domingo, 2 de outubro de 2016

Juve atropela Empoli com 2 de Higuaín e abre 4 pontos no Napoli

A atual pentacampeã Juventus disparou na liderança ao derrotar o vice-lanterna Empoli fora de casa por 3 a 0, neste domingo, pela sétima rodada da Série A Italiana, aproveitando a derrota surpreendente do Napoli no campo do Atalanta (1-0).

A 'Velha Senhora' chegou aos 18 pontos, abrindo quatro de vantagem sobre os napolitanos (14), que eram os últimos invictos na competição.

O Napoli também precisa olhar para o retrovisor: logo atrás, formou-se um grupo de quatro times com 13 pontos: Roma (3º), Lazio (4º), Chievo (5º) e Milan (6º), todos vencedores neste domingo.

Os três gols da Juve foram marcados em apenas cinco minutos por jogadores argentinos, no meio do segundo tempo: Dybala abriu o placar aos 20, e Gonzalo Higuaín anotou os outros dois, aos 22 e 25.

"A equipe fez um trabalho estupendo, num campo difícil. Eles tiveram várias chances em contra-ataques porque não acertamos a mira no primeiro tempo, mas a história do jogo mudou depois do intervalo. Depois do primeiro gol, ficou muito mais fácil", resumiu o técnico Massimiliano Allegri.

- Dupla argentina na artilharia -O time de Turim esbarrou na defesa do Empoli durante mais de uma hora, e só não saiu na frente mais cedo porque o goleiro Skorupski fez várias defesas milagrosas.

Dybala foi o primeiro a encontrar uma brecha, com um belo chute de canhota, na conclusão de uma grande jogada do brasileiro Alex Sandro, que arrancou pela esquerda antes de rolar para o argentino.

Higuaín ampliou dois minutos depois, também de canhota, e selou o resultado após driblar o goleiro.

Recém-contratado junto ao Napoli por mais de 90 milhões de euros, o atacante de 28 anos já soma seis gols no campeonato, igualando o compatriota Mauro Icardi, da Inter de Milão (9º), na artilharia.

Na partida que encerrou a rodada, Icardi passou em branco e a Inter foi derrotada por 2 a 1 pela Roma (3º), no estádio olímpico.

O bósnio Edin Dzeko abriu o placar para o time da capital com apenas 4 minutos de bola rolando, o argentino Banega deixou tudo igual aos 27 da etapa final, mas o grego Manolas deu a vitória aos romanos de cabeça quatro minutos depois. 

- Chuva de gols em San Siro -Em Bergamo, o Napoli perdeu a invencibilidade ao sofrer um gol do jovem atacante Andrea Petagna, de 21 anos, aos nove minutos de jogo.

Titular na zaga do Atalanta, o brasileiro Rafael Toloi teve ótima atuação para conter o poder de fogo napolitano.

O time do Sul da Itália vinha de uma vitória expressiva em casa sobre o Benfica (4-2), na última quarta-feira, na Liga dos Campeões, mas não conseguiu manter o nível fora dos seus domínios.

Além da Juve, o tropeço também beneficiou os perseguidores. A Roma subiu ao pódio, seguida pelo Milan, que derrotou o Sassuolo (13º) por 4 a 3, em partida eletrizante que chegou a perder por 3 a 1.

No sábado, Lazio e Chievo (6º), derrotaram Udinese (16º) e Pescara (17º), respectivamente.

O Torino (7º, com 11 pontos) voltou a surpreender ao derrotar a Fiorentina (14º) por 2 a 1. 

Em outra partida disputada neste domingo, o Genoa subiu para da 11ª para a oitava posição, ao derrotar o Bologna fora de casa por 1 a 0, com gol do argentino Giovanni Simeone.

O filho de Diego Simeone, técnico do Atlético de Madri, tinha marcado pela primeira vez na Série A na semana passada, no empate em 1 a 1 com o Pescara.

UOL Esporte