quinta-feira, 31 de março de 2016

Bolsa Atleta quer aumentar número de beneficiários, diz coordenador do programa

(Foto: Divulgação/Ministério do Esporte)


Com 11 anos de existência e mais de seis mil beneficiados em seu último edital, o programa Bolsa Atleta está com as inscrições abertas até 7 de abril para praticantes de esportes olímpicos e paralímpicos, sejam iniciantes ou atletas de alto rendimento. Entre renovações e novas inscrições, a expectativa do Ministério do Esporte é que o número de atletas patrocinados cresça e que o benefício continue a ser concedido a todos os que atendem aos requisitos.

"Não existe um número de vagas limitado", disse o coordenador-geral do programa, Mosiah Rodrigues. Segundo ele, o programa é considerado prioritário no Ministério. "O fator que limita o número de contemplados é a disponibilidade orçamentária que, nos últimos anos, não influenciou no corte de bolsas. Até agora, o orçamento atende a todos aqueles que cumprem os critérios. Estamos conseguindo beneficiar 100% dos atletas que percorrem o processo".

O primeiro passo é a inscrição online. Depois, é preciso comprovar uma série de requisitos, inclusive com a apresentação de um plano esportivo anual. "O que pedimos ali é o calendário do ano: as competições que vai participar, quando isso vai acontecer, a meta para cada evento. Com esses dados, conseguimos acompanhar e verificar se o atleta está atingindo ou não as metas".

O anúncio dos contemplados está previsto para o início de junho. Os atletas devem assinar um termo de adesão para começar a receber a bolsa. O benefício tem duração de um ano e sua renovação está diretamente ligada ao cumprimento do desempenho previsto no plano esportivo. Ainda não é possível estimar a quantidade de atletas que conseguirão a renovação. O Ministério afirma que o percentual tem sido alto nos últimos anos.

"O critério principal é que o contemplado tenha resultado esportivo ao longo do ano. Aqueles que estavam recebendo o beneficio e que não obtiveram resultados, não conseguem renovar a bolsa, porque precisam cumprir o critério ano a ano. Temos, normalmente, um número maior de renovações e um número de atletas aderindo pela primeira vez ao programa".

O programa já concedeu mais 43 mil bolsas em seus 11 anos, com investimentos que ultrapassam R$ 600 milhões e fazem dele o maior programa do mundo em patrocínio esportivo individual e direto. Entre os beneficiários atuais, 3.557 são homens e 2.574 são mulheres.

Com a escolha do Brasil para sediar os Jogos Olímpicos, o Governo Federal criou a categoria mais elevada do programa, a Bolsa Pódio, que conta atualmente com 246 atletas. Eles recebem bolsas que variam entre R$ 5 mil e R$ 15 mil. Cerca de metade dos beneficiários, segundo Mosiah, pertence às categorias de base, estudantis ou iniciantes: "Quando foi criado o Bolsa Pódio, foi criada também a categoria de base, justamente para apoiar o atleta até o de alto rendimento".

Além dos 6.132 atletas olímpicos e paralímpicos, o Bolsa Atleta atende também a 1.001 atletas de modalidades não olímpicas, como o caratê, a patinação artística, o beisebol e a xadrez.

Ministério do Esporte

Governo oficializa saída de Hilton e anuncia ministro interino do Esporte

(Foto: Sergio Lima/Folhapress)


Em despacho desta quarta-feira (29), o governo federal oficializou a nomeação de Ricardo Leyser (PCdoB), ex-secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento, para o comando do Ministério do Esporte, de maneira interina. Ele substituirá George Hilton (PROS), deputado federal que ocupava a pasta desde o início do ano passado.

A efetivação de Leyser já estava definida desde o dia 23 de março. A nomeação estava nas mãos da presidente Dilma Rousseff (PT), que ainda não havia oficializado a ascensão dele ao comando da pasta. Hilton, que se recusou a renunciar e ainda não havia tido destituição publicada em Diário Oficial, seguia dando expediente.

Leyser é funcionário do Ministério do Esporte desde a década passada. Foi figura central nos Jogos Pan-Americanos de 2007 e na candidatura bem-sucedida do Rio de Janeiro ao posto de sede das Olimpíadas de 2016.

No mandato do ministro Aldo Rebelo (PCdoB), Leyser ocupou a secretaria de alto rendimento. Foi promovido ao posto de secretário-executivo do Ministério do Esporte no início da gestão de George Hilton, mas acabou exonerado em novembro de 2015 por questões políticas.

Como secretário-executivo, Leyser era o principal interlocutor do Ministério em questões relacionadas à Rio-2016. Um dia depois de ter sido exonerado, voltou a ocupar a secretaria de Esporte de Alto Rendimento.

Radialista e deputado federal eleito pelo PRB, o mineiro George Hilton foi anunciado em dezembro de 2014 como novo ministro do Esporte. Ele assumiu o cargo em janeiro do ano seguinte.

No dia 16 de março, o PRB emitiu nota oficial dizendo que os deputados da legenda haviam decidido unanimemente deixar a base do governo Dilma Rousseff. Por causa disso, o partido colocou à disposição o comando do Ministério do Esporte.

Hilton foi pressionado a deixar o cargo, mas preferiu trocar de partido. Filiou-se ao PROS no último dia de janela para mudança de legenda e pavimentou caminho para seguir no comando do Esporte – a sigla escolhida por ele integra a base aliada do governo.

Seguir no Ministério do Esporte tinha relevância especial para Hilton por causa de suas aspirações políticas. O atual responsável pela pasta tem ideia de concorrer a uma vaga no Senado na próxima eleição, em 2018, e ter uma posição de destaque nos Jogos Olímpicos de 2016 ajudaria a angariar capital político.

No dia 23 de março, contudo, Hilton foi demitido. Segundo o blog do jornalista Daniel Brito, o PRB, antigo partido dele, reaproximou-se do governo federal e selou um acordo de cooperação com Dilma Rousseff. Como parte do acerto, retomou o Ministério que havia deixado.

Horas depois, na mesma data, o PRB disse que defendia uma postura independente e não confirmou se havia pedido de volta os cargos no Esporte. Interinamente, o comando da pasta foi ocupado por Ricardo Leyser.

A confirmação de Ricardo Leyser como ministro interino do Esporte foi feita por meio de comunicado oficial da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. Confira a nota completa:

A presidenta da República, Dilma Rousseff, informa que o ministro de Estado George Hilton deixará, a pedido, o Ministério do Esporte.

Assumirá em seu lugar, como ministro interino, o sr. Ricardo Leyser Gonçalves, ex-secretário executivo e atual secretário nacional de Esporte de Alto rendimento do Ministério.

A presidenta da República agradece o Ministro George Hilton pelo seu trabalho e dedicação.

UOL Esporte

Dracena estreia com “pé direito” e faz oito no São Bernardo pela LPF

(Foto: Reprodução/Liga Paulista de Futsal)


Jogando no ginásio Adib Moysés Dib, o Dracena Futsal venceu o São Bernardo, time da casa, por goleada de 8 a 1. A partida entre bernardense e dracenenses aconteceu na noite da última quarta-feira (30), na região do ABC, e foi válida pela estreia dos visitantes na Liga Paulista.

Os gols da vitória da equipe de Dracena-SP, cidade do interior, foram marcados por Leandro (3), Jonathan, Renato Piau, Erick, Fernando e, por fim, Luciano Oliveira. Para os mandantes, Rafael Fermino, camisa 10, fez o de "honra".

Com o resultado "elástico", o time dracenense é líder do grupo A da Liga Paulista, com três pontos ganhos; e está à frente de A.A.B.B. e Sorocaba, por conta dos oito tentos marcados contra São Bernardo. O clube do ABC, depois da goleada sofrida, é o último colocado da chave, já que, com dois jogos, também perdeu na estreia e ainda não pontuou no torneio estadual.

Agora, o Dracena medirá forças com a ADC Intelli/Orlândia no dia 08 de abril, em casa, a partir das 20h30, no ginásio Alaor Ferrari. Em busca da reabilitação na LPF, o São Bernardo vai encarar o Grêmio Mogiano no dia 19, às 19h45, no José Limongi Sobrinho, o "Botujuru", em Mogi das Cruzes-SP.

