quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

FPF proíbe sinalizadores em jogos e prevê até desfiliação de clubes





















Morte do garoto Kevin Espada, atingido por sinalizador da torcida do Corinthians, motivou FPF a fazer resolução

A morte do torcedor boliviano Kevin Espada no empate por 1 a 1 entre Corinthians e San José pela Copa Libertadores trouxe consequências também ao Campeonato Paulista. O incidente na Bolívia motivou a Federação Paulista de Futebol a proibir a utilização de sinalizadores nos estádios, com penas que variam entre multa de R$ 100 e desfiliação do clube.

A Resolução 001/2013, divulgada pela FPF nesta quarta-feira, prevê punições não só para o torcedor que faça uso do objeto, como também para a torcida e o time.

A menor pena possível para o clube é o pagamento de multa de R$ 100, mas reincidências podem levar a punições como pagamento de multa de R$ 100 mil, perda de mando de campo por entre cinco e dez jogos e até mesmo a desfiliação do time.

Além disso, os árbitros foram instruídos a interromper temporariamente a partida em caso de utilização de sinalizadores. A resolução entra em vigor a partir desta quarta-feira.

A Federação Paulista enviou a resolução para o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que pode seguir o mesmo caminho e adotar as medidas para os campeonatos.

Terra

Force India confirma Adrian Sutil e fecha grid da F1 em 2013


























Bianchi brigava com Sutil por vaga de titular na Force India

Afastado da Fórmula 1 desde 2011, o alemão Adrian Sutil está de volta à categoria. O piloto foi confirmado como titular da Force India e será companheiro do britânico Paul di Resta na temporada de 2013. A equipe fez o anúncio em comunicado divulgado à imprensa na manhã desta quinta-feira.

Sutil, 30 anos, foi titular da Force India entre 2008 e 2011. Em 2012, ele foi condenado por ter supostamente agredido, com um copo quebrado no qual continha champagne, um dos sócios da equipe Lotus, o luxemburguês Eric Lux, em uma casa noturna em Xangai. O episódio ocorreu após o Grande Prêmio de F1 da China de 2011 e, por causa disso, o piloto teve de pagar uma multa de 200 mil euros (R$ 463 mil, na cotação da época). Ele escapou da prisão, cumprindo 18 meses de suspensão condicional da pena.

Na elite do automobilismo mundial, Sutil participou de 90 Grandes Prêmios desde a estreia pela Spyker, em 2007. O alemão somou 95 pontos, uma volta mais rápida e seu melhor resultado foi o quarto lugar no GP da Itália, em Monza, em 2009. Em 2011 ele conseguiu o melhor posicionamento final em uma temporada, com o nono lugar no Mundial de Pilotos.

Sutil preenche a última das 22 vagas disponíveia na F1 para este ano. Entre as 11 escuderias da categoria, apenas a Force India não havia divulgado sua dupla de pilotos, tendo apresentado seu novo carro, o VJM06, somente com a presença de Di Resta. O veículo segue equipado com motores da Mercedes nesta temporada.

Na semana passada, Sutil testou um carro da F1 pela primeira vez desde 2011, pilotando o VJM06 durante os treinos coletivos de pré-temporada em Barcelona. Na ocasião, ele dividiu os trabalhos com Di Resta e com o francês Jules Bianchi. O melhor tempo do alemão foi mais rápido que o melhor dos colegas, mas a comparação é dificultada pois não se sabem a quantidade de combustível e as condições da pista encaradas por cada piloto no dia em que foram à pista.

Bianchi, 23 anos, foi reserva da Force India em 2012 e brigava pela vaga de titular. O francês foi vice-campeão da World Series By Renault na última temporada e é membro da Academia de Pilotos. No comunicado em que confirmou a contratação de Sutil, o time indiano não informou se Bianchi seguirá na função de terceiro piloto ou sairá da equipe.

Terra

Jornal: ministro do Esporte quer isenção fiscal para clubes de futebol





















Aldo Rebelo fala da importância cultural do futebol para justificar isenção fiscal aos clubes

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, trabalha para derrubar a lei de 1998 que retira a isenção fiscal dos clubes de futebol brasileiros. Em documento enviado pelo ministério à Advocacia Geral da União em setembro do ano passado, a pedido de Rebelo, a pasta pede que os clubes fiquem livres de pagar Imposto de Renda, Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL), PIS e Cofins, apesar das grandes dívidas tributárias e previdenciárias da maior parte dos times brasileiros.

O argumento é que os clubes são teoricamente entidades sem fins lucrativos, e que o futebol "integra o patrimônio cultural brasileiro, é considerado de elevado interesse social e reconhecido como elemento constituinte de nossa 'brasilidade'". Em parecer contrário da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), concluído em dezembro, o órgão rebate dizendo que "há uma realidade econômica inegável" nas atividades dos clubes, que "não permite" classificá-los como entidades sem fins lucrativos - estas, pela Constituição, são isentas de impostos.

Terra

Lula visita obras do Maracanã, exalta operários e rebate críticos





















Lula exalta operários e diz que estará na estreia do Maracanã para aplaudir um por um dos trabalhadores

Ao lado do governador do Rio, Sérgio Cabral, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou as obras do estádio do Maracanã na manhã desta quinta-feira.  Lula e Cabral chegaram ao Maracanã por volta das 7h15 e o ex-presidente fez questão de cumprimentar os operários que trabalham na reconstrução do palco da final da Copa das Confederações e da Copa do Mundo.

Após visitar o local, Lula discursou exaltando por quase 7 minutos os operários que trabalham no Maracanã. Primeiro, o ex-presidente comentou a ameaça de greve que aconteceu na semana passada. Na ocasião, os trabalhadores que fazem as obras do estádio chegaram a ficar 24 horas sem trabalhar para tentar pressionar as empresas Andrade Gutierrez e Odebrecht a darem aumento salarial de 15% e outras reivindicações.

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, entrou no assunto e conseguiu fazer acordo que chegou bem perto do pedido pelos operários. "Eu fiquei sabendo que o governador fez uma reunião com o sindicato e parte do que vocês pediu foi atendido. Nós vivemos em um momento que não é proibido as pessoas pedirem e reivindicarem, é um direito do trabalhador. Nós conquistamos direito de andar de cabeça erguida nesse País, de sentir orgulho pela posição que nós exercemos", disse Lula.

"Nós governantes, empresários, temos que entender que a democracia só será consolidada definitivamente quando os trabalhadores tiverem um padrão de vida decente e digna", completou o ex-presidente. Lula aproveitou o momento para rebater os que criticaram o Brasil ao dizer que o País não teria estádios prontos para a Copa do Mundo de 2014.

"Muitos falaram: 'a Copa do Mundo vai ser um fracasso, o Brasil não está pronto para realizar uma Copa do Mundo. Os estádio não vão ficar prontos'. E vocês estão dando a demonstração. Nunca mais ousem duvidar da capacidade dos trabalhadores da construção civil deste País. Vocês vão fazer os melhores estádios para que a gente tenha a Copa do Mundo".

O ex-presidente afirmou que estará presente na reestreia do Maracanã, no dia 2 de junho, em amistoso da Seleção Brasileira contra a Inglaterra. Segundo Lula, todo operário que esteve nas obras do estádio terá direito a um ingresso para assistir ao jogo. "Na estreia do Maracanã cada trabalhador que ajudou a construir estará aqui sentado como se fosse qualquer outro cidadão. Não vão entrar pela porta dos fundos, vão entrar na porta da frente como qualquer outro cidadão", disse.

"Se Deus quiser na estreia do Maracanã estarei aqui, se for convidado pelo governador. Bateremos palmas não só para a Seleção Brasileira, mas para cada um dos trabalhadores". O político petista fez ainda um pedido final antes de encerrar seu discurso. "Aqui no Rio de Janeiro o Maracanã não é um estádio, é uma casa de espetáculo, por isso que tem que ser feito com mais carinho".

Terra

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Conmebol divulga comunicado e libera imprensa para jogo do Corinthians





















Conmebol enviou carta ao presidente do Corinthians, Mario Gobbi, autorizando a presença da imprensa no jogo desta quarta

O Comitê Disciplinar da Conmebol emitiu uma carta à diretoria do Corinthians deixando claro que a entrada de imprensa está autorizada para a cobertura do duelo diante do Millonarios, na noite desta quarta-feira, no Estádio do Pacaembu. A entidade máxima do futebol sul-americano puniu o clube paulista pela morte de um torcedor do San José, atingido por um sinalizador atirado por um corintiano, na partida entre San José e Corinthians, no Estádio Jesús Bermudez, em Oruro (Bolívia).

Por conta da morte de Kevin Douglas Beltrán Espada, 14 anos, o Corinthians foi obrigado a jogar “com portões fechados” na Copa Libertadores da América. Como resposta, o Corinthians lançou uma nota oficial, no qual mostrava dúvidas a respeito da abrangência da pena. “O Corinthians comunica que apenas o presidente, a diretoria de futebol, os atletas e a comissão técnica poderão ir ao Estádio do Pacaembu nesta quarta-feira”, declarava parte da nota.

Na nota divulgada nesta quarta, além de liberar a imprensa, a Conmebol especifica as outras pessoas que poderão ter acesso ao estádio, além dos dois times. Acompanhe abaixo quem terá autorização de entrar no Pacaembu no duelo válido pela segunda rodada da Libertadores, de acordo com o documento oficial da entidade sul-americana:

1) Máximo de 70 membros das delegações do Corinthians, incluindo jogadores, comissão técnica, departamente médico, além de alguns membros diretivos das equipes;

2) Máximo de 20 pessoas do corpo diretivo da Federação Paulista de Futebol e da Confederação Brasileira de Futebol;

3) Jornalistas credenciados, que devem realizar seu trabalho nos lugares habituais onde ficam nas demais partidas;

4) Equipe técnica responsável pela transmissão televisiva da partida;

5) Policiais e empregados da segurança, designados a tarefas relacionadas à segurança do estádio;

6) Delegação do time visitante.

Terra

Fifa libera 42 mil ingressos extras da C. das Confederações à venda





















Quase 5 mil ingressos para a final da Copa das Confederações, que acontecerá no Estádio do Maracanã (foto), serão vendidos

A Fifa colocará á disposição mais 42.308 ingressos para a Copa das Confederações para venda ao público.De acordo com a entidade, as entradas estavam reservadas a grupos específicos e não foram retiradas ou estavam vinculadas a pedidos não pagos. No estoque havia, entre outras, 3.166 entradas para o jogo de abertura em Brasília, no próximo dia 15 de junho; 1.601 para a partida 9, entre Itália e Brasil; e 4.843 para a final no Maracanã, no dia 30.

Os ingressos serão disponibilizados a partir das 9h (horário de Brasília) desta quinta-feira. Os torcedores poderão adquirir essas e outras entradas para os 16 encontros da competição na página www.fifa.com/ingressos.

