sexta-feira, 15 de abril de 2016

Ferrari surpreende Mercedes e faz dobradinha nos treinos livres na China

(Foto: Clive Mason/Getty Images)


A Ferrari surpreendeu e superou as Mercedes nesta sexta-feira de treinos livres para o GP da China. Kimi Raikkonen foi o mais rápido, seguido pelo companheiro Sebastian Vettel. Nico Rosberg, que chegou a liderar a sessão da manhã, fechou o dia em terceiro, à frente do companheiro Lewis Hamilton.

Os brasileiros não tiveram um bom dia. Felipe Massa, que perdeu o primeiro treino por furos nos pneus causados por problemas da Williams, pouco andou na segunda sessão e fechou em 14º. Já Felipe Nasr foi superado por Marcus Ericsson pela maior parte do tempo na Sauber e se classificou em 20º.

Rosberg começou o treino bem à frente de Hamilton, enquanto os dois trabalhavam nas simulações de corrida com o pneu médio. Tanto, que Daniel Ricciardo chegou a colocar a Red Bull entre os dois, após um início de sessão em que a McLaren chegou a fazer dobradinha.

Na Williams, a palavra de ordem foi a cautela depois que Felipe Massa teve dois pneus furados durante a primeira sessão de treinos. A equipe fez alterações nas configurações de ambos os carros para que o problema não voltasse a acontecer, e tanto Massa quanto Valtteri Bottas conseguiram rodar normalmente.

Kevin Magnussen, que também teve problemas com o pneu no primeiro treino, não teve tanto sorte: a equipe decidiu investigar melhor as causas do rasgo e o dinamarquês ficou de fora da sessão.

Com cerca de 1h para o final da sessão, Rosberg foi o primeiro dos ponteiros a fazer a simulação de classificação com os supermacios. No duelo direto com Hamilton, voltou a perder para o companheiro, a exemplo do que ocorrera tanto na sessão da manhã na China, quanto no início do segundo treino. Desta vez, a diferença ficou em pouco menos de dois décimos.

Com as Ferrari demorando para colocar os supermacios e focando na simulação de corrida com os macios, Ricciardo foi quem mais se aproximou das Mercedes, a 1s de Ricciardo, logo à frente da dupla da Toro Rosso e da Force India. A Williams, com Bottas, só conseguiu se colocar em oitavo, à frente das McLaren.

Fazendo a simulação de classificação após os demais, Sebastian Vettel surpreendeu e foi 128 milésimos mais rápido que Rosberg, tomando a ponta. Mas a Ferrari não parou por aí: Kimi Raikkonen foi ainda mais veloz e abaixou o melhor tempo em mais um décimo, partindo para o primeiro lugar.

Na segunda metade do treino, os pilotos se dedicaram às simulações de corrida com os três compostos disponíveis para este final de semana - supermacio, macio e médio.

A terceira sessão de treinos livres será realizada a partir da 1h da madrugada de sábado. A classificação será às 4h do sábado e a corrida, às 3h do domingo.

Confira a classificação da segunda sessão de treinos livres para o GP da China
1. Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari 1m 36.896s
2. Sebastian Vettel ALE Ferrari-Ferrari 1m 37.005s
3. Nico Rosberg ALE Mercedes-Mercedes 1m 37.133s
4. Lewis Hamilton ING Mercedes-Mercedes 1m 37.329s
5. Daniel Ricciardo AUS Red Bull-TAG Heuer 1m 38.143s
6. Max Verstappen HOL Toro Rosso-Ferrari 1m 38.268s
7. Nico Hulkenberg ALE Force India-Mercedes 1m 38.527s
8. Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Ferrari 1m 38.542s
9. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes 1m 38.569s
10. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes 1m 38.723s
11. Fernando Alonso ESP McLaren-Honda 1m 38.728s
12. Jenson Button ING McLaren-Honda 1m 39.828s
13. Daniil Kvyat RUS Red Bull-TAG Heuer 1m 39.178s
14. Felipe Massa BRA Williams-Mercedes 1m 39.214s
15. Jolyon Palmer IND Renault-Renault 1m 39.774s
16. Romain Grosjean FRA Haas-Ferrari 1m 39.890s
17. Pascal Wehrlein ALE MRT-Mercedes 1m 39.941s
18. Marcus Ericsson SUE Sauber-Ferrari 1m 39.979s
19. Rio Haryanto INA MRT-Mercedes 1m 40.550s
20. Felipe Nasr BRA Sauber-Ferrari 1m 41.006s
21. Esteban Gutierrez MEX Haas-Ferrari 1m 42.954s
20. Kevin Magnussen DIN Renault-Renault Sem tempo

UOL Esporte