FPFS

Campeonato Paulista conhece primeiros rebaixados em 2016

Olímpia e Comercial empataram em 2 a 2 (Foto: Futebol Interior)

Mesmo com o campeonato embolado na elite do futebol de São Paulo, as divisões inferiores do Campeonato Paulista estão conhecendo os seus rebaixados na temporada 2016. As rodadas ainda continuam neste fim de semana, para definir os seis descensos que acontecerão na temporada.

O primeiro rebaixado do ano foi o Grêmio Barueri, que está ladeira abaixo no estadual. Sem marcar um ponto seguir na série A3, o time paulista foi a primeira equipe a cair em alguma divisão no estado de São Paulo. Em 2017, possivelmente, irá disputar a quarta divisão do estadual. Confira outras quedas:

Série A2

Matematicamente rebaixados
Rio Branco
Marília
Atlético Sorocaba
Monte Azul
Independente

Lutam contra o rebaixamento na última rodada
Penapolense
Paulista
Portuguesa

Classificados para a segunda fase da competição
Bragantino
São Caetano
Mirassol
Taubaté

Lutam pela classificação
Batatais
Barretos
Santo André
União Barbarense
Guarani
Velo Clube


Série A3

Matematicamente rebaixados
Grêmio Barueri
Fernandópolis
Primavera
Guaratinguetá

Lutam contra o rebaixamento
Itapirense
São José
São José FC
Internacional

Classificados para a próxima fase
Flamengo
Atibaia
Rio Preto
Sertãozinho
São Carlos
Nacional
Matonense
Catanduvense

Em crise, Fla terá série de 4 jogos decisivos para salvar 1º semestre

O Flamengo vive a primeira crise na temporada e está há cinco jogos sem vencer. Em um momento decisivo, o time de Muricy Ramalho terá uma sequência de quatro partidas que poderão salvar o primeiro semestre com a manutenção no Campeonato Carioca e na Copa do Brasil. Caso contrário, o Rubro-negro poderá ser eliminado de maneira precoce em ambas as competições.

A má fase começou na partida de ida da Copa do Brasil, quando o Flamengo foi derrotado pelo Confiança, que jogou todo o segundo tempo com um jogador a menos. Em seguida, o Rubro-negro empatou com o Fluminense, o que seria um resultado normal. O problema é a sequência dos duelos.

O Flamengo teve fraca atuação e acabou eliminado pelo Atlético-PR na semifinal da Primeira Liga. Em seguida, novamente teve desempenho pífio e foi derrotado pelo Volta Redonda pelo Carioca. Contra o Vasco, teve boa atuação, mas pecou nas finalizações. Saiu na frente, mas permitiu empate do rival, de quem não ganha há oito jogos.

"Quando era garoto tinha isso de pressão, hoje não tem mais isso. Time voltou a jogar bem. Esse clássico foi bom, de verdade. Os dois times brigaram, tiveram oportunidades. Foi intenso. A nossa bola custou a entrar. Mas não tem mais isso. Pressão nenhuma", disse Muricy Ramalho.

Para salvar o primeiro semestre e evitar um vexame, o Flamengo precisa reagir imediatamente. Atualmente, o clube é o único dos quatro que está fora do G-4 do Carioca, que garante vaga nas semifinais. Faltam três jogos até o fim da Taça Guanabara e o Rubro-negro é o 6º colocado em um grupo com oito times.

Para se classificar, o Flamengo terá que melhorar o rendimento diante de Botafogo, neste sábado, além de Boavista e Bangu nas rodadas finais. Outro foco de possível vexame é a Copa do Brasil. No jogo de ida, em Sergipe, o Rubro-negro perdeu de 1 a 0 para o Confiança e terá que vencer por dois gols de diferença na partida de volta em 20 de abril para se classificar.

"Esse grupo de jogadores paga preço pela sequência de jogos e competições. Uma hora vai passar. Temos um bom time e ficou provado diante do Vasco. Quando passar esse furacão, vamos descansar e voltaremos a ser fortes", prometeu o treinador do Flamengo.

UOL Esporte

Comitê espanhol quer Nadal como porta-bandeira para abertura da Olimpíada

(Foto: Antonio Lacerda/EFE)


O presidente do Comitê Olímpico Espanhol, Alejandro Blanco, informou que gostaria de ver o tenista Rafael Nadal como porta-bandeira da delegação do país nos Jogos Olímpicos do Rio.

"Em Pequim, em 2008, o Nadal foi o atleta mais procurado pela mídia internacional e outros atletas. Ele colocou o esporte espanhol em um outro nível", exaltou Blanco.

Nadal seria o porta-bandeira da Espanha na Olimpíada de Londres, em 2012, mas o atleta se contundiu, sendo substituído pelo jogador de basquete Pau Gasol.

Além do reconhecimento pelos feitos de Nadal, a indicação do comitê espanhol tem como intuito reforçar a imagem do tenista, que foi acusado pela ex-ministra de Saúde e Esportes da França, Roselyne Bachelot, de usar drogas para melhorar sua performance.

"Podem perguntar à ITF [Federação Internacional de Tênis, na sigla em inglês], podem perguntar à Wada [Agência Mundial de controle Antidoping], podem perguntar a todo mundo. Nunca fiz isso, nunca farei e não quero falar disso de novo", disse Nadal, que deixou a resposta a Bachelot no ar.

"Eu trabalhei muito duro ao longo da minha carreira para ter o currículo que tenho, é hora de me fazerem justiça. Estou cansado de tudo isso, quero justiça. Nosso esporte é limpo, não encobre quem faz coisas negativas", completou o espanhol, em entrevista à agência AFP.

UOL Esporte

quarta-feira, 30 de março de 2016

Corrida de Calhambeques recebe pilotos de todo o Brasil em Franca, SP

(Foto: Larissa Costa/Divulgação)


Os apaixonados por carros antigos e motos clássicas tiveram um fim de semana para lá de especial. A 6ª edição do Pé na Tábua – Corrida de Calhambeques aconteceu nos dias 25 a 27 de março em Franca –SP. O evento contou com 60 veículos oitentões. Carros fabricados até 1936 e motos até 1952 competiram na pista do Speed Park, fazendo o público vibrar, torcer e se emocionar no maior evento de carros pré-guerra do Brasil. Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Brasília foram alguns dos estados que marcaram presença no PNT.

Esse ano, o PNT teve uma novidade que deixou a pista ainda mais charmosa. Pela primeira vez, o evento recebeu a categoria feminina, no qual as mulheres representaram com classe a corrida dos octogenários. Pisando forte e com muita alegria, elas também levaram emoção ao público e entusiastas presentes. Pilotando o Ford 1932, Andréia Gabarra de Campinas – SP conquistou o primeiro lugar.

E não para por aí. O tricampeão de Fórmula 1, Nelson Piquet, também acelerou raridades e corações. O ex-piloto participou das categorias Miscelânea, com o Rolls Royce Phanton I de 1926; na Speed, com o Lincoln 1927; e na Transplantados, com o Ford 1929 modificado. O resultado? Ele subiu no lugar mais alto do pódio conquistando o primeiro lugar nas três categorias.

Já na categoria Ford A – Standard (modelos da Ford fabricados entre 1928 e 1931), o vencedor foi Marcelo Valdanini, de São Paulo. As motocicletas esbanjaram linhas clássicas e, pelo terceiro ano consecutivo, Rodrigo Aragão, do Rio de Janeiro, garantiu a primeira colocação com a AJS, 500CC. Estevam Simões foi o campeão da divertida Marcha Lenta “Ford A”, e Paulo Raio conquistou a primeira colocação na Marcha Lenta “Força Livre”. Nessa categoria o carro mais lento é o vencedor.

A animação estava estampada no rosto dos pilotos e de quem acompanhava de perto a corrida. Prova disso foi a empolgação do casal carioca, Eduardo Trindade e Renata Teixeira, que percorreu mais de 800 quilômetros para participar do PNT. “O clima é uma delícia e a interação com as pessoas não poderia ter sido melhor”, diz Eduardo. E claro, os dois vieram do Rio de Janeiro para competir e levaram troféu na categoria Ford A.

Para Tiago Songa, organizador do evento, o PNT superou as expectativas apesar de um ano economicamente desfavorável. “A cada edição, o Pé na Tábua cresce e isso mostra que estamos no caminho certo. É um evento para os entusiastas, apaixonados pelo universo do automobilismo e para o público em geral. É muito gratificante ver a felicidade dos participantes e isso nos move a melhorar sempre. Ano que vem tem mais Corrida de Calhambeques e estão todos convidados”, diz.

