quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Jogos Olímpicos terão rodadas duplas de futebol na Arena Corinthians

(Foto: Paulo Whitaker / Reuters)















São Paulo receberá oito seleções olímpicas (masculinas e femininas) e dez partidas de futebol dos Jogos Olímpicos de 2016. Serão sete datas, com três rodadas duplas. Todas as partidas serão realizadas na Arena Corinthians.

A primeira partida será no dia 3 de agosto do ano que vem, dois dias antes da abertura oficial dos jogos. Serão seis jogos da primeira fase, dois das quartas-de-final um de semifinal e um para a disputa da medalha de bronze.

As seleções que jogarão em São Paulo serão conhecidas até abril do ano que vem. Espera-se que as seleções masculina e feminina do Brasil façam pelo menos um jogo em São Paulo.

O governo de São Paulo vai contribuir nas áreas de segurança pública, saúde e mobilidade urbana. A prefeitura firmou acordo com o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e não irá colocar dinheiro público para abrigar o evento.

De acordo com esse compromisso, o comitê Rio 2016 vai se responsabilizar pelo pagamento das estruturas temporárias que serão utilizadas na Arena Corinthians, em Itaquera, e pelos custos operacionais para a viabilização das partidas.

Como contrapartida, a Prefeitura de São Paulo autorizará a projeção de imagens de caráter informativo sobre os jogos e de marcas de patrocinadores sobre as fachadas de edifícios públicos e estruturas como pontes e viadutos, entre outros, por um período de 30 dias, durante a realização do evento.

As partidas dos torneios masculino e feminino de futebol serão realizadas em outras cinco cidades, além do Rio de Janeiro: São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Salvador e Manaus.

UOL Esporte

Independência da Catalunha não consegue maioria entre vizinhos do Barcelona

(Foto: Getty Images)
















É tradição no Camp Nou: aos 17 minutos e 14 segundo de jogo, a torcida do Barcelona canta em coro em favor da independência da Catalunha, em referência a 1714 - ano em que a região foi incorporada definitivamente ao Reino de Espanha, após uma derrota durante a Guerra de Sucessão Espanhola.

Logo, era de se imaginar que a grande maioria dos vizinhos do estádio do Barcelona se mostraria favorável à separação da Catalunha da Espanha nas urnas, certo? Só que não foi bem assim que votou o distrito Les Corts, onde fica o Camp Nou, nas eleições regionais realizadas no último final de semana.

No pleito catalão, a coalizão formada pelos partidos que apoiam o separatismo catalão, Junts pel Sí (Juntos pelo Sim) e CUP (Candidatura de Unidade Popular), saiu vencedor, obtendo 72 das 135 cadeiras em disputa do Parlamento. Os dois, contudo, não conseguiram ter 50% dos votos absolutos.

Isso acontece porque as eleições são proporcionais, assim como no Brasil. Ou seja, um representante de um Estado (província no caso espanhol) mais populoso precisa de mais votos para ser eleito do que outro de uma região com menos votantes. Assim é possível ter a maioria absoluta das cadeiras, se tê-la nos números absolutos.

Em Les Corts, distrito do Camp Nou e também da sede original do Barcelona, os Junts pel Sí e a CUP também não conseguiram superar a marca de 50% dos votos. O primeiro liderou a votação com 42,51%, e o segundo somou 7,13% dos votos, somando 49,5% da preferência dos 51.432 eleitores do distrito.

Principais legendas contrárias à independência, Ciudadanos, PP (Partido Popular, do governo espanhol) e PSC (Partido dos Socialistas da Catalunha) somaram pouco mais de 39% em Les Corts, respectivamente, com 19,94%, 10,83% e 8,33% - outros quatro partidos completaram a votação.

ESPN

Aniversariante Fábio renova com o Cruzeiro e terá o maior salário do clube

A novela envolvendo Fábio e Cruzeiro terminou com um final feliz. Após alguns meses de negociação, o clube mineiro confirmou a renovação de contrato com o goleiro por mais três temporadas. E isso aconteceu justamente neste 30 de setembro, data em que o capitão e ídolo da torcida completa 35 anos, dos quais doze são dedicados ao Cruzeiro.

O antigo vínculo do camisa 1 com a equipe era válido somente até abril do ano que vem, o que já o permitia fazer um pré-contrato com outra agremiação. Com o alerta ligado, o clube iniciou as conversas para estender o contrato com seu jogador. Nesta manhã de quarta-feira, horas antes do clube divulgar a renovação, o presidente Gilvan de Pinha Tavares mostrou confiança com a permanência de Fábio, alegando inclusive que o goleiro passaria a receber o maior salário do elenco celeste, além de se tornar o goleiro com a maior remuneração no Brasil a partir de 2016.

"Fizemos uma proposta ao Fábio que não conheço ninguém da posição que ganhe. Ele era um dos maiores e, agora, será o maior salário do clube, certamente. Nunca tive dúvidas que ele iria renovar o contrato. Não vejo o Fábio jogando em outro clube aqui no Brasil. Não vejo o Fábio envergando outra camisa", comentou o presidente.

Atualmente, Fábio já contabiliza nada menos que 657 jogos pelo Cruzeiro, o que o credencia a ser o jogador que mais vestiu a camisa estrelada desde a fundação do clube, em 1921. A estreia na equipe aconteceu ainda em 2000, durante sua primeira e rápida passagem pela Toca. Em 2004, retornou em definitivo para conquistar de vez o posto de goleiro titular e levantar cinco títulos estaduais além do mais recente bicampeonato brasileiro.

UOL Esporte

Temporada de 2016 vai começar mais cedo após mudança no calendário

(Foto: ERIC VARGIOLU / FRAME)


O calendário da temporada de 2016 da Fórmula 1 deve passar por uma série de mudanças após as equipes e alguns organizadores reclamarem das datas anunciadas provisoriamente em julho. O fato de muitas corridas acontecerem em finais de semana seguidos, devido ao início relativamente tardio - no início de abril - e a manutenção do final em novembro, mesmo com uma etapa a mais em relação a este ano, é o grande motivo de reclamação.

A primeira alteração promete 'desafogar' o calendário, com a antecipação do GP da Austrália de 3 de abril para 20 de março. A mudança ainda precisa ser ratificada pelo Conselho Mundial.

Outras mudanças são esperadas. Os organizadores dos GPs da Malásia e de Cingapura, por exemplo, não querem que seus GPs tenham datas próximas, devido a sua posição geográfica e ao temor de queda na venda dos ingressos. Atualmente, as provas estão marcadas para dois finais de semana seguidos.

O GP do Brasil segue marcado para 13 de novembro.

UOL Esporte

Site Resultados.com lança aplicativo para celular e iphone

ESPAÇO PUBLICITÁRIO




O site Resultados.com está promovendo o lançamento de seu mais novo aplicativo para os sistemas Android e iOS. O site acompanha em tempo real todos os lances, novidades e gols dos campeonatos de futebol no Brasil e no mundo, além da cobertura de outros esportes, como basquete, vôlei, handebol, beisebol, hóquei, dentre outros.

No app você encontra resultados rápidos e precisos de esportes ao vivo direto no seu celular. O Resultados.com mostrará para você placares ao vivo, resultados e tabelas de classificação de 29 esportes e mais de 5.000 competições, estatísticas de partidas ao vivo para 7 esportes, além do recurso “Meus Jogos”, para seguir apenas suas partidas favoritas, com notificações push direto no aplicativo.

Faça o download do aplicativo na Play Store ou na Apple Store, ou então acompanha o site pelos links t.resultados.com (versão touch para smartphones) ou m.resultados.com (versão simplificada para conexão de internet lenta).

Ponto de Opinião: Grandes ídolos não conseguem retorno triunfal em volta para o Brasil

(Foto: REUTERS/Gustau Nacarino)


A saída de Ronaldinho Gaúcho do Fluminense, após um longo período parado e confusões com os treinadores que passaram pelo clube, colocam o jogador em uma lista restrita dos ídolos que não deram certo em sua volta ao Brasil. 

Atletas como Robinho, Alexandre Pato, Ronaldo e Alex são exceções de uma lista que conta com Luís Fabiano, Fred, Adriano, entre outros. Alguns podem não concordar, mas que a volta de jogadores para o Brasil é um caminho que tem de ser pensado muito bem. 

A saída de Ronaldinho reforça a tese que jogador “estrela” que retorna para o Campeonato Brasileiro perde o status. Nada aqui no país fica supervalorizado, apenas no salário que não é respeitado dentro das quatro linhas. Uma pena acompanhar isso no futebol tão bem jogador no Brasil em 2015.

