sábado, 10 de setembro de 2016

Antônio Tenório é prata e completa 20 anos de pódios paraolímpicos

O judoca Antônio Tenório, 45, adicionou mais uma medalha paraolímpica à sua coleção pessoal. Na tarde deste sábado, 10, na Arena Carioca 3, ele conquistou a medalha de prata na categoria até 100 quilos do judô paraolímpico. Foi derrotado na final pelo sul-coreano Grwanggeun Choi, que é 17 anos mais jovem, por um wazari.

Há 20 anos Tenório leva a bandeira brasileira aos pódios paraolímpicos. A primeira vez foi em Atlanta-1996, com um ouro. A rotina vitoriosa seguiu-se em Sydney-2000, Atenas-2004 e Pequim-2008. Em Londres-2012, Tenório ficou com o bronze. Desta vez, ele já anunciou que a Rio-2016 será sua última participação em Jogos Paraolímpicos.

Alcançou a façanha de ir ao pódio em 100% das vezes que representou o país no evento. 

Tenório é cego dos dois olhos desde os 19 anos, quando sofreu uma infecção no olho direito. O esquerdo já não tinha visão porque ele sofrera descolamento de retina aos 13 anos após ser atingido por um caroço de mamona.

Na Rio-16, ele teve um caminho mais longo que seu rival sul-coreano. Fez três lutas, enquanto que o Grwanggeun Choi fez apenas duas, pois deu sorte no chaveamento e folgou na primeira rodada.

A luta da tarde deste sábado contou com a arena totalmente lotada e vibrante todo o tempo. O combate foi bastante concorrido, contou com a presença nas tribunas de do presidente do Comitê Organizador dos Jogos-2016, Carlos Arthur Nuzman, o presidente do IPC (Comitê Paraolímpico Internacional), Sir Philip Craven.

UOL Esporte