(Foto: Larissa Costa/Divulgação)

Largada é aposta da Ferrari para bater Mercedes no Bahrein. Entenda

(Foto: Mark Thompson/Getty Images)


Um dos momentos que serão acompanhados com maior curiosidade no GP do Bahrein, segunda etapa do mundial de Fórmula 1, neste domingo, será a largada.  Afinal, desde os testes de pré-temporada, a Ferrari vem chamando a atenção nesse quesito, enquanto a Mercedes reconhece que deixou a desejar na primeira prova do ano, na Austrália, quando seus dois pilotos foram ultrapassados facilmente pela dupla ferrarista nos primeiros metros de prova.

Apesar de Nico Rosberg e Lewis Hamilton terem conseguido, muito em função da adoção de estratégias melhores, garantir a dobradinha em Melbourne, acredita-se que essa superioridade das largadas da Ferrari possa complicar a vida do time nas próximas etapas.

Uma novidade no procedimento de largada foi uma das mudanças no regulamento técnico para este ano: além de não poderem receber instruções de última hora via rádio sobre as configurações de embreagem, os pilotos agora têm apenas uma alavanca, ao invés das duas usadas até o ano passado.

Essa alteração tira parte da automação do procedimento de largada e faz com que o piloto precise ter mais sensibilidade para identificar o ponto exato da embreagem para colocar a primeira marcha e acelerar sem que as rodas patinem.

Além disso, as próprias equipes tiveram de adaptar seus mecanismos, e seria nesse ponto que a Ferrari teria saído na frente, adotando um tipo de alavanca que ajuda o piloto na hora de encontrar o chamado bite point.

Esse ponto de embreagem é extremamente sensível na F-1, variando de acordo com o tipo de pneu usado, a aderência e temperatura do asfalto, as rotações e mapeamento do motor, entre outros. Ele é calculado pelos engenheiros em simulações feitas durante todo o final de semana mas, devido a estas variáveis, é possível que as condições estejam diferentes na hora da largada.

É aí que entra a importância da sensibilidade de cada piloto, lembrando que os times estão proibidos de dar informações sobre esse procedimento após o último e mais decisivo ensaio, quando os carros partem para a volta de apresentação. É neste momento em que os pilotos têm de avaliar se as rodas patinaram e alterar seu procedimento caso sintam a necessidade.

Após o GP da Austrália, o diretor técnico da Mercedes Paddy Lowe afirmou que os procedimentos da equipe seriam revistos para o GP do Bahrein. "Nossas largadas não foram boas durante todo o final de semana. Provavelmente isso aconteceu por uma série de fatores combinados", afirmou.

A prova se o time conseguiu resolver o problema será ao meio-dia do domingo. As atividades de pista começam com os treinos livres às 8h e às 12h da sexta-feira pelo horário de Brasília. A classificação será ao meio-dia do sábado.

UOL Esporte

Colômbia vence EUA e se classifica para os Jogos Olímpicos do Rio

(Foto: Brandon Wade/AP)


O atacante Roger Martínez se transformou nesta terça-feira no herói da seleção sub-23 da Colômbia ao marcar os dois gols que garantiram a vitória, por 2 a 1, sobre os Estados Unidos, no Toyota Stadium, em Frisco, no Texas, e classificou a equipe sul-americana para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

A Colômbia, que tinha empatado em 1 a 1 na última sexta-feira no jogo de ida da repescagem olímpica disputado em Barranquilla, hoje deixou o placar agregado em 3 a 2 a seu favor, e estará pela quinta vez nos Jogos Olímpicos, a primeira desde Barcelona, em 1992.

Martínez abriu o placar para os colombianos aos 30 minutos de jogo, mas os EUA conseguiram o empate aos 12 da etapa complementar, com gol contra do zagueiro colombiano Déiver Machado.

No entanto, Martínez voltou a marcar sete minutos depois para colocar a Colômbia novamente em vantagem e definir o último classificado para o torneio masculino de futebol dos Jogos Olímpicos.

Além disso, os Estados Unidos ainda terminaram a partida com nove jogadores devido às expulsões de Luis Gil, que havia marcado o gol dos americanos no jogo de ida, e Matt Miazga.

UOL Esporte

Ponto de Opinião: O que será de 2018?

(Foto: LUIS VERA/STR LATINCONTENT WO)


Definitivamente, não sei o que se passa na cabeça de dirigentes da CBF, principalmente na mentalidade de Gilmar Rinaldi. No fim da partida no estádio Defensores Del Chaco, coordenador de seleções da CBF disse que gostou do jogo e também das mudanças realizadas por Dunga para que o Brasil buscasse o empate no segundo tempo, mesmo depois do Paraguai abrir 2 a 0.

Mesmo que a primeira passagem de Dunga possa ter sido mais positiva do que a atual, a CBF parece não perceber que o ex-jogador não serve para o cargo de técnico. O país está recheado de bons treinadores como Tite, Marcelo Oliveira, Muricy Ramalho, Oswaldo de Oliveira, dentre outros, mas a Confederação insiste em Dunga e dizer que ele faz um “ótimo trabalho”.

Ótimo trabalho para quem, se a torcida cai em cima criticando o treinador? Eu gostaria de saber de onde surgiu essa ideia que Dunga daria certo como técnico em algum lugar, e principalmente, na seleção brasileira.

Mesmo assim, Dunga não se importa com as críticas. No entanto, acho que devia se importar sim, e muito, porque a cada jogo, como esse no Paraguai, a seleção fica cada vez mais distante da copa na Rússia. E é nesse momento que eu quero saber qual vai a explicação da CBF para a não classificação. E espero que não me venha elogiar o técnico e dizer que foi “azar”. Azar nós já tivemos quando perdemos de 7 a 1.

R$ 100 milhões, final em duas partidas e sete datas: Primeira Liga discute 2017

(Foto: Gazeta Press)


A Primeira Liga se reuniu nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, para discutir os seus planos para 2017. Uma comissão formada por representantes de Flamengo, Atlético-MG, Inter, Atlético-PR e Criciúma encaminhou os detalhes das possíveis mudanças: aumento de cinco para sete datas, arrecadação de R$ 100 milhões a ser dividida entre todos e finais disputadas em ida e volta.

O assunto será deliberado em assembleia com os seus 15 membros, prevista para abril.

Com a sua organização atrapalhada pelas brigas nos bastidores, a entidade contou com uma receita de apenas R$ 5 milhões e a cervejaria Heineken, a Penalty e o Twitter como parceiros comerciais em sua primeira temporada.

Os cartolas chegaram a acusar a CBF e a federação carioca (FERJ) de costura política para sabotá-la no mercado.

Em virtude das incertezas que marcaram a sua entrada no calendário, ficou comprometida, por exemplo, a sua premiação: o vencedor da final entre Fluminense e Atlético-PR, no próximo dia 20 de abril, terá direito a somente R$ 500 mil. O vice-campeão receberá R$ 120 mil.

Agora com mais tempo para planejar os seus próximos passos, o objetivo é conseguir a receita estipulada inicialmente para 2016 de R$ 80 milhões a R$ 100 milhões.

A proposta para divisão das cotas, conforme conversado na reunião desta semana, seria da seguinte forma:

1) entre 40% a 50% do dinheiro, a ser distribuído igualmente entre os seus participantes. Foi sugerido o aumento de clubes de 12 para 16.

2) entre 25% a 30% a partir da audiência.

3) 25% destinado à premiação.

Para tornar o campeonato mais atrativo, a proposta é que suas finais sejam disputadas também em ida e volta a partir de 2017. Como teve melhor campanha nesta temporada, o Fluminense será o mandante da decisão contra o Atlético-PR e deve levá-la para Manaus.

A Primeira Liga é formada atualmente por América-MG, Avaí, Atlético-MG, Atlético-PR, Chapecoense, Coritiba, Criciúma, Cruzeiro, Figueirense, Fluminense, Flamengo, Inter, Joinville, Grêmio e Paraná.

