sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Botafogo e ABC fazem jogo nervoso e não saem do 0 a 0 no Santão

(Foto: Rogério Moroti/Agência Botafogo)

Por Nicholas Araujo
Ribeirão Preto, SP


Dono da casa, o Botafogo-SP fez um jogo truncado com o ABC de Natal na primeira partida das quartas de final da série C do Campeonato Brasileiro, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP). Enfrentando um sistema defensivo forte do adversário, o placar ficou zerado até o apito final e a decisão para a vaga a semifinal, e consequentemente o acesso a série B, ficou para o jogo da volta, no Estádio Frasqueirão.

O Jogo

O primeiro tempo foi todo comandado pelo Botafogo, mas a criatividade não foi o forte na primeira parte. Tiago Marques teve boas chances no ataque e o ABC aproveitava os contra-ataques. Perto do final da primeira etapa, o Botafogo teve a chance nos pés de Rodrigo Thiesen, que resultou em cartão amarelo para Léo Fortunato, mas a bola foi para fora.

Na etapa complementar, o jogo ganhou movimentação e o Pantera pressionou logo no início. Guly entrou no lugar de Thiesen e deu movimentação ao meio campo. O zagueiro Filipe teve a chance do gol para o Bota, enquanto o Mais Querido teve belo contra-golpe aos 12 minutos, mas Neneca foi grande no chute de Nando, que saiu pela linha de fundo.

Neneca foi novamente preciso aos 24 minutos, ao defender a cobrança de falta de Cleiton. Quatro minutos depois, Edson fez milagre em chute de Tiago Marques e evitou que o placar fosse inaugurado. Erivelton teve a chance de dar a vantagem ao ABC, mas os dois lances saíram pela linha de fundo. No final, Carlos André não matou bem a bola, mandou por cima e o árbitro Anderson Daronco encerrou a partida.

O próximo jogo acontece no dia 7 (sexta-feira), as 19h, no Estádio Frasqueirão, em Natal. Se empatar novamente em 0 a 0, o jogo terá penalidades. Qualquer empate em gols, a vaga é do Botafogo. E quem vencer, garante o acesso a segundona do nacional e as semifinais da série C.

(Foto: Rogério Moroti/Agência Botafogo)

Quartas de final da Copa Sul-americana são definidas

(Foto: Divulgação/Chapecoense)


Com dois jogos nesta quinta (29), a Copa Sul-americana teve seus oito classificados e os jogos de quartas de final definidos, com dois brasileiros alviverdes da Região Sul, Chapecoense e Coritiba, na disputa.

Na primeira parte da chave, um duelo entre colombianos e paraguaios e o jogo do Coritiba contra o atual campeão do torneio e da Copa Libertadores.

O Independiente de Medellín, que eliminou o Santa Cruz com um gol no fim, enfrenta o Cerro Porteño, do Paraguai, que fez 4 x 1 e eliminou o colombiano Santa Fe, que havia vencido por 2 x 0 no jogo de ida.

Já o Coritiba, que superou o Belgrano nos pênaltis, enfrenta o Atlético Nacional, que já desmontado após a conquista da América, venceu o Sol de América, do Paraguai, por 2 x 0 em casa após empate sem gols no jogo de ida.

Já a segunda parte da chave traz o jogo da Chapecoense contra outro colombiano, e o duelo entre argentinos e chilenos.

A Chape, que eliminou o Independiente, da Argentina, nos pênaltis, vai encarar o Junior Barranquilla, que eliminou o Santiago Wanderers-CHI, também nos pênaltis.

Já o San Lorenzo, único representante da Argentina, passou pelo La Guaira, da Venezuela, com duas vitórias e enfrenta o surpreendente Palestino, do Chile, que eliminou o Flamengo na fase anterior.

Veja como serão os duelos de quartas de final

Jogos de Ida

Independiente Medellín-COL x Cerro Porteño-PAR
Coritiba x Atlético Nacional-COL
Junior Barranquilla-COL x Chapecoense
San Lorenzo-ARG x Palestino-CHI

Jogos de Volta

Cerro Porteño-PAR x Inependiente Medellín-COL
Atlético Nacional-COL x Coritiba
Chapecoense x Junior Barranquilla-COL
Palestino-CHI x San Lorenzo-ARG

Placar

Após 4º fracasso no ano, Fla vê pressão por 'cheirinho' aumentar no BR

(Foto: VANDERLEI ALMEIDA/AFP)


A boa campanha no Brasileiro tem sido um ponto fora da curva no Flamengo, que acumula eliminações precoces nas demais competições da temporada. Após cair no Carioca, Primeira Liga, Copa do Brasil e, mais recentemente, da Sul-Americana, o Rubro-negro se vê mais pressionado pela conquista do heptacampeonato.

A primeira grande decepção do Flamengo no ano ocorreu na Primeira Liga, competição que o clube lutou ao lado dos demais clubes para entrar no calendário do futebol brasileiro. Entretanto, uma derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR, em Juiz de Fora, no fim de março, terminou com a participação dos cariocas prematuramente.

Um mês depois, em abril, o Flamengo novamente foi eliminado de uma competição, dessa vez o Carioca. Em Manaus, o Vasco venceu por 2 a 0, gols de Andrezinho e Riascos, e avançou para a decisão contra o Botafogo para ser campeão.

A terceira eliminação em três meses ocorreu na Copa do Brasil, em maio. Sob o comando de Muricy Ramalho, o Flamengo deu vexame e foi desclassificado pelo Fortaleza, da terceira divisão do Campeonato Brasileiro. A torcida protestou em Volta Redonda com gritos de "time sem vergonha".

A pressão ficou forte sobre o departamento de futebol. O técnico Muricy Ramalho via a sequência do seu trabalho ameaçado, mas uma arritmia cardíaca fez com que o treinador desse um tempo na carreira. Além de evitar uma demissão, o profissional abriu espaço para Zé Ricardo assumir.

Mesmo com o apoio da torcida, Zé Ricardo assumiu interinamente. Só foi efetivado após 11 partidas a frente do Flamengo. Os dirigentes perceberam que o Rubro-negro passou a apresentar um futebol melhor, além de obter bons resultados. Tanto que hoje disputa a liderança do Brasileiro com o Palmeiras.

Isso, porém, não impediu o Flamengo da quarta eliminação na temporada.

Após Primeira Liga, Carioca e Copa do Brasil, o Rubro-negro não teve forças para avançar às quartas de final da Sul-Americana. Ganhou por 1 a 0 no Chile e foi surpreendido com uma derrota por 2 a 1 no Espirito Santo, onde tinha campanha de 100% de aproveitamento.

"Sábado tem jogo [contra São Paulo], pode ter o lado bom de diminuir um pouco o ritmo das viagens desgastantes, mas vínhamos nos preparando para enfrentá-las como o menor prejuízo possível. Até então vínhamos conseguindo fazer isso, a vontade de seguir era grande. Nossa carreira é feita de sucessos e insucessos. Precisamos evoluir e amadurecer com essa derrota", explicou Zé Ricardo.

Sem qualquer outro objetivo na temporada, o Campeonato Brasileiro passou ater importância ainda maior no planejamento. Com 53 pontos, o Flamengo é o vice-líder da competição atrás do Palmeiras, com 54.

UOL Esporte

Outubro Rosa: campanha vai oferecer mamografias gratuitas em estádios paulistas

(Foto: EDO ROCHA ARQUITETURAS)


O Outubro Rosa, movimento popular na luta contra o câncer de mama, ganhará destaque nos estádios paulistas. A campanha ‘Marque esse Gol' realizará mamografias gratuitas na cercania das casas de Palmeiras, São Paulo, Santos, Ponte Preta e Botafogo-SP. O Corinthians também fará uma ação com exames.

A iniciativa é conduzida em parceria pela Federação Paulista de Futebol, os clubes e as ONGs Américas Amigas e Meninas do Peito. Além disso, haverá também ações com atletas, que receberam mulheres próximas à campanha e gravarão vídeos sobre o assunto.