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Projeto arrecada calçados para jovens corredores em Ribeirão Preto, SP

(Foto: Luis Doro)


Nona corrida do Brazil Run Series/Circuito CAIXA também revelou histórias de superação


Criada para incentivar a prática do atletismo com a doação de tênis para jovens de regiões socialmente vulneráveis, a campanha “Pegada do Bem” tornou a mobilizar os atletas durante a prova do Circuito Caixa, realizada em Ribeirão Preto, no último domingo domingo (27). Um total de 58 pares de calçados foi arrecadado para o Clube de Atletismo de Serrana, o CAS.

O empenho de Abel Elias Rahal, professor da USP de Ribeirão Preto e idealizador do CAS, foi um dos fatores responsáveis pelo sucesso da campanha. Um dia antes da corrida, Abel fez questão de participar da entrega dos kits para pedir a ajuda de cada inscrito. Na manhã da prova, tirou fotos e agradeceu, pessoalmente, cada par recebido.

"Fazemos do atletismo uma ferramenta para a educação e a inclusão social. Essa doação, com certeza, mudará a vida de nossas crianças e jovens, pois muitos não têm condição e treinam descalços na pista de pedriscos", afirmou.

Com 30 inscritos, a unidade da Companhia Athletica em Ribeirão Preto formou o maior pelotão de corredores da etapa local do Circuito Caixa e foi a assessoria esportiva premiada na prova. "É gratificante receber esse reconhecimento. A corrida da CAIXA é uma das mais tradicionais da cidade e, por isso, ficamos felizes em ver que nossos alunos sempre participam. O novo trajeto também serviu como estímulo para essa presença, pois é importante encarar novos desafios sempre", salientou Eduardo Visentini, um dos coordenadores do Grupo de Corrida da Companhia Athletica.

Estreia com gosto de superação - Cruzar a linha de chegada em último lugar entre os atletas amadores não foi motivo para tirar o sorriso do rosto do auxiliar de Produção Junior Moreira e da técnica em Enfermagem Marineide Lourenço, participantes da etapa de Ribeirão Preto do Circuito CAIXA. A dupla, integrante do grupo Runner de Cravinhos, é mais um exemplo de superação e realização pessoal. Os dois decidiram encarar seus próprios limites e enfrentaram o trajeto de 10 km.

"Sou iniciante na corrida, mas resolvemos testar nosso limite e realizar um desejo da Marineide, que era fazer os 10 km. Ao avistarmos a chegada, após 1 hora e 28 minutos de prova, demos as mãos e atravessamos a faixa juntos. Terminamos mais felizes do que começamos, pois a superação é o maior prêmio", afirma Moreira. Marineide diz que sempre foi adepta da caminhada, mas seu sonho mesmo era praticar corrida de rua. "O trajeto da competição foi sensacional. Um pouco difícil nas subidas, mas é isso que o torna mais emocionante. Além disso, esse clima maravilhoso de Ribeirão Preto nos motivou bastante para irmos além do que esperávamos", ressalta.

Moreira passou, em 2012, por uma cirurgia no estômago. Incomodado com o peso elevado e preocupado com sua qualidade de vida, percebeu que era o momento de investir seu tempo em exercícios físicos. Ao lado da namorada, começou a frequentar a equipe Runner, criada em 2013, em Cravinhos, e que, atualmente, já conta com mais de 100 integrantes. Em novembro, o grupo realizará a 1ª corrida de rua da cidade, em uma ação social de conscientização pela prevenção ao câncer.

Com informações da ZDL

Para diminuir problemas após shows, Allianz trocará grama no fim do ano

A fim de diminuir os problemas após shows no Allianz Parque, a organização do estádio revelou nesta terça-feira que haverá uma troca de gramado no fim do ano. A intenção é agora ter um campo que possa ser mais facilmente trocado em partes específicas, caso seja danificado após apresentações na arena.

"No fim do ano vamos fazer uma troca total do gramado. Vamos fazer numa base que seja mais facilmente trocada, se necessário. Quando tivermos um show, se precisar, porque danificou, trocar a grama e dois dias depois jogar me cima dela", disse Alexandre Costa, gerente geral do Allianz Parque.

"Essa troca da grama total vai ter mês e meio de estabilização. Ou seja, até o início do Campeonato Paulista a gente vai preservar 100% o gramado, não vai usar o gramado para ele estabilizar e para ficar a grama pronta. Depois disso, a ideia é ter uma grama e uma tecnologia de troca que se precisar trocar 500 m² do gramado, conseguimos fazer. A gente faz um show, amanhã troca o gramado e depois de amanhã pode jogar, é o que se faz na Europa", acrescentou.

No dia 19, a casa do Palmeiras recebeu o show de Rod Stewart, e ainda restam marcas no gramado, embora o nivelamento seja considerado bom. Os grandes eventos costumam fazer isto no campo do Allianz Parque, que já chegou a ser pintado no fim do ano passado e durante o Paulista para maquiar falhas.

Em junho, já houve uma mudança, da grama de verão para a grama de inverno. A fase de adaptação casou com uma sequência de jogos do Verdão e até da Seleção Brasileira, e o campo ficou em condições ruins, para críticas da equipe nacional e do próprio Verdão. Agora, a organização vê os problemas minimizados após quase três meses, e a grama estabilizada, tanto que não será mudado o tipo do grama.

"A preocupação do Palmeiras é legítima, mas após o show do Rod Stewart, dia 19, fizemos uma vistoria no dia 21 e vimos que o dano na grama não era grande, e tinha todas as condições para o jogo do dia 30. A partir do momento que sabíamos que ia ter o jogo no dia 30, fizemos de tudo para recuperar o gramado para o jogo, e fizemos isto", acrescentou.

Até o fim do ano, haverá outros cinco shows: Muse e Ariana Grande, em outubro (por conta disto o Verdão pega o Sport no Pacaembu), além de duas apresentações do cantor David Gilmore, e o festival da rádio Mix. Após isto, será feita a troca da grama, e o estádio não terá eventos até fevereiro, quando o Palmeiras estreia no Campeonato Paulista.

Para quarta, 80% das condições

Um dia antes do jogo contra o Internacional, que vale uma vaga na semifinal da Copa do Brasil, a organização do estádio considera que o campo está com "80% de suas condições" para o confronto. Apesar das marcas por conta do palco de Rod Stewart, Alexandre Costa diz que isto não influirá no decorrer da partida.

"Diria que está 80%, porque na parte que não teve show, o gramado está ótimo. No local do palco, tem a marca, mas a nível de condição de jogo, nivelamento, existe uma diferença de coloração apenas, mas tem totais condições de jogo", encerrou.

UOL Esporte

Santos negocia com ex-atacante da Alemanha para vaga de Lucas Lima

(Foto: Karim Jaafar/AFP)


A diretoria do Santos e o técnico Dorival Júnior se reúnem constantemente para reforçar o elenco para a próxima temporada. O UOL Esporte apurou o primeiro nome que apareceu na lista de reforços foi do atacante Cacau, brasileiro naturalizado alemão. O atleta de 34 anos, que disputou a Copa do Mundo de 2010 pela Alemanha, foi oferecido ao clube paulista.

Após descobrir que Cacau quer voltar ao futebol brasileiro, a diretoria santista consultou Dorival Júnior. O treinador aprovou a contratação e, por isso, as tratativas com o empresário do jogador já foram iniciadas. No entanto, as conversas estão bem no início.

Entre dirigentes e comissão técnica, Cacau é considerado um dos atletas que pode suprir até a ausência de Lucas Lima. A diretoria santista tem planos para manter o camisa 20 em 2016, mas está temerosa que o empresário do jogador, Wagner Ribeiro, já esteja preparando a saída do meia no fim deste ano.

No sistema 4-2-3-1, que atua o Santos de Dorival, o brasileiro naturalizado alemão pode atuar em qualquer posição da linha que joga atrás de Ricardo Oliveira – formada por Geuvânio [Marquinhos Gabriel], Lucas Lima e Gabigol.

Cacau jogou onze temporadas no futebol alemão, mas o último clube do atacante foi o Cerezo Osaka, do Japão. O atleta, natural de Santo André, disputou a Bundesliga entre 2001 e 2013.

O atacante atuou pelo Nuremberg, mas teve a melhor fase de sua carreira no Stuttgart. No total, foram 307 jogos no futebol alemão e 88 gols marcados. Pela seleção da Alemanha, ele disputou 23 partidas e balançou as redes seis vezes. Uma delas ocorreu na Copa do Mundo de 2010.