ESPN

Márcio Fernandes crítica parte do elenco e pede confiança a jogadores do Botafogo-SP

(Foto: Reprodução)


O técnico do Botafogo-SP Márcio Fernandes soltou o verbo em coletiva de imprensa na tarde dessa terça-feira (29), no Estádio Santa Cruz. De acordo com o treinador, falta confiança para o elenco buscar as vitórias durante o estadual e algumas alterações foram necessárias para encontrar um time mais "competitivo". A equipe participa de sua primeira "decisão" pela permanência na série A1 do Campeonato Paulista nesta quarta-feira (30), contra o XV de Piracicaba, fora de casa.

O treinador tentou um novo esquema tático no último treino antes da viagem para Piracicaba e mostrou um certo incômodo com a atuação de parte do elenco botafoguense. "Nós já tentamos de tudo, falta ter uma atitude diferente nossa para deixar pelo menos o Botafogo no lugar onde nós encontramos. E para isso precisamos de uma mentalidade diferente, um espírito diferente, as coisas não acontecem com você buscando, acreditando, lutando, fazendo o máximo que você pode", disse.

Segundo o comandante, algumas mudanças durante o campeonato não surtiram o efeito necessário e outras alterações precisaram ser feitas. "Você vê cada jogador fazendo a jogada que não é possível acreditar. Então estou procurando jogadores que estão com intuito de tirar o Botafogo dessa situação".

A três rodadas do fim do campeonato, o tricolor terá pela frente o XV nesta quarta, em seguida a Ferroviária, também fora de casa, e por fim o Capivariano no Estádio Santa Cruz. Só a vitória interessa nessas três partidas. 

Para Fernandes, o que falta para o elenco é acreditar no potencial e confiar de que a equipe pode sair dessa situação. "Não acho que falta motivação, falta é confiança por partes dos jogadores. A partir do momento que os resultados não vêm, a crítica começa a bater mais forte, o jogador erra no jogo, perde essa confiança. E ai é muito mais simples você não se apresentar do que você sair para receber. O futebol é confiança, e quando ela falta, praticamente falta tudo", relata.

terça-feira, 29 de março de 2016

Como o Cruzeiro frustra Corinthians em novo contrato com atacante Lucca

(Foto: REUTERS/Paulo Whitaker)


O Corinthians já tem acordo com Criciúma e Cruzeiro para assinar um contrato de longa duração com o atacante Lucca, cujo empréstimo se encerra no fim de maio. A informação foi divulgada pelo diário Lance e confirmada pelo UOL Esporte. 

A divisão de direitos econômicos, entretanto, não será exatamente como o Corinthians gostaria de início. 

Em relação ao Criciúma, houve acordo para a compra de 50% dos direitos econômicos por cerca de R$ 4 milhões. O clube catarinense terá direito a 15% de uma futura venda do jogador de 26 anos. 

A negociação com o Cruzeiro é que não teve o desfecho desejado. Por valores não revelados, o clube mineiro concordou em assinar a transferência de Lucca para o Corinthians e ceder 10% dos 35% de direitos econômicos a que tinha direito.

Até segunda-feira, a direção corintiana tentava convencer o Cruzeiro a ceder um percentual maior, de 15% a 20% de Lucca. Mas, como sinal de que não estava disposto a tanto, o próprio clube mineiro divulgou que havia acordado a venda de 10%. Agora, resta apenas o acerto salarial e de tempo de contrato para que o novo vínculo seja assinado. 

Maior porcentagem de direitos econômicos é prioridade do Corinthians
O presidente Roberto de Andrade, que tratou pessoalmente da operação, tem como uma das prioridades em relação ao departamento de futebol aumentar a participação do Corinthians em relação aos direitos econômicos do elenco. Nas administrações anteriores, das quais ele fez parte, se convencionou possuir porcentagens de 50% ou menos, como nos casos das vendas de Malcom, Renato Augusto e Petros, por exemplo. 

Dos jogadores contratados para a atual temporada, Giovanni Augusto é 60% do Corinthians, Guilherme e Balbuena são 100% e o centroavante André é 80%, entre outros. Na negociação de renovação do volante Maycon, promessa das divisões de base, o clube conservou fatia de 80%. 

No caso de Lucca, o contrato deve ser assinado com a seguinte divisão: 60% para o Corinthians, 15% para o Criciúma e 25% para o Cruzeiro. 

UOL Esporte

Atibaia desmente boato de desistência na série A3 do Campeonato Paulista



Um boato nos bastidores da série A3 do Campeonato Paulista movimentou elenco e diretoria do Comercial, em Ribeirão Preto (SP). De acordo com reportagem veiculada pelo Globoesporte.com (Ribeirão Preto e região), o técnico alvinegro Varlei de Carvalho afirmou a uma rádio da cidade que o clube estava focado em vencer os próximos jogos e torcer pela desistência do Sport Club Atibaia.

“Tem uma luz no fim do túnel. O Atibaia pode sair fora e, se terminarmos em nono, ficamos com essa vaga. Pretendemos fazer duas vitórias para ver o que sobra para nós”, disse Varlei. O mesmo boato foi sustentado pelo meio-campista William e pelo atacante Ronny, após o jogo fora de casa contra o São José FC, vencido pelo Comercial por 3 a 2.

Atualmente, o time de Ribeirão está com 23 pontos e na 10ª colocação. Já o Falcão está com 33 pontos, na 4ª colocação e na zona de classificação para a segunda fase da competição. Caso houvesse uma desistência do Atibaia, o 9º colocado herdaria a vaga, que poderia ser do Comercial, caso ele ultrapasse o Grêmio Osasco (atual 9º colocado com 26 pontos) ou a Matonense (8º colocado com 29 pontos).

A reportagem do Blog do Esporte entrou em contato com a equipe do Sport Club Atibaia nesta terça-feira (29) para confirmar ou não o boato, e junto com sua assessoria, a diretoria do clube soltou uma nota em seu site oficial. Confira:

Em relação à matéria publicada no dia 28 de março pelo portal GloboEsporte.com (Região de Ribeirão Preto), sob o título "Boato move elenco do Comercial em busca de improvável classificação", que de maneira equivocada noticiou a possibilidade de desistência do Sport Club Atibaia do quadrangular final da Série A3/2016, a diretoria do clube vem a público esclarecer.

1. Não há qualquer possibilidade de desistência do quadrangular final, muito pelo contrário. Será anunciada em breve a chegada de um reforço que vai agradar muito o torcedor. 

2. Não existe inadimplemento salarial no clube desde 2013. Jogadores, comissão técnica, funcionários e prestadores de serviços recebem seus salários rigorosamente em dia, algo raro no futebol paulista da terceira divisão. 

3. Por falta de estádio adequado, o Atibaia não atua em casa, o que elevou expressivamente o custo mensal do clube, com viagens para Indaiatuba e concentrações. Todas as despesas estão sendo rigorosamente honradas em cada cidade que o clube visita. 

4. Mesmo sem estádio, o Atibaia vem disputando a liderança da competição e foi o primeiro clube a se classificar para o quadrangular final.  

5. Modelo de gestão nas últimas três temporadas, além de salários em dia o Sport Club Atibaia oferece uma das melhores estruturas entre as três divisões do futebol paulista, que inclui: Centro de Treinamento com hotel para os jogadores, cinco refeições diárias, cozinha industrial, refeitório para 200 pessoas, dois campos oficiais com padrão internacional, departamento de fisiologia, piscina para trabalhos de hidroginástica e academia. 

A direção do Sport Club Atibaia acredita no comprometimento e profissionalismo dos jornalistas, para que informações como esta sejam devidamente apuradas antes de se tornarem públicas. Uma vez publicada, acaba por denegrir injustamente a imagem de um clube exemplar e que sempre honrou seus compromissos em dia.

CT Ninho do Falcão, em Atibaia, SP (Fotos: Fabio Giannelli / Soccer Digital)

Fla acerta renovação de contrato do Brasileiro com a Globo



A diretoria do Flamengo acertou com a Globo valores para a renovação do contrato de televisão do Brasileiro de 2019 a 2024. Ainda há uma discussão entre dirigentes das duas partes sobre cláusulas do acordo e sobre placas. Quando estiver tudo fechado, o compromisso terá de ser levado ao Conselho Deliberativo rubro-negro para ser votado pelo montante e pelo tempo envolvidos. Isso deve acontecer durante o mês de abril.

