quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Rei de Copas, Grêmio lucra R$ 6 milhões e engatilha 'nova era'

O Grêmio se denominou 'Rei de Copas'. Depois de conquistar o pentacampeonato da Copa do Brasil nesta quarta-feira (07), o time gaúcho foi rápido ao produzir uma camisa comemorativa com tal dizer. Fora das quatro linhas, ganhou R$ 6 milhões de premiação e engatilha uma nova era depois de anos sem conquistas. 

"Rei da Copa é o Grêmio, tem cinco títulos. É o clube do Brasil que mais títulos tem na Copa do Brasil. Faço parte do grupo do Grêmio, sabe jogar a competição, minha contribuição foi muito pequena", disse o técnico Renato Gaúcho após uma entrevista coletiva bem humorada.

O clube promete adotar o rótulo mesmo. Uma camisa comemorativa com o dizer 'Rei de Copas' já foi criada e deve começar a ser comercializada imediatamente nas lojas do Grêmio. 

Pelo pentacampeonato, o Tricolor levou R$ 6 milhões da CBF. O valor servirá para os primeiros passos para uma nova era do clube. Isso que espera a direção de futebol. 

"Passamos por um processo de estruturação, mas nunca desistimos do objetivo de conquistar os títulos. Conseguimos isso com muito trabalho e empenho de todos. Agora começa uma nova fase, um novo momento", disse o vice de futebol Adalberto Preis. 

E para sequência de glória, Renato Gaúcho é nome fundamental. Nos próximos dias a negociação que até então foi apenas em relação a intenções tomará um novo patamar. Valores de salários e prêmios começarão a ser debatidos. 

"Não contamos com isso (Renato não permanecer). Já começamos a conversar e há um desejo comum. Não falamos ainda em dinheiro. Mas a partir de amanhã ou nos dias seguintes o Grêmio montará uma proposta e apresentará ao Renato", explicou Preis. 

A conquista de um título tira das costas dos jogadores o peso de um jejum de 15 anos sem grandes conquistas. A torcida, agora mais tranquila pela volta ao seleto grupo dos campeões, tende a cobrar com menos força e a ideia gremista é que a sequência de atitudes positivas possa resultar em uma nova série de conquistas. 

"Queremos mais, sempre queremos mais", definiu o vice-presidente. "O campeão voltou", sacramentou Renato Gaúcho. 

UOL Esporte