domingo, 24 de abril de 2016

Santos invicto na Vila vê Palmeiras que já derrubou rival impecável em casa

(Foto: Ricardo Nogueira / Folhapress)


O Palmeiras precisa de uma espécie de milagre para derrubar o Santos neste domingo, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, e chegar a decisão do Campeonato Paulista. Isso porque o alvinegro praiano é praticamente imbatível em seu estádio. Em 2016, o time da Baixada não sabe o que é perder em casa.

A sequência completa é de 25 jogos de invencibilidade, com 22 vitórias e três empates, aproveitamento de 92.8%. A última derrota ocorreu para o Grêmio, por 3 a 1, no dia 5 de julho do ano passado. Quando o assunto é Campeonato Paulista, o retrospecto é ainda mais assustador para os adversários. São 42 jogos: 35 vitórias e 7 empates, 88,8% de aproveitamento.

Para piorar, o Palmeiras passou 2015 apanhando do Santos na Vila – foram quatro jogos e quatro derrotas. No entanto, o Verdão carrega em sua bagagem o feito de Itaquera, que ocorreu na semifinal do Paulistão do ano passado, como forma de motivação. Na época, o time corintiano tinha retrospecto muito bom.

Após empatar por 2 a 2 com o Corinthians no tempo normal, porém, o Palmeiras eliminou o arquirrival nos pênaltis. A classificação parecia improvável, pois os corintianos entraram em campo com uma invencibilidade de 31 jogos sem perder na Arena Corinthians. 

O alçapão santista estará mais fortalecido neste domingo, pois o Ministério Público determinou que os clássicos paulistas ocorram com torcida única até o fim do ano. Sendo assim, apenas torcedores do Santos terão acesso às arquibancadas, incluindo o setor destinado aos visitantes.

"Prefiro não falar de Santos e Palmeiras. Acho que o espetáculo perde. Todos nós perdemos. Nunca vi futebol com apenas uma torcida. Futebol tem de ser jogado, às pessoas se respeitando... Mas, o Ministério Público está tomando suas posições que já deveriam ser tomadas há muito tempo", afirmou Dorival.

O Santos já está definido para o duelo contra o Palmeiras. Vitor Bueno já começa a ganhar status de titular após marcar dois gols nas quartas de final do Paulista, diante do São Bento, e completa o quarteto ofensivo ao lado dos 'selecionáveis' Ricardo Oliveira, Lucas Lima e Gabriel Barbosa.

"Começa a partida, vive uma crescente, mas temos de ter muito cuidado. É um garoto ainda, está buscando uma afirmação. Espero que esses bons momentos vividos pelo Vitor não interfiram diretamente daqui pra frente. Que ele tenha consciência de que ele vai ser cobrado por aquilo que ele realizou", disse.

O Palmeiras, por sua vez, não contará com o atacante Dudu e o meia Allione. O primeiro sentiu um problema muscular na coxa direita, enquanto o argentino sofreu entorse no joelho esquerdo. O técnico Cuca faz mistério em relação ao time titular, mas treinou na última sexta-feira, do meio para frente, com Arouca, Matheus Sales, Robinho, Zé Roberto, Gabriel Jesus e Alecsandro. 

Cuca citou a dificuldade de se jogar na Vila, mas endossou o espírito de superação de seu elenco. "Estávamos em um momento pior e fomos jogar contra o Corinthians (no primeiro turno). Ali eu tinha mando de campo, que ajuda muito, o que não vamos ter neste jogo, fizemos quase tudo certo naquela partida. Na Vila temos de ser mais precisos ainda, temos de melhorar do que foi naquele clássico, porque o Santos, principalmente na Vila, é muito forte. Na parte tática e individual tem muitos jogadores que podem decidir em uma jogada individual'.

Ficha Técnica
Santos x Palmeiras 

Data e horário: 24/04/2016, às 16h (horário de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos-SP
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Auxiliares: Anderson Jose de Moraes Coelho e Alex Ang Ribeiro

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique, Zeca; Thiago Maia, Renato, Lucas Lima, Victor Bueno, Gabriel; Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior. 

Palmeiras: Fernando Prass, Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo, Egídio; Arouca, Matheus Sales, Robinho (Gabriel), Zé Roberto; Gabriel Jesus e Alecsandro. 
Técnico: Cuca.

UOL Esporte