O Flamengo aceitou a mudança de divisão de cotas para TV Aberta e TV Fechada que agora passa a ter três fatias: igualitária, premiação e exposição. Isso porque o clube continuará a ganhar mais no Pay-Per-view e terá luvas superiores aos outros. Assim, pelas contas rubro-negras, será mantida a vantagem sobre rivais.

Ao se acertar com a Globo, o Flamengo descarta a proposta feita pelo Esporte Interativo para a TV Fechada do Brasileiro, de 2019 a 2024. O clube chegou a negociar com o canal da Turner, embora sempre tenha estado mais próximo da emissora carioca.

A proposta da Globo para o Flamengo foi de R$ 1,1 bilhão pelos direitos de TV Aberta e Fechada, considerado o total dado aos 20 clubes. Esse valor é similar ao dos outros. A divisão é de 40% igual, 30% por premiação por posição no Brasileiro, e 30% por exibição.

A diferença está na garantia dada ao clube de manter-se com seu percentual superior do pay-per-view que hoje é de 16% do total. Só isso renderia R$ 80 milhões pelo patamar mínimo. A expectativa rubro-negra é de ficar com cerca de 10% do bolo total, incluídos fechada, aberta, pay-per-view e placas. Seria o mesmo percentual atual.

Dirigentes rubro-negros pretendem divulgar o valor das luvas que receberão da emissora carioca. Internamente, é dito que o total vai superar montantes pagos a São Paulo e Grêmio, entre R$ 60 milhões e R$ 70 milhões.

Pelo acordo proposto pela Globo, as luvas são pagas apenas cinco dias após a assinatura do contrato. Isso significa que o Flamengo pode ter uma injeção considerável de dinheiro em abril ou maio, isto é, logo após a aprovação no Conselho Deliberativo. O mesmo ocorreu com outros times.

Esse dinheiro servirá para amenizar as perdas de dinheiro com patrocinadores e com bilheteria no ano de 2016. Além disso, poderá representar recursos para o futebol em um momento de crise técnica com derrotas para times pequenos. Isso vai depender de como os cartolas pretendem aplicar os valores. O Flamengo já aumentou seu orçamento para o futebol neste ano.

UOL Esporte

Em GP positivo para Massa, Williams busca se recuperar no Bahrein

(Foto: Sergio Perez/Reuters)


Com Felipe Massa animado em retornar a um circuito no qual tem um bom histórico, a Williams busca tirar as dúvidas que o GP da Austrália deixou sobre seu próprio desempenho neste final de semana, quando será realizado o GP do Bahrein. O próprio time reconheceu que deixou a desejar em Melbourne, mas confia em melhoras que serão levadas a Sakhir para crescer.

Massa, que terminou o GP da Austrália em quinto lugar, recordou que a prova do Bahrein costuma ser positiva. "O Bahrein é definitivamente um lugar em que curto pilotar. Venci lá duas vezes e tive outros ótimos resultados", lembrou o brasileiro.

Seu companheiro, Valtteri Bottas, que teve um final de semana difícil na Austrália, espera dar a volta por cima em Sakhir. "Depois de Melbourne, será interessante ver como será nosso rendimento em relação aos demais em uma pista de verdade."

Por ser uma pista permanente e ter características mais próximas às de outras etapas do campeonato, a prova do Bahrein é considerada mais adequada do que a de Melbourne para entender a relação de forças entre as equipes. Além disso, espera-se que a Williams seja uma das equipes - ao lado da Force India - que terá a maior quantidade de novidades aerodinâmicas.

A busca é melhorar a performance geral do carro, depois que a Red Bull, na corrida, e a Toro Rosso, na classificação, demonstraram um ritmo até superior ao time na primeira etapa.

O GP do Bahrein terá classificação a partir do meio-dia do sábado, pelo horário de Brasília, e largada no mesmo horário, no domingo.

UOL Esporte

Fifa multa Santos em R$ 280 mil por usar terceiros em vendas de atletas

(Foto: Luiz Fernando Menezes)


A Fifa aplicou multa ao Santos de 75 mil francos suíços (R$ 280 mil) por usar empresas terceiras em negociações de atletas e uso de pessoas físicas na aquisição de porcentagens de direitos econômicos de jogadores. A prática é considerada proibida desde maio do ano passado. Além da multa, o time da Vila Belmiro foi advertido formalmente.

A Fifa também multou o Sevilla, o Sint-Truidense (da Bélgica) e o Twente (da Holanda) por ingerência de terceiros em contratos firmados. A entidade não informou quais intermediações feitas pelo Santos foram consideradas irregulares.

A equipe alvinegra, de acordo com comunicado da Fifa, não informou corretamente ao Sistema Internacional de Transferência a presença de terceiros em negociações.

Em 1º de maio de 2015, entrou em vigor determinação que proíbe a participação de investidores nos direitos econômicos de jogadores de futebol. Os contratos que haviam sido firmados até 31 de dezembro de 2014 escapariam de punição da Fifa. Já os vínculos formalizados de janeiro a abril de 2015 (com a presença de terceiros) deveriam ser de no máximo um ano. 

O Comitê Disciplinar da Fifa informa que os clubes já foram notificados.

Segundo a Fifa, a medida de impedir a participação de investidores visa dar maior autonomia aos clubes, fortalecendo suas receitas. Mas empresários buscam estratégias para driblar a regra. É possível, por exemplo, que um empresário compre um clube, sendo ele o responsável direto pelos direitos dos atletas, como acontece com o PSG e Chelsea.

UOL Esporte

segunda-feira, 28 de março de 2016

Ponto de Opinião: Onde foi parar o Palmeiras?

(Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)


A torcida palmeirense vive um pesadelo nos últimos meses no Campeonato Paulista. A equipe vai de mal a pior, sem contar que agora ronda o fantasma da goleada de 4 a 1 sofrida para o Água Santa. Não é de hoje que o alviverde apresenta um futebol abaixo do esperado, tanto no estadual quanto nas competições nacionais, como Brasileiro e Copa do Brasil, como continental Libertadores.

Após o acesso em 2013, o Palmeiras tentou mudar sua trajetória para escrever uma nova história na competição. No entanto, a equipe só foi conseguir esse mérito em 2015, quando ganhou a Copa do Brasil e terminou próximo ao G4. Mas nada disso escondeu a desorganização na equipe, que estourou em 2016.

O problema do clube não é técnico. Nem mesmo com a chegada de Cuca os problemas foram resolvidos. Um elenco inchado, valorizado e caro está bem abaixo da história do alviverde. O jogo do fim de semana mostrou a incompetência desse elenco, que pouco fez e levou um baile do Água Santa. E nem preciso citar nomes, todos sabem quem não merece vestir essa camisa.

O Palmeiras se atrapalha na inexperiência da diretoria. Paulo Nobre, em seu mínimo de esforço possível, fez de tudo para agradar os treinadores que passaram em sua gestão. E tiramos apenas uma conclusão: é o pior mandato de um presidente na história do clube paulista. Afundou a equipe desde que assumiu o posto e entregou o investimento do time nas mãos de Alexandre Mattos. 

E a pergunta fica no ar: onde vai parar esse Palmeiras?

'Estamos andando no ritmo da Williams', afirma piloto da Renault

(Foto: Rob Griffith/AP)


Depois da própria Williams revelar a surpresa com o ritmo demonstrado pelos rivais, especialmente a Toro Rosso, na primeira etapa da temporada da Fórmula 1, disputada na Austrália, a Renault também se colocou no mesmo nível do time de Felipe Massa e Valtteri Bottas. Pelo menos é o que defende o piloto Kevin Magnussen.

O dinamarquês teve sua prova complicada em Melbourne por um toque com Jenson Button logo na primeira volta, mas andou próximo de Bottas - que largara em 16º devido a uma punição pela troca de câmbio - ao longo da corrida e ficou satisfeito com o ritmo que conseguiu imprimir.

"Temos uma boa base e algo que pode realmente dar certo. Eu não tive uma boa corrida na Austrália, mas estou muito feliz com nosso potencial para o resto da temporada.Tivemos um bom ritmo, perto da Williams e talvez ainda mais rápido", afirmou, reconhecendo que isso surpreendeu o time.

"Nós não achávamos que chegaríamos no ritmo do top 10, mas no final nós conseguimos. Acredito que poderíamos estar nos pontos se eu não tivesse tido um pneu furado, mas acontece. É muito encorajador para o resto da temporada."