Cacau já acenou com o desejo de defender a camisa do Santos e aceita, inclusive, reduzir o salário que ganhou nos últimos anos no exterior para chegar a um acordo com o time da Vila Belmiro.

Além de Cacau, o Santos prioriza a contratação de um zagueiro. Kadu é um dos nomes cotados para o setor. O zagueiro de 29 anos tem passagem pelo Corinthians e, atualmente, é titular da zaga do time paranaense.

UOL Esporte

Time norte-americano contará com Grosjean para estrear na F-1 em 2016

(Foto: Haas F1/Divulgação)


A nova equipe da Fórmula 1, a Haas F1, anunciou a contratação de Romain Grosjean para a temporada de estreia. O time norte-americano estreia em 2016 equipado com chassi Dallara e motores Ferrari.

O projeto está em andamento há quase dois anos e é liderado por Gene Haas, um dos donos da equipe que leva seu nome na Nascar. O chefe da equipe é Gunter Steiner, que tem passagens pela Jaguar e Red Bull. "Sempre dissemos que queríamos um piloto experiente para liderar nossa equipe no início desse projeto. Sabemos que a F-1 é complicada e sabemos que o melhor é aprender com os outros. O que mais me impressionou em relação a Grosjean é que ele marca pontos com consistência e é disso que precisamos", afirmou Haas, que avisou: "É bom Grosjean estar pronto porque ele vai trabalhar muito mais do que imagina."

O piloto afirmou que tem seguido o projeto da nova equipe há algum tempo. "Pensar no futuro de sua carreira é sempre importante. Descobri o projeto por meio da mídia e tentei buscar mais informações sobre o que eles estavam fazendo e acredito que eles podem ter sucesso. Gosto da maneira como as coisas estão sendo tocadas - de forma lenta, mas positiva."

Grosjean salientou que é difícil saber qual a expectativa concreta da equipe para a estreia, mas falou em conquistar pontos já nas primeiras provas. "É difícil responder sobre isso até quando você conhece a equipe, mas pelo que vi até agora, podemos ser competitivos desde o começo e seria muito bom marcar alguns pontos logo de cara. Essa expectativa positiva foi importante para minha decisão. É um projeto, diferente, baseado em parcerias, e acredito que possa ser uma boa direção."

A Haas será a primeira equipe norte-americana na Fórmula 1 desde a Haas Lola, que disputou os campeonatos de 1985 e 1986. Apesar da coincidência de nomes, os projetos não têm qualquer relação, assim como a equipe de mesmo nome da Fórmula Indy.

Atualmente disputando sua quarta temporada completa na Fórmula 1, Grosjean, de 29 anos, tem 10 pódios na carreira, sendo o mais recente conquistado no GP da Bélgica, em agosto. Será a primeira vez que o piloto francês muda de equipe, uma vez que começou como substituto de Nelsinho Piquet na temporada de 2009 pela Renault e seguiu no time de Enstone após a venda para a Genii, que rebatizou a equipe como Lotus.

A equipe terá três bases: como o chassi é Dallara, parte do trabalho será realizado na Itália. A parceria técnica com a Ferrari significa que, além de ceder motores, os italianos são responsáveis pela parte mecânica do carro e devem permitir o uso de seu túnel de vento. A sede oficial será nos arredores de Charlotte, nos EUA, onde fica a fábrica do time da Nascar e a Haas também adquiriu a velha fábrica da Marussia, em Banbury, na Inglaterra.

UOL Esporte

Oito fatos sobre o Brasil nos Jogos Olímpicos que você não conhece

(Foto: Daniel Ramalho/AGIF/COB)


Em um trabalho de mais de dez anos de pesquisas e entrevistas, a professora e psicóloga Katia Rubio traçou um perfil dos 1.796 atletas que representaram o Brasil na história das Olimpíadas, sendo 1.355 homens e 445 mulheres. O resultado disso foi a publicação no mês passado do livro "Atletas Olímpicos Brasileiros", uma espécie de enciclopédia com pequenos verbetes bibliográficos.

A obra aborda desde a primeira participação oficial brasileira nos Jogos, na Antuérpia-1920, até Londres-2012. São várias as histórias. Muitas conhecidas do público e outras que vieram à tona agora.

1 - Porta-bandeira fez testes pela Williams e é chefe na Mitsubishi
O velejador Eduardo de Souza Ramos, porta-bandeira do Brasil nos Jogos Olímpicos de Los Angeles-1984, é um apaixonado pelo automobilismo e chegou até a fazer testes pela equipe Williams de Fórmula 1, além de disputar várias provas de kart e de endurance. Hoje, é presidente do Conselho da Mitsubishi Motors do Brasil, empresa da qual é fundador. Além de disputar os Jogos de 1984, também esteve em Moscou, em 1980. Não foi ao pódio em nenhuma das duas oportunidades.

2- Primeiro brasileiro em Jogos não era brasileiro
Adolphe Christiano Klingelhoeffer foi o primeiro atleta brasileiro a competir em uma Olimpíada, antes mesmo da criação do Comitê Olímpico do Brasil (COB) em 1914. Filho do vice-cônsul brasileiro em Pais, ele participou dos jogos de 1900 na capital francesa. No atletismo, participou das provas de 60 m rasos, 200 m rasos e 110 m com barreira. Não avançou à final em nenhuma delas. Tinha 20 anos na época. Ele morreu em 1956. Oficialmente, a primeira participação brasileira ocorreu em 1920.

3 - Medalhista olímpico mais velho ainda vivo é do basquete
Aos 90 anos de idade, Alberto Marson é o brasileiro mais velho ainda vivo a ter ganho uma medalha olímpica. Defendendo a seleção de basquete, ele ficou com o bronze nos Jogos Olímpicos de Londres, em 1948. Também participou do primeiro Campeonato Mundial de Basquete, em 1950. Atualmente vive na cidade de São José dos Campos, no interior de São Paulo. 

4- Larry não foi o primeiro nascido fora do Brasil a defender seleção de basquete
O americano Larry Taylor não foi o primeiro atleta nascido fora do Brasil a defender a seleção de basquete em uma Olimpíada. O pioneiro foi Victor Mirchauswka, nascido na província de Brest, em Belarus. Ele Jogou em Tóquio-1964. Depois, em Munique-1972, o Brasil teve em seu elenco Radvilas Gorauskas, nascido na Lituânia. Mirchauwksa também foi o primeiro nascido no exterior a ganhar uma medalha pelo país. Foi exatamente na sua única participação olímpica.

5- Município baiano tem história na canoagem
Uma das principais esperanças de medalha do Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, é o canoísta Isaquias Queiroz. Ele é natural de Ubaitaba, na Bahia. O município tem forte ligação com a canoagem. Jefferson Bispo Lacerda, primeiro brasileiro a fazer parte de uma delegação da modalidade em Jogos Olímpicos (Barcelona-1992) também nasceu lá. Nesta participação, competiu nas provas de 500m e 1.000m no caiaque. Atualmente, trabalha como oficial de Justiça na cidade baiana.

6- Cartola poderoso competiu na natação e depois jogou polo
Presidente da Fifa entre os anos de 1974 e 1998, João Havelange participou de duas Olimpíadas em um intervalo de 16 anos, e em duas modalidades diferentes. Em Berlim-1936, nadou os 400 m e 1.500 m livre, mas não passou às finais. Em Helsinque-1952, seguiu competindo na piscina, mas desta vez no polo aquático. Fez parte do time brasileiro que perdeu as cinco partidas que fez. 

7 - Polo aquático brasileiro com gringos
Uma das apostas da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) para ganhar medalha no polo aquático em 2016 foi a naturalização de atletas, casos do cubano Ives González e do cubano Josip Vrlic. Mas isso não é uma novidade para o país nesta modalidade. Nos Jogos Olímpicos de Tóquio-1964, o time nacional teve sem seu elenco o húngaro Aladar Szabo. Ele se naturalizou brasileiro em 1962, dez anos após ser campeão olímpico por seu país natal. Ele veio ao Brasil em 1959 para ser técnico do Fluminense a convite de João Havelange.

8 - Hóquei para o Brasil não é novidade
No ano que vem, o Brasil participará pela primeira vez na história da competição de hóquei na grama masculino, após conseguir uma classificação heroica nos Jogos Pan-Americanos de Toronto (CAN). Mas em um outro tipo de hóquei o país já esteve representado em Olimpíadas. Em Barcelona-1992, a seleção brasileira de hóquei sobre patins ficou em quinto lugar. O esporte era apenas demonstração. 

