sábado, 25 de março de 2017

Bulgária surpreende e deixa Holanda a perigo ao fim do turno do Grupo A

(Foto: AP Photo/Vadim Ghirda)


Vice-campeã em 2010 e terceira colocada em 2014, a Holanda corre sério risco de não ir para a Copa de 2018, na Rússia. No encerramento do turno do Grupo A das eliminatórias europeias, perdeu para a Bulgária por 2 a 0, fora de casa, em Sofia, e despencou da segunda para a quarta colocação, com sete pontos apenas em cinco jogos. Além de ser superada na classificação pelo adversário, agora em terceiro com nove, viu a Suécia abrir três, indo a 10, e a França aumentar a vantagem na liderança somando 13, seis a mais.


Delev foi o carrasco da Holanda. Mas teve ajuda. Dupla. O zagueiro De Ligt e o goleiro Zoet bobearam nos dois gols. No primeiro, logo aos cinco minutos, o defensor se atrapalhou para cortar o lançamento pelo alto, deixou o centroavante dominar no peito e tocar na saída do camisa 1. Enquanto isso, os dois trombavam e assistiam à bola balançar a rede. Aos 20, o atacante búlgaro iludiu o marcador na meia-lua com um giro e chutou no canto.

De pouco adiantou ter o experiente Robben, capitão da seleção, e o centroavante Bas Dost, do Sporting, de Portugal, vice-líder da Chuteira de Ouro de artilheiro dos campeonatos nacionais europeus, atrás apenas de Messi. A pressão exercida no segundo tempo esbarrou em duas defesas difíceis de Mihaylov.

Os nove primeiros colocados de cada chave garantem vaga na Copa do Mundo de 2018. Já as oito seleções que tiverem melhor campanha como segundo lugar nos grupos disputam uma repescagem no sistema mata-mata, com os confrontos decididos em sorteio, em jogos de ida e volta para decidir as outras quatro vagas do Velho Continente.

Globo Esporte