sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Marin culpa agenda por ausência no Mundial: "torcerei fervorosamente"

São-paulino, presidente José Maria Marin afirmou que irá torcer pelo Corinthians no Mundial Foto: Fernando Borges / Terra

São-paulino, presidente José Maria Marin afirmou que irá torcer pelo Corinthians no Mundial

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, explicou o motivo de ter recusado em cima da hora o convite para ser o chefe de delegação do Corinthians no Mundial de Clubes, a partir do próximo dia 3, data em que o time embarca em direção a Toyota, onde fará sua estreia no torneio.

De acordo com Marin, o convite foi recusado pelos compromissos que ele tem nos próximos dias como presidente da CBF. "Eu tive de recusar o convite por dois motivos: o primeiro é a festa de encerramento do Campeonato Brasileiro, na próxima segunda. Depois tem o Comitê Executivo da Fifa, em Tóquio".


Esta é a segunda recusa de uma pessoa para chefiar a delegação de Corinthians no Mundial. O clube tentou levar primeiro o ex-presidente Lula, torcedor corintiano, para a função. Mesmo sem ocupar o cargo de chefe da delegação, Marin afirmou que deve acompanhar o Corinthians quando for participar do Comitê Executivo.


"Como presidente da entidade que representa o futebol brasileiro, tenho que primeiro prestigiar a festa do nosso campeonato. Dentro das possibilidades irei a Tóquio. Mas já adiantei ao presidente Mário Gobbi, que serei um fervoroso torcedor do Sport Club Corinthians Paulista no torneio".

Terra

Bahia irá ganhar R$ 9 milhões anuais por jogar na Fonte Nova

Bahia irá faturar pelo menos 65% da renda dos jogos, segundo acordo Foto: Divulgação

Bahia irá faturar pelo menos 65% da renda dos jogos, segundo acordo

O acordo firmado entre o Bahia e o consórcio responsável pela Arena Fonte Nova irá garantir à equipe tricolor uma média de R$ 9 milhões por ano para jogar no novo estádio. O valor pode ser aumentado a depender da quantidade de torcedores nos jogos do time em casa.

De acordo com o diretor financeiro do Bahia, Thiago Cintra, caso o público seja de até 50% da capacidade do estádio, o Bahia terá direito a 65% da renda. O restante fica com o consórcio. Superior a isso, a porcentagem a que o Bahia terá direito será de 75%. Em caso de lotação do estádio, o clube leva 85% do valor arrecadado.

A expectativa do Bahia é de que o clube possa lucrar R$ 12 milhões por ano. O contrato é de cinco anos, e o Bahia só terá participação no lucro da bilheteria. Outros serviços como bares, estacionamento e espaços para publicidade serão operados pela Arena Fonte Nova.

A previsão é de que o estádio seja inaugurado no dia 29 de março, aniversário de Salvador. A Arena Fonte Nova, que irá receber a Copa das Confederações em 2013 e a Copa do Mundo de 2014, está com 80% das obras concluídas.

A Arena terá capacidade para 50 mil torcedores, 2.100 assentos VIP e 71 camarotes. Serão 39 quiosques de alimentação, restaurante panorâmico, 94 banheiros, além de área de imprensa, um museu do futebol e estacionamento coberto com aproximadamente 2 mil vagas.

Terra

Trapalhada de Raikkonen em Interlagos vira "falso comercial"

Raikkonen saiu do traçado em Interlagos e virou piada. Foto: Getty Images

Raikkonen saiu do traçado em Interlagos e virou piada

Kimi Raikkonen virou "estrela" de um vídeo que simulava um comercial do Apple Maps depois de errar o traçado do Grande Prêmio do Brasil no último domingo. Tudo isso porque a ferramenta de mapas já irritou vários usuários em razões de erros no aplicativo.

Durante a volta 52 do GP do Brasil, o finlandês escapou da pista e, para retornar, resolveu usar uma das pistas auxiliares do circuito. Entretanto, acabou encontrando o portão fechado e teve que retornar pelo mesmo caminho de antes. Após o GP, o piloto explicou a situação.

"Era possível retornar à pista andando por um caminho auxiliar, mas você tem que passar por um portão. Eu sabia disso, pois fiz a mesma coisa em 2001 e o portão estava aberto naquele ano. Alguém fechou desta vez. No próximo ano vou me certificar de que ela estará aberta novamente", disse o finlandês.

Terra

Às vésperas de se despedir do Galaxy, Beckham descarta adeus

David Beckham, 37 anos, deve trocar Los Angeles Galaxy por outra equipe Foto: BangShowBiz / BangShowBiz

David Beckham, 37 anos, deve trocar Los Angeles Galaxy por outra equipe

O inglês David Beckham, cuja despedida do Los Angeles Galaxy ocorrerá neste sábado, declarou que está seduzido pelas ofertas que recebeu e pretende continuar jogando futebol, aos 37 anos de idade. As informações são da agência Ansa.

Após seis temporadas na liga americana, o meia inglês fará sua última partida pelo Galaxy e enfrentará o Houston Dynamo na final da MLS Cup 2012.

"Estou avaliando ofertas interessantes e emocionantes. Me sinto envaidecido, pois não tenho intenção alguma de me aposentar", disse Beckham.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Neymar fica fora, e prêmio de melhor do mundo está entre Messi, Ronaldo e Iniesta; Marta disputa

 Cristiano Ronaldo e Messi se cumprimentam; craques fazem nova disputa por prêmio

Cristiano Ronaldo e Messi se cumprimentam; craques fazem nova disputa por prêmio

Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Andrés Iniesta são os três finalistas do prêmio Bola de Ouro 2012, organizado pela Fifa e pela revista France Football, que define o melhor jogador da temporada. O brasileiro Neymar ficou fora. Entre as mulheres, Marta (cinco vezes já eleita) disputa de novo o prêmio. A definição será no dia 7 de janeiro.

O anúncio foi feito em evento realizado centro de convenções do Anhembi e teve a presença de Ronaldo, membro do Comitê Local da Copa de 2014, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, além do secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke.

Os três finalistas foram escolhidos através dos votos de jornalistas, técnicos e capitães das seleções nacionais, a partir de lista prévia. Antes da definição desta quinta, eram 23 finalistas, com destaque para seis espanhóis, todos integrantes da seleção campeã europeia em meados deste ano.
Neymar já havia figurado entre os 23 finalistas de 2011, mas também não havia conseguido ficar entre os três finalistas.

Messi, atual tricampeão do prêmio, teve temporada discreta em 2012 em termos de conquistas e venceu em 2012 apenas uma Copa do Rei. Com sua seleção, foi destaque em alguns amistosos.

Já Cristiano Ronaldo venceu o Campeonato Espanhol e a Supercopa da Espanha. Foi semifinalista da Eurocopa com a seleção portuguesa. Iniesta venceu a Copa do Rei, com o Barcelona, e a Eurocopa, com a seleção espanhola.
Blatter ainda tentou explicar o fato de Neymar, mais uma vez, ficar de fora da lista dos três finalistas mesmo com suas ótimas apresentações pelo Santos e pela seleção brasileira.

