segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Alfinetadas: Corinthians perdeu tempo com passagem de Cristóvão

(Foto: Reprodução)


A derrota em casa para o Palmeiras por 2 a 0 culminou na saída do técnico Cristóvão Borges do Corinthians. Sem conseguir manter a equipe no G4 do Campeonato Brasileiro, o técnico foi desligado do clube após fazer um jogo apático em um dos principais clássicos do clube paulista.

A saída de Cristóvão só vem a reafirmar o que muitos já perceberam: a presidência de Roberto de Andrade não é nem de longe a melhor do time. Após vender meio time para a China depois do título de 2015, Andrade não apresentou um plano de futebol a altura e trabalhou com as peças que tinha. Nem mesmo Tite, tão vitorioso no quintal corintiano, conseguiria a façanha de manter a equipe na briga pela Libertadores. Saiu na hora certa para não assumir culpas.

A chegada de Cristóvão foi contestada. O técnico há muito tempo não sabe comandar um clube com classe. Entrou para o clube de um jeito e saiu com a impressão de não ter feito nada para ficar no cargo ou feito algum que pudesse marcar sua passagem. Mais uma vez Andrade mostrou sua incompetência na presidência do Timão. Outras peças podem ter seu destino traçado no clube, como Fágner e Bruno Henrique, e Andrade insiste em trazer jogadores de times de série B que não vem fazendo um campeonato consistente na segunda divisão.

Andrade está perdido e seguirá nesse parâmetro até o final de seu mandato, pois acho impossível manterem um cara não apático e sem profissionalismo como ele. O tempo não é bom no Corinthians, e a história está longe de caminhar para um final feliz.