quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Bielorrusso que exibiu bandeira russa em desfile é excluído da Rio-2016

(Foto: REUTERS/Sergio Moraes)


Um integrante da delegação de Belarus teve sua credencial confiscada pelo IPC (Comitê Paraolímpico Internacional, na sigla em inglês) após exibir a bandeira da Rússia durante o desfile das delegações na abertura dos Jogos Paraolímpicos do Rio-2016, na noite de quarta-feira, 7, no Maracanã.

Andrei Fomochkin era o último da delegação bielorrussa durante o desfile e, ao abrir a bandeira russa, foi flagrado pelas lentes dos fotógrafos e diversas pessoas que postaram nas redes sociais. A bandeira lhe foi tomada por funcionários do IPC ainda dentro do Maracanã, 20 minutos após exibi-la no desfile.

O IPC entendeu que se tratava de um protesto político e excluiu Fomochkin da Rio-16. Ele não era atleta e nem sequer técnico, apenas um integrante da delegação com o status de convidado. O comitê paraolímpico do país não sofrerá nenhuma sanção.

A Rússia está fora dos Jogos Paraolímpicos do Rio-2016 por causa do grandioso esquema de doping sistemático bancado e sustentado pelo governo do país. Os bielorrussos têm uma ligação muito próxima com os russos e foram os únicos do movimento paraolímpico a se pronunciar publicamente contra a decisão do IPC de banir a Rússia do Rio-16. O país também está excluído dos Jogos de Inverno em PyeongChang-2018.

UOL Esporte