quinta-feira, 16 de março de 2017

Alfinetadas: O futebol dividindo espaço com o noticiário policial no caso Bruno

(Foto: Lúcio Adolfo)

Por Redação Blog do Esporte


Mesmo após alguns anos do assassinato de Eliza Samudio, o caso ainda não foi esquecido por boa parte dos fanáticos pelo futebol, e agora com exclusividade por alguns torcedores do Boa Esporte.


A chegada do goleiro Bruno não pegou nenhum pouco bem para a equipe mineira, que tenta o acesso a elite do futebol estadual e busca voltar aos tempos de ouro no futebol nacional com a série B do Campeonato Brasileiro. Por mais que o atleta tenha dito que quer "retomar a vida", o caso não deixará de ser pauta em nenhum momento.

Alguns patrocinadores do time deixaram claro que não irão investir na equipe que contratou um "assassino" para defender o gol. Bruno participou de uma coletiva nessa terça-feira (14) em Varginha e se recusou a responder perguntas sobre a morte da ex-namorada.

A questão se torna mais estranha quando a imprensa futebolística "esqueceu" do caso e focou na ideia de que Bruno "dará a volta por cima" com sua chegada ao Boa. O caso de Eliza chocou o Brasil, ficou por muito tempo sendo discutido até que Bruno confessou o assassinato. Ficou preso, mas um habeas corpus "o livrou" da prisão para "retomar a vida".

Bruno entra para uma lista seleta de confusões no futebol que renderam páginas nos noticiários policiais, mas como todos eles, foi "glorificado" quando conseguiu sua liberdade para dar um "novo nome a sua trajetória". Lamentável como isso é enaltecido e o Brasil passa por cada vez mais problemas. Lamentável.