​"Para a Fifa, é muito importante ter estádios cheios na Copa das Confederações. Queremos ter a certeza de que todas as pessoas terão a oportunidade de viver a experiência de assistir a algumas das melhores seleções do mundo e dizer: 'eu estava lá'. Por isso, demos um prazo curto para que nossos parceiros contratuais devolvessem todos os ingressos que não quisessem comprar, para que os liberássemos para o público. Além disso, solicitamos a todas as partes envolvidas que nos devolvam entradas não desejadas até 72 horas antes do jogo a qual correspondem", explica Thierry Weil, diretor de marketing da entidade e responsável pelas vendas de ingressos da instituição.

Ainda há 273.060 entradas remanescentes à venda. Ao todo, 475.389 ingressos foram adquiridos até esta quarta-feira. "Estamos extremamente satisfeitos com a saída que os ingressos vêm tendo até agora e convencidos de que o povo brasileiro dará as melhores boas-vindas a todas as seleções, enchendo os estádios em junho", completou Weil.

Terra

Santos estuda técnicos rivais e clássico pode virar "ultimato" a Muricy





















Muricy Ramalho poderia ser substituído no Santos

O comitê gestor do Santos age silenciosamente diante da insatisfação com o técnico Muricy Ramalho e, apesar de ver em Paulo Autuori - atualmente desempregado - a única solução momentânea para troca na comissão técnica, os dirigentes já estudam os nomes de Ney Franco e Gilson Kleina, ambos empregados pelos rivais São Paulo e Palmeiras, respectivamente. Uma derrota no clássico contra o Corinthians, neste domingo, pode acelerar o processo.

Kleina e Ney Franco, no entanto, ainda são vistos como opções secundárias. A ideia pelo são-paulino atenderia a um antigo desejo santista, que tentou fechar acordo temporário com o treinador antes da contratação de Muricy Ramalho, em 2011. Na ocasião, Ney estava à frente das Seleções Brasileiras de base.

Na visão de um dos dirigentes, liberar Muricy pode ser uma "isca" para que retorne ao São Paulo - no qual foi tricampeão brasileiro de 2006 a 2008 - e, consequentemente, facilitar a contratação de Ney Franco.

Autuori, no entanto, segue como o mais cotado por já ter na bagagem a experiência de duas Libertadores, além de ser, na prática, um treinador de maior flexibilidade, um dos principais quesitos questionados de Muricy.

O comitê gestor, cada vez mais, passa a ceder às pressões externas de insatisfações com o treinador. A reunião do Conselho Deliberativo da última quinta-feira ficou marcada, principalmente, pela provocação de um dos conselheiros direcionada a Muricy, que sugeriu que a taça da Copa São Paulo fosse encaminhada à sala do comandante santista para lembrá-lo da utilização das jovens revelações santistas.

Desde que chegou ao Santos, há quase dois anos, Muricy conquistou quatro títulos: dois Campeonatos Paulistas, uma Copa Libertadores da América e uma Recopa Sul-Americana. O técnico tem sido pressionado pelo fraco desempenho mesmo diante de sete contratações para a temporada, uma delas o meia argentino Montillo, que custou cerca de R$ 24 milhões.

Terra

EUA: colisão de ônibus com atletas universitários deixa vários feridos





















Motorista do ônibus ficou gravemente ferido

Um ônibus que levava o time de basquete feminino da Universidade do Maine saiu da pista e bateu na vegetação noite dessa terça-feira na região de Boston, nos Estados Unidos, deixando pelo menos uma pessoa, o motorista, gravemente ferido. Outras 22 pessoas, incluindo estudantes e membros da comissão técnica, tiveram ferimentos leves, segundo a agência AP.

O motorista, que não teve a identidade revelada, foi levado de helicóptero para um hospital da cidade. O ônibus percorria a Interestadual 95 por volta de 20h30 quando atravessou a pista, desceu o barranco e colidiu com arbustos e árvores em Georgetown. O time feminino estava a caminho de Boston, onde enfrentaria a equipe da universidade da cidade nesta quarta-feira.

Al Beardsley, chefe dos bombeiros da cidade, afirmou que foi um milagre que outro carro não tenha se envolvido no acidente, uma vez que a via é bastante movimentada. Beardsley acrescentou que as autoridades ainda estão investigando o que causou o acidente. As primeiras impressões apontam para um problema médico do motorista.

Um policial que havia parado o carro no local para atender a ocorrência ficou ferido depois que outro veículo que passava pela via bateu na viatura. Ele foi levado a um hospital, mas sem apresentar ferimentos graves, segundo a polícia.

Terra

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Conmebol recusa apelação, e Corinthians x Millonarios será sem torcida





















Kevin morreu na arquibancada durante confronto entre San José e Corinthians

A Conmebol recusou, na manhã desta terça-feira, o recurso de apelação do Corinthians contra a punição preventiva imposta pela morte do jovem Kevin Espada, 14 anos, durante jogo da Copa Libertadores.. Assim, o duelo contra o Millonarios, na noite desta quarta-feira, no Pacaembu, será com portões fechados e sem a presença de público. A informação foi confirmada à Rádio Bandeirantes pelo porta-voz da entidade, Nestor Benítez.

"A unidade disciplinar da Conmebol resolveu recusar o recursode apelação do Corinthians quanto à medida cautelar adotada pelo tribunal. O Corinthians segue na situação tal qual havia afirmado a unidade disciplinar", disse o dirigente. "Agora, aguardamos a decisão final", continuou Nestor Benítez, dando a palavra final sobre o assunto.

A punição foi anunciada na última semana pela Conmebol e tem duração de 60 dias ou enquanto o processo correr na unidade disciplinar da entidade. Durante o empate por 1 a 1 contra o San José na última quarta-feira, um sinalizador disparado pela torcida do Corinthians em Oruro, na Bolívia, acertou e matou o jovem torcedor Kevin Espada, 14 anos. Ele morreu na arquibancada.

​A polícia boliviana prendeu 12 torcedores corintianos, indiciou dois por homicídio, por terem vestígio de pólvora nas mãos, e os outros 10 como cúmplices. Eles seguem detidos em Oruro, enquanto a diplomacia brasileira trabalha para conseguir a liberação. Em Guarulhos, um menor membro da torcida organizada Gaviões da Fiel assumiu ser o autor do disparo se se apresentou à Vara da Infância e Juventude.

Inicialmente, a torcida do Corinthians prometeu fazer um "cerco" ao Pacaembu durante o confronto com o Millonarios, da Colômbia, nesta quarta-feira. A medida foi descartada após reunião das torcidas organizadas com a Gaviões da Fiel. O Corinthians não poderá contar com torcedores mesmo quando jogar fora de casa na competição continental.

Em nota oficial, o Corinthians confirmou que acatará a decisão da entidade e ressaltou que os que compraram ingressos por antecipação poderão usá-los como crédito no programa de sócio-torcedor ou recuperar o dinheiro. O clube ainda pediu para que a torcida não vá ao Pacaembu. "Tenha certeza que a camisa corinthiana será, como sempre, honrada, com muito suor e determinação", diz a mensagem.

Terra

Após derrota para City, Benítez e Terry brigam em treino do Chelsea





















Terry se estranhou com Benítez apos má atuação no Campeonato Inglês

Após a derrota no clássico com o Manchester City, no último domingo, pelo Campeonato Inglês, o time do Chelsea caiu para o quarto lugar, e o técnico Rafa Benítez não gostou. Na reapresentação da equipe nesta segunda-feira, em Cobham, o treinador até se desentendeu com o zagueiro John Terry.

De acordo com as informações do The Sun, o comandante dos Blues chamou os jogadores para o meio do campo, onde mostrou a sua insatisfação com a atuação deste final de semana. Capitão do time, Terry também reclamou pelo fato de ter sido deixado no banco de reservas, e a confusão começou.

Os próximo compromisso do clube de Stamford Bridge no Nacional está marcado para este sábado, às 11 horas (de Brasília), contra o surpreendente West Bromwich Albion, em casa, pela 28ª rodada. Com uma combinação de resultados, o Chelsea pode sair da zona de classificação à Liga dos Campeões da Europa.

Terra

Denver Nuggets faz valer sua força em casa e derrota os Lakers



























Corey Brewer é parabenizado por companheiros durante vitória dos Nuggets sobre os Lakers

O Denver Nuggets aproveitou nesta segunda-feira o fato de jogar em casa, onde venceu 24 de seus 27 compromissos na NBA, e derrotou o Los Angeles Lakers por 119 a 108.

Os Nuggets agora somam 36 vitórias e 22 derrotas, a quinta melhor campanha da Conferência Oeste. Os Lakers figuram quatro posições atrás, com 28 triunfos em 58 jogos.

A partida não foi fácil para os donos da casa em momento algum, mas os Nuggets souberam valorizar os seis pontos de vantagem conquistados no primeiro quarto e os sete no segundo. Na volta do intervalo, coube ao time de Denver administrar essa diferença.

Os maiores pontuadores dos Nuggets foram o ala Wilson Chandler (23) e o armador Ty Lawson (22). Pelos Lakers, o ala-armador Kobe Bryant terminou com 29 pontos e nove assistências, enquanto o pivô Dwight Howard contribuiu com o double-double de 15 pontos e 14 rebotes.

Em outra partida desta noite, o Toronto Raptors (23-34) foi superado em casa pelo Washington Wizards (18-37) por 90 a 84. O pivô brasileiro Nenê foi bem e contribuiu para a vitória com 11 pontos e nove rebotes.

Terra

Lyoto assume liderança no ranking do UFC após vitória sobre Henderson


A vitória de Lyoto Machida no UFC 157, sobre Dan Henderson, no último sábado (23), garantiu ao brasileiro uma nova chance ao cinturão da categoria, contra o vencedor de Jon Jones x Chael Sonnen. Além disso, colocou o carateca no posto de número um da divisão, atrás apenas do campeão Jones.

Maurício Shogun também subiu uma posição, enquanto Rodrigo Minotauro foi ultrapassado por Roy Nelson. O falastrão Chael Sonnen, que havia reclamado estar ausente nas listas dos médios e meio-pesados, voltou a aparecer no Top 10 da categoria de Anderson Silva, estando à frente do brasileiro Ronaldo Jacaré, ex-Strikeforce.

Confira abaixo todas as listas:


Terra

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

CBF acaba com clássicos na última rodada do Brasileiro

Clássicos como o São Paulo x Corinthians não estarão na última rodada Foto: Edson Lopes Jr / Terra

Clássicos como o São Paulo x Corinthians não estarão na última rodada

A medida de ter uma tarde somente com clássicos na última rodada do Campeonato Brasileiro foi cancelada nesta segunda-feira. A decisão foi feita em discussão na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com presença de presidentes e representantes dos vinte clubes da Série A.

A mesa diretora da reunião foi formada pelo presidente José Maria Marin, pelo vice-presidente Marco Polo Del Nero, pelo vice-presidente da Região Sul, Fábio Nogueira, pelo diretor de Competições, Virgílio Elísio, e pelo representante da Rede Globo, Marcelo Campos Pinto.

"Houve uma discussão saudável, em ambiente democrático, em que as decisões relativas à tabela foram tomadas em regime de votação", disse Marin, após a escolha em voto aberto. Outra decisão feita deixa a realização da rodada completa no mesmo horário somente para a última rodada, em vez de também a penúltima.

