terça-feira, 22 de novembro de 2016

Conselheiros abrem requerimento pedindo saída de Andrade do Corinthians

(Foto: Carlos Augusto Ferrari)

Por Redação Blog do Esporte


Um grupo de conselheiros do Corinthians protocolou nesta terça-feira (22) um requerimento pedindo a abertura de uma investigação para a destituição do presidente Roberto de Andrade. Dos 345 integrantes do Conselho Deliberativo, 63 assinaram o termo, incluindo os ex-jogadores Neto e Ronaldo.

O requerimento está baseado em assinaturas que Andrade fez antes de ser eleito presidente, como a rubrica feita em lista de presença da assembleia geral de cotistas da arena, além do seu nome aparecer na ata e contrato do estacionamento do estádio com a Omni, que também controla o Fiel Torcedor. A denúncia foi feita em primeira mão pela Revista Época.

Por outro lado, Roberto de Andrade alega que já estava em exercício quando assinou o contrato. Mesmo com algumas reuniões que o presidente fez para se defender das acusações, ele não conseguiu evitar a elaboração do requerimento.

Segundo o artigo 104 do estatuto do clube, o presidente por ser destituído caso tenha "acarretado, por ação ou omissão, prejuízo considerável ao patrimônio ou à imagem do Corinthians" ou "ter ele infringido, por ação ou omissão, expressa normal estatutária".

O caso será investigado pelo Conselho do clube e o parecer deve ser divulgado nas próximas semanas.