quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Ex-técnico do Corinthians, Passarella é processado por fraude em venda de ingressos

(Foto: HUGO VILLALOBOS/AFP/GETTY IMAGES)


Bicampeão do mundo com a seleção da Argentina como jogador e ex-técnico do Corinthians, Daniel Passarella, que presidiu o River Plate entre 2009 e 2013, foi processado nesta quarta-feira pela Justiça de seu país por fraude na revenda de ingressos durante sua gestão à frente do clube.

Passarella, outros dirigentes e membros de torcidas organizadas do River estão sendo acusados de "administração fraudulenta por revenda de ingressos" e tiveram cerca de 2 milhões de pesos (US$ 132 mil) cada um bloqueados pela Justiça, informou a agência "Télam".

O caso começou a ser investigado em junho de 2012, quando um sócio denunciou o clube por fraude. Quando chegou para assistir a uma partida no Estádio Monumental de Núñez, seu lugar estava ocupado por outra pessoa que tinha o mesmo ingresso, comprado por revenda.

A Justiça investiga se o River Plate cedia uma porcentagem dos ingressos das partidas para as torcidas organizadas, que revendiam por preços mais altos em vez de colocá-los à disposição dos sócios.

Passarella, que venceu as Copas do Mundo de 1978 e 1986 jogando pela 'Albiceleste', presidiu o River Plate de 2009 e 2013. Sob sua gestão, o clube caiu pela primeira vez à segunda divisão em 2011.

Como técnico, o argentino foi contratado pelo Corinthians em 2005, mas a passagem foi curta. Passarella treinou o clube brasileiro por apenas 15 jogos, sendo demitido em maio, depois de perder para o São Paulo por 5 a 1 no Campeonato Brasileiro.

ESPN