quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Brasil goleia Honduras e vai a final olímpica na Rio 2016

(Foto: Getty Images/Buda Mendes)

Por Nicholas Araujo
Rio de Janeiro, RJ

A seleção masculina do Brasil simplesmente não tomou conhecimento de Honduras na tarde desta quarta-feira (17), na semifinal do futebol olímpico no Estádio do Maracanã. Com bela apresentação do sistema ofensivo, a seleção goleou os adversários por 6 a 0 e chegou a mais uma final olímpica na história.

A partida começou com o Brasil no ataque e um recorde em Jogos Olímpicos. Neymar aproveitou falha da defesa na saída de bola, dividiu com o goleiro López e abriu o placar logo aos 14 segundos de jogo. Esse foi o gol mais rápido na história dos Jogos Olímpicos. Anteriormente a marca no masculino era de Oribe Peralta, na final de Londres-2012, contra o Brasil (30 segundos).

O atacante brasileiro sentiu a pancada, foi retirado de campo pela maca e atendido no banco de reservas. Recuperado, Neymar voltou a campo e continuou suas investidas no ataque. Mais tarde, aos nove minutos, Neymar deu passe para Luan, que driblou López e finalizou, mas o goleiro chegou a tempo de evitar o gol. Para se redimir, Luan deu belo passe para Gabriel Jesus na jogada seguinte, e o camisa 11 finalizou na saída do goleiro e fez 2 a 0.

Ainda no primeiro tempo, Gabriel, o Gabigol, teve a chance do terceiro gol, após chutar no canto direito do gol, mas a bola foi para fora. Na jogada seguinte, Neymar deu outro passe para Gabriel Jesus, que encheu o pé para marcar o terceiro e finalizar o primeiro tempo.

Na etapa seguinte, Honduras chegou com mais vontade e driblando alguns jogadores brasileiros. Aos cinco minutos, no entanto, Neymar cobrou escanteio para Marquinhos, que precisou de duas chances para estufar as redes e fazer 4 a 0. Após substituições do técnico Micale, Luan ainda fez o quinto gol do Brasil. A seleção de Honduras buscou o gol de honra, mas Weverton foi espetacular em duas ótimas defesas.

Para finalizar o placar, Luan sofreu pênalti aos 45 minutos da etapa complementar. Para encarar a responsabilidade, Neymar pegou a bola, ajeitou e bateu no canto direito de López e fechou a conta para a seleção brasileira.

O Brasil aguarda a definição do adversário, que será decidido entre Nigéria e Alemanha, que se enfrentam as 16h na Arena Corinthians, em São Paulo.

(Foto: Odd Andersen/AFP)