UOL Esporte

Desanimado, Ronaldinho cogita encerrar carreira após deixar o Flu

Ronaldinho Gaúcho não é mais jogador do Fluminense. Após reunião com a cúpula tricolor na noite da última segunda-feira (28), o craque solicitou a rescisão do contrato que iria até o final de 2016 - pedido aceito pelos dirigentes. E o fim da passagem pelas Laranjeiras pode significar ainda o encerramento de um outro ciclo. Desanimado com as últimas situações e longe das condições físicas ideais, o camisa 10 não descarta parar de jogar.

Em conversa com amigos e familiares antes de comunicar ao Fluminense o desejo de deixar o clube, Ronaldinho comunicou que não sentia mais vontade de jogar. Surpreso, o estafe do Gaúcho pediu tranquilidade ao atleta antes de uma decisão definitiva.

Incomodado por não conseguir render o que imaginava, Ronaldinho cogitou abandonar o Tricolor das Laranjeiras há alguns dias. Tal ideia foi demovida por Assis, seu irmão e empresário

A família tentava convencer Ronaldinho que tudo não passava de um mau momento e que, com a sequência de treinos, o bom futebol voltaria. Não durou muito tempo. Após uma semana inteira de treinos e um desempenho ruim nos 45 minutos que esteve em campo diante do Goiás, no último sábado, o camisa 10 desistiu de vez.

Na última segunda-feira comunicou aos integrantes do departamento de futebol que não iria treinar por "problemas particulares" e, na sequência, solicitou uma reunião com o vice de futebol, Mário Bittencourt, e com o diretor executivo Fernando Simone. Era o fim da breve passagem de nove jogos pelo Tricolor.

Agora oficialmente sem clube, Ronaldinho irá travar uma nova "batalha" com seu irmão. Para o craque, o encerramento da carreira é uma das possibilidades. O estafe do camisa 10, no entanto, quer esperar alguns dias para definir os próximos passos do Gaúcho.

Pessoas ligadas a Ronaldinho evitam cogitar publicamente o fim da carreira por conta dos diversos contratos publicitários do jogador que estão em vigor e analisam o melhor a ser feito.

Time "sem pressão" é uma hipótese

Uma das hipóteses ventiladas por pessoas próximas é esperar o "furacão" de uma nova rescisão passar e buscar um contrato em mercados com menor pressão, como Estados Unidos ou Oriente Médio.

Para muitos que cercam Ronaldinho, a cobrança exagerada por boas atuações é um dos fatores que mais incomoda o craque. Ainda sem saber os próximos passos, o Gaúcho ainda avalia se continuará escrevendo novos capítulos nos gramados.

UOL Esporte

Botafogo-SP aplica 3 a 0 e sai na frente no confronto de oitavas de final contra o Crac-GO

(Foto: Rogério Moroti)


Jogando no Estádio Santa Cruz, o Botafogo de Ribeirão Preto não mediu forças para o jogo contra o Crac, de Goiás, e venceu o adversário pelo placar de 3 a 0. Com bela atuação do ataque, que manteve o tricolor por boa parte do jogo no campo de ataque, o Botafogo começa bem a luta por uma vaga nas quartas de final da série D do Campeonato Brasileiro. 

Mesmo sem bater o recorde esperado de 20 mil torcedores, o Pantera começou bem o jogo e abriu o placar logo aos três minutos iniciais. Do lado goiano, o Crac pouco fazia dentro de campo, e com o nervosismo claro da equipe, o time de Catalão saiu de campo para o primeiro já com a desvantagem dos 3 a 0. 

Na etapa final, com o jogo praticamente ganho, o Botafogo administrava o placar e aproveitava o erro adversário para chegar ao ataque. O atacante Nunes mostrou determinação e fui um dos destaques do jogo, deixando sua marca na tarde desse domingo (27).

Agora, as duas equipes voltam a se enfrentar na próxima sexta-feira (2), agora no estádio do Crac, que terá uma tarefa difícil contra a equipe ribeirão-pretana.

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Corinthians está 93% perto do título; Fla tem 1,9% de chances de G-4

Com dez rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, as equipes começam a fazer contas para atingir seus objetivos. De acordo com o site Chance de Gol, a disputa pelo título está quase definida. Os números apontam favoritismo total para o Corinthians.

A disputa pelo G-4 é muito mais apertada, com destaque para o Flamengo. O clube rubro-negro não vence há três rodadas e vê as suas chances de atingir tal objetivo diminuírem. Na sétima colocação, o time de Oswaldo de Oliveira tem apenas 1,9% de conseguir chegar ao G-4 no fim do campeonato.

Na zona de rebaixamento, a disputa também é acirrada. O Vasco contabiliza cinco partidas de invencibilidade, tendo vencido quatro e empatado outra. Apesar do bom momento, é o Cruzmaltino que tem a maior possibilidade de cair para a segunda divisão atualmente.

Título brasileiro
Corinthians - 93,1%
Atlético-MG - 4%
Grêmio - 2,6%
Palmeiras (0,2%)
Santos (0,05%)
São Paulo (0,03%)

Vaga na Libertadores da América
Corinthians - 99,97%
Atlético-MG - 93%
Grêmio - 91,8%
Palmeiras - 57,2%
Santos - 37,1%
São Paulo 15,7%
Flamengo - 1,9%
Internacional - 1,6%
Ponte Preta - 0,7%
Sport - 0,6%
Atlético-PR - 0,08%
Fluminense - 0,1%
Cruzeiro - 0,2%

Rebaixamento
Atlético-PR - 1,4%
Fluminense - 0,9%
Cruzeiro - 0,8%
Coritiba - 20,9%
Avaí - 43,2%
Goiás - 28,7%
Chapecoense - 36%
Figueirense - 75,8%
Vasco - 96,3%
Joinville - 95,7%

UOL Esporte

Sharapova sente nova lesão e abandona torneio na estreia

A volta às quadras da tenista russa Maria Sharapova, 3ª colocada no ranking WTA, após quase três meses de ausência, foi interrompida prematuramente por lesão na segunda rodada do torneio de Wuhan, na China, nesta segunda-feira.

A russa, que vinha se recuperando de uma lesão na perna sofrida em Wimbledon, entrou no torneio de Wuhan diretamente na segunda rodada e vencia a tcheca Barbora Strycova, 41ª do ranking, por 7-6 (7/1), 6-7 (4/7), 2-1 quando sentiu dores no braço esquerdo e precisou abandonar a partida.

Sharapova não competia desde 9 de julho, em Wimbledon, quando foi eliminada nas semifinais do Grand Slam londrino pela americana Serena Williams, número um do mundo.

"Precisei de muito tempo para voltar a um nível que possibilite disputar um torneio', havia declarado a russa no sábado, na chegada em Wuhan. "Não teria vindo se não estivesse bem de saúde e pronta".

UOL Esporte

Renault inicia processo de compra da Lotus para voltar à F1 como equipe

(Foto: Reprodução UOL Esporte)














A Renault anunciou nesta segunda-feira que abriu o processo de compra da escuderia de Fórmula 1 Lotus, primeira etapa para o retorno do grupo francês com sua própria equipe à principal categoria do automobilismo mundial em 2016.

Renault e Gravity Motorsports, proprietária da escuderia, assinaram uma "carta de intenções sobre a aquisição potencial por parte da Renault de uma participação majoritária no capital da Lotus F1 Team", afirma a montadora francesa em um comunicado.

"A assinatura desta carta de intenções representa o primeiro passo para o projeto de uma escuderia Renault na Fórmula 1 em 2016, continuando assim com 38 anos de compromisso da marca no esporte", afirma a nota.

A Renault, que atualmente fornece os motores para a escuderia Red Bull, também indicou que vai trabalhar com a Gravity Motorsports "nas próximas semanas para transformar esta carta de intenções em acordo definitivo".

UOL Esporte

Tóquio 2020 propõe incluir surfe, skate e mais 4 esportes na Olimpíada

(Foto: Reprodução/WSL)















O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 propôs nesta segunda-feira novos esportes para serem incluídos em seu programa o beisebol, o softbol, o caratê, o surfe, o skate e a escalada. É padrão da sede dos próximos jogos sugerirem novas modalidades.

