sexta-feira, 3 de junho de 2016

Autoridades suíças confirmam apreensões em escritório da Fifa; Infantino não está na mira

(Foto: Getty Images)


Autoridades judiciais suíças realizaram buscas nesta quinta-feira em escritórios da Fifa, em Zurique, e levaram documentos e arquivos eletrônicos em meio a investigação contra corrupção na entidade, informaram somente nesta sexta responsáveis locais.

Segundo as autoridades, a busca é relacionada a indivíduos anteriormente citados em relatórios judiciais e a mais pessoas não citadas. O recém-empossado presidente da Fifa, Gianni Infantino, não está no alvo.

A despeito do que revelou nessa quinta-feira o jornal alemão "Die Welt", a Fifa também desmentiu que Infantino, eleito em fevereiro deste ano, esteja sob investigação. Segundo o jornal, o cartola estaria prestes a ser suspenso por 90 dias.

O "Die Welt" informou que a Fifa estaria averiguando o envolvimento do cartola na destruição de gravações de um encontro da federação no México.

Um porta voz da Fifa declarou ao Sky Sports News: "Não estamos em posição de indicar se começamos ou não investigações preliminares contra um indivíduo. Gostaríamos de pontuar, no entanto, que não procedimentos formais contra o Sr. Infantino."

ESPN