sexta-feira, 24 de junho de 2016

Por Bale, saída do Reino Unido da UE preocupa Real Madrid

(Foto: Reuters / Carl Recine)


O processo de saída do Reino Unido da União Europeia, que teve um importante capítulo na quinta-feira com votação popular favorável, preocupa o Real Madrid por causa do atacante galês Gareth Bale. Segundo o jornal AS, a situação pode influir na intenção de o clube oferecer um longo contrato ao jogador, que passará a ser considerado extracomunitário ao final de um trâmite que parece inevitável.

Na última quinta-feira, o jornal Marca publicou que, após a Eurocopa, o Real anunciaria a renovação com Bale. Era esperado um vínculo até 2023, mas a projeção de ter Bale com um dos três jogadores sem passaporte europeu permitidos pode forçar o clube a uma oferta de contrato mais curto.

A princípio, a situação não vai interferir no time, pois o processo de saída da União Europeia ainda terá que passar pelo Parlamento do Reino Unido e a ruptura pode levar até dois anos. No momento, o Real Madrid conta com o colombiano James Rodriguez e os brasileiros Danilo e Casemiro como jogadores extracomunitários.

Porém, segundo o AS, a presença de um jogador do calibre de Bale em um destes três postos por muito tempo limitaria as ações do clube no mercado. Ainda não há clareza se, ao final do processo no Reio Unido, o efeito será imediato no futebol, mas o Real avalia os riscos. 

UOL Esporte