“O problema é que a Copa é jogada a cada quatro anos. Os jogadores de seleções podem se apresentar na Copa. Não precisam estar em nenhum clube. O problema é que o time nacional joga na América do Sul, jogam bastante, Copa América. E atualmente, as grandes ligas europeias têm a elite. Quando olha os nomeados, é um fato de que, infelizmente, ele [Neymar] teve oportunidade nos Jogos Olímpicos. Não é fácil [ser o melhor do mundo fora da Europa]. A concentração das estrelas está na Europa, onde há maior cobertura da televisão.”

Gol mais bonito

Se ficou de fora da lista de melhor do mundo, Neymar ainda concorre ao prêmio de gol mais bonito do ano. Está entres os três finalistas do Prêmio Puskas, dessa vez, pelo primeiro de seus gols na partida contra o Internacional, pela Copa Libertadores. Em 2011, ele ganhou o Prêmio Puskas pelo gol marcado contra o Flamengo.

Marta entre as mulheres

Marta está entre as melhores do ano. Ao lado da brasileira, que pode recuperar o prêmio de melhor do mundo após perdê-lo para a japonesa Sawa, estão as americanas Alex Morgan, considerada uma das musas da modalidade, e Abby Wambach. Ela concorre ao prêmio pela sexta vez. Ganhou todas edições do prêmio desde 2006, exceto em 2011.

Melhores técnicos

A disputa entre os melhores técnicos ficará entre Pep Guardiola, atualmente desempregado, José Mourinho, do Real Madrid, e Vicente del Bosque, da seleção espanhola.

UOL Esporte

Blatter diz que vê com "bons olhos" se Ronaldo assumir CBF após Copa

Blatter aprovaria um ex-jogador no topo das \"grandes entidades\" do futebol Foto: Marcelo Pereira / Terra

Blatter aprovaria um ex-jogador no topo das "grandes entidades" do futebol

Membro importante no Comitê Organizador Local da Copa do Mundo de 2014 e figura presente em todos os eventos realizados pela Fifa para o sorteio da Copa das Confederações, nesta semana, Ronaldo vem caindo nas graças da entidade máxima do futebol. Durante encontro com jornalistas brasileiros, nesta quinta-feira, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, fez elogios ao ex-atacante.

Indagado pelo Terra sobre o que achava do nome do atacante para assumir a presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em 2015, o mandatário da entidade máxima do futebol afirmou que vê com “bons olhos”, mas que tem que partir do próprio Ronaldo o interesse para assumir o cargo.

“Em primeiro lugar sempre fico muito feliz quando ex-estrelas do futebol passam tempo e energia para trabalhar no desenvolvimento do futebol fora dos gramados. Quem sabe ele poderia voltar a jogar e tocar a bola agora que está emagrecendo. Quando eu o encontrar vou perguntar se ele tem esse interesse mesmo. Em conversas que tive com ele há um tempo, ele se mostrou muito feliz com essa nova experiência que está adquirindo ao fazer parte do Comitê Organizador”, disse.

“Na realidade essa é uma pergunta que vocês deveriam fazer para a comunidade brasileira, se ele poderia ser presidente no futuro.  Ele está ganhando uma boa experiência. Acho que ficaria muito bem se um ex-jogador de futebol estivesse no topo das grandes entidades, pois trazem consigo a experiência necessária que adquiriram nos gramados para passar neste outro lado. O Ronaldo está adquirindo essa experiência.”

Desde a carta de demissão entregue por Andrés Sanchez na sede da CBF, na manhã de quarta-feira, circulam nos bastidores do sorteio da Copa das Confederações a notícia de que o ex-presidente do Corinthians possa iniciar uma oposição à dupla José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, presidente e vice-presidente da CBF, respectivamente.

O nome de Ronaldo seria o ideal para Andrés iniciar essa oposição. Idolatrado em todo o Brasil, colocar o ex-atacante para ser candidato a presidente pode ser uma solução para convencer as federações a irem contra os integrantes da atual situação.

Terra

Criador do "gol de placa", Joelmir Beting deixou jornalismo esportivo por amor ao Palmeiras

Joelmir Beting em agosto de 1974, anos depois de abandonar o jornalismo esportivo

Joelmir Beting em agosto de 1974, anos depois de abandonar o jornalismo esportivo

Foi no jornalismo esportivo que o especialista em economia Joelmir Beting, de 75 anos, começou a sua carreira. Em 1957, trabalhou nos jornais “O Esporte” e "Diário Popular”, na capital paulista. Mas resolveu trocar de área porque percebeu que sua paixão pelo Palmeiras poderia interferir no seu trabalho.

Beting decidiu mudar para a editoria de economia depois que se formou sociólogo, em 1962. Mas um episódio em particular foi a gota d’água para que o jovem jornalista abandonasse o meio esportivo. Durante a transmissão de um clássico entre Corinthians e Palmeiras pela Rádio Panamericana, hoje Jovem Pan, ele não se segurou e comemorou um gol alviverde, despertando a ira dos corintianos.

Criticado e quase agredido pela torcida rival, Joelmir migrou para o jornalismo econômico, começando sua nova trajetória como redator de estudos de viabilidade econômica em uma consultoria. Em 1968, entrou na Folha de S. Paulo como editor de economia, e desde então tornou-se referência no assunto, com bordões como o famoso “Quem não deve, não tem”.

Apesar do curto período como jornalista esportivo, Joelmir teve tempo para marcar sue nome na história do futebol. Foi ele quem criou a famosa expressão “gol de placa”, depois de ver Pelé marcar um golaço no Maracanã, o segundo da vitória do Santos por 3 a 1 sobre o Fluminense em março de 1961.

A quatro minutos do final da partida, Pelé dominou a bola no campo de defesa e driblou seis adversários antes de mandar para o gol. Na época, Joelmir trabalhava no jornal “O Esporte”. O jovem jornalista ficou tão impressionado que mandou fazer uma placa de bronze para colocar na entrada do estádio, com os dizeres: “Neste estádio Pelé marcou no dia 5 de março de 1961 o tento mais bonito da história do Maracanã”.

A expressão “gol de placa” então se popularizou, e Joelmir Beting tempos mais tarde relembrou com a frase: “Nunca fiz um gol de placa, mas fiz a placa do gol”. Apenas uma de muitas declarações célebres do jornalista sobre o mundo esportivo.

Seu tema preferido é o Palmeiras. “Já estamos na terceira geração da família e todas elas são alviverdes. Por enquanto, ninguém descambou para outro lado", disse ele sobre a sua “dinastia” verde. Em outra frase, ele resume sua paixão: “Explicar a emoção de ser palmeirense, a um palmeirense, é totalmente desnecessário. E a quem não é palmeirense... É simplesmente impossível!".

UOL Esporte

Lateral ex-Juventude é primeiro reforço do Grêmio para 2013

Vanderlei Luxemburgo poderá contar com o lateral esquerdo Alex Telles, 20 anos Foto: Edu Andrade / Gazeta Press

Vanderlei Luxemburgo poderá contar com o lateral esquerdo Alex Telles, 20 anos

O primeiro reforço do Grêmio para a temporada de 2013 já está contratado. É o lateral esquerdo Alex Telles, 20 anos, que foi formado nas categorias de base do Juventude. O jogador foi negociado pelo clube de Caxias do Sul com um grupo de empresários, que irá repassar o lateral para os tricolores.

O anúncio da contratação de Alex Telles por parte da direção só irá ocorrer de forma oficial na próxima semana, após o término do Campeonato Brasileiro. O lateral esquerdo vem para a vaga de Julio Cesar, que tem o contrato com o Grêmio acabando no final de 2012 e não faz parte dos planos de Vanderlei Luxemburgo para a próxima temporada.

