quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Técnico da Ponte Preta aponta Vélez Sarsfield como favorito

A Ponte Preta está disputando uma competição internacional pela primeira vez em sua história, enquanto o Vélez Sarsfield tem um título da Copa Libertadores e um do Mundial de Clubes. Por isso, o técnico Jorginho jogou o favoritismo para o clube argentino, mas se mostrou confiante na vitória alvinegra nesta quinta-feira, quando será realizado o primeiro jogo das quartas de finais da Copa Sul-Americana, às 20h15, no Estádio Moisés Lucarelli.

"Os times argentinos possuem tradições em competições sul-americanas, assim como o próprio Vélez. Apesar deles serem os favoritos, sabemos que podemos ganhar o jogo. Temos que acreditar. Isso é o mais importante", afirmou Jorginho.

O treinador analisou o adversário através de alguns vídeos e disse que se trata de um time muito qualificado tecnicamente, destacando a velocidade do ataque. Talvez por isso exista a possibilidade de Jorginho escalar Artur ou o zagueiro César na lateral-direita, no lugar do contestado Régis. Os dois possuem características mais defensivas.

"Assistimos alguns vídeos sobre o Vélez e vimos que se trata de uma equipe qualificada tecnicamente, com um ataque veloz e um meio-campo bastante experiente. Temos que ter muita atenção durante o jogo", finalizou o treinador alvinegro.

A Ponte Preta espera contar com o apoio de sua torcida para superar o favoritismo do Vélez nesta noite. Até a manhã da última quarta-feira, mais de cinco mil ingressos haviam sido vendidos. A expectativa é que, pelo menos, 12 mil pessoas compareçam ao Majestoso.

Terra

Rival de Massa por vaga, Maldonado negocia com quatro times

Em entrevista exclusiva, venezuelano se vê como "o centro das atenções" e espera decisão até antes do GP do Brasil

Pastor Maldonado pode estar enfrentando um ano difícil com a Williams, tendo marcado apenas um ponto na temporada até aqui, mas se transformou nas últimas semanas no nome mais importante do mercado de pilotos para o ano que vem. Seus movimentos, inclusive, serão fundamentais para a definição do futuro de Felipe Massa, que negocia com a equipe inglesa justamente para ocupar o lugar do venezuelano.

Apoiado pela petrolífera estatal venezuelana PDVSA e dono de uma vitória no GP da Espanha do ano passado, o piloto do país revelou em entrevista exclusiva que conversa com quatro equipes e que espera definir seu futuro antes do GP do Brasil, no final de novembro.

TOTALRACE: Há três nomes-chave no mercado de pilotos: você, Felipe e Hulkenberg, mas a impressão é de que estão todos esperando pelo primeiro movimento, que seria o seu. Você acha que esta é realmente a situação?

PASTOR MALDONADO: Acho que houve muitas especulações durante toda a temporada. Colocavam-me na Ferrari há alguns meses, e depois na Sauber e na Force India. Escutei muitas coisas. Isso é normal quando a temporada de um piloto não corre muito bem. Queixei-me publicamente por várias vezes do rendimento do carro – e não somente eu, várias pessoas dentro da equipe reclamaram porque o carro não era competitivo. Trabalhamos muito duro, mas não conseguimos adaptar o carro ao que o piloto precisa.

Talvez por todos esses rumores, tornei-me o centro das notícias. Mas não sei se serei o mais importante. Só espero tomar a melhor decisão para meu futuro porque é um momento muito importante para a minha carreira. É minha terceira temporada na Fórmula 1, tenho uma vitória, ótimos resultados ano passado. Se tivermos um carro como o do ano passado, podemos fazer vários pontos. Tenho mais experiência e me sinto preparado para lutar por coisas maiores.

TOTALRACE: Com quantas equipes você tem conversado?

PASTOR MALDONADO: Com quatro equipes.

TOTALRACE: E como você pode avaliar quem estará melhor para a próxima temporada?

PASTOR MALDONADO: O ponto mais importante, por meu ponto de vista, é como a equipe está estruturada: a fábrica e as ferramentas que a equipe tem. Em segundo lugar, os técnicos que a equipe tem. Em terceiro, a posição financeira da equipe, para garantir ao piloto o desenvolvimento do carro durante toda a temporada. Além disso, é importante ter um bom feeling com as pessoas que vão trabalhar comigo.

TOTALRACE: E seu feeling aponta para uma continuidade ou saída da Williams?

PASTOR MALDONADO: Eu tenho uma boa relação com os técnicos da equipe, com meus engenheiros. Além da relação de trabalho, existe uma amizade. Certamente há uma vantagem, se eu ficar na Williams, de não começar do zero. Com outras equipes, como há uma mudança de regulamento, as coisas começariam do zero. Quero decidir com tranquilidade porque as portas estão abertas para mim e espero tomar a melhor decisão para meu futuro.

TOTALRACE: Você tem um bom patrocinador. Eles vão para onde você for? Será uma decisão conjunta?

PASTOR MALDONADO: Será uma decisão minha. De mais ninguém. É um momento muito importante na minha carreira. A PDVSA tem me dado um apoio muito importante, não apenas na F-1, mas por toda minha carreira no automobilismo. É a empresa principal de nosso país e fez muito pelo esporte. Espero que eles continuem me apoiando e que conquistemos o que tanto almejamos.

TOTALRACE: Quando será o anúncio de seu futuro?

PASTOR MALDONADO: Não tenho uma data-limite. Espero que isso ocorra antes do fim da temporada, antes do GP do Brasil.

Site TotalRace

Robinho retorna, e Willian é a surpresa na convocação da Seleção

O técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, anunciou nesta quinta-feira a lista de 22 jogadores convocados para os amistosos contra Honduras (dia 16 de novembro, em Miami) e Chile (dia 19 de novembro, em Toronto). Conforme esperado, a principal novidade foi a volta de Robinho, que não era convocado desde 2011.

A última vez que Robinho defendeu a Seleção Brasileira foi em 10 de agosto de 2011, em um amistoso contra a Alemanha em Stuttgart. Na ocasião, o atacante do Milan marcou um dos gols do Brasil, mas não conseguiu evitar a derrota por 3 a 2. A equipe era comandada por Mano Menezes.

Robinho retorna à Seleção em meio à polêmica da ausência de Diego Costa. O atacante do Atlético de Madrid, que defendeu o Brasil em amistosos em março, era nome certo na lista de Felipão, mas optou por esperar uma convocação para a Espanha.

Outro jogador que retornou à Seleção Brasileira foi Willian, meio-campista do Chelsea que não atuava pela equipe nacional desde a vitória por 2 a 0 sobre o Egito em 14 de novembro de 2011. Em compensação, o meia Lucas Moura (Paris Saint-Germain) ficou de fora, depois de apresentações discretas contra Coreia do Sul e Zâmbia. O goleiro Júlio César também retorna.

Ao contrário do que aconteceu nos dois amistosos de outubro, o treinador apostou em uma base que atua na Europa para os jogos. Da lista de 22 atletas chamados nesta quinta-feira, apenas Victor e Jô, ambos do Atlético-MG, foram lembrados - ambos com o aval do técnico Cuca.

Depois dos dois jogos amistosos de novembro, o Brasil tem apenas mais um amistoso agendado com o aval da Fifa: contra a África do Sul. Os anfitriões da Copa do Mundo de 2014 medem forças com a seleção que recebeu o Mundial de 2010 no dia 5 de março, em Johanesburgo.

Confira a lista:

Goleiros
Julio César (Queen's Park Rangers) e Victor (Atlético-MG)

Defensores
Daniel Alves (Barcelona), Maicon (Roma), Thiago Silva (Paris Saint-Germain), Dante (Bayern de Munique), David Luiz (Chelsea), Marquinhos (Paris Saint-Germain), Marcelo (Real Madrid) e Maxwell (Paris Saint-Germain)

Meio-campistas
Paulinho (Tottenham), Hernanes (Lazio), Luiz Gustavo (Wolfsburg), Lucas Leiva (Liverpool), Ramires (Chelsea), Oscar (Chelsea), Willian (Chelsea) e Bernard (Shakhtar Donetsk)

Atacantes
Hulk (Zenit St. Petersburg), Jô (Atlético-MG), Robinho (Milan) e Neymar (Barcelona)

Terra

Copa da Liga: Tottenham vence o Hull nos pênaltis e vai às quartas de final

Sigurdsson comemora gol do Tottenham contra o Hull City (Foto: Agência Reuters)

Jogadores do Tottenham festejam classificação suada para as quartas

Depois de vencer o Hull City por 1 a 0 no fim de semana pelo Campeonato inglês, o Tottenham voltou a enfrentar os Tigers nesta quarta, desta vez pela Copa da Liga Inglesa, e novamente teve muito trabalho. Após um empate por 1 a 1 no tempo regulamentar, as equipes ampliaram a igualdade para 2 a 2 na prorrogação, levando o duelo para os pênaltis. Os Spurs levaram a melhor, venceram por 8 a 7, com Paulinho acertando uma das cobranças, e avançaram para as quartas de final. O adversário será o West Ham.

Na outra partida do dia, o Manchester City venceu o Newcastle por 2 a 0, em resultado que foi construído na prorrogação. Negredo e Dzeko marcaram para os Citizens, que enfrentarão o Leicester, da segunda divisão, na próxima fase. O Manchester United visitará o Stoke City, e o Chelsea jogará fora de casa contra o vencedor de Sunderland contra Southampton. Nas quartas, a disputa também será decidida em jogo único.

SPURS X RETRANCA

O Hull entrou em campo com uma proposta bem simples: se fechou completamente na defesa e não deu espaços para o Tottenham jogar. Na maior parte do tempo, o máximo que se via no setor ofensivo eram dois jogadores. Ironicamente, os Tigers tiveram a melhor chance da etapa inicial, aos quatro minutos, quando Graham recebeu cruzamento rasteiro da esquerda e, mesmo sem marcação, conseguiu errar a bola na hora do chute.

Os londrinos tinham calma e tocavam a bola com cuidado apesar de o adversário não oferecer nenhum risco de contra-ataque. Mas a muralha rival mantinha-se intacta. Até que uma jogada de gênio levou todo o poderio defensivo do Hull abaixo. Sigurdsson, aos 15 minutos, se livrou da marcação com um drible espetacular e acertou um chute perfeito de fora da área. A bola foi parar no ângulo direito do goleiro.

O gol não mudou o panorama da partida. Com a vantagem, os Spurs passaram a tocar ainda mais a bola de um lado para o outro, deixando de investir no ataque. O marasmo dos londrinos parece ter cansado os Tigers, que começaram a se arriscar no ataque e levaram mais perigo que o rival no fim do primeiro tempo. A cautela do Tottenham quase lhes custou caro.

O TIGRE ACORDA

No segundo tempo, o Hull mudou de atitude e partiu em busca do gol pelas pontas, chegando ao empate aos oito minutos.  Elmohamady fez boa jogada pela direira e cruzou rasteiro para Davies. Com o gol aberto, o jogador chutou em cima de Friedel, que já estava vendido na jogada. Para a sorte dos Tigres, a bola bateu no goleiro e seguiu em direção ao gol.