Caminhões, que ficarão por dois dias ao lado dos estádios, terão equipamentos para fazer mamografias. Segundo a expectativa da FPF e das ONGs, a ideia é realizar cerca de 600 exames em um total de dez dias.

Quem estiver interessa em realizar o exame nas unidades móveis deve se inscrever pelo site www.marqueessegol.com.br. As mulheres selecionadas receberão um email de confirmação com data e horário do agendamento.

Veja o calendário das unidades móveis disponíveis no entorno dos estádios:

3 e 4 de outubro
Estádio do Morumbi

6 e 7 de outubro
Estádio Moisés Lucarelli (Campinas)

13 e 14 de outubro
Vila Belmiro (Santos)

21 e 22 de outubro
Estádio Santa Cruz (Ribeirão Preto)

25 e 26 de outubro
Allianz Parque

ESPN

Vettel vê dia decente da Ferrari e espera aproveitar o calor da Malásia

(Foto: Getty Images)


Terceiro colocado no segundo treino livre no circuito de Sepang, no Grande Prêmio da Malásia, o alemão Sebastian Vettel disse que a Ferrari teve um desempenho decente nesta sexta-feira. O piloto afirmou que o ritmo da equipe italiana é satisfatório e se mostrou animado com a melhora de rendimento no calor do país asiático.

"Tivemos um dia bem decente hoje. E conseguimos testar muitas coisas", disse Vettel à rede Sky Sports. "Historicamente, parece que nos damos melhor quando está mais quente. E hoje estava muito quente", acrescentou.

Apesar da hegemonia da McLaren no treino, com Lewis Hamilton e Nico Rosberg nas duas primeiras colocações, Vettel declarou que a Ferrari está tentando surpreender na reta final desta temporada.

"Estamos tentando ser competitivos, o nosso ritmo não é ruim como pensávamos. Agora, se o calor realmente nos cai melhor, então isso será uma coisa boa aqui na Malásia. Espero apenas que possamos progredir e melhorar. Nós precisamos pegar e aproveitar o que vier", disse.

Vettel é o piloto da Ferrari que está melhor colocado no Mundial de Fórmula 1. Ele ocupa a quarta colocação, com 153 pontos, 100 a menos do que o líder Rosberg. Companheiro de equipe do alemão, Kimi Raikkonen está na quinta posição na temporada, com 148 pontos. O piloto finlandês terminou os treinos livres desta sexta-feira em quarto lugar.

ESPN

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Botafogo cria suspense para primeira partida das quartas de final do Campeonato Brasileiro

(Foto: Agência Botafogo)

Por Nicholas Araujo
Ribeirão Preto, SP


O Botafogo de Ribeirão Preto (SP) realizou um treino de portões fechados nessa quarta-feira (28) como preparação para o jogo contra o ABC nesta sexta-feira (30), as 19h, no Estádio Santa Cruz. O técnico Márcio Fernandes deve manter o mesmo time que empatou na última rodada da primeira fase contra o Macaé.

Saiba mais
Botafogo-SP espera casa cheia para primeira decisão contra o ABC

O time de Natal também chegou nessa quarta a Ribeirão Preto e fez um treino tático durante esta quinta-feira (29) no Estádio Palma Travassos, casa do Comercial, arquirrival do Pantera. Nesta sexta, o ABC deve fazer um reconhecimento de gramado antes do jogo.

O lateral Rodrigo Thiesen mostrou a expectativa do time para a primeira decisão em entrevista coletiva. “A decisão será em dois jogos, mas sabemos a importância de conquistar um bom resultado aqui em Ribeirão. É importante também não sofrer gol aqui no Santa Cruz, para não dificultar ainda mais. Respeitamos o ABC-RN, uma grande equipe, mas temos que impor nosso ritmo e aproveitar o apoio de nosso torcedor, que vai lotar o Santa Cruz”, diz.

Ingressos

A diretoria montou um esquema para quem ainda não adquiriu a entrada ou precisa trocar o ingresso. Com a promoção das garrafas pet, a ação dos cambistas será intensa durante a sexta, e a diretoria quer evitar qualquer tipo de tumulto. Por isso, caso necessite realizar a troca ou queira adquirir um ingresso, o torcedor deve se dirigir a bilheteria do estádio para realizar a ação. 

Transporte coletivo

A Transerp, empresa de transporte e trânsito de Ribeirão, vai disponibilizar dois ônibus (linha 903) que sairão a cada 30 minutos do Terminal Urbano na plataforma F, sendo que os horários serão as 17h, 17h30, 18h, 18h30 e 19h, e do ponto 12, na Praça Carlos Gomes nos horários 17h10, 17h40, 18h10, 18h40 e 19h10.

FICHA TÉCNICA:
Botafogo-SP x ABC-RN
Brasileiro Série C 2016 – Ida das Quartas de Final
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 30/09/2016 – Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco – RS (FIFA)
Assistente 1: Rafael da Silva Alves – RS (ASP-FIFA)
Assistente 2: Elio Nepomuceno de Andrade Junior – RS (CBF-1)
Quarto Árbitro: Douglas Marques das Flores – SP (CBF-3)

Botafogo-SP: Neneca; Daniel Borges, Filipe, Matheus Mancini (Mirita) e Diego Pituca; Rodrigo Thiesen, Ramires e Zotti; Serginho, Cléo Silva e Tiago Marques (Isac). Técnico: Márcio Fernandes.

ABC-RN: Edson; Filipi Sousa, Léo Fortunato, Cleiton e Alex Ruan; Anderson Pedra, Felipe Guedes, Lúcio Flávio e Echeverría; Nando e Jones Carioca. Técnico: Geninho.

Confronto
Botafogo e ABC-RN nunca se enfrentaram oficialmente na história dos clubes.

Mudanças na Libertadores podem ‘inchar’ calendário do futebol brasileiro

(Foto: Reprodução)

Por Nicholas Araujo
Rio de Janeiro, RJ


A Conmebol anunciou nesta semana que a Taça Libertadores sofrerá algumas mudanças já a partir de 2017, e que a competição deve durar praticamente o ano inteiro, algo para “copiar” o formato da Liga dos Campeões da Europa. As mudanças refletiram no calendário brasileiro, que também passará por mudanças para se adequar ao novo sistema.

De acordo com o diretor de competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Manoel Flores, os impactos dessa decisão da Conmebol irão interferir diretamente na Copa do Brasil e no Brasileirão. Uma das mudanças seria a participação das equipes nas oitavas de final da competição nacional também possam participar do torneio continental.

“É importante ressaltar que não há possibilidade de convite. A vaga virá da principal competição do país. Se houver vaga para o Brasil, naturalmente essa vaga viria do Campeonato Brasileiro. E seria para a fase prévia, sim”, explica Flores em entrevista coletiva.

A ideia da Conmebol é aumentar o número de participantes da Libertadores, que passaria a integrar 42 clubes, e algumas confederações conseguiriam mais vagas para o torneio, inclusive o Brasil. Caso isso realmente aconteça, o Campeonato Brasileiro pode ter um G5 já em 2016. 

Outra mudança importante seria em relação à Copa do Brasil e a Copa Sul-Americana. O clube, atualmente, teria que optar pela copa nacional ou a competição continental, e isso deixará de existir. Com isso, a ideia apontada por Manoel Flores é antecipar a Copa do Brasil, que já com um formato consolidado, seria difícil realizar novas regras para 2017, além da manutenção de duas datas para as eliminatórias da seleção, em setembro e outubro.

“A busca é para manter equilíbrio do calendário que soltamos em julho. Queremos mexer o menos possível nas premissas básicas que tivemos no Comitê de Reformas. Os dois períodos de eliminatórias que conquistamos, vamos buscar manter. A gente vai encurtar o período da Copa do Brasil. O sucesso dela se passa pelo formato dela. Esse problema da Sul-Americana, com relação à escolha por qual torneio disputar, será superado”, diz.

