terça-feira, 26 de abril de 2016

CBF vai exigir campeão e vice de estaduais na Primeira Liga

(Foto: Buda Mendes / Getty Images)


A queda de braços entre grandes clubes do futebol brasileiro e a CBF, por causa da Primeira Liga, promete novos capitulos até 2017. A confederação condiciona o apoio formal à nova entidade se campeões e vices dos Estaduais do Rio, Minas, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina estiverem na próxima edição do torneio organizado pela Liga.

Na prática, isso poderia excluir da competição alguns de seus fundadores, como Grêmio, Cruzeiro e Flamengo. Esses clubes estão fora da final de seus respectivos Estaduais. O Fluminense,  por ter conquistado o título deste ano da Liga, teria vaga assegurada. Na hipótese dessas ausências, a competição estaria descracterizada e inviabilizada.

A CBF ja sinalizou de que lado vai ficar em razão das polêmicas que começam a surgir. Internamente, conforme apurou o Terra , dá apoio à manifestação da federação carioca de credenciar Vasco e Botafogo à edição do torneio em 2017. Os dois vão disputar a final do campeonato do Rio em duas partidas.

A Primeira Liga, porém, atesta que é independente da CBF e das federações e que, por isso, não dependeria de critérios dessas entidades para definir o formato de seu torneio. A entidade sofreu no ano passado e no início de 2017 uma forte campanha da CBF, que agia nos bastidores, para que não prosperasse. Apesar da oposição da confederação, conseguiu organizar seu torneio, vencido pelo Fluminense na semana passada e que teve ótima aceitação do público.

Para a CBF, a Liga representa uma ameaça, uma vez que a confederação não admite perder o controle das grandes competições nacionais para os clubes.

Terra