A partida ficou mais aberta. Paulinho jogava com maior liberdade, subindo ao ataque, mas o Tottenham criava poucas chances. O técnico André Villas-Boas fez as três mudanças possíveis, o que não causou o efeito esperado. Nos acréscimos, todavia, Sigurdsson novamente tirou um coelho da cartola e quase se transformou no herói do jogo, ao acertar o travessão em chute da entrada da área.

A ZEBRA DORME

O islandês era a única boa arma do Tottenham e quase fez o segundo aos cinco minutos da prorrogação. Em novo chute da entrada da área, o meia tirou tinta da trave. O Hull foi mais feliz na resposta. Em escanteio aos oito minutos, McShane cabeceou e fez o da virada. Mas os Spurs conseguiram reunir forças para reagir na segunda parte. Kane, aos oito, empatou em um chute fraco da meia-lua e o jogo foi decidido nos pênaltis

Nas cinco penalidades iniciais, cada equipe perdeu uma tentativa. A disputa seguiu até que Elmohamady viu o goleiro Friedel defender seu chute com o pé. Paulinho participou e realizou boa cobrança. Classificação suada e que vai gerar pressão sobre o técnico André Villas-Boas, já que o Tottenham novamente não teve uma boa atuação.

Globo Esporte

Corrida: Iguatemi Ribeirão Preto recebe primeiro circuito de corrida noturna

A noite do dia 09 de novembro será agitada para os atletas de Ribeirão Preto. O Shopping Iguatemi Ribeirão Preto será palco do primeiro Track&Field Night Run, com organização da Latin Sports. A prova espera receber até 1.000 atletas em uma corrida noturna de 6km, com largada no estacionamento do shopping e promete trazer uma série de novidades e surpresas para quem também estiver de passagem pelo shopping. A largada acontece às 19h00. Entre os destaques do percurso estão o entorno do Iguatemi todo arborizado, circuito plano e presença de Dj na arena durante todo oevento.

Já os atletas terão benefícios como: sessão de massagem após a prova, estacionamento gratuito, frutas e isotônico na chegada da prova, entre outras novidades.

Outro destaque é o kit atleta que todos os inscritos recebem com uma camiseta exclusiva Thermodry® da grife Track&Field, uma sacola do evento, um par de meias performance e uma toalha de secagem rápida.

Os primeiros colocados da corrida ainda ganham premiação em troféu e um kitexclusivo da Track&Field. Todos os atletas que concluírem a prova regularmente recebem medalha finisher.

O Track&Field Night Run é apresentado pela Caixa Econômica Federal, realizado pela Track&Field e Associação Brasileira Esportiva Social e Cultural Endurance (ABEE) e organizado pela Latin Sports, com patrocínio do Shopping Iguatemi Ribeirão Preto e apoio Amni, Rosset, Gatorade e Kellness.

Serviço:
Inscrições: www.tfrunseries.com.br
Quanto: R$ 90,00
Quando: 09/11/2013
Largada: 19h00
Entrega do kit: dias 07, 08 (das 10h às 22h) e 09 (até as 12h) na lojaTrack&Field do Shopping Iguatemi Ribeirão Preto.

Futebol Interior

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Ritmo forte na Índia é estímulo da McLaren para surpreender em Abu Dhabi

Quinto lugar de Pérez, chegando a poucos segundos do pódio no último GP, mostra que carro está competitivo

O bom resultado de Sergio Pérez no GP da Índia, quando foi quinto colocado é o estímulo que a McLaren usará para tentar fazer mais uma boa corrida em Abu Dhabi, neste final de semana. Para Jenson Button, que deixou de pontuar após sete corridas consecutivas no Top 10, o time mostrou que pode se aproximar dos carros da frente.

“Mesmo que a corrida não tenha sido das melhores para mim, acho que toda a equipe deve se sentir encorajada pelo nosso ritmo na Índia. A nossa velocidade e consistência foram as mais fortes durante toda a temporada”, comentou o inglês ao site oficial da F1. “Com certeza vamos usar este impulso para fazer uma boa corrida em Abu Dhabi, mesmo sendo uma pista bem diferente”, continuou.

Para Button, agora que o campeonato de pilotos já foi decidido, todos se voltarão para a preparação para a temporada 2014. “Agora que o campeonato de pilotos já terminou, todos aproveitarão para testar o pacote de 2014. Estou ansioso para terminar o ano da forma mais forte possível, a fim de entrar forte no ano que vem”, explicou o campeão de 2009.

Para Pérez, que conseguiu seu melhor resultado na McLaren no último domingo, é hora de aproveitar o embalo. “O último GP foi o meu melhor na McLaren até hoje e um bom exemplo do que posso fazer quando tenho um carro sólido. E o objetivo é levar este impulso para Abu Dhabi, uma das pistas mais impressionantes e sofisticadas do mundo. Os dois primeiros setores têm uma série de curvas de alta velocidade e curvas travadas e o terceiro setor é ainda mais complicado”, definiu. “É fundamental ter um bom acerto aqui”, completou o mexicano.

Terra

Paulistão terá grupos e chance de final nos pênaltis

Marco Polo del Nero, presidente da federação - José Patrício/Estadão

Marco Polo del Nero, presidente da federação

O conselho técnico (antigamente chamado de arbitral) da Federação Paulista de Futebol (FPF) aceitou a proposta dos dirigentes da entidade, nesta quarta-feira, e definiu que o Paulistão/2014 terá quatro grupos na primeira fase e será realizado em 19 datas, quatro a menos do que nos últimos anos. Antes do conselho técnico, realizado na sede da entidade, a FPF já havia conversado individualmente com os dirigentes dos 20 clubes da Série A-1 do Paulistão e acertado com eles a aprovação do formato proposto nesta quarta-feira.

Pelo novo modelo, os 20 times foram divididos em quatro grupos. Cada equipe atua contra os rivais das outras chaves, totalizando 15 jogos na primeira fase. Como São Paulo,Santos, Palmeiras e Corinthians foram cabeças de chaves no sorteio, a federação garantiu a realização de todos os clássicos na primeira fase, agradando à TV. O formato é uma resposta ao Bom Senso FC, grupo formado por jogadores, e que reclama, entre outras coisas, da falta de uma pré-temporada adequada e o excesso de jogos por ano. Com os grupos, o Paulistão elimina quatro datas da primeira fase e poderá iniciar uma semana depois do previsto, em 19 de janeiro, atendendo também uma necessidade do calendário apertado em razão da Copa do Mundo.

Os dois primeiros colocados de cada um dos grupos avançam às quartas de final. Esta fase e a semifinal ocorrem em jogo único, enquanto a decisão do título se dará em duas partidas, como vem sendo nas últimas temporadas. Em todos os confronto, em caso de empate (inclusive no placar agregado da final), o vencedor será apontado nos pênaltis. As quatro equipes de pior campanha geral são rebaixadas. Os times sorteados nos grupos A e B (de São Paulo e Corinthians) terão o direito de realizar sete partidas como mandante, com os grandes recebendo dois clássicos. Já os times dos grupos C e D (de Santos e Palmeiras) farão um jogo a mais em casa, mas só mandarão um clássico.

SORTEIO
Foi definido previamente que o pote 1 teria os quatro grandes, o pote 2 os demais times que chegaram às quartas de final do Paulistão do ano passado, e nos dois potes seguintes as equipes que ficaram nas colocações subsequentes. No pote 5, os times que foram promovidos da Série A-2, incluindo a Portuguesa. O Santos foi quem deu mais azar, uma vez que caiu no mesmo grupo que a Ponte Preta e a Portuguesa. Os três não se enfrentam na primeira fase, mas no máximo dois deles avançam às quartas de final. Já o São Paulo vai brigar por duas vagas contra Penapolense, Linense, Atlético Sorocaba e Comercial, no grupo relativamente mais fraco da competição.

Confira como ficaram os grupos do Paulistão

GRUPO A - São Paulo, Penapolense, Linense, Atlético Sorocaba, Comercial

GRUPO B - Corinthians, Botafogo, XV de Piracicaba, Ituano, Audax

GRUPO C - Santos, Ponte Preta, São Bernardo, Paulista, Portuguesa

GRUPO D - Palmeiras, Mogi Mirim, Bragantino, Oeste, Rio Branco

Estadão

Eurico acusa Dinamite de omissão e promete voltar: "Vasco é nau sem rumo"

Ex-presidente do Vasco, Eurico Miranda deu entrevista ao Terra e cravou não só que será candidato nas próximas eleições do Vasco da Gama, em 2014, mas que voltará ao comando da equipe carioca - o ex-dirigente diz receber apelos de torcedores pelo seu retorno 

Uma das figuras mais polêmicas e influentes do futebol brasileiro até meados da década passada, Eurico Miranda, 69 anos, saiu dos holofotes em 2008, depois de perder a eleição à presidência do Vasco para Roberto Dinamite. Havia comandado o clube de 2000 a 2008. Antes disso, atuou muito tempo como dirigente, posição na qual se notabilizou como vice-presidente de futebol.

Fora do comando, manteve atuação política no clube, mas não vinha esboçando qualquer possibilidade em tentar voltar à presidência. Com o enfraquecimento de Dinamite e o péssimo desempenho do time nos gramados, porém, Eurico se coloca novamente como opção para liderar o Vasco. Atual presidente do Conselho de Beneméritos do clube, ele confirma sua candidatura para as eleições agendadas para junho de 2014. Segundo o ex-dirigente, ele se coloca à disposição devido a pedidos de torcedores, e para que os netos voltem a ver um Vasco vencedor.

“Não é que eu queira voltar. Eu vou voltar”, afirma, de forma veemente, entre uma baforada e outra, fumando charutos, em entrevista aoTerra.

Apontado por muitos como o principal responsável pelo rebaixamento do Vasco em 2008, Eurico nega qualquer responsabilidade na desastrosa campanha daquele ano. Ele deixou a presidência na metade da temporada, com o time estava afastado da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Para ele, a atual campanha do time, que corre grande risco de cair novamente, mostra que a administração de Roberto Dinamite é “omissa e fraca”.

“O problema todo do Vasco é que não há comando. É uma nau sem rumo”, critica.

Veja a entrevista de Eurico ao Terra

Terra

Manchester United colocará meia Anderson na lista de negociáveis

Ex-gremista deve ser liberado para enxugar folha salarial do clube Foto: Getty Images

Ex-gremista deve ser liberado para enxugar folha salarial do clube

O técnico David Moyes decidiu colocar o meia brasileiro Anderson na lista de negociáveis do Manchester United no próximo mercado de transferências, em janeiro. A informação foi divulgada nesta terça-feira pelo diário Daily Star.

Segundo a publicação, o clube inglês aceita negociar o jogador brasileiro por um valor a partir de 8 milhões de euros (R$ 24 milhões).

O objetivo de Moyes é diminuir a folha salarial do clube. Anderson recebe atualmente 60 mil libras (R$ 211 mil) semanais.

Anderson foi contratado pelo Manchester United em 2007, proveniente do Porto. O jogador brasileiro se destacou pelo Grêmio, e foi importante na campanha do clube gaúcho na Série B do Campeonato Brasileiro de 2005. O meia não conseguiu, no entanto, se firmar no futebol inglês.