A Taça Libertadores passará a ser disputada entre fevereiro e novembro e poderá ter final única em campo neutro. A Copa Sul-Americana não sofrerá alterações, mas terá mais 10 equipes que foram desclassificadas na primeira fase da Libertadores. Com isso, o maior torneio da América do Sul terá 42 semanas, e os vencedores das duas competições terão vaga garantida na Libertadores do ano seguinte. O calendário brasileiro para 2017 deve ser divulgado na semana que vem.

Barcelona denunciará Santos por negócio envolvendo Giva, diz rádio

(Foto: Reprodução)


A rádio espanhola RAC1 informa que o Barcelona entrará em mais uma disputa judicial com o Santos. Desta vez, o clube catalão denunciará o time brasileiro por conta do jogador Givanildo Pulgas, o Giva, um dos jogadores que o Barça tinha prioridade de compra quando Neymar foi comprado em 2013.

Giva é um dos jogadores que o Barcelona tinha prioridade de compra acertada em contrato. Além dele, Victor Andrade e Gabigol estavam na lista. O clube catalão pagou 7,9 milhões de euros  ao Santos para ter a cláusula de prioridade de compra sobre os jogadores. 

Apesar da cláusula de preferência, o clube catalão nunca teve o jogador em seu elenco. Aos 23 anos, Giva deixou o Santos em 2015 e acertou com o Coritiba e depois com o Llagostera, da Espanha, em fevereiro de 2016. Todas as transações tiveram custo zero.

Hoje, Giva está na Ponte Preta, por meio de empréstimo. O atleta foi cedido ao clube do interior paulista pelo Joinville.

Essa não é a primeira vez que o Barcelona se irrita com o Santos por conta da cláusula de prioridade. No último mês, o clube ameaçou denunciar o Santos por conta da transferência de Gabigol para a Inter de Milão.

UOL Esporte

Clube polonês é punido e jogará contra o Real Madrid na Champions com portões fechados

(Foto: Getty Images)


A Comissão de Controle, Ética e Disciplina da Uefa decidiu que o Legia Varsóvia terá que jogar com portas fechadas a partida contra o Real Madrid, válida pela quarta rodada da Uefa Champions League, devido aos incidentes provocados pela torcida no duelo contra o Borussia Dortmund no último dia 14.

A Uefa confirmou a decisão nesta quinta-feira, após ter aberto um procedimento disciplinar pelos incidentes ocorridos no jogo em que o Legia foi batido pelo Dortmund por 6 a 0. Foram registrados distúrbios entre os torcedores, acendimento de rojões, lançamento de objetos em campo, comportamento racista, problemas de organização e bloqueios nas escadas da Pepsi Arena.

A Comissão da Uefa entendeu que a equipe polonesa descumpriu os artigos 14, 16 e 38 do código disciplinar da entidade. Além de jogar com portas fechadas, o Legia também terá que pagar uma multa de 88 mil euros (cerca de R$ 317 mil).

Torcedor do Real vive sonho de assistir à final da Champions: 3º episódio de Capitais do Futebol
A equipe polonesa receberá o Real Madrid em 2 de novembro, mas antes enfrentará os espanhóis fora de casa em 18 de outubro. O Legia está zerado na Champions, já que foi superado pelo Sporting por 2 a 0, em Lisboa, na segunda rodada.

Celtic é multado

A Comissão de Controle, Ética e Disciplina também multou o Celtic em 10 mil eirps pela presença de bandeiras ilegais durante a partida de ida contra o Hapoel Beer Sheva, pelos playoffs da Champions.

ESPN

Carille experimenta "ira da Fiel", que chateia jogadores e irrita diretoria

Foram três jogos de paz e Fábio Carille já enfrentou a "ira da Fiel". O técnico do Corinthians não foi perdoado por colocar Willians no lugar de Rodriguinho, foi bastante vaiado e até viu parte da torcida aplaudir Mano Menezes no jogo que terminou com vitória por 2 a 1 em cima do Cruzeiro na noite da última quarta-feira (28).

Após o duelo, o coordenador de futebol, Alessandro Nunes, falou que parte da torcida "está jogando contra" com a atitude de xingar antes do apito final. 

As reclamações partem principalmente do setor oeste do estádio em Itaquera, mesmo local que ganhou destaque por causa dos xingamentos contra o presidente Roberto de Andrade, na derrota por 2 a 0 para o Palmeiras. Na ocasião, o dirigente rebateu as críticas e depois pediu desculpa por ter se exaltado.

Naquele mesmo jogo, Cristóvão Borges acabou demitido. Antes do adeus, o ex-técnico corintiano reclamou diversas vezes das críticas que considerava exacerbada.

Carille, por sua vez, não retribuiu e, na coletiva de imprensa, disse que tudo o que faz no gramado é planejado até mesmo antes de a bola rolar.

"Quando vamos para o jogo, a gente já discute antes as substituições. No escanteio eu vi que o Rodriguinho voltou trotando e isso não é normal. Ele já tinha falado de dores na perna. E o meio-campo é um setor que o Cruzeiro encheu de jogadores. Eu passei tranquilidade para o Willians e ele entrou bem na partida", minimizou.

O técnico negou que tenha mandado Willians (que admitiu estar chateado com as vaias) voltar para o banco de reservas por causa das reclamações dos torcedores. Segundo ele, a torcida passará a apoiar o time com o tempo.

"Foram situações de jogo. O Rodriguinho colocou a mão na perna e eu precisei colocar o Willian no jogo. Adiantei o Camacho para manter o sistema. Na hora que chamei o Willians (e a torcida vaiou), o Rodriguinho pediu para esperar. Mas ele não pôde continuar. Eu acredito que a torcida vai estar com a gente depois de mostrar toda a nossa entrega", explicou.

Enquanto o setor oeste foca suas reclamações contra técnico e dirigentes, as torcidas organizadas têm como foco a diretoria. Nos últimos protestos que fez, xingou bastante o diretor-adjunto de futebol, Eduardo Ferreira, e o presidente, Roberto de Andrade.

A dupla, aliás, não descarta contratar um comandante ainda este ano, mas trata como normal uma eventual chegada apenas em dezembro. Enquanto isso, Carille leva o rótulo de "interino", mas precisa trabalhar como efetivo.

UOL Esporte

Para Massa, ameaça ao GP Brasil de 2017 'é mais pressão do que realidade'

(Foto: Reprodução/Twitter)


A divulgação do calendário provisório da próxima temporada da Fórmula 1 com a prova do Brasil sendo uma das três ainda não confirmadas em 2017 surpreendeu muitos no paddock, mas não os pilotos brasileiros. Sabendo da condição econômica do país, Felipe Massa e Felipe Nasr reconhecem o risco de que o evento realmente não aconteça, mas o piloto da Williams lembrou que a pressão para fechar acordos mais vantajosos é prática comum na categoria.

Massa foi criticado duramente pelos organizadores da prova quando questionou o futuro do GP em junho e, em entrevista exclusiva ao UOL Esporte, voltou a dizer que sua opinião vem da observação da situação do país.

"Eu continuo não sabendo o que eu estou falando, quem sou eu para responder se vai ou não ter GP? É algo para as pessoas que estão trabalhando para que a corrida aconteça. Apenas dei minha opinião vendo que o momento do Brasil não é bom do ponto de vista econômico. E também vejo as coisas que o [promotor da F-1] Bernie [Ecclestone] fala: se ele fala, é porque algo está acontecendo", afirmou Massa.

"Mas espero que não aconteça, espero que tenhamos o GP por muitos anos porque isso faz parte do esporte que nós tanto amamos. É triste ver que o GP do Brasil tem esse ponto de interrogação, mas espero que tudo se resolva e que possamos ter a prova no final."

O Brasil tem contrato até 2020 e os organizadores garantem que a prova vai acontecer, porém o acordo tem cláusulas que devem ser cumpridas para que o acordo tenha validade. O mesmo ocorre com outra prova que foi colocada em dúvida no calendário, o GP do Canadá, cuja renovação foi vinculada a um projeto de renovação das instalações que ainda não foi realizado. A terceira prova colocada em dúvida é da Alemanha, que funciona em forma de rodízio entre Hockenheim e Nurburgring. Porém, as dificuldades financeiras de Nurburgring obrigam Hockenheim a receber a prova de 2017, mas os organizadores não acreditam que podem bancar duas provas em anos seguidos.