Além de Alex Telles, o técnico terá para a lateral esquerda os jogadores Fábio Aurélio, que está em fase final de recuperação de uma cirurgia no joelho e ainda não estreou pelo Grêmio, e Anderson Pico, que não consegue se manter no peso ideal e já teve por várias vezes a atenção chamada pelo treinador.

Terra

CBV renova com técnico Zé Roberto para Seleção feminina até 2016

José Roberto Guimarães continuará como técnico da Seleção feminina até os Jogos de 2016, no Rio de Janeiro Foto: Marcelo Pereira / Terra

José Roberto Guimarães continuará como técnico da Seleção feminina até os Jogos de 2016, no Rio de Janeiro

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) confirmou nesta quinta-feira a renovação de contrato com o técnico José Roberto Guimarães, que comanda a Seleção Brasileira feminina da modalidade. O acerto foi concretizado em reunião realizada na sede da entidade, no Rio de Janeiro, e o novo acordo tem duração até 2016, ano em que a cidade recebe os Jogos Olímpicos.

“Já estava praticamente tudo acertado. O objetivo sempre foi a continuidade do trabalho do Zé Roberto", disse Paulo Márcio, superintendente técnico de Seleções da CBV. O treinador comemorou a renovação: “meu desejo sempre foi dar sequência a esse trabalho. Enquanto tiver essa vontade e, principalmente, esse orgulho de elevar o nome do nosso país, farei o meu melhor. Sempre”.

José Roberto Guimarães exaltou o apoio da família na decisão de se manter como treinador da Seleção. “Ter minha família ao meu lado, com respaldo, é fundamental, porque minha esposa e minhas filhas sabem do sacrifício que é. Serão mais quatro anos de trabalho árduo e de ausências. Seria difícil fazer isso possível se não fosse a força que elas me dão”, apontou.

A medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Londres conquistada credenciou José Roberto Guimarães ainda mais para se manter no cargo, já que se tornou o único brasileiro tricampeão olímpico: levou a Seleção feminina ao título também em Pequim 2008, além de comandar o ouro inédito do time masculino em Barcelona 1992.

Terra

Força joga por vaga na final da Copa Ipanema



O time do Força começa no sábado, 1, o seu grande desafio na Copa Ipanema: a semifinal contra o Real Madri/Emat/Lucremi. O jogo será as 15:15h, no campo de grama do Ipanema Clube, em Ribeirão Preto,  logo depois da primeira partida dessa fase, entre Uberaba e Cascavel.

O time do Real Madri é um incômodo na vida do Força: na primeira fase, o time do artilheiro Sidney bateu o Real por 1 a 0. Já na segunda fase, o jogo ficou empatado em 0 a 0. Os dois jogos foram emocionantes e bem apertados, sendo um problema ao time amarelinho. Os jogadores sabem da importância do jogo, para consagrar a campanha invicta do time.

O "Blog do Esporte" irá acompanhar toda a movimentação e o jogo, trazendo mais fotos e entrevistas com os jogadores antes e depois do jogo.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Valcke anuncia amistosos e Itália como rival do Brasil nas Confederações

Confederações 2013 terá reedição da final da Copa de 1994 Foto: Fernando Borges / Terra

Confederações 2013 terá reedição da final da Copa de 1994

O sorteio dos grupos da Copa das Confederações será realizado apenas no próximo sábado, mas dois confrontos foram definidos previamente pelo secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, nesta quarta-feira: Brasil x Itália e Espanha x Uruguai. Em reunião com o Comitê Organizador Local (COL), o francês confirmou brasileiros e espanhóis como cabeças de chave do torneio e ainda anunciou que a equipe verde-amarela fará dois amistosos no ano que vem, em Mineirão e Maracanã.

De acordo com Valcke, dois países do mesmo continente não podem integrar a mesma chave. Assim sendo, o Brasil (cabeça da Chave A) não poderá estar no mesmo grupo que o Uruguai (campeão da Copa América), nem a Espanha (cabeça B) enfrentar a Itália na fase de grupos. Ainda não se sabe, porém, em qual rodada os confrontos Brasil x Itália e Espanha x Uruguai serão realizados.

A Espanha se classificou para a Copa das Confederações graças ao título da Copa do Mundo de 2010. O time comandado por Vicente del Bosque também venceu a Eurocopa deste ano, mas a vaga europeia para o torneio ficou com a Itália, vice. Ainda disputam o torneio Taiti (campeão da Oceania), Japão (vencedor da Ásia), México (dono do atual título da Concacaf) e quem ficar com a Copa Africana de Nações, em janeiro de 2013.

Amistosos em RJ e MG
Valcke informou ainda que dois dos principais estádios do País, sede da Copa das Confederações, receberão duas partidas amistosas antes do torneio da Fifa: Maracanã e Mineirão.

No estádio carioca, o Brasil enfrentará a Inglaterra, no dia 2 de junho. Uma semana depois, em 9 de junho, o adversário será a França, no Mineirão. "São partidas excelentes para testar os estádios", informou o secretário-geral da entidade máxima do futebol mundial.

Terra

Caixa quer financiar clubes, mas esbarra em falta de garantias

Caixa anunciou recentemente parceria com o Corinthians. Foto: Terra

Caixa anunciou recentemente parceria com o Corinthians

Depois de passar a patrocinar clubes, entre os quais o Corinthians, a Caixa Econômica Federal deseja ampliar seus negócios relacionados ao futebol. A instituição financeira quer incrementar a concessão de crédito para os clubes, mas esbarra num mercado bastante restrito. A maior parte dos times de futebol não tem certidões negativas necessárias para a aprovação de um empréstimo, e isso limita o raio de ação da Caixa, aponta o gerente regional do banco no Rio, Sergio Sales.

"Liberamos financiamento para os clubes desde 2007. Os recursos podem ser destinados ao capital de giro, melhorias em infraestrutura. Mas a realidade é que poucos clubes têm condições de serem beneficiados com um empréstimo nosso, já que muitos têm dívidas com a própria União", afirmou Sales, após realizar palestra na Soccerex, feira ligada a negócios no futebol, que termina nesta quarta-feira, no Rio.

Sales destaca que existe apenas um caminho para os clubes: a profissionalização. Segundo ele, deve ser praxe para as instituições esportivas a publicação de balanços periódicos, relatórios financeiros e comunicados acerca da ações empreendidas. Ou seja, dar satisfação à sociedade, e, especialmente, aos torcedores de cada time.

"É preciso dar ciência à sociedade do que está acontecendo. Os clubes necessitam de profissionalização", observou Sales, que evitou informar números relativos às operações já feitas com os clubes. "São dados sigilosos", justificou.

Atualmente, pontua o representante do banco, não existe segurança para se emprestar qualquer quantia à maioria dos clubes. Sales lembra que não se pode emprestar sem ter certeza do cenário que se encontrará daqui a alguns anos. "Para quem estou emprestando? Não se pode financiar sem saber quem vai estar comandando aquele clube daqui a quatro, cinco anos. Qual a governança daquela instituição? É preciso ter um alicerce forte", ressaltou.

