sábado, 25 de março de 2017

Marcelinho Paraíba leva 25 mil pessoas em jogo de despedida pelo Hertha Berlim

(Foto: Reprodução)


Marcelinho Paraíba deixou o Hertha Berlim há mais de 10 anos, mas ainda consegue levar 25 mil pessoas ao Estádio Olímpico da capital alemã. Foi o que aconteceu neste sábado. O meia brasileiro, que completa 42 anos em maio, fez uma partida de despedida no local onde brilhou entre 2001 e 2006. Mesmo que tenha dado o adeus à torcida alemã, Marcelinho continua na ativa. É o camisa 10 do Treze, em seu estado natal.


O jogo deste sábado reuniu vários de seus ex-companheiros da época e de outras equipes. Estiveram na partida nomes como o ex-volante Tinga, Kevin-Prince Boateng, que jogou com Marcelinho no Hertha e atualmente defende o Las Palmas, Kevin Kuranyi, que anunciou sua aposentadoria nesta sexta, os ex-atacantes Ailton, Elber e Paulo Sérgio, o ex-zagueiro alemão Arne Friedrich, e o ex-lateral Dedé.

– É uma sensação única, um dia muito especial para mim. Quero agradecer a todos os jogadores e fãs que vieram – disse o brasileiro.

Em 193 jogos oficiais pelo Hertha, Marcelinho marcou 79 gols e deu 60 assistências. Ele foi campeão da Copa da Alemanha nos anos de 2001 e 2002. Ao canal alemão “Sport 1”, o ex-técnico do brasileiro no Hertha, Dieter Hoeneß, afirmou que o meia poderia ter atingido maiores glórias na carreira. Mas não era tão focado.

– Se Marcelinho fosse um pouco mais disciplinado na sua vida privada, ele teria feito, com folga, 70, 80 jogos pela seleção brasileira – afirmou.

Marcelinho atuou em seis jogos pela Seleção e marcou um gol. Na Alemanha, o brasileiro também jogou pelo Wolfsburg, entre 2006 e 2008. Em 2017, ele já fez oito jogos pelo Treze no Campeonato Paraibano e marcou dois gols.

Globo Esporte