Massa também lembrou que a divulgação do calendário provisório também serve para pressionar os organizadores.

"A princípio acho que é uma pressão para que algo que eles não estão chegando em um acordo. É difícil dizer, mas acredito que seja mais pressão que realidade, até porque estamos falando da corrida do ano que vem: isso aconteceu com certa antecedência para que as coisas possam se resolver. Por outro lado, vimos na Alemanha que a corrida estava ameaçada e realmente acabou não acontecendo. Por isso é difícil dizer de fora."

Felipe Nasr é outro que não se surpreendeu com a notícia e salientou a importância do GP para a própria F1.

"Eu tinha escutado rumores sobre a condição do Brasil. Seria muito triste perder uma prova com tanta história na F-1, não só para nós pilotos, como também pela audiência, pois o Brasil tem uma das maiores audiências do mundo. Para mim, seria uma perda enorme."  

UOL Esporte

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Goleiro pega quatro pênaltis e coloca a Chape nas quartas da Sul-Americana

(Foto: Nelson Almeida/AFP)


Assim como nas oitavas de final do ano passado, a Chapecoense disputou a vaga para a fase seguinte da Copa Sul-Americana nos pênaltis. E a história se repetiu, com classificação para mais um confronto internacional garantido para o time catarinense. Com quatro defesas de Danilo, o Verdão do Oeste passou pelo Independiente após dois empates sem gols, na Argentina e em Chapecó. Depois de oito cobranças, a equipe catarinense venceu por 5 a 4.

Em um duelo pegado, com muitas bolas na trave (3 contra 1 da Chape), Verdão do Oeste e Independiente ficaram outra vez no 0 a 0. Na Arena Condá, o jogo ficou paralisado devido à confusão entre a torcida do Rojo e a Polícia Militar. Os alviverdes foram superiores, mas não conseguiram acertar a meta adversária. Ficou tudo para os pênaltis.

E AGORA?
Na próxima fase do torneio, a Chapecoense vai pegar o Junior Barranquilla. O time colombiano venceu o Wanderers, também nas penalidades, por 4 a 3. Os confrontos das quartas de final serão disputados entre os dias 18 e 27 de outubro.

QUE FEIO!
Torcida do Independiente entra em conflito com polícia em Chapecó. Jogo das oitavas de final da Sul-Americana é interrompido por quase 10 minutos. Briga teria começado pela retirada de uma faixa da torcida argentina; há feridos.

(Foto: Nelson Almeida/AFP)

PRIMEIRO TEMPO EQUILIBRADO
Foi um primeiro tempo bem disputado, mas com pouca efetividade no setor ofensivo. Mesmo fora de casa, o Independiente foi para cima e tomou a iniciativa. Com três minutos, Rigoni bateu no canto de Danilo e obrigou boa defesa. Logo depois, Vera chegou sozinho, mas perdeu o ângulo e chutou para fora.

Com Ailton Canela de novidade no time titular, o Verdão do Oeste aos poucos foi se acertando em campo. Equilibrou e cresceu na partida. Na parte final, criou boas oportunidades. Em um lance, Tiaguinho alçou na cabeça de Canela, mas o goleiro Campaña segurou firme. Na sequência, Tiaguinho sofreu falta pertinho da área. Na cobrança, Cleber Santana rolou para Dener, e o lateral acertou a rede pelo lado de fora.

SEGUNDO TEMPO DE CONFUSÃO
Na volta do intervalo, Ortiz acertou uma bomba de fora da área e a bola explodiu no travessão, logo aos dois minutos. Depois a Chape pressionou muito. O Verdão perdeu uma chance incrível, em que Filipe Machado escorou praticamente dentro do gol. Só que acertou também a trave. A bola quicou na linha e não entrou. Depois, Cleber Santana mandou a bola novamente na trave. Até que começou a confusão fora de campo.

E a bola fica na trave...

Depois que a situação foi apaziguada, a Chape seguiu melhor e muito perto do gol. Lourency tocou na área, e Rangel desviou para a meta. Muito próximo. Na sequência, Cleber Santana acertou novamente a trave do Rojo. Se a bola insistiu em não entrar depois de 180 minutos, a decisão para a vaga nas quartas de final foi para os pênaltis. E deu Danilo!

Globo Esporte

Comercial empata fora de casa e segue sem vencer na Copa Paulista

 (Foto: Photos / Red Bull Content Pool)

Por Redação Blog do Esporte


O Comercial-SP ainda não conseguiu a primeira vitória na segunda fase da Copa Paulista. Jogando fora de casa, a equipe empatou em 1 a 1 contra o Red Bull Brasil no Moisés Lucarelli e somou o primeiro ponto nesta fase. Agora, o alvinegro enfrenta o Nacional no sábado, as 16h, no Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto.

O primeiro gol saiu aos 13 minutos com Mateus Totô, que após receber passe de Renatinho, tocou para o gol vazio. Melhor na primeira etapa, o Comercial ainda teve a chance do segundo gol com Thiago César em cobrança de falta, e depois com Ingro, com chute de fora da área.

No segundo tempo, o Red Bull voltou melhor e logo aos 21 minutos, o próprio Totô deu um empurrão no rival e arbitragem marcou pênalti. Na batida, Branquinho igualou o placar, que foi mantido até o apito final.

Botafogo-SP espera casa cheia para primeira decisão contra o ABC

(Foto: Luís Augusto/Divulgação)


Em ótima temporada que dura desde o acesso, e depois, o título da série D do Campeonato Brasileiro, o Botafogo de Ribeirão Preto (SP) busca voltar a figurar entre as 40 melhores equipes do futebol nacional em 2017. Para isso, a equipe precisa passar pelo ABC de Natal (RN), sendo que o primeiro jogo acontece nesta sexta-feira (30), às 19h, no Estádio Santa Cruz, no interior paulista.

Para isso, a diretoria do tricolor, junto a Federação Paulista de Futebol (FPF), solicitou a promoção de garrafas pet por meio da campanha “Futebol Sustentável”, para trazer um público maior do que os últimos jogos em casa. Nesta promoção, o torcedor pode garantir o ingresso com a troca de duas garrafas pet vazias na bilheteria do estádio.

A promoção teve uma recepção tão grande perante a torcida, que o Pantera precisou de três lotes de tickets para conseguir cumprir a demanda. Ao todo, 25 mil bilhetes foram disponibilizados através de troca por garrafas pet. “O sucesso é muito grande e já prevíamos que o segundo lote terminaria hoje [terça-feira]. Entramos em contato com o presidente Reinaldo, que prontamente atendeu ao pedido do Botafogo, liberando mais cinco mil tickets”, disse o presidente do Botafogo, Gerson Engracia Garcia.

Após anos buscando figurar novamente no cenário nacional e ter contado com inúmeros rebaixamentos no Campeonato Paulista, o Botafogo, enfim, pode respirar melhor com suas últimas diretorias, mesmo que não tenham sido brilhantes como se esperava. A última participação do tricolor na série B foi em 2002, ainda com um formato antigo de disputa, e foi rebaixado na 22ª posição, ao lado de Americano-RJ, Sampaio Corrêa-MA, Guarany de Sobral-CE, XV de Piracicaba-SP e Bragantino-SP.

Entrada

Para receber a demanda de torcedores na sexta-feira, o Botafogo definiu a logística para a entrada dos botafoguenses e da torcida potiguar. O Estádio Santa Cruz será dividido em três portões principais:

Portão 3 – Avenida Costábile Romano: entrada de torcedores na arquibancada descoberta, além de Botafanáticos (plano prata), com quatro catracas exclusivas para portadores de deficiência e idosos.

Portão 10 – Rua Ovídio José de Faria: entrada de torcedores na arquibancada descoberta.

Portão 1 – Praça Francisco Oranges: exclusivo para torcedores botafoguenses na arquibancada coberta, cadeira cativa, camarotes e para os torcedores do ABC.

