quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Clube polonês é punido e jogará contra o Real Madrid na Champions com portões fechados

(Foto: Getty Images)


A Comissão de Controle, Ética e Disciplina da Uefa decidiu que o Legia Varsóvia terá que jogar com portas fechadas a partida contra o Real Madrid, válida pela quarta rodada da Uefa Champions League, devido aos incidentes provocados pela torcida no duelo contra o Borussia Dortmund no último dia 14.

A Uefa confirmou a decisão nesta quinta-feira, após ter aberto um procedimento disciplinar pelos incidentes ocorridos no jogo em que o Legia foi batido pelo Dortmund por 6 a 0. Foram registrados distúrbios entre os torcedores, acendimento de rojões, lançamento de objetos em campo, comportamento racista, problemas de organização e bloqueios nas escadas da Pepsi Arena.

A Comissão da Uefa entendeu que a equipe polonesa descumpriu os artigos 14, 16 e 38 do código disciplinar da entidade. Além de jogar com portas fechadas, o Legia também terá que pagar uma multa de 88 mil euros (cerca de R$ 317 mil).

Torcedor do Real vive sonho de assistir à final da Champions: 3º episódio de Capitais do Futebol
A equipe polonesa receberá o Real Madrid em 2 de novembro, mas antes enfrentará os espanhóis fora de casa em 18 de outubro. O Legia está zerado na Champions, já que foi superado pelo Sporting por 2 a 0, em Lisboa, na segunda rodada.

Celtic é multado

A Comissão de Controle, Ética e Disciplina também multou o Celtic em 10 mil eirps pela presença de bandeiras ilegais durante a partida de ida contra o Hapoel Beer Sheva, pelos playoffs da Champions.

ESPN