segunda-feira, 4 de abril de 2016

Reunião na CBF não demitirá Dunga, mas pedirá convocações dos melhores

Dunga não deve ser demitido nem afastado da seleção olímpica na reunião de hoje, na CBF. Ainda que existam fontes que destaquem a possibilidade de os debates se acalorarem durante a reunião e precipitarem uma decisão diferente, a reunião não foi marcada para mudar a comissão técnica das seleções, nem a olímpica, muito menos a principal.

Mas existe uma discussão sobre algumas decisões recentes de Dunga. A pergunta que se fará ao técnico da seleção é não se deve convocar sempre os melhores em atividade. Evidentemente, isto tem a ver com as decisões de Dunga não convocar Thiago Silva. Também sobre a não convocação de Marcelo, mas neste caso há a confusão sobre a lesão-não lesão do lateral-esquerdo do Real Madrid.

Dunga não levará uma bronca, mas receberá uma pergunta sobre as razões de não convocar alguns jogadores que são apontados pela maioria da opinião pública, e de quem trabalha com futebol na CBF, como os melhores de suas posições.

Seu trabalho está em análise. A Copa América pode ser decisiva para sua permanência ou saída, antes da próxima rodada das eliminatórias. Mas se leva em consideração o fato de a tabela deixar o Brasil em sexto lugar, mas a quatro pontos do primeiro colocado. Ou seja, em duas rodadas, a seleção pode estar na primeira ou segunda colocação.

Uma das considerações que se leva em conta na CBF que ser técnico de clube permite mais facilmente formar um grupo de jogadores do que em seleções. É um argumento contra a unanimidade de Tite neste momento.

UOL Esporte