Uma saída, segundo Sales, seria os clubes buscarem parcerias com empresas privadas, como grandes construtoras. Expediente que o Corinthians utilizou para construir o estádio em Itaquera, que vai sediar o jogo de abertura da Copa 2014.

Recentemente, a Caixa passou a estampar sua marca na camisa do Corinthians. O acordo com o clube prevê o pagamento de R$ 31 milhões por ano para ser o principal patrocinador da camisa do clube mais popular de São Paulo. O banco ainda patrocina outros quatro clubes, como Atlético-PR, e negocia com outros times, como Bahia e Vitória.

Historicamente, a Caixa Econômica Federal sempre foi a grande financiadora da habitação no país. Nos últimos anos, no entanto, o banco tem diversificado bastante seus negócios, ampliando a concessão de crédito para outros setores, especialmente os ligados à infraestrutura. O setor de petróleo e gás é um exemplo disso, com volumes significativos sendo liberados para empresas do setor, dentre as quais a Petrobras, principal companhia do país.

A intenção agora é incrementar os negócios com o futebol. Esse processo já começou com a liberação de recursos para obras ligadas à Copa, como projetos de mobilidade urbana em São Paulo e Natal, cujos empréstimos foram aprovados pelo banco.

Terra

Tricampeão pelo Brasil questiona Felipão: “não arruma nada há dez anos"

Felipão foi criticado por Paulo César Caju por conta dos feitos recentes da carreira Foto: Getty Images

Felipão foi criticado por Paulo César Caju por conta dos feitos recentes da carreira

A Confederação Brasileira de Futebol deve anunciar oficialmente na manhã desta quinta-feira a escolha de Luiz Felipe Scolari como novo técnico da Seleção. A opção pelo pentacampeão mundial, entretanto, passou longe de ser uma unanimidade. Nesta quarta-feira, Paulo César Caju detonou a CBF por escolher Felipão para carregar a responsabilidade de dirigir a equipe nacional na Copa do Mundo de 2014, que será realizada no País.

“Na Copa de 2014, infelizmente povo brasileiro, sou Espanha, como já fui na Copa do Mundo de 2010. Tínhamos a chance única de resgatar o nosso belo futebol, dito pelo próprio Guardiola, que tá disponível há um ano, mas vamos insistir na mesmice, pelo amor de Deus”, reclamou o tricampeão mundial em 1970 pela Seleção, antes de citar os últimos trabalhos de Scolari para defender sua tese.

“O Felipão perdeu a Euro com Portugal, não arrumou nada com o Chelsea, levou o Palmeiras para a segunda divisão. O Felipão não arruma nada há dez anos. Seu José Maria Marín, senhor Marco Polo Del Nero e Andrés Sanchez estão contentes agora? Que m...”, desabafou Paulo César Caju.

Depois da surpreendente saída de Mano Menezes, alguns nomes acabaram especulados, antes da confirmação desta quarta-feira do nome de Scolari ao cargo de treinador da equipe. Pep Guardiola, que não trabalha desde que deixou o Barcelona, foi especulado para comandar a seleção pentacampeã em 2014.

Terra

Alonso sugere irregularidade de Vettel: "faço das leis corretas meus milagres"

Mídia espanhola destaca que Vettel teria ultrapassado Vergne sob bandeira amarela no Brasil. Foto: Getty Images

Mídia espanhola destaca que Vettel teria ultrapassado Vergne sob bandeira amarela no Brasil

A temporada 2012 da Fórmula 1 se encerrou no Grande Prêmio do Brasil, mas um fato polêmico relacionado à prova continua sendo bastante debatido pela imprensa da Espanha. Jornais do país destacam que o alemãoSebastian Vettel teria feito uma ultrapassagem sob bandeira amarela, não observada pelos comissários durante a corrida. Nesse contexto, o espanholFernando Alonso se manifestou, sugerindo que o rival tenha realmente cometido uma irregularidade.

Em uma frase enigmática publicada no Twitter na noite desta terça-feira, Alonso escreveu: "não tenho milagres. Eu faço das leis corretas meus milagres". A mensagem foi acompanhada da hashtag #samurai, que aparece constantemente na conta oficial do piloto devido a sua inspiração na filosofia oriental.

Embora não haja certeza de que se tratasse de um recado a Vettel, os jornais espanhóis As e El Mundointerpretam que sim. O primeiro periódico recorda que, logo depois da publicação na página de Alonso, o agente do piloto, Luis García Abad, também postou uma frase polêmica na rede social, atribuindo-a ao escritor espanhol Francisco de Quevedo: "onde há pouca justiça é um perigo ter razão".

Vettel teria ultrapassado Vergne sob bandeira amarela no GP do Brasil:

Também na terça-feira, ambos os diários e também o jornal El País publicam em seus sites um controverso vídeo do GP do Brasil. As imagens mostram que, na quarta volta da prova, quando Vettel era o 18º colocado após rodar na largada, ele ultrapassou o francês Jean-Éric Vergne, da Toro Rosso, sob bandeira amarela na reta entre a curva 3 e a curva 4 do Circuito de Interlagos.

Dando crédito para a imprensa espanhola, o site da revista italiana Autosprint também fala sobre o assunto e ressalta que as luzes no volante de Vettel indicavam bandeira amarela no momento da ultrapassagem - a precaução era motivada pela retirada da Williams do venezuelano Pastor Maldonado, que havia acabado de abandonar a prova.

O vídeo exibe ainda uma sinalização logo à frente do alemão, que indicaria que na parte final da reta já era permitida qualquer ultrapassagem - porém, Vettel superou Vergne antes disso, ainda no início da reta.

"Ninguém, nem em Maranello (fábrica da Ferrari) nem no entorno de Alonso, esconde seu enfado. Todos consideram que a Red Bull se viu favorecida por um grave erro dos comissários", aponta o jornal El Mundo, lembrando que a escuderia italiana tem como prazo até a próxima sexta-feira para tentar ganhar nos tribunais o título perdido no asfalto: Vettel terminou a etapa brasileira no sexto lugar e foi campeão mundial com 281 pontos, contra 278 do piloto espanhol, segundo colocado em Interlagos.

A suposta irregularidade do alemão poderia ter sido punida imediatamente com um drive through, conforme lembra o diário. Após a corrida, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) teria a opção de acrescentar 20 s ao tempo final de prova de Vettel, o que o levaria ao oitavo lugar (perderia posições para o alemão Michael Schumacher e para o próprio Vergne) e daria o título a Alonso.

O jornal aponta que o espanhol e pessoas ligadas a ele lamentam ainda outros casos ocorridos em 2012 que teriam beneficiado Vettel: os "estranhos movimentos" do alemão quando este liderava o GP de Cingapura com o safety car na pista; e o bloqueio feito ao próprio Alonso no treino classificatório para o GP do Japão.

O espanhol, que depois de confirmado o vice-campeonato reclamou abertamente do que aconteceu em Suzuka, viu na ocasião o piloto da Red Bull manter a pole position, visto que foi penalizado pelos comissários com uma reprimenda e não com a perda de dez colocações no grid de largada.

Apesar da polêmica, o diário Marca informa que o resultado da corrida dificilmente será alterado. A Ferrari, que não se manifestou sobre o assunto até aqui, "não parece que vá recorrer": segundo o diário, a medida é "impopular" e "os comissários também têm direito ao erro, como no resto das competições esportivas". A publicação informa que existe um direito de revisão que pode ser invocado, "ainda que se faça em situações de flagrante injustiça ou por haver manchado a honra de alguém".

