segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Israel Stroh leva Brasil a inédita final individual no tênis de mesa

 (Foto: Daniel Zappe/MPIX/CPB)


O tênis de mesa brasileiro já fez história nos Jogos Rio 2016. Pela primeira vez nos Jogos Paralímpicos, um atleta do país disputará uma final individual do esporte. O responsável pelo feito é Israel Stroh, que avançou à decisão masculina da classe 7 no Pavilhão 3 do Riocentro na tarde deste domingo (11). O Brasil também segue na luta pelo bronze com Bruna Alexandre e Danielle Rauen.

Esta será a primeira vez que o Brasil terá um representante em uma final individual do tênis de mesa. A única presença brasileira em uma decisão Paralímpica antes dessa aconteceu em Pequim 2008, quando Welder Knaf e Luiz Algacir ficaram com a prata da classe 3, única medalha da história do país. 

Vice-campeão Parapan-Americano em Toronto 2015, Israel, de 30 anos, garantiu sua vaga na decisão individual da classe 7 ao derrotar o chinês Shuo Yan por 3 sets a 2 (11/7, 5/11, 11/8, 5/11 e 11/9) na semifinal. 

"Foi um jogo muito duro, com alguns momentos melhores para mim e outros para ele. Mas conseguir ir melhor no fim. Estava muito nervoso no último ponto, mas consegui vencer. Vou me focar muito para a final", promete o brasileiro.

Na final, o brasileiro enfrentará o britânico William Bayley, prata na categoria em Londres 2012, na segunda (12), às 10h45. Os dois já se cruzaram no Rio 2016, logo na primeira rodada, e Israel venceu por 3 a 1. 

Bruna Alexandre, bronze no Mundial de 2014, chegou muito perto da final na classe 10. A brasileira teve a lenda polonesa Natalia Partyka pela frente e perdeu por 3 a 2 (11/8, 10/12, 11/9, 1/11 e 8/11), em jogo muito disputado. Partyka é a atual tricampeã Paralímpica da categoria e disputou os Jogos Olímpicos em Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016. Bruna volta à mesa na terça (13), às 18h45, para disputar o bronze com a dinamarquesa Sophie Walloe.

O Brasil também chegou à semifinal feminina da classe 9 com Danielle Rauen. A catarinense de 18 anos, que estreou nos Jogos batendo a vice-campeã mundial Guiyan Xiong, da China, caiu diante de outra chinesa, Lina Lei, por 3 a 0 (11/1, 11/5 e 11/8). A campeã Parapan-Americana enfrentará a polonesa Karolina Pek na disputa pelo bronze, na terça, às 16h45, em repetição do duelo que aconteceu na última rodada da primeira fase, com vitória da europeia por 3 a 1.

Rio 2016