terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Prefeitura de Juiz de Fora veta semifinal Fla x Vasco por segurança

(Foto: Folhapress)


A prefeitura de Juiz de Fora divulgou nesta terça-feira (21) um comunicado no qual veta a realização da semifinal da Taça Guanabara entre Flamengo e Vasco, sábado (25), às 18h30 (de Brasília) no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio. A questão da segurança dos torcedores por conta do Carnaval foi o motivo alegado pela administração e também pela Polícia Militar de Minas Gerais. Rubro-negro, Cruzmaltino, Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) e TV Globo se reúnem na parte da tarde para tentar dar fim ao impasse.


"Em virtude da intensa programação de blocos de carnaval na cidade - como a tradicional Banda Daki - e em toda a região, o Estádio Municipal Radialista Mário Helênio estará restrito ao jogo da Federação Mineira de Futebol, Tupi X URT, no próximo fim de semana, como forma de garantir o esquema de segurança da 4a Região da Polícia Militar aos torcedores do município e aos foliões de 86 cidades da Zona da Mata em todo o carnaval. Não está autorizado, então, qualquer outro evento no estádio neste período".

Em contato com a reportagem do UOL Esporte, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, afirmou que o veto reforça a posição do clube. A possibilidade de cassar a liminar por torcida única nos clássicos realizados no Estado do Rio de Janeiro ainda está em pauta.

"O jogo foi marcado à nossa revelia. Só reforça a nossa posição. Chegamos a avaliar Juiz de Fora, mas dissemos claramente que éramos contra. Não teve aval do Flamengo. Cassar a liminar nós estamos tentando", afirmou.

A Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) aguarda posicionamento da Federação Mineira. Um possível novo local já é discutido entre as partes para o clássico de sábado.

Se a liminar for cassada no decorrer do dia, o jogo deve acontecer no estádio Nilton Santos (Engenhão). Caso contrário, será necessário correr atrás de outra solução. Até mesmo o adiamento do confronto não está descartado.

Flamengo, Vasco e Federação avaliaram a possibilidade de a partida acontecer em Manaus, Brasília, São Paulo (Pacaembu), Belo Horizonte (Mineirão) e Juiz de Fora. Manaus era a praça favorita do Cruzmaltino, mas contava com a resistência da TV. Brasília agradava ao Rubro-negro, porém, não houve garantia de policiamento - problemas semelhantes em relação ao Pacaembu e Mineirão.

UOL Esporte