A Renault está voltando neste ano como construtora e enfrentou diversos problemas na pré-temporada. Porém, a performance da Austrália animou Magnussen para o restante do ano.

"É muito claro que nossa equipe é uma das melhores da Fórmula 1", disse Magnussen. "Talvez não em termos de ritmo por enquanto. Sabemos onde estamos e não estamos satisfeitos com isso, mas quando tivermos um carro mais rápido, estaremos lá na frente."

A segunda etapa do campeonato será disputada neste final de semana, no Bahrein, com largada ao meio-dia do domingo.

UOL Esporte

Globo admite negociar transmissão de jogos em TV fechada com EI

Como vai ficar a transmissão de jogos do Brasileirão em TV fechada a partir de 2019 quando se enfrentarem um time que tem acordo com o Sportv, da Globo, e outro acertado com o Esporte Interativo (EI)? Pode não haver televisionamento, a menos que canais e clubes entrem em acordo.

Mas as emissoras concorrentes vão aceitar essa parceria? O blog fez a pergunta para as duas empresas. O EI respondeu que não está pensando nesse assunto agora. Já a Globo Esportes, por meio de seu diretor Pedro Garcia, admitiu negociar com a concorrente, apesar de também acreditar ser cedo para tratar do tema. Leia abaixo a resposta enviada ao blog e assinada por Garcia:

“Estamos dispostos a discutir e negociar, sempre que for bom e vantajoso para o esporte. A nossa história de parceria com o futebol é a maior prova disso. Dividir direitos sobre competições não é novidade para o Grupo Globo, tanto na TV aberta quanto na fechada. Brasileirão, estaduais, Copas do Mundo são direitos sublicenciados para a Band, por exemplo. Na TV fechada, compramos os direitos da Libertadores da Fox Sports e sublicenciamos a Copa do Brasil para ESPN e para a própria Fox. Tomaremos as decisões que forem melhores para o futebol e, acima de tudo, para os torcedores que querem acompanhar seus times do coração. Fechamos contratos com vários clubes que chegam até 2024, já no novo modelo. Clubes que reconhecem na gente o compromisso de longo prazo para que o futebol brasileiro cresça. Mas ainda é cedo para especular sobre o cenário que teremos até 2019. Que times estarão disputando a Série A? Que players terão os direitos desses clubes? Neste momento, em que as negociações para a TV fechada ainda estão em curso, seria pura especulação.”

Apesar de não ter se manifestado, o Esporte Interativo disse ao Cade (Conselho de Administração do Direito Econômico) que existem duas possibilidades em jogos com clubes fechados com emissoras diferentes: um acordo entre os canais ou que cada um fique com seus times.

Santos, Internacional, Atlético-PR, Coritiba, Figueirense, Ponte Preta e Santa Cruz são clubes da primeira divisão acertados com o EI.

Entre os que escolheram o Sportv estão Corinthians, São Paulo, Grêmio, Atlético-MG, Cruzeiro Fluminense, Botafogo, Vasco e Sport.

UOL Esporte

Palmeiras: mais goleadas sofridas no século entre os grandes de SP



O Palmeiras sofreu ontem uma goleada de 4 x 1 para o Água Santa, em Diadema. O resultado marcou a quarta derrota consecutiva do time no comando do técnico Cuca e colocou o Palmeiras na última colocação do seu grupo. A goleada foi também a primeira sofrida pelo clube em 2016 e a primeira de um grande de São Paulo na temporada.

Com isso, o Palmeiras chega a 22 goleadas sofridas no século. Quase o dobro do que os rivais Corinthians e São Paulo, que levaram 12 goleadas. O Santos sofreu 19 goleadas. A vexatória derrota sofrida pelo Água Santa, que estreou esse ano na primeira divisão do Paulistão, foi a segunda goleada que o Palmeiras levou em menos de seis meses. No início de outubro de 2015 o time, ainda sob o comando de Marcelo Oliveira, havia apanhado de 5 x 1 da Chapecoense. Desde 2001, neste século XXI, o Palmeiras só não foi goleado em três anos: 2004, 2009 e 2012.

Goleadas sofridas pelos grandes de São Paulo no século XXI:

Palmeiras (22 goleadas)
27/3/2016 – Água Santa 4 x 1 (Paulista)
4/10/2015 – Chapecoense 5 x 1 (Brasileiro)
21/9/2014 – Goiás 6 x 0 (Brasileiro)
27/3/2013 – Mirassol 6 x 2 (Paulista)
5/5/2011 – Coritiba 6 x 0 (Copa do Brasil)
17/2/2010 – São Caetano 4 x 1 (Paulista)
16/11/2008 – Flamengo 5 x 2 (Brasileiro)
20/8/2008 – Internacional 4 x 1 (Brasileiro)
30/4/2008 – Sport 4 x 1 (Copa do Brasil)
2/9/2007 – Cruzeiro 5 x 0 (Brasileiro)
26/11/2006 – Internacional 4 x 1 (Brasileiro)
3/9/2006 – Santos 5 x 1 (Brasileiro)
24/5/2006 – São Paulo 4 x 1 (Brasileiro)
22/4/2006 – Figueirense 6 x 1 (Brasileiro)
8/3/2006 – América-SP 4 x 1 (Paulista)
6/11/2005 – Atlético-PR 4 x 0 (Brasileiro)
23/5/2005 – América-SP 4 x 1 (Paulista)
23/4/2003 – Vitória 7 x 2 (Copa do Brasil)
1/9/2002 – Paraná 5 x 1 (Brasileiro)
25/8/2002 – Atlético-MG 4 x 0 (Brasileiro)
30/9/2001 – Coritiba 4 x 1 (Brasileiro)
7/11/2001 – Fluminense 6 x 2 (Brasileiro)

Santos (19 goleadas)
8/7/2015 – Goiás 4 x 1 (Brasileiro)
16/2/2014 – Penapolense 4 x 1 (Paulista)
2/8/2013 – Barcelona-ESP 8 x 0 (Amistoso)
18/12/2011 – Barcelona-ESP 4 x 0 (Mundial de Clubes)
4/12/2011 – São Paulo ( 4 x 1 (Brasileiro)
12/7/2009 – Vitória 6 x 2 (Brasileiro)
8/2/2009 – Palmeiras 4 x 1 (Paulista)
22/11/2008 – Coritiba 5 x 1 (Brasileiro)
20/9/2008 – Goiás 4 x 1 (Brasileiro)
22/6/2008 – Goiás 4 x 0 (Brasileiro)
25/5/2008 – Cruzeiro 4 x 0 (Brasileiro)
4/7/2007 – Vasco 4 x 0 (Brasileiro)
13/5/2007 – Sport 4 x 1 (Brasileiro)
13/11/2005 – Internacional 4 x 0 (Brasileiro)
6/11/2005 – Corinthians 7 x 1 (Brasileiro)
23/5/2004 – Palmeiras 4 x 0 (Brasileiro)
3/4/2004 – São Caetano 4 x 0 (Paulista)
25/2/2004 – Paulista 4 x 0 (Paulista)
18/5/2001 – Corinthians 5 x 0 (Paulista)

Corinthians (12 goleadas)
30/11/2014 – Fluminense 5 x 2 (Brasileiro)
29/1/2014 – Santos 5 x 1 (Paulista)
15/10/2014 – Atlético-MG 4 x 1 (Copa do Brasil)
29/9/2013 – Portuguesa 4 x 0 (Brasileiro)
20/9/2009 – Goiás 4 x 1 (Brasileiro)
29/8/2007 – Atlético-MG 5 x 2 (Brasileiro)
8/5/2005 – São Paulo 5 x 1 (Brasileiro)
23/5/2004 – Atlético-PR 5 x 0 (Brasileiro)
2/5/2004 – Palmeiras 4 x 0 (Brasileiro)
28/4/2004 – Grêmio 4 x 0 (Brasileiro)
28/9/2003 – Juventude 6 x 1 (Brasileiro)
8/9/2002 – Grêmio 4 x 0 (Brasileiro)
28/11/2001 – San Lorenzo-ARG 4 x 1 (Mercosul) 

São Paulo (12 goleadas)
22/11/2015 – Corinthians 6 x 1 (Brasileiro)
28/6/2015 – Palmeiras 4 x 0 (Brasileiro)
21/5/2014 – Fluminense 5 x 2 (Brasileiro)
8/5/2013 – Atlético-MG 4 x 1 (Libertadores)
26/11/2011 – Corinthians 5 x 0 (Brasileiro)
21/10/2010 – Fluminense 4 x 1 (Brasileiro)
16/3/2008 – Palmeiras 4 x 1 (Paulista)
21/4/2007 – São Caetano 4 x 1 (Paulista)
30/7/2006 – Santos 4 x 0 (Brasileiro)
27/4/2003 – Paysandu 5 x 2 (Brasileiro)
25/11/2001 – Vasco 7 x 1 (Brasileiro)
25/1/2001 – Fluminense 5 x 2 (Rio-SP)

UOL Esporte

Alfinetadas: Paciência tem limite. E ela se esgotou com a seleção brasileira

(Foto: Reprodução/Facebook)


Quem assistiu à partida entre Brasil x Uruguai, válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, viu que estamos a um abismo de chegar ao patamar daquela seleção magistral que tivemos nos anos de glórias nas copas do mundo. O jogo era todo do Brasil, um primeiro tempo digno, mas que naufragou na segunda etapa.