"Este pacote de eventos representa tanto os tradicionais como os em ascensão, eventos voltados para a juventude, todos populares no Japão e internacionalmente", disseram os organizadores de Tóquio. "Eles irão servir como uma força motriz para promover o Movimento Olímpico e seus valores, com um foco no apelo à juventude, e irão adicionar valor aos Jogos, envolvendo a população japonesa e novas audiências em todo o mundo, e refletindo a visão de Tóquio para os Jogos de 2020", completaram.

A proposta criaria um total de 18 novos eventos com medalhas, divididos entre homens e mulheres. Assim, os Jogos incorporariam mais 474 atletas.

As federações internacionais destas disciplinas foram as escolhidas entre as oito que chegaram à fase final da seleção, segundo anunciaram hoje em entrevista coletiva os responsáveis de Tóquio 2020. Estavam na disputa boliche, squash e wushu.

Sob as novas regras, as cidades-sede das Olimpíadas podem escolher esportes que desejam incluir nos Jogos, os quais seriam acrescentados aos 28 esportes centrais existentes.

O comitê de Tóquio 2020 vai enviar agora sua decisão ao Comitê Olímpico Internacional (COI), que deverá ratificar as novas cinco disciplinas olímpicas em sua sessão 129, que se reunirá no Rio de Janeiro às vésperas dos Jogos de 2016.

UOL Esporte

Com polêmicas, Força empata em 0 a 0 em clássico contra o Cascavel

(Foto: Divulgação)


Jogadores do time azul e branco saem de campo cobrando arbitragem por erros que mantiveram o placar zerado em Ribeirão Preto, SP


A tarde chuvosa e meio apática não afetaram a rodada quente da Copa Ipanema. Para se “vingar” da final do Super Masters Areia, o Força/Interouro Alimentos/BBCOP/GVT jogou contra o Cascavel nesse sábado (26), pela 8ª rodada do Super Masters Grama e apenas empatou com o adversário por 0 a 0. 

A equipe mantém chances de classificação para a próxima fase e soma 5 pontos e cinco rodadas. 

O time do represente Mário Sérgio saiu ao final da partida reclamando com a atuação da arbitragem. Segundo o zagueiro Araujo, a equipe poderia ter saído de campo com uma boa vitória, senão fosse os erros cometidos principalmente pelo árbitro. “Um dos jogadores deles tinha que ter sido expulso pela falta no Zinha. O outro colocou a mão na bola e o juiz não marcou nada. Assim fica difícil jogar bola”, diz. 

A partida foi bem equilibrada pelos dois lados. No entanto, as chances de gols paravam nos zagueiros inspirados das duas equipes. A melhor chance foi em falta sofrida pelo meia Zinha, que na cobrança mandou a bola no canteiro direito do goleiro. O Cascavel se manteve apagado em boa partida do jogo e apostava nos contra-ataques.

Na próxima rodada, o Força enfrenta o Vila Carvalho no dia 10 de outubro, a partir das 14:15 horas. Antes, no dia 3 de outubro, o Cascavel enfrenta o Super Estrela a partir das 15:15 horas. 

Sobre o Força: Equipe de futebol amador fundada no ano de 2009 em Ribeirão Preto (SP) por Osmar “Mineiro”, que de início nomeou a equipe como Força da Madrugada. Disputou as divisões Super Masters e Cinquentão (Grama e Areia) da Copa Ipanema. Em suas campanhas, há o vice-campeonato de 2011 no Super Masters Grama e o título de 2012 na mesma categoria, recebendo também os prêmios de melhor dirigente, artilheiro e disciplina. Atualmente, o Força é patrocinado pela Interouro Alimentos, o Mercado BBCOP e a GVT.

Atendimento a Imprensa
Nicholas Araujo – Responsável pela Comunicação Força
Mais informações: http://www.blogdoesporte.net

domingo, 27 de setembro de 2015

Altobeli Santos vence Brazil Run Series/Circuito CAIXA em Ribeirão Preto

(Foto: Luiz Doro/adorofoto)




















A queniana Delvine Meringor foi a campeã feminina, com recorde da disputa. Maria Aparecida Ferraz foi a terceira colocada e melhor brasileira

Paulista de Catanduva, Altobeli Santos levou o interior do Estado ao topo do pódio do Brazil Run Series/Circuito de Corridas CAIXA, neste domingo (27), em Ribeirão Preto. Na elite feminina, o domínio foi estrangeiro, com a queniana Delvine Meringor estabelecendo o novo recorde da prova e a colombiana Muriel Paredes na vice-liderança. Maria Aparecida Ferraz, terceira colocada, foi a melhor brasileira na classificação. 

Mais de 2.000 competidores ocuparam as ruas de Ribeirão Preto, e foram brindados com a presença de um caminhão-pipa, que ajudou a enfrentar o calor típico da cidade. A prova teve novos percursos de 5 km e 10 km, com largada na Av. Av. Heráclito Fontoura Sobral Pinto no bairro Quinta da Primavera, também conhecido como região dos Condomínios Guaporé. 

Vencedor na elite masculina, Altobeli Santos fez em Ribeirão Preto sua primeira prova após o sexto lugar nos 5.000 m dos Jogos Pan-Americanos de Toronto/2015, em julho. "Meu foco é a Corrida de São Silvestre. Então, comecei a treinar em corridas mais longas. Posso dizer que comecei de maneira excelente", brincou o atleta. Altobeli cruzou a linha de chegada 20 segundos à frente do queniano Paul Kimutai, que conta quatro vitórias no Brazil Run Series/Circuito CAIXA. O paulista já havia sido o vice-campeão na cidade em 2013.

Liderança assegurada - Com o terceiro lugar em Ribeirão Preto, o pernambucano Wellington Bezerra da Silva segue na liderança do Ranking CBAt/CAIXA de corrida de rua, com uma vantagem ainda mais confortável sobre o vice-líder, Sivaldo Viana. "Só não pude participar de uma das etapas deste ano e, apesar de não ter vencido hoje, não poderia estar mais feliz com minha colocação", completou. Com foco na São Silvestre, Wellington acredita que o Circuito CAIXA é uma ótima maneira de treinar e descobrir os pontos fortes e fracos de si mesmo para a competição em dezembro.

Recorde feminino - Campeã entre as mulheres, a queniana Delvine Relin Meringor estabeleceu o novo recorde da prova, com 34min23, diminuindo em 25 segundos o tempo feito por Fabiana Cristine da Silva em 2005. "Não poderia estar mais feliz, mas mal terei tempo de comemorar. Voltarei para o Quênia, onde treinarei para a corrida de São Silvestre no final de dezembro em São Paulo", explicou Delvine, campeã também na etapa de Brasília do circuito. A queniana considerou o clima brasileiro muito úmido. "Foi bom ter vindo competir aqui antes de correr a São Silvestre, para me preparar melhor e saber um pouco mais sobre o clima e as adversárias que enfrentarei", disse.

Maria Aparecida Ferraz também teve motivos de sobra para comemorar a medalha. Além de ser a primeira colocada brasileira na prova, subiu para a quarta posição no ranking geral da CBAt/CAIXA com os pontos somados em Ribeirão - os dez melhores de todo o circuito deste ano garantem, automaticamente, um patrocínio específico para 2016. 

"O novo percurso estava difícil, por isso tive que correr com inteligência para alcançar o resultado desejado. Minha meta era ficar entre as cinco primeiras", comenta a jovem de 25 anos, estreante em Ribeirão Preto. Maria Aparecida Ferraz entrou na disputa do Circuito CAIXA de 2015 na metade do ano, na etapa de Fortaleza, dia 2 de agosto.

Resultados

Feminino:
1. Delvine Relin Meringor(Luasa Sports/CAIXA) - 34min23
2. Muriel Coneo Paredes (Luasa Sports/CAIXA) - 36min14
3. Maria Aparecida Ferraz (Luasa Sports/CAIXA) - 36min24
4. Rejane Ester Bispo da Silva (Filé e Márcia Narloch) - 36min39
5. Luzia de Souza Pinto (FEAC/Franca) - 36min51

Masculino:
1. Altobeli Santos da Silva (Matilat Nardine/Arpa SML) - 30min21
2. Paul Koech Kimutai (Luasa Sports/CAIXA) - 30min41 
3. Wellington Bezerra da Silva (Cruzeiro EC) - 31min03
4. Carlos Oliveira Santos (Pé de Vento/CAIXA) - 31min35
5. Eliezer de Jesus Santos (Filé e Márcia Narloch) - 31min47

ZDL

Confira os destaques da rodada internacional deste fim de semana

(Foto: Reprodução)


Olympique 1x2 Angers

O Campeonato Francês desta temporada não é dos melhores para o Olympique. Com começo irregular, a equipe francesa foi derrotada em casa pelo novato Angers, que conseguiu acesso na última temporada para a elite nacional. O Olympique ocupa a 14ª posição com 8 pontos, apenas 4 pontos da zona de rebaixamento. 


