domingo, 14 de agosto de 2016

Brasil passa pela Colômbia em jogo marcado por confusões e ‘caça’ a Neymar

(Foto: Paulo Whitaker/Reuters)
Por Nicholas Araujo
São Paulo, SP


Ao contrário da dura fase de grupos, a seleção masculina de futebol conseguir a classificação para a semifinal nas Olimpíadas após vencer a Colômbia por 2 a 0 na Arena Corinthians, em São Paulo, no tempo normal. Com a classificação, a seleção agora enfrenta Honduras, que eliminou a Coréia do Sul por 1 a 0.

O que parecia um jogo tranquilo, virou uma guerra dentro de campo, principalmente quando o Brasil estava no ataque. Decidida, a Colômbia abusou da marcação dura e cometeu uma falta perto da área que originou o primeiro gol. Na batida, Neymar guardou a bola no canto esquerdo após a barreira abrir espaço.

Em seguida, o jogo se manteve pegado para os dois lados. A Colômbia buscava os espaços, e fez o goleiro Wevérton trabalhar por duas vezes, em dois milagres no gol brasileiro. Ainda no quesito individualidade, o Brasil pecou em alguns lances e perdeu a chance de ampliar o placar. Mas o jogo reservava mais uma confusão.

Após falta de Neymar em Roa, os colombianos foram para cima com empurrões e a confusão chegou até mesmo na comissão técnica de cada seleção. O atacante recebeu o cartão amarelo. Com mais catimba, o Brasil encontrou o segundo gol em bela jogada de Luan, que guardou com um golaço. 

Mesmo passado a confusão, Neymar continuou visado em campo, o que rendeu cartões para Preciado, Barrios e Teo Gutierrez. Nas arquibancadas, o técnico da seleção principal, Tite, assista o jogo e a classificação do Brasil para a semifinal, agora contra Honduras.

(Foto: Julia Chequer/Folhapress)