Terra

River Plate e Lanús iniciam duelo por vaga nas semifinais

Argentinos iniciam busca por vaga na semifinal da Copa Sul-Americana (FOX)

Argentinos iniciam busca por vaga na semifinal da Copa Sul-Americana (FOX)

 

Em má fase no Campeonato Argentino desta temporada, onde não triunfa há quatro partidas (duas derrotas e dois empates), o River Plate tem na Copa TOTAL Sul-Americana oportunidade de conseguir recuperação. E, nesta terça-feira (29), às 21h15, o time de Buenos Aires inicia sua trajetória nas quartas de final diante do Lanús, no estádio La Fortaleza. O FOX Sports trasmite a partida ao vivo. Não fique de fora da nossa transmissão! Mande suas perguntas na área de comentários e torça para que ela seja lida ao vivo.

Algoz de San Lorenzo e LDU de Loja (Equador) nas fases anteriores do torneio continental, o River Plate aparece na 14ª colocação na tabela de classificação do Campeonato Argentino, com 16 pontos. Em seus últimos confrontos na competição nacional, a equipe comandada pelo treinador Ramón Díaz sucumbiu diante de Boca Juniors e Newell’s Old Boys. Além disso, empatou com Belgrano e Atlético Rafaela.

A última vitória do clube de Buenos Aires foi justamente diante do Lanús, em 29 de setembro, quando triunfou por 1 a 0. Para o embate desta terça-feira, a principal dúvida na escalação está no setor de meio-campo. Jonathan Fabbro e Manuel Lanzini disputam posição, sendo que o ex-atleta do Fluminense deve aparecer no time principal.

O Lanús, por sua vez, chega ao confronto embalado por vitórias contra Colón e San Lorenzo no torneio nacional, onde aparece oitava posição, com 19 pontos. Campeão da Copa Conmebol em 1996 e vice no ano seguinte, o time argentino busca seu segundo título continental.

“Primeiramente, perdemos nossa última partida contra eles. Acho que estamos no mesmo nível de competitividade, não importa quem está melhor neste momento. São dois confrontos e veremos quem é capaz de se impor em campo”, encerrou o treinador do Lanús, Guillermo Barros Schelotto.

Fox Sports

Brasileiro Guilherme Siqueira marca seu primeiro gol com a camisa do Benfica

Brasileiro Guilherme Siqueira marca seu primeiro gol com a camisa do Benfica

Bastaram sete jogos para que o lateral-esquerdo brasileiro Guilherme Siqueira anotasse o seu primeiro gol com a camisa do Benfica.

Na vitória de 2x0 sobre o Nacional da Ilha da Madeira, no último domingo (27), foi de Siqueira o gol que abriu o placar, logo aos 14 minutos da etapa inicial, em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Português.

Mesmo atuando mais no setor defensivo, Guilherme Siqueira ganhou notoriedade na Europa pelo seu poder ofensivo. Pelo Granada, onde atuava antes de se transferir para o time português, Siqueira marcou 13 gols nas últimas duas temporadas.

Treze minutos após o gol, Siqueira acabou substituído pelo treinador Jorge Jesus em função de uma lesão na coxa esquerda que poderá o deixar de fora das duas próximas partidas da equipe.

Confira como foi o gol de Siqueira:

http://www.youtube.com/watch?v=51kwkXmjRUg

AV Assessoria

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Pérez se diz motivado após alcançar melhor resultado do ano

Mexicano foi quinto e superou o desempenho do Barhein; Button sofreu com batida e ficou fora da zona de pontuação Foto: Getty Images

Mexicano foi quinto e superou o desempenho do Barhein; Button sofreu com batida e ficou fora da zona de pontuação

Enquanto Sebastian Vettel venceu o Grande Prêmio da Índia neste final de semana e a Red Bull comemorou o tetracampeonato, a McLaren celebrou algo bem diferente: Sergio Pérez chegou na quinta colocação, sua melhor desde que estreou pela equipe. Segundo o mexicano, o resultado o deixa ainda mais motivado para conseguir outras posições importantes nas últimas corridas.

"Nós estamos tendo uma temporada difícil, então esse tipo de resultado motiva todo mundo do time. Isso realmente dá um incentivo para as últimas três corridas", afirmou o piloto, que lembrou que poderia ter alcançado bons resultados nas outras provas se não tivesse problemas com o carro. "Finalmente, corri sem qualquer má sorte como tivemos nas últimas duas ou três corridas, nas quais deveríamos ter terminado em uma posição semelhante à que nós terminamos hoje".

Pérez largou na nona posição e correu bem durante toda a prova para ganhar posições. Com uma boa largada e uma boa estratégia de equipe, ele deixou para trás pilotos como Kimi Raikkonen, Lewis Hamilton e Fernando Alonso. Antes da Índia, a melhor colocação do mexicano havia sido o sexto lugar conquistado na etapa do Bahrein.

Enquanto Pérez foi bem, o companheiro Jenson Button não teve muita sorte, rodou após colidir com Fernando Alonso e só terminou na 14ª colocação. "É realmente uma pena porque o carro estava bom aqui. É uma pena que não conseguimos somar pontos com os dois carros, mas isso acontece às vezes", declarou o britânico.

Terra

Em alta no City, Fernandinho sonha com Copa e quer ação contra racismo

Meio-campista Fernandinho vive bom momento no Manchester City Foto: Getty Images

Meio-campista Fernandinho vive bom momento no Manchester City

Um dos clubes mais endinheirados do futebol europeu, o Manchester City iniciou a temporada 2013/14 disposto a não repetir o ano anterior, em que deu vexame na Liga dos Campeões - queda na primeira fase - e terminou com o vice do Campeonato Inglês. Para conquistar novos títulos, o clube gastou 30 milhões de euros (R$ 90 milhões) nos atacantes Álvaro Negredo e Stevan Jovetic, mas o maior valor, 40 milhões de euros (R$ 120 milhões), foi investido em um brasileiro: Fernandinho.

Revelado pelo Atlético-PR, o volante ficou oito temporadas no Shakhtar Donetsk, onde conquistou seis edições do Campeonato Ucraniano e a Liga Europa de 2008/09. As atuações sólidas no Leste Europeu chamaram a atenção do Manchester City, e o meio-campista rapidamente respondeu positivamente: tornou-se titular e vem formando boa dupla com o marfinense Yaya Touré.

"Eu vim muito bem preparado, me preparei bem psicologicamente para enfrentar todos os desafios. Um dos desafios era me tornar titular absoluto para jogar a maior quantidade de jogos possíveis. O que está acontecendo foi planejado lá atrás", disse Fernandinho em entrevista ao Terra.

O meio-campista mantém a esperança de ser lembrado por Luiz Felipe Scolari para que possa participar da Copa do Mundo de 2014. Se o volante esteve em algumas convocações de Mano Menezes, com Felipão ainda não recebeu oportunidades para defender a Seleção Brasileira. O jogador ainda falou sobre o caso de racismo sofrido por Touré em partida pela Liga dos Campeões. Fernandinho explicou que não ouviu os cânticos preconceituosos proferidos pela torcida do CSKA de Moscou, mas pediu uma ação dura da Uefa contra a intolerância.

Terra

Ribeirão Preto garante elite dos Jogos Abertos de 2014

Warley Leitee.Macedo / Divulgação

Leize e Andrea (de branco), campeãs no vôlei de praia

O esporte de Ribeirão Preto está de volta à Primeira Divisão dos Jogos Abertos do Interior. O vice-campeonato da Segunda Divisão, conquistado neste fim de semana, em Mogi das Cruzes, garantiu a cidade na disputa principal da competição esportiva de 2014, em Bauru.

O regulamento determinava o acesso à elite das duas melhores cidades da Segunda Divisão. Americana, campeã com 295 pontos, e Ribeirão Preto, vice com 119, se classificaram independentemente dos resultados que serão obtidos Jogos Regionais do Interior de 2014.

“Para mim foi uma surpresa mais do que agradável. Subir pelos Jogos Abertos é uma coisa muito difícil”, destacou o chefe da delegação ribeirão-pretana nos jogos, Eduardo Baptista, o Dado. Foi a primeira vez que Ribeirão se garantiu em uma edição seguinte de Abertos através da Segunda Divisão, enfrentando cidades mais qualificadas do que as rivais em Jogos Regionais. Os Jogos Abertos foram divididos em duas séries em 2008.

Além de Ribeirão Preto e Americana, os quatro primeiros colocados da Primeira Divisão também garantiram vaga na elite de 2014: São Bernardo do Campo (campeão), São José dos Campos, Piracicaba e Mogi das Cruzes. Os classificados das oito regiões serão conhecidos apenas em julho de 2014, quando são realizados os Jogos Regionais.

Sem acomodação

Mesmo garantido na primeira divisão, Dado não prevê acomodação nos Jogos Regionais de 2014, em Bebedouro. “Muito pelo contrário, a motivação será muito maior”, disse. “Quando ganhávamos os Regionais tínhamos apenas dois meses de preparação e agora, pela primeira vez, vamos ter melhores condições de programação.”

Pódios e medalhas

Os 119 pontos de Ribeirão nos Abertos vieram por conta das 39 medalhas de ouro, 24 de prata e 23 de bronze que os atletas da cidade conquistaram, totalizando 86 pódios. Ribeirão conquistou o primeiro lugar em três modalidades: ginástica artística masculina, vôlei de praia e caratê, que faturou o ouro no masculino e no feminino.

Bolsa Atleta completa 22 dias de atraso

Apesar do bom desempenho nos Jogos Abertos do Interior, em Mogi das Cruzes, os atletas de Ribeirão Preto ainda sofrem com o atraso de pagamento do programa Bolsa Atleta, que completa 22 dias nesta terça-feira (29). “É difícil ficar desse jeito. A gente vai lá [Jogos], representa a cidade e eles não dão nem uma previsão para o pagamento”, disse um atleta que preferiu não se identificar.

Ribeirão Preto conta com mais de 100 atletas beneficiados com o programa do Bolsa Atleta e todos estão com o pagamento referente ao mês de setembro atrasado. O benefício deveria ter sido pago no dia 7 deste mês. O chefe da delegação ribeirão-pretana nos Jogos lamentou o atraso.

“Não é certo atrasar, ninguém concorda com isso, mas infelizmente é a realidade atual”, afirmou Eduardo Baptista, o Dado, destacando que Ribeirão Preto precisa de investimentos da iniciativa privada no esporte da cidade.

Jornal A Cidade

Racing conquista primeira vitória no Campeonato Argentino

O Racing venceu o Olimpo por 1 a 0, fora de casa, e conseguiu sua primeira vitória, em uma das duas partidas disputadas nesta segunda-feira que fecharam a 13ª rodada do Torneio Inicial do Campeonato Argentino.

Com um gol de Bruno Zuculini, o time de Avellaneda pôs fim a uma série de seis derrotas consecutivas.

O Racing, que era o único time que ainda não tinha vencido no campeonato, soma agora cinco pontos, mas continua na lanterna.

Por outro lado, o Olimpo sofreu a sexta derrota em sua campanha e soma 11 pontos, se situando na penúltima posição junto com o Colón de Santa Fé.

