sábado, 26 de novembro de 2016

Torcedores do Náutico invadem campo em revés, e jogador do Oeste é agredido

(Foto: Marlon Costa/Estadão Conteúdo)


Torcedores do Náutico invadiram o campo da Arena Pernambuco durante a derrota para o Oeste por 2 a 0 e obrigaram o árbitro André Luiz Castro a paralisar a partida por 19 minutos no segundo tempo antes que pudesse ser retomada. O resultado impediu o acesso do clube pernambucano à Série A de 2017 e garantiu o paulista na Segundona.

Um dos torcedores que entrou no campo agrediu o volante do Oeste Francis, que precisou receber atendimento médico na cabeça.

Outro invasor cruzou todo o gramado com uma bola e a chutou para dentro do gol. Grande parte do público da arquibancada comemorou.

Após a invasão, policiais protegeram o árbitro até que houvesse condições de segurança para a sequência do duelo.

Ambos os gols do Oeste aconteceram ainda no primeiro tempo. Pedro Carmona, aos 21 minutos, e Mike, aos 39 minutos foram os autores.

Com o resultado, o Náutico acabou na quinta colocação com 60 pontos, três a menos do que o Bahia. O Oeste acabou em 16º, com 41,  um a mais do que o rebaixado Joinville.

Neste sábado também se completaram 11 anos da Batalha dos Aflitos, quando o Náutico perdeu em casa o acesso para a Série A contra o Grêmio.

UOL Esporte