A realização de clássicos na última rodada ocorreu nas duas últimas edições do Campeonato Brasileiro como forma de evitar a suspeita de "entrega" de jogos para prejudicar rivais. Em cidades com número grande de clássicos, casos de São Paulo e Rio de Janeiro, havia também a dificuldade em manter mais de um jogo ao mesmo tempo.

Terra

Bale garante vitória do Tottenham sobre West Ham no último minuto

Gareth Bale teve nova grande atuação em vitória do Tottenham Foto: Getty Images

Gareth Bale teve nova grande atuação em vitória do Tottenham

O meia Gareth Bale deu sequência à grande fase e garantiu a vitória do Tottenham por 3 a 2 sobre o West Ham fora de casa em jogo de duas viradas. O galês marcou duas vezes, sendo uma delas aos 45min do segundo tempo, e deu uma assistência para dar os três pontos ao seu clube.

Assim, galês chegou aos nove gols em sete jogos e aos 15 em 23 jogos no Campeonato Inglês, liderando a artilharia do Tottenham. O segundo maior marcador do time, o atacante Jermain Defoe, soma dez.

Bale abriu o placar aos 13min do primeiro tempo, quando recebeu a bola de Adebayor na entrada da área, carregou em diagonal para a esquerda e bateu cruzado para superar o goleiro Jaaskelainen.

Já o atacante Andy Carroll, que decepcionou no Liverpool após ser contratado por 35 milhões de libras (cerca de R$ 105 milhões na cotação atual) e não começou bem a temporada de empréstimo no West Ham, mostrou sinais de que pode estar melhorando.

O centroavante inglês, que fez 28 gols em duas temporadas do Campeonato Inglês pelo Newcastle antes de chegar ao Liverpool, marcou de pênalti aos 25min do primeiro tempo. Assim, após passar os oito primeiros jogos pelo West Ham sem balançar as redes, o jogador marcou três nas últimas seis partidas.

Aos 13min do segundo tempo, outro ex-jogador do Liverpool, o meia Joe Cole, aproveitou chances desperdiçadas pelo Tottenham no início da segunda etapa e, após ser lançado na área, dominou e bateu para virar para o West Ham.

A defesa do West Ham, no entanto, não conseguiu manter a vantagem no placar. Uma falha coletiva da retaguarda da equipe permitiu que um cruzamento de Gareth Bale chegasse sem ser interceptado até o meia islandês Gylfi Sigurdsson, que empatou o jogo aos 31min.

O craque do Tottenham apareceu novamente aos 45min para garantir a virada. Gareth Bale avançou pelo meio, tabelou com Thomas Carroll, ajeitou a bola para acertar uma bomba e marcar um belo gol.

Assim, o Tottenham aproveita a derrota do Chelsea para o Manchester City para chegar ao terceiro lugar com 51 pontos, dois a mais do que os rivais. O West Ham segue com 30 pontos na 13ª posição do Campeonato Inglês.

Terra

Barrichello divulga novo carro para a temporada da Stock Car

O piloto Rubens Barrichello divulgou nesta tarde, através da sua conta no Instagram, a foto do carro que utilizará durante o Campeonato Brasileiro de Stock Car. A primeira etapa da temporada acontecerá no dia 3 de março, em Interlagos.

- Um pouquinho do meu bólido 2013 - disse Rubinho através da rede social.

Questionado por um fã sobre as intenções de retorno à principal categoria do automobilismo, Rubens Barrichello respondeu dizendo que não se trata de questões técnicas.

- Me arruma 20M (sic) que eu saio. F1 só assim agora - respondeu.

O ex-piloto da Fórmula 1 e Fórmula Indy correrá pela Medley, equipe que defendeu nas três últimas etapas da última temporada da Stock Car. Com o número 111, Barrichello deverá correr todas as provas.

Terra

Luciano Bivar aparece no treino e pede paciência à torcida

Presidente do Sport evitou pressão sobre grupo após tropeços de início do ano Foto: Eduardo Amorim / Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra

Presidente do Sport evitou pressão sobre grupo após tropeços de início do ano

Após a eliminação do Sport na Copa do Nordeste diante do Campinense, o pedido de demissão da diretoria de futebol e a derrota diante do Salgueiro na estreia do Campeonato Pernambucano , o presidente Luciano Bivar assistiu pela primeira vez a um treino do Sport em 2013.

Ele passou toda a movimentação ao lado do treinador Vadão, mas despistou sobre cobranças. “O papo foi bom e não poderia ser diferente. Estamos na verdade em formatação, querendo engrenar um time”, disse o dirigente.

Bivar continua prestigiado o treinador e praticamente oficializou que o executivo de futebol passa a ser Gustavo Bueno. “Estamos com Gustavo Bueno, Marcos Amaral e eu pessoalmente vou estar vindo aqui cotidianamente, sempre que o treinador precisar. Fora isso, vamos responder a esse conselho gestor do clube, que está inabalável e se reúne toda segunda-feira. E é um conselho de amadores que faz o mesmo papel de uma diretoria de futebol”, afirmou, lembrando que esta estrutura só tem uma semana de funcionamento.

Apesar de ter iniciado sua gestão com uma diretoria formada por amadores, ele agora garante que no momento atual do Sport não cabe mais amadorismo na gestão do futebol. O dirigente mais uma vez pediu paciência para a torcida e disse sentir que o clube está no caminho certo para formar um time competitivo em 2013. E avaliou que o time da partida contra o Salgueiro foi melhor do que o que jogou no empate contra o Campinense.

“A imprensa cobra porque o grande problema que tem em um time de futebol são as mudanças contínuas. Se a gente não der tempo vai vir um treinador e vai ver tudo japonês, até aquele jogador que ele conheceu dez anos atrás”, tentou justificar o dirigente, garantindo que vai ter paciência com o técnico e com os profissionais da estrutura da diretoria de futebol, apesar da pressão crescente da torcida rubro-negra.

Terra

Prefeitura veta Arena, e Grêmio jogará Libertadores no Olímpico

Arena do Grêmio não será usada na próxima partida da Libertadores Foto: Luís Felipe dos Santos / Terra

Arena do Grêmio não será usada na próxima partida da Libertadores

A Secretaria Municipal de Urbanismo de Porto Alegre negou o Habite-se para a Arena do Grêmio. O motivo alegado é de que o local ainda precisa de alguns ajustes de segurança. A liberação poderá ocorrer ainda nesta semana, porém não haverá tempo hábil para que o estádio seja confirmado como o palco do jogo contra o Caracas, da Venezuela, no próximo dia 5 de março, pela Copa Libertadores.

“O Grêmio terá que informar para a Conmebol até às 15h desta terça-feira onde vai jogar contra o Caracas. O anúncio deveria ser hoje, porém a Conmebol atendeu a um pedido do Grêmio e estendeu o prazo até esta terça-feira”, divulgou o clube através da assessoria de imprensa, antes da informação de que a Arena não teria condições de receber o jogo da próxima semana.

A decisão de voltar a atuar no Estádio Olímpico pela Copa Libertadores agrada aos dirigentes do departamento de futebol.

“O time do Grêmio rende em um bom gramado e não podemos ter um gramado com as condições do que foi contra o Huanchipato-CHI, quando acabamos sendo derrotados”, disse Marcos Chitolina, diretor de futebol do Grêmio.

O Grêmio estava mandando no Estádio Olímpico somente jogos do Campeonato Gaúcho, com as partidas da Libertadores sendo realizadas na Arena. A maior reclamação dos jogadores em relação ao novo estádio é sobre o gramado, que está muito longe das condições ideais.

O técnico Vanderlei Luxemburgo também criticou e sugeriu o proprio Olímpico como palco dos jogos do time pelo torneio continental.

Terra

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Em final histórica, Swansea atropela Bradford e leva Copa da Liga

Jogadores de time galês festejam título inédito em Wembley Foto: Reuters

Jogadores de time galês festejam título inédito em Wembley

Marcada por um duelo entre dois times surpreendentes, a final da Copa da Liga Inglesa não reservou novidades no tradicional Estádio de Wembley. Depois de eliminar o Chelsea na semifinal, o Swansea City tinha pela frente o Bradford na decisão, mas não tomou conhecimento da equipe da quarta divisão da Inglaterra e aplicou uma goleada por 5 a 0, conquistando o primeiro título de sua história.

Além de fazer o placar com a maior diferença de gols da história das decisões da competição, o Swansea, comandado por Michael Laudrup, ex-jogador da seleção dinamarquesa, conquistou uma vaga na Liga Europa, outra novidade em sua história. O Bradford, por sua vez, volta a focar na League Two, quarta divisão da Inglaterra, na qual ocupa o 11º lugar.

Favorito ao título, o Swansea abriu o placar aos 18min do primeiro tempo. O espanhol Michu arriscou para o gol, o goleiro Matt Duke deu rebote e o meia Dyer colocou para o fundo das redes do Estádio de Wembley com um excelente público.

O segundo gol da equipe da elite inglesa aconteceu ainda na primeira etapa. Aos 40min, Michu recebeu na entrada da área e acertou um belo chute colocado, sem dar chances para o goleiro Duke, ampliando o marcador.

Na segunda etapa, o Swansea não deu chances para o Bradford ensaiar uma reação no jogo e fez o terceiro gol logo no início. Aos 3min, Dyer aproveitou de uma boa troca de passes do setor ofensivo e completou para as redes na entrada da área.

E se a situação do Bradford era complicada, aos 10min da etapa complementar ficou ainda pior. De Guzman invadiu a área e foi derrubado pelo goleiro Duke. A arbitragem marcou o pênalti e expulsou o arqueiro. Na cobrança, o próprio De Guzman converteu e transformou a vitória em goleada.

O quinto gol do Swansea, que sacramentou o recorde de maior goleada em decisões da Copa da Liga, veio apenas nos acréscimos. De Guzman completou o cruzamento e deu números finais à decisão: 5 a 0.

Terra

Brasileiro marca, Sampdoria vence e sobe duas posições na classificação

andrea poli sampdoria x Chievo  (Foto: Getty Images)

Jogadores do Sampdoria comemoram o primeiro gol da partida, marcado por Poli

Com um gol do brasileiro Eder, o Sampdoria venceu o Chievo Verona por 2 a 0, no Luigi Ferraris, em Genôva, e subiu duas posições na tabela de classificação do Campeonato Italiano. Poli marcou o outro. O tento do atacante sacramentou o triunfo dos donos da casa após rápido contra-ataque no fim da etapa final.

Com o resultado, o Sampdoria chegou aos 32 pontos e subiu para a 11ª posição na tabela de classificação. O Chievo, que vai encarar em seu próximo compromisso a Fiorentina, fora de casa, seguiu com 29, na 13ª colocação. O time de Genôva terá o Parma pela frente na 27ª rodada. Como neste domingo, o confronto também será no Luigi Ferraris.

