quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Clubes pedem e Premier League autoriza exposição de patrocínio na manga

(Foto: Reprodução)


A necessidade de incrementar receitas no atual cenário esportivo é uma realidade (e de curto prazo). Após décadas de uniformes limpos, a NBA já autorizou que suas equipes fechem acordos para a próxima temporada. Sixers e Sacramento Kings largaram na frente.

Engana-se quem pensa que a liga boleira mais badalada e financeiramente mais poderosa do mundo escaparia. De acordo com a imprensa britânica, por um pedido dos próprios clubes, a Premier League seguiu o posicionamento adotado pela Bundesliga e autorizou a exposição de patrocínio na manga direita dos uniformes (patch da liga será mantido no lado esquerdo). Somente em patrocínio de camisa, os 20 clubes da Premier League 16/17 somam £ 226,5 milhões.

Acredita-se que o valor possa chegar a 20% do que é investido na cota master. O Manchester United, por exemplo, pode lucrar cerca de £ 10 milhões por temporada caso abra prospecção pelo espaço. Já Chelsea e Arsenal, 8 e 6 milhões, respectivamente.

Apesar da liberação, dois clubes (não divulgados) possuem contratos de exclusividade com atuais patrocinadoras e colocam em dúvida se irão ocupar o local. Outras dez equipes estudam se unir para fechar um pacote de patrocínio com a mesma empresa.