quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Alfinetadas: Crise é resultado de incompetência e mau planejamento no Corinthians

(Foto: Agência Estado)


A crise interminável do Corinthians é resultado de uma má administração da era Roberto de Andrade. Os efeitos colhidos no Campeonato Brasileiro de 2016 resultam na falta de pulso firme de um presidente que devia zelar e criar uma equipe competitiva. A goleada sofrida para o São Paulo reflete isto.

O clube perdeu peças importantes no começo do ano e não conseguiu repor para manter o elenco alinhado. Quando fez isso, trouxe peças erradas e deixou os problemas à mercê dos técnicos. Com a saída de Tite, Andrade fez a escolha errada de trazer Cristóvão Borges. Em seguida, colocando Carrile como técnico interino, foi mais uma decisão errada das inúmeras que afundaram o Timão.

Oswaldo de Oliveira chegou para “tapar o buraco” que foi criado com Cristóvão e Carrile. Mas com o time de hoje, desorganizado e sem um esquema tático que faça o time criar, será impossível chegar em algum lugar. A queda de desempenho no segundo turno é reflexo dessa debandada de jogadores que não param de sair do Parque São Jorge.

Para aumentar a crise, o atual presidente é acusado de receber propina na construção da arena de Itaquera, e os valores estariam sendo investigados na Operação Lava Jato.

O futebol hoje não é negócio para amadores. Situações como essa beiram o amadorismo e a incompetência, para uma torcida com a grandeza da do Corinthians. Isso não pode continuar, pois situações como essa já destruíram times como Portuguesa e o Comercial de Ribeirão Preto. 

Precisa-se de uma solução. Urgente.