Se por um lado a defesa até que trabalhou direito no primeiro tempo, o mesmo não se pode falar da etapa complementar. Sozinho, Suarez deitava e rolava na defesa brasileira. Principalmente do lado de David Luiz, que na dividida que originou o segundo gol uruguaio, em vez de correr atrás do adversário, ficou olhando, vendo se o goleiro Alisson faria algum milagre. Milagre mesmo é quando o zagueiro não estiver mais na lista de convocados.

Não há quem chutasse ao gol. Foram poucos os lances de fora da área. Phillipe Coutinho, mesmo com uma fome de leão, tentava de fora. Passava longe. Ricardo Oliveira passou em branco, nem percebi a entrada dele no segundo tempo. Neymar nem se fala. Poderia estar em campo, mas a mente não estava ali.

Daniel Alves, outro que para mim não serve mais na seleção, disse que não iremos ver o “Neymar do Barcelona”. Não iremos ver por que ele não é tudo isso que falam ou por que falta companheiros de qualidade? Alves, você é um deles, devia encontrar a melhor maneira dessa seleção jogar. 

Tudo nesta seleção está errado, a começar pelo Dunga. O ânimo mostrado por essa seleção é de sofrer. Não temos um futebol de qualidade, pecamos em diversos aspectos, e já alerto: iremos sofrer para se classificar para essa copa, e corremos o risco de ficar de fora.

E, mais uma vez, eu digo: não aprendemos nada com o 7 a 1.

domingo, 27 de março de 2016

Definição do Sul-Mato-Grossense fica para a última rodada

(Foto: Jed Vieira/Gazeta MS)


A rodada do fim de semana do Campeonato Sul-Mato-Grossense não foi suficiente para definir os classificados e rebaixados na temporada 2016. A rodada começou com a derrota do Novoperário, em casa, para o Costa Rica por 3 a 2. Mesmo saindo atrás do placar, a equipe chegou a virar o jogo no primeiro tempo, mas saiu derrotada nos minutos finais, após cobrança de falta de Baiano para o time visitante.

A partida que definiu dois pontos importantes do campeonato foi entre Corumbaense x Aquidauanense. Jogando em casa, o time de Corumbá goleou os visitantes por 5 a 1 e sacramentou sua classificação. A equipe de Aquidauana, por outro lado, confirmou a queda para a segunda divisão estadual em 2017.

O jogo também foi marcado por queda de energia aos 13 minutos do primeiro tempo e pela renda da partida ter sido bloqueada. A justiça baiana, inicialmente pelas informações divulgadas, bloqueou a renda em torno de R$ 13 mil, devido a um processo que o ex-jogador Junior Tevez está aplicando ao Corumbaense.

Em tese, o jogador cobra o auxílio que não ocorreu quando o atleta que defendia a camisa de Corumbá em 2013, se lesionou gravemente em uma partida. Mesmo com a cirurgia, o atleta não teve o tratamento devido e corre o risco de não conseguir voltar a jogar. A justiça baiana aplicou uma multa de R$ 40 mil de indenização.

Em comunicado, a diretoria do Corumbaense informou que desconhecia a situação e ficou surpreendida com o bloqueio da renda da partida. No entanto, não foi informado se o clube irá recorrer da determinação.

Clássico empatado e "decisão" de último descenso

No domingo (27), Comercial e Operário fizeram o segundo “Comerário” de 2016. Como no primeiro jogo, o placar ficou empatado em 1 a 1. Quem saiu na frente foi o Operário logo aos 2 minutos de partida, em jogada de Renan, que só parou no fundo das redes. O empate foi no segundo tempo, aos 12 minutos, com Matheus Delcídio. Aloísio Chulapa ainda se recupera de lesão, e não participou do jogo. Rodrigo Gral entrou na partida, mas passou em branco.

Em situação adversa, Serc e Misto fizeram o jogo para escapar da zona de rebaixamento. Em jogo pegado, as duas equipes ficaram no empate em 2 a 2. O resultado mantém a equipe de Três Lagoas na zona perigosa.

Confira os resultados:

Novoperário 2x3 Costa Rica
Serc 2x2 Misto
Comercial 1x1 Operário
Corumbaense 5x1 Aquidauanense
Águia Negra 2x2 Ivinhema

30/03 – 21h45
Sete de Dourados x Naviraíense

Classificação

Grupo A
1º Operário – 19 pontos**
2º Costa Rica – 16 pontos**
3º Comercial – 16 pontos**
4º Novoperário – 7 pontos
5º Serc – 7 pontos
6º Misto – 6 pontos

Grupo B
1º Sete de Dourados – 16 pontos**
2º Corumbaense – 13 pontos**
3º Ivinhema – 13 pontos**
4º Águia Negra – 11 pontos
5º Naviraíense – 9 pontos
6º Aquidauanense – 5 pontos*

* equipe rebaixada
** classificados

10ª rodada

03/04
16h (horário de Brasília)

Misto x Novoperário
Costa Rica x Comercial
Operário x Serc
Aquidauanense x Águia Negra
Naviraíense x Corumbaense
Ivinhema x Sete de Dourados

Opinião

Pelo primeiro ano que acompanhando o estadual, a competição precisa de melhorias, tanto na parte das equipes com as questões financeiras e as liberações dos estádios, tanto por parte da Federação, que deixou muito a desejar. A saída do Itaporã e a entrada do Aquidauanense, para “organizar” o campeonato, foi um desastre. Jogos remarcados, problemas com estádio e elenco, enfim, a desorganização foi o grande destaque. No entanto, as equipes mostraram um futebol de qualidade (até onde cabia essa qualidade), mesmo com os problemas. Resta ver como será o decorrer do estadual.

Aquidauanense é goleado e rebaixado em Corumbá; jogo tem renda bloqueada



O Aquidauanense é o primeiro rebaixado do Campeonato Sul-mato-grossense de 2016. A equipe, jogando fora de casa, perdeu esta noite para o Corumbaense no estádio Arthur Marinho, por 5 a 1, em duelo válido pela nona rodada da competição.

Com uma campanha de cinco empates, quatro derrotas e nenhuma vitória, somando apenas cinco pontos na competição, o Aquidauanense está matematicamente sem chances de se salvar da degola, sendo o lanterna do Grupo B.

Após uma queda de 10 minutos da iluminação do estádio aos 13 minutos, a partida foi reiniciada. No primeiro tempo, o Corumbaense dominou com gols de Keverson (20 e 25 minutos) e Tuia (33), enquanto o Aquidauanense descontou aos 42 minutos, com Rodolfo Duque. Já na etapa final, Tuia balançou a rede de novo, aos oito minutos. Aos 37, Johnny aproveitou também fez o dele, fechando o placar em 5 a 1.

Renda bloqueada - Toda a renda arrecadada pela diretoria do Corumbaense com a bilheteria da partida, segundo o site MS Diário, foi bloqueada pela Justiça baiana, atendendo demanda trabalhista impetrada pelo ex-jogador do clube, Junior Tevez, que defendeu o Carijó em 2013 e se lesionou gravemente durante uma partida.