Terra

Ribeirão Preto terá circuito de corridas entre clubes sociais

















Os amantes de corridas de rua de Ribeirão Preto e região terão um novo circuito para praticar um dos esportes que mais cresce no Brasil. Com objetivo social e filantrópico, o Clube de Regatas, a Recra, o Vale do Sol e o Magic Gardens se uniram e irão realizar eventos em suas sedes a partir do próximo mês de dezembro.

Serão quatro corridas indoor – uma em cada clube. A primeira será no dia 22 no Magic Gardens. “O Interclubes Run é um projeto pioneiro em Ribeirão Preto que visa promover a integração dos associados dos clubes sociais recreativos. Trata-se do maior circuito de corridas entre clubes do Estado”, explicou Danilo Marini, um dos organizadores do circuito.

O sócio do clube sede pagará 50% menos do valor da inscrição, enquanto que os associados dos outros clubes terão 10% de desconto. A inscrição também dá direito a frequentar o clube no dia da prova. Quem não é associado também poderá participar do circuito que já tem os meses das etapas definidos.

Em fevereiro, será a vez do clube Vale do Sol. A Recra será sede do evento em abril, enquanto que o Clube de Regatas encerra o Interclubes Run no mês de junho. As datas exatas ainda estão em processo de definição. O percurso será de 6 quilômetros para corrida ou caminhada.

Parte do valor arrecadado será destinada a uma associação beneficente de Ribeirão Preto. “Escolhemos a APAE para receber os valores. Temos uma boa expectativa de participação e, consequentemente, de um bom apoio financeiro à entidade”, destacou Marini.

As inscrições para a primeira etapa já podem ser feitas pelo site www.portalfotocorrida.com.br. Mais informações também são encontradas pelo portal na internet.






Site Top Comunicação

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Maracanã atinge 80%, e Valcke diz que não há outra opção

 Foto: AP

Segundo Valcke, não dá para imaginar evento de futebol no Brasil sem partidas no Maracanã

A final da Copa das Confederações, no próximo dia 30 de junho, será no Maracanã mesmo que o estádio ainda precise de retoques para estar totalmente pronto. O governo estadual divulgou que 80% das obras já foram concluídas, e o secretário geral da Fifa, Jerome Valcke, afirmou que não há outra opção que não seja contar com o local.

"É um momento especial estar aqui. Este é um estádio único. Em 20 meses teremos a final aqui. Com certeza entre o Brasil e outro time. O Maracanã tem que estar pronto. Não temos outra opção. A garantia é de que tudo será entregue a tempo", afirmou Valcke, em tom de alfinetada, já que o Maracanã deveria ser entregue em dezembro, prazo inicial da Fifa.

"É impossível que não esteja pronto. Não dá para imaginar uma Copa das Confederações ou qualquer outro evento de futebol no Brasil sem um jogo no Maracanã", reforçou Valcke.

O dia oficial de conclusão da obra é 28 de fevereiro. No entanto, a secretária estadual de de esportes Márcia Lins admitiu que vai demorar pelo menos mais um mês para o plantio e fixação do gramado. Além disso, o governo do Estado ainda precisa abrir licitação para "obras intramuros", que são nada mais do que a construção de bilheterias, instalação de catracas e estruturas necessárias ao funcionamento do estádio.

"Em relação à parte externa, vamos abrir os envelopes da licitação nos próximos dias e há tempo hábil para ficarem prontas para os eventos-teste", garantiu o secretário-chefe da Casa Civil estadual, Regis Fichtner.

E depois da Copa das Confederações o governo ainda vai precisar demolir o prédio do antigo Museu do Índio, a escola municipal Friedenreich, e um laboratório de análises agrícolas, todos assuntos ainda em discussão na Justiça. "O prédio do antigo museu não é tombado. Dentro de um complexo esportivo não é adequado que índios vivam. O governo do estado comprou estes imóveis, está pagando por eles, e cabe ao governo federal encontrar solução tanto para os índios quanto para onde colocar o laboratório", explicou Fichtner.

O ministro dos Esportes Aldo Rebelo preferiu manifestar otimismo depois de sofrer mais uma pressão da Fifa - embora bem menor do que algumas discussões anteriores. "O Maracanã conheceu uma evolução espetacular. Tínhamos no começo do ano algo em torno de 20% e chegamos ao final do ano em torno de 80%. Projetando o prazo necessário para conclusão, recebemos segurança de que será entregue", disse o ministro.

Rebelo explicou os próximos passos do estádio. "Todo material de cobertura já se encontra aqui. Primeira parte instalada em dezembro, a segunda em janeiro. Temos todo o prazo para cumprir etapa por etapa as exigências da Fifa. Embora o tempo não seja matéria-prima em excesso, é escassa, temos o suficiente para entregar o Maracanã."

Terra

Corinthians divulga lista para Mundial de Clubes sem surpresas

clip_image001

Felipe (esq) foi confirmado pelo técnico Tite na lista e fará companhia a Romarinho e Emerson no Mundial

O Corinthians divulgou no início da noite desta segunda-feira a lista dos inscritos para o Mundial de Clubes da Fifa. Sem grandes surpesas, o técnico Tite relacionou os 23 atletas que tentarão o bicampeonato da competição para o time do Parque São Jorge. O peruano Cachito Ramírez, que deve deixar o time na próxima temporada, acabou preterido por Tite da lista final para a competição em solo japonês.

Sem o meio-campista, Tite confirmou as presenças de Giovanni, jogador revelado na própria categoria de base do time de Parque São Jorge, e Felipe, defensor contratado via Bragantino e que corria risco de ficar fora do Mundial. Além de Ramírez, outra ausência considerável é do volante Willian Arão, que brigava por vaga para ocupar a reserva de Ralf.

Apesar de fora da lista de inscritos, Arão ainda possui uma chance de defender o Corinthians na competição. O meio-campista Guilherme, oriundo da Portuguesa, acabou contratado pelo clube de Parque São Jorge depois do fim da janela de transferências do futebol internacional. O time alvinegro, entretanto, alega que o acordo é válido por ter sido feito entre dois clubes brasileiros. Caso a Fifa rejeite a alegação corintiana, Willian Arão viaja para o Japão.

 

NÚMERO

NOME

POSIÇÃO

clip_image002

12

Cássio

goleiro

clip_image003

1

Júlio César

goleiro

clip_image004

22

Danilo Fernandes

goleiro

clip_image005

2

Alessandro

lateral

clip_image006

6

Fábio Santos

lateral

clip_image007

26

Guilherme Andrade

lateral

clip_image008

13

Paulo André

zagueiro

clip_image009

3

Chicão

zagueiro

clip_image010

4

Wallace

zagueiro

clip_image011

15

Anderson Polga

zagueiro

clip_image012

28

Felipe

zagueiro

clip_image013

5

Ralf

volante

clip_image014

8

Paulinho

volante

clip_image015

35

Guilherme*

volante

clip_image016

21

Edenílson

volante/meia

clip_image017

20

Danilo

meia

clip_image018

10

Douglas

meia

clip_image019

29

Giovanni

meia

clip_image020

7

Martínez

atacante

clip_image021

11

Emerson

atacante

clip_image022

31

Romarinho

atacante

clip_image023

23

Jorge Henrique

atacante

clip_image024

9

Guerrero

atacante

Terra

Desafetos Bernardinho e Zé Roberto se encontram nesta terça-feira

Brigados desde os Jogos Olímpicos de Atenas-2004, Bernardinho e José Roberto Guimarães, dois dos maiores treinadores da história do vôlei brasileiro, se encontrarão às 19 horas (de Brasília) desta terça-feira, quando a Unilever enfrenta o Vôlei Amil, pela Superliga, na cidade de Campinas.

