segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Nova Libertadores começa com “virgens”, jejuns de taças e estádio acanhado

(Foto: Reprodução)


Times pouco expressivos, longos jejuns de títulos e estádios acanhados. É assim, sem muito alarde e brilho, que tem início nesta segunda-feira a reformulada Copa Libertadores da América.

Agora com 47 clubes, nove a mais do que nos últimos anos, disputada de janeiro a novembro e sem a presença de representantes do México e, a principal competição interclubes sul-americana começa hoje com os três jogos de ida da primeira das três fases de mata-mata preliminares.


E as partidas de abertura do torneio mostram bem o quanto ele ficou inchado depois do aumento do número de vagas e a criação de tantas etapas antes da fase de grupos.

Irão a campo nesta segunda e na próxima sexta-feira os vice-campeões de Venezuela (Deportivo Táchira) e Uruguai (Montevideo Wanderers), o terceiro colocado do último Campeonato Boliviano (Universitario), e quartos colocado da edição mais recente do Equatoriano (Independiente del Valle), do Paraguaio (Deportivo Capiatá) e do Peruano (Deportivo Municipal).

Dos seis clubes que abrem a Libertadores-2017, cinco nunca foram longe na competição (o Del Valle, atual vice-campeão é a exceção) e um deles jamais sequer a disputou.

O Deportivo Capiatá, time fundado em 2008 e que só chegou à elite paraguaia quatro anos atrás, não é só estreante no torneio continental, como também um das três equipes que jogam hoje que jamais conquistaram um título de primeira divisão na história.

Além dos paraguaios, o Del Valle também nunca foi campeão nacional. Já o Montevideo Wanderers e o Deportivo Municipal até já tiveram essa honra, mas há mais de 60 anos (1931, para os uruguaios, e 1950, no caso dos peruanos).

O Municipal, aliás, receberá o Del Valle no estádio Iván Elias Moreno, construído em 2002 e que pode abrigar no máximo 10 mil torcedores. Trata-se da capacidade mínima exigida pela Conmebol para jogos da competição.

A Libertadores-2017 terá no total 30 partidas em três fases preliminares até a definição dos 32 clubes que disputarão a fase de grupos a partir do dia 7 de março.

Seis clubes brasileiros já estão garantidos na etapa principal do torneio: Atlético-MG, Grêmio, Santos, Chapecoense, Palmeiras e Flamengo. Atlético-PR e Botafogo entram na próxima semana na segunda fase preliminar em busca de vagas restantes.

UOL Esporte