E enquanto a expectativa do possível clássico não se cumpre, os rivais gaúchos se concentram em seus próximos adversários pela competição sul-americana.

A definição do Peñarol como adversário do Inter nas oitavas deixou dividida a direção do clube. O presidente Giovanni Luigi gostaria de enfrentar um time que fosse de um pais sem tradição na Libertadores - no caso o adversário seria o Jaguares (MEX). Já o vice de futebol Roberto Siegmann gostou da definição do time uruguaio como adversário - o principal motivo é a viagem entre Porto Alegre e Montevidéu, que de avião leva aproximadamente uma hora.

"Pela questão técnica, nós temos que enfrentar qual quer adversário. Agora, pela questão logística, foi bom pegar o Peñarol: a viagem é curta e a nossa torcida também poderá viajar e estar presente em bom número em Montevidéu. Vamos viajar um dia antes, se o jogo for na quarta-feira, viajamos na terça, se for na quinta-feira, aí vamos na quarta", disse Siegmann.

O time vai realizar duas trocas na atual lista de jogadores inscritos na Libertadores. O zagueiro Sorondo, machucado e que só volta a atuar no segundo semestre, e o atacante Alecsandro, negociado com o Vasco, saem da atual lista. Três jogadores estão cotados para as duas vagas: o recém-contratado lateral esquerdo Fabrício, o meia-atacante Ricardo Goulart e o zagueiro Rodrigo Moledo. A direção só deve confirmar as trocas na próxima semana.

A direção gremista, por sua vez, aprovou a definição da Universidad Católica como adversário tricolor nas oitavas de final. A principal preocupação dos dirigentes gremistas era de ter que enfrentar a LDU (EQU) e a altitude de Quito.

"Acho que nós não temos que escolher adversário, mas é bem melhor enfrentar um time que não tenha que fazer um grande deslocamento e sem a altitude. Vamos agora pensar no jogo de terça-feira contra a Universidad Católica, tentar fazer um bom resultado em casa e garantir a classificação lá no Chile", disse o vice de futebol gremista, Antônio Vicente Martins.

A primeira partida entre Grêmio e Universidad Católica será terça-feira, dia 26 de abril, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Desfalcado de estrelas, Japão promete "alto nível" na Copa América

Meia Shinji Kagawa, do Borussia Dortmund, foi o grande destaque do Japão; ele marcou os dois primeiros gols e fez a jogada que resultou no terceiro. Foto: Getty Images

Um dos maiores destaques da seleção japonesa, meia Kagawa não será liberado pelo Dortmund para disputar a Copa América

O Japão pode não conseguir juntar seu time mais forte para a Copa América em julho, mas os campeões da última edição da Copa da Ásia prometeram não se retirar do torneio uma segunda vez.

"Quaisquer que sejam os jogadores que escolhermos, tenho confiança de que conseguiremos montar um time de alto calibre," garantiu Kozo Tashima, vice-presidente da Associação Japonesa de Futebol (JFA, na sigla em inglês) nesta quarta-feira, confirmando, desta forma, a ida do Japão até a Argentina, sede do torneio.

"Isso (outra desistência) não acontecerá. O nível dos nossos jogadores está muito melhor. Na Copa da Ásia (que aconteceu em 2011) não conseguimos reunir nossos melhores jogadores, mas ainda assim produzimos resultados."

O Japão, que jogará como convidado da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), deve atuar sem alguns jogadores-chave depois de reverter sua decisão original de se retirar da competição. Os clubes europeus, em especial, relutam para liberar seus jogadores para a Copa América.

"Os jogadores querem jogar o futebol de mais alto nível possível," disse Tashima, que está em Cingapura para promover a cooperação entre associação de futebol local e a JFA. "A Copa América é o mais antigo torneio continental, muito tradicional. Normalmente não podemos disputar partidas de tão alto nível e quase todos os jogadores querem participar."

O Borussia Dortmund, líder do campeonato alemão, não quer liberar o meio-campo Shinji Kagawa para jogar na Argentina, enquanto o zagueiro Atsuto Uchida, do Schalke 04, e o atacante Shinji Okazaki, do Stuttgart, provavelmente não viajarão. Já a J-League (a liga nacional japonesa) tampouco poderá liberar seus jogadores, já que a temporada foi adiada por conta do terremoto seguido de tsunami do mês passado.

"Os clubes e a seleção são como pilares trabalhando juntos. Temos que nos respeitar. Não se trata do que é mais ou menos importante", cravou o dirigente, que acrescentou que a JFA não espera que a Fifa flexibilize suas regras e obrigue os times europeus a liberar seus jogadores.

Por conta disso, Tashima declarou só poder torcer para garantir a atuação dos jogadores japoneses em clubes internacionais por meio de negociação com seus respectivos empregadores.

Na primeira fase da Copa América, o Japão vai encarar Argentina, Bolívia e Colômbia pelo Grupo A.

Pela 1ª vez com "força máxima", Santos decide vaga na Libertadores

Arouca corre, 619x464. Foto: Diego Garcia/Especial para Terra

Com Arouca recuperado, Santos enfrentará o Deportivo Táchira com "força máxima"

O Santos entra em campo contra o Deportivo Táchira nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), pela Copa Libertadores, e terá força máxima pela primeira vez no ano. Com Neymar, Elano e Ganso entre os titulares, além de Arouca, que volta à equipe aos poucos, o clube alvinegro terá sua escalação considerada ideal justamente na partida mais importante do ano, aquela que definirá a presença ou não do time santista nas oitavas de final do torneio continental.

