quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Rio-2016 lança mão de relógio, pin e surpresa para 'segurar' voluntários

(Foto: Reprodução)


Relógio da Olimpíada do Rio-2016. Pins exclusivos. Prêmios-surpresa. Ingressos para competições dos Jogos. Para incentivar os voluntários, o Comitê Rio-2016 criou o programa de retenção EuSouRio2016, conjunto de medidas para engajar os participantes. A ação serve também para combater a evasão de alguns voluntários, como mostrou o UOL Esporte na terça-feira (veja a resposta do Comitê abaixo)

Com distribuição de prêmios exclusivos à medida que os voluntários se mantém nas funções, ou sorteios semanais de produtos licenciados que acontecem mesmo antes da abertura dos Jogos Olímpicos.

Uma voluntária contou à reportagem que no dia em que se apresentou recebeu uma sacola customizada, com três camisetas, duas calças, um cinto, um par de tênis, um boné, uma bolsa que vira pochete, um squeeze, um chaveiro e um cartão que pode ser usado no sistema de transporte público.

Fora o kit com essa indumentária, outra voluntária contou que ganhou um relógio Swatch temático da Olimpíada. Em sua opinião, ganhar logo de cara um brinde como esse, de um valor mais alto, causa uma boa impressão e cria uma expectativa das premiações que virão a seguir.

Ela encontrou, atrás de sua credencial, uma lista com os itens “responsabilidade”, “pertencimento”, “flexibilidade”, “compromisso”, “entrega” e “sou Rio-2016”. A cada item ticado, explicaram, ela receberá um “presente”.

A organização, porém, não antecipa aos voluntários quais serão os prêmios progressivos. Após seis dias no posto, a voluntária recebeu um segundo “mimo”: um pin exclusivo.

“O programa é um reconhecimento à atuação dos voluntários, que são parte fundamental da fidelização dos Jogos”, explicou Flávia Fontes, gerente-geral do programa de voluntários.

Os pontos criticados pelos voluntários e as respostas do Rio-2016
Escala de 15 horas de trabalho - a escala de atuação dos voluntários procura respeitar o período de 8 horas com mais 1 de intervalo para refeição. Algumas distorções podem ter acontecido, mas fazem parte de ajustes dos primeiros dias de operação 

Falta de treinamento - O programa de treinamento do Rio-2016 está ativo desde março. Sendo que esta é a primeira edição dos Jogos em que voluntários e funcionários tiveram, além do treinamento presencial, uma plataforma online de conteúdo. Contando as sessões online e presenciais que ainda estão acontecendo para quem irá atuar nos Jogos Paralímpicos, serão 1.140 sessões de treinamento.

Alojamento e alimentação - O Rio 2016 lançou em maio um programa específico para facilitar a busca de hospedagem para voluntários, o Meu Lugar no Rio, em que moradores e alojamentos abrem vagas. Mais de 6 mil vagas foram disponibilizadas. Além disso, parceria com a Latam prevê descontos de 15% para bilhetes nacionais e internacionais para os voluntários

UOL Esporte