Na outra partida disputada hoje, o Estudiantes de La Plata se impôs contra o Quilmes com uma vitória também por 1 a 0, em partida que marcou a estreia do treinador Blas Giunta pela equipe derrotada.

Patrício Rodríguez marcou o único gol do jogo, que ainda teve um pênalti perdido por Miguel Caneo para o Quilmes.

Juan Sebastián Verón voltou a ser titular na equipe de La Plata e jogou 75 minutos, até ser substituído por Israel Damonte.

O Newell's Old Boys se mantém na liderança isolada com 27 pontos após o fim da 13ª rodada, enquanto Boca Juniors e Arsenal de Sarandí estão três pontos atrás.

Por causa das eleições legislativas que aconteceram ontem no país, a rodada foi dividida entre as últimas terça, quarta e sexta-feira e foi concluída hoje com as duas partidas que restavam.

Terra

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Reta final do Brasileiro preocupa times com acesso e rebaixamento

cinco-maiores-torcidas-de-times-brasileiros-somam-47-do-total-brasil-organizada7

O Campeonato Brasileiro está chegando ao fim em todas as suas séries, algumas mais adiantadas, com a expectativa de classificação e a luta contra o rebaixamento. Alguns desses “futuros” já foram definidos. Acompanhe:

Série A

Com o término da 31ª rodada, muitos times ainda estão competindo por vagas na Libertadores, Copa Sul-Americana e a luta contra o rebaixamento.

Libertadores

Times

Pontos

Cruzeiro

65

Botafogo

53

Grêmio

53

Atlético Paranaense

52

Goiás

49

Vitória

47

Atlético Mineiro

45

Santos

44

São Paulo

43

Já classificado, Atlético Mineiro aguarda o seus “companheiros” na Libertadores 2014. Cruzeiro é o mais perto a conseguir a vaga e consequentemente o título nacional. Depois da rodada desse fim de semana, só o Botafogo respirou melhor com sua vitória; Grêmio foi goleado e o Atlético Paranaense empatou. Goiás e Vitória vem logo abaixo, fora da zona de classificação, mas lutando por vaga. Santos e São Paulo têm chances remotas, mas o tricolor paulista luta por vaga pela Sul-Americana.

Rebaixamento

Times

Pontos

Náutico

17

Criciúma

32

Vasco

33

Ponte Preta

33

Fluminense

36

Bahia

37

Portuguesa

39

Coritiba

40

Náutico está matematicamente rebaixado. Criciúma, Vasco e Ponte ainda lutam, depois que, na rodada, o Fluminense empatou e Bahia e Portuguesa empataram. Coritiba respira depois da goleada em cima do Grêmio.

Série B

Classificação

Times

Pontos

Palmeiras

69

Chapecoense

60

Sport

53

Avaí

53

Icasa

50

Paraná

50

Joinville

49

América Mineiro

48

Ceará

47

Figueirense

46

A série B é a mais embolada na parte de cima da tabela. Palmeiras já garantiu vaga, luta agora pelo título. Chapecoense é a mais próxima do acesso. Sport e Avaí ainda brigam e até o Figueirense tem chance para voltar a série A.

Rebaixamento

Times

Pontos

ASA

26

São Caetano

31

Paysandu

32

Atlético Goianiense

32

ABC

35

Oeste

39

América do Rio Grande do Norte

39

Bragantino

39

Guaratinguetá

40

A parte de baixo está mais definida. Depois da vitória do Oeste em cima do ABC, a zona fica com a briga entre Paysandu (que ainda não jogou na rodada), Atlético e ABC, mas até o Guaratinguetá corre risco. Boa Esporte é o único que não luta por nada.

Série C

A terceira divisão nacional já definiu os rebaixados e três dos quatros classificados a série B. Rio Branco, Baraúnas, Brasiliense, CRAC e Grêmio Barueri foram rebaixados e Vila Nova, Sampaio Corrêa e Luverdense garantiram acesso. Santa Cruz e Betim brigam pela quarta vaga na série B.

Série D

A última série do nacional definiu os times para o acesso a série C. Salgueiro, Botafogo da Paraíba, Juventude e Tupi foram promovidos.

Maldonado deve deixar Williams e abrir caminho para Massa, afirma site

Venezuelano conversa com Lotus, Force India e Sauber para correr em 2014 Foto: Getty Images

Venezuelano conversa com Lotus, Force India e Sauber para correr em 2014

De acordo com o site da revista Autosport, o venezuelano Pastor Maldonado não continuará pilotando pela Williams na temporada 2014 da Fórmula 1. O piloto já conversou com Lotus, Sauber e Force India, e deve deixar a escuderia de Frank Williams ao fim de 2013 – o que, segundo o próprio veículo, “deixa o caminho livre para a chegada de Felipe Massa”.

Com o suporte financeiro da petrolífera venezuelana PDVSA de cerca de R$ 70 milhões, Maldonado já tem encaminhado sua saída da atual equipe. Segundo fontes “de alto nível” ouvidas pelo veículo, o piloto venezuelano já revelou que correrá por outra equipe na próxima temporada.

Na Lotus, Maldonado concorre com Nico Hulkenberg, favorito ao posto disputado também por Felipe Massa. As outras equipes não têm pressa para anunciar seus pilotos para 2014, de acordo com a publicação.

A saída de Maldonado deve significar também a saída da PDVSA da função de patrocinadora da Williams. As duas partes têm contrato firmado até o fim de 2015, mas um rompimento deverá significar uma compensação financeira para a escuderia, que precisaria buscar novos patrocinadores.

“Esta entrada (no orçamento), aliada a qualquer suporte financeiro vindo do Brasil caso saia o acerto com Massa para correr com Vallteri Bottas, deverá assegurar financeiramente a presença da Williams no próximo ano”, avaliou o site.

Terra

Tribunal alemão rejeita pedido de novo jogo após "gol fantasma"

Árbitro Felix Brych compareceu a audiência sobre o caso nesta segunda-feira Foto: AP

Árbitro Felix Brych compareceu a audiência sobre o caso nesta segunda-feira

Um tribunal de justiça desportiva da Alemanha rejeitou o pedido do Hoffenheim de um novo jogo contra o Bayer Leverkusen pelo Campeonato Alemão, depois de o time ter sido derrotado com um "gol fantasma" que não deveria ter sido validado. Stefan Kiessling, do Leverkusen, fez o gol da vitória em 18 de outubro com uma cabeçada para fora que acabou entrando por um furo na rede.

O tribunal decidiu nesta segunda-feira que o árbitro da partida, Felix Brych, não quebrou nenhuma regra do jogo ao tomar sua decisão, e manteve o resultado como 2 a 1 para o Leverkusen.

Na audiência desta segunda, Brych afirmou que pensou que a bola estava entrando, mas teve a visão bloqueada por um momento. Quando conseguiu ver a bola novamente, ela estava dentro do gol, por isso validou o lance.

Agora, o Hoffenheim tem uma semana para decidir se vai apelar contra a decisão em uma instância superior.

Terra

Brunoro desiste de "quinto jogador" do Grêmio e avalia renovações

Dirigente do Palmeiras pode renovar com jogadores emprestados pelo Grêmio Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Dirigente do Palmeiras pode renovar com jogadores emprestados pelo Grêmio

O Palmeiras não vai exigir do Grêmio mais um jogador por conta da transferência do argentino Hernán Barcos para o clube gaúcho. Inicialmente, o time alviverde aguardava cinco atletas na negociação, mas recebeu apenas quatro e não exigirá uma compensação.

"Não temos pendência, mas sim uma relação muito boa com o Grêmio. Optamos por não ter o quinto jogador, mas podemos ter as renovações de empréstimos se quisermos. Posso querer o Leandro ou não, de forma unilateral. Agora é que vamos ver", afirmou o diretor executivo do clube, José Carlos Brunoro, em participação no programa Mesa Redonda, da TV Gazeta.

Quando acertou a ida de Barcos para Porto Alegre, o Palmeiras se viu livre de dívidas com o jogador e também com o ex-clube do atacante, a LDU, além de ter recebido uma quantia. Para completar, Leandro, Vilson, Rondinelly e Léo Gago foram cedidos até o fim do ano pelo time gaúcho, que deveria repassar também Marcelo Moreno, mas o boliviano se recusou.

Com isso, havia a expectativa de que o Palmeiras exigisse outro atleta no lugar do atacante, mas isso nunca aconteceu. Dos quatro envolvidos no negócio, apenas Vilson não terá vínculo com o Grêmio a partir de 2014 e poderá negociar diretamente com a diretoria de Brunoro. Os outros três ainda estão emprestados, mas poderão ter o acordo prorrogado.

Brunoro explicou que avaliará cada caso a partir de agora, já que o Palmeiras confirmou no sábado, com o empate por 0 a 0 contra o São Caetano, seu retorno matemático à divisão de elite do futebol brasileiro.

"Podemos decidir agora, e não antes, porque não sabíamos se estaríamos na Série A ou na B. Hoje, o Palmeiras tem mais certeza do que precisa contratar", completou o dirigente, que começa a pensar também no futuro do técnico Gilson Kleina, com vínculo apenas até dezembro.

Terra

Platini defende expansão da Copa do Mundo para 40 seleções

Presidente da Uefa quer mais africanos e asiáticos na Copa Foto: Jean Pierre Amet / Reuters

Presidente da Uefa quer mais africanos e asiáticos na Copa

O presidente da Uefa, Michel Platini, quer expandir a Copa do Mundo de 32 para 40 seleções. O francês apoia a ideia do mandatário da Fifa, Joseph Blatter, de que times da Ásia e da África sejam melhores representados no principal torneio do futebol mundial.

Blatter já sugeriu que vagas na Copa deveriam ser retiradas da Europa e da América do Sul, sem expandir o número de times da competição. 

Ao jornal inglês The Times, Platini afirmou: "concordo totalmente com o Sr. Blatter que precisamos mais africanos e asiáticos. Mas ao invés de tirar europeus, deveríamos colocar 40 equipes".

Segundo Platini, a mudança só exigiria três dias a mais de partidas. O francês é um dos vice-presidentes da Fifa e possível candidato à presidência quando o mandato atual de Blatter se encerrar, em 2015.

Terra

domingo, 27 de outubro de 2013

GP da Índia: com Alonso tocado, Vettel "passeia" e leva o tetra

Sebastian Vettel faz a festa após conquistar o tetracampeonato consecutivo da Fórmula 1, com uma vitória tranquila no GP da Índia

 

Foi mais fácil que o esperado. Com mais uma atuação dominante de ponta a ponta, o alemão Sebastian Vettel conquistou o GP da Índia neste domingo e se sagrou, aos 26 anos, tetracampeão da Fórmula 1. E a tarefa do piloto da Red Bull, que já não era complicada, ficou ainda mais simples logo de cara, quando Fernando Alonso, até então seu rival pelo título, foi tocado na largada e precisou parar para trocar o bico de sua Ferrari já na segunda volta.

A enormidade do feito de Vettel pode ser mensurada com comparações. Ele é apenas o quarto tetracampeão da história da F1, juntando-se a Michael Schumacher (sete títulos), Juan Manuel Fangio (cinco) e Alain Prost (quatro). Destes, porém, só Schumacher e Fangio conquistaram quatro Mundiais seguidos, como fez Vettel, e nenhum conseguiu atingir a marca com tão pouca idade.