O  Sampdoria já vencia por 1 a 0 quando Eder recebeu lançamento em profundida, aos 38 minutos do segundo tempo. O brasileiro ganhou na corrida de um marcador, invadiu a área e tocou na saída do goleiro para garantir os três pontos dos donos da casa.

Globo Esporte

Corintiano de 17 anos vai dizer que fez disparo acidental e que não houve revista na Bolívia

Ricardo Cabral, advogado da Gaviões da Fiel, confirmou ao blog que um garoto de 17 anos irá se entregar à Justiça brasileira nesta segunda como autor do disparo de sinalizador que matou Kevin Douglas Beltran.

“Ele já queria se entregar na Bolívia, mas como estava sob responsabilidade da torcida, a primeira preocupação foi entregar o garoto para a família”, disse Cabral.

Segundo ele, o menor alega que houve um disparo acidental. Ele afirma ter comprado seis sinalizadores de um camelô na Rua 25 de Março, em São Paulo. Só que dois deles eram de um modelo que o torcedor não conhecia, disparado com a retirada de uma trava de segurança. O corintiano tentava descobrir como fazia o disparo quando houve o acidente.

“Ele nunca tinha usado esse tipo de sinalizador. Foi acidental, tanto que quase acertou os corintianos que estavam ao lado dele”, declarou o advogado.

O torcedor assegura também que não houve revista na Bolívia e que os torcedores presos não sabiam de sua atitude. O advogado enviará as declarações e uma foto do menino na carteirinha da Gaviões para as autoridades bolivianas. Espera que a foto seja confrontada com imagens de TV para comprovar que ele foi o autor. Assim, o advogado acredita que conseguirá a liberação dos 12 que estão detidos.

Ao chegar no Brasil, o menor ouviu de sua mãe que ela o entregaria à Justiça, se ele não fizesse isso espontaneamente.

O garoto deve ser liberado após a confissão. Os bolivianos podem pedir sua extradição, mas as autoridades brasileiras não extraditam brasileiros.

Ainda de acordo com o advogado, faz cerca de dois anos que o garoto é membro da Gaviões. Ele estuda e trabalha.

UOL Esporte

Ágatha/Bárbara derruba Juliana/Maria e desencanta com 1º título na Paraíba

vôlei de praia Ágatha e Bárbara Seixas João Pessoa (Foto: CBV)

Ágatha e Bárbara Seixas conquistam primeiro título juntas no Open de João Pessoa

Por duas vezes, Ágatha e Bárbara Seixas bateram na trave. Em Cuiabá e Belo Horizonte, a dupla chegou invicta à final, mas caiu diante de Juliana e Larissa. Neste domingo, com a santista ao lado de Maria Elisa, a parceria finalmente desencantou. No Open de João Pessoa, oitavo do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia 2012/13, a paranaense e a carioca sagraram-se campeãs juntas pela primeira vez, com parciais de 21/18, 14/21 e 15/10. Talita e Taiana, por 2 sets a 1, derrubaram Karin e Pri Lima e completaram o pódio.

- Estou muito emocionada. A gente já tinha ido a algumas finais, mas é o primeiro título meu e de toda a equipe. Eu lembro todos os dias da nossa batalha, da dedicação e da disciplina que temos todos os dias para chegar onde estamos chegando agora. Fico feliz e muito orgulhosa pela minha parceira e pela minha equipe. Obrigada a todos – disse Bárbara.

Com o título na Paraíba, Ágatha e Bárbara encurtaram pela metade a distância para Rebecca e Lili na briga pelo título da temporada. As comandadas de Rico de Freitas agora somam 2.360 pontos contra 2.440 das atuais líderes do ranking.

O placar no início foi movimentado basicamente através dos contra-ataques. Maria Elisa de um lado, e Bárbara Seixas do outro, brilharam nas defesas e concluíram com precisão em um rali após o outro. Ágatha, após recuo perfeito, abriu 10 a 7 e forçou o pedido de tempo do técnico Reis Castro. Na volta à quadra, Maria comandou a reação e selou o empate. Foi a vez do treinador Rico de Freitas parar o jogo.

A bronca pesada em Bárbara surtiu efeito, e a canhota deslanchou. Se Maria Elisa virava sobre a linha, a carioca confundia a defesa rival em seqüência. Um ataque para fora de Maria deu o set point. Após saque tático de Ágatha, a bola voltou de graça para Bárbara  fechar em 21/18.

No segundo set, Juliana voltou com a pontaria mais calibrada e dividiu a responsabilidade com Maria Elisa, largando com dois pontos de vantagem. Com um ataque de segunda, a santista abriu 7 a 4. Maria Elisa ajudou a manter a vantagem, e Ágatha e Bárbara somaram erros em seqüência. Juliana apareceu mais no bloqueio e ampliou a margem. Bárbara ainda salvou um set point, mas já era tarde para evitar o tie-break: 21/14.

Apesar de terem cedido o empate, foram Ágatha e Bárbara que voltaram com ânimo renovado. Muito bem no saque, a paranaense liderou a arrancada e, com ponto de bloqueio, abriu 5 a 1. Reis Castro pediu tempo, e suas comandadas responderam. A distância, porém, já era enorme. Com a sorte ao lado, Bárbara cravou ace após a bola bater na fita. Afiada, a carioca esbanjou habilidade encobrindo o bloqueio rival seguidamente. Quando Maria Elisa arriscou com sucesso no saque e esboçou uma reação, Rico parou a partida. Em um ataque na rede, Juliana deu o título às adversárias: 15/10.

A campanha da dupla campeã

Ágatha/Bárbara Seixas venceu Thaís/Val - 21/15 e 21/16
Ágatha/Bárbara Seixas venceu Karin/Pri Lima – 21/9, 19/21 e 15/13
Ágatha/Bárbara Seixas venceu Lili/Rebecca - 22/20 e 21/12
Ágatha/Bárbara Seixas venceu Talita/Taiana - 19/21, 22/20 e 15/13
Ágatha/Bárbara Seixas venceu Juliana/Maria Elisa - 21/18, 14/21 e 15/10

Globo Esporte

Ronda leva susto, mas mantém tradição e confirma cinturão do UFC com chave de braço no 1º round


Ronda Rousey comemora vitória sobre Liz Carmouche no UFC 157

Não foi tão fácil quanto os fãs esperavam, mas Ronda Rousey mostrou porque é um fenômeno no MMA. Depois de quase ser finalizada com um mata-leão, a americana conseguiu sua sétima vitória no MMA profissional, a sétima por finalização, a sétima no primeiro round, a sétima com uma chave de braço. Sua vítima agora foi Liz Carmouche, na luta principal do UFC 157.

Essa foi uma luta histórica, por ter sido a primeira entre mulheres no UFC, e ela serviu para Ronda confirmar seu cinturão feminino dos pesos galo do evento. Apesar de ter sido declarada campeã pelo presidente Dana White, ela vinha dizendo que só seria dona do cinturão de verdade depois que vencesse um combate no octógono.

"Estava bem ruim a posição [do mata-leão], estava resistindo, tentando tirar a perna da Liz e sair dali. O segredo é ser paciente no MMA, estava tentando fazer da melhor maneira possível. O que aconteceu antes não importa, o que importa é que eu venci essa luta", disse Ronda no octógono.

Ronda começou a luta encurtando a distância para tentar levar Liz para o chão. Em um primeiro momento, até conseguiu, mas rapidamente a desafiante reverteu a posição e foi para as costas da campeã. Rousey seguiu em pé e Carmouche passou a apertar muito forte o mata-leão, apesar de a posição não ter ficado perfeita. Assim, a dona do cinturão conseguiu sair do golpe.

"Foi tudo incrível, agradeço a oportunidade de ter lutado pelo cinturão. Foi muito importante para mim. Estava na esperança de conseguir a finalização, mas ela conseguiu se livrar", completou Liz Carmouche.

Com a luta em pé novamente, Ronda conseguiu a queda e ficou por cima, golpeando a cabeça da rival no ground and pound. Era o que ela precisava para tentar sua tradicional chave de braço. Após algumas tentativas, finalmente puxou o braço de Carmouche, que deu os três tapinhas faltando 11 segundos para o final do primeiro round.

Card Principal
Ronda Rousey finalizou Liz Carmouche (chave de braço) a 4min49 do 1º round
Lyoto Machida venceu Dan Henderson por pontos, em decisão dividida dos juízes
Urijah Faber finalizou Ivan Menjivar (mata-leão) a 4min34 do 1º round
Court McGee venceu Josh Neer por pontos, em decisão unânime dos juízes
Robbie Lawler nocauteou Josh Koscheck a 3min57 do 1º round

Card Preliminar
Brendan Shaub venceu Lavar Johnson por pontos, em decisão unânime dos juízes
Michael Chiesa finalizou Anton Kuivanen (mata-leão) a 2min29 do 2º round
Dennis Bermudez venceu Matt Grice por pontos, em decisão dividida dos juízes
Sam Stout venceu Caros Fodor por pontos, em decisão dividida dos juízes
Kenny Robertson finalizou Brock Jardine (chave de joelho) a 2min57 do 1º round
Jon Manley venceu Neil Magny por pontos, em decisão unânime dos juízes
Nah-Shon Burrell venceu Yuri Villefort por pontos, em decisão unânime dos juízes.

UOL Esporte

Focado em semi contra Real, Messi elogia rival: "equipe incrível"

Lionel Messi foi decisivo em vitória do Barcelona Foto: Getty Images

Lionel Messi foi decisivo em vitória do Barcelona

Após ter derrotado, neste sábado, o Sevilla por 2 a 1 pelo Campeonato Espanhol, o Barcelona volta suas atenções para o clássico contra o Real Madrid, na próxima terça-feira, partida de volta pela semifinal da Copa do Rei. Messi não tem dúvidas de que será preciso um Barcelona "em alto nível" para conseguir chegar à final.

"O Real Madrid é uma equipe incrível. Temos que estar no nosso melhor e fazer o de sempre sem deixar que o cansaço do jogo do Milan ou da partida de hoje nos afete", afirmou o argentino após o jogo contra o Sevilla.

O craque minimizou as críticas que tem recebido desde o jogo de ida do confronto com o Real, em Madri, que terminou em 1 a 1. Ele garante que só pensa em passar de fase:

"Não penso nisso, só em chegarmos à final. Sei de onde vêm as críticas, mas não me preocupam. O jogo contra o Real é maior do que isso", concluiu Messi.

Terra

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Botafogo-SP acorda após apagão e bate o 'rival direto' Penapolense

Cris marca para o Botafogo diante do Penapolense (Foto: Thiago Calil/Ag. Botafogo)

Cris marca para o Botafogo diante do Penapolense

No chamado jogo de seis pontos, melhor para o Botafogo. A equipe comandada pelo técnico Marcelo Veiga bateu o Penapolense neste sábado por 1 a 0, encerrou o jejum de três jogos sem vitórias, e de quebra, passou o CAP na tabela de classificação - as duas equipes brigam diretamente por uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série D.

Por causa do temporal que atingiu a região do estádio Santa Cruz no início da noite, em Ribeirão Preto, duas torres ficaram sem energia antes dos 15 minutos de jogo, e a partida precisou ser paralisada.

