sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Rosberg leva susto com motor, mas fecha sexta-feira na frente em Suzuka

(Foto: Clive Mason/Getty Images)


Nico Rosberg levou um susto durante a segunda e mais importante sessão de treinos livres para o GP do Japão, quando viu bastante fumaça sair da traseira de sua Mercedes, mas não teve grandes dificuldades para superar Lewis Hamilton e liderar o primeiro dia de atividades para a 17ª etapa do campeonato.

O motor da equipe alemã tem sido alvo de muitas investigações depois que Hamilton teve uma quebra com um equipamento que andara pouco mais de 600km, o que o fez perder uma vitória quase certa no GP da Malásia, no último final de semana. Para a etapa japonesa, inclusive, a equipe tem andado com parâmetros mais conservadores para evitar a repetição do problema.

Fora o susto, contudo, Rosberg foi o mais rápido por toda a sexta-feira, ainda que, na simulação de classificação que definiu a ordem da tabela de tempos no segundo treino livre, o alemão tenha sido apenas 72 milésimos mais rápido que Hamilton.

Kimi Raikkonen colocou a Ferrari na terceira colocação, com Max Vesrtappen, da Red Bull, em quarto. A exemplo do que aconteceu nos treinos da Malásia, as duas equipes aparecem equilibradas, logo à frente da Force India, que viu Sergio Perez ser o sexto e Nico Hulkenberg, o sétimo.

Andando na casa da Honda neste final de semana, a McLaren voltou a andar bem com Fernando Alonso: o espanhol, que ficou dentro do top 10 por todo o dia, fechou em oitavo. Seu companheiro Jenson Button, por sua vez, teve problemas de equilíbrio no carro e não passou do 16º lugar. Pelo menos nos treinos, a performance do bicampeão foi mais forte que da Williams, nona com Valtteri Bottas e 11ª com Felipe Massa.

A Sauber usou a sexta-feira para fazer comparações entre os dois carros, que andaram com configurações diferentes para testar um novo assoalho que estreia neste final de semana. Assim, Felipe Nasr terminou na 19ª colocação, enquanto o companheiro Marcus Ericsson, que não participou da fase final de treino, em que os pilotos fazem simulações de corrida, foi o último.

Os pilotos ainda têm uma última oportunidade de acertarem seus carros, na terceira sessão de treinos livres, a partir das 23h da sexta-feira pelo horário de Brasília. A classificação será disputada a partir das 3h e a largada está marcada para as 2h. Após o abandono da Malásia, Hamilton tem 23 pontos de desvantagem para Rosberg, que venceu três das últimas quatro etapas.

Confira os tempos da segunda sessão de treinos livres na Malásia

1. Nico Rosberg ALE Mercedes-Mercedes 1m 32.250s
2. Lewis Hamilton ING Mercedes-Mercedes 1m 32.322s
3. Kimi Raikkonen FIN Ferrari-Ferrari 1m 32.573s
4. Max Verstappen HOL Red Bull-TAG 1m 33.061s
5. Sebastian Vettel ALE Ferrari-Ferrari 1m 33.103s
6. Sergio Perez MEX Force India-Mercedes 1m 33.570s
7. Nico Hulkenberg ALE Force India-Mercedes 1m 33.873s
8. Fernando Alonso ESP McLaren-Honda 1m 33.985s
9. Valtteri Bottas FIN Williams-Mercedes 1m 34.028s
10. Carlos Sainz Jr ESP Toro Rosso-Ferrari 1m 34.086s
11. Felipe Massa BRA Williams-Mercedes 1m 34.127s
12. Daniel Ricciardo AUS Red Bull-TAG 1m 34.150s
13. Romain Grosjean FRA Haas-Ferrari 1m 34.241s
14. Daniil Kvyat RUS Toro Rosso-Ferrari 1m 34.305s
15. Kevin Magnussen DIN Renault-Renault 1m 34.339s
16. Jenson Button ING McLaren-Honda 1m 34.398s
17. Esteban Gutierrez MEX Haas-Ferrari 1m 34.643s
18. Jolyon Palmer ING Renault-Renault 1m 34.760s
19. Felipe Nasr BRA Sauber-Ferrari 1m 34.824s
20. Pascal Wehrlein ALE Manor-Mercedes 1m 35.292s
21. Esteban Ocon FRA Manor-Mercedes 1m 35.400s
22. Marcus Ericsson SUE Sauber-Ferrari 1m 36.318s 

UOL Esporte