O segundo lugar ficou com Nico Rosberg, da Mercedes, enquanto Romain Grosjean, da Lotus, completou o pódio. O brasileiro Felipe Massa chegou logo atrás, em quarto. Já Alonso passou longe do necessário para impedir a consagração de Vettel e ficou só em 11º, parando nos 207 pontos, contra os agora inalcançáveis 322 do piloto da Red Bull.

Largando da pole position, o alemão só precisava chegar entre os cinco primeiros para ser campeão. Para ter qualquer chance de adiar o título de Vettel, Alonso tinha que terminar entre os dois primeiros. Mas logo na largada, um toque fez o espanhol cair da oitava para a décima colocação. Enquanto isso, o brasileiro Felipe Massa mais uma vez largou bem, saltando de quinto para segundo.

Vettel surpreendeu ao parar para colocar pneus médios logo na segunda volta, mas não foi ameaçado em nenhum momento - pouco depois, Alonso também foi para os boxes para trocar o bico, voltando em 20º e enterrando qualquer chance de ser campeão.

Rapidamente, à medida em que os carros à frente iam fazendo a parada obrigatória para troca de pneus, Vettel ia galgando posições. Logo já era ele novamente o líder da prova. Na volta 40, seu companheiro de Red Bull, Mark Webber, abandonou com problemas mecânicos, facilitando ainda mais sua vitória. Não houve grandes emoções até a volta final, quando o alemão voou sobre a pista em Nova Délhi e cruzou a linha de chegada para, de novo, entrar para a história.

Confira os resultados do GP da Índia

1. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) - 1h31min12s187
2. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - a 29s823
3. Romain Grosjean (FRA/Lotus) - a 39s892
4. Felipe Massa (BRA/Ferrari) - a 41s692
5. Sergio Pérez (MEX/McLaren) - a 43s829
6. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - a 52s475
7. Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) - a 67s988
8. Paul di Resta (ESC/Force India) - a 72s868
9. Adrian Sutil (ALE/Force India) - a 74s734
10. Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso) - a 76s237
11. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - a 78s297
12. Pastor Maldonado (VEN/Williams) - a 78s951
13. Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso) - a 1 volta
14. Jenson Button (ING/McLaren) - a 1 volta
15. Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) - a 1 volta
16. Valtteri Bottas (FIN/Williams) - a 1 volta
17. Max Chilton (ING/Marussia) - a 2 voltas
18. Jules Bianchi (FRA/Marussia) - a 2 voltas
19. Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) - a 6 voltas

Abandonaram:
Mark Webber (AUS/Red Bull)
Charles Pic (FRA/Caterham)
Giedo van der Garde (HOL/Caterham)

Terra

Em 4º, Massa iguala melhor resultado do ano e aprova desempenho

Felipe Massa por pouco não subiu ao pódio na Índia Foto: AFP

Felipe Massa por pouco não subiu ao pódio na Índia

O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, igualou seu melhor resultado no ano e ficou com o quarto lugar no GP da Índia de Fórmula 1. Por muito pouco não subiu ao pódio em Nova Délhi, mas saiu satisfeito com o desempenho do carro e da equipe.

"Foi uma boa corrida. Estou feliz com a estratégia que fizemos. Não foi tão fácil, mas funcionou no fim. Também tivemos probleminhas durante a corrida quando perdemos posição para o Nico (Rosberg) e o Romain (Grosjean), o que foi uma pena, mas foi uma boa corrida", analisou Massa.

No início, o brasileiro chegou a liderar por pouco tempo a corrida após ultrapassagem surpreendente sobre Lewis Hamilton e Nico Rosberg, ambos da Mercedes. Entretanto, após parada, perdeu algumas posições que lhe custaram o pódio.

O segundo lugar de Nico Rosberg, da Mercedes, também fez com que a Ferrari fosse ultrapassada pela Mercedes no Mundial de Construtores. Outro fator determinante para a perda de posição para a Mercedes foi por seu companheiro de equipe Fernando Alonso não ter pontuado nesta corrida ao terminar no modesto 11º lugar.

Terra

Com Borges heroico, Cruzeiro sai do sufoco e vence Criciúma de virada

Cruzeirenses celebram no Mineirão depois de um dos cinco gols marcados em vitória contra o Criciúma

Depois de desperdiçar duas boas chances no primeiro tempo, o centroavante apareceu para tirar a a equipe do sufoco quando o Criciúma, surpreendentemente, vencia por 3 a 2. Na etapa complementar, Borges marcou aos 12min e aos 30min para frear a reação da equipe visitante no Mineirão. Já no fim, de pênalti, Dagoberto ainda ratificou a vitória.

Graças à vitória, o Cruzeiro evitou uma possibilidade que parecia real durante a partida: a diferença para o Grêmio, que pega o Coritiba no domingo, poderia ser de seis pontos. Por ora, os cruzeirenses vão a 65, e reforçam a candidatura expressa ao título do Campeonato Brasileiro. Já o Criciúma, que permanece com 32 pontos, corre o risco de cair para a penúltima posição. Faltam sete jogos para as duas equipes.

Na próxima rodada, o Criciúma recebe a Ponte Preta em duelo crucial no sonho de ainda se manter na Série A para o próximo ano. O jogo está marcado para as 19h30 (de Brasília), no Heriberto Hülse. Mais cedo, às 17h, o Cruzeiro visita o Santos na Vila Belmiro.

Sem Ricardo Goulart, e com Dagoberto como titular, o Cruzeiro entrou em campo absolutamente motivado para restabelecer seu domínio no Brasileiro. Dono do primeiro tempo, Everton Ribeiro recolheu bola na grande área, chutou de esquerda e correu para o abraço já aos 12min. Na sequência, aos 19min, deu lindo toque para Dagoberto chutar de bate-pronto e incendiar o Mineirão aos 19min.

​Parecia dia para uma goleada do Cruzeiro, mas o Criciúma tinha outros planos e deu muito trabalho. Em bonita cobrança de falta, aos 32min, João Vítor diminuiu. Aos 40min, Marlon passou da esquerda e Lins, preciso e mortal, igualou. Às costas de Egídio, Sueliton avançou pela direita e tocou para finalização bonita de Ricardinho. Pânico para os cruzeirenses na hora do intervalo.

Pressionado por parte da torcida, que vaiou antes do segundo tempo, o Cruzeiro melhorou com a entrada de Júlio Baptista no lugar de Henrique. Sueliton, expulso, facilitou as coisas para o time da casa. E ainda mais ofensivo, o líder da competição virou com autoridade.

Borges pegou bola solta na área e empatou aos 12min. Depois, em bonito cruzamento do jovem Elber, virou aos 30min. No final, Dagoberto sofreu pênalti, pegou a bola e selou a vitória cruzeirense.

Terra

Em Pacaembu lotado, Palmeiras fica no zero com São Caetano e volta à elite

O Estádio do Pacaembu foi palco de uma enorme festa neste sábado para comemorar o retorno do Palmeiras à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. De fato a festa aconteceu e o time alviverde garantiu o acesso, mas da maneira menos emocionante possível: com um empate por 0 a 0 com o São Caetano, pela 32ª rodada da Série B.

A torcida palmeirense, bastante otimista com a forma recente da equipe de Gilson Kleina – e também ciente de que o São Caetano ocupava a penúltima posição da tabela da Série B –, lotou o Pacaembu. Além disso, o clube prestou homenagem á ídolos da história do clube, entregou placa a Ademir da Guia e até o presidente Paulo Nobre se ajoelhou perante o melhor jogador que já vestiu o manto alviverde.

O time também entrou em campo com “roupa de festa”: o tradicional uniforme verde e branco deu espaço a um uniforme semelhante ao da Seleção Brasileira, em referência ao time de 1965 que representou o País em amistoso contra o Uruguai, no Mineirão. Fato inusitado é que, como o São Caetano jogou com camisas e meias azuis e calções brancos, não ficou difícil imaginar um confronto entre Brasil e Itália.

Dentro de campo, porém, a partida não correspondeu às expectativas dos mais de 30 mil torcedores que foram ao Pacaembu neste sábado. O primeiro tempo até teve um certo equilíbrio, e Henrique quase abriu o placar após bate e rebate na área, mas o chute de perna esquerda passou rente ao travessão.

No entanto, o lance que mais chamou a atenção foi protagonizado pelo árbitro Wilson Luiz Seneme aos 39min: o atacante Alan Kardec se chocou com o goleiro Rafael Santos na área e foi assinalado o pênalti. O juiz, porém, conversou com um de seus assistentes e cancelou a infração, revoltando os jogadores palestrinos.

O Palmeiras voltou mais incisivo no segundo tempo, mas, mesmo com o chileno Valdivia em campo, não conseguiu marcar. Quando não era o goleiro Rafael Santos, revelado nas categorias de base do Corinthians, que fazia boas defesas, a pontaria falhava. Do outro lado, Fernando Prass também era bastante exigido, mas reailzou intervenções importantes para segurar o empate.

O acesso do Palmeiras, na verdade, já estava garantido antes mesmo de a partida chegar ao final no Pacaembu. Como o Joinville havia batido o Paraná por 1 a 0, em jogo finalizado antes do confronto na capital paulista, a equipe de Gilson Kleina não poderia mais ser alcançada por Icasa e nem Paraná (primeiros times fora do G-4) mesmo se perdesse para o São Caetano.

O empate sem gols deixou o Palmeiras com 69 pontos, isolado na primeira posição da Série B e com uma vantagem ainda confortável sobre a vice-líder Chapecoense, que tem 60. Já o São Caetano permaneceu em situação extremamente incômoda na tabela: penúltimo, com 31 pontos, e bastante ameaçado de rebaixamento para a terceira divisão.

Terra

sábado, 26 de outubro de 2013

Jogadores negros podem boicotar Copa na Rússia, diz Touré

Yaya Touré foi alvo de cânticos racistas na vitória do Manchester City na última quarta Foto: EFE

Yaya Touré foi alvo de cânticos racistas na vitória do Manchester City na última quarta

Jogadores negros podem boicotar a Copa do Mundo de 2018 na Rússia se o país não enfrentar o racismo nas arquibancadas, disse o meia do Manchester City Yaya Touré nesta sexta-feira.

O marfinense Touré afirma que foi vítima de ofensas racistas durante a vitória de quarta-feira de seu por 2 a 1 na Liga dos Campeões contra o CSKA Moscou, o que levou a Uefa a abrir um processo disciplinar contra o clube. Segundo o jogador, a Fifa e as autoridades russas precisam agir.

"É muito importante", disse ele, segundo a mídia britânica. "Caso contrário, não ficamos confiantes em jogar a Copa do Mundo na Rússia. Nós não iremos."

A ideia de um boicote não foi bem recebida por alguns técnicos do Campeonato Inglês, e o treinador do Chelsea, José Mourinho, disse que a alegria da maioria não deve ser arruinada pela ação de uma minoria.

"Uma grande porcentagem das pessoas que vão aos estádios de futebol é de pessoas que respeitam as diferenças e respeitam todo mundo, e eles são mais importantes do que os pequenos grupos que se expressam de uma forma negativa", disse em entrevista coletiva.