Genoa 2x1 Milan

No campeonato italiano, enquanto o rival Inter de Milão lidera com folga, o Milan sofre para alcançar o G8. Em partida fora de casa, a equipe não conseguiu sair de campo com um bom resultado e foi derrotada por 2 a 1 pela Genoa, que atualmente ocupa a 14ª posição na Série A. 


Real Madri 0x0 Málaga

O espaço aqui é para comentar sobre todo o Campeonato Espanhol nesta nova temporada. Enquanto nas outras edições Real Madri, Barcelona e Atlético de Madri comandavam o G3, este ano Celta, Villareal e Deportivo LaCoruña são grandes ameaças a hegemonia de Madri e Catalunha. O empate do Real contra o Málaga, que luta contra o descenso logo no começo da competição, demonstra um certo nervosismo perante os elencos poderosos encontrados na Espanha. Destaque ao Celta, que goleou recentemente o Barcelona por 4 a 1.


Newcastle 2x2 Chelsea

José Mourinho que se cuide. O elenco do Chelsea está perdido nesse início de Premier League. Jogando contra o Newcastle fora de casa, os Blues sofreram para levar um ponto dos donos da casa. Ramires e William, no entanto, deram conta do recado e ajudaram o Chelsea a se manter na 15ª colocação, a 4 pontos da zona da degola.

Camilo para em dois tiebreaks e é vice na Espanha

O paulista Rafael Camilo não resistiu a dois sets muito equilibrados na decisão do future de Sevilha e ficou com o vice-campeonato no saibro espanhol neste domingo. Em jogo com apenas duas quebras, o 759º do mundo foi superado pelo belga Arthur de Greef, 387º e cabeça de chave 5, com parciais de 7/6 (7-4) e 7/6 (7-5), em 2h10.

Camilo disputou a segunda final na temporada e segue com quatro títulos de future no currículo, em 10 finais. O torneio com premiação de US$ 15 mil garantiu 15 pontos ao vice-campeão, sua maior pontuação nas últimas 52 semanas. Quando esses pontos forem computados, o paulista deve saltar cerca de 120 posições.

Esse foi o primeiro encontro entre os dois jogadores. O belga de 23 anos chegou ao 7º troféu em 15 decisões. Com os 27 pontos pela conquista, deve ganhar 50 postos no ranking da ATP.

O paulista de 25 anos salvou os dois únicos break points da primeira parcial, em 4/4, mas depois do primeiro ponto do tiebreak esteve sempre atrás. A primeira quebra do jogo foi de Camilo, que fez 2/1 no segundo set e manteve a vantagem até sacar em 4/3.

De Greef esteve a dois pontos do título no 10º game, mas a definição foi para mais um tiebreak. Com chances para os dois lados, o belga abriu 4-1, Camilo virou para chegar a 5-4 e saque e acabou perdendo os dois pontos no serviço, o do 5-5 em um dupla falta. 

UOL Esporte

Hamilton vence no Japão e iguala marca de Ayrton Senna; brasileiros vão mal

(Foto: Toru YAMANAKA/AFP)


Nico Rosberg tinha a chance de diminuir a vantagem de Lewis Hamilton na liderança do campeonato, mas o inglês superou o companheiro ainda na primeira curva para vencer de ponta a ponta o GP do Japão. Mesmo tendo caído para quarto, Rosberg conseguiu minimizar as perdas e chegou em segundo, seguido por Sebastian Vettel, da Ferrari.

Com o resultado, Hamilton igualou as 41 vitórias de Ayrton Senna, se colocando como quarto maior vencedor da história da Fórmula 1, ao lado do brasileiro. Estou tão feliz. Não sou um cara de chorar, mas estou cheio de alegria hoje e muito agradecido por todas as pessoas que me ajudaram para chegar aqui", afirmou o piloto. "Estar aqui em um circuito no qual eu adorava ver o Ayrton pilotar e igualar suas vitórias... não sei o que dizer. Não parece real no momento."

A corrida foi muito ruim para os brasileiros. Felipe Massa teve um toque ainda na largada e passou toda a prova nas últimas colocações, sem um bom ritmo. O piloto da Williams fechou em 17º. Felipe Nasr, que chegou a largar bem, mas teve problemas de aderência durante a prova e abandonou com duas voltas para o fim.

Largando na pole apenas pela segunda vez na temporada, Nico Rosberg não foi bem e caiu de primeiro a quarto, sendo superado por Lewis Hamilton, que assumiu a ponta, Sebastian Vettel e Valtteri Bottas. Rosbeg chegou a dividir a primeira curva com Hamilton, mas espalhou na saída da curva e perdeu as posições. Kimi Raikkonen apareceu em quinto, seguido por Romain Grosjean, Nico Hulkenberg, Fernando Alonso e Carlos Sainz.

Largando em quinto, Felipe Massa se tocou com Daniel Ricciardo e os dois tiveram pneus furados, caindo para as últimas posições. Felipe Nasr ganhou três posições na largada e ultrapassou Jenson Button em uma manobra ousada na sexta volta, por fora na primeira curva. Segundos antes, Carlos Sainz tinha feito ultrapassagem semelhante em Fernando Alonso, demonstrando a falta de velocidade do motor Honda na reta. "É muito vergonhoso ser ultrapassado assim, muito", reclamou o espanhol via rádio.

As primeiras paradas começaram cedo, na volta 10. Antecipando sua troca, Verstappen superou Felipe Nasr, que caiu para 15º.. Entre os primeiros, quem inaugurou as paradas foi Bottas, tentando se defender de Rosberg na briga pelo terceiro lugar, manobra que funcionou e manteve o finlandês à frente.
O último entre os líderes a parar foi Hamilton, voltando 6s9 à frente de Vettel. O inglês estava com os pneus médios, enquanto o alemão optara pelos duros. Mais atrás, Rosberg, também de pneu duro, ultrapassou Bottas na chicane e assumiu o terceiro posto, 3s7 atrás de Vettel.

O alemão se aproximou do compatriota antes da segunda parada, permitindo que a Mercedes usasse a estratégia para bater a Ferrari: parando uma volta antes, Rosberg voltou à frente de Vettel. A Ferrari utilizaria a mesma tática para Raikkonen superar Bottas, que caiu para quinto. Enquanto isso, Hamilton tinha aberto 10s na ponta. 

Na última parte da prova, Hamilton administrou a vantagem, enquanto Rosberg sofria para abrir caminho entre os retardatários e Vettel se aproximava perigosamente, chegando a ficar a 1s5 da Mercedes. As brigas por posição eram fortes no meio do pelotão, com destaque para Verstappen, que ultrapassou o companheiro Sainz, com quem teve uma polêmica na última prova, se negando a ceder posição após um pedido de equipe. 

A briga valia pela nona colocação. Com Hamilton na ponta, Rosberg foi segundo, seguido por Vettel, Raikkonen, Bottas, Hulkenberg, Grosjean, Maldonado, Verstappen e Sainz fechando o top 10.

Com a vitória tranquila, Hamilton chegou a 277 pontos, contra 229 de Rosberg. Assim, com 125 pontos em jogo, a diferença entre os dois é de 48 pontos. Sebastian Vettel é o terceiro, com 218. Sem pontuar, Felipe Massa viu Kimi Raikkonen abrir 22 pontos na quarta posição do campeonato. Valtteri Bottas também aumentou para 14 pontos a distância para o brasileiro, que é sexto na tabela. A Fórmula 1 volta em duas semanas, no GP da Rússia.