Zé Roberto já chegou a se mostrar disposto a uma eventual reaproximação, algo que não foi suficiente para comover Bernardinho. Na noite desta terça-feira, após anos de afastamento, os responsáveis por conduzir as seleções brasileiras nas últimas Olimpíadas estarão lado a lado na Arena Amil. Ao falar sobre o adversário, Bernardinho foi diplomático. "É um time com uma excelente comissão técnica e que tem tudo para brigar pelo título da competição. Precisamos fazer o nosso melhor para tentar um bom resultado fora de casa," afirmou.

Pelo time de Campinas, Zé Roberto adotou uma linha semelhante. "A Unilever é um grande time e outro sério candidato ao título. Apesar de jogarmos em casa, com o apoio de nossa torcida, sabemos que será um jogo extremamente difícil", declarou.

Além do encontro de peso do lado de fora das quadras, o confronto envolve nada menos que seis campeãs olímpicas. Enquanto Fernandinha e Walewska defendem a Amil, Fofão, Valeskinha e Natália vestem a camisa do Rio de Janeiro, que ainda conta com Fabi, a única bicampeã.

"Recentemente, fizemos alguns jogos-treino que ajudaram a entrosar melhor o grupo. Mas Campinas tem um grande time e vai jogar com o apoio de sua torcida. É um desafio nessa caminhada" disse Fabi, dona de cinco títulos da Superliga pelo time carioca.

Na primeira rodada do campeonato nacional, as duas equipes, que estão entre os principais candidatos ao título, estrearam com vitória. Em uma demonstração de força significativa, o Vôlei Amil venceu o poderoso Sollys/Nestlé, atual campeão da Superliga e mundial.

"Enfrentar a Unilever será tão difícil quanto jogar contra o Sollys. Sabemos que é um grande time, apesar de ainda não termos entrado em quadra contra eles, pois só disputamos o Paulista. Assim, vai ser um jogo de estudo, de buscar conhecimento", disse Walewska, que aposta no saque forçado para impedir que Fofão jogue solta.

Do outro lado da quadra, a Unilever também chega embalada, uma vez que passou pelo São Cristóvão Saúde/São Caetano na primeira rodada. No dia da partida, as entradas deverão ser compradas diretamente na Arena Amil a partir de uma hora antes do início do duelo.

Terra

Massa atribui choro em pódio a "porradas" e diz que pensou em parar

Massa desabafou depois de chegar em terceiro no GP do Brasil. Foto: AP

Massa desabafou depois de chegar em terceiro no GP do Brasil

Título de Sebastian Vettel. Semblante amarrado de Fernando Alonso. Mas o grande momento do pódio em Interlagos no último domingo ocorreu com Felipe Massa. O choro do piloto brasileiro chamou a atenção, e surpreendeu. Nesta segunda-feira, em entrevista ao Sportv, ele justificou o comportamento inédito: desabafo contra todas as dificuldades dos últimos anos. "Nunca me vi nessa situação. Não lembro de chorar dessa maneira. Desde a hora que saí do carro, não parava de chorar, não entendia que estava acontecendo", disse.

"Não sei, veio de tudo... mas não foi só o pódio. Aquele choro era mais pelas dificuldades do que pelas alegrias. É muita porrada, cheguei até a pensar em certo momento: será que ainda sirvo para isso? Na hora, fazendo a volta e indo pro boxe, estava normal. Fui dar parabéns pro Vettel, estava curtindo, mas na hora que desci pro carro e vi a arquibancada gritando meu nome, minha família, meus amigos, meus mecânicos, todo mundo emocionada, ali eu cai", completou Massa.

Terra

Dedé é internado após estourar espinha e contrair infecção

 Foto: Reprodução

Zagueiro Dedé ficou com infecção após estourar espinha

O zagueiro Dedé precisou ser internado em um hospital de Volta Redonda, no último domingo, para tratar de uma infecção contraída após estourar uma espinha. O jogador do Vasco apresentou inflamação no lábio e uma forte dor de dente e precisou receber tratamento para evitar que a doença se espalhe por seu corpo.

A expectativa é de que o defensor receba alta da equipe médica já no fim desta segunda-feira. O atleta se recupera de uma contusão sofrida na partida contra o Internacional e não vem defendendo o Vasco na reta final  do Campeonato Brasileiro. Em seu lugar, o técnico Gaúcho optou pela entrada dos zagueiros Renato Silva e Douglas.

Dedé tinha uma avaliação médica para tratar de sua lesão marcada para esta terça-feira. Contudo, a equipe médica cruz-maltina optou por adiar o procedimento até o jogador se recuperar completamente. A tendência é que o Mito prossiga com o tratamento durante as férias e possa reunir condições de integrar a pré-temporada do clube em janeiro de 2013.

Já o Vasco seguirá com os trabalhos normalmente e focará na sua despedida do Campeonato Brasileiro, no próximo domingo. O clube enfrentará o atual campeão Fluminense, no Engenhão, e buscará os três pontos para encerrar o torneio de forma honrosa. Depois de disputar uma vaga no G-4 durante boa parte da competição, o time carioca caiu na tabela e hoje ocupa apenas a sexta colocação.

Terra

Força empata e volta a enfrentar Real Madri na semifinal




















Jogando para cumprir tabela, o já classificado Força/Interouro Alimentos empatou sem gols contra o Real Madri/Emat/Lucremi. Com os resultados da rodada, o time amarelinho volta a campo no sábado, 1, para um novo confronto contra o Real, agora pela semifinal.

O jogo acontecerá as 15:15, e quem vence, enfrenta na final o vencedor entre Uberaba/Carlão Motos e Cascavel/Dedé Automóveis. Atualmente, o Força não sabe o que é perder na competição, e vai a luta de ganhar a Copa Ipanema invicto. 

domingo, 25 de novembro de 2012

Especulado no Brasil, Guardiola esperaria por Manchester United

 Foto: Getty Images

Josep Guardiola teria como grande objetivo suceder a Alex Ferguson no Manchester United

Especulado como o novo técnico da Seleção Brasileira, Josep Guardiola teria como grande objetivo suceder a Alex Ferguson no Manchester United. Neste fim de semana, o diário inglês The Sun cita uma “fonte próxima” ao treinador do Barcelona – esta informa que o espanhol “realmente quer esperar por um emprego no United mesmo que isso signifique estender seu tempo fora do jogo”.

Guardiola está sem trabalhar desde maio, quando deixou o Barcelona após quatro temporadas e 14 títulos conquistados pela equipe catalão. Desde então o espanhol vive com a família em Nova York em um ano sabático do qual disse que precisava para recuperar as energias.

O diário lembra que Guardiola e Ferguson têm um bom relacionamento e se encontraram recentemente na cidade americana, onde o escocês esteve em setembro para acompanhar o Aberto dos Estados Unidos de tênis.