Foram 61 minutos de apagão e espera por parte das duas equipes e dos torcedores. Na volta ao gramado, o Botafogo voltou melhor e Cris, de cabeça, após cobrança de escanteio, fez o gol da da vitória.

Com o resultado, o Tricolor chegou aos 16 pontos e entrou no G8. Já o Penapolense, com 14, deve deixar a zona de classificação ao final da rodada. O próximo jogo do Botafogo é contra o São Caetano, sábado, no estádio Anacleto Campanella, às 18h30. O Penapolense terá pela frente o São Paulo, no Tenente Carriço, às 18h30.

O Jogo

Nem parecia que o Penapolense estava jogando fora de casa. Em quatro minutos, Silvinho teve duas chances claras para abrir o placar. O primeiro, após cruzamento de Fio, a bola atravessou a área botafoguense e o atacante não conseguiu alcançá-la. No segundo, um chute de fora da área passou raspando a trave direita de Rafael.

Acuado, o Botafogo não conseguia controlar a posse de bola. Eis que a energia de dois dos quatro refletores do estádio Santa Cruz foi interrompida por causa de um forte temporal, que deixou, inclusive, o bairro Ribeirânia, onde fica o estádio, sem luz. Foram 61 minutos de paralisação até que a energia fosse reestabelecida.

E quando a bola rolou novamente, o Botafogo acordou. Aos 22 minutos de bola rolando, escanteio batido da direita, Cris subiu mais alto e marcou o primeiro gol da partida.

Em vantagem no marcador, o Tricolor voltou a errar os passes e o Penapolense passou a criar chances. Liel e Fiel, com chutes de fora da área, exigiram boas defesas do goleiro Rafael, que espalmou para escanteio. Apesar da pressão, o Botafogo conseguiu levar a vantagem para o intervalo.

Na segunda etapa, o jogo ficou brigado, com as duas equipes tentando explorar a velocidade. O técnico Marcelo Veiga tirou o centroavante Dimba para colocar o volante Douglas Packer a fim de melhorar a marcação. A equipe segurou a pressão do Penapolense e deixou o gramado com os três pontos.

Globo Esporte

Zeferina vence segunda etapa do Interclubes Run no Vale do Sol

 

Em uma prova veloz num circuito diferenciado, a sertanezina Maria Zeferina Baldaia tornou-se a ganhadora da segunda etapa do Cicuito Interclubes Run na manhã deste sábado. Ela completou o percurso de 6 km no Clube Vale do Sol com o tempo de 22min09s e subiu ao pódio. No masculino, o ribeirão-pretano Leonardo Filipin Luz foi o mais rápido do dia com o tempo de 18min46s e levou o título entre os homens.

“Estou muito feliz de ter participado desta prova que, apesar de curta, foi muito importante para meu treinamento para a Meia Maratona de São Paulo que acontece agora em março. Quero agradecer aos organizadores e parabenizar a todos pelo brilhante evento com diversas famílias e muita interação entre os atletas”, disse Zeferina após ter recebido o troféu de campeã no feminino.

Entre os associados do Interclubes Run, Fabiana da Luz Gonçalves venceu no feminino com o tempo de 29min15s e Antonio Ribeiro Borges, no masculino, em 24min07s.

Foi a segunda etapa do Circuito que já esteve no Magic Gardens e também irá percorrer o Clube de Regatas e a Recra. A próxima etapa será no dia 8 de Junho no Regatas. Parte da arrecadação foi destinada à APAE (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais) de Ribeirão Preto.

“É muito gratificante quando podemos promover o esporte e ainda coloborar com uma instituição como a APAE que passa por um momento difícil. Valeu a pena ter organizado essa prova e ter tido como retorno esse sucesso absoluto. Agradecemos a todos os atletas por ter prestigiado e parabenizamos os vencedores”, discursou José Carlos Sica Calixto, um dos organizadores do Interclubes Run.

O Circuito Interclube Run – Etapa Vale do Sol – teve o patrocínio de Medicar, Ironage, TNT Energy Drink, Rochedo Gráfica e Editora, Esporte na Veia Sport and Businnes, Sica Cobranças e Liplass Embalagens Plásticas.

Confira os cinco primeiros de cada categoria no geral:


Categoria Geral Masculino

1º Leonardo Filipin Luz – Winner – 00:18:46

2º Rodrigo Neves Torres – Pacer- 00:19:29

3º Paulo da Silva – Ascoruse – 00:19:31

4º Edson Sacche – Pacer – 00:20:10

5º Fabiano de Souza Campos – Ascoruse – 00:20:20

Categoria Geral Feminino

1º Maria Zeferina Baldaia – Ascoruse – 00:22:09

2º Joelma de Jesus – Ascoruse – 00:22:46

3º Marlene Oliveira Silva – Pacer – 00:24:57

4º Maria José Mendes de Oliveira – Pacer – 00:25:56

5º Marina Nassar Costa – Pacer – 00:25:59

Top Comunicação

Nascar Truck tem acidente e Paludo em 7º na abertura da temporada

Johnny Sauter, Nascar Truck - AP (Foto: AP)

Sauter faz a festa com a equipe após vencer na abertura da temporada da Nascar Truck

Miguel Paludo estreou com um sétimo lugar na temporada 2013 da Nascar Truck. O americano Johnny Sauter foi o vencedor da prova de abertura, realizada em Daytona Beach na noite desta sexta-feira. Pelos critérios de pontuação da Nascar, o brasileiro, que largara em oitavo, é o sexto na classificação, com 37 pontos, dez a menos que Sauter.

Um acidente na volta 53 envolvendo Tim George Jr (5), John King (33), Jeff Agnew (27), Chris Fontaine (84), Brennan Newberry (14), o alemão Quiroga (77), Brendan Gaughan (62), Ryan Truex (30). Bryan Silas (99) e Max Gresham (8) marcou a etapa inicial. Nenhum piloto, no entanto, ficou ferido.
A temporada 2013 da Nascar Truck Series terá 22 etapas. A próxima prova acontecerá somente em abril, dia 6, em Martinsville. Neste sábado, também em Daytona, Nelsinho Piquet estará em ação pela Nationwide Series. A corrida que abre o ano terá início às 15h15m (de Brasília), com o brasileiro largando na 17ª posição.

acidente no NASCAR Truck Series em Daytona (Foto: AP)

Um acidente envolvendo dez competidores 'ilustrou' a etapa de Daytona Beach

Globo Esporte

Chefe vê arbitragem brasileira no melhor nível, mas cobra padrão

Chefe da arbitragem da CBF, Aristeu elogia juízes do Brasil apesar da falta de padrão Foto: João Paulo Di Medeiros / MEI João Paulo Bezerra Di Medeiros - Especial para o Terra

Chefe da arbitragem da CBF, Aristeu elogia juízes do Brasil apesar da falta de padrão

Alguns dos principais árbitros brasileiros passaram por um curso de aperfeiçoamento da Escola Nacional de Arbitragem de Futebol durante esta semana em Goiânia. Presente no evento, o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Aristeu Tavares, classificou a arbitragem praticada no Brasil como uma das melhores do mundo, mas luta para que os critérios sejam padronizados, em uma espécie de sintonia fina entre as decisões dos árbitros.

Para Aristeu, a arbitragem brasileira não perde em nada para a vista em outros centros do futebol e que os erros que acontecem por aqui são comuns lá fora também. “Eu entendo que estamos no nível das grandes potências mundiais. Aliás, é assim há muito tempo. Observamos falhas, erros, acertos, boas e más atuações em todos os países do mundo, nos grandes centros da Europa, da América do Sul, da Concacaf”, comparou.

Segundo o presidente, apesar de classificar o apito no Brasil como um dos melhores do mundo, os árbitros brasileiros têm suas falhas. E é no sentido de minimizá-las que a Comissão de Arbitragem realiza cursos e avaliações como esse realizado em Goiânia. Aristeu Tavares ainda contou que a preocupação na formação e aperfeiçoamento dos árbitros obedece quatro pontos.

“A arbitragem brasileira tem suas qualidades e suas falências, mas estamos trabalhando arduamente para tentar minimizar a ocorrência do equívoco, não que ele vá acabar. Todos os envolvidos no futebol e até em outras profissões tem seus equívocos, o jogador perde pênalti, o goleiro toma um 'frango', o treinador escala errado e o árbitro de forma inconsciente também comete os seus. Temos que tentar minimizar isso com muita instrução e com um acompanhamento com os quatro pilares da FIFA: o técnico, o físico, o psicológico e o social”, frisou.

Aristeu Tavares voltou a sinalizar que os erros acontecem em todos os lugares do mundo, mas que vê, em especial, a falta de padrão na adoção de alguns critérios de jogo. Para ele, o que falta é que todos os árbitros utilizem os mesmos parâmetros para lances semelhantes. "As falências são as mesmas que acontecem em outras partes do mundo, principalmente em relação a algumas interpretações que tem parâmetros, e esses parâmetros precisam estar padronizados ou pelo menos aproximados”" analisou.

Árbitros recebem instruções do instrutor físico Paulo Camelo e da psicóloga Marta Magalhães Foto: João Paulo di Medeiros / MEI João Paulo Bezerra Di Medeiros - Especial para o Terra

Árbitros recebem instruções do instrutor físico Paulo Camelo e da psicóloga Marta Magalhães

Aristeu exemplificou que até mesmo um lance que é considerado como interpretativo para a decisão de um árbitro pode obedecer a um critério estabelecido. "O que é mão na bola é mão na bola, tem parâmetro para dizer o que é mão na bola. É interpretativo, mas com parâmetros. E o quanto desses parâmetros aplicados nessa interpretação é o importante que façamos a aproximação sempre", salientou.

O presidente deu outros exemplos e ressaltou que caso a arbitragem alcance essa padronização, ou aproximação, no uso dos critérios vai facilitar o entendimento do público em geral e até mesmo o número de reclamações diminuirá. “Como em outros exemplos, se o lance é uma clara oportunidade de gol ou uma jogada vantajosa, se a falta é temerária ou jogo brusco grave, esses parâmetros precisam estar mais alinhados. Com isso até dentro de um senso comum o torcedor vai poder saber se um jogador tem que levar um cartão amarelo ou um vermelho”, concluiu.

Terra

Ausência de Neymar derruba pela metade presença de público na Vila

Neymar Santos treino (Foto: Ricardo Saibun / Divulgação Santos FC)

Neymar cumpre suspensão e não joga domingo


A importância de Neymar para o Santos dentro de campo é inegável. O desempenho ruim da equipe nas ocasiões em que o atacante não pôde atuar em 2012 prova isso - sem o camisa 11, o retrospecto santista no último Brasileirão foi de time rebaixado. Só que a relevância do astro do Peixe não é medida apenas do ponto de vista técnico. Neymar é também decisivo na hora de atrair público à Vila Belmiro.

Desde o início de 2012, o estádio do Santos recebeu 29 jogos. Nas 21 vezes em que Neymar esteve em campo, a Vila teve, em média, 10.563 pagantes (a Polícia Militar libera a entrada de cerca de 16 mil torcedores, devido às restrições de segurança). Nas oito partidas das quais o camisa 11 não participou, no entanto, a média de público despencou para 5.852 - cerca de 45% a menos, portanto.