Confira o resultado do GP da Japão
1. Lewis Hamilton ING Mercedes-Mercedes 53 voltas 1hr 28m 06.208s 
2. Nico Rosberg ALE Mercedes-Mercedes +18.9s 
3. Sebastian Vettel ALE Ferrari-Ferrari +20.8s 
4. Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari +33.7s 
5. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes +36.7s 
6. Nico Hulkenberg ALE Force India-Mercedes +55.5s 
7. Romain Grosjean FRA Lotus-Mercedes +1m 12.2s 
8. Pastor Maldonado VEN Lotus-Mercedes +1m 13.5s 
9. Max Verstappen HOL Toro Rosso-Renault +1m 35.3s 
10. Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Renault +1 volta
11. Fernando Alonso ESP McLaren-Honda +1 volta 
12. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes +1 volta 
13. Daniil Kvyat RUS Red Bull-Renault +1 volta 
14. Marcus Ericsson SUE Sauber-Ferrari +1 volta 
15. Daniel Ricciardo AUS Red Bull-Renault +1 volta
16. Jenson Button ING McLaren-Honda +1 volta 
17. Felipe Massa BRA Williams-Mercedes +2 voltas 
18. Alexander Rossi EUA Manor-Ferrari +2 voltas
19. Will Stevens ING Manor-Ferrari +3 voltas
Abandonou:

Felipe Nasr BRA Sauber-Ferrari 50 voltas completadas

UOL Esporte

Ex-palmeirense é expulso, mas argentino comanda virada da Lazio sobre o Verona

(Foto: Getty Images)
















A Lazio conseguiu uma vitória improvável sobre o Verona, neste domingo, por 2 a 1 pela sexta rodada do Campeonato Italiano. Atuando fora de casa, no Estádio Marc'Antonio Bentegodi, a equipe da capital saiu atrás do placar, empatou, mas teve um jogador expulso, o ex-zagueiro palmeirense Maurício.

Ainda assim, a virada do time azul veio sob a batuta do meia argentino Lucas Biglia: ele fez o gol de empate em pênalti e rolou a bola na falta que Marco Parolo cobrou por baixo da barreira aos 41 do segundo tempo e garantiu o bom resutltado.

O gol do Verona, que atuou sem o veterano artilheiro Luca Toni, aconteceu aos 33 minutos da etapa inicial com o zagueiro Filip Helander após bate-rebate.

Com a vitória, a Lazio chega a 12 pontos e está empatada na terceira colocação com o invicto Sassuolo (que empatou por 1 a 1 com o Chievo) e a Fiorentina, que enfrenta ainda neste domingo a líder Inter de Milão como visitante.

Já o Verona está com apenas três pontos, na 17ª colocação, a primeira fora da zona de rebaixamento, e segue sem vitórias no atual Calcio.

Quem também vive boa fase é o Torino, que assumiu provisoriamente o segundo lugar com o triunfo por 2 a 1 sobre o Palermo - Giancarlo Gonzalez fez contra e a favor, enquanto Marco Benassi garantiu os três pontos (agora tem 13).

ESPN

Ron Dennis espanta rumores e diz que Jenson Button fica na McLaren em 2016

(Foto: Clive Mason/Getty Images)















Após muita especulação na última semana sobre o futuro de Jenson Button, o dono da McLaren, Ron Dennis, confirmou que o inglês permanecerá na equipe na próxima temporada. O campeão de 2009 se mostrou bastante frustrado com o rendimento ruim da McLaren após o GP de Cingapura, no último final de semana, alimentando os boatos de que estaria prestes a deixar a Fórmula 1. Logo após o GP do Japão, contudo, Dennis disse que a equipe honrará o contrato do piloto.

O dirigente explicou que a McLaren tinha um contrato de dois anos com Button, assinado no final do ano passado, que dava à equipe a opção de contar com o piloto em 2016. "O contrato com Jenson está completamente inalterado. Já falei com ele sobre isso e ele está contente", afirmou. "Nossos dois pilotos estão confirmados e ponto final."

Para o inglês, a frustração demonstrada por Button era fruto da incerteza em relação a seu futuro. "Provavelmente deveria ter falado antes com ele. Em qualquer relação, se você sente que o outro não está particularmente confortável e está duvidando do comprometimento da outra parte, não é legal. Se essa dúvida é removida, as coisas muda,", filosofou.

Dennis também negou os boatos de que Fernando Alonso estaria de saída do time. O espanhol fez duras críticas ao motor Honda durante a prova, chamando-o de "motor de GP2". No Japão, o bicampeão foi o 11º e Button, o 16º.

Dennis disse ainda que a McLaren vai "anunciar um novo patrocinador na semana que vem, algo bom. E há outros chegando. E temos engenheiros fortes e o apoio técnico de várias áreas com a Honda. Estamos em uma posição única", insistiu.

A McLaren vive sua pior temporada desde os anos 70, ocupando a penúltima colocação no campeonato, à frente somente da nanica Manor.

UOL Esporte

Com confusão e goteira no Parque São Jorge, Corinthians sai na frente em final de 10 gols

(Foto: Reprodução)


A primeira partida da final da Liga Paulista de Futsal, realizada na noite desta sexta-feira, teve de tudo: goteiras no ginásio do Parque São Jorge, confusão nas arquibancadas e gols, muitos gols. Melhor para o Corinthians, que, em casa, derrotou a Intelli/Orlândia por 6 a 4.

O jogo desta sexta por pouco não foi adiado. Isso porque goteiras nas duas áreas deixaram a quadra molhada no fim do primeiro tempo. Após muitos minutos de paralisação, o duelo foi retomado. A essa altura, Orlândia vencia por 1 a 0, gol do pivô Douglas. O empate corintiano veio no final da primeira etapa, em chutaço de Valdin após cobrança de lateral.

A enxurrada de gols ocorreu mesmo na segunda etapa. Simi colocou o time da casa em vantagem, mas Dieguinho logo empatou. Elisandro mandou uma bomba para fazer explodir o ginásio do Parque São Jorge, e aí que começou a confusão.

Exaltada após o gol, a torcida corintiana cuspiu nos atletas do banco de reservas de Orlândia, e a segurança teve que intervir para acalmar os ânimos.

O duelo recomeçou novamente e Ciço deixou tudo igual. O jogo ficou emocionante e o Corinthians se colocou novamente à frente do placar com gols seguidos de Valdin e Simi. Com o goleiro linha, Felipe diminuiu para os visitantes, mas o mesmo Felipe errou no fim da partida e viu Munim dar números finais ao jogo: 6 a 4 Corinthians.

Com a vitória, o time alvinegro joga pelo empate no segundo duelo, que será realizado na cidade do interior paulista, na próxima sexta-feira. Já Orlândia precisa vencer a partida e assim levará a decisão para a prorrogação. Neste caso, a vantagem do empate muda de lado e será da equipe do interior.

ESPN

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Justiça abre processo criminal contra Blatter; pagamento a Platini é citado

(Foto: EFE/EPA/MARCUS BRANDT)


A Procuradoria da Suíça abriu um processo criminal contra Joseph Blatter, presidente da Fifa. O dirigente da entidade está sendo processado por gestão fraudulenta e suspeita de apropriação indébita, o que incluiria pagamento ilegal de aproximadamente US$ 2 milhões ao presidente da Uefa Michel Platini.

De acordo com a Justiça Suíça, o processo foi aberto na última quinta (24). Blatter é suspeito de ter efetuado pagamento ilegal a Platini por um suposto trabalho realizado entre janeiro de 1999 e junho de 2002. O pagamento foi realizado em fevereiro de 2011.

Blatter ainda teria assinado um contrato com a Federação Caribenha de Futebol que seria prejudicial à Fifa. Na ocasião, a entidade centroamericana era presidida por Jack Warner, um dos dirigentes presos na Suíça no início do escândalo de corrupção que abalou o mundo do futebol.

A emissora suíça Schweizer, que teve acesso ao contrato suspeito, afirma que Blatter negociou direitos de televisão para as Copas do Mundo de 2010 e 2014 à União Caribenha por US$ 600 mil. A transmissão do Mundial na África do Sul teria custado US$ 250 mil, enquanto a do realizado no Brasil foi vendida por US$ 350 mil. Posteriormente, Jack Warner revendeu por US$ 20 milhões.

Segundo as leis suíças, a pena para casos de gestão fraudulenta varia de multa a cinco anos de prisão. Já casos de apropriação indébita podem causar até cinco anos de reclusão, caso haja condenação.

A nota emitida pela Justiça suíça afirma que Blatter foi interrogado após a reunião do comitê executivo nesta sexta-feira. A polícia também realizou buscas na sede da Fifa e apreendeu documentos no escritório do presidente da entidade, Já Platini foi ouvido como um colaborador da investigação. 

Richard Cullen, advogado de Blatter, falou sobre o processo em entrevista ao jornal New York Times e afirmou que seu cliente é inocente. "O senhor Blatter está cooperando e estamos confiantes de que as autoridades suíças terão a oportunidade de rever os documentos e verão que o contrato foi devidamente preparado e negociado por funcionários apropriados da Fifa que sempre cuidavam deste assunto. Com certeza, não ocorreu nenhuma má gestão", completou.

