segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Startup de goleiros consegue investimento de “tubarões” no Shark Tank Brasil

(Foto: Divulgação/Goleiro de Aluguel)

Por Redação Blog do Esporte


A dupla de empreendedores Samuel Toaldo, 33 anos, e EUgen Braun, 28 anos, responsáveis pela startup “Goleiro de Aluguel”, conseguiram conquistar o apoio financeiro de dois “tubarões” do programa Shark Tank Brasil – Nadando com Tubarões, transmitido pelo Canal Sony, para conseguir alavancar o projeto no país.


A “Goleiro de Aluguel” consiste na divulgação de disponibilidade de pessoas para serem goleiros das famosas peladas de fim de semana e dos interessados em contratar o serviço. A startup é responsável por todo esse processo e facilita os times a conseguirem um goleiro para uma determinada partida.

A ideia conquistou o aporte de R$ 250 mil por 25% dos direitos a Carlos Wizard, responsável pela rede de escolas de inglês Wizard e CEO da holding detentora da Topper, Rainha e Ronaldo Academy, e de João Apolinario, CEO da Polishop.

“Nosso objetivo inicial era conseguir um acordo com o Carlos Wizard, para abrir o mercado nacional da Goleiro de Aluguel. Ele é dono de empresas ligadas ao esporte como a Ronaldo Academy, em parceria com o Ronaldo Fenômeno, Topper e Rainha. Entendemos que o negócio dele tem grande sinergia com o nosso e por isso queríamos muito a entrada dele junto com o João”, comenta Eugen Braun, COO da Goleiro de Aluguel.

O acordo foi relacionado em dois momentos, já que na primeira tentativa Wizard não se interessou pelo negócio. Com isso, Apolinário ofereceu R$ 250 mil por 50% da empresa. Após os empreendedores discutirem a sugestão, eles retornaram com a opção de que Carlos Wizard participasse da negociação.

Com isso, o aporte ofertado foi de R$ 300 mil com 40% de participação, sendo 20% para Carlos e 20% para João. Em contrapartida, Carlos trouxe a opção de R$ 250 mil de aporte com 50% de participação, sendo 25% para cada um dos tubarões. Neste momento, o negócio foi concretizado.

Para 2017, os empreendedores querem crescer no mercado brasileiro. “Temos a equipe, domínio da tecnologia e o mercado, agora precisamos tracionar em canais on-line e off-line. Queremos manter o crescimento de 25% por mês durante o primeiro semestre de 2017 e fechar o ano com mais de 30 mil partidas realizadas em todo país. Com os tubarões tudo será mais rápido e fácil, além de já estarem surgindo novas propostas, baseadas em nosso modelo de negócio. Somos goleiros, mas marcamos um gol de placa” completa Samuel.