"A história do futebol foi feita por muitas raças. Vamos lutar contra os milhares, mas vamos dar para os bilhões o que os bilhões querem, e isso é o melhor futebol com os melhores jogadores de todo o mundo, independentemente da sua raça."

O técnico do Arsenal, Arsene Wenger, disse que a Uefa precisa completar sua investigação antes de se falar em um boicote. "Para ir tão extremo como foi sugerido (boicote), é um pouco cedo para fazer isso, porque não está provado o que aconteceu", disse.

"Acredito que a própria Rússia tem que lutar contra isso e é claro que você quer que todos sejam ativos sobre isso."

O episódio foi embaraçoso para a Uefa, que declarou esta semana como a "Semana de Ação do Futebol Contra o Racismo na Europa".

A entidade que controla o futebol europeu tem sido criticada pelo sindicato internacional dos jogadores por não cumprir suas próprias diretrizes, em que os árbitros têm o poder de parar e abandonar os jogos em caso de um incidente grave.

Terra

Massa contraria engenheiros e larga em 5º com estratégia própria

Piloto desconsiderou conselho da Ferrari de fazer o Q3 com pneus médios e sai mais uma vez à frente de Alonso

Se no último GP Felipe Massa decidiu não seguir uma ordem de equipe para facilitar a vida de Alonso, agora, na Índia, o brasileiro voltou a contrariar uma sugestão da Ferrari, time do qual se despede no final do ano. Os engenheiros do time italiano aconselharam tanto Massa, quanto Alonso a treinarem no Q3 com pneus médios, pensando na estratégia para a corrida, mas Massa optou por usar os macios, mas rápidos. Com isso conseguiu a 5ª posição no grid, enquanto Alonso larga em 8º.

“Tomei uma decisão diferente do que os engenheiros indicaram. A gente tem muitos carros que classificaram com os médios, outros com os moles, vamos ver qual será melhor amanhã”, revelou o piloto após o treino. A estratégia de Massa foi a mesma escolhida por Sebastian Vettel, o pole, já a de Alonso também foi usado por Mark Webber, que sai em quarto.

“Estou confiante na estratégia acho que algo bom pode acontecer na corrida. Temos dois carros largando com estratégias diferentes. Mas, como em Nurburgring a gente experimentou fazer aquilo que os engenheiros diziam – que era classificar com os pneus mais duros – e não funcionou, então eu tomei uma decisão um pouco diferente agora. Com pneus macios a gente não tem um bom rendimento, mas com pneus médios nosso ritmo é bom. Nosso objetivo é tentar ultrapassar o máximo de carros no começo e tentar segurá-los quando nosso ritmo com pneus macios cair no final do stint. E tentar depois fazer uma corrida competitiva com os médios”, argumentou o brasileiro ao TotalRace.

Felipe considerou que poderia ter ido até além do quinto lugar. “Fiz o que eu esperava ter feito. Talvez, se eu fosse um pouco melhor no setor 2, eu pudesse conseguir uma ou outra posição à frente. Mas independente disso, acho que foi uma classificação boa, vamos ver o que acontece na corrida”, finalizou.

Terra

Atlético-PR pode não jogar mais em casa na Série A

Nesta sexta-feira, o Atlético-PR foi punido pelo STJD com a perda de um mando de campo por causa de uma pedra atirada dentro do campo na partida contra o Vitória-BA, no dia 29 de setembro, na Vila Capanema. Agora já são três direitos de jogar em casa que o time paranaense perde e como há mais um julgamento a ser realizado, a equipe pode não jogar mais em Curitiba neste Campeonato Brasileiro.

O Atlético-PR havia sido punido com a perda de dois mandos devido as confusões que aconteceram no clássico contra o Coritiba. Se não conseguir reverter a situação nos recursos, o time deve voltar a jogar na Vila Capanema pelo Campeonato Brasileiro apenas contra o Vasco, na última rodada, no dia 8 de dezembro.

No entanto, como o clube foi denunciado na última quinta-feira pelo arremesso de outra pedra no gramado, desta vez contra o Goiás, em Goiânia, o Atlético-PR corre o risco de ser punido novamente e não voltar a jogar em Curitiba pela competição.

Na terceira colocação, o Atlético-PR tem 51 pontos, cinco de vantagem para o Goiás, o primeiro clube fora do G-4. Vale ressaltar que a campanha do time como mandante na Vila Capanema é muito boa, já que foi derrotado apenas uma vez até aqui.

Terra

Valladolid respira fora de casa e ultrapassa o Rayo Vallecano

Na abertura da 10ª rodada do Campeonato Espanhol, o Valladolid espantou a má fase e conquistou importante resultado longe de casa. Os blanquivioletas visitaram o Rayo Vallecano no Estádio de Vallecas e não encontraram dificuldades para vencer por 3 a 0 e ultrapassar o time da capital espanhola.    

Desde os primeiros lances da partida, o goleiro Rubén teve de trabalhar para salvar os mandantes, mas a insistência do Valladolid acabou premiada aos 30 minutos de jogo. O meio campista alemão Patrick Ebert dominou na ponta, cortou para a perna esquerda e acertou chute preciso para abrir o placar com uma pintura.

Sem dar chance de reação aos donos da casa, os pucelanos ampliaram a vantagem apenas dez minutos depois em Madri. O centroavante Javi Guerra foi lançado em profundidade nas costas da defesa e invadiu a área livre de marcação. Sem opção para o passe, o camisa 9 resolveu arriscar e mostrou faro de gol para balançar as redes.

O técnico Paco Jémez aproveitou o intervalo para tentar reorganizar sua equipe, mas bastaram três minutos para que qualquer plano de reação fosse por água abaixo. O lateral esquerdo colombiano Joham Mojica errou passe infantil na saída de bola, o sueco Daniel Larsson aproveitou e tocou na saída de Rubén para fechar a conta.

Com o resultado, o Valladolid chega aos dez pontos e se garante por mais uma rodada fora da zona de rebaixamento. A próxima partida da equipe é em casa contra a Real Sociedad. Já o Rayo Vallecano fica com nove pontos e podem entrar na zona da degola dependendo da combinação de resultados. Na rodad seguinte, visita o Osasuna.

Confira as partidas da 10ª rodada do Campeonato Espanhol: (horários de Brasília)

Sexta-feira:
Rayo Vallecano 0 x 3 Valladolid

Sábado:
12h00 Málaga x Celta
14h00 Barcelona x Real Madrid
16h00 Elche x Granada
18h00 Levante x Espanyol

Domingo:
09h00 Sevilla x Osasuna
14h00 Villarreal x Valencia
16h00 Real Sociedad x Almería
18h00 Atlético de Madri x Betis

Terra

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

São Paulo perde 4 mandos e não joga mais no Morumbi pelo Brasileiro

O São Paulo perdeu o mando de campo de quatro jogos neste Campeonato Brasileiro por conta da confusão entre torcedores e policiais militares no clássico com o Corinthians, no último dia 13, no Morumbi. O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) julgou o caso nesta sexta-feira e puniu o clube tricolor, que também terá de pagar uma multa de R$ 80 mil.

Com isso, o time não jogará mais em seu estádio até o fim da competição nacional. O São Paulo tem apenas quatro partidas para fazer em sua casa nas próximas oito rodadas: Portuguesa (2/11), Flamengo (13/11), Botafogo (24/11) e Coritiba (8/12). Os tricolores ainda poderão jogar no Morumbi pela Copa Sul-Americana, competição em que estão nas quartas de final.

O Corinthians também foi julgado e punido nesta sexta. A pena, porém, não tirou mandos de campo da equipe, que terá de pagar uma multa de R$ 20 mil. O clube alvinegro já sofreu perda de mandos neste Brasileiro por confusão no confronto com o Vasco, em Brasília, quando foi punido com quatro jogos.

Já contra a Portuguesa, em jogo realizado no Mato Grosso do Sul, o Corinthians foi novamente punido, desta vez em um mando, em razão de uma garrafa atirada no bandeirinha.

Terra

Atlético-MG encaminha lista a Fifa com nomes de Ronaldinho e Dátolo

Presença de Dátolo no Mundial só poderá ser confirmada em novembro Foto: Pedro Vilela / Agência I7 / Futura Press

Presença de Dátolo no Mundial só poderá ser confirmada em novembro

 

O Atlético-MG vai enviar a Fifa nesta sexta-feira uma lista com 35 nomes para a disputa do Mundial, que será em dezembro, no Marrocos. Dentre os jogadores listados estão Ronaldinho, Fernandinho, Dátolo e Emerson.

A maior preocupação da diretoria atleticana são os nomes de Dátolo e Emerson, já que são atletas que foram contratos após o prazo estipulado pela Fifa – que é até o fechamento da janela de transferências da Europa. A dúvida será esclarecida apenas no fim do próximo mês.

A situação de Fernandinho é considerada mais tranquila pela diretoria atleticana. O jogador veio do Al-Ahli no final de julho, data que a janela de transferências ainda estava aberta, embora o contrato tenha sido registrado junto a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apenas em agosto.

O caso de Ronaldinho depende de sua recuperação da contusão na coxa esquerda. Nos últimos dias o atleta se mostrou no campo para correr, animando a torcida e surpreendendo os jornalistas e médicos, já que, o tempo mínimo para a sua recuperação era de três meses. Por esse quadro clínico, o jogador não apresenta grande preocupação para a diretoria atleticana.

A lista definitiva com 23 nomes será concluída no dia 29 de novembro. Dez dias depois o Atlético-MG embarcará para Marrakesh, no Marrocos.

Terra

Com Marta, Fifa anuncia candidatas a melhor jogadora do mundo

Marta pode ser eleita a melhor do mundo pela sexta vez na carreira Foto: Getty Images

Marta pode ser eleita a melhor do mundo pela sexta vez na carreira

A brasileira Marta mais uma vez foi indicada ao prêmio de melhor do mundo pela Fifa. Pentacampeã da Bola de Ouro, a craque vai tentar o hexacampeonato no dia 13 de janeiro de 2014. A exemplo dos homens, o prêmio feminino é decidido por votos da France Football aliados às opiniões dos técnicos e das capitãs das seleções nacionais.

Campeã do prêmio entre 2006 e 2010, Marta viu o reinado chegar a um abrupto fim nos últimos anos, quando a japonesa Sawa e a americana Wambach conquistaram o prêmio. Wambach, aliás, é favorita novamente neste ano, ao lado da também americana Alex Morgan.

Além das três (Sawa não foi indicada), foram convocadas para a gala do dia 13 também Nadine Angerer (Alemanha), Nilla Fischer (Suécia), Lena Goessling (Alemanha), Saki Kumagai (Japão), Yuki Ogimi (Japão), Lotta Schelin (Suécia) e Christine Sinclair (Canadá).

Terra

Fifa ameaça extinguir repescagem e tirar possível 5ª vaga sul-americana

Seleção uruguaia garantiu participação para as Copas do Mundo de 2002 e 2010 pela repescagem. Situação pode se repetir para Mundial de 2014 Foto: Getty Images

Seleção uruguaia garantiu participação para as Copas do Mundo de 2002 e 2010 pela repescagem. Situação pode se repetir para Mundial de 2014

De acordo com o jornal Marca, a Fifa ameaça acabar com a repescagem que envolve a quinta colocada das Eliminatórias da América do Sul contra o quinto lugar das Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo de 2018, que será realizada na Rússia. Segundo o periódico, a entidade estuda deixar as seleções sul-americanas com apenas quatro vagas e os asiáticos ganhariam mais um lugar fixo ao Mundial.