Segundo a fonte, o catalão admira “toda a história do Manchester United” e poderia assumir o clube ao fim da atual temporada europeia, se o escocês decidir sair. Caso contrário, Guardiola poderia permanecer mais um ano sem trabalhar, aguardando uma possível nova chance no clube.

O escocês Ferguson, 70 anos, está no Manchester United desde 1986. O ex-treinador do Barcelona é fortemente especulado também no Chelsea, mas a fonte aponta que ficaria “atônito” se Guardiola acertasse com o time londrino.

A informação também é publicada pelo diário inglês Daily Mail, que aponta que o espanhol busca mais “estabilidade” e possivelmente não teria isso no Chelsea, cujo dono, o bilionário russo Roman Abramovich, é conhecido pela falta de paciência com treinadores.

Na semana passada, Abramovich demitiu o italiano Roberto di Matteo seis meses após a conquista da Liga dos Campeões da Europa. O substituto é o espanhol Rafael Benítez, que assinou contrato somente até o fim da atual temporada, o que abriria uma porta para a possível chegada de Guardiola.

Terra

Sem dinheiro para contratações, Vasco deve apostar na base em 2013

 Foto: Daniel Ramalho / Terra

Técnico Gaúcho afirmou que jovens da base terão mais espaço na equipe do Vasco

O roteiro já é conhecido. Sem dinheiro para fazer contratações de impacto, o time apela para os jogadores que estão subindo das categorias de base. É o planejamento que o Vasco deve seguir em 2013, já que a crise financeira pela qual passa o clube parece insolúvel. Salários atrasados é uma realidade que não costuma atrair estrelas e deve fazer a equipe perder atletas.

A renovação de Juninho Pernambucano está difícil. Aos 37 anos, o meia ficou incomodado com as cobranças da torcida em ano em que os salários não foram pagos em dia e o presidente Roberto Dinamite não conseguiu impedir a saída de jogadores importantes na metade da temporada. Com boas propostas do futebol árabe, a tendência é que o ídolo da torcida não permaneça.

O mesmo deve ocorrer com o centroavante Alecsandro. O jogador se tornou uma das vozes mais eloquentes do elenco contra a lógica de salários atrasados que se tornou frequente. Coincidentemente, seus gols rarearam na reta final do Campeonato Brasileiro.

"São questões que o presidente Dinamite e o (diretor técnico) Ricardo Gomes estão tratando para a próxima temporada. Grandes reformulações são situações que acontecem em clubes grandes e temos de estar preparados. De repente também ganhamos alguns jogadores para o futuro”, afirmou o técnico Gaúcho, após o empate no clássico deste sábado, por 1 a 1, contra o arquirrival Flamengo.

Certeza mesmo é que os jogadores mais jovens receberão mais oportunidades. É o caso de Abuda e Marlone, que começaram a partida contra o Flamengo como titulares. Ambos receberam elogios de Gaúcho, assim como Dakson, que entrou na segunda etapa.

"O Abuda é um jogador que com sequência de jogos vai vestir a camisa do Vasco em grande nível. Ele mostrou participação muito forte de marcação e qualidade com a bola. É jogador para o futuro do Vasco. O mesmo posso dizer do Marlone, que já está conseguindo sua primeira sequência", disse Gaúcho.

"Dakson é um jogador que teve oportunidade só agora. Até prejudiquei ele no jogo, botei na linha de quatro do meio-campo pelo lado esquerdo. Ele joga mais por dentro e tenho certeza que por ali ele tem condições de jogar futebol de bom nível", destacou.

A filosofia que Gaúcho tenta implantar no Vasco na sua primeira passagem efetiva pela casamata é a da dedicação total. "O futebol hoje se você não marcar e tiver atitude dentro do campo, compromisso com o acerto, não vai fazer um time nunca. Para jogar no Vasco é preciso ter isso, senão não vai dar resultado. O time do Vasco tem que ter 11 jogadores, todos correndo, enquanto eu estiver aqui vai ser isso que o torcedor vai ver", afirmou o treinador vascaíno.

Terra

Soccerex projeta ganhos acima de R$ 675 milhões em 2012

A Soccerex, convenção de negócios e relacionamento no futebol, já prevê aumento considerável no valor de transações e acordos comerciais durante os três dias de debates, encontros e palestras em Copacabana. Devido ao interesse elevado de empresas e entidades nas últimas semanas, os responsáveis da empresa inglesa, que conta com o apoio informal da Fifa, acreditam que a terceira edição do evento baterá todos os recordes desde o inicio de suas atividades.

A Soccerex iniciou seu percurso há 17 anos como uma pequena feira de futebol. A partir do ano de 2007, o evento deu o primeiro passo para a estruturação de sua Convenção Global, realizada na África do Sul. Autoridades locais e a Fifa buscavam criar um ambiente mais favorável para o futebol no país africano, que disputa a popularidade com outros esportes, como cricket e o ruúgbi.

Após três anos em Johanesburgo (2007, 2008, 2009), o Rio de Janeiro conquistou o direito de organizar a Convenção Global, após uma rápida disputa com outras capitais brasileiras. Desde 2010, a Soccerex é realizada por 5 dias na capital fluminense, dividindo seu evento entre o Football Festival, no fim de semana, e a Convenção em si, nos três dias seguintes.

Nas duas primeiras edições no Brasil, realizadas em 2010 e 2011, a Soccerex reuniu cerca de 10,5 mil pessoas, gerou 2,6 mil empregos temporários, e atraiu visitantes de 120 países. O volume de negócios das duas edições somadas atingiu os R$ 900 milhões. Em 2012, a previsão dos organizadores é de que mais de 60% deste total seja atingido em 3 dias de encontro.

Terra

sábado, 24 de novembro de 2012

São Caetano fica fora da elite, mas rebaixa Guarani para Série C

 Foto: Fernando Dantas / Gazeta Press

Torcida do Guarani protesta contra rebaixamento, na derrota para o São Caetano

O São Caetano bateu o Guarani por 2 a 1, neste sábado, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, pela última rodada da Série B e selou o rebaixamento do clube campineiro para a terceira divisão do Campeonato Brasileiro. A vitória, no entanto, não serviu para garantir o clube do ABC Paulista na elite do futebol em 2013.

O time alviverde disputou a Série C pela última vez em 2008, quando foi vice-campeão e subiu para a segunda divisão. Neste ano, a equipe fez uma brilhante campanha no Estadual e acendeu a esperança no Brinco de Ouro após parar apenas no Santos, de Neymar, na final da competição. A base montada para o torneio, porém, foi desfeita antes da Série B e deixou a equipe sem condições de reeditar a mesma campanha no Nacional.

O Guarani iniciou a rodada na 16ª colocação, com 41 pontos, e acabou ultrapassado por CRB e Guaratinguetá, que venceram ASA e Barueri, respectivamente. Já o São Caetano precisava torcer por derrota do Atlético-PR ou Vitória para entrar no G-4, mas acabou o campeonato com os mesmos 71 pontos dos rivais, ficando na quinta colocação por conta dos critérios de desempate.

Danielzinho abriu o placar para o São Caetano aos 20min do segundo tempo, após receber ótimo passe de Ailton. O Guarani ainda buscou o empate, aos 29min, com Danilo Sacramento. No entanto, Danielzinho apareceu dois minutos depois para garantir a vitória ao time visitante.