O jogo de volta está marcado para o dia 7 de outubro, às 19h, no Estádio Frasqueirão, em Natal.

(Foto: Divulgação/Botafogo-SP)

Tevez terá conversa com família e pode se aposentar ao final do ano

(Foto: REUTERS/Marcos Brindicci)


Carlos Tevez pode se aposentar ao final desta temporada com apenas 32 anos. Em entrevista à Fox Sports argentina concedida na terça-feira (27), o atacante do Boca Junior disse cogitar essa possibilidade e explicou o motivo do seu cansaço com o futebol.

"É uma possibilidade que certamente falarei com minha família e com as pessoas que tenho que falar. Sim, me aposentar. As pessoas se cansam. Existe a possibilidade. Sabem que sempre digo a verdade, vou em frente e falo o que acontece", declarou o jogador.

O atacante ex-Corinthians falou que a primeira vez que isso passou pela sua cabeça foi após a eliminação na semifinal da Copa Libertadores em julho, quando o Boca Juniors perdeu os dois jogos que fez contra o Independiente del Valle, que acabou como vice-campeão do torneio.

"O que me faz feliz é entrar aos domingos na Bombonera e poder dar alegrias à gente que me apoia dia a dia e me dá prazer dsfrutare com essa camiseta. Eu jogaria toda minha vida por esse clube", afirmou o atacante, idolatrado pela torcida do clube de Buenos Aires.

Tevez também expressou preocupação com o tratamento recebido pelos atletas no futebol argentino, traçando um paralelo com a experiência que teve na Inglaterra e Itália.

"Na Europa termina o jogo e você pode tocar sua vida normal. Aqui tem que pensar o que fazer dependendo de como for. Estamos todos loucos. Não pode acompanhar sua filha ao dentista ou ir ao médico. Eu estou fora disso, mas a alguns acontece que eles não podem sair porque perderam, empataram ou erraram um gol", lamentou o jogador, citando o caso a rejeição da torcida ao atacante Dario Benedetto.

UOL Esporte

Presidente do Lyon diz que policiais espanhóis atacaram torcedores 'sem motivos'

(Foto: Getty Images)


O presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, denunciou que a polícia de choque espanhola agrediu "sem motivo" torcedores do Lyon, que na terça-feira tinham ido a Sevilha para ver a partida contra o Sevilla pela Uefa Champions League.

"Agressão incompreensível tropa de choque espanhola contra nossos torcedores. Imagens vergonhosas dos agentes e seus cassetetes", afirmou Aulas em um comentário publicado em suas redes sociais.

Segundo o dirigente do Lyon, foram registrados cinco feridos entre os torcedores franceses por conta do episódio, que ocorreu pouco tempo antes da vitória dos espanhóis sobre os franceses por 1 a 0 no estádio Ramón Sánchez Pizjuán.

O presidente apontou que há fotos do delegado da Uefa que demonstram as agressões injustificadas por parte da polícia espanhola.

Em declarações ao site do jornal L'Équipe, um representante da torcida oficial do clube (Kop Virage Nord), deu sua versão sobre os fatos.

"Nos pediram que nos colocásemos em filas de cinco em cinco. O fizemos, mas, sem explicação, quando um grupo nosso passou por uma das filas, começaram a atacar. Tentamos resgatar os primeiros golpeados em meio à polícia, mas então começaram novos golpes", afirmou um torcedor identificado como Benoît.

O fã negou que tivessem provocados torcedores do Sevilla e assegurou que tampouco criaram discórdia nos bares que estiveram antes da partida.

De acordo com o L'Équipe, entre 200 e 300 torcedores que foram a Sevilla, houve cerca de 20 feridas por ataque da polícia, a maioria de caráter leve, ainda que dois deles tiverem que ser hospitalizados por uma fratura na clavícula e traumatismo craniano.

Além disso, quatro dos torcedores do Lyon foram presos e prestarão depoimento nesta quarta-feira em Sevilla, como apoio jurídico do Lyon.

ESPN

MP investiga sumiço de premiação que seria destinada a nadadores do Brasil

(Foto: Reynaldo Vasconcelos / Folhapress)


O Ministério Público Federal de São Paulo entrou com ação na última terça-feira (21) pedindo bloqueio de bens e afastamento de Coaracy Nunes, presidente da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) desde 1988, por irregularidades em processos licitatórios envolvendo a entidade e dinheiro público federal. No entanto, isso não encerrou as denúncias envolvendo a instituição. Há outras investigações em curso, e uma delas envolve o sumiço de uma premiação que deveria ter sido destinada a nadadores.

O Brasil participou em 2014 de uma competição chamada BHP Billiton Aquatic Super Series, realizada na Austrália. O país sul-americano foi representado por 16 nadadores, e o regulamento do evento previa pagamento de 20 mil dólares australianos a cada um deles. Até agora, segundo dois atletas, ninguém recebeu.

A investigação do MPF tenta entender exatamente o que aconteceu com a premiação. Os organizadores da competição pagaram? Se sim, por que a CBDA não repassou o montante aos atletas? Se não, por que a entidade não reclamou ou acionou judicialmente os responsáveis pelo evento?

O episódio não foi citado na ação inicial do Ministério Público de São Paulo. Segundo a procuradora responsável pelo caso, Thaméa Danelon Valiengo, muitas novas denúncias foram apresentadas depois de o caso ter se tornado público. Há estágios diferentes de apuração para cada uma – a investigação que redundou na peça de terça-feira levou mais de oito meses.

A ação do MPF de São Paulo é decorrência da Operação Águas Claras e identificou desvios de conduta e gestão da cúpula da CBDA em licitações relacionadas a verba pública federal. Os danos ao erário, segundo a procuradoria, passam de R$ 1,5 milhão. A atual cúpula da entidade chamou o processo de eleitoreiro. A denúncia ocorreu em meio a um processo de sucessão de Coaracy Nunes, atual presidente, e será um dos principais assuntos da agenda não oficial de uma assembleia geral extraordinária prevista para a manhã desta quarta-feira (28).

"Não é que existam novas acusações. Adversários políticos fizeram todas as acusações possíveis, e conforme vamos explicando eles vão migrando. Eles querem manter pauta negativa", disse Marcelo Franklin, do escritório Franklin Advogados, jurista contratado pela atual diretoria da CBDA.

O MPF questiona aspectos como uso de empresas de fachada e direcionamento em licitações. Além disso, há suspeita de superfaturamento.

Um dos dirigentes citados na ação é Sergio Ribeiro Lins de Alvarenga, diretor financeiro da CBDA. Em depoimentos ao MPF, atletas questionaram a gestão dele sobretudo por práticas em viagens, como compra de passagens feita em cima da hora e pagamento de preços superiores a médias de mercado.

Em relatos ao MPF, atletas também questionaram a lógica adotada pela CBDA na montagem do roteiro de viagem. "De todas as competições em que eu voei pela CBDA, de 2000 a 2010, todas foram emitidas através da [empresa] Roxy. Isso pode acontecer, mas havia licitação?", perguntou Eduardo Fischer, 36, que representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Atenas-2004 e foi um dos nadadores ouvidos pela procuradoria.

O MPF também investiga o próprio comportamento de Lins de Alvarenga. Ainda de acordo com relatos de atletas, o dirigente usava apenas primeira classe em viagens bancadas com dinheiro público.

UOL Esporte

Empresa aposta no segmento de ‘cupons mágicos’ para conquistar público na internet



Post em colaboração com Rebatly


Quando buscamos algum produto na internet, analisamos primeiramente a credibilidade da loja, o preço e o tempo de entrega. Com isso, a loja virtual ganha seu público e engrandece o seu marketing perante a população conectada. Pensando nesse segmento, a Rebatly.com traz um mercado diferenciado para os compradores virtuais.

