domingo, 19 de março de 2017

Com dois de Messi, Barça vence o Valencia de virada e se mantém na cola do Real

(Foto: Getty Images)


Messi pode não ter chamado a atenção nas últimas partidas do Barcelona, mas voltou a decidir um duro duelo neste domingo. Com dois gols do camisa 10, que teve boa atuação, o Barcelona superou Valencia por 4 a 2, de virada, no Camp Nou, e se manteve na cola do líder Real Madrid. Suárez e André Gomes também marcaram (com duas assistências de Neymar), e Mangala e Munir fizeram para o Valencia.


O resultado é importante para manter o Barcelona perto do líder Real Madrid antes da pausa para a Data Fifa. Os catalães foram a 63 pontos - dois a menos que o rival, que tem um jogo a menos na tabela. O Valencia cai para a 14ª colocação, com 30 pontos. O Campeonato Espanhol só retorna no dia 1º de abril, após os jogos entre seleções nacionais.

Sem destaque na virada histórica diante do PSG e apagado na derrota para o Deportivo La Coruña, Messi chamou para si a responsabilidade quando o Barça estava diante de mais uma possibilidade de tropeço neste domingo. Além de bater o pênalti que virou o jogo inicialmente, marcou de pé direito o gol que recolocou os catalães à frente no placar diante de um adversário com um homem a menos. Messi segue como artilheiro do Campeonato Espanhol, chegando a 25 gols.

Neymar voltou a cumprir bem o papel de garçom na vitória do Barcelona, com direito a uma assistência em cobrança de lateral, com muita rapidez e inteligência, que permitiu a Suárez empatar o duelo no primeiro tempo. Com mais uma atuação consistente, o brasileiro ainda serviu André Gomes no fim do jogo. Só que segue perseguindo seu 100º gol com a camisa do Barça, depois de ver algumas finalizações pararem diante de Diego Alves.

O primeiro tempo no Camp Nou foi movimentado, com direito a duas reviravoltas e alguns lances-chave para o jogo. Depois de o Barça começar pressionando e desperdiçar grandes chances, o Valencia soube aproveitar a oportunidade que teve na bola parada e abriu o placar com Mangala, já aos 30. Os catalães mantiveram o estilo e empataram com Suárez na sequência. Mas só viraram no fim da etapa, após Mangala cometer pênalti no uruguaio e ser expulso. Messi bateu e fez o gol que poderia deixar o jogo na mão do Barça. Só que uma bobeira da zaga catalã permitiu o Valencia a ir para os vestiários com o empate, após Munir empatar.

Como esperado, o Barça se lançou ao ataque na etapa final para aproveitar a superioridade númerica no gramado. E conseguiu voltar à frente no placar logo aos sete minutos, com Messi decidindo e marcando um gol de pé direito. O Valencia se manteve recuado e ainda conseguiu chances em contra-ataques, que irritaram o técnico Luis Enrique. O atual campeão espanhol criou outras chances, desperdiçou muitas delas e ainda aumentou a diferença já no fim do jogo, com André Gomes completando cruzamento de Neymar.

Globo Esporte