A atitude da Fifa seria tomada pelo fato de a América do Sul contar com a menor quantidade de países filiados à entidade máxima do futebol - as Eliminatórias do continente contam com apenas 10 nações.  Nas últimas três Eliminatórias, a seleção do Uruguai acabou indo para repescagem, se classificando duas vezes para o Mundial graças ao sistema. Em 2002, bateu a Austrália (campeã da Oceania). Em 2006, na revanche, viu sua chance de ir ao Mundial na Alemanha ruir ao perder nos pênaltis para os austalianos. Já em 2010, os uruguaios avançaram à Copa ao derrotarem a Costa Rica (quarto colocado das Eliminatórias da Concacaf). 

Para a Copa do Mundo de 2014, o Uruguai novamente acabou ficando em quinto lugar e terá que disputar uma repescagem contra a Jordânia (quinta colocada das Eliminatórias Asiáticas) para marcar presença no torneio no Brasil. Em sua coluna na Fifa Weekly desta semana, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, deu a entender que isso pode mesmo acontecer em breve. 

"Do ponto de vista esportivo, eu gostaria de ver a globalização finalmente sendo levada a sério e as associações africanas e asiáticas terem o status que merecem na Copa do Mundo. Não é certo que Europa e América do Sul ganhem mais vagas (18 ou 19) porque, juntas, elas têm menos membros da Fifa (63) do que África e Ásia (100)", disse o dirigente.

​"A África é o continente com mais representantes na Fifa (54) e é muito mal representada na Copa do Mundo com somente cinco vagas. Enquanto esse for o caso, seleções africanas podem nunca ganhar um torneio dessa magnitude, não importa o progresso que fizerem. Isso tem que ser revisto, afinal igualdade é imperativa para o esporte", completou Blatter.

Além de perder uma vaga, a América do Sul pode reduzir o período de disputa das Eliminatórias. A Federação Peruana de Futebol sugeriu que se mude a fórmula de disputa para que o torneio que dará classificação para a Copa do Mundo de 2018 seja disputado apenas nos anos de 2016 e 2017. A competição que levou Argentina, Colômbia, Chile e Equador para o Mundial de 2014 durou três anos. 

Terra

Perto do tetra, Vettel repete hegemonia em 2º treino na Índia

Sebastian Vettel voltou a dominar treino na Índia Foto: Reuters

Sebastian Vettel voltou a dominar treino na Índia

A decisão da temporada 2013 da Fórmula 1 parece mesmo que vai acontecer no GP da Índia. Nesta sexta-feira, o alemão Sebastian Vettel, líder disparado do Mundial de Pilotos, dominou novamente os treinos livres e se colocou outra vez como claro favorito à vitória na corrida de domingo. Assim como na primeira sessão, a Red Bull fez os dois melhores tempos do treino: o atual tricampeão foi o primeiro com 1min25s722, enquanto Mark Webber apareceu logo atrás, com 1min26s011.

O brasileiro Felipe Massa, que no primeiro treino havia superado Fernando Alonso, desta vez ficou atrás do companheiro de Ferrari. O piloto paulista foi o sétimo, com a marca de 1min26s601, enquanto o espanhol ficou em quinto, com 1min26s430.

Em uma sessão sem acidentes, o terceiro melhor tempo foi de Romain Grosjean, da Lotus, que cravou 1min26s220. Já as Mercedes de Lewis Hamilton (1min26s399) e Nico Rosberg (1min26s582) ficaram com o quarto e o sexto postos, respectivamente.

Neste sábado, às 3h30 (de Brasília), os pilotos voltam à pista do circuito de Buddh para o terceiro treino livre. Já o treino classificatório acontece às 6h30 do mesmo dia, enquanto a corrida está marcada para as 7h30 de domingo.

Terra

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

CBF envia carta à Fifa e confirma convocação de Diego Costa

Diego Costa é disputado por Brasil e Espanha Foto: AFP

Diego Costa é disputado por Brasil e Espanha

A Fifa recebeu na manhã desta quinta-feira uma carta da CBF na qual a entidade brasileira confirma que o atacante Diego Costa, do Atlético de Madrid, estará na convocação da Seleção para os amistosos contra Honduras e Chile, nos dias 15 e 19 de novembro.

Pretendido também pela Espanha, o jogador só não defenderá a Seleção Brasileira se enviar, por opção própria, uma carta renunciando à convocação. Caso contrário, terá de se apresentar ao técnico Luiz Felipe Scolari.

Na quarta-feira, Felipão já havia confirmado de forma involuntária a vontade de convocar o jogador. O treinador da Seleção caiu em um trote feito por uma rádio espanhola, onde o apresentador se passou pelo presidente do Atlético de Madrid, e disse que iria convocar Diego Costa para os compromissos na América do Norte.

Terra

Na Europa, Neymar perde faro de gol, moicano e se adapta ao "Mundo Barça"

Neymar com Daniel Alves e Adriano junto a Messi no Barcelona: adaptação Foto: Instagram / Reprodução

Neymar com Daniel Alves e Adriano junto a Messi no Barcelona

Menos gols, menos assistências e, possivelmente, menos permissão para arriscar. Em seus primeiros dez jogos como titular do Barcelona, sequência completada com atuação apagada contra o Milan na terça-feira, Neymar exibe um repertório diferente em relação à Seleção Brasileira. Algo que faz parte de sua aguardada adaptação à Europa e, mais precisamente, ao chamado "Mundo Barça". 

É bem provável que os números destoantes entre o Neymar da Seleção e o Neymar do Barcelona tenham relação direta com sua postura na chegada ao novo clube. Em uma equipe que tem Lionel Messi como sua máxima referência, o brasileiro acostumado ao protagonismo se comporta como coadjuvante. Sandro Rosell, presidente do Barça, teria aconselhado paciência e discrição. "Pouco a pouco, será o número um", sugeriu. Algo que, ao contrário de Robinho há oito anos, ele jamais admitiu querer.

Desde suas primeiras declarações, Neymar adotou cautela para causar o menor alvoroço possível no Barcelona. Foi introduzido por Daniel Alves, uma das lideranças do vestiário. Disse que trabalharia para Lionel Messi continuar como o melhor do mundo, mas, segundo o jornal El País, irritou o argentino. "Que fale menos de mim, não fala boludeces (termo argentino, algo como bobagens) e diga que vem para ganhar títulos", afirmou Messi, de acordo com a publicação.

Menos gols, menos assistências, menos erros e mais passes

As diferenças do atacante em média

Números do site Whoscored, especializado em estatísticas, mostram que o Neymar do Barcelona não é exatamente o mesmo da Seleção Brasileira. Durante a Copa das Confederações, seu índice de jogadas erradas era de 3,2 por partida. Nos 10 jogos como titular do Barcelona, a média cai quase pela metade, a 1,9. De 32 passes por jogo com o Brasil, Neymar salta para 45 em seu clube.

Mais importante que o estilo de jogo, o fato é que Neymar tem sido bem menos letal. Na Copa das Confederações, sua média de gol foi de 0,80 por partida, exatamente o mesmo índice para assistências. Com a camisa do Barcelona, ele também costuma ocupar a ponta esquerda, mas há uma queda sensível: 0,23 gol e 0,15 assistência por partida é sua média. 

Da megalomania no Santos ao trabalho discreto no Barcelona

Dados à parte, Neymar é orientado no Barcelona a manter a discrição. Na Suíça, onde fez seu primeiro amistoso pela Seleção pós-Copa das Confederações, o estafe brasileiro tinha o pedido para que ele não participasse de conferências de imprensa. No próprio Barça, desde o início da temporada, o atacante só falou duas vezes para todos os jornalistas. Raramente concedeu entrevistas exclusivas.

Neymar, que mora em um dos bairros mais tranquilos de Barcelona e muito próximo ao Camp Nou, exibe a discrição até mesmo em sua imagem. Ele, que acostumou os brasileiros a um penteado quase sempre extravagante, ora com mechas loiras, ora com moicanos, adotou um jeito bem discreto, com cabelo curto e na cor natural. Se Messi chegou cinco vezes ao topo do mundo sem ser notado pelo visual, por que fazer diferente?

Terra

Massa nega acordo com Williams, mas admite conversas

Felipe Massa estaria perto da Williams Foto: Tim Chong / Reuters

Felipe Massa estaria perto da Williams

Após as notícias de que Felipe Massa já havia acertado com a Williams para substituir Pastor Maldonado na próxima temporada, o próprio piloto confirmou que conversa com a montadora e com outras equipes, mas ressaltou que ainda não tem nada de concreto com nenhuma delas.

"Às vezes você ouve tantas coisas sobre você, mas vou comentar sobre isso no momento certo. Estou conversando com algumas equipes, inclusive a Williams, mas não tenho nada a dizer no momento", afirmou Massa.

Segundo as informações que correram o mundo nesta quarta-feira, o brasileiro tinha acertado um contrato de cinco anos com a equipe de Grove e, durante esse tempo, receberia salários sem a necessidade de atrair patrocinadores à escuderia. Sobre o caso, ele também aproveitou para comentar que espera ir à uma equipe competitiva e que esteja interessada em sua habilidade de pilotar, não na capacidade de angariar fundos por meio de patrocínios.

"Tenho plena confiança de que vou encontrar uma equipe interessante. Até ter certeza, existe sempre um risco, mas estou otimista e trabalhando para isso. Não vou para um time pequeno, vou para um que tenha possibilidades de construir um bom carro e espero achar uma solução. Espero ter chance em um time que me queira por aquilo que eu sou, não pelo que eu posso oferecer em termos de dinheiro. O que eu puder fazer para ajuda a equipe, eu vou fazer", concluiu o brasileiro.

Terra

Com grave crise no profissional, torcida do Remo lota estádio no sub-20

Com mais um recorde de público, Remo se despediu da Copa do Brasil Sub-20 ao perder para o Criciúma, mas saiu de campo aplaudido Foto: Filipe Faraon / Especial para Terra

Com mais um recorde de público, Remo se despediu da Copa do Brasil Sub-20 ao perder para o Criciúma, mas saiu de campo aplaudido

 

Com mais um recorde de público, o time sub-20 do clube do Remo fez um duelo típico de profissionais nesta noite, contra o Criciúma. De um lado, o time catarinense venceu de 2 a 0 e se classificou para as semifinais da Copa do Brasil da categoria. Do outro, os remistas saíram com a sensação de missão cumprida e dinheiro no bolso.

O estádio do Mangueirão ficou repleto com 26.442 pagantes. Cobrança, xingamentos e até objetos atirados ao campo trouxeram um clima de guerra incomum para uma partida entre times de divisões de base. O policiamento foi reforçado e até a tropa de choque teve que entrar em ação.

A torcida mostrou sintonia com os jogadores até quando não deveria. Assim que o Criciúma fez o segundo gol, os jogadores começaram confusão com trocas de agressões. Em apoio, o público atirou objetos no gramado. Ao final da partida, o trio de arbitragem teve que ser escoltado para se proteger de uma chuva de garrafas de água, sandálias e outros objetos atirados da arquibancada. Ao final, os jogadores saíram aplaudidos.

