quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Após susto, Brasil domina e vence Peru pelas Eliminatórias

(Foto: AP Photo/Martin Mejia)

Por Nicholas Araujo
Estádio Nacional de Lima, Peru


O Brasil continua imbatível nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Mesmo jogando fora de casa e com a pressão da torcida local, a seleção de Tite não se intimidou e venceu o Peru por 2 a 0. A vitória deu a liderança isolada para o Brasil (27 pontos contra 23 do Uruguai, segundo colocado) e a vaga praticamente encaminhada para o mundial na Rússia.

Com o resultado, a seleção chega a sexta vitória consecutiva na era Tite e fica a oito pontos da Argentina, último time na zona de classificação. As Eliminatórias sofrerão uma pausa e voltam no dia 23 de março, quando o Brasil enfrenta o Uruguai em Montevidéu. Cinco dias depois, joga em casa contra o Paraguai, em local a ser definido.

O Jogo

Quem começou a dominar o jogo foi o Peru. Com marcação em linha alta, a seleção de Tite teve dificuldade de sair jogando. Cueva teve boa chance de gol, mas caiu dentro da área e ficou reclamando de pênalti. Seis minutos depois, Cueva fez belo passe para Carrilo, que ficou cara a cara com Alisson. O peruano chutou pela esquerda e acertou a trave.

O susto fez o Brasil acordar na primeira etapa. A primeira jogada de perigo aconteceu em boa tabela com Miranda e Gabriel Jesus. O palmeirense fez passe para Neymar, que driblou o zagueiro e tocou para Paulinho, que chutou nas mãos do goleiro Gallese. Fernandinho ainda tentou um cabeceio na jogada seguinte, mas colocou a bola para fora.

No segundo tempo, o jogo foi completamente do Brasil. Mesmo com a tentativa de pressão do peruanos, a seleção verde e amarela foi mais decisiva. Após jogada de Phillipe Coutinho, a bola sobrou para Gabriel Jesus bater de primeira e abrir o placar.

Inspirado, Jesus foi o responsável por quase todos os lances de perigo de gols do Brasil. Ele mesmo deu assistência para Renato Augusto fazer o segundo gol e fechar o placar.

A noite também foi de recordes. Tite igualou o recorde da seleção comandada por Saldanha na campanha para a Copa de 1970, com seis vitórias consecutivas e alcançou a terceira maior sequência de invencibilidade em sua história. O Brasil tem o melhor ataque (27 gols), a melhor defesa (9 gols sofridos) e o que menos perdeu, com uma derrota para o Chile na estreia, ainda sob o comando de Dunga.

FICHA TÉCNICA
Peru 0x2 Brasil

Data: 16/11/2016, quarta-feira
Hora: 00h15 (horário de Brasília)
Local: Estádio Nacional de Lima, Peru
Árbitro: Wilmar Roldan (Colômbia)
Auxiliares: Cristian de La Cru e John Leon (ambos da Colômbia)
Cartões amarelos: Nilson Loyola e Cueva (PER); Renato Augusto (BRA)
Gols: Gabriel Jesus, aos 12 minutos do 2º T e Renato Augusto, aos 32 minutos do 2º T

Peru: Gallese; Corzo (Adivíncula), Ramos, Rodríguez e Loyola; Victor Yotún, Aquino, Andy Polo (Sánchez) e André Carrillo (Ruidíaz); Cueva e Guerrero
Técnico: Ricardo Gareca

Brasil: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Filipe Luis; Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho (Douglas Costa) e Neymar; Gabriel Jesus (Willian)
Técnico: Tite