domingo, 29 de maio de 2016

De virada e com um a menos, Flamengo vence Ponte e ameniza crise na estreia de interino

Na estreia de Zé Ricardo como treinador profissional, o Flamengo conseguiu com muitas dificuldades uma importante vitória diante da Ponte Preta por 2 a 1 no Estádio Moisés Lucarelli, neste domingo. A partida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro teve decisões polêmicas de arbitragem e superação do time rubro-negro, que ficou boa parte do segundo tempo com um jogador a menos depois da expulsão do atacante Fernandinho.

Na semana que Muricy Ramalho foi desligado do cargo de treinador depois de um novo problema de saúde, o comandante do título da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano ficou com a missão de orientar o elenco de forma interina.

O resultado deu uma amenizada na crise provocada pelos maus resultados em campo. Depois do empate por 2 a 2  com a Chapecoense na quarta-feira, alguns torcedores protestaram jogando pedras no ônibus da equipe. Além disso, chegaram até mesmo a intimidar o zagueiro César Martins, que havia sido afastado e depois reintegrado, em um supermercado.

A vitória deixou o clube da Gávea com sete pontos ganhos na quinta posição de forma provisória, enquanto os paulistas permaneceram com quatro pontos na 15ª colocação, próximos da zona de rebaixamento. Além da derrota, a Ponte perdeu uma invencibilidade de quase 11 anos contra os cariocas, com quatro vitórias e cinco empates em nove partidas no período.

Atuando diante de seu torcedor, a equipe de Campinas começou melhor no primeiro tempo e dominava as ações ofensivas. O atacante Roger acertou o travessão do time rubro-negro depois de belo chute dentro da área, aos 10 minutos.

Um minuto depois, a Ponte Preta abriu o placar com Wellington Paulista. Reinaldo cruzou da esquerda e o centroavante cabeceou para o fundo das redes. O assistente em um primeiro momento marcou impedimento, mas admitiu que se confundiu com Fábio Ferreira. O árbitro Anderson Daronco chegou a anular o tento, mas acabou reconsiderando e validou o lance. Os jogadores do Flamengo ficaram nervosos e cercaram o bandeirinha.

Apesar de estar inferior no confronto, o clube carioca chegou ao empate aos 20 minutos com um gol contra. Após cobrança de Alan Patrick, Felipe Azevedo desviou a bola de cabeça, que enganou o goleiro João Carlos.

A virada aconteceu aos 41 minutos, com Jorge. Depois de cobrança de escanteio, o goleiro João Carlos tentou afastar o perigo com um soco, mas a bola sobrou para o lateral esquerdo, que emendou um chute de primeira para estufar as redes adversárias.

Com a desvantagem no marcador, Eduardo Baptista voltou do intervalo com duas alterações com o objetivo de dar mais experiência ao meio de campo e velocidade ao ataque. Saíram Wellington Paulista e Ravanelli para as entradas de Cristian e William Pottker.
  
O Flamengo trabalhava a bola no campo de ataque com muitos passes, mas não levava perigo ao gol da Ponte Preta. O treinador Zé Ricardo tirou o jovem Felipe Vizeu e colocou o meia-atacante Gabriel, deixando Marcelo Cirino como centroavante. Logo em seguida, aos 16 minutos, Fernandinho foi expulso após cometer falta e recebeu o segundo cartão amarelo e deixou a equipe ficou com um jogador a menos. Para reforçar o meio e segurar a vitória, Alan Patrick foi sacado para a entrada de Cuéllar. 

Com a vantagem numérica, o clube alvinegro pressionou e quase conseguiu empatar aos 48 minutos. Felipe Azevedo acertou um belo voleio para grande defesa de Alex Muralha. 

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta visitará o América-MG no Estádio Independência, em Belo Horizonte, nesta quinta-feira, às 19h30. No mesmo dia, o Flamengo receberá o Vitória no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 21h.

FICHA TÉCNICA:
PONTE PRETA 1 X 2 FLAMENGO
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 29 de maio de 2016, domingo
Horário: 11 horas (de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Helton Nunes (SC)
Renda: R$ 196.580,00
Público: 7.106 pagantes

Cartões amarelos: João Vítor e Pottker (Ponte Preta); César Martins (Flamengo)
Cartões vermelhos: Fernandinho (Flamengo)

GOLS
PONTE PRETA: Wellington Paulista, aos 11min do primeiro tempo
FLAMENGO: Felipe Azevedo (contra), aos 20min do primeiro tempo; Jorge, aos 42min do primeiro tempo

PONTE PRETA: João Carlos, Jeferson, Kadu, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Matheus Jesus (Thiago Galhardo) e Ravanelli (Cristian); Felipe Azevedo, Roger e Wellington Paulista (Pottker)
Técnico: Eduardo Baptista

FLAMENGO: Alex Muralha, Rodinei, Léo Duarte, César Martins e Jorge; William Arão, Márcio Araújo e Alan Patrick (Cuéllar); Fernandinho, Marcelo Cirino (Ederson) e Felipe Vizeu (Gabriel)
Técnico: Zé Ricardo (interino)

ESPN