domingo, 26 de fevereiro de 2017

Santos aproveita falhas do Botafogo e vence no Campeonato Paulista

(Foto: Luís Augusto/Botafogo FC)

Por Nicholas Araujo
Redação Blog do Esporte


Em partida na Vila Belmiro, o Santos venceu o Botafogo por 2 a 0 em rodada da série A1 do Campeonato Paulista e quebrou uma sequência de três jogos sem vitórias, onde foi derrotado por São Paulo e Ferroviária, além do empate com o Ituano na última rodada.


Do lado botafoguense, a bronca ficou pelas falhas na defesa e do goleiro Neneca, que rebateu o chute de Ricardo Oliveira nos pés de Vitor Bueno, que não desperdiçou e abriu o placar aos 17 minutos do segundo tempo. Nos acréscimos, Rafael Longuine fechou a conta após a defesa atrasar a bola nos pés do atleta santista.

Mesmo com o placar, o Santos demorou para se achar no jogo. O clube do litoral contou com a estreia de Bruno Henrique, contratado junto ao Wolfsburg por 4 milhões de euros, que mostrou boa habilidade no meio de campo. O Santos apostava em jogada com Ricardo Oliveira e Copete, enquanto o Botafogo investia em Francis e na pontaria certeira de Rafael Bastos, destaque neste começo de temporada.

Na segunda etapa, o Santos apareceu melhor e conseguiu fazer os gols necessários para aliviar a pressão do atual bicampeão paulista. Na próxima rodada, o Santos faz clássico com o Corinthians em Itaquera. O Botafogo recebe o Mirassol, sensação no estadual, em Ribeirão Preto.

SANTOS 2 x 0 BOTAFOGO

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 25/02/2017 (sábado)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP) 
Assistentes: Gustavo Rodrigues de Oliveira e Vitor Carmona Metestaine (SP)
Público: 5.208 torcedores
Cartões amarelos: Bruno Henrique (SAN); Fernandinho e Fernando Medeiros (BOT)
Gols: Vitor Bueno, aos 17min; Rafael Longuine, aos 46min do segundo tempo

Santos: Vladimir, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Yuri (Cleber Reis) e Zeca; Leandro Donizete (Rafael Longuine), Thiago Maia e Vitor Bueno; Bruno Henrique (Arthur Gomes), Copete e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior

Botafogo: Neneca; Samuel Santos, Caio Ruan, Filipe e Fernandinho; Bileu, Marcão Silva, Diego Pituca (Fernando Medeiros) e Rafael Bastos (Bernardo); Francis e Wesley (Kauê). Técnico: Moacir Júnior

(Foto: Luís Augusto/Botafogo FC)