sexta-feira, 31 de março de 2017

Com Audi fora, Lucas Di Grassi disputará as 24 Horas de Le Mans pela Ferrari

(Foto: Reprodução)


Depois de disputar as 24 Horas de Le Mans quatro vezes pela Audi, Lucas Di Grassi defenderá uma nova equipe na mítica prova, em 2017. Como o time alemão decidiu abandonar o projeto do Mundial de Endurance da F1 (WEC), o piloto brasileiro de 32 anos representará a Ferrari na prova deste ano, realizada em 17 de junho.


Di Grassi, que já subiu ao pódio três vezes na prova, será companheiro de equipe do britânico James Calado e do italiano Alessandro Pier Guidi. O time guiará a Ferrri 588 GTE número 51 preparada pela tradicional equipe AF Corse.

- Estou muito feliz em retornar às 24 Horas de Le Mans. Todo piloto profissional quer fazer parte da história e correr pela Ferrari significa muito para mim. Estar em uma equipe da GTE-Pro com o apoio da fábrica é, sem dúvida, o melhor lugar para mim depois de quatro anos disputando a LMP1 - disse Lucas.

A marca italiana alinhará 11 carros na histórica corrida, em 2017, três delas na classe GTE-Pro. Assim como a 488 GTE de numeral 51, que terá Di Grassi no trio, a AF Corse terá também o carro número 71 com Davide Rigon, Sam Bird e Miguel Molina.

Apesar da longa parceria com a Audi no WEC, Di Grassi precisou procurar uma nova equipe para disputar as 24 Horas, já que a fabricante alemã resolveu abandonar o Mundial de Endurance após 18 anos na competição.

Além da prova de Endurance, Lucas disputa de maneira integral a temporada de Fórmula E, e vai à pista neste sábado para o ePrix do México, realizado na capital do país. Atualmente, o brasileiro ocupa a segunda colocação no campeonato, com três provas realizadas, atrás de Sebastien Buemi, o atual campeão.

Globo Esporte