Mesmo nos jogos realizados na Vila Belmiro após a eliminação na Taça Libertadores, os públicos registrados com Neymar em campo seguiram bem à frente daqueles dos jogos sem o camisa 11. Do empate por 2 a 2 com o Coritiba (primeiro confronto depois do torneio sul-americano) ao 3 a 1 aplicado sobre o São Paulo, pelo Campeonato Paulista deste ano, foram nove partidas com o astro no gramado e uma média de público de 9.114 pagantes. Nas seis ocasiões que o atacante não atuou, porém, a média caiu para 6.240 torcedores/jogo.

A consequência é que a renda que o Santos arrecada nos jogos em que Neymar se ausenta é bem menor do que nas ocasiões que o atacante está em campo. Nos 21 jogos realizados na Vila nos quais o camisa 11 atuou, a bilheteria registrou uma renda média de R$ 307.203,00. Já nas oito partidas sem Neymar, o valor médio arrecadado foi de R$ 107.467,00 - 65% a menos.

- Tenho a mais pura convicção de que o Neymar é uma atração, e faz diferença para qualquer espetáculo. Não só dentro de campo, mas fora, chamando público, divulgando o espetáculo. Não há dúvidas de que ele é um atrativo - reconhece o vice-presidente do Peixe, Odílio Rodrigues.

Neste domingo, às 18h30m (de Brasília), o Santos não terá Neymar contra o XV de Piracicaba, em partida válida pela nona rodada do Paulistão, devido à expulsão do atacante na derrota por 3 a 1 para a Ponte Preta. A julgar pelo que se viu de 2012 para cá, a expectativa é de uma Vila vazia.

Globo Esporte

Clássico termina em confusão, e Bernardinho sente "ambiente hostil"

Jogo entre Unilever e Sollys/Osasco foi disputado em alta tensão Foto: Luiz Doro/Adorofoto / Divulgação

Jogo entre Unilever e Sollys/Osasco foi disputado em alta tensão

Minutos após o final do clássico entre Sollys/Nestlé e Unilever, disputado na noite desta sexta-feira, houve confusão em frente aos vestiários do Ginásio José Liberatti. De acordo com o técnico Bernardinho, representantes do time da casa hostilizaram o delegado da partida.

"Eu simplesmente vi o supervisor e um assessor do Osasco desrespeitando o delegado da partida de forma hostil. Então, fui em defesa do cara. Eles estão loucos? Venceram a partida e vieram reclamar desrespeitosamente, apontando o dedo, xingando e falando", afirmou Bernardinho.

Benê Crispi, o supervisor do Osasco envolvido na confusão, a princípio se recusou a falar com a imprensa. Em seguida, no entanto, o diretor conversou rapidamente com a reportagem sobre o entrevero e criticou asperamente o árbitro Rogério Cezar Espicalsky.

"Falaram que o delegado da partida queria falar comigo", justificou, antes de citar o juiz. "A televisão mostrou que ele errou em momentos importantes. Em um jogo decisivo como esse, influenciou diretamente a situação da minha equipe. A gente enfrentaria o Rio do Sul e agora vamos pegar o Minas", reclamou.

Bernardinho, por sua vez, condenou a recepção oferecida pelos anfitriões paulistas. "O ambiente foi hostil, não foi um ambiente saudável como se espera em um confronto de alto nível como esse. Você não pode hostilizar um delegado dessa maneira e ele ficar acuado. Enquanto eu estiver presente, não vou deixar que isso aconteça", afirmou.

No momento em que o árbitro Rogério Cezar Espicalsky deixou o Ginásio José Liberatti, algumas dezenas de torcedores do Osasco ainda estavam posicionados em frente ao portão. Sem qualquer tipo de proteção, o juiz caminhou em meio a xingamentos e aplausos irônicos.

Apesar da derrota, o Rio de Janeiro encerrou a primeira fase da Superliga na primeira colocação, já que venceu dois sets. Nas quartas de final, a equipe carioca enfrenta o Rio do Sul, oitavo colocado e merecedor de respeito, de acordo com o técnico Bernardinho.

"O Osasco, na minha opinião, tem o melhor grupo da competição e o fato de termos jogado de igual para igual contra eles é um sinal de força. Toda a atenção e foco são necessários na próxima fase. As equipes de menor investimento se tornam muito perigosas e os favoritos que não mantiverem o padrão podem ser surpreendidos", disse.

Terra

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Circuito Interclubes abre temporada de corridas de rua em Ribeirão Preto

Corredores euatleta (Foto: Getty Images)

Circuito Interclubes abre temporada de corridas de rua em Ribeirão Preto

Está aberta a temporada de corridas de rua em Ribeirão Preto. Neste sábado, às 8h, atletas profissionais e amadores estarão juntos na primeira etapa 2013 do Circuito Interclubes Run, no Clube Vale do Sol, em Sertãozinho.

Para esta prova, com percurso de 6 km, a organização do evento estima a participação de mil corredores. Além dos anônimos, está confirmada a presença da campeã da São Silvestre 2001, Maria Zeferina Baldaia.

- Estou muito feliz de poder participar da prova. Será um circuito rápido pra mim, de apenas 6 km, mas muito bom para meu treinamento para a Meia Maratona Internacional de São Paulo. Esse tipo de prova me ajudará muito na preparação. O objetivo é interagir com os corredores e usar como treinamento para a prova que abre o calendário nacional de corridas - comentou Baldaia, que participará da Meia Maratona de SP no dia 17 de março.

Os inscritos devem retirar seus kits na rua Newton Stilac Leal, 460, no Jardim Botânico, em Ribeirão Preto, das 10h às 19h desta sexta-feira.

Globo Esporte

Hamilton lidera quarto dia de testes em Barcelona; Massa é 7º

Massa rodou na parte da manhã e terminou dia em sétimo Foto: AP

Massa rodou na parte da manhã e terminou dia em sétimo

O tempo conquistado na primeira parte do quarto dia de treinos livres em Barcelona foi o suficiente para garantir a liderança das atividades desta sexta-feira ao inglês Lewis Hamilton. Sem ser superado ou baixar a marca no complemento dos testes, o novo piloto da Mercedes manteve-se na ponta com 1min23s282. Após rodar na parte da manhã, o brasileiro Felipe Massa não teve grandes marcas na sessão da tarde, que foi prejudicada pela chuva, e terminou como o sétimo colocado.

Além de Hamilton e Massa, nenhum outro piloto conseguiu melhorar a marca na segunda sessão desta sexta e a classificação foi a mesma da paralisação matinal das atividades. A causa dos tempos ruins no complemento do último dia de treinos desta semana foi a forte chuva que caiu durante o dia em Barcelona.

Além de prejudicar a tomada de tempos, o mau-tempo também causou três paralisações durante a sessão desta tarde, duas a menos que na parte da manhã. A primeira foi com Esteban Gutiérrez, que escapou e ficou preso na caixa de brita da curva quatro, com uma hora e 46 minutos da sessão.

Com três horas e 30 minutos de atividades, o líder Hamilton parou entre as curvas cinco e seis, causando a segunda bandeira vermelha da tarde. Já Bianchi parou perto da saída dos boxes, a quatro minutos do fim, o que não permitiu a ida de pilotos à pista nos últimos instantes da sessão. O francês disputa a última vaga disponível no grid com o alemão Adrian Sutil, que havia testado a Force india na última quinta.

Após os ajustes nos testes de Jerez de la Frontera, no início do mês, e em Barcelona, nesta semana, os pilotos voltam a treinar entre os dias 28 de fevereiro e 3 de março, na mesma pista espanhola. Serão os últimos quatro dias de atividades antes da primeira prova da temporada, em Melbourne (AUS), no dia 17 de março.

Confira a classificação final dos treinos desta sexta-feira da Fórmula 1 em Barcelona:

1º Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - 1min23s282
2º Jenson Button (ING/McLaren) - a 0s351
3º Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso) - a 0s789
4º Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) - a 1s957
5º Jules Bianchi (FRA/Force India) - a 2s450
6º Giedo van der Garde (HOL/Caterham) - a 4s281
7º Felipe Massa (BRA/Ferrari) - a 4s281
8º Marc Webber (AUS/Red Bull) - a 4s334
9º Max Chilton (ING/Marussia) - a 6s620
10º Romain Grosjean (FRA/Lotus) - a 11s518

Terra

Demitido, técnico da 3ª divisão inglesa invade clube e furta objetos

Demitido, ex-atacante foi flagrado invadindo escritório de clube por câmeras de TV Foto: Getty Images

Demitido, ex-atacante foi flagrado invadindo escritório de clube por câmeras de TV

O ex-atacante Paolo di Canio, que ocupava o cargo de técnico de um time da terceira divisão do Campeonato Inglês, é acusado de ter furtado a sede da equipe após ser demitido. A informação foi divulgada nesta sexta-feira pela imprensa britânica, após divulgação de imagens do circuito interno de TV da sede da equipe.

Di Canio era o treinador do Swindon Town desde 2011, mas foi demitido no início da semana. Como suposta represália, ele invadiu a sede do clube e furtou fotos, afirma um representante do Swindon. Por medida de segurança, a equipe alterou os códigos de segurança nas fechaduras das portas.

Ao jornal inglês The Sun, o representante da equipe disse que Di Canio e três integrantes de seu staff entraram na sede do clube na madrugada de quinta-feira e levaram "tudo do escritório". "Se ele queria vir e recolher seus pertences, deveria ter pedido", lamentou a fonte ouvida pelo tabloide.

Entre os acusados de envolvimento estão Fabricio Piccareta, assistente do treinador; Domenico Doardo, ex-treinador de goleiros; e um massagista. Procurado, Di Canio não foi encontrado para comentar o caso. Cotado para assumir o West Ham, clube pelo qual atuou como jogador entre 1999 e 2003, o italiano foi descartado pela clube londrino.

Terra

Ministro brasileiro cobra evidências e contesta indiciamento de corintianos

O ministro conselheiro da embaixada brasileira na Bolívia, Eduardo Saboia, questiona as autoridades locais sobre os12 torcedores corintianos indiciados por homicídio pela morte do garoto Kevin Beltrán Espada, de 14 anos, na última quarta-feira. Saboia chegou nesta sexta-feira a Oruro e irá cobrar a justiça boliviana.

- Pelo que ouvi, dois foram indiciados como autores, mas gostaria de ver com quais evidências eles fizeram isso. Imagens? Exames? Com base em que foi feito esse indiciamento? Quero falar com a fiscal de investigação e com o juiz cautelar para esclarecer isso – disse Saboia.

O ministro levou artigos de higiene pessoal para os brasileiros. Os 12 torcedores estão divididos em duas celas no subsolo da Corte de Justiça de Oruro.

- Nós trouxemos cobertores, eu trouxe de La Paz escova de dente e pasta. Nosso pessoal está aí para isso. Quero acreditar que eles serão tratados com dignidade - argumentou.