Terra

Sem Luiz Adriano, Shakhtar goleia e segue líder disparado na Ucrânia

O Shakhtar Donetsk manteve a campanha impressionante no Campeonato Ucraniano e conquistou, neste sábado, a 16ª vitória em 17 jogos. A vítima desta vez foi o Hoverla, goleado por 5 a 1 pela legião brasileira da equipe, que chegou a 48 pontos.

Três dos gols foram de atletas brasileiros: Willian, Ilsinho e Douglas Costa (que entrou no segundo tempo) deixaram sua marca. Os outros foram de Mkhitaryan e Devic. Fernandinho e Eduardo (naturalizado croata) também atuaram.

Já Luiz Adriano, pivô da polêmica da semana ao ignorar o fair-play em jogo da Liga dos Campeões, não ficou nem no banco de reservas neste sábado.

O Dnipro, vice-líder, está a 14 pontos do Shakhtar.

Terra

Jornal: Guardiola aceitaria assumir comando da Seleção Brasileira

 Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula / Divulgação

Vivendo ano sabático nos EUA, Guardiola se encontrou com Lula em setembro, em fórum realizado no México

Atualmente sem clube, o técnico Josep Guardiola está disposto a assumir o comando da Seleção Brasileira. A informação é do diário esportivo Lance!, que publica neste sábado que ouviu de uma fonte próxima ao espanhol que este "aceitaria assumir o cargo amanhã" e ainda projetou que, caso isso acontecesse, seria campeão da Copa do Mundo de 2014.

Guardiola, afastado do futebol desde que encerrou sua trajetória de sucesso no Barcelona ao final da última temporada europeia, é um dos nomes especulados para a vaga de Mano Menezes, demitido nesta sexta-feira. Em um ano sabático, o espanhol está morando com a família em Nova York, nos Estados Unidos, e de acordo com a imprensa espanhola não teria interesse em voltar a trabalhar até o início da próxima temporada. Andrés Sanchez, diretor de Seleções da CBF, disse que não contrataria um treinador estrangeiro para o cargo.

Terra

Sanfrecce Hiroshima vence Japonês e pode pegar Corinthians no Mundial

A tabela do Mundial de Clubes da Fifa de 2012 está completa. Neste sábado, o Sanfrecce Hiroshima bateu em casa o Cerezo Osaka por 4 a 1 e conquistou o Campeonato Japonês de forma antecipada, com uma rodada para o fim da competição. O time será o representante do país-sede no Mundial e pode enfrentar o Corinthians na semifinal.

Com o resultado, o Sanfrecce Hiroshima será o responsável por abrir o Mundial de Clubes em 6 de dezembro, no Estádio Internacional de Yokohama. A equipe japonesa enfrentará o Auckland City, da Nova Zelândia. O vencedor do confronto encara o Al Ahly, do Egito, três dias depois, no Toyota Stadium, pelas quartas de final do evento. Deste último jogo sai o primeiro adversário do Corinthians, que estreará diretamente na semifinal em 12 de dezembro, também em Toyota.

Na outra chave da competição, o Monterrey, do México, encara o Ulsan Hyundai, da Coreia do Sul, em 9 de dezembro, em Toyota, para definir quem pega o Chelsea na semifinal. A estreia do clube inglês está marcada para o dia 13, em Yokohama. A final ocorre na mesma cidade, em 16 de dezembro.

Clube fundado em 1938, o Sanfrecce jamais havia sido campeão japonês e retornara à primeira divisão nacional em 2009. O time, que manda seus jogos no Hiroshima Big Arch, em Hiroshima, tem como atual treinador o japonês Hajime Moriyasu, ex-volante da seleção de seu país.

O clube conquistou a liga nacional com 61 pontos e 18 vitórias em 33 rodadas disputadas até aqui. Como falta apenas um jogo para o fim da competição, o Vegalta Sendai, segundo colocado da tabela com 57 pontos, não pode mais alcançar o líder.

Terra

Ferrari revê erros e acertos em nova decisão em reta final de temporada

Derrotado em 2007 e 2010, Alonso tenta repetir resultado impensável de Raikkonen. Foto: AP

Derrotado em 2007 e 2010, Alonso tenta repetir resultado impensável de Raikkonen

Em 2007, Fernando Alonso chegou ao Grande Prêmio do Brasil - também última etapa da temporada da Fórmula 1 na ocasião - com boas chances de, seu terceiro em sequência. Com 103 pontos, o então piloto da McLarenprecisava apenas torcer por um vacilo de seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton (103), e para que Kimi Raikkonen, então na Ferrari com 100 pontos, não conseguisse uma combinação de resultados pouco provável.

No entanto, o pouco provável aconteceu no Autódromo de Interlagos naquele dia 21 de outubro de 2007:Raikkonen venceu e foi a 110 pontos, deixando Alonso em terceiro e Hamilton em sétimo, ambos com 109. Irritado com a equipe inglesa, Alonso voltou para a Renault, e deixou Hamilton. Passados dois anos no time francês, o espanhol acertou justamente com a Ferrari, onde está desde 2010.

A equipe italiana se lembra bem da situação, e quer usar o aprendizado agora a favor do espanhol. Para o chefe de equipe ferrarista, Stefano Domenicali, a meta da equipe deve ser a mesma em 2012: fazer o que precisa, e esperar por um vacilo dos adversários.

"Eram sensações diferentes. Em 2007, acho que Martin (Whitmarsh, chefe de equipe da McLaren) se lembra bem, estávamos em uma situação em que tínhamos a mesma abordagem que temos para esta corrida: precisávamos fazer o melhor, sabendo que nosso oponente era muito forte e que a corrida envolvia uma situação em que podíamos trabalhar bem", analisou Domenicali.

Em 2008, mais uma vez, a Ferrari precisava reverter a vantagem da McLaren. Felipe Massa chegou a Interlagos com 87 pontos, contra 94 de Lewis Hamilton. Massa até fez sua parte e venceu em Interlagos, mas Lewis Hamilton conquistou o necessário quinto lugar na última volta, superando Timo Glock (Toyota) e foi campeão por um ponto: 98 a 97. E a lição, agora mais amarga, ficou na Ferrari.

"Em 2008, podíamos vencer o Mundial de pilotos, e conseguimos por uns 20 segundos. Mas depois Hamilton foi campeão de uma temporada em que eu diria que perdemos por não termos um carro confiável", disse. "Acho que, naquela temporada, Felipe fez um papel incrível, e ficamos muito tristes por ele. Ele merecia. Mas no fim das contas, Lewis venceu", completou.

Em 2010, Interlagos recebeu a penúltima etapa da temporada, e deixou Alonso à frente de Vettel: 246 pontos, contra 238. No entanto, na corrida final do ano, nos Emirados Árabes Unidos, a combinação de resultados ajudou ao alemão, que venceu. Alonso foi sétimo, foi a 252 pontos, e ficou a quatro pontos de Vettel, campeão pela primeira vez. Aí, para Domenicali, a Ferrari errou.

"Sabíamos que tínhamos situações para lidar, e foi nossa culpa por não termos conseguido, por um erro nosso: não ajudamos Fernando. Acho que naquela temporada, não tínhamos o melhor carro. Acho que conseguimos vencer um monte de corridas, mas por alguma falta de sorte que a Red Bull teve, perdemos o campeonato", relembrou.

Terra