domingo, 26 de junho de 2016

França leva susto no começo, mas reage com Griezmann e elimina Irlanda

(Foto: Valery Hache/AFP)


Foi com emoção, mas a França fez valer o status de favorita e derrotou a Irlanda neste domingo (26), em duelo das oitavas de final da Eurocopa 2016. No Parc Olympique Lyonnais, em Lyon, os comandados de Didier Deschamps saíram perdendo no primeiro minuto, mas venceram por 2 a 1 de virada, com dois gols de Griezmann.

A França aguarda agora o vencedor do jogo entre Inglaterra e Islândia, a ser realizado nesta segunda-feira (27), às 16h (de Brasília). Para este jogo, os anfitriões do torneio não poderão contar com Kante, suspenso por excesso de cartões amarelos.

Quem brilhou: Griezmann acorda e decide no segundo tempo
Maior artilheiro da temporada europeia entre os franceses, o atacante Griezmann, do Atlético de Madri, foi discreto na etapa inicial, mas acordou no segundo tempo e foi o principal responsável pela classificação dos anfitriões às quartas de final. Movimentando-se com inteligência, aproveitando espaços deixados pela defesa adversária, o camisa 7 apareceu para decidir, marcando os dois gols da virada e forçando a expulsão de Duffy em outra chance clara.

Pogba comete erro no começo, mas chama jogo e se recupera
O primeiro gol da partida surgiu graças a um pênalti bobo cometido pelo maior astro francês, que não se deixou abalar e chamou a responsabilidade de buscar a reação. O meia-atacante da Juventus se movimentou pelo ataque, aplicou belos dribles em adversários e foi perigoso em cobranças de falta, aparecendo como único ponto positivo dos anfitriões na etapa inicial. Conforme seus companheiros cresceram dentro de campo no segundo tempo, Pogba foi menos usado, embora tenha feito das suas graças quando pegou na bola. Ele recuou com a saída de Kante, participando mais da saída de bola, não da conclusão das jogadas.

O jogo da França: surpresa no começo muda tudo
Mais talentosa e amplamente favorita contra os irlandeses, a França tomou um duro baque no primeiro minuto de jogo, quando Pogba cometeu o pênalti que resultou no primeiro gol da partida. Payet e Griezmann estavam pouco inspirados no primeiro tempo, dificultando a busca pelo empate, o que motivou a entrada de mais um jogador de frente na etapa complementar: Coman substituiu Kante para ajudar os franceses na frente, resultando em uma blitz na defesa irlandesa. Após mais de dez minutos de insistência, Griezmann igualou o marcador de cabeça, após cruzamento de Sagna, e virou o jogo aos 17min, depois de bola escorada por Giroud.

O desempenho da Irlanda: de olho nas brechas francesas
Nenhum torcedor irlandês esperava um começo tão bom na partida com os anfitriões desta Eurocopa. Long foi atropelado por Pogba dentro da área no primeiro minuto, e Robbie Brady abriu o placar na cobrança, deixando o time treinado por Martin O'Neill mais solto em campo, ousando atacar quando a expectativa era a de uma equipe retrancada. Depois do intervalo, os irlandeses foram pressionados pela França, mas não deixaram de chegar com perigo em contra-ataques. No entanto, o talento dos rivais se sobressaiu, resultando na virada em menos de 20 minutos. Abalada, a equipe ainda teve o zagueiro Duffy expulso pouco tempo depois de ficar atrás no placar e ficou sem forças para reagir.

FICHA TÉCNICA
França 2 x 1 Irlanda

Data: 26/6/2016
Local: Parc Olympique Lyonnais, em Lyon (França)
Hora: 10h ( de Brasília)
Gols: Brady, 2' do primeiro tempo (Irlanda); Griezmann, 13' e 17' do segundo tempo (França)

França: Lloris, Sagna, Rami, Koscielny e Evra; Kante (Coman) (Sissoko), Pogba e Matuidi; Griezmann, Giroud (Gignac) e Payet. Técnico: Didier Deschamps.

Irlanda:Randolph; Coleman, Keogh, Duffy e Ward; McCarty (Hoolahan), Hendrick, Brady e MacClean (O'Shea); Long e Murphy. Técnico: Martin O'Neill.

UOL Esporte