Segundo os outros dois enviados da embaixada a Oruro, o tratamento dado pela polícia aos presos é cordial, mas as condições são inferiores em relação ao local onde os brasileiros estavam previamente detidos.

Eduardo Saboia  ministro conselheiro da Embaixada do Brasil na Bolívia (Foto: Diego Ribeiro)

Eduardo Saboia, ministro conselheiro da Embaixada do Brasil na Bolívia

- Quero conversar com as famílias (bolivianas) e expressar nosso pesar pela tragédia. Todos no Brasil estão muito tristes com o que aconteceu. As pessoas têm de responder pelos seus atos, e aqui se aplica a lei boliviana. Não quero que as pessoas deixem de responder pelos seus atos, só queremos que tudo seja corrido pelo processo legal e que as pessoas sejam tratadas com dignidade.

Os 12 presos dificilmente voltarão ao Brasil nos próximos seis meses.

De acordo com a perícia da polícia boliviana, sinalizadores apreendidos com dois dos 12 torcedores corintianos detidos coincidem com a cápsula encontrada no menino Kevin Beltrán Espada, atingido no olho direito por um sinalizador marítimo disparado do setor ocupado pelos alvinegros na partida diante do San José, na última quarta-feira, pela Taça Libertadores. A morte de Kevin sensibilizou todo o país. Até o presidente da Bolívia, Evo Morales, mandou um recado prometendo apoio total à família do garoto.

Globo Esporte

Técnico do City diz que Neymar não está preparado para o futebol inglês

Roberto Mancini no treino do Manchester City (Foto: Reuters)

Roberto Mancini diz que Neymar deve atuar no futebol espanhol: 'Mais técnico'

Radamel Falcao, Edinson Cavani, Luiz Suárez e... Neymar. Todos são nomes que agradam o técnico do Manchester City, Roberto Mancini, para a próxima janela de transferências. Mas, na sua análise, o camisa 11 do Santos ainda não está preparado para atuar no futebol inglês. Segundo o italiano, a tendência da joia da Vila Belmiro é se transferir para a Espanha, onde o futebol é mais técnico e com menos "pegada".

- O Neymar é um bom jogador. Ele é jovem, mas não sei se ele está pronto para jogar na Inglaterra. O futebol inglês é totalmente diferente. Acho que ele vai para o Barcelona ou para o Real Madrid, onde o futebol é mais técnico - avaliou o treinador, em entrevista ao jornal inglês "The Guardian".

Por outro lado, os outros atacantes que interessam ao City receberam elogios do comandante, que colocou Neymar abaixo de Cavani, que atua no Napoli, e Falcao, doAtlético de Madri.

- Gosto do Cavani. Mas todo mundo o quer. O Luiz Suárez joga num time de ponta como oLiverpool. Temos também o Falcao. Que todos querem também. O Suárez já está na Inglaterra. Na minha opinião, o Cavani e o Falcao iriam trabalhar muito bem no futebol inglês. Eles têm experiência e são bons o suficiente para atuar aqui - disse o comandante dos Citzens.

Vale lembrar que nas últimas semanas a imprensa noticiou na Europa que o City estaria disposto a investir em Neymar. De acordo com os jornais, o clube daria um "cheque em branco" para contar com o atacante do Peixe após a Copa das Confederações.

Globo Esporte

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Conmebol se exime de responsabilidade: "é coisa de segurança nacional"





















Hildo Nejar atacou policiamento local por permitir entrada de objetos explosivos no Estádio Jesús Bermúdez

A Conmebol não se responsabiliza pelo o incidente ocorrido na noite desta quarta-feira durante a partida entre San José e Corinthians pela Copa Libertadores, na cidade boliviana de Oruro. Na ocasião o torcedor Kevin Beltrán Espada, de 14 anos, morreu ao ser atingido por um sinalizador lançado pela torcida do Corinthians, que empatou por 1 a 1 com a equipe da casa.

"A Conmebol não se responsabiliza por essa matéria. Brigas envolvendo torcidas organizadas não é responsabilidade da entidade, isso é uma questão para ser tratada pelos órgãos de segurança de cada país. É coisa de segurança nacional", disse o representante brasileiro na Conmebol, Hildo Nejar.

O caso deve ser analisado pelo Comitê Disciplinar da entidade sul-americana. Nejar reconheceu que o regulamento da Libertadores não prevê punição ao Corinthians ou ao Estádio Jesús Bermúdez, onde foi disputado o encontro. Porém, o novo regulamento disciplinar da Conmebol implica que a equipe brasileira pode sofrer punições, que vão de multa a exclusão do torneio.

"O regulamento (do campeonato) não prevê qualquer punição. Mas o assunto será analisado e as providências serão tomadas com base no que foi relatado pelo delegado do jogo", completou Nejar.

Por fim, o representante da Conmebol falou sobre a entrada de artefatos explosivos em estádios. Nejar lembrou que isso é inclusive proibido pela Fifa, mas que coibir a entrada dos mesmos é também responsabilidade das forças de segurança de cada país.

"A Fifa proíbe terminantemente qualquer utilização de artefatos explosivos em estádios de futebol. Mas quem deve controlar e fazer cumprir essa determinação é a polícia", concluiu o dirigente.

Terra

Revista dos EUA chama Neymar de novo Pelé e questiona permanência no Brasil


























Neymar estampa a capa da tradicional revista americana Time que irá às bancas no mês de março. Ele é o personagem principal da edição veiculada na América Latina e também será abordado nas outras publicações. A Time, que chama o atacante do Santos de Novo Pelé, superou 3 milhões de exemplares circulados em 2012.

Parte da reportagem é reproduzida no site da revista e questiona: "por que a super estrela do futebol Neymar continua jogando no Brasil?". No recorte do texto já publicado, o autor descreve as sensações de um estádio de futebol paulista com Neymar em campo.

Considerada por muitos a revista semanal de maior circulação no planeta, a Time já estampou sete brasileiros em sua capa. Os presidentes Júlio Prestes, Getúlio Vargas, Café Filho, Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros, Artur da Costa e Silva e ainda o diplomata Osvaldo Aranha.

Terra

Na volta de Sutil, Alonso lidera manhã de treinos em Barcelona






















Afastado da F1 desde 2011, Sutil voltou a pilotar Force India

No terceiro dia consecutivo no comando do novo carro da Ferrari, o espanhol Fernando Alonso cravou o melhor tempo da manhã de testes coletivos no circuito de Montmeló, em Barcelona. Com a marca de 1min21s875, o ferrarista fechou na liderança da tabela de tempos, nesta quinta, que marca sua última participação na Catalunha. Os trabalhos foram marcados pelo retorno do alemão Adrian Sutil às pistas.

O segundo melhor tempo foi conquistado pelo alemão Nico Hulkenberg, surpreendente com a Sauber, 0s285 acima do tempo de Alonso. Na terceira colocação, Romain Grosjean manteve a bom desempenho da Lotus, que foi guiada por Kimi Raikkonen nos treinos anteriores.

Com a Mercedes, o alemão Nico Rosberg dedicou a primeira parte dos treinos para fazer testes aerodinâmicos, mas também reservou um bom tempo para as voltas rápidas, quando registrou a marca de 1min22s627, o que lhe rendeu a quarta colocação na tabela.

Já o venezuelano Pastor Maldonado aproveitou para girar o máximo que pode no circuito catalão, completando 79 voltas, bem acima de seus concorrentes. Em sua passagem mais rápida, ele registrou 1min22s675.

O britânico Jenson Button assumiu a Mclaren nesta manhã, mas enfrentou alguns problemas e seu desempenho não foi dos melhores, com apenas o sexto tempo e poucas voltas na pista.

A novidade ficou por conta de Adrian Sutil, terceiro alemão no teste desta quinta, que retornou a Fórmula 1 após guiar pela última vez na categoria em 2011. Em disputa com o francês Jules Bianchi pela vaga de titular na Force India, o alemão anotou o sétimo melhor tempo. Nesta sexta, quem testará o equipamento em Barcelona será Bianchi. Nos dois dias anteriores, o britânico Paul di Resta comandou o veículo.


Sutil ficou à frente do australiano Mark Webber, com a Red Bull, que deu preferencia para testar a consistência do carro, com uma simulação de corrida, que deixou a preocupação com os tempos de lado.

Em nono, apareceu a Toro Rosso de Jean-Éric Vergne. O australiano fechou com 1min23s366, e esteve bem melhor que Max Chilton, que completou a melhor volta com o tempo de 1min26s416. O novato Giedo van der Garde fechou com a pior marca de 1min27s344.

Terra

Comercial goleia o São Carlos por 4 a 1 na Joia e entra novamente no G8


Atuando em casa, o Comercial não deu chances para o São Carlos e, por 4 a 1, goleou o adversário na tarde desta quarta-feira (20). Com o resultado vitorioso – o primeiro de Luiz Carlos Martins no comando do Bafo –, o Leão retornou ao grupo que garante vaga na segunda fase da Série A2 do Campeonato Paulista.

Como foi de costume na maioria dos jogos do torneio deste ano, o Alvinegro tomou a iniciativa do jogo e tentou alternativas para abrir o placar desde o princípio da partida. Apesar do domínio, a primeira finalização de perigo do Leão surgiu aos 18 minutos, com Paulo Ricardo. O lateral dominou a bola pela direita e chutou forte, muito perto do gol.

O sol forte não permitia uma pressão mais incisiva, mas o percentual de posse de bola era visivelmente favorável ao Bafo. E foi com uma jogada bem trabalhada que o placar foi inaugurado no Palma Travassos: aos 44, Leandro Oliveira encontrou Paulo Ricardo livre na direita. O camisa 2 foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Macena, que trombou com a defesa e, praticamente sem goleiro, mandou a bola para o fundo da redes do São Carlos.

Com o resultado na mão, o Comercial tinha como objetivo na segunda etapa manter o ritmo e não deixar o São Carlos buscar a reação. Em contrapartida, as chances comercialinas continuaram aparecendo e o meia Leandro Oliveira começou a aparecer com frequência na área adversário, com duas boas finalizações.

Mas foi fora da área que o camisa 11 deixou sua marca pela primeira vez na competição: em cobrança de falta perfeita, o meia marcou um golaço e ampliou o resultado em favor do Leão do Norte. O gol deu moral ao jogador, que teve mais duas oportunidades para marcar, mas a bola foi para fora.

Quando o jogo se encaminhava para seu desfecho final, o meia Dewide, totalmente recuperado de lesão no joelho, também deixou sua marca no jogo. Paulo Ricardo fintou o zagueiro do São Carlos e serviu o camisa 15, que apenas desviou para o gol. Três minutos depois, o São Carlos fez seu gol de honra, mas nada que atrapalhasse os planos do Comercial.

Já nos instantes finais, Leandro Oliveira tentou invadir a área adversária e foi derrubado. Pênalti assinalado e cobrado pelo próprio jogador. Com categoria, a bola foi no canto direito de Borges, que se esticou, mas não conseguiu chegar na bola.