A derrota para o Criciúma encerrou uma jornada incomum para o Clube do Remo. O clube conseguiu ter lucro mesmo com o time principal sem jogar desde março. Como foi mal no Campeonato Paraense, o clube não teve direito de disputar sequer a Série D, pela terceira vez em cinco anos. Mas dessa vez, o clube investiu na categoria de base e deu certo.

Ao vencer a Copa Norte Sub-20, o Remo se reforçou com vários jogadores de times rivais, mirando a Copa do Brasil. A união, entre jogadores que eram aproveitados no time profissional com revelações e contratações, criou um time que empolgou a torcida. O estádio do Mangueirão ficou lotado nos três jogos do Remo em Belém. Em cada ocasião, conseguiu arrecadar quase R$ 200 mil líquidos. O valor serviu para quitar salários do time profissional, que joga amistosos para arrecadar dinheiro.

O médico Fabrício Souza é uma dos exemplos de apoio incondicional. Ele diz ir a todos os jogos do Remo, não importa a divisão. Mesmo antes do final da partida, já se dava por satisfeito pela trajetória do time sub-20. "A torcida estava carente de sentir orgulho, de ser respeitado lá fora. Eliminamos times importantes, temos jogadores que se identificam com o clube e que vão ser aproveitados ano que vem. Agora a gente voltou para o caminho certo", diz, satisfeito.

Ter perdido o jogo de ida por 3 a 2 não tirou a confiança da torcida, pois o time já havia eliminado o Vitória, atual campeão da competição, e o Flamengo. Mas ficou clara a superioridade do Criciúma, ainda mais em uma noite em que os azulinos não estavam inspirados. "O time deles foi melhor, mais forte, até na parte física. A gente chegou onde dava", admite o técnico remista Valter Lima. 

Para conseguir a classificação, o treinador do Criciúma, Luizinho Vieira, exigiu maturidade de seus jogadores. "Trabalhamos a parte emocional, por causa da pressão. Mas a gente suportou muito bem", avalia.

Terra

Felipão avisa que convocará Diego Costa no dia 31

Diego Costa será convocado para os amistosos de novembro, afirmou Felipão

Diego Costa será convocado para os amistosos de novembro, afirmou Felipão

O técnico Luiz Felipe Scolari avisou na noite desta quarta-feira que o atacante Diego Costa estará na próxima lista de convocados da seleção brasileira, a ser anunciada no dia 31 de outubro. Assim, ele promete testar novamente o jogador, que tem sido assediado para passar a defender a Espanha.

"Temos a intenção mais uma vez de convocá-lo, pois já convocamos nos jogos da Rússia e Itália (em março). Para que possa ter uma análise definitiva sobre esse atleta, que é brasileiro e está tendo um destaque bastante grande pelo Atlético de Madrid. E a carta foi enviada à Fifa dizendo da nossa intenção, que vamos convocá-lo na próxima quinta-feira", disse Felipão, em entrevista à TV Globo.

Em grande fase no Atlético de Madrid, Diego Costa é artilheiro do Campeonato Espanhol e atraiu o interesse do técnico Vicente del Bosque, que pensa em convocá-lo para a seleção da Espanha. Mas Felipão mostra agora que também pretende contar com o jogador e pode levá-lo à Copa do Mundo.

Com 25 anos, Diego Costa tem nacionalidade espanhola e, pelas regras da Fifa, poderia defender a Espanha se assim quiser - como ele não disputou jogos oficiais pelo Brasil (apenas os amistosos em março, com Rússia e Itália, quando foi chamado por Felipão), pode adotar a nova seleção.

Na terça-feira, após marcar dois gols na vitória do Atlético de Madrid pela Liga dos Campeões da Europa, Diego Costa revelou que já tinha decidido por qual seleção vai jogar. Mas não quis adiantar sua escolha. Agora, com o anúncio de Felipão, é provável que ele fique mesmo com o Brasil.

Na semana que vem, Felipão vai convocar a seleção brasileira para os dois últimos amistosos do ano, quando pretende fazer os testes definitivos para montar o grupo da Copa. Em 16 de novembro, o Brasil enfrentará Honduras nos Estados Unidos. E três dias depois, joga contra o Chile no Canadá.

Esporte Interativo

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Jogo desse sábado pode definir grupo do Força na Copa Ipanema

Nesse sábado, dia 26, a partir das 16:15h, a equipe do Força/Interouro Alimentos/Gráfica Spaço faz o último jogo da primeira fase contra o Fiorentina/Liotti Calhas. Já garantido na continuação do campeonato, o Força entre em campo para definir em que grupo estará na etapa seguinte. A segunda fase é dividida em dois grupos, de um lado o 1º, 3º e 5º colocados e do outro o 2º, 4º e 6º colocados, sendo uma chave contra a outra em jogo único.

Se o campeonato terminasse hoje, a segunda fase seria:

Grupo 1: Real Madri, Super Estrela e Bandeirantes

Grupo 2: Força, Cascavel e MM – Madrugadão e Marcenaria

Ferrari admite interesse, mas descarta retorno de Kubica à Fórmula 1

Kubica atualmente compete em categoria de rali  Foto: Getty Images

Kubica atualmente compete em categoria de rali

Com a contratação de Kimi Raikkonen confirmada para a próxima temporada, Stefano Domenicali, chefe da Ferrari, comentou que a equipe tinha um outro nome para ser companheiro de Fernando Alonso em 2014. Segundo ele, Robert Kubica era cotado para ganhar um lugar na escuderia italiana, mas as implicações após o grave acidente sofrido durante um rali na Itália prejudicaram possíveis negociações.

"Sim, nós estávamos de olho nele. Infelizmente, acho que ele não volta mais à Fórmula 1 por causa de seus problemas físicos. Ele certamente iria sofrer em certas situações que necessitam do poder de reação. É uma pena", afirmou o dirigente, em uma entrevista publicada no site da montadora.

Kubica sofreu o acidente em 2011. Após colidir contra a proteção lateral da pista, o piloto sofreu diversos traumatismos, passou por quatro cirurgias e ficou internado por mais de dois meses. Recuperado, ele voltou às pistas para disputar o WRC2, uma espécie de segunda divisão do Mundial de Rali.

Domenicali ainda aproveitou para comentar sobre o período em que Fernando Alonso fez críticas ao desempenho ruim do carro no início do segundo semestre. Considerando incorreta a postura do espanhol, o chefe da equipe afirmou que teve conversas com o piloto.

"Se eu tiver que dizer algo a ele, vou fazer a portas fechadas e com pulso firme, assim como faço com meus engenheiros. Mas, em público, eu sempre vou defender a equipe. Quando ele passou do limite, o presidente Montezemolo interveio e foi algo privado. E eu fiz o mesmo", concluiu.

Terra

Argentino limita Neymar e freia euforia: "ele não é Pelé nem Zico"

Cesar Luis Menotti não crê que o Brasil conquiste o hexa em 2014 Foto: AFP

Cesar Luis Menotti não crê que o Brasil conquiste o hexa em 2014

Técnico responsável pelo primeiro título de Copa do Mundo da Argentina, Cesar Luis Menotti freou a empolgação dos espanhóis com Neymar. Em entrevista à rádio Marca, o veterano limitou o potencial do atacante do Barcelona e ainda falou com descrédito sobre as chances de a Seleção Brasileira conquistar o Mundial de 2014.

“O Neymar não é contundente em todos os lados do campo, apenas pela esquerda. Por lá sim é muito bom e tem uma habilidade tremenda, mas não vejo como um Pelé, um Zico, nenhum desses jogadores. Ele é mais parecido a qualquer outro jogador de ponta”, analisou Menotti.

Treinador responsável por comandar uma seleção com Daniel Passarella e Mario Kempes na Copa de 1978, realizada na própria Argentina, Menotti se mostrou pouco crente nas chances de o Brasil faturar o hexa em casa no ano que vem. O treinador, 74 anos, foi extremamente crítico ao falar sobre a Seleção de Luiz Felipe Scolari.

“O Brasil não tem um time ainda, conseguiu algum sucesso graças aos jogadores que tem, mas a genética está se perdendo. Eles estão apostando em garra e marcação, algo que nunca fizeram”, analisou o argentino, que criticou o nível das equipes do Campeonato Brasileiro: “jogam muito mal”.

As chances da Argentina se mostram maiores para Menotti por causa de Lionel Messi. “Podemos ganhar a Copa. Quando você tem o Messi, sempre tem chances”, concluiu.

Terra

Garantida na Copa, Austrália demite treinador após goleadas em amistosos

Postecoglou foi apresentado nesta quarta-feira pela FFA; contrato vai até 2018 Foto: Getty Images

Postecoglou foi apresentado nesta quarta-feira pela FFA; contrato vai até 2018

A Federação de Futebol da Austrália (FFA) anunciou nesta quarta-feira a contratação do técnico Ange Postecoglou para comandar a seleção do país na Copa do Mundo de 2014. Postecoglou, que comandava o Melbourne Victory no Campeonato Australiano, substituiu Holger Osiek.

O treinador alemão classificou a Austrália para o Mundial do próximo ano, mas não resistiu a duas derrotas por 6 a 0 nos três últimos amistosos, contra Brasil (em 7 de setembro) e França (11 de outubro). Após as duas goleadas, Osiek ainda comandou o time da Oceania na vitória por 3 a 0 sobre o Canadá em 15 de outubro.

Nascido na Grécia, Postecoglou, 48 anos, mora na Austrália desde os cinco anos. O técnico já trabalhou com a Federação de Futebol da Austrália entre 2000 e 2007, comandando as equipes Sub-17 e Sub-20. Em seu currículo à frente de clubes, o técnico conta com dois títulos nacionais na Austrália à frente do Brisbane Roar (2011 e 2012).

“Obviamente, é uma grande honra para mim”, disse o novo treinador aos repórteres do país. “As últimas semanas não têm sido fáceis, mas estou verdadeiramente honrado por ter sido o escolhido para essa posição”, completou Postecoglou, cujo contrato com a FFA vai até 2018.

O próximo compromisso da seleção australiana será em 15 de novembro, em Sydney. Na provável estreia do novo técnico, a Austrália disputa um amistoso com a Costa Rica.

No Brasil, Postecoglou disputou o Mundial de Clubes de 2000

A Copa do Mundo de 2014 não será a primeira experiência de Ange Postecoglou como técnico no Brasil. Ex-jogador do South Melbourne entre 1984 e 1993, ele iniciou sua carreira como técnico na equipe em 1996, deixando o clube no meio do ano 2000 para assumir o comando da seleção Sub-20 da Austrália.

Em janeiro de 2000, Postecoglou viajou ao Brasil para disputar o Mundial de Clubes com o South Melbourne. O time estava no Grupo B, ao lado de Vasco da Gama, Necaxa (México) e Manchester United (Inglaterra), mas decepcionou e sofreu três derrotas: 2 a 0 para os cariocas, 3 a 1 para os mexicanos e 2 a 0 para os ingleses. Foi lanterna da chave.

Terra