Em nota oficial, a Fifa informou que irá "colaborar" com a Procuradoria Geral da Suíça e cederá todos os documentos, dados e informações dadas.

A entidade também confirmou que algumas pessoas foram interrogadas na sede da Fifa e documentos foram apreendidos. "Não teremos mais nenhum comentário, pois ainda é uma investigação em curso", informou a entidade.

Nesta sexta-feira, a Fifa havia programado uma coletiva de imprensa para anunciar as decisões do Comitê Executivo da entidade. Primeiro, o evento foi adiado em uma hora e depois ele foi cancelado, sem uma explicação oficial.

Recentemente, a Justiça da Suíça já havia aberto processo contra Jérome Valcke, ex-secretário-geral da Fifa. A promotoria pediu a quebra do sigilo de e-mails da entidade na ocasião.

Ataque de ex-jogadores

Envolvido na denúncia da Justiça suíça, Michel Platini é candidato a suceder Blatter no cargo de presidente da Fifa. Recentemente, ele foi atacado por ex-jogadores como Romário e Maradona.

"Blatter não fez mais que ensinar Platini a roubar", falou o argentino em entrevista ao Corriere dello Sport. "Quanto a Platini, é da mesma escola de Blatter", completou o brasileiro.

Maradona tem interesse no processo eleitoral da Fifa. Ele já disse que será vice-presidente caso Prince Ali bin Hussein, da Jordânia, ganhe o pleito. Já Romário disse apoiar o brasileiro Zico, que ainda não tem apoio de cinco confederações nacionais para concorrer ao cargo.

UOL Esporte

Fazenda bloqueia R$ 189 milhões de Neymar por sonegação

(Foto: Xinhua/Rahel Patrasso)



A Procuradoria da Fazenda Nacional conseguiu na Justiça bloquear R$ 188,8 milhões do jogador Neymar, de sua família e das empresas ligadas a ele. O atacante da seleção é acusado de sonegar impostos durante os anos de 2011 e 2013, segundo a Receita Federal, principalmente em pagamentos feitos pelo Barcelona relacionados a sua transferência do Santos.

A retenção havia sido negada em primeira instância, mas o desembargador Carlos Muta, do Tribunal Regional Federal da 3ª região, acabou acatando os argumentos de impedir a negociação desses bens com o objetivo de garantir a quitação dos impostos supostamente devidos.

A Receita alega que houve sonegação de R$ 63,6 milhões por parte do jogador. Entre outros fatos, é apontado omissão de rendimentos de fontes do exterior com publicidade e "omissão de rendimentos oriundos de vínculo empregatício pagos pelo Barcelona". Esse dinheiro, na verdade, foi recebido pelas empresas N& N Consultoria Esportiva e Empresarial e Neymar Sports. Mas a Fazenda Nacional alega que foi tributado de forma indevida, já que o rendimento é dele como pessoa física.

O valor atingiu R$ 188 milhões por conta de uma multa de 150% sobre o total devido para a Receita. Isso ocorre quando há suspeita de existência de dolo, fraude e simulação de operações para tentar enganar o Fisco.

Foi pedido o bloqueio dos bens do jogador, das empresas e de sua família porque o débito cobrado pela Receita representa mais de 30% do total de seu patrimônio, avaliado pelos seus advogados em R$ 242,2 milhões. Ou seja, haveria um risco de que o valor não fosse pago. Surpreendentemente, apenas R$ 19 milhões desse total estão no nome do jogador, sendo o restante de posse de seus pais, Neymar Santos e Nadine, e de três empresas da família, a Neymar Sport e Marketing, a N & N Consultoria Esportiva e Empresarial e a N & N Administração de Bens Participações e Investimentos.

Os bens bloqueados são apenas aqueles permanentes, como imóveis, carros, entre outros. Os ativos financeiros, dinheiro em contas em bancos e aplicações, por exemplo, continuam disponíveis para o jogador e sua família.

Na ação, os advogados de Neymar tentaram impedir o bloqueio dos bens. Alegaram que não havia risco de falta de pagamento já que eles têm bens suficientes para a cobrança, e o jogador é uma figura pública, cujos rendimentos estão expostos. Mais do isso, argumentam que não houve nenhuma tentativa de transferir os bens para escondê-los da receita. Na decisão de 11 de setembro, do desembargador Carlos Muta, esses argumentos não foram aceitos.

A Receita vem investigando Neymar desde a sua transferência para o Barcelona, quando foram pagos € 40 milhões pelo clube espanhol pelos direitos do atleta, em operação que enganou o Santos. Desde então, auditores do Fisco de Santos e advogados do jogador têm travado uma verdadeira batalha jurídica. Agora, a Receita conseguiu uma vitória.

Procurados pela reportagem do UOL Esporte para comentar o assunto, o estafe de Neymar disse que eles "esperarão uma decisão final da Justiça para se pronunciar".


UOL Esporte

Massa diz que nada mudou em Suzuka após acidente de Bianchi: 'Muitos rios'

Felipe Massa não andou muito nesta sexta-feira de treinos livres para o GP do Japão e terminou apenas na 16ª colocação, mas foi o suficiente para ficar preocupado: o brasileiro acredita que, embora a pista tenha passado por melhorias para evitar o excesso de água no asfalto, a situação não melhorou o suficiente.

As mudanças na drenagem foram feitas após o acidente que vitimou Jules Bianchi ano passado. Quando o piloto perdeu o controle de sua Marussia, chovia forte.

"Acho que quando está chovendo e tem muita água, a aquaplanagem é o grande problema para mim nesta pista. Não acho que melhorou. Não é algo fácil de se remover. Dá para ver os rios que se formam até da TV. E isso sempre foi um problema dessa pista, desde que comecei, e não vi nenhuma melhora", reclamou o piloto da Williams, que está na F-1 desde 2002.

'Gostinho' de Suzuka
Sem a experiência de Massa para avaliar as condições de pista de Suzuka, Felipe Nasr destacou seu primeiro contato com a pista japonesa.
Se por um lado a chuva permitiu à Sauber coletar dados sobre o desempenho de seu carro, que passou por várias modificações na última prova, com pista molhada, ela só serviu para Felipe Nasr ficar ainda mais animado para pilotar em Suzuka pela primeira vez no seco.

"Mesmo com a chuva em ambas as sessões, ainda assim estou satisfeito por ter conseguido fazer algumas voltas. É um circuito novo para mim, é importante aprendê-lo o mais rápido possível. Conseguimos coletar alguns dados no molhado, o que será útil para sessões futuras. Tomara que consiga sentir o gostinho da pista no seco amanhã. Será uma experiência diferente e estou animado."

O brasileiro deu 19 voltas nesta sexta-feira e fechou o dia em nono lugar, à frente do companheiro Marcus Ericsson, que já conhece a pista japonesa e ficou em 13º nos treinos livres.

As atividades para o GP do Japão continuam com a terceira sessão de treinos livres à meia-noite do sábado. A classificação será às 3h da madrugada do sábado e a corrida, às 2h do domingo.

Confira os tempos da segunda sessão de treinos livres do GP do Japão
1. Daniil Kvyat RUS Red Bull-Renault 1m 48.277s
2. Nico Rosberg ALE Mercedes-Mercedes 1m 48.300s
3. Lewis Hamilton ING Mercedes-Mercedes 1m 48.853s
4. Daniel Ricciardo AUS Red Bull-Renault 1m 49.007s
5. Sebastian Vettel ALE Ferrari-Ferrari 1m 50.268s
6. Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari 1m 50.319s
7. Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Renault 1m 50.418s
8. Max Verstappen HOL Toro Rosso-Renault 1m 50.542s
9. Felipe Nasr BRA Sauber-Ferrari 1m 50.968s
10. Pastor Maldonado VEN Lotus-Mercedes 1m 51.557s
11. Nico Hulkenberg ALE Force India-Mercedes 1m 51.674s
12. Jenson Button ING McLaren-Honda 1m 51.861s
13. Marcus Ericsson SUE Sauber-Ferrari 1m 51.934s
14. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes 1m 52.070s
15. Romain Grosjean FRA Lotus-Mercedes 1m 52.534s
16. Felipe Massa BRA Williams-Mercedes 1m 52.765s
17. Fernando Alonso ESP McLaren-Honda 1m 55.239s
18. Will Stevens ING Manor Marussia-Ferrari 1m 58.059s
19. Alexander Rossi EUA Manor Marussia-Ferrari 1m 59.419s
20. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes sem tempo

UOL Esporte