O jogador, hoje com 30 anos, alega que nunca recebeu nenhuma assistência do clube, além de atualmente passar por dificuldade financeira. Mesmo passando por cirurgia, ele não conseguiu se recuperar totalmente da lesão e corre o risco de não conseguir voltar a jogar. Conforme a decisão, o jogador tem direito a receber R$ 40 mil de indenização.

Ainda segundo o MS Diário, a diretoria do Corumbaense já foi intimada sobre a situação. Ela afirma que desconhecia o caso e foi surpreendida com a notificação judicial determinando o bloqueio de renda, que segundo a assessoria do clube, pode chegar a até R$ 16 mil.

Entrada confusa - A entrada do Aquidauanense na Série A aconteceu já com o torneio iniciado, pois o Itaporã, que ainda não tinha disputado nenhum jogo, desistiu da competição após a estreia, no dia 31 de janeiro, entre Novoperário e Comercial. O Aquidauanense entrou no certame por ter sido o terceiro colocado da Série B do Estadual de 2015 - vencido justamente pelo Itaporã.

A decisão polêmica da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) rendeu uma enxurrada de críticas à entidade e muita confusão na tabela da competição. Vários jogos tiveram que ser cancelados e remarcados devido a problemas no laudo do estádio Noroeste, em Aquidauana. Como o local não foi liberado, o Aquidauanense foi obrigado a jogar em Campo Grande, sobrecarregando o gramado do Estádio das Moreninhas.

Campo Grande News

Goleiro do Atlético-MG falha e Cruzeiro volta a vencer no Horto

(Foto: Thomas Santos/AGIF)


O Cruzeiro praticamente garantiu a liderança na fase inicial do Campeonato Mineiro. A vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG, na manhã deste domingo (27), em pleno estádio Independência, colocou a equipe em situação muito confortável na tabela de classificação. Basta um empate na próxima rodada para o time de Deivid assegurar a primeira colocação.

Com o resultado, a equipe da Toca da Raposa II chega a 23 pontos, seis a mais que o arquirrival, segundo colocado. O Atlético precisa de um triunfo para assegurar a classificação para a semifinal na próxima rodada.

Ficha técnica
Atlético-MG x Cruzeiro

Local: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 27 de março de 2016 (domingo)
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcus Vinícius Gomes (MG)
Público/Renda: 15.842 pagantes / R$ 965.657,50
Cartão amarelo: Marcos Rocha, Leonardo Silva, Lucas Pratto (Atlético-MG); Allano, Manoel, Federico Gino, Sánchez Miño (Cruzeiro)

Gol: Rafael Silva – 28'/2ºT (0-1)

Atlético-MG
Uilson; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Tiago e Carlos César; Rafael Carioca, Junior Urso, Luan e Robinho; Hyuri (Pablo) e Lucas Pratto.
Técnico: Diego Aguirre.

Cruzeiro
Fábio; Fabiano, Manoel, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño (Fabrício); Henrique (Federico Gino), Lucas Romero e Ariel Cabral; Elber, Allano (Matías Pisano) e Rafael Silva.
Técnico: Deivid.

UOL Esporte

Brasil fica em 3º no quadro de medalhas do Grand Prix de Tbilisi de judô

A equipe brasileira de judô terminou em terceiro lugar do quadro de medalhas final da etapa de Tbilisi do Grand Prix de judô, disputado neste fim de semana.

O único ouro obtido pelo time do país foi de Rafaela Silva na categoria leve (até 57 quilos), após derrotar Nora Djakova, do Kosovo, na final.

Já Maria Suelen Altheman obteve a prata na categoria pesado (acima de 78 quilos) depois de ter perdido para a turca Kayra Sayit na decisão. Por sua vez, Rafael Silva (acima de 100 quilos), Erika Miranda (até 52 quilos) e Mayra Aguiar (até 78 quilos).

A Holanda ficou em primeiro lugar no quadro de medalhas, com três ouros e duas pratas, enquanto a anfitriã Geórgia obteve a segunda posição, com dois ouros, uma prata e quatro bronzes. 

UOL Esporte

Crises de Palmeiras e SPFC têm em comum situações de cartolas remunerados

As crises enfrentadas por Palmeiras e São Paulo têm ao menos um ponto em comum: as situações dos executivos de futebol dos rivais.

Tanto o palmeirense Alexandre Mattos quanto o são-paulino Gustavo Vieira de Oliveira têm suas demissões cobradas por conselheiros da oposição e da situação. No caso do funcionário tricolor, até parte dos diretores pede a saída.

Uma das queixas contra eles é igual: ambos são considerados por seus críticos profissionais que têm dificuldade de comunicação com os jogadores. Por isso, não conseguem fazer uma rápida e correta leitura do vestiário, dificultando a identificação de problemas, de acordo com as reclamações.

Porém, com a mesma intensidade das cobranças, Mattos e Gustavo são defendidos por seus presidentes, noutro ponto em comum nessa história.

O alviverde Paulo Nobre e o tricolor Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, dão seguidas demonstrações de confiança em seus executivos, sem sinais de pretenderem demitir os profissionais.

No Palmeiras, desde o ano passado, o presidente banca Mattos contra os críticos. Demitiu o treinador Marcelo Oliveira, mas manteve o dirigente remunerado.

No São Paulo, Leco e Luiz Cunha, novo diretor de futebol, traçaram planos para a recuperação do time. Definiram a demissão de Milton Cruz, que trabalhava havia 22 anos no clube. Em suas conversas, nem tocaram na possibilidade de demitir Gutavo, filho de Sócrates e sobrinho de Raí. Vale lembrar que até o ex-vice de futebol do clube, Ataíde Gil Guerreiro, não resistiu aos maus resultados e às críticas ao seu trabalho, sendo remanejado para a diretoria de relações institucionais.

UOL Esporte

Flamengo mantém liderança do NBB após vitória sobre o Minas

(Foto: Reprodução)


A equipe de basquete do Flamengo manteve a liderança do Novo Basquete Brasil (NBB), na manhã deste domingo (27). O time bateu o Minas por 76 a 65 e chegou ao seu 22º triunfo na competição.

O destaque na partida foi o pivô norte-americano Jerome Meyinsse, que além de ter marcado um duplo-duplo, foi cestinha da partida com 16 pontos e 11 rebotes. O ala Marcelinho também fez um bom jogo, anotando 14 pontos, além de um rebote e duas assistências.

A próxima partida das duas equipes, a última antes dos playoffs da competição, acontece nesta terça-feira (29). O Flamengo enfrentará o Macaé, fora de casa, enquanto o Minas recebe o Brasília, ambas as partidas às 20h (horário de Brasília).

sábado, 26 de março de 2016

Fora de casa, bauruenses da A.A. FIB vencem Pompeia pela estreia na LPF

(Foto: Rafael Peloso/A.A. FIB)


Na noite da última quinta-feira (24), em jogo de estreia pela Liga Paulista de Futsal (LPF), principal competição das quadras de São Paulo, a A.A. FIB, de Bauru-SP, encarou o Pompeia fora de casa. Diante dos pompeianos, os bauruenses venceram pelo placar de 2 a 1, em confronto que aconteceu na Arena de Esportes e Eventos, em Pompeia-SP.

Os gols da vitória do time visitante foram marcados por Misael, em duas oportunidades; ele foi o artilheiro da A.A. FIB na última temporada, com 19 gols. Para os donos da casa, Roither foi para o fundo da rede.

Técnico da equipe de Bauru-SP, Everton Carvalho, o "Alemão", que encara cada desafio dos bauruenses na LPF como uma "decisão", declarou o seguinte após o resultado: "Nós saímos vitoriosos da primeira decisão, entretanto, ainda teremos mais sete partidas decisivas nessa primeira fase. Precisamos manter os pés no chão e continuar com essa aplicação demonstrada contra Pompeia para também vencermos os outros jogos e alcançarmos a segunda fase", disse o treinador.

Agora, no dia 08 de abril, a A.A. FIB vai encarar o Jacareí Futsal, a partir das 20h00, em casa, no ginásio Duduzão. Já o Pompeia, depois da derrota, medirá forças com o Pulo do Gato fora de seus domínios, na próxima quarta-feira (30), às 19h45, no Rogê Ferreira, em Campinas-SP; ambos os jogos são pela segunda rodada da Liga Paulista.

FPFS