"Em relação ao meio campo nós não mudamos as características do time. Bem compacto, tem de brigar pela bola, recuperar. Não mudei a maneira do time jogar, só um jogador saiu. O Adriano surpreendeu na parte defensiva, porque toma conta praticamente sozinho. Nosso meio campo fica forte e continua criativo, que é o que nós temos de melhor e temos de deixar acontecer", afirmou Muricy sobre a saída de Adriano.

O volante, que vinha sendo titular ao longo do ano com boas exibições, deu lugar a Arouca, que parece finalmente recuperado de uma série de lesões que o afastaram dos gramados por mais de quatro meses. No período, o atleta havia disputado apenas três partidas e era a principal ausência no meio de campo, já que é titular absoluto da equipe.

Com seu retorno, o Santos já sentiu a diferença e venceu o Cerro Porteño na última quinta-feira, fora de casa, em duelo crucial para manter o time alvinegro vivo na Copa Libertadores. Arouca foi um dos protagonistas na campanha dos títulos da Copa do Brasil e do Campeonato Paulista da temporada passada e, sem ele, o clube praiano perdia em marcação no meio.

O Táchira, por sua vez, já está eliminado da competição continental e não deve oferecer resistência ao Santos, ainda mais diante de um Pacaembu lotado - todos os ingressos disponibilizados foram vendidos. Contudo, Muricy prefere pregar cautela e pede respeito ao adversário venezuelano.

"A gente acompanha os comentários e a história deles. Eles querem melhorar no campeonato da Venezuela, vão deixar o mesmo time para isso, e a história que o técnico conta é que eles têm que voltar a fazer um bom jogo para fazer um bom campeonato venezuelano. Hoje em dia todo mundo sabe, tem televisão, é assim", declarou o treinador santista.

O Santos deve entrar em campo com a seguinte formação: Rafael; Jonathan, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Danilo, Elano e Ganso; Neymar e Zé Eduardo. Outro que fica entre os reservas será Maikon Leite, que tem sido decisivo nos últimos jogos, mas que deve ser a principal opção de banco do time alvinegro.

Atletismo do Brasil garante 10 vagas na Paraolimpíada de Londres

A atleta possui quatro medalhas paraolímpicas e tem como meta conquistar três ouros nas quatro provas que participa em Christchurch. Foto: Anderson Giorge Regio/Terra

Terezinha Guilhermina deve pintar na Paraolimpíada de Londres

O Comitê Paraolímpico Internacional (IPC) publicou os critérios de classificação para as competições de atletismo dos Jogos Paraolímpicos de Londres 2012. No total, serão 170 provas: 103 masculinas e 67 femininas. Com isso, o Brasil, que conquistou 30 medalhas e ficou em 3º no Mundial da modalidade, em janeiro deste ano, em Christchurch, na Nova Zelândia, já garantiu dez vagas antecipadas.

"Estamos satisfeitos com essa conquista. Não sabíamos ainda quais seriam os critérios de classificação, mas era mais ou menos esse o número que esperávamos. É um bom primeiro passo. A expectativa é que até os Jogos consigamos pelo menos mais 30 vagas", declarou o diretor técnico do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB), Edílson Rocha Tubiba.

As outras vagas dependem do desempenho dos atletas nas competições do IPC que acontecerem até o dia 5 de agosto de 2012, data final para a classificação para os Jogos. No atletismo, as vagas não são nominais e, portanto, quem define os atletas que representarão o país nos Jogos é o CPB.

Um dos destaques dos critérios divulgados pelo IPC é o índice A estabelecido para os 100 m T44 masculino: 12s20. A prova é uma das mais esperadas dos Jogos por causa do forte duelo entre o sul-africano Oscar Pistorius, o americano Jerome Singleton e o jovem brasileiro Alan Fonteles. Atletas que quiserem competir nos 100m T13 devem alcançar a marca de 11s50. O atual recorde mundial é do corredor irlandês Jason Smyth, com um tempo de 10s62.

Para as mulheres, os 100 m T11, para deficientes visuais, o índice A foi estabelecido em 13s60. A brasileira Terezinha Guilhermina é a atual recordista mundial, com os 12s13 alcançados no Mundial de Atletismo de Christchurch, em janeiro.

Os maratonistas da classe T54 devem conseguir um tempo de 1h40, no caso dos homens, e 2h, para as mulheres. A maratona masculina, inclusive, promete ser uma das provas mais disputadas da Paraolimpíada, com participações dos campeões David Weir, Kurt Fearnley, Masazumi Soejima, Josh Cassidy e Marcel Hug.

No campo, os lançadores de disco F44 devem jogar 40 m para se classificar. O britânico Dan Greaves é o atual recordista mundial, com a marca de 58m98 conquistada na Nova Zelândia, em janeiro.

Para o salto em distância feminino F42, o índice é 3m40. O recorde mundial é da australiana Kelly Cartwright, que saltou 4m19.

O período qualificatório para Londres 2012 começou oficialmente no dia 1º de dezembro de 2010 e vai até cinco de agosto de 2012.

Os Comitês Paraolímpicos Nacionais (NPCs) podem entrar com no máximo três atletas por prova. Para eventos com classes combinadas, o limite é cinco atletas por país. Na maratona, cada país pode levar até seis atletas.

Os Jogos Paraolímpicos de Londres acontecerão entre os dias 29 de agosto de nove de setembro de 2012.