Site Oficial do Comercial FC

Futebol espanhol fica à beira de eliminação na Liga dos Campeões


Os quatro representantes do futebol espanhol na atual edição da Liga dos Campeões da Europa ficaram à beira da eliminação após a disputa dos jogos de ida pelas oitavas de final - uma situação que lembra um pouco a da temporada 2008/2009.

As equipes terão agora que conseguir resultados expressivos para avançar no torneio. O Valencia perdeu em casa para o Paris Saint-Germain (2 a 1) e o Real Madrid não passou de um empate em 1 a 1 com o Manchester United no Santiago Bernabéu. Já Málaga e Barcelona, que jogaram como visitantes, não marcaram gols e perderam para Porto (1 a 0) e Milan (2-0), respectivamente.

Há quatro campanhas, a situação mais tranquila era a do Barcelona, que empatou fora de casa com o Lyon (1 a 1) e, na partida de volta, venceu o time francês por um implacável 5 a 2. De quebra, o time catalão conquistou o título ao derrotar na final, em Roma, o Manchester United por 2 a 0.

Em 2008/09, o Villarreal também começou sua série eliminatória com um 1 a 1, mas em casa e contra o Panathinaikos. Em Atenas, porém, a equipe reverteu a situação com uma vitória por 2 a 1.

Já os times da capital sucumbiram. O Atlético de Madrid empatou no estádio Vicente Calderón em 2 a 2 com o Porto, na volta não passou de um empate em 0 a 0 e foi eliminado pela regra de gols marcados fora de casa. O Real Madrid, por sua vez, teve destino trágico. Perdeu por 1 a 0 para o Liverpool quando era anfitrião e foi goleado por 4 a 0 em Anfield.

Desta vez, os resultados iniciais são mais adversos para os times espanhóis, sobretudo devido à derrota do Barcelona para o Milan - surpreendente não só pela diferença no placar, mas pela forma como aconteceu, já que a equipe catalã teve raras chances de gol.

Em seus domínios, o Barcelona precisará ganhar por três gols de vantagem, mas nas últimas ocasiões em que se viu obrigado a reverter um confronto, contra Inter de Milão e Chelsea, não o conseguiu.

O Valencia precisa vencer por dois gols de diferença ou por um, desde que o placar seja superior a 2 a 1. A ameaça de ficar de fora da Liga é grande se for levado em conta o que o PSG vem apresentando nesta temporada, ainda que na próxima partida não possa contar com sua principal estrela, o atacante Zlatan Ibrahimovic, expulso no duelo de ida.

O Real Madrid irá ao estádio Old Trafford obrigado a vencer - ou empatar com placar de ao menos 2 a 2 - para continuar na luta pelo seu décimo título de Liga dos Campeões.

E o Málaga, estreante no torneio, contará com o apoio de sua torcida para tentar reverter a derrota por 1 a 0 no estádio do Dragão para o Porto.

Os jogos de volta serão realizados nos dias 5 (Manchester United-Real Madrid), 6 (Paris Saint-Germain-Valencia), 12 (Barcelona-Milan) e 13 de março (Málaga-Porto).

Terra

Grêmio pode encarar Inter com time misto no Gre-Nal deste domingo





















Luxemburgo pode escalar time misto para confronto no domingo


O Grêmio terá força máxima no Gre-Nal deste domingo, válido pelas quartas de final da Taça Piratini, o primeiro turno do Campeonato Gaúcho? Essa é uma pergunta que ainda não pode ser respondida, uma vez que o técnico Vanderlei Luxemburgo deixou no ar a possibilidade de poupar alguns jogadores.

Após a vitória do Grêmio diante do Fluminense, na noite da última quarta, pela segunda rodada do Grupo 8 da Copa Libertadores, Luxa foi indagado sobre o time que enfrentará o Inter no Centenário, mas ainda aguardará a situação clínica dos seus jogadores.

"Para o Gre-Nal nós vamos ver. Temos de recuperar todo mundo, ver como vamos fazer. Agora nós temos 15 dias para fazer uma intertemporada com a possibilidade de avançarmos e prepararmos a nossa equipe, dar um entrosamento maior, um trabalho mais físico, técnico e tático. Vamos ver como vamos fazer", destacou.

O atacante Barcos, que já retornou a Buenos Aires para o enterro do seu cunhado, estará de volta a Porto Alegre nesta sexta e pode ser um dos poupados por Luxa. O que pode favorecer o Grêmio é o fato de o time não atuar pela Libertadores no meio da próxima semana.

O Grêmio, sem Barcos, tem chegada prevista em Porto Alegre para as 16h30 (de Brasília) desta tarde, no Aeroporto Salgado Filho.

Terra

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Rio 2016: Justiça notifica COI por disputa envolvendo campo de golfe




















Presidente do comitê Rio 2016, Nuzman precisou interpretar a notificação para a chefe da Comissão de Coordenação do COI

Mais um entrave envolvendo uma instalação para os Jogos Olímpicos Rio 2016. A Comissão de Coordenação do Comitê Olímpico Internacional (COI), no Rio de Janeiro desde o início da semana para a quarta visita e rodada de reuniões com as autoridades brasileiras, foi notificada por um oficial de Justiça, na figura da chefe da comissão, a marroquina Nawal El Moutowakel, a cerca da disputa judicial que envolve o terreno onde será construído o campo de golfe.

Na noite da última terça-feira, um oficial de Justiça foi ao hotel, na Barra da Tijuca, onde a delegação está hospedada, para entregar a notificação pessoalmente a Nawal, que estava fora, jantando com outros membros. Um representante do COI, identificado apenas como Pierre, recebeu o documento, só que o advogado que representa a Elmway Participações, Sérgio Antunes Lima, insistiu que o documento fosse entregue em mãos para a marroquina.

Ao regressar do jantar, na mesma noite, Nawal recebeu o documento em português, fato que gerou mal estar na delegação, já que a chefe da Comissão de Coordenação, mesmo recebendo o documento, não tinha como interpretá-lo e recorreu ao presidente do comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman. O clima foi de desagrado entre todos.

De acordo com o advogado da Elmway, a notificação, expedida pelo juiz da 22ª Vara Cível Federal, Rafael de Souza Pereira, era apenas para que o COI tivesse ciência de que o terreno, no Parque Ecológico de Marapendi, está sub judice.

Após perder o processo no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), a Elmway recorre ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra o título de propriedade do local do futuro campo de golfe contra o empresário italiano Pasquale Mauro, que em associação com a construtora RJZ Cyrella, entrou em acordo com a Prefeitura para a construção do campo da modalidade que estreia nos Jogos Olímpicos pelo valor de R$ 60 milhões.

O acordo, tão apregoado pelo prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que não traria custos para o governo municipal, tampouco para o comitê organizador, prevê a construção do local em troca da permissão por parte da Prefeitura para o erguimento de 22 torres de 22 andares em terreno vizinho. O projeto foi aprovado pela Câmara de Vereadores do município.

Terra

Entrega de Kits do Circuito Interclubes Run Começa Nesta Quinta-Feira



















A entrega de kits da segunda etapa do Circuito Interclubes Run que acontece no próximo dia 23 de fevereiro no Clube Vale do Sol , tem início nesta quinta-feira 21 de fevereiro na loja da Lithe Store a partir das 13h.

Abaixo as informações sobre o local e horários:

LOCAL: Lithe Store - Loja 2
Rua Newton Stilac Leal, 460 - Jardim Botânico - Ribeirão Preto - Tel: 3446.1019

DATAS E HORÁRIOS:
21/fevereiro / quinta-feira= das 13h às 19h
22/fevereiro / sexta-feira = das 10h às 19h

Portal Foto Corrida

Após 4 gols em 8 min, Nacional-URU bate Toluca-MEX fora e lidera grupo do Boca




















Uruguaios comemoram gol em vitória fora de casa

Em um jogo emocionante, o Nacional do Uruguai venceu o mexicano Toluca por 3 a 2, fora de casa, na madrugada desta quarta-feira, e lidera provisoriamente o Grupo 1 da Libertadores. A partida ficou marcada pelo começo do segundo tempo, quando quatro gols foram assinalados em um período de apenas oito minutos.

Apesar do grande domínio na etapa inicial, a equipe da casa conseguiu abrir o placar apenas aos 31min, com Tejada. A vantagem levada para o intervalo, porém, foi rapidamente perdida: aos 3min da segunda etapa, Sanchez empatou. Aos 6min, Benitez voltou a colocar o Toluca na frente do marcador, mas o mesmo Sanchez igualou novamente aos 9min.

A virada uruguaia veio aos 11min, em jogada de Alonso. Com a vitória, o Nacional chega a quatro pontos e assume a liderança da chave, mas ainda pode ser igualado pelo Barcelona-EQU, que enfrentará o lanterna Boca Juniors, em Guayaquil, no próximo dia 27. Com três pontos, o Toluca é o vice-líder.

No próximo dia 7 de março, o Toluca volta a jogar como mandante, contra o Barcelona. Em Buenos Aires, o Nacional enfrenta o Boca.

Terra

Santos mira clássico no Morumbi e busca convencer Muricy a "renda extra"




















Santos foi punido por comportamento da torcida em duelo que marcou a volta de Ganso à Vila Belmiro

O comitê gestor do Santos definirá nesta semana, em reunião com o técnico Muricy Ramalho, o plano caso a suspensão de uma partida da Vila Belmiro seja mantida pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SP) para o clássico contra o Corinthians, no próximo dia 3. O clube busca efeito suspensivo, mas já se anima com a ideia de "renda extra" para o confronto. O Estádio do Morumbi é a primeira opção momentânea.

A determinação pela suspensão é para que o Santos atue a 70km de distância do local da punição, ou seja, jogos em São Paulo podem ocorrer desde que a rodada permita, devido a possíveis confrontos com outros rivais.

"São 70km e podemos jogar em São Paulo, também. É uma coisa que estamos vendo com o futebol, precisa ser conversado. O comitê gestor e a comissão vão dar suas visões. Pesamos a parte financeira, mas existe a técnica, também", afirmou Luiz Fernando Vella, diretor de patrimônio do clube.

Jogadores e a comissão técnica priorizam a Vila Belmiro como mando para a partida. O lateral esquerdo Léo externou que ainda espera por reviravolta para que possam atuar o clássico no estádio. Diante do São Paulo, na Vila, o Santos fez 3 a 1 neste ano.

"Foi alertado antes para que o torcedor tivesse calma, tranquilidade e evitasse isso. Mas aconteceu, esperamos que haja uma reviravolta porque jogar o clássico na Vila é importante. Sabemos como é Santos e Corinthians, nos sentimos muito à vontade lá", afirmou.

Além do Morumbi, o Santos também estuda a Fonte Luminosa, em Araraquara, como opção, Pesa contra o fato de no único jogo em que atuou como mandante longe da Vila ter sido surpreendido por 3 a 1 para o Paulista, no Estádio do Pacaembu.

O clube alvinegro foi punido devido aos atos hostis a Paulo Henrique Ganso em sua volta à Vila, marcados por uma chuva de moedas direcionadas ao jogador no fim do primeiro tempo.

Terra