quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Falcao ressurge após lesão cerebral e festeja marca melhor que a de Messi

(Foto: REUTERS/Jean-Paul Pelissier)


Ao marcar duas vezes na vitória do Monaco na última quarta-feira, Radamel Falcao García deixou para trás um drama recente na temporada europeia. Recuperado de uma lesão cerebral, o colombiano entrou em campo pela primeira vez na atual edição da Liga dos Campeões e ajudou sua equipe a derrotar o CSKA por 3 a 0 na França, em confronto válido pelo Grupo E.

De quebra, o atacante de 30 anos ainda coloca em evidência seu nome em uma lista especial de artilheiros. Com o desempenho de quarta-feira, Falcao García agora soma 42 gols em 46 partidas por competições europeias. No recorte exclusivo de jogadores com 30 gols ou mais, o colombiano tem a melhor média artilheira, na frente de ídolos como Messi e Di Stéfano.

Gols por partida em competições europeias:
(jogadores com mínimo de 30 gols)
Falcao García (COL) – 0,91 gol
Gerd Müller (ALE) – 0,89
Ferenc Puskás (HUN) – 0,88
Lionel Messi (ARG) – 0,82
Jupp Heynckes (ALE) – 0,80
Alfredo Di Stéfano (ESP) – 0,77

O colombiano marcou duas vezes ainda no primeiro tempo da partida em casa, quando o Monaco já ganhava por 1 a 0. Primeiro, ao desviar de dentro da área um cruzamento vindo da esquerda, de Benjamin Mendy. Minutos depois, Falcao anotou após girar na frente de um adversário russo e finalizar com um chute colocado.

Destaque individual do dia, o capitão do Monaco celebrou uma pequena volta por cima após o incidente na cabeça. Falcao não pôde entrar em campo nas duas rodadas anteriores da Liga dos Campeões, em razão de um susto dentro de campo. O atacante ficou um mês ausente, entre setembro e outubro, por causa de uma concussão cerebral. No episódio em questão, o colombiano se chocou com o goleiro do Nice durante partida do Campeonato Francês.

Na oportunidade, com o diagnóstico de violento traumatismo torácico e craniano, Falca García deixou o estádio diretamente para o hospital. Posteriormente, o artilheiro precisou passar por uma série de exames para avaliar a seriedade da lesão, além de encarar tratamento cuidadoso.

O atacante de 30 anos não marcava um gol na Liga dos Campeões havia sete anos, desde fevereiro de 2010, quando ajudou o Porto a derrotar o Arsenal. Esta também foi a primeira vez que Falcao García marca duas vezes em uma mesma partida da competição.

Contratado em 2013 pelo Monaco por cerca de 60 milhões de euros, Falcao García já integrou o grupo de elite dos atacantes do futebol internacional. No entanto, desde uma lesão grave no joelho, que o tirou da Copa do Mundo no Brasil, o colombiano não conseguiu mais retomar seu melhor nível técnico. O goleador chegou passar por Manchester United e Chelsea nas últimas temporadas, mas sem êxito individual.

Com a vitória de quarta sobre o CSKA no estádio Louis II, o Monaco manteve a liderança do Grupo E e está muito próximo da vaga nas oitavas de final da Liga dos Campeões. A equipe de Falcao García agora soma 8 pontos, contra 6 do Bayer Leverkusen e 4 do Tottenham.

UOL Esporte