A empresa, fundada em setembro de 2012 em Berlim, na Alemanha, e que possui negócios na Rússia, Ucrânia, México, Espanha e Itália, investe no mercado de disponibilização de cupons de descontos “mágicos" a partir de parcerias com grandes grupos de varejo do Brasil, para que o cliente possa adquirir o seu produto da forma mais inteligente. A ideia é que o consumidor não espere até uma liquidação, que ocorre normalmente na mudança de coleção ou nas comemorações de fim de ano, para adquirir o produto com um preço mais barato.

Atualmente, a Rebatly trabalha em parcerias com grupos como Netshoes, Casa Bahia, Ponto Frio, Hotel Urbano e Lojas Americanas.

Para a Rebatly, a vantagem de se comprar online se sustenta em cinco pontos:

Conveniência: sem a correria de um shopping center, o consumidor pode fazer sua compra no conforto do seu lar e ainda pode devolver ou trocar o produto de forma gratuita.

Acesso as melhores lojas: a Rebatly trabalha apenas com as melhores lojas virtuais do Brasil.

Rapidez: a empresa garante a entrega, geralmente, de 1 a 3 dias, dependendo da região.

Economia: o valor investido na compra online será bem menos do que em lojas físicas.

Felicidade: Com o produto entregue, a Rebatly acredita na felicidade do consumidor, pois com o desconto, o comprador pode realizar outros gastos com o que ama.

Com isso, a Rebatly e o Blog do Esporte estão com cupons exclusivos para os visitantes e parceiros do Blog. Não perca tempo, pegue aqui seu cupom de desconto Netshoes e boas compras.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Real Madrid empata com Borussia em rodada da Liga dos Campeões

(Foto: Martin Meissner/AP)


O Real Madrid foi até a Alemanha e empatou com o Borussia Dortmund por 2 a 2. A equipe do craque Cristiano Ronaldo mantém o tabu de nunca ter derrotado o time amarelo em Dortmund. Quem se deu bem na rodada foi a Juventus, que fora de casa, bateu o Dínamo Zagreb por 4 a 0. Confira os resultados desta terça-feira:

Monaco 1x1 Bayer Leverkusen
CSKA 0x1 Tottenham
Borussia Dortmund 2x2 Real Madrid
Sporting 2x0 Legia
Copenhague 4x0 Club Brugge
Leicester City 1x0 Porto
Sevilla 1x0 Lyon
Dínamo Zagreb 0x4 Juventus

Jogos desta quarta-feira (28)

Ludogorets Razgrad x PSG
Arsenal x Basel
Napoli x Benfica
Besiktas x Dínamo de Kiev
Borussia Mönchengladbach x Barcelona
Celtic x Manchester City
Rostov x PSV
Atlético de Madrid x Bayern de Munique

Conmebol faz mudança e Libertadores será disputada de fevereiro a novembro

(Foto: Museu do Futebol/Divulgação)


A Conmebol anunciou nesta terça-feira (27) mudanças no calendário das duas principais competições entre clubes da entidade. Agora, a Copa Libertadores da América será disputada ao longo de toda temporada, enquanto a Copa Sul-Americana acontecerá entre os meses de junho a dezembro. As mudanças já serão válidas para a edição de 2017.

Em vez de ser realizada em 27 semanas, como a entidade estava acostumada a fazer, a Copa Libertadores agora será feita em 42 semanas, sendo jogada de fevereiro a novembro. Antes, a maior competição de clubes da América do Sul costumava acabar no mês de julho.

"As mudanças são um resultado de um estudo técnico que a Conmebol vem realizando há vários meses com consultores especializados e têm o objetivo de potencializar a qualidade do futebol sul-americano", divulgou a entidade por meio de um comunicado oficial.

"Por muito tempo os clubes tiveram que escolher entre o campeonato nacional e as copas continentais, e isso afetava a qualidade de ambas as competições. Essa mudança permitirá melhorar o desempenho esportivo nos torneios nacionais, protegerá os jogadores e potencializará a qualidade de jogo nas copas continentais", afirmou Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol.

Outra novidade que já passará a valer a partir de 2017 é de que os dez clubes que não avançarem às oitavas de final terão a oportunidade de seguir competindo a Copa Sul-Americana. Além disso, os campeões dos dois torneios entrar diretamente na fase de grupos da próxima edição da Libertadores.

Segundo informações publicadas na manhã desta terça por Paulo Vinicius Coelho, blogueiro do UOL Esporte, uma comissão com três dirigentes brasileiros viajou para Assunção para uma reunião com a cúpula da Confederação Sul-Americana de Futebol. O encontro serviria para tentar ampliar a Libertadores já a partir de 2017, aumentar arrecadação dos clubes e aperfeiçoar o torneio do ponto de vista técnico. 

Além disso, a solicitação da comissão brasileira seria de aumentar uma vaga para cada federação continental, menos o México, país convidado. Com isso, o Brasil ganharia um representante a mais. O grupo formado tem o presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, o presidente da Federação Mineira, Castellar Guimarães Neto, e o vice-presidente da CBF, Fernando Sarney.

UOL Esporte

Qatar terá acampamento estilo beduíno para torcedores da Copa de 2022

(Foto: AFP PHOTO/HO/SUPREME COMMITTEE FOR DELIVERY AND LEGACY)


O Qatar irá construir um acampamento especial de estilo beduíno no deserto para abrigar milhares de torcedores durante a Copa do Mundo de 2022, à medida que o Estado do Golfo Pérsico procura ampliar as acomodações para o torneio devido ao número limitado de apartamentos e hotéis.

Uma vila de torcedores entre as dunas de areia, próxima da fronteira com a Arábia Saudita, irá acomodar até dois mil visitantes em tendas árabes, o que lhes permitirá vivenciar o deserto de perto, informou o comitê organizador da Copa do Mundo do Qatar em comunicado nesta terça-feira.

"Iremos permitir que os visitantes de fora do país desfrutem do Qatar e de sua experiência futebolística de uma maneira inteiramente nova", disse o membro do comitê Abdulaziz al-Mawlawi. "Haverá opções para todos os tipos de orçamentos."

A maioria dos 500 mil torcedores esperados no pequeno país ficará em apartamentos e hotéis, mas um anúncio anterior deu a entender que milhares também poderão acampar em tendas em áreas desérticas próximas dos estádios.

A proposta que o Qatar apresentou em 2010 para sediar a Copa do Mundo informava que a nação construiria mais de 55 mil quartos para os torcedores, mas em janeiro as autoridades disseram que só 46 mil estarão prontos, o que causou o temor de uma possível escassez de acomodações durante a competição.

O Qatar está a caminho de cumprir a meta de quartos e também estuda incentivar serviços de aluguel particular, como o Airbnb, além de acomodar espectadores em navios de cruzeiro ao longo da costa.

Espera-se que alguns torcedores fiquem em países vizinhos, como os Emirados Árabes Unidos e o Barein, onde quartos de hotel e bebidas alcoólicas podem estar mais disponíveis de imediato, e peguem aviões para assistir às partidas.

O comitê não informou se os campos no deserto serão designados como "áreas de torcedores", nas quais o país muçulmano conservador disse que estes poderão consumir álcool.

O consumo de álcool em público é proibido no Qatar, que também limita a venda de bebidas alcoólicas basicamente a hotéis de luxo.

UOL Esporte

Técnico deixa Inglaterra após denúncia de corrupção, diz mídia britânica

(Foto: Anthony Devlin/AFP)


Apenas dois meses depois da nomeação como técnico da seleção, Sam Allardyce já não é mais o comandante da Inglaterra. Depois de ter sido flagrado em gravação com uma câmera escondida do Daily Telegraph revelando como burlar regras sobre transferências de jogadores. The Telegraph e Sky Sports, grandes veículos de comunicação da Europa, já cravam sua saída.

Até agora, Allardyce comandou a seleção em apenas uma partida, a vitória contra a Eslováquia, no início de setembro, pelas eliminatórias da Eurocopa. Ele teria pela frente outras duas partidas pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia, Malta e Eslovênia, nos dia 8 e 11 de outubro, respectivamente.

