sábado, 13 de agosto de 2016

Técnico brasileiro é impedido de trabalhar em Portugal e desabafa

(Foto: Reprodução)


Técnico do Marítimo, Paulo César Gusmão não pôde sentar no banco de reservas durante a derrota para o Sporting por 2 a 0, pois o certificado do treinador, obtido no Brasil, não foi válido em Portugal. Após o jogo disputado no José Alvalade, PC fez um forte desabafo.

"Não fui recebido com o mesmo carinho que meus colegas portugueses são recebidos no Brasil. Faltou bom senso. Fiquei triste e magoado", confessou o técnico da equipe da Ilha da Madeira, em entrevista coletiva após o prélio.

PC garante que a CBF já está tomando as providências para que a situação desagradável não se repita na próxima rodada do Campeonato Português, contra o Vitória de Guimarães, no próximo sábado.

"Agora, não é comigo, é com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). As duas federações já estão a conversando e espero que se entendam. Até porque, se há equivalência para os jogadores, tem de haver para os treinadores. Vou esperar que tudo isso se resolva ", completou. O treinador foi contrato pelo Marítimo em junho deste ano.

UOL Esporte