quarta-feira, 14 de setembro de 2016

SP resiste a pressão interna e externa por Dátolo e deve fechar elenco

(Foto: Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro)


O São Paulo muito dificilmente terá novidades no elenco até sexta-feira, data limite para a chegada de reforços. O UOL Esporte apurou que houve bastante pressão sobre o departamento de futebol do clube, de dentro e de fora dos muros, para a contratação de Dátolo, mas os cartolas resistiram e, a não ser que surja um negócio de oportunidade único nos últimos dias, o grupo não terá alterações.

A pressão para a chegada do argentino se deu de várias formas – pessoas ligadas à direção afirmam que há partidários da contratação dentro da própria diretoria, que insistiram bastante em uma aproximação. Pesou, no final, os problemas com lesões que o meia teve nos últimos meses.

De fora, intermediários procuraram o clube paulista oferecendo fazer aproximação com o jogador. A torcida, por sua vez, se empolgou, e passou a criar expectativa sobre a eventual chegada do reforço. Informações de que ele aceitaria acordo por produtividade circularam sem que as partes tivessem sequer discutido termos contratuais.

Apesar da pressão, o nome está praticamente descartado. O São Paulo segue atento ao mercado, mas só deve agir caso surja um negócio de oportunidade excepcional.

A reincorporação de Michel Bastos ao elenco é mais um sinal de que o grupo que terminará a temporada está fechado. As chegadas de Robson e Jean Carlos e a ascensão aos profissionais do jovem David Neres são os caminhos escolhidos para suprir as carências ofensivas de Ricardo Gomes.

O São Paulo volta a campo pelo Brasileirão nesta quinta-feira, contra o Cruzeiro, no Morumbi. 

UOL Esporte