Sam Allardyce foi acusado pelo The Telegraph de utilizar sua posição para negociar fraude à lei da Fifa que impede a ação de uma "terceira parte" nas negociações de jogadores. Pelo "serviço de consultoria", Allardyce cobraria 400 mil libras (R$ 1,6 milhão, na cotação atual). 

Allardyce foi filmado em reunião com supostos empresários do oriente dispostos a investir "bilhões de libras" no mercado de transferências de atletas. Os agentes, no entanto, eram jornalistas da publicação britânica. Na conversa, o treinador concordou em viajar a Cingapura e Hong Kong como "embaixador" e explicou aos interlocutores como fazer para "driblar" a regra de proibição de "terceira parte" em transações. 

UOL Esporte

Jean Carlos é apresentado e minimiza má fase do SP: "Todos passam por isso"

(Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net)


Com a camisa 20 entregue por Marco Aurélio Cunha, o São Paulo apresentou oficialmente nesta terça-feira (27), no CT da Barra Funda, o meia-atacante Jean Carlos. Contratado por empréstimo do Vila Nova no último dia 8, ele ficou afastado dos treinamentos conta de uma lesão muscular, mas voltou às atividades e será uma opção para Ricardo Gomes no próximo sábado.

A quem não o conhecia, o jogador elencou suas qualidades. "Vinha fazendo um trabalho muito bom no Vila Nova, sou um jogador bem dinâmico, gosto muito de correr o campo todo e deixar meus companheiros na cara do gol. E tenho uma boa bola parada também", contou o jogador em entrevista coletiva. Entrando em um momento turbulento do São Paulo, Jean mostrou tranquilidade.

"Todos jogadores, times, passam por isso. A pressão vai existir, mas eu estou tranquilo e pensando apenas em ajudar", completou.

Além da possível estreia de Jean Carlos, o treinador são-paulino deve contar com o meia Michel Bastos. Desfalque na derrota por 2 a 0 para o Vitória por sentir dores no joelho na última sexta-feira, o jogador participou do treino e foi um dos destaques, com direito a um gol de bicicleta no final das atividades

Se teve boas notícias, o clube tricolor também ganhou um motivo para preocupação logo depois do aquecimento. O centroavante Chavez só participou desta parte do treino, se dirigindo ao Reffis na sequência com problemas na panturrilha esquerda, os quais ele começou a tratar imediatamente.

O São Paulo tem 34 pontos, quatro a mais que o Cruzeiro, primeiro da zona de rebaixamento. O próximo adversário será o vice-líder Flamengo no Morumbi. No primeiro turno, o clube carioca recebeu o paulista no Mané Garrincha em partida que terminou empatada por 2 a 2, com direito a pênalti perdido por Alan Patrick nos acréscimos do segundo tempo.

UOL Esporte

Rio 2016 estabelece novo patamar para o esporte olímpico e paralímpico

(Foto: Getty Images)


Mais do que sinais físicos de transformação, os Jogos Olímpicos e Paralímpicos deixaram um legado intangível ao Brasil. Durante 47 dias, uma parcela do mundo se reuniu no Rio de Janeiro para celebrar o esporte e toda a sua diversidade. Na Cidade Maravilhosa, lotaram arenas, conheceram nossa cultura, provaram nossa gastronomia e, sobretudo, aprovaram a hospitalidade dos brasileiros.

 Pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo revela que 90,5% dos turistas entrevistados têm intenção de voltar e 87,8% deles declararam que a viagem atendeu ou superou às expectativas. Os números positivos comprovam o grande êxito dos Jogos Rio 2016 e colocam o turismo como grande legado para o Brasil. Além de capitalizar o país, o megaevento esportivo provou que o brasileiro é capaz de organizar, entregar e entregar-se aos que nos visitam. 

Nesse período, os Jogos do Rio de Janeiro se consolidaram como os mais "comentados, clicados e compartilhados" da história. Com a repercussão, o mundo conheceu um pouco mais sobre as belezas naturais e a incrível riqueza cultural que fazem do Brasil um excelente destino.

Segundo o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, os brasileiros foram grandes anfitriões e o Brasil ganhou motivos para se orgulhar. Em coletiva de imprensa, Bach lembrou que o convívio com as diferenças e o espírito olímpico também ficaram em evidência na capital fluminense. "Vivemos histórias simbólicas. Nós tivemos atletas da Ucrânia e da Rússia se abraçando e se parabenizando. E mais do que isso, tivemos a frase da americana para a colega: 'Levante-se, nós temos de terminar, estes são os Jogos Olímpicos'. Eu acho que nada descreve melhor o espírito olímpico e o fair play do que este gesto e estas palavras", finalizou.

Reconhecimento

Desde que recebeu a confirmação de país-sede, o Brasil trabalha para encantar o mundo e concretizar a capacidade em realizar grandes eventos. Nesses dois últimos meses, o sucesso foi reconhecido, e a primeira Olimpíada em terras brasileiras ficará para a história. Em conversa com jornalistas, o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, revelou que a organização da Rio 2016 eleva o patamar dos próximos Jogos.

"É um enorme orgulho concluirmos o projeto com o reconhecimento nacional e internacional do sucesso obtido. Estabelecemos um novo patamar para o esporte olímpico e paralímpico que vai entrar para história", afirmou. Nuzman destacou ainda o resultado social dos Jogos, medido pela participação popular. "Em um único fim de semana, o Parque Olímpico recebeu 170 mil visitantes. Nunca houve um envolvimento tão grande na história dos jogos", comemorou.

E o presidente do Comitê Paralímpico Internacional, Philip Craven, também reconheceu o sucesso do megaevento e lembrou que esses foram os "Jogos do povo". Segundo ele, a ligação entre o espírito paralímpico e os cariocas foi muito presente."Temos um número extraordinário de atletas, com recordes e performance que impressiona pelo desenvolvimento do esporte paraolímpico. Estou impressionado com a preparação dos comitês nacionais", destacou.

(Foto: Roberto Castro/ brasil2016.gov.br)

Público

Por aqui passaram atletas e visitantes de todas as nações, mas os Estados Unidos foram o principal emissor de turistas (18,2%). Em seguida, Espanha (15,5%), Argentina (6,1%), França (6,1%) e Alemanha (5,4%). No total, 1,17 milhão de turistas estiveram no Rio de Janeiro durante a Olimpíada. Nesse período, gastaram, em média, R$ 424,6 por dia. Já nos Jogos Paralímpicos, foram 243 mil turistas que deixaram cerca de R$ 410 milhões na cidade.

Casa Brasil

Outro sucesso de público foi a Casa Brasil. Os dois galpões montados no Boulevard Olímpico receberam 558,2 mil pessoas, que tiveram a oportunidade de conhecer mais da cultura e da diversidade do País. No último dia de funcionamento do espaço, a Casa Brasil teve o recorde de público com 31.833 visitantes. A marca superou a expectativa da organização, que esperava receber em média 10 mil visitantes por dia durante a semana e 15 mil em fins de semana e feriados.

Rio 2016

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Alfinetadas: Fluminense demonstra o verdadeiro ‘futebol brasileiro’

(Foto: Reprodução)


A rodada do fim de semana da série A do Campeonato Brasileiro teve uma mescla de grandes espetáculos com velhas polêmicas contra a arbitragem. O que chamou mais a atenção dessa rodada foi à partida entre Fluminense x Corinthians, realizada em Itaquera, e vencida pelos cariocas com gol no último minuto após cobrança de falta.

A história desse confronto ganhou polêmicas na quarta-feira, quando as duas equipes se enfrentaram no mesmo palco, mas pela Copa do Brasil. O técnico do tricolor, Levir Culpi, detonou a arbitragem daquela partida e disse que o time teve “seis lances importantes para interpretação do árbitro. Seis lances capitais. E o resultado foi de 6 a 0 para o Corinthians. Difícil de acreditar".

A arbitragem na ocasião foi detonada por boa parte do Fluminense, entre jogadores, diretoria e comissão técnica. O curioso é que dentre os seis lances citados, pelo menos cinco deles não tem explicação para tal crítica. A revolta tricolor realmente não teve explicação na quarta-feira.

Entretanto, a partida desse domingo (25) teve um discurso completamente diferente por parte de Culpi. Além da falta que originou o gol ser um lance discutível, após o lançamento da bola na área, o jogador do Fluminense estava em posição irregular, o que a arbitragem não observou. Na entrevista coletiva nos vestiários, Culpi não se manifestou pelo erro e “elogiou” a arbitragem.

"Foi uma das vitórias mais importantes da minha vida. O jogo foi tão legal para nós que isso dispensa os comentários sobre a arbitragem", declarou.

Realmente, o Campeonato Brasileiro continua o “mais do mesmo”, mas agora mais descarado do que nos últimos anos. Levir Culpi mostra claramente a “satisfação” quando o erro beneficia seu clube, enquanto que o adversário “sofre com as conseqüências”. A ordem dos fatos chega a beirar a incredulidade quando unidas, ainda mais quando uma reforma no futebol brasileiro se mostra essencial e urgente. Aliás, se mostra essencial quando é com os outros, pois quando é com o seu clube, a "CBF é maravilhosa".

E mais uma vez não aprendemos nada com o 7 a 1. Realmente nada.

Com pior sequência do BR, Corinthians vê pressão por novo técnico aumentar

(Foto: Rubens Cavallari-3.jul.2016/Folhapress)


O Corinthians vive seu pior momento do Campeonato Brasileiro. Com a derrota por 1 a 0 para o Fluminense no último domingo (25), a equipe segue em queda na classificação após deixar o G-4 e já é a 7º colocada da competição, com quatro pontos atrás do Santos, o 4º.

A nova derrota dentro de casa aumenta ainda mais a pressão em cima da diretoria corintiana por um treinador que vai substituir Cristóvão Borges. Por enquanto, Fábio Carille é chamado de técnico interino. Eduardo Baptista, mesmo depois de te renovado com a Ponte Preta, é um nome bastante comentado para assumir a função.

A pior sequência do Brasileirão
Nos últimos cinco jogos pelo Brasileirão, os corintianos perderam três, empataram uma e venceram apenas o Sport, que luta contra o rebaixamento. O desempenho é igual ao de times que estão na parte de baixo da tabela: Cruzeiro, Internacional e Santa Cruz têm o mesmo índice de aproveitamento.

Time fora da zona de classificação
Com a equipe fora do G4, a equipe começa a se concentrar na Copa do Brasil como a principal chance para entrar na Libertadores de 2017. O presidente Roberto de Andrade já avisou: a classificação para a competição sul-americana é o mínimo que esse elenco precisa fazer.

Falta de sequência incomoda
O Corinthians completa quase três meses sem conseguir vencer duas partidas consecutivas. A última vez que isso aconteceu foi no dia 9 de julho, quando o Alvinegro venceu a Chapecoense por 2 a 0 fora de casa depois de ter vencido o Flamengo por 4 a 0 no dia 3 do mesmo mês.

Ataque secou
O Corinthians tem enfrentado problemas para criar. Fábio Carille reconhece o problema. A equipe tem apenas o 8º melhor ataque da competição, com 35 gols. A última vez que um atacante de ofício balançou as redes aconteceu no dia 3 de julho, quando Angel Romero ajudou no triunfo em cima do Flamengo.

"Nós precisamos continuar trabalhando. Para nós do futebol, seria muito ruim se a gente não estivesse criando, mas estamos criando e estamos chegando. Então é continuar trabalhando", afirmou o comandante.

Itaquera não é mais temida
Depois de ostentar mais de 30 jogos sem ser derrotado dentro de casa, o Corinthians já não consegue mais usar a força de sua arena. Nos últimos 30 dias, a equipe registrou seus piores públicos da história do estádio e os resultados dentro de campo já não vem mais: são duas derrotas consecutivas, para Palmeiras e Fluminense.

UOL Esporte

Lateral marfinense do PSG é condenado a dois meses de prisão

(Foto: FRANCK FIFE/EFE)


O lateral direito marfinense Serge Aurier, do Paris Saint-Germain, foi condenado a dois meses de prisão nesta segunda-feira (26)  por um incidente em abril. Na ocasião, ele havia sido detido por insultar a polícia e atacar um oficial ao deixar uma balada em Paris pela manhã. 

A sentença expedida pela justiça francesa também incluiu uma multa de 2,1 mil euros (R$ 7,6 mil) pela agressão. O Paris Saint-Germain recorreu ao caso.

Apesar da condenação, Aurier não deve ir para trás das grades, isso porque ele pode cumprir a pena em liberdade, realizando serviço comunitário.

O jogador vem de uma partida ruim para o PSG. Na derrota por 2 a 0 para o Tolouse na última sexta-feira (23), o lateral foi expulso. Titular na posição, Aurier poderá atuar nesta quarta-feira (28) contra o Ludogorets, em confronto válido pela Liga dos Campeões.

UOL Esporte

Cruzeiro volta à degola após 7 jogos, mas interino vê time no caminho certo

(Foto: Gabriel Lordello/Light Press/Cruzeiro)


O Cruzeiro esteve muito perto de deixar o Espírito Santo com um resultado pra lá de espetacular. A equipe mineira vencia o Flamengo até os dez minutos finais da partida. Porém, em uma mistura de falta de atenção com erros graves de finalização, o time mineiro levou a virada e saiu de campo com um gosto muito amargo da derrota por 2 a 1. Com o resultado, o clube voltou a figurar na zona de rebaixamento após sete rodadas. Mas nem tudo foi ruim no duelo em Cariacica. Substituto de Mano (suspenso) na beira do gramado, o interino Sidnei Lobo lamentou o revés, mas elogiou a quantidade de jogadas criadas pelos jogadores, e vê a atual presença no Z-4 apenas como temporária.

"Claro que a gente está triste, principalmente pelo que nós fizemos hoje. A gente tinha um propósito que era vir aqui, levar os três pontos e dar um passo importante para sair desta situação. Infelizmente, não conseguimos. Estivemos próximos de conseguir a vitória, mas não aconteceu. A equipe demonstrou um poderio muito grande, poderia ter feito mais gols hoje. Tivemos uma conversa rápida, o Mano Menezes também vai falar com eles durante a semana. Tenho certeza que pelo que eles fizeram hoje com certeza vamos sair dessa situação. A equipe está no caminho certo. Temos que continuar nessa mesma batida, nessa mesma intensidade que a gente está tendo nos jogos. A bola vai entrar novamente e a gente vai sair (do Z-4)", disse o auxiliar de Mano.

Além da posse de bola que pouco teve e do controle carioca durante a maior parte da partida, o que mais chamou a atenção no time mineiro foram as chances claras perdidas pelo seu centroavante Ramón Ábila. Com média de um gol a cada dois jogos neste Brasileirão, o atacante facilmente caiu nas graças da torcida, mas atualmente vive um inferno astral e somou sua quinta partida seguida sem marcar. De quebra, o jejum de gols teve peso extra, já que o atacante teve duas ótimas oportunidades de recolocar o Cruzeiro à frente do marcador, quando a partida ainda estava 1 a 1, mas perdeu ambas as chances. Questionado sobre o assunto, Sidnei evitou comentar sobre a seca de gols e minimizou o caso dizendo que o assunto será tratado internamente.

"Esse é um assunto que a gente vai tratar internamente. O Ábila nos ajudou em alguns jogos, perdeu alguns gols, mas não vamos individualizar. Vamos nos reunir na Toca e tratar desse assunto interno", concluiu.

Com o resultado, o Cruzeiro terminou a 27ª rodada abrindo a zona de rebaixamento. Desde que Mano Menezes chegou, a equipe saiu da penúltima colocação, reagiu e chegou a ocupar o 12º lugar. Porém, tropeços nas últimas quatro rodadas (um ponto em 12 disputados) fizeram o time despencar na tabela. No próximo sábado, o Cruzeiro recebe o Grêmio no Mineirão. Antes disso, vai a São Paulo enfrentar o Corinthians, em jogo de ida pelas quartas de final da Copa do Brasil.

UOL Esporte