quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Reforços citam responsabilidade e honra em apresentação na Chapecoense

(Foto: Reprodução)


A Chapecoense apresentou na tarde desta quinta-feira (5) mais dois reforços para 2017. Trata-se do atacante Niltinho, ex-Criciúma e Joinville, e do meia-atacante Dodô, cedido pelo Atlético-MG. Ambos fizeram questão de citar a honra de vestir a camisa da equipe catarinense, mas não esqueceram da responsabilidade que terão no clube nesta temporada.


"É uma grande responsabilidade vestir essa camisa. Conheço a Chapecoense desde quando jogava no Figueirense, sempre soube que era um clube diferenciado. Aqui, até o abraço é diferente. A responsabilidade é enorme e temos que fazer uma grande pré-temporada para honrar os jogadores que se foram", disse Dodô.

Tenho certeza da minha escolha. Estou feliz de receber os elogios, mas é o que eu falo: quanto mais você trabalhar, mais elogios você vai receber. Tenho orgulho de tudo que está acontecendo. Eu tive umas sondagens do clube no ano passado, algumas conversas... Estou me sentindo orgulho e uma responsabilidade muito grande, vamos ter que vestir e honrar mesmo essa camisa. É dar carrinho por aqueles que se foram, fazer gol por aqueles que ficaram", acrescentou Niltinho.

Dodô tem 22 anos e disputou o último Campeonato Brasileiro pelo Figueirense, clube pelo qual disputou 29 partidas e anotou quatro gols. Pelo Atlético, Dodô fez parte do elenco campeão da Copa do Brasil de 2014 e do Campeonato Mineiro de 2015.

Já Niltinho já estava na lista da Chapecoense antes mesmo da tragédia envolvendo o clube. Sob o comando de Roberto Cavalo, o atacante foi um dos destaques do Criciúma, participando de 31 jogos da equipe na temporada.

UOL Esporte