sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Vagner Mancini é anunciado como novo técnico da Chapecoense

(Foto: Cristiano Andujar/Getty Images)

Por Nicholas Araujo
Redação Blog do Esporte


A nova diretoria da Chapecoense anunciou Vagner Mancini como o novo técnico para a temporada 2017. Alguns nomes eram especulados para o cargo, além de Levir Culpi, que se ofereceu voluntariamente para o cargo após a tragédia na Colômbia.

O último clube treinado por Mancini foi o Vitória-BA, onde o treinador conseguiu um retrospecto de 51,75% de aproveitamento com 33 vitórias, 19 empates e 24 derrotas em 76 partidas. Foi demitido na derrota por 2 a 1 para o Flamengo, no dia 10 de setembro no Barradão.

De acordo com a diretoria da Chape, a contratação do técnico seria prioritária para dar um recomeço no trabalho da equipe. No entanto, Levir Culpi se voluntariou para ficar apenas até o fim do Campeonato Catarinense, o que pesou na hora de definir o novo comandante. 

O calendário de 2017 para o alviverde contará com a disputa do Estadual, Primeira Liga, Campeonato Brasileiro, Taça Libertadores, Recopa Sul-Americana, além das competições amistosas como Copa Suruga e Troféu Joan Gamper.

Presidente firma palavra de que “ninguém se aproveitará da Chape”

O presidente Ivan Tozzo declarou que a equipe buscará jogadores dentro das possibilidades financeiras do clube e que descarta a imunidade de três anos contra o rebaixamento do clube no Braisleiro. Em entrevista ao jornal espanhol Marca, Tozzo foi categórico ao reafirmar suas palavras perante a atual situação do clube catarinense.

“Queremos jogar todos os torneios na mesma condição que os outros times. Nós queremos, e vamos jogar torneios como fazem os outros clubes. Não vamos permitir que as pessoas nos presenteiem com coisas ou nos deem nada como favor. Vamos tentar recuperar o que tivemos com as mesmas armas que o resto dos concorrentes. Temos que continuar e não queremos ser diferentes de ninguém, e é